Geral

FOTO: Bebê faz ‘V de vitória’ durante ultrassom e pai com câncer raro vê sinal divino

Foto: Arquivo Pessoal/Felipe Moreira dos Santos

Ao acompanhar o exame de ultrassonografia de sexto mês do primeiro filho, Felipe Moreira dos Santos, de 32 anos, teve um grata surpresa: o bebê fez um ‘V de vitória’ com a mãozinha, dentro do útero. O rapaz, que é morador de Guarujá, no litoral de São Paulo, encarou como um sinal divino, já que enfrenta um câncer raro no baço.

Há cerca de nove meses, Moreira descobriu um tumor maligno de 20 centímetro no rim esquerdo e teve de ser submetido a uma cirurgia de emergência para a retirada do órgão. “Antes da cirurgia, pedi para QUE Deus que não me levasse, porque meu sonho é ser pai. Um mês depois da cirurgia, minha mulher ficou grávida e vou ser pai”, conta em entrevista ao G1.

Ao realizar novo exame para saber se havia vestígios da doença em seu corpo, Moreira descobriu que um novo tumor estava alojado em seu baço, e então, seguiu para Barretos (SP), onde deu início a novo tratamento no Hospital do Amor.

Felipe descobriu câncer raro há pouco mais de nove meses — Foto: Arquivo Pessoal

Durante esse tempo, ele torcia para que o bebê fosse um menino, pois também havia pedido isso em suas orações, conforme conta. Em um primeiro momento, os médicos informaram que se tratava de uma menina, mas, desconfiados, os pais resolveram fazer novos exames, que confirmaram o desejo de Felipe.

Ultrassom reveladora

Felipe revela que nunca conseguia acompanhar a esposa, Camila Ferreira, durante as consultas de pré-natal, devido ao tratamento. Com a quimioterapia, a imunidade fica muito baixa. “Dessa vez, ela insistiu para eu ir junto, e falei que não sabia se conseguiria. Na noite anterior, ela me perguntou de novo, mas disse que não sabia como ia acordar. De manhã, me senti um pouco melhor, e decidi ir junto”, diz ele.

Pais esperam pelo nascimento do pequeno Davi — Foto: Arquivo Pessoal/Felipe Moreira dos Santos

O rapaz conta que ver o ultrassom já é bem emocionante, porque consegue observar como o bebê está e ouvir seu coraçãozinho. Mas, desta vez, ele se deparou com a surpresa de ver o filho Davi fazendo um sinal de ‘V’ com uma das mãozinhas. “Até a médica falou: ‘olha, ele fez o sinalzinho de vitória com a mão’. Eu fiquei sem acreditar”, afirma. Ele encara a situação como um sinal divino de que vai conseguir superar o tratamento e vencer a doença.

“O filho que eu pedi para Deus foi para superar tudo isso que estou passando. Esse sinal foi para fechar com chave de ouro, para eu ter certeza que vou vencer. Se não tivesse ido, não teria visto isso, porque minha mulher não ia conseguir gravar. Aí, eu vou para o ultrassom e tem um sinal desse, parece que é para a minha fé aumentar. Me dá mais força para poder vencer o câncer. Com certeza, foi um sinal divino”, finaliza.

G1

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Mulher diz que foi violentada com aparelho de ultrassom e processa hospital

11_17_35_323_fileApós se submeter a um ultrassom transvaginal, Marianne Keith, de 52 anos, processou um hospital de Illinois, nos Estados Unidos, alegando que foi violentada.  Durante o exame, a paciente diz que sofreu abuso físico brutal, o que a deixou com ferimentos internos e pesadelos recorrentes. As informações são do site Huffington Post, nesta quinta-feira (12).

Marianne sentiu dores abdominais e resolveu ir ao hospital Condel Center para descobrir a causa. Na consulta, o especialista recomendou que ela fizesse o ultrassom transvaginal. Segundo a mulher, o técnico que realizava o exame usou o aparelho de forma inadequada, machucando a vagina e colo do útero.

— Parecia que eu estava sendo estuprada. É como se alguém estivesse me machucando intencionalmente.

Além das dores, Marianne sofre de transtorno de estresse pós-traumático, quadro desenvolvido após o ultrassom.

— Tenho pesadelos com isso e morro de medo de ter que passar por esse procedimento novamente.

O advogado do hospital disse que não comentaria nada sobre esse processo.

Ultrassom Transvaginal

O ultrassom transvaginal é um exame de imagem que permite investigar o aparelho reprodutor da mulher (útero, ovários e trompas). O procedimento é feito com a introdução de uma sonda coberta com preservativo e gel lubrificante na vagina. Pode ser usado para detectar endometriose, cistos no ovário e câncer. Além disso, ajuda a verificar, também, os batimentos cardíacos do feto nas primeiras semanas da gestação.

Nos últimos anos, várias notícias mostraram que alguns Estados americanos (Arizona, Mississippi, Louisiana e Texas) iniciaram debates sobre este assunto e, até mesmo, aprovaram leis obrigando as mulheres a se submeterem a esse procedimento antes de começar um aborto.

R7

Opinião dos leitores

  1. Noa estados unidos algumas pessoas encaram os processos como uma fonte de renda. Por isso esses processos esdrúxulos… Resultado da combinação gente sem noção + advogado sem escrúpulos

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *