Bolsonaro diz que cumpre propósito de Deus

Foto: RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES

Jair Bolsonaro, ontem à noite, durante um culto evangélico, disse que está cumprindo “um propósito” de Deus:

“Deus tem propósito para cada um de nós. Eu jamais pensei chegar onde cheguei. Tudo sendo feito contra minha pessoa. Sem dinheiro, sem fundo partidário. Aliás, tinham duas coisas a favor de mim: Deus e o povo a nosso lado.”

Ele disse também, segundo o Estadão:

“A lei tem que ser feita para atender as maiorias, e não as minorias. O povo, a maioria, é que deve conduzir o futuro da nação.”

Em seu discurso, Bolsonaro repetiu que vai indicar para o STF um ministro terrivelmente evangélico:

“Eu tenho duas vagas. Uma será de um evangélico.”

O Antagonista, com Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. NOJO DE BOSTA disse:

    QUEIMA, QUEIMA…. ISSO É UM DEMÔNIO

  2. Ronaldo disse:

    Esse infeliz tem propósito de vender(entregar o nosso país). Cadê o miliciano Queiroz?

  3. junin disse:

    ESSE HOMEM É TERRIVELMENTE RUIM…!!!!

  4. AF disse:

    MITO de que homi?

  5. nana disse:

    Não tenho partido, tenho sede de justiça este louco. um verdeiro louco e o que mais me sdmera e ver as pessoas dizendo que vai melhorar país .

  6. François Cevert disse:

    Um lobo 🐺 em pele de cordeiro… 😂 😂 😂

  7. J Dantas disse:

    Sem duvida! É a reencarnação de Jesus Cristo…..

  8. José aldomar disse:

    Depende do que ele acha que eh propósito de Deus se eh do que ele tem na cabeça estamos ferrados

Machu Picchu foi construída de propósito em local com falhas tectônicas, diz estudo

Construída pelos incas há centenas de anos, a misteriosa cidade de Machu Picchu fica em uma área remota: no topo de uma montanha, a 2,4 mil metros de altitude, a pouco mais de 1 mil quilômetros de Lima, capital do Peru. Intrigados pela localização da construção arquitetônica, cientistas da Sociedade Geológica da América resolveram estudar a região.

Eles descobriram que o povo inca construiu o santuário exatamente em cima de um local com uma falha geológica — e isso foi feito propositalmente. “A localização de Machu Picchu não é uma coincidência”, afirmou Rualdo Menegat, geólogo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul ( UFRGS). “Seria impossível construir um local nas montanhas altas se o substrato [das rochas] não fosse fraturado”.

Menegat analisou imagens de satélite e medições da área de Machu Picchu e notou que havia pequenas fraturas em pedras individuais e grandes linhas mais abrangentes de 175 quilômetros, que controlam alguns vales fluviais.

O pesquisador encontrou também falhas geológicas que ergueram as Cordilheiras dos Andes Centrais nos últimos 9 milhões de anos. Algumas dessas marcas geológicas se orientam para nordeste-sudoeste e outras para noroeste-sudeste, formando um “X” , ao se cruzar sob Machu Picchu.

Segundo Menegat, como os incas eram ótimos com a arquitetura de pedra, eles aproveitavam os materiais que estavam presentes nas falhas geológicas para suas construções. A zona tectônica ativa ajudava as rochas a se quebrarem, diminuindo os esforços que o antigo povo tinha em esculpi-las.

Macchu Picchu também foi construída na região devido a outras vantagens geográficas, como a drenagem do local após a chuva e também a possibilidade de se ter uma fonte de água abundante. “As falhas tectônicas da área canalizaram a água de derretimento da neve e a água da chuva”, contou o pesquisador.

A construção do santuário em um local alto também permitiu evitar deslizamentos de terra e avalanches. Outras cidades incas, como Ollantaytambo, Pisac e Cusco, também estavam localizadas em cruzamentos de falhas tectônicas.

Galileu

 

TIM derruba sinal de propósito para quem tem plano Infinity, diz Anatel

Uhlala, está na Folha de São Paulo, ai já é caso de cadeia. Segue reportagem,

Relatório da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) acusa a TIM de interromper de propósito chamadas feitas no plano Infinity, no qual o usuário é cobrado por ligação, e não por tempo.

A agência monitorou todas as ligações no período, em todo o Brasil, e comparou as quedas das ligações de usuários Infinity e “não Infinity”.

A conclusão foi que a TIM “continua ‘derrubando’ de forma proposital as chamadas de usuários do plano Infinity”. O documento apontou índice de queda de ligações quatro vezes superior ao dos demais usuários no plano Infinity -que entrou em vigor em março de 2009 e atraiu milhares de clientes.

O relatório, feito entre março e maio, foi entregue ao Ministério Público do Paraná.

“Sob os pontos de vista técnico e lógico, não existe explicação para a assimetria da taxa de crescimento de desligamentos [quedas de ligações] entre duas modalidades de planos”, diz o relatório.

O documento ainda faz um cálculo de quanto os usuários gastaram com as quedas de ligações em um dia: no dia 8 de março deste ano, afirma o relatório, a operadora “derrubou” 8,1 milhões de ligações, o que gerou faturamento extra de R$ 4,3 milhões.

Durante as investigações, a TIM relatou ao Ministério Público que a instabilidade de sinal era “pontual” e “momentânea” (leia texto nesta página).

A operadora citou dados fornecidos à Anatel para mostrar que houve redução, e não aumento, das quedas de chamadas -as informações, no entanto, foram contestadas no relatório da agência.

A Anatel afirma que a TIM adulterou a base de cálculos e excluiu do universo de ligações milhares de usuários com problemas, para informar à agência reguladora que seus indicadores estavam dentro do exigido.

A agência afirma, por exemplo, que a operadora considerou completadas ligações que não conseguiram linha e cujos usuários, depois, receberam mensagem de texto informando que o celular discado já estava disponível.

NOVA PROIBIÇÃO

Com base nos dados, o Ministério Público do Paraná pede a proibição de vendas de novos chips pela TIM no Estado, o ressarcimento de consumidores do plano Infinity no Paraná por gastos indevidos e o pagamento, pela empresa, de indenização por dano moral coletivo.

A TIM já havia sido suspensa no Estado no final de julho, quando a Anatel proibiu as vendas de novos planos das operadoras com maior índice de reclamação em cada Estado. Além do Paraná, onde o índice era de 26,1 reclamações a cada 100 mil clientes, a operadora obteve o pior resultado em 18 unidades federativas.

Editoria de arte/Folhapress
CHAMADA INTERROMPIDA Para a Anatel, TIM "derruba" ligações do Infinity
CHAMADA INTERROMPIDA Para a Anatel, TIM “derruba” ligações do Infinity
OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. raimundo aldemor quintanilha sobri disse:

    falta melhorar a cobertura em algumas regiões do maranhão. principalmente na região dos cocais. ( codó, coroatá, timbiras, caxis, coelho neto , pedreiras , peritoró)estamos sofreno com a falha nos contatos !