VÍDEOS: Bolsonaro recebe prêmio “Personalidade do Ano” da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos em Dallas, no Texas

Reprodução

O presidente da República, Jair Bolsonaro, proferiu discurso em evento em sua homenagem nesta 5ª feira (16.mai.2019).

O presidente recebeu o prêmio de pessoa do ano pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos no World Affairs Council em Dallas, Texas, nos Estados Unidos.

(NO SEGUNDO VÍDEO ABAIXO, ASSISTIR A PARTIR DE 9 MINUTOS. ANTERIORES AINDA CONSTAM PROGRAMAÇÃO COM PROPAGANDA E PROGRAMA EDUCATIVO)

(NO SEGUNDO VÍDEO ABAIXO, ASSISTIR A PARTIR DE 9 MINUTOS. ANTERIORES AINDA CONSTAM PROGRAMAÇÃO COM PROPAGANDA E PROGRAMA EDUCATIVO)

Com informações do Poder 360

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lucas disse:

    Fez foi passar vergonha ao bater na porta do ex presidente Bush pra tirar uma foto e ao não ser recebido pelo prefeito de Dallas. Tô achando que nos EUA só tem comunistas kkkkkk

Gabrielli, presidente da Petrobras na época, enalteceu compra de refinaria Pasadena: ‘nenhuma anomalia’,disse no Senado

GabrielliAgSenadoPresidente da Petrobras na época da compra da refinaria de Pasadena, no Texas, José Sergio Gabrielli foi chamado a dar explicações no Senado há sete meses, quando o negócio já havia se consolidado como um escândalo. Foi inquirido na Comissão de Fiscalização e Controle. Defendeu a operação sem titubeios (veja um trecho aqui).

“Não há por que levantar nenhuma suspeita sobre isso”, declarou, quando indagado sobre o prejuízo de mais de US$ 1 bilhão espetado no caixa da Petrobras. Espremido pela bancada da oposição, Gabrielli não fez nenhuma menção à precariedade do parecer —“técnica e juridicamente falho”— que Dilma Rousseff invoca agora para dizer que, se o contrato de compra da refinaria estivesse corretamente esmiuçado, as negociações “seguramente não seriam aprovadas pelo conselho” da Petrobras.

Na versão de Gabrielli, bem distante da de Dilma, o caso é de soltar fogos, não de apresentar desculpas: “É uma refinaria bem localizada, na costa do Texas, na beira do golfo do México, integrada a todos os oleodutos que alimentam o mercado do leste americano e tem espaço para crescer”, disse aos senadores. “Sofre efeitos das flutuações de margem que afetam o negócio de refino, mas é um ativo que permanece nas mãos da Petrobras, com grande oportunidade de retorno.”

Se a coisa é tão fantástica, por que diabos os órgãos de controle decidiram investigar?, perguntou-se, em 8 de agosto de 2013, a Gabrielli, já deslocado para o cargo que ocupa até hoje, o de secretário de Planejamento do governo da Bahia. E ele: “As investigações que estão anunciadas pelo TCU e Ministério Público tenho certeza de que chegarão à conclusão de que nao houve nenhuma anomalia no comportamento da Petrobras.”

Esse cenário edulcorado construído por Gabrielli compunha o enredo oficial da Petrobras. Graça Foster, a sucessora de Gabrielli no comando da Petrobras, tinha levado a encrenca de Pasadena ao freezer. De repente, a nota elaborada por Dilma virou a página do caso. Para trás. “Ninguém entendeu muito bem aonde ela quer chegar com esse sincericídio”, disse ao blog, na noite passada, um executivo da Petrobras.  Duas coisas Dilma já conseguiu. Conforme anotado aqui, ela ficou com uma cara de ‘ex-Dilma’.

RefinariaPetrobrasARteFolha

Josias de Souza – UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Virginia Lessa disse:

    Qual anomalia poderia existir? Quem fez a compra foi a turma do PT então tá bem feito.
    Quem acha alguma coisa estranha nisso é contra o Brasil, não quer o desenvolvimento, não luta por nossa nação, fica criando factoides para denegrir quem se preocupa com o crescimento na nação!!!
    Liga não gente, o que importa é continuar e expandir os projetos de bolsa, o que vale é financiar as obras em Cuba, o que tem valia é aparelhar as estatáis e tudo mais com nossos companheiros. O resto é pura inveja de gente incompetente

    • Marcos disse:

      Concordo com você, precisamos investigar estas negociatas, antes que ocorra uma censura da imprensa ou ter membros do poder judiciário indicados pelo governo como ocorre na Venezuela, onde há grande roubalheira mesmo sendo um dos maiores produtores mundiais de petróleo…aqui no Brasil ainda é livre e o poder judiciário e o MP ainda tem uma certa imparcialidade…

Explosão em fábrica nos EUA deixa 5 mortos e mais de 170 feridos

A Polícia do Texas confirmou nesta quinta-feira que há pelo menos cinco mortos na explosão de uma fábrica de fertilizantes na cidade de West, a 193 km da capital Austin, na noite de quarta-feira. Os agentes, porém, afirmam que o número de mortos pode chegar a 15.

A explosão ocorreu por volta das 20h locais (22h em Brasília) e foi ouvida a um raio de mais de 70 km. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, em inglês) registrou um tremor de magnitude 2,1 causado pelo incêndio.

Segundo o porta-voz da polícia do condado de Waco, Patrick Swanton, outras 179 pessoas ficaram feridas e pelo menos três bombeiros que combatiam as chamas estão desaparecidos. A imprensa americana chegou a afirmar que o incêndio tinha deixado 60 mortos, mas a informação não foi confirmada.

Swanton afirma que a polícia continua a investigar a explosão, mas os agentes trabalham com a hipótese de que foi um acidente. “Não há nenhuma indicação de que esta explosão não tenha sido nada mais que um acidente industrial”, disse.

A preocupação com um atentado surgiu porque o incêndio aconteceu dois dias depois do atentado em Boston, que deixou três mortos e 176 feridos. Além da explosão na costa leste, cartas com veneno foram enviadas ao presidente Barack Obama e a senadores americanos.

A área foi cercada logo após o incêndio para facilitar os trabalhos da perícia. A Agência Federal de Tabaco, Álcool e Armas de Fogo dos EUA também ajuda nas investigações. Ainda não há informações de quantos operários estavam no momento na fábrica.

Os agentes também confirmaram que as buscas pelos desaparecidos continuam, em especial em casas e prédios próximos à planta de fertilizantes que foram destruídos. Mais cedo, o prefeito de West, Tommy Muska, afirmou que entre 50 e 75 construções em seis quadras foram gravemente danificadas.

Dentre elas, está um prédio que, segundo policiais, foi totalmente destruído, uma escola secundária, um posto policial e um asilo com 133 pacientes, vários deles em cadeiras de rodas. “Nós tivemos muitas pessoas que ficaram feridas, muitas mesmo, que não estarão aqui amanhã”, disse Muska.