Bolsonaro confirma oficialmente exame negativo para coronavírus e exibe foto com banana para mídia que publica fake news

 

Ver essa foto no Instagram

 

– HFA/SABIN atestam negativo para o COVID-19 o Sr. Pres. da República Jair Bolsonaro.

Uma publicação compartilhada por Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro) em

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro) em

O presidente Jair Bolsonaro testou negativo para o novo coronavírus, segundo informou o próprio presidente em rede social. Ele começou a ser monitorado desde a manhã de quinta-feira, quando o secretário de Comunicação da Presidência da República, Fabio Wajngarten, foi diagnosticado com a doença.

O presidente Bolsonaro informou o resultado dos exames no Facebook junto de uma foto no qual aparece dando uma banana para jornalistas, em um episódio recente em Brasília.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Aline Carneiro disse:

    Um acompanhamento psicológico resolveria muita coisa… Que senhor desequilibrado!

  2. Vitor Silva disse:

    UMA ESCOLHA MUITO DIFÍCIL:

    De um lado, o jornalista John Roberts, 63, ex-âncora e correspondente da FOX NEWS na Casa Branca.

    DO OUTRO, Eduardo Bolsonaro, cujo gabinete é suspeito de ajudar na disseminação de fake news.

    EM QUEM devo acreditar?

  3. Bolsominion disse:

    Tem um jeito do Jair Bolsonaro provar pro Brasil se está infectado ou não de uma vez por todas

    Abre uma live e beija todos os seus filhos na boca de língua e manda um jóia pra câmera

    Duvido
    Prova ae presidente
    Queremos respostas

    • Mortadela disse:

      Acho que você errou de Presidente.
      O presidente e partido que aprova e faz apologia para homem beijar a boca de homem esteve no poder de 2003 a 2016. Perdeu a chance de ficar calado alienado!

  4. Ed Francklin disse:

    Cada um se comporta de acordo com sua índole

  5. Lourdes Siqueira disse:

    Não admiro o destempero do Presidente, mas prefiro um destemperado cuidando da minha casa do que um reconhecido ladrão.
    Verdade que a mídia na ânsia de publicar, publicar e sair a frente, comete injúria, difamação e nunca se redime, isso é verdade. Vamos com calma. Está ficando difícil botar fé no que noticiam….

  6. Hélio Silva disse:

    Em 2022 ele levará banana pq aqueles que nao votaram no PT e votaram nele certamente não votam novamente

    • Acorda Brasil disse:

      Parabéns… Você reproduziu o discurso dos "jornalistas" da Globo com maestria. Papagaio perfeito.

    • Francisco disse:

      Tenha certeza que votei, e votarei novamente. Só não voto na esquerda. Isso é fato.

    • Paulo disse:

      Votei e votarei novamente. O jeito dele é esse. Goste quem gostar. Porém não é ladrão como a gangue do PT. E, tenha certeza, continuando assim, a vitória de Bolsonaro será ainda maior. O Partido mais corrupto de nossa história, o PT, está se extinguindo. As viúvas não se consolam. Coitadas!

  7. gusthenrique disse:

    que figura

“Hoje não está sendo um dia fácil para o bolsonarismo”, afirma deputada federal Natália Bonavides em CPMI das Fake News

Foto: Alessandro Dantas/PT no Senado

A deputada petista foi uma das parlamentares que interrogou na tarde desta quarta-feira (4) um dos sócios da AM4 Brasil Inteligência Digital, agência que prestou serviços à campanha de Jair Bolsonaro, então do PSL.

Marcos Aurélio Carvalho, um dos donos da empresa, declarou ter disparado mensagens durante as eleições, mas alegou que não se tratavam de fake news. Segundo a prestação de contas da campanha de Bolsonaro, a AM4 foi a empresa que mais recebeu recursos da campanha e a única contratada para o marketing.

Para a deputada do PT “hoje não está sendo um dia fácil para o bolsonarismo. A quebra de sigilo mostrou que Eduardo Bolsonaro, filho do atual presidente, está diretamente ligado às milícias virtuais que atacam instituições e buscam destruir a reputação de opositores espalhando mentiras e atacando a democracia”.

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito discutirá ainda a quebra do sigilo bancário de outras empresas que supostamente estariam envolvidas no caso, como a Yacows, a Maut Desenvolvimento de Software, a Kiplix Comunicação Digital e a Deep Marketing.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Leo disse:

    Como disse um colega: "muita gente boa foi enganada e votou na familícia, mas todo malandro e mau caráter votou por convicção nessa quadrilha.

  2. Rodrigo disse:

    vários deputados ganhando salários altos para trabalhar para o o eleitor ou ficar fazendo fofocas de a ou b , que no final não dá em nada.

  3. Cesar Bomone disse:

    Essa deputada é a mesma que votou para a proteção do deputado Wilson Santiago da PB envolvido com corrupção. Qual a moral dessa deputada que protege políticos envolvidos com corrupção. VERGONHA DO RN. ELA QUE DEVIA SE EXPLICAR. MORAL NENHUMA.

  4. Emerson Fonseca disse:

    Este Gado Minion deve amar Lulinha de paixão, só pode se preoculpen com seu Governo, afinal a Economia vai muito bem obrigado…
    😂😂😂👉🏾🐂🐂🐂🐂

  5. Rio disse:

    Se ela continuar assim, vai ser promovida pelo Pinguço Trambiqueiro a patente do Grelo Duro.

  6. Pedro disse:

    Sempre assim, quando descobrem uma mentira da família dos vagabundos que estão no governo, o gado tenta desqualificar a pessoa, pois não consegue explicar a situação.
    Bote pra lascar, deputada..essa quadrilha familiar tem que sair.
    Muuuuuuu

  7. Zuza disse:

    Esperto e batalhador foi o Lulinha, que de catador de bosta passou a milionário com o pai LULADRÃO.

  8. Zanoni disse:

    Haddad, o poste dos jumentos, é que foi condenado por fake news.
    Chora, petralhada desesperada.

  9. Eleição disse:

    Na maioria dos acampamentos de sem terra, tem o brasão de Natália…

  10. Santos disse:

    Lamentavelmente, a última eleição houve uma enxurrada de notícias falsas, desconexas que somadas a insatisfação popular com os escândalos de corrupção, uma violência desmedida e por falta até mesmo de opção fizeram uma parte significativa da população escolher o que está posto aí. É o que a democracia, felizmente, permite que aconteça.

  11. Fora bolsotralhas disse:

    Natalia tem estudo não é analfabeta como os patetas NARO não….se toque. Bando de BABÃO SABÃO, ESCORREGAM MAIS DO QUE LODO…..SE PROCURAR NEM CAFE TEM EM CASA,

  12. Vermes disse:

    PARABÉNS NATALIA, A INVEJA E O DESESPERO SÃO GRANDES DA TURMINHA SABAO DO BOSTANARO ….ESTAO ESCORREGANDO COM TANTA SABOTAGEM E LADROICE DA FAMÍLIA PATETA…ELE O MALDITO , VIVE ALIMENTANDO DEFENSORES EM BLOGS E REDES SOCIAIS….COITADOS….MAIS QUE SAO MARGINAIS ACEITEM…..BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO….BOTA ESSE COJA DE BOLSOCHIFRUDO NO XILINDRO

  13. Sérgio disse:

    E els mentiu?

  14. Luiz Antônio disse:

    Os Bolsonaros não formam uma família, mas sim uma familícia.
    Vamos fazer arminha no dia quinze… não esqueçam de distruir bananas.

  15. Rivanaldo disse:

    O problema não é o cara ser direita, de centro ou de esquerda. O problema é o cara ser Burro. Existem pessoas dignas em todos os espectros políticos, mas o Brasil escolheu um completo desqualificado! Você não é obrigado a defendê-lo. Reconheça que errou e ponto final…

  16. Antonio Turci disse:

    Essa mulher é totalmente desprovida de mérito. Devemos essa escrescencia à Governadora Fátima Bezerra que, a essas alturas, deve estar arrependida.

  17. Paulo disse:

    Deputada Não agrega nada para o RN para o Brasil , uma pena para o RN , até imagino quem votou nela já deve ter esquecido

  18. Kiko disse:

    Fácil, é só falar com Fafá Bokus, ela sabe como é fácil fazer uma ruindade, crueldade, sacanagem, perversidade, é só ver a reforma da previdência estadual uma maldade só, esse pt é uma enganação. Em tempo os professores do estado iniciaram a greve hoje!

  19. PT só CANALHAS disse:

    Vai pro acampamento dos sem terra INCOMPETENTE!!!

  20. Luciana Morais Gama disse:

    Natália, tá difícil de ver você dizer alguma coisa sobre a REFORMA DA PREVIDÊNCIA DE FÁTIMA….. Fala aí alguma coisa mulher! Você é CONTRA ou a FAVOR??

  21. Lenio disse:

    REALMENTE, " A quebra de sigilo mostrou que Eduardo Bolsonaro, filho do atual presidente, está diretamente ligado às milícias virtuais que atacam instituições e buscam destruir a reputação de opositores espalhando mentiras e atacando a democracia”.
    Espero que isso seja rebatido com argumentos, pois de muídos e mugidos já estamos calejados.

  22. Pereira disse:

    Vai procurar o que fazer deputadazinha de meia tijela

  23. Joaquim disse:

    Deputada fraca

    • Antônio disse:

      Joaquim só falta voce querer dizer que os analfabetos BOLSOTRALHAS sao capacitados???? Ohhhh meu caro, va tomar um banho de mar e encher seu cérebro de JUIZO…porque de doisp basta esse imbecil presibosta

CPI das Fake News: dono da Yacows confirma disparos para campanhas de Haddad, Meirelles, Rui Falcão e Bolsonaro

Foto: Reprodução/TV Senado

Além de confirmar contratação pelas campanhas de Fernando Haddad, Henrique Meirelles e Jair Bolsonaro para fazer disparos de mensagens em massa, o dono da Yacows também disse que a empresa espalhou propaganda eleitoral de Rui Falcão.

“A empresa fez envios, sim”, disse Lindolfo Antônio Alves Neto, ao responder à deputada Caroline de Toni (PSL-SC) na CPI das Fake News.

Ele não soube informar o valor da contratação e a quantidade de disparos.

A contratação da empresa foi revelada na semana passada pelo ex-funcionário da Yacows Hans River do Rio Nascimento durante depoimento à comissão.

 O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. EXPECTADOR disse:

    Realmente um absurdo, BOLSONARO teve 900(novecentos) envios, ja o poste do PT só teve 500(quinhentos mil) envios ,declaração do dono da empresa responsável pelos envios , na CPI DA Fake news

  2. COrporal January disse:

    Sr Alienado!
    Leia a matéria completa e depois comece a vociferar!

  3. Véi de Rui disse:

    Quer dizer que o River não mentiu, e agora?

    • Minion alienado disse:

      Quer dizer que o Bolsonaro foi beneficiado? Quem pagou por isso com caixa dois? A campanha dele não era modesta e sem recursos? Quais foram as almas benevolentes que doaram os disparos de fake news para o então candidato?

    • Ceará-Mundão disse:

      Míseros 900 disparos para a campanha do Bolsonaro e MAIS DE 500 MIL disparos para a campanha do poste do condenado de 9 dedos. O que ainda falta prá essa cambada de esquerdopatas deixar de mimimi, de mentiras e baixarias, e ir cuidar de TENTAR (vai ser difícil) melhorar a imagem de seus bandidos de estimação? Do jeito que vai, esta ORCRIM petista vai ser extinta. Politicamente, já que a justiça brasileira não resolve fazê-lo. Olhem pros seus telhados de vidro, "cumpanhetos". O presidente que o povo elegeu é referência de honestidade, coisa com a qual vocês não são acostumados.

Presidente da CPI das Fake News quer reconvocar Hans River

O presidente da CPI mista das Fake News, senador Angelo Coronel, apresentou hoje um requerimento para convocar novamente Hans River, o ex-funcionário da empresa de marketing digital Yacows ouvido pela comissão na última terça-feira, informa a Crusoé.

“Com o intuito de esclarecer os fatos, acreditamos ser fundamental uma nova vinda do depoente à esta CPMI para esclarecer os fatos e comprovar aquilo já dito perante a comissão”, justifica o senador no requerimento, que precisa ser aprovado pela maioria dos integrantes da comissão.

O Antagonista

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Quanto mais se mexe em merda mais ela fede. A emenda deverá sair pior do que o soneto.

VÍDEO: ‘Impulsionamento ilegal’ se voltou contra o PT na CPI das Fake News; convocado, depoente diz que trabalhou para o partido, não Bolsonaro

Foto: Jane de Araújo/Senado

Hans River, convocado na CPMI das Fake News por políticos do PT para que reforçasse o envolvimento do presidente Jair Bolsonaro com notícias falsas ou “impulsionamento” ilegal de mensagens, virou “tiro pela culatra”. Ele disse que não trabalhou para Bolsonaro e sim para os então candidatos Fernando Haddad (PT) e Henrique Meirelles (MDB). A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O depoimento de Hans River representou um presente para os opositores do PT, no dia em que o partido de Lula completou 40 anos.

River deixou mal até os que denunciaram o suposto impulsionamento ilegal de Bolsonaro, já negado pelo Whatsapp.

Após a sessão, os assuntos “CPMI” e “Hans River” se transformaram no 1º e 5º trending topics, os assuntos mais comentados do Twitter.

Diário do Poder e TV Câmara

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    Kkkklkkkkkkokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk tou rindo tantolkkkllkkkque até o queixo adormeceukkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Esse partido é muito trapalhão kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Ricardo Carvalho disse:

    Resumo do tiro no pé:
    1) Folha acusa Hans River de disparar fake news pra Bolsonaro;
    2) Ele é convocado por Rui Falcão pra reforçar a falsa narrativa na CPMI;
    3) Questionado sobre quem eram os clientes, ele responde: trabalhei p/ o senhor (Rui Falcão) e o PT, não pra Bolsonaro. kkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. Ceará-Mundão disse:

    Ps verdadeiros produtores de fake news: os esquerdopatas, principalmente o PT. E ainda disse que foi assediado por jornalista da "Foice" de SP, que teria lhe oferecido sexo por "informações". Olha, é facílimo para uma pessoa normal enxergar o lado do bem e o do mal.

  4. Antenado disse:

    Acharam que ele, por ser negro e cidadão simples, iria mentir e detonar Bolsonaro. Fez o contrário, contando a verdade e com coragem enfrentou os deputados petistas que ficaram descontrolados com o seu depoimento.

  5. Riva disse:

    Se fossemos um país minimamente sério, este sujeito,juntamente com o restante da família lunática, teria além de seu mandato cassado, também suspensos os seus direitos políticos por tempo indeterminado! O ideal seria por a PF no caso para periciar tudo….Quem comanda a PF? 🤦

  6. Zezinho disse:

    Tudo que ele falou vai cair em desconfiança, afinal foi contra o PT e não contra Bolsonaro como queriam. Logo será xingado e desqualificado. Vão postar informações desabonadoras contra ele, vão criticar suas atitudes, vão declarar que é uma pessoa que não tem credibilidade, deve vir por aí uma tempestade de coisas ruins contra ele. É mais do que tem sempre, quando fala contra Bolsonaro, é verdade absoluta e irretocável, se não, passa a ser uma pessoa sem confiança e vai sofrer todo tipo de ataque. Já viram esse filme antes? Só lembrando figuras como Palocci, Vaccari, Delcídio, João Santana, Renato Duque, Youssef, Léo Pinheiro e tanto outro que eram amigos do peito e depois que abriram o bico e apresentaram as provas, foram taxados de tudo que não presta.

  7. Thor Silva disse:

    Esse PT já deveria ter sido instinto há tempos. É formado em sua maioria de canalhas e bandidos.

  8. joaozinho disse:

    PT = partido de trambiqueiros. devia ser extinto, so serve pra enganar e criar confusao. Um atraso pra o país.

CPI das Fake News: PF recusa denúncia contra ameaças a integrantes

Foto: Agência Brasil

A Polícia Federal arquivou o pedido de investigação de supostas ameaças a deputados e senadores que integram a CPI das Fake News. As denúncias, baseadas em informações do deputado Alexandre Frota (PSDB-SP), foram encaminhadas à PF em dezembro pelo presidente da comissão, senador Ângelo Coronel (PSD-BA).

No ofício que chegou ontem à CPI, o delegado Ademir Cardoso Júnior diz que “não se faz possível extrair uma narrativa que aponte, concretamente, para ações que envolvam o cometimento de ato delitivo”.

A PF interpretou os “prints” de redes sociais de supostos integrantes de milícias digitais  como “uma série de manifestações descontextualizadas”.

Hoje, a CPI ouve Hans River do Rio Nascimento, ex-funcionário da empresa de marketing digital Yacows, investigada por fraudes na campanha eleitoral de 2018.

Coluna Esplanada

FOTO: Erva doce contra coronavírus e cidades do Brasil isoladas? Saúde desmente multiplicação de fake news

Mensagem replicada no WhatsApp atribui foto de performance artística em Frankfurt, há seis anos, como um registro de corpos empilhados de vítimas do coronavírus na China Foto: Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde identificou, através de seus canais nas redes sociais, diversas fake news propagadas sobre o novo coronavírus, que já deixou 170 mortos na China e mais de 7.711 infectados em todo o mundo. Entre os boatos replicados na internet, está a recomendação do consumo de chá de erva doce e sucos de acerola e laranja para se proteger da doença, que ainda não chegou ao Brasil, pelo Hospital das Clínicas de São Paulo.

Segundo a mensagem distribuída em grupos de WhatsApp, a erva teria a mesma substância que o medicamento Tamiflu e, por isso, deveria ser consumida duas vezes ao dia, sempre após as refeições, “como se fosse café”. A pasta desmentiu que o chá contenha fosfato de oseltamivir, princípio ativo do remédio.

Outro texto reproduzido nos aplicativos de mensagens acusa o governo brasileiro de “esconder os números” da “epidemia que está ocorrendo aqui e no mundo”. Segundo o boato, oito cidades do Brasil estariam sob quarentena, a exemplo da província de Hubei, na China, e 41 pessoas já teriam morrido em decorrência do novo coronavírus. Os infectados estariam na casa dos 600 e outros 40 mil pacientes estariam sob suspeitas.

Conforme divulgado na última quarta-feira pelo próprio Ministério da Saúde, o Brasil tem apenas nove casos suspeitos e nenhuma infecção confirmada. Portanto, não há nenhum registro de morte, tampouco de municípios em quarentena. As vítimas são monitoradas a todo o momento e estão isoladas em hospitais.

Uma foto de uma performance artística representando 528 vítimas do campo de concentração nazista Katzbach, em Frankfurt, no ano de 2014, acabou compartilhada na internet como um registro de corpos empilhados em uma rua chinesa, o que indicaria um cenário muito pior do que o divulgado pelo governo de Pequim.

Um quarto rumor relaciona a epidemia ao consumo de sopas de morcego na China. Embora haja suspeita de que o vírus tenha sido transmitido pelo consumo de animais selvagens, não há comprovação científica de que morcegos sejam de fato o hospedeiro natural. Outras espécies ainda estão sendo investigadas e as fotos reproduzidas no WhatsApp, segundo o boatos.org, foram publicadas por uma influenciadora digital há quatro anos.

Nem mesmo a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) escapou das fake news. Uma mensagem apócrifa afirma que pesquisadores da instituição confirmaram a capacidade de dano neurológico do coronavírus. Entre os efeitos deletérios estariam a perda de memória, confusão mental, dificuldade motora e até coma. Como lembrou o Ministério da Saúde em seu site, o novo vírus sequer foi isolado no Brasil e não há indícios de que ele cause prejuízos ao cérebro.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Zé Lopes disse:

    Imagine para o professores! Viram muitas notícias boas, reajuste do piso e dia 15 vem os atrasados.

A fake news de Gleisi Hoffmann contra Paulo Guedes

Foto: Reprodução/Twitter

No Twitter, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, escreveu o seguinte:

“A gente falando de vigarice nazista, de Regina Duarte, do convívio entre os inimigos Bolsonaro e Moro, enquanto Guedes, Maia e os banqueiros preparam o maior atentado ao Tesouro Nacional da história querendo votar o projeto de autonomia do Banco Central e a dolarização da economia.”

Sim, você leu certo: dolarização.

É uma fake news divulgada pela presidente do Partido dos Trabalhadores.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João Maria disse:

    Thammy. Graças a Lula ladrão tão cedo eles não vão ser preso.por causa da prisão em segunda estância.

  2. Thammy disse:

    Quando teremos mesmo a prisão do QUEIROZ E DO FLAVIO BOLSONARO LADRAO?

  3. Pedro disse:

    Essa descarada devia respeitar o marido, tinha tanto voto que se candidatou a deputada federal, uma vergonha pata as famílias descentes, devia passar o resto da vida comendo grama com o nove dedos.

  4. Daniel disse:

    Retardada!!!

  5. Bento disse:

    Essa perdeu toda credibilidade e o respeito.
    Presidente do partido campeão mundial em corrupção.

  6. BC3331986GAC disse:

    Criminosa.

  7. natalsofrida disse:

    Sem comentários.

  8. Mantra disse:

    todo PTista fala muita bobagem e loucuras, vive conspirando e enxergando conspiração no ar… mas quem sabe desse vez ela não está certa??? vale a pena averiguar….

É Fake News o calendário que circula no Whatsapp com pagamento dos atrasados do Governo do RN

Foto: Reprodução

Mensagem com um suposto calendário de pagamento dos atrasados de 2018 do Governo do Estado causou alvoroço e ganhou grande compartilhamento no fim da manhã e início de tarde desta quarta-feira(08). A fake news foi alertada pela Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças do RN(Seplan). Sobre uma previsão: cenas para os próximos capítulos.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lucio flavio Cavalcante disse:

    Esse calendário é do Governo do estado do Mato Grosso.

  2. Ex-Pretralha disse:

    NADA DE FAKE NEWS, olhem a verdade: O Governo do RN nâo recebeu o dinheiro da cessão onerosa dos royalties que o Banco Daycoval comprou pela “mixaria” de R$ 180 milhões. O Estado está inadimplente junto ao CADIN. Ou seja, tá sujo.
    Embora o poderoso chefão do STF Dias Toffoli, já tenha ordenado tirar o RN do cadastro. Mesmo assim, a pendenga continua. O aval ainda não foi dado pela União. O CADIN é o como se fosse o SPC. Aquele serviço que fichava “os veacos” para não comprar mais nada até que limpase o nome. Ou seja, subam e desçam!

  3. hbbeto disse:

    Com certeza, é gópi!

  4. ForaCanalhas disse:

    Algo de bom vindo do PT com certeza e FAKE ou FRAUDE………

  5. Laurinha disse:

    É GOPI
    É GOPI
    É GOPI
    É GOPI
    É GOPI
    É GOPI

  6. STELA SANTOS disse:

    Não é fake, é
    GOPIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

Sindicato diz que Álvaro Dias faz Fake News

A notícia dada pelo Prefeito de Natal, Álvaro Dias, comunicando o fim da greve dos médicos do município, trata-se de Fake News com o intuito de desmobilizar a categoria.

Até o momento não houve convocação por parte do Prefeito para um entendimento entre a prefeitura e os médicos. A informação é do Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte(Sinmed-RN).

A greve continua com intensificação das manifestações nos eventos de derrame irresponsável de dinheiro público que a prefeitura está fazendo em shows faraônicos com artistas de fora, enquanto a saúde de Natal agoniza.

O Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte convoca todos os médicos estatutários a se fazerem presentes em Assembleia:

DATA: 19 de dezembro (quinta-feira)
HORA: 19:30h
LOCAL Sede do Sinmed RN

PAUTA: Gratificações, retroativos, tabela 2019 do PCCV, manifestações de rua, ações judiciais e negociações.

Pessoas compartilham fake news de forma consciente, mostra estudo

(LEBERUS/Getty Images)

As notícias falsas estão por toda a internet – e encontram nas redes sociais seu habitat mais fértil. Dificilmente você rola sua timeline do Facebook e não se depara com uma manchete sensacionalista compartilhada por algum parente. A situação é ainda mais caótica no Twitter: por lá, as fake news se disseminam seis vezes mais rápido do que notícias verdadeiras.

Quando esse assunto virou pauta pela primeira vez, a grande discussão era o quanto bots estavam ajudando a disseminar informações falaciosas. Mas, agora, um estudo da Universidade de Regina, no Canadá, concluiu que, ao contrário do que se imagina, usuários convencionais não estão sendo enganados e conseguem detectar facilmente quando algo é fake news. Só que, mesmo assim, boa parte opta por compartilhar a notícia.

De acordo com o estudo, existem algumas razões para isso: muita gente não pensa sobre a veracidade de uma informação antes de compartilhá-la numa rede social. E, muitas vezes, divulga notícias que podem ser falsas só porque elas vão de acordo com uma opinião própria.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores apresentaram uma série de manchetes reais a mais de 2500 pessoas dos Estados Unidos. Na lista, havia chamadas retiradas das principais notícias de jornais – mas também um conjunto de histórias que eram inteiramente falsas. Quem participava do estudo não sabia nada sobre os temas das notícias, claro, e tinha que julgar a partir do conteúdo que recebiam.

Na primeira parte do estudo, os participantes foram solicitados a indicar quais manchetes compartilhariam nas redes sociais. Foi aí que despontou um comportamento curioso: o critério utilizado por muitos não era averiguar a veracidade das histórias, mas seu conteúdo. Se o que o texto dizia concordasse com uma opinião pré-estabelecida da pessoa, pouco importava a fonte: ela tinha mais chances de compartilhar de qualquer forma.

Quando as notícias falavam especificamente de fatos políticos, não importando se fossem mais à direita ou à esquerda do espectro ideológico, participantes tinham 37,4% de chances de compartilhar histórias que concordavam com seu ponto de vista – mesmo se elas fossem fake news. A probabilidade de compartilhamento caía para 24% no caso de manchetes verdadeiras, mas que discordavam de crenças pessoais.

Numa segunda parte do estudo, a equipe perguntou a outro grupo de pessoas o que eles achavam sobre a precisão das manchetes antes. Isso, antes de questionar se eles a compartilhariam ou não nas mídias sociais. Os pesquisadores notaram que as pessoas que receberam um alerta com relação à veracidade dos fatos que liam tinham probabilidade significativamente menor de compartilhar informações falsas.

O estudo estou também se o fato de as pessoas estarem distraídas nas redes poderia fazê-las esquecer que há notícias falsas circulando por lá o tempo todo. Para ter certeza disso, cientistas enviaram mensagens para 5500 usuários do Twitter, que costumavam compartilhar notícias de sites não confiáveis em seu perfil.

Os pesquisadores pediram a esses usuários que avaliassem a precisão de uma única manchete. Depois disso, eles começaram a monitorar o que os perfis compartilhavam, e notaram que, nas 24 horas seguintes, as notícias que os participantes disseminaram em suas redes eram 3,5% mais confiáveis ​​do que anteriormente.

Por fim, os autores do estudo afirmam que a noção de que “as pessoas são facilmente enganadas” não condiz com a realidade. Em vez disso, há chance maior é que venham usando informações falsas para validar suas próprias opiniões. Assim, entre falar a verdade e ter razão, a segunda opção sempre acaba levando a melhor. Para ler na íntegra o estudo, é só clicar neste link.

Super Interessante

Marco Feliciano pede convocação de Lula na CPI das Fake News e anexa vídeo embaraçoso do petista

FOTO: DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

O deputado Marco Feliciano (Podemos-SP) protocolou requerimento para convocar Lula a prestar depoimento na CPI das Fake News.

Na justificativa, disse que o objetivo é “entender como foi montado o primeiro grande aparato político-partidário de produção de notícias falsas com a finalidade de destruir a reputação de adversários políticos”.

Ele anexou ao pedido vídeo no qual Lula confessa que, antes de ser presidente, em visitas ao exterior, espalhava notícias falsas sobre o Brasil para causar embaraços ao governo brasileiro.

O parlamentar também lembra que, na década de 90, o PT praticava sistematicamente a denunciação caluniosa para atingir adversários políticos.

Feliciano também pediu a convocação do delegado aposentado Romeu Tuma, ex-secretário de Segurança Pública no governo Lula e autor do livro “Assassinato de Reputações”.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Alisson Mendes disse:

    Esse fuleiro desse deputado Marcos Feliciano acha pouco os pilantras que tem nesse congresso e ainda quer levar esse outro pilantra, salafrario, ladrão, presidiário, do LULA, é isso que ele quer é ter visibilidade e pior ainda tem palco pra esse palhaço no picadeiro chamado congresso nacional, esse país não tem mais jeito, só Deus.

    • Juinho disse:

      Kkkkkkk, o feitiço virou contra o feitiçeiro, pior que foi bem feito, inclusive com receita e tudo.

Sete em cada dez brasileiros já acreditaram em ‘fake news’ sobre vacina, diz estudo

Foto: Felipe Barros / Divulgação/PMI

Um estudo inédito conseguiu mapear o alcance das “fake news” sobre vacinas e quem estaria por trás disso, conforme mostra reportagem do ” Fantástico ” deste domingo. Segundo a pesquisa, encomendada ao Ibope pela Avaaz, ONG de mobilização social, e pela Sociedade Brasileira de Imunizações, sete em cada dez brasileiros ouvidos afirmaram que já acreditaram em pelo menos uma notícia falsa sobre vacina.

O levantamento aponta ainda que 57% dos que não se vacinaram citaram um motivo relacionado à desinformação. E quase metade (48%) dos 2.002 entrevistados pelo país falaram que têm as redes sociais e os aplicativos como uma das principais fontes de informação sobre vacina.

— Não é exagero nenhum a gente falar que existe uma epidemia de desinformação no Brasil sobre vacinas — afirma Nana Queiroz, coordenadora de campanhas da Avaaz.

A pesquisa analisou 30 “fake news” que circulam no Brasil, com conteúdos a exemplo de “o governo usa vacina como método de esterilização” e “vacinas podem sobrecarregar o sistema imunológico das crianças”. Só no Facebook, elas tiveram mais de 23 milhões de visualizações. Nana salienta que, de cada dez, três vinham do mesmo site americano de um homem chamado Mike Adams — nos EUA, Youtube e Facebook baniram o endereço.

— Mas no brasil, as plataformas e os sites não tomaram o mesmo cuidado, porque o conteúdo desse site está sendo traduzido pra um site homônimo brasileiro — diz Nana.

No Youtube, destaca-se o nome de Jaime Brunning, que se autointitula professor e terapeuta naturista há mais de 30 anos. Ele prega que as vacinas são parte de um complô mundial pra controlar a população.

“Está surgindo uma nova ordem mundial, um controle global da humanidade. Nas vacinas estão colocando vírus do câncer, fungos do câncer” diz ele, em um vídeo.

Brunning atua em um endereço de Americana, no interior de São Paulo, onde vende curas espirituais e um livro em que divulga essas informações. A equipe do “Fantástico” tentou contato, mas ele não quis participar da reportagem.

Em nota, o Whatsapp diz que trabalha para reduzir a viralização de rumores, limitando o encaminhamento de mensagens e banindo o envio de mensagens em massa. Já o Facebook alega que, em temas importantes como vacinação, trabalha com especialistas para entender no que pode melhorar. E o Youtube afima que tem dado maior destaque para conteúdos de saúde de fontes confiáveis e que conta com os usuários para denunciar conteúdo inadequado.

O Ministério da Saúde informa que recebe pelo número de Whatsapp (61) 99289-4640 pedidos de checagem de informações. A pasta diz já ter identificado 13,8 mil mensagens com conteúdo falso, e o resultado da checagem é publicado no site.

Epidemia de sarampo

Enquanto isso, os números da cobertura vacinal no Brasil estão abaixo da meta de 95%, taxa ideal para a maioria das vacinas.

— O movimento antivacina sempre existiu no Brasil. Sempre foi muito pequeno e continua, felizmente, muito pequeno. O que mais preocupa hoje é a hesitação, ou seja, as pessoas que ficam na dúvida porque não são informadas ou porque recebem informações erradas. E deixam de se vacinar — diz Isabella Ballalai, pediatra e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, que complementa: — São fatos perigosos pra gente assistir, como, por exemplo, o sarampo de volta ao brasil.

Só em 2019, já foram confirmados quase 10,5 mil casos de sarampo no país. Segundo o Ministério da Saúde, a vacinação contra a doença passou de 96%, em 2015, para 57% das crianças até outubro deste ano.

A primeira dose contra a poliomielite também registrou uma quedra brusca: de 98% dos recém-nascidos para 51% no mesmo período.

— O Brasil tem o maior programa de vacinações do mundo, de graça, pelo SUS. Com esse programa, nós conseguimos, num país de dimensões continentais, eliminar doenças como a poliomielite, a variola e até o sarampo, que agora ressurge provocando a morte de algumas crianças não vacinadas. Infelizmente, há pessoas inescrupulosas que divulgam notícias falsas, constestam a eficácia das vacinas e inventam complicações que seriam causadas por elas. Essa gente coloca em risco a vida das nossas crianças. Isso é crime — diz o oncologista Drauzio Varella.

O Globo

 

Justiça Eleitoral de Ceará-Mirim condena 1º caso de fake news da campanha que atingia candidato Júlio César

Foto: Ilustrativa

O juiz da 6ª Zona Eleitoral do Rio Grande do Norte, Peterson Fernandes Braga, condenou nessa terça-feira (5) quatro pessoas envolvidas em um caso de fake news na campanha eleitoral suplementar em Ceará-Mirim, na Grande Natal. Foram condenados Francisco dos Navegantes Silvino Nicácio, Alexandre Pacheco, Antônio de Oliveira Fernandes e Diogo Fidelis Costa, integrantes da coligação “Reconstruir Ceará Mirim”, que apoiam a candidatura de Ronaldo Venâncio, do PV, por terem distribuído, por meio de mensagens no aplicativo WhatsApp, vídeos que associam o candidato da coligação “A Vez do Povo”, Júlio César Soares Câmara, com casos de corrupção na cidade.

Um dos materiais repassados pelo aplicativo de mensagens e que estão inseridos no processo como prova para a tomada da decisão do juiz Peterson Fernandes Braga, é exposta uma falsa associação do ex-prefeito Marconi Barretto em apoio à candidatura de Júlio César. Porém, os dois são adversários políticos. Em outro vídeo, são utilizadas partes de uma reportagem do programa “Fantástico”, da Rede Globo, com o quadro jornalístico “Cadê o Dinheiro que Tava Aqui”, que investiga denúncias de desvios de dinheiro público, em associação inverídica ao candidato da coligação “A Vez do Povo”.

Na decisão, o juiz reforça que os envolvidos estão obrigados a apagar as mensagens que mencionam conteúdos duvidosos contra Júlio César para grupos de WhatsApp, assim como mensagens individualmente. Caso descumprem a decisão, correm o risco de pena com pagamento de multa de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) por mensagem, em caso de descumprimento da presente liminar.

A cidade de Ceará-Mirim irá passar pela escolha dos novos prefeito e vice-prefeito no dia 1º dezembro deste ano, após decisão do Tribunal Regional Eleitoral para a cassação e perda dos mandatos de Marconi Barretto e Zélia Pereira dos Santos, por abuso de poder econômico.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Wellington disse:

    Muito Estranho

CPMI das Fake News: “um bando de fofoca”, define senador do MDB

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Em entrevista a O Antagonista, o senador Marcio Bittar (MDB), um dos vice-líderes do governo no Congresso, disse estar envergonhado da CPMI das Fake News, definida por ele como “festival de fofocas”.

“O que tenho visto na CPI é um bando de fofoca. Com todo o respeito, esse depoimento do Alexandre Frota é eivado de um monte de fofoca, do que todo mundo já sabe, uma confusão danada. Estranho, porque ele diz um monte de coisa de quando estava lá. Por que não disse à época? Por que não denunciou à época?”

Além disso, Bittar considera que estão “misturando as coisas”.

“Também percebo uma tentativa de cerceamento, porque, na verdade, quase tudo que tenho ouvido ali dentro é da livre manifestação das pessoas, não é crime, são as pessoas dando a sua opinião.”

O senador comentou, ainda, que “a turma da esquerda tenta se aproveitar de tudo isso”.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lourdes Siqueira disse:

    Na verdade senhor Observador, o que foi feito, foi se tirar o avião do descontrole da "pilota", antes que a louça jogasse ele no chão. Evitou-se uma queda igual a da Venezuela.

  2. Silva disse:

    Essa canalhada toda tem um culpado, essas fofocas que o senador se refere, a cafagestada só faz porque sabe que vira notícia. A globo lixo diz que faz jornalismo, não é verdade, o que a Globo lixo faz e parte da emprensa, é POLÍTICA BAIXA E RASTEIRA.
    JORNALISMO? NUNCA!!
    Esse cabaré é encabeça pelo globo.
    E morreu Maria Preá

  3. Lourdes Siqueira disse:

    Prova que estão muito preocupados com o futuro do país.
    A velha história: não gosto do piloto, vou rezar para o avião cair.
    Também um povo que elege Alexandre Frota como seu representante merece isso mesmo.

    • Observador disse:

      Interessante que, de um momento para o o outro, muita gente passou a se preocupar com o avião. Até dia desse, por não gostarem da piloto, boicotaram o avião, deixando faltar combustível.

Joice, Delegado Waldir e Gleisi Hoffmann são chamados pela CPI das Fake News

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Na sua estreia na CPI das Fake News , o líder do PSL na Câmara, Eduardo Bolsonaro (SP), assistiu a mais uma derrota do governo Jair Bolsonaro no colegiado. A oposição conseguiu aprovar 66 requerimentos, entre eles convite aos deputados Delegado Waldir (PSL-GO) e Joice Hasselmann (PSL-SP) e de integrantes do governo. Junto a aliados, porém, Eduardo conseguiu impor um revés ao PT: a presidente do partido, deputada Gleisi Hoffmann (PT), acabou convocada pela comissão.

Depois do racha no PSL, Waldir e Joice começaram a atirar contra o grupo de Jair Bolsonaro. Em entrevista, Waldir prometeu “implodir” o governo. Já Joice disse que os filhos do presidente — Eduardo, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) e o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) — têm assessores que usam perfis falsos na internet . Como foram convidados, Waldir e Joice não são obrigados a comparecer.

Eduardo e Flávio acompanham a sessão da CPI nesta quarta-feira. É a primeira vez do deputado na comissão, que tem sido chamada de “terceiro turno das eleições” e de “tribunal de exceção” contra Bolsonaro pelos aliados do presidente da República.

Os aliados do presidente Bolsonaro na CPI tentaram votar 96 requerimentos em bloco. Com isso, além de apreciar seus pedidos, a oposição seria obrigada a votar, no mesmo pacote, itens pedidos por parlamentares do governo, como a convocação da ex-presidente Dilma Rousseff e outras pessoas ligadas ao PT. A tentativa, no entanto, fracassou.

— Querem usar a convocação do Carlos como moeda de troca. Mas convocá-lo ou não, é indiferente para mim. Se ele vier, vai falar muitas verdades. O que se tenta aqui é minar a ascensão da direita – disse Eduardo.

O requerimento para ouvir Carlos foi apresentado ontem pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Ele, no entanto, não está na pauta desta reunião. Deve ser votado nas próximas semanas.

Eduardo evitou polemizar sobre a aprovação dos requerimentos para ouvir Joice e Waldir:

– Eu estou evitando dar declaração sobre colegas do meu partido, porque estou em um momento de tentar colocar panos quentes na relação. Mas são dezenas de nomes aprovados. O que acontece aqui é que o pessoal do PT faz essa aprovação em globo e tentar rejeitar nossos requerimentos, eles estão dando direcionamento político a essa CPI. Então, ela não está se prestando a elucidar fatos. Ela está construindo narrativa de que presidente Bolsonaro usou artifícios ilegais para tentar ser eleito.

A CPI convocou outros nomes que podem gerar desconforto ao governo, como o do empresário Luciano Hang, apoiador de Bolsonaro; o empresário Paulo Marinho, que também participou da campanha do presidente e é suplente de Flávio Bolsonaro; o secretário de Assuntos Internacionais do governo, Filipe Martins; o secretário de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten; e blogueiros ligados ao governo, como Allan dos Santos. Estes todos são obrigados a comparecer quando os depoimentos forem marcados.

Derrota petista

Apesar da vitória, o PT não conseguiu evitar a convocação de Gleisi. Depois de aprovar o bloco com os requerimentos de interesse da oposição, a CPI passou a analisar cada um dos itens de parlamentares aliados a Bolsonaro separadamente. O primeiro, apresentado pela deputada Caroline de Toni (PSL-SC), foi a convocação da presidente do PT.

Apesar do discurso de que ouvi-la não faz parte do escopo da CPI, os petistas foram derrotados. Além de Eduardo e Flávio, o novo líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), participou fortemente da articulação pela aprovação, conversando com colegas de partido.

O próximo item seria a convocação de Luiz Marinho, ex-prefeito de São Bernardo do Campo (2009-2016). Depois de ser derrotado, o PT articulou o esvaziamento da sessão, que foi encerrada por falta de quorum. Entre os itens protocolados pelo PSL que ficaram para a próxima reunião, está a convocação da ex-presidente Dilma Rousseff.

O Globo