E o descanso eterno? Corpo de Dominguinhos é desenterrado e transferido para novo sepultamento

26set2013---o-corpo-do-cantor-dominguinhos-e-exumado-na-manha-desta-quinta-feira-26-no-cemiterio-morada-da-paz-em-paulista-pe-de-onde-segue-em-cortejo-para-um-novo-sepultamento-em-sua-cidade-natal-1380196399563_615x300Depois de ter externado, por diversas vezes, o desejo de ser sepultado no município de Garanhuns, onde começou sua carreira cantando e passando o chapéu nas feiras, o cantor Dominguinhos terá seu corpo transferido para sua terra natal. O artista, que faleceu em julho, foi homenageado nesta quinta-feira nas ruas de Recife e seu corpo seguiu em um grande cortejo, para aquele município, localizado a 230 quilômetros da capital. Seu corpo ficará no cemitério São Miguel, onde a prefeitura promete erguer um mausoléu para um dos dois dos mais famosos filhos da terra (o outro é o ex-Presidente Lula, que nasceu em Caetés, hoje uma cidade, mas na época um pequeno distrito de Garahuns).

Apesar da manifestação, em vida, em relação ao desejo de ter seu corpo enterrado em Pernambuco, não houve entendimento familiar quanto ao local de sepultamento do artista, que terminou ficando no Cemitério Morada da Paz, município de Paulista, na região metropolitana. O filho Mauro não aceitava o fato do pai não ter tido o último desejo atendido e terminou convencendo a irmã (Liv Morais) e a viúva do pai (Guadalupe), a aceitarem a transferência, que terminou ocorrendo em clima de festa, ao som de sanfonas e forrós. Logo cedo, com todas as precauções sanitárias, o caixão de Dominguinhos foi desenterrado, isolado em um saco impermeável verde, e coberto com as bandeiras de Pernambuco e Garanhuns. De lá, o cortejo seguiu para o bar ArreÉgua, ponto tradicional de encontro de forrozeiros, sanfoneiros e zabumbeiros, localizado na Cidade Universitária, onde centenas de pessoas aguardavam o cortejo.

De lá, seguiu em cortejo com batedores com efetivo 20 guardas municipais, 30 policiais militares, cinco bombeiros e oito agentes da Polícia Rodoviária Federal. O cortejo foi recebido nesta tarde com fogos de artifício em Garanhuns e desfile pelas ruas da cidade. A despedida contou com grupos folclóricos de reisado, 50 sanfoneiros, Orquestra “Sanfônica” Dominguinhos, Orquestra Manuel Rabelo e ainda o coral de crianças Orquestrando Vidas, entre outros artistas, numa homenagem que deve ir até a noite.

Domiguinhos lutava contra um câncer e sofreu uma piora no final de 2012, sendo internado em Recife. Em seguida, foi transferido para o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde faleceu a 23 de julho, após complicação cardíacas e infecciosas. Ele já tinha falado até em entrevista em emissoras de rádio que pretendia ser sepultado em Garanhuns. Não houve acordo entre familiares quando ao local, mas seu filho, Mauro, apelou à justiça, para fazer valer a vontade do pai, cujos restos mortais, agora, ficam na sua terra e perto de sua gente.

O Globo

VÍDEO: Músicos homenageiam Dominguinhos em velório

Dezenas de músicos prestaram uma linda homenagem a Dominguinhos na última quinta-feira (25), durante o velório do artista realizado no Recife. Veja:

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. paulo kasinsk disse:

    Bela homenagem, meu incansável Editor. E mais uma vez, no fim, o Bem venceu. O Amor se fez presente na canção escolhida pelo pessoal do forró: "Que falta eu sinto de um bem…" Perfeito. Vi algumas peças publicitárias em homenagem a Dominguinhos, e vi o que já vinha vendo, a baixa qualidade criativa da nossa publicidade. Além de o pessoal escrever mal, é fácil perceber que falta conhecimento e experiência, para se chegar a algo mais surpreendente. E daí a confusão entre o que é oportunidade e o que é oportunismo. O melhor título-homenagem foi estampado na capa do Diário de Pernambuco, um título jornalístico: "É tão difícil ficar sem você…". Perfeito. O pernambuco é assim mesmo, generoso com seus ídolos, estejam eles vivos ou mortos. São respeitados e reverenciados, e ai de quem falar deles. Isso é cultura, meu nobre Editor, de quem sabe o que é e o que tem. Não dá para não ter uma ponta de inveja, mesmo que seja uma inveja saudável, travestida de admiração. Diferentemente daqui, ilustre Editor do BG, onde o sucesso é uma porta garantida para o fracasso. Cito só um pequeno exemplo, para não dizer que eu estou falando no vazio: Depois de anos e anos fora de Natal, Ney Leandro de Castro resolveu montar tenda, de novo, na terrinha. Voltou consagrado, com uma obra já consistente e reconhecido pelos seus pares. Voltou correndo para o Rio de Janeiro; praticamente foi ignorado e o que encontrou foi só lama, embora gostasse do Beco. Sem falar que lhe barraram o acesso à Academia Norte-riograndense de Letras. Mas Paulo Macedo está lá. É assim. Um produtor cultural como Zé Dias, BG, é pouco ou quase nada o que lhe dão. Um mágico do fazer cultural. A lista é grande, vou finalizar com Pedrinho Mendes. O problema de Pedrinho é ter nascido geograficamente errado, deveria ter pulado fora. Se Pedrinho fosse mineiro ou pernambucano, não se engane: hoje seria uma das maiores estrelas da MPB. Vale repetir a velha frase de Cascudo: "Natal nem consagra nem desconsagra ninguém." No que eu entendo: aqui, você não é nada.

    • Itala Márcia disse:

      Que desabafo meu caro Paulo Kasinsk! Sou cearense de nascimento e norte riograndense de criação e coração e o que tenho visto nos meus 30 e poucos anos que moro aqui, é a total falta de valorização do artista da nossa terra. Nós não deixamos a desejar, em termos de produção cultural, a nenhum estado do nosso querido Brasil e muito menos do estrangeiro. O que eu sinto que está faltando ao povo do RN é a conscientização e o orgulho da nossa terra. Para vc ter uma ideia, a disciplina "Cultura do RN" saiu da grade curricular dos alunos do Ensino Fundamental em 2012, o que a meu ver foi um golpe contra a nossa história. Enquanto as "autoridades" ficarem boicotando o artista local, infelizmente a cultura do RN vai se dissipar até a extinção, porque não há um apoio, principalmente governamental, para a promoção e divulgação das obras dos nossos artistas maravilhosos.

Músico Dominguinhos continua internado e família briga pelo controle de seus bens; entenda

172830_36Nesse domingo (02) o programa Fantástico da Rede Globo exibiu uma reportagem sobre a situação do cantor e músico Dominguinhos, que há cinco meses está internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

A última vez que o sanfoneiro subiu em um palco foi no dia 13 de dezembro de 2012, em Exu, Pernambuco, em uma homenagem aos 100 anos do nascimento de Luíz Gonzaga.

Quatro dias depois, Dominguinhos foi internado em Recife, com infecção respiratória. Teve pelo menos cinco paradas cardíacas. Em janeiro, foi transferido para São Paulo.

Há cinco meses ele tinha uma infecção generalizada, insuficiência cardíaca e arritmia, usava um marca-passo, os rins não funcionavam, ele fazia hemodiálise e respirava com a ajuda de aparelhos.

Segundo o Hospital Sírio-Libanês, Dominguinhos já não usa mais o marca-passo e se curou da infecção. Os rins voltaram a funcionar, e ele não precisa mais do respirador artificial. Mas, na parte neurológica, Dominguinhos mantém apenas uma consciência mínima, responde a alguns estímulos e consegue manter os olhos abertos.

Mas fora do leito do hospital algo de sério vem acontecendo.

A segunda mulher do artista, Guadalupe Mendonça e o filho do primeiro casamento, Mauro Moraes estão sempre no hospital, mas não se falam, e travam uma batalha na justiça pela administração dos bens de Dominguinhos.

Em decisão polêmica, o filho pediu na Justiça a interdição do pai:

“O processo de interdição visa a manutenção da integridade daquela pessoa, da integridade do patrimônio daquela pessoa, porque a gente sabe que o processo é delicado, que os custos com a manutenção da saúde dele muito provavelmente serão altos”, explica ele, através de sua advogada Rita de Cassia Wiechnann.

O filho do sanfoneiro é contra Guadalupe ser a responsável pela administração dos bens de Dominguinhos. Mas ela mostrou várias procurações que recebeu do artista lhe dando pleno direito sobre tudo.

“Dá direito a tudo: abrir conta, fechar conta, fazer tudo. Jamais usei indevidamente”, afirmou Guadalupe Mendonça, explicando uma das procurações.

“Tudo bem que foi ele quem passou essa procuração para ela, mas eu não concordo porque a mulher não mora mais com ele, ela está separada há muitos anos”, justificou ofilho.

“Eu sou casada com Dominguinhos, mas a gente achou melhor morar separados”, disse ela, confirmando ainda que eles não convivem mais como marido e mulher.

A reportagem afirmou que em um ponto, Mauro e Guadalupe concordam:

“Eu desejo para o Dominguinhos amigos leais, saúde, a recuperação dele”, falou Guadalupe.

“A coisa que eu mais quero no mundo é, de repente, ele acordar e dizer ‘meu filho’ com aquele jeito dele”, comentou Mauro.

Para finalizar a reportagem especial, o programa exibiu famosos artistas nordestinos, como Elba Ramalho, Zé Ramalho, Moraes Moreira e Alceu Valença, expressando saudades e apelos para a melhora de Dominguinhos e que ele volte a cantar nos festejos de São João do ano que vêm.

De O Fuxico

Coma de Dominguinhos é irreversível, revela filho mais velho

O coma do músico Dominguinhos é irreversível, de acordo com informações do Blog Play do jornal “Diário de Pernambuco”, divulgadas nesta sexta-feira, 15. A família do cantor, de 71 anos, foi informada no dia 25 de fevereiro que seu estado de saúde era irreversível, mas somente agora a notícia foi divulgada pelo filho mais velho, Mauro da Silva Moraes.

“Quando meu pai ainda estava internado em Recife, um médico disse que ele não ia mais acordar. Não acreditei, outros médicos disseram que ele poderia sair do coma. Ele abria os olhos e ficava todo mundo esperançoso”, disse Mauro.

“No mês passado, o médico dele no Sírio-Libanês falou que o coma não tinha mais volta. Eu perguntei se ele ia acordar e ele me disse que não, que o quadro do meu pai estava caminhando para um coma vegetativo”, lembrou o filho.

“É triste saber que os admiradores não sabem o verdadeiro estado de saúde dele. As pessoas pensavam que ele estava melhorando. O marca-passo foi retirado, um dos rins está funcionando, mas ele não tem reação alguma. Faz alguns movimentos, como apertar a mão, mas os médicos disseram que é involuntário. Oro todo dia para ele acordar. Milagres existem”, revelou.

De acordo com o último boletim médico divulgado pela assessoria de imprensa do Hospital Sírio-Libanês no dia 14 de janeiro, o cantor, que foi internado no dia 17 de dezembro com quadro de infecção respiratória e arritmia cardíaca, permanece internado na UTI, respondendo de forma progressiva ao tratamento médico e apresenta melhora no padrão hemodinâmico e respiratório.

Dominguinhos recebe tratamento no Sírio-Libanês; quadro de saúde é estável

dominguinhosO sanfoneiro Dominguinhos, de 71 anos, está desde ontem (13) recebendo tratamento médico na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês, para onde foi transferido depois de ter sofrido uma parada cardíaca, no último dia 8, em Recife, como consequência de complicações causadas por um câncer no pulmão.

De acordo com o único boletim divulgado até o momento pelo Sírio-Libanês, o paciente chegou com quadro estável e foi submetido a exames de imagem e laboratoriais, além de tratamento médico intensivo com a atuação de oito especialistas.

Antes da transferência, o musico fazia tratamento no Hospital Santa Joana, na capital pernambucana, onde estava internado desde o dia 17 de dezembro.

Agência Brasil

Dominguinhos é transferido para São Paulo

Divulgação

O músico Dominguinhos

O cantor José Domingos de Moraes, o Dominguinhos, foi transferido na manhã deste domingo (13) de Recife para São Paulo, a pedido de seus familiares. O cantor estava internado desde dezembro no Hospital Santa Joana, na capital pernambucana, onde tratava uma infecção respiratória e arritmia cardíaca.

 

 

Fonte: Globo