Conmebol processa a Globo e cobra mais de R$ 600 milhões por rescisão de contrato na Libertadores

Foto: Reprodução

A Conmebol entrou com um processo contra a Globo pedindo indenização pela rescisão do contrato da Libertadores. O valor da cobrança é de todo o restante dos pagamentos do acordo de quatro anos: uma soma de pelo menos US$ 120 milhões (R$ 653 milhões). O caso vai se desenrolar em uma corte suíça.

A informação de que a Conmebol cobraria indenização da Globo tinha sido dada pelo blog. Em reunião virtual com os clubes, referente à organização das oitavas de final da Libertadores, o presidente da entidade, Alejandro Dominguez, disse aos dirigentes que já tinha iniciado ações legais contra a Globo e a DAZN pelos prejuízos pelos rompimentos de acordos. Questionada pelo blog, a confederação sul-americana confirmou o processo.

Durante a reunião, Dominguez destacou que as rescisões da Globo e da DAZN causaram prejuízo financeiro pesado para a Conmebol.

“Pusemos à disposição das associações membros e os clubes cerca de US$ 95 milhões, em contexto de antecipação de prêmios de participação, ajuda para provas de laboratório e logística aérea para as viagens das equipes participantes. Isso foi feito apesar do forte golpe que significou a rescisão unilateral de contratos de transmissão de nossas partidas no território brasileiro por parte do grupo Globo e da empresa DAZN”, disse o dirigente, em relato do site da Conmebol.

A Globo tinha ganho os direitos dos jogos da Libertadores em TV Aberta e TV Fechada (dividido com a Fox Sports) em concorrência feita pela Conmebol. O contrato era válido de 2019 a 2022. Seu valor total era de US$ 60 milhões por ano.

Em agosto, a emissora comunicou para a Conmebol a rescisão do compromisso após uma negociação para tentar reduzir os valores. A alegação da Globo era de que o contrato previa rompimento no caso de paralisação do campeonato por força maior, o que ocorreu com a epidemia do coronavírus. A confederação sul-americana entende, no entanto, que só poderia haver quebra do documento no caso de ela ser a culpada pela parada do torneio.

A cobrança da Conmebol envolve o restante do acordo não pago pela Globo. É difícil precisar o valor exato da demanda. Mas pelo menos dois anos estavam em abertos, 2021 e 2022, pois as temporadas ainda não tinham sido iniciadas. Portanto, o valor demandado pela confederação é de pelo menos US$ 120 milhões (R$ 653 milhões).

Esse montante pode ser maior já que provavelmente a Globo não quitou todas as parcelas referentes à temporada de 2020. O rompimento do acordo se deu no meio da fase de grupos.

A partir daí, a emissora carioca ainda tentou nova proposta, mas a Conmebol optou por fechar um novo compromisso com o SBT. O contrato com a rede paulista é inferior ao valor total da Globo, mas tem contrapartidas relacionadas à exibição de patrocinadores da Libertadores.

Com a confirmação do processo, a Globo se envolve em mais uma disputa judicial relacionado aos seus acordos por direitos de campeonatos. Já existe uma pendenga com a Fifa porque a emissora questionou o pagamento relacionado aos direitos da Copa do Mundo e também há ameaça de rompimento do acordo. Além disso, a Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) processa a Globo pela rescisão do contrato do Campeonato Carioca.

Questionada sobre o processo, a comunicação da Globo informou: “Temos conhecimento do procedimento iniciado pela Conmebol, mas não nos manifestamos sobre assunto sub judice.”

Coluna Rodrigo Mattos – UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Calígula disse:

    Só peia na globosta, acho é pouco.

  2. Carlos Alberto disse:

    A conmebol, com ajuda do governo Bolsonaro, tentou prejudicar a Globo, e agora viu que com o contrato com o SBT, a audiência é uma merdar e provavelmente deve ter perdido muito dinheiro, resolver buscar o prejuízo!

  3. Lucio disse:

    A boquinha acabou!!!
    Hôô prejuízo cachorro da mulesta essa globo lixo tá levando por perseguir o Mito Bolsonaro por trinta anos, sem provas, até hoje nenhuma zero.
    Ôôô Presidente véi duro, do cunhão roxo.
    Tamos juntos meu presidente, o sr avisou, não quiseram ouvir, então pegue!!
    É bem empregado.

  4. Carlos Soares disse:

    A quem interessa o sensacionalismo à derrocaa de uma grande empreaa brasileira de telecomunicacão? Quando essa mesma empresa promovia e fazia ilações à "corrupção" nos governos do PT, tudo era lindo e maravilhoso. O "patriotismo/nacionalismo" justificavam os meios. Hoje execram uma das maiores da midia mundial, aimplismente porque continuam promovendo o jornalismo investigativo, Serão esses os mesmos chamados "homens de bem"? Muita hipocrisia!

  5. Observando. disse:

    "A confederação sul-americana entende, no entanto, que só poderia haver quebra do documento no caso de ela ser a culpada pela parada do torneio."
    A força maior so serviria para a confederacao. Querem nadinha. Essa a Globo ganha facim.
    OBS.: nao gosto da Globo, mas aí é demais.

  6. Pronto falei disse:

    GloboLIXO. Aqui ninguém assiste faz tempo.

Líder indiana de energia vai investir R$ 600 milhões no RN em linhas de transmissão com expectativa de geração de 800 a 1200 empregos diretos

Fotos: Elisa Elsie

Com investimentos na ordem de R$ 600 milhões para o Rio Grande do Norte e expectativa de geração de 800 a 1200 empregos diretos, a empresa indiana Sterlite Power Grid apresentou à governadora Fátima Bezerra e equipe nesta segunda (29) o projeto Dunas, que prevê a construção de 421 km de linhas de transmissão de energia interligando doze cidades do Ceará e sete do RN. O empreendimento inclui a ampliação de três subestações e construção de mais três subestações, sendo uma na cidade de Caraúbas, na região do Seridó, viabilizando o desenvolvimento desse importante polo do interior potiguar.

“Estamos tratando de um tema fundamental, porque não adianta ter produção de energia e não ter como transmitir”, declarou a governadora ao destacar a importância da expansão das linhas de transmissão, uma vez que o estado é um dos líderes na produção de energia limpa. O diretor de projetos Carlos Frederico Pontual informou que o empreendimento está em fase de licenciamentos ambientais e que estão aguardando a convocação do Ibama para uma audiência pública, que deverá ser realizada no segundo semestre. “O valor da empresa é fazer projetos desafiadores, utilizando inovação e comprometidos com o impacto social”, afirmou.

No RN, as linhas de transmissão passarão pelas cidades de Assú, Upanema, Caraúbas, Governador Dix-sept Rosado, Mossoró, Baraúna e Tibau. O coordenador de desenvolvimento energético da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Hugo Fonseca, enfatizou a relevância do projeto Dunas por contemplar principalmente a região do Seridó. “Serão viabilizados novos projetos de geração de energia no interior, favorecendo em especial as usinas fotovoltaicas”. Participaram também da reunião o vice-governador Antenor Roberto, o titular da Sedec, Jaime Calado e o secretário da Infraestrutura, Gustavo Rosado.

A gerente de tributação da Sterlite Tatiana Navarro informou que a empresa realiza trabalhos sociais de acordo com as demandas apresentadas pelas comunidades nas audiências públicas. “Estamos aqui para ajudar a desenvolver a região Nordeste”, afirmou, complementando que a Sterlite tem com premissa ter pelo menos 35% de mulheres no seu quadro de pessoal. De acordo com o contrato assinado em setembro com a Aneel (Agencia Nacional de Energia Elétrica), o projeto deverá ser concluído até 2023, mas a empresa pretende adiantar o quanto antes a execução do Dunas.

No Brasil, a Sterlite está investindo quase 2 bilhões de dólares no setor de transmissão de energia. A companhia chegou ao país em 2017, quando venceu três certames de transmissão de energia, inclusive o maior deles, no valor de 1 bilhão de dólares.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Hércules augusto disse:

    VAMOS PENSAR POSITIVO PARA QUE NOSSO POVO POSSA TER EMPREGO.
    VIVA O POTIGUAR
    VIVA o comedor DE camarão Quero meu RN MELHOR.

  2. Cláudio disse:

    Cheiro de falcatrua no ar!

  3. Realista disse:

    Para os que torcem contra o RN, é uma má notícia.

  4. Joao disse:

    Tomara que nao seja apenas mais uma promessa igual ao trem bala… ou fabrica de painel solar etc..

  5. Anti-político de estimação disse:

    Excelente noticia para o RN. Nosso Estado precisa voltar a crescer o quanto antes.

    • Lobo disse:

      Kkkkkk, Robinson tbm trouxe fábricas aos montes, toda semana era uma comissão internacional pra implantar uma fábrica..