Copa do Brasil: veja os duelos das quartas e quem decide em casa

Foto: João Guerra

O sorteio dos confrontos das quartas de final da Copa do Brasil colocou Atlético-MG e Cruzeiro frente a frente. Os dois times vão se enfrentar por uma vaga nas semifinais da competição nas semanas dos dias 10 e 17 de julho. Não houve direcionamento, e os oito times classificados para esta fase poderiam se enfrentar.

Confira abaixo os duelos dessa fase da competição:

Bahia* x Grêmio
Atlético-MG* x Cruzeiro
Athletico-PR x Flamengo*
Palmeiras x Internacional*

*Terão o mando de campo no jogo de volta

– Muito respeito pelo nosso grande rival, já vivendo a expectativa de muitas emoções para essa partida. É um mata-mata importante, e passando nos credencia para uma final da Copa do Brasil. Acredito que nosso jogo será no Independência, mas vamos esperar a decisão do presidente – afirmou Marques, diretor de futebol do Atlético-MG.

O Atlético-MG mandará seu jogo no Independência, e o Cruzeiro receberá o jogo de ida no Mineirão.

– Estávamos esperando, era uma possibilidade e vamos nos preparar da melhor maneira possível. Há uma rivalidade grande entre torcidas e clubes. Prepara para chegar nas semifinais – disse Marcelo Djian, diretor de futebol do Cruzeiro.

Flamengo e Athletico-PR reeditarão a final da Copa do Brasil de 2013, quando o clube carioca conquistou seu terceiro título da competição. Único time oriundo da primeira fase ainda vivo, o Bahia terá pela frente o Grêmio. Líder invicto do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras pegará o Internacional.

Globo Esporte

 

Dirceu pede ao STF para cumprir restante da pena em casa

Condenado a 7 anos e 11 meses de prisão, o ex-ministro José Dirceu enviou nesta segunda-feira (20) ao relator do processo do mensalão no STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Luís Roberto Barroso, um pedido para cumprir o restante de sua pena em casa.

Como o ex-ministro trabalhou, estudou e leu livros desde que foi preso, em 15 de novembro passado, pôde abater 142 dias de sua pena. Com isso, a progressão de regime, concedida aos presos após o cumprimento de um sexto de suas sentenças, foi antecipada de março de 2015 para esta segunda (20).

Dirceu, que está no semiaberto -quando o preso pode trabalhar fora do presídio desde que tenha autorização da Justiça- deverá ir para o regime aberto. Em tese, ele passaria as noites numa casa do albergado, mas, como não existe este tipo de estabelecimento em Brasília, ele poderá cumprir o resto da pena em casa.

Antes de se manifestar sobre o pedido, Barroso terá de ouvir o procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Como outros condenados no processo -entre eles o ex-presidente do PT José Genoino e o ex-tesoureiro da sigla Delúbio Soares- já obtiveram o benefício, o mesmo deve ser concedido a Dirceu.

Fora da prisão, o ex-ministro terá que seguir algumas regras do regime aberto, entre elas, permanecer em casa entre 21h e 5h. Dirceu também não poderá se encontrar com outros condenados que cumpram pena, sejam eles do processo do mensalão ou não, e nem portar armas, entorpecentes ou bebidas alcoólicas.

Além de Delúbio e Genoino, já estão no regime aberto cumprindo prisão domiciliar o ex-tesoureiro do PL, atual PR, Jacinto Lamas, e o ex-deputado do mesmo partido Bispo Rodrigues.

Folha Press

App entrega maconha em casa mais rápido do que delivery de pizza

102_510-blog-maconha2Os usuários do aplicativo “Eaze”, uma start-up criada em São Francisco (Califórnia, EUA), podem receber maconha em casa com apenas um clique. A praticidade que promete a entrega num tempo médio de 10 minutos é oferecida apenas para pacientes que façam uso medicinal da droga.

Os usuários devem escolher o tipo de maconha desejado em uma “prateleira” do aplicativo. A compra só é validada depois que o cliente apresenta o número do cartão que identifica usuários cadastrados para uso medicinal de maconha.

102_510-blog-maconhaO “Eaze” funciona como os aplicativos de táxi e tem parceria com todas as lojas autorizadas a vender a droga no entorno de São Francisco. É possível inclusive acompanhar o percurso do entregador em tempo real, segundo o “NY Daily News”. Segundo a Keith McCarty, chefe executiva da start-up, o rapidez na entrega é uma de suas grandes preocupações e, por isso, conta com vários entregadores cadastrados. O tempo de espera pela entrega no “Eaze” é até três vezes mais rápida do que a de outros produtos, segundo Keith.

A expectativa de Keith McCarty, chefe executiva da start-up, é expandir os serviços para cidades do sul da Califórnia, Colorado e Washington.

“Quando eu disse aos meus pais que eu ia criar um aplicativo que entregava maconha eles me acusaram de estar virando uma traficante de luxo”, contou Keith ao site “TechCrunch”.

102_510-blog-maconha3Segundo ela, a inspiração foram as crianças que sofrem com epilepsia e que fazem o uso de um tipo de maconha chamado “Charlotte’s Web”.

Keith quer fazer do app um serviço rápido, confiável e profissional e, em breve, estar disponível em todos os países que têm o uso legalizado de maconha para fins medicinais.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. caio disse:

    Precisamos de uma dessa no Brasil também! principalmente para uso recreativo.. só assim o tráfico não ia mais lucrar tanto.. um usuário esporádico de maconha gasta em média 100~200 reais por mês, multiplique por 7 milhões de usuários BRASILEIROS e vejam quanto o PCC e PV lucram para financiar a violência…. maconha é apenas uma planta e o colorado está provando isso com suas estatísticas!