VÍDEO: Talento potiguar Gabriel Veron passa por trote em primeira viagem como profissional do Palmeiras

Foto: Cesar Greco / Ag Palmeiras

Novidade na lista de relacionados do Palmeiras para o duelo desta quinta-feira, contra o Fluminense, às 19h30, no Maracanã, pelo Brasileirão, Gabriel Veron passou pelo tradicional trote no jantar do elenco.

Em cima de uma cadeira e usando uma faca como microfone, o atacante de 17 anos agradeceu a todos pela oportunidade e disse:

– Eu sei que vou mais aprender do que ensinar.

Pela frase, o atacante recebeu aplausos dos companheiros (veja no vídeo aqui).

Gabriel Veron é uma das principais promessas da base do Palmeiras. Destaque da seleção brasileira sub-17 na conquista do Mundial, o atacante teve dias agitados recentemente.

Globo Esporte

Tudo que você precisa saber antes de sua primeira viagem ao exterior

Foto: Divulgação

Viajar é imprevisível e, às vezes, isso é ótimo. Como quando, por exemplo, você vê uma baleia jubarte durante o passeio de barco. Mas nem toda surpresa é boa: o mau tempo que cancela seu voo ou o hotel que não encontra sua reserva não costumam serem motivos para celebração. Obviamente, minimizar essas experiências frustrantes é o desejo de todos os passageiros, mas imprevistos assim podem ser ainda piores para quem está viajando para o exterior pela primeira vez.

Para ajudar os marinheiros de primeira viagem, aqui estão algumas dicas para uma boa primeira experiência fora de casa.

Passaporte: antecedência para evitar imprevistos

Em condições normais de temperatura e pressão, os passaportes brasileiros ficam prontos em até sete dias úteis. Mas é com frequência que imprevistos criam enormes filas, como em junho de 2018, por exemplo, quando a Polícia Federal (PF) suspendeu a emissão do documento por tempo indeterminado.

Além disso, conseguir agendar um horário conveniente em um posto de emissão de sua preferência pode demandar bastante antecedência. E tudo só vai dar certo, claro, se você for com a documentação correta – inclusive com o pagamento já realizado. Para evitar qualquer tipo de imprevisto e acabar atrasando, ou mesmo perdendo a viagem, vale começar o processo, pelo menos, seis meses antes da data de embarque.

Férias nos EUA? Depois do passaporte, ainda é preciso tirar o visto

Destinos na América do Sul, no Caribe, na Europa e em alguns países da Ásia não exigem o visto de turista dos brasileiros, então, se o seu destino for para algum desses locais, basta consultar a data de validade do passaporte para saber se ainda dá tempo de ir e voltar dentro do prazo.

Mas, se a ideia é visitar alguma cidade nos Estados Unidos ou no Canadá, o visto é necessário e o processo também demanda antecedência. Além de documentos obrigatórios (lembre-se de que o passaporte já precisa estar em mãos!), é necessário pagar um taxa e agendar a entrevista, onde o visto será aprovado (ou não). Para aumentar suas chances, leve documentos que mostrem que você vai retornar ao Brasil após as férias (passagem de volta e comprovante de emprego fixo ajudam).

Albergues são boas opções para economizar

Apesar da reputação de serem destinados a mochileiros, e que estes não se preocupam muito com conforto, os albergues são alternativa viável. Nos últimos tempos, se modernizaram e se tornaram boas opções de acomodação, com conforto e preços mais em conta. Há ainda a versão mais luxuosa deste tipo de acomodação, os hotels boutique, que oferecem opções sofisticadas com cafés, divertidas atividades comunitárias e quartos bem decorados.

A identidade ainda é mesma, ou seja, você ainda terá que compartilhar espaços (e, provalmente, o banheiro) com outros viajantes, mas, em compensação, conseguirá economizar um monte de dinheiro. Alguns dos albergues mais caros cobram apenas US$ 30 por noite, dependendo do destino. Vale pesquisar em sites de hospedagem.

Defina um alerta de viagem em seus cartões de crédito

Antes de usar seu cartão de crédito ou débito no exterior, ligue para seu banco ainda aqui no Brasil e avise que estará em viagem. É o que algumas instituições chamam, literalmente, de “aviso de viagem”. O banco perguntará para onde você viajará, e quanto tempo ficará fora. Dessa forma, a empresa de cartão de crédito não irá confundir suas transações estrangeiras com fraudes e congelar seu cartão.

Enquanto estiver fazendo isso, pergunte também sobre a política do seu banco ou da sua empresa de cartão de crédito sobre taxas de transações no exterior. Muitos cartões cobram uma taxa para os clientes usarem o cartão no exterior, geralmente como uma pequena porcentagem de cada compra. Se for o caso, tente negociar o valor, ou procure um cartão que ofereça esse benefício.

Lembre-se de que, no Brasil, o IOF para transações internacionais por cartão é de 6,38%. Em dinheiro, esse valor cai para 0,38%, então, considere levar um valor em espécie.

Tenha um plano de transporte do/para o aeroporto

Não deixe para pedir táxi em cima da hora. Você precisa estar no aeroporto com pelo menos três horas de antecedência do voo. Então, calcule o tempo de deslocamento até lá, e planeje tudo com antecedência. Melhor não correr riscos de chegar atrasado e, pior dos pesadelos, perder o voo e estragar suas férias.

Quando seu voo chegar ao seu destino, você provavelmente estará saindo do aeroporto. Além do serviço de táxi, a maioria dos aeroportos internacionais está equipada com trens diretos ou ônibus que o levarão ao centro da cidade.

No aeroporto de Heathrow, em Londres, por exemplo, você pode pegar o Heathrow Express para chegar ao centro de Londres. E o serviço de transporte Leonardo Express para o aeroporto de Fiumicino irá levá-lo para a estação ferroviária central de Roma, a Termini.

Naturalmente, a maioria dos aeroportos também tem opções de transporte público mais baratas que podem ser um pouco mais complicadas – especialmente com muitas malas. Você pode pegar o metrô de Londres de Heathrow na linha Piccadilly, por exemplo, mas terá que descobrir quais paradas e transferências para chegar ao seu destino final.

O Google Maps é um excelente navegador, mas pesquise seu roteiro com antecedência para que você esteja preparado no momento da chegada (especialmente se o aeroporto não tiver acesso wi-fi gratuito). Você pode encontrar os preços de trens, horários e informações de conexão no site do próprio aeroporto, ou usar um banco de dados como o iFly ou o World Airport Guides.

O Globo

 

Primeira viagem internacional de Bolsonaro será ao Chile

A primeira viagem internacional do futuro presidente da República será ao Chile, confirmou hoje (29) o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), que tem feito o trabalho de articulação política de Jair Bolsonaro. Segundo o parlamentar, indicado para a Casa Civil, o compromisso foi acertado com o presidente chileno Sebastián Piñera.

Lorenzoni aposta que a parceria com o país vizinho vai impulsionar um projeto de crescimento da região. “Podem ser irmãos na luta para construir o desenvolvimento.” Outra viagem ao exterior que está na programação é para os Estados Unidos.

O parlamentar disse que Bolsonaro quer conversar com o presidente norte-americano, Donald Trump, que ontem (28) telefonou para o presidente eleito para parabenizá-lo.

Lorenzoni lamentou o que chamou de “campanha de desconstrução da imagem” de Bolsonaro ao longo da campanha e reforçou que o Brasil terá um governo constitucional e que as instituições estão seguras.

Brasília

Onyx Lorenzoni tem se debruçado, nos últimos dias, mesmo antes da conclusão da eleição, a estudar as orientações para o trabalho de transição. Há dois dias chegou a se reunir com o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) para levantar informações sobre a estrutura administrativa do governo.

O futuro ministro de Bolsonaro tem se empenhado também em tentar convencer o presidente eleito a permanecer mais alguns dias no Rio de Janeiro. Ele assegura, contrapondo informações de outros aliados, que o pesselista só irá a Brasília na próxima semana e as atividades e conversas com a equipe de Michel Temer só devem começar no dia 5.

Hoje a equipe não tem compromissos e pretende descansar. Lorenzoni afirmou que amanhã (30), pela manhã, deverá ocorrer uma reunião com nomes próximos ao presidente eleito para “cuidar das coisas básicas administrativas”.

Porém, há aliados que afirmam que ele se prepara para vir para Brasília nesta terça-feira. Bolsonaro tem que definir o grupo que irá participar da transição no escritório montado no Centro Cultural Banco do Brasil, na capital. Ele pode indicar até 50 pessoas, mas a aposta é que a equipe não passe de 20 nomes que precisam constar no Diário Oficial depois de confirmados.

A expectativa do futuro ministro é que até sexta-feira (2) todos os detalhes estejam confirmados.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Curiosa disse:

    Esse Onyx não é aquele ex-deputado que está envolvido em corrupção, inclusive na lavajato??? O Mito não disse que seria contra corrupção

  2. escritor disse:

    Faça como Robinson. Viaje a Colombia e traga o modelo de segurança publica de la para ca. Deu supercerto.

  3. Anderson disse:

    Espero que ele traga o modelo chileno de segurança pública para o Brasil, já que é referência de eficiência na América Latina.