Temor sob Bolsonaro faz surgir grupo de WhatsApp com Kim Kataguiri, Joice Hasselmann, Marcelo Freixo, Alessandro Molon e Tabata Amaral

Foto: Montagem

Quem imaginaria, há algum tempo, um grupo que unisse o conservador MBL (Movimento Brasil Livre) ao esquerdista PSOL? O ex-líder da oposição ao ex-líder do governo? Pois Jair Bolsonaro conseguiu esse feito.

Em meio à escalada da retórica autoritária por parte do Palácio do Planalto, o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP), um dos líderes do MBL, criou um grupo de WhatsApp com colegas congressistas denominado “Democráticos”.

Ele conta hoje com algumas dezenas de deputados, entre eles Joice Hasselmann (PSL-SP), ex-líder do governo no Congresso, Marcelo Freixo (RJ), um dos principais nomes do esquerdista PSOL, Alessandro Molon (PSB-RJ), ex-líder da oposição, e Tabata Amaral (PDT-SP), uma das expoentes da nova esquerda.

Assim como os bolsonaristas, o PT não foi convidado. E o que vem sendo discutido por essa união de rivais? De acordo com congressistas ouvidos pela Folha, a necessidade de se contrapor à ameaça de que seja instalada novamente uma ditadura no país.

“Esse grupo é importante porque reúne pessoas que realmente estão preocupadas com a manutenção do Estado democrático de direito, com a manutenção das instituições e da própria democracia no Brasil, que é justamente o que vem sendo fortemente atacada pelo presidente Jair Bolsonaro”, afirma Joice, que foi uma das principais aliadas do presidente, sendo sua líder no Congresso. Hoje ela está rompida.

“As declarações são muito claras, a intenção do presidente da República é, de fato, partir para uma ruptura da democracia, uma ruptura institucional. Esse grupo reúne parlamentares das mais diversas frentes, que realmente estão preocupados com o momento que o Brasil está passando e que entendem que é preciso uma união de todos”, acrescenta a deputada, afirmando que Bolsonaro “sonha dia e noite com um golpe”. “Não é um desejo que vem de agora, é um desejo que vem de muito tempo, e ele flerta com essa possibilidade desde o início do mandato.”

Líder da bancada do PSB, o esquerdista Molon manifesta pensamento similar.

“Há um sentimento de urgência, de evitar que um regime autoritário seja implantado no Brasil. Independentemente das divergências ideológicas, que muitas vezes são numerosas e profundas, o risco da implantação de um regime autoritário no Brasil impõe a necessidade de evitar isso a todo custo, até para proteger que essas divergências possam ser manifestadas livremente.”

De acordo com outros integrantes do grupo, que preferiram falar sob condição de anonimato, o objetivo também é se contrapor também ao centrão, não só a bolsonaristas e a petistas –que sob a liderança do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem relutado em participar de movimentos suprapartidários de oposição.

O grupo de siglas médias da Câmara, com cerca de 200 das 513 cadeiras, se aliou a Bolsonaro, em sua maioria, após receber do presidente cargos de comando na estrutura federal e verbas para suas emendas parlamentares –tudo aquilo que Bolsonaro negou, na campanha, que faria.

Segundo integrantes do grupo de WhatsApp, alguns congressistas do PT querem aderir, mas o partido não foi convidado porque, além de estar com “o filme queimado”, há a própria resistência de Lula de embarcar em um movimento que não seja encabeçado pelo partido.

Em reunião do PT na segunda-feira (1º), o ex-presidente criticou os manifestos suprapartidários em defesa da democracia surgidos nos últimos dias sob o argumento de que os documentos articulados pela sociedade civil desconsideram os direitos dos trabalhadores.

Para ele, o PT não pode embarcar no primeiro ônibus que passa nem ser “Maria vai com as outras”. A Folha não conseguiu falar na noite desta terça-feira (2) com Kim Kataguiri. O MBL se distanciou de Bolsonaro e hoje é um dos alvos dos apoiadores do presidente. Tabata não quis se manifestar.

Folha de São Paulo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. TATA disse:

    SE EU NAO ME ENGANO ESSES AI APOIAVAM O SR MILICIA, EI NAO TEM JEITO NAO TA FICANDO SO OS ROBOS COM O MITO DE MERDA. KKKKKKK

  2. Jairo disse:

    Quem desse grupo é referência pra merda alguma?
    Um monte de lixo. Quanto mais tentam, mais viram ibope pra Bolsonaro.

  3. Isaac Mendes disse:

    Unir forças pelo Brasil!! Parabéns aos deputados #MBL

  4. Manoel disse:

    Quando eu vejo uma notícia dessa aí eu vejo que Bolsonaro está correto.

  5. ForaCanalhas disse:

    Veja o caráter dessas pessoas, que junção de porqueiras. Isso mostra que Bolsonaro mesmo com o jeitão dele está correto e os CANALHAS se unem pelo seu mau-caratismo.

  6. Andinho disse:

    Se estão juntos a Joyce Haselmann, o Kim Kataguri, o Marcelo Freixo, o Molon isso só mostra que Bolsonaro está certo, apesar de falar demais e não ter papa na língua, ele tem coerência e palavra, o Bolsonaro da campanha é o mesmo do governo, isso que falta aos políticos brasileiros.
    Parabéns ao nosso Bozo, continue assim Presidente que serás sempre o nosso Mito, agora fale menos e pense mais antes de falar.

  7. Paulo Roberto disse:

    Grupo pá com vassouras?! Juntou um bom lixo! Rsrs..

  8. Cidadão pagador de impostos disse:

    Bolsonaro é o maior vagabundo que já passou pelo palácio do planalto

  9. Priziaka disse:

    Só melacrias…

  10. Felipe disse:

    Parabéns aos parlamentares!
    Direita e esquerda unida pelo Brasil. As diferenças são postas de lado para defender o país.

  11. Santos disse:

    Ora, se pra tirar a Dilma, até o presidente tirou foto ao lado do Eduardo Cunha, pq liberais e progressistas não podem estar juntos para defender a democracia?
    O impeachmant se aproxima!

  12. Brasileiro disse:

    Não consigo entender como um político que já é presidente vai dar um golpe pra derrubar ele mesmo. Se os militares tomarem o poder, jamais permitirão serem comandados por um capitão, claro que o novo presidente será um general.

  13. Ricardo disse:

    Se esse pessoal tá contra, Bolso só pode estar certo.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Claro que está certo , rsrsrsrsrs, e inclusive, O MUNDO INTEIRO também concorda com esse pensamento . Não é a toa que a popularidade dele só faz crescer, rsrsrsrs.
      Às vezes é interessante sair um pouco da "caverna de Platão" (bolhas sociais) e dar uma olhada no que rola de verdade no resto do planeta.

    • Ricardo disse:

      Eu sei o que vc chama de "mundo inteiro". Pinça uma meia dúzia de pitaqueiros nutela de jornalzinho esquerda-caviar nas gringas e vira expressão do 'consenso mundial', englobando desde um taxista em Madrid, até um camelô em Lagos, passando por um fazendeiro 'bogan' australiano. Quem tá bolha/caverna mesmo?

    • Ricardo disse:

      Em tempo: essa frescurite de preocuapção com que os outros pensam nada mais é do que uma reedição do complexo de vira-latas.

  14. silva disse:

    simplificando a matéria:
    o "piçou" de esquerda se uniu com "piçou" de direita.

  15. Observando. disse:

    Ei. Oi. Hello. Psiu. Alô. Coloque Moro.

  16. Fora bolsotralhas disse:

    Parabens ao GRUPO..O BRASIL PRECISA SE LIVRAR DESSE PANDEMONIO…ESSA DESGRACA. FORA BOLSOTRALHA

    • Dinho disse:

      Chama a NASA, pq pousou um ET aqui no Planeta Azul. Vc tá aplaudindo um bando de vagabundos que até hoje só saqueou o País, e quando um Presudebte Honesto vem pra varrer, você aplaude? Vc é bizarro. Vá ler um pouco

COMENTE AQUI