Saúde

Prefeitura de Natal vacina contra a Covid pacientes renais crônicos nesta quarta e quinta-feira

Foto: Joana Lima/Secom

A Prefeitura do Natal vai iniciar o esquema vacinal contra a Covid-19 dos pacientes com insuficiência renal que realizam hemodiálise, uma vez que esse grupo integra parte da população prioritária de comorbidades do Plano Nacional de Imunização (PNI). O imunizante utilizado neste grupo é o da Oxford/AstraZeneca/Fiocruz.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal) vai enviar equipes com as doses dos imunizantes nas cinco clínicas onde é realizado o procedimento de diálise nesta quarta-feira (05) e quinta-feira (06).

Os estabelecimentos realizaram contato prévio com os pacientes e fizeram o agendamento conforme cronograma estabelecido pela SMS. A aplicação da primeira dose será pela manhã e à tarde nos seguintes locais: Instituto do Rim, Nefron Clínica, Centro de Nefrologia de Natal e DaVita Tratamento Renal unidades Ribeira e Lagoa Nova.

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Parnamirim já iniciou a vacinação contra covid de pacientes renais crônicos

FOTO: ASCOM

A Prefeitura de Parnamirim, através da Secretaria Municipal de Saúde (Sesad), segue avançando no Plano de Vacinação contra a Covid-19 e começou a vacinar nesta quarta-feira (28) as pessoas com comorbidades. De acordo com a Sesad, os primeiros a serem vacinados são os pacientes renais crônicos. Ao todo, a cidade conta com 186 pacientes nessa situação, que receberão a 1ª dose do imunizante Oxford AstraZeneca.

As pessoas que fazem parte deste grupo podem procurar qualquer Unidade Básica de Saúde de Parnamirim (exceto as UBSs da Coophab e Passagem de Areia II), além dos pontos extras de vacinação: Supermercado Nordestão da Avenida Maria Lacerda, em Nova Parnamirim; Associação de Moradores da Cohabinal e o Parque Aristófanes Fernandes.

Para vacinar, é necessário apresentar documento de identificação com foto, cartão de vacinação, comprovante de residência de Parnamirim, cadastro no RN Mais Vacina, documentação comprobatória da comorbidade, como atestado, relatório ou receituário médico, com validade de até seis meses.

Além disso, Parnamirim segue vacinando os idosos a partir de 60 anos de idade e também quem tomou a primeira dose da vacina Oxford AstraZeneca nos meses de janeiro e fevereiro.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *