Vagas por cotas na UFRN: Identificação de negros passa a ter avaliação de características físicas

 Foto: Igor Jácome/G1

Reportagem do portal G1-RN nesta quarta-feira(09) informa que o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da UFRN aprovou, nesta terça-feira (8) os procedimentos de heteroidentificação – avaliação por terceiros – dos candidatos negros, pardos indígenas que concorrerem a cotas nos processos seletivos para cursos da instituição. A partir de agora, não basta a autodeclaração do candidato. Ele passará por uma comissão que vai avaliar suas características físicas.

Segundo a reportagem, a resolução aprovada na terça (8) é sobre o ingresso de alunos. Para concurso de servidores (técnicos ou docentes) existe uma Comissão de Heteroidentificação desde 2018. A heteroidentificação é a identificação por terceiros sobre a autodeclaração feita pelos candidatos que concorrem às vagas reservadas para negros e indígenas.

Ainda segundo o G1-RN, conforme a nova norma, para candidatos autodeclarados negros, será considerado exclusivamente o aspecto fenotípico (características físicas), sendo excluídos os fatores genotípico (genético) dele ou características físicas dos parentes.

Veja mais detalhes em reportagem na íntegra aqui.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Zanoni disse:

    Pelo fim desse tipo de cota. COTA ERA PARA EXISTIR APENAS PAR POBRES, NA FORMA DA LEI.

  2. José, o arquiteto do universo! disse:

    Eu sou totalmente contra esse tipo de lei de cotas de cor de pele ou de genética,aqui no Brasil quase todas as pessoas são mestiças,diretamente ou indiretamente,raras exceções de algumas comunidades de indígenas ou ameríndios(amarelos) que vivem isolados,e de algumas comunidades de africanos de pele negra que ainda vivem isolados,essas comunidades denominadas de quilombos,e também de brancos europeus descendentes diretos de imigrantes que são brasileiros e brasileiras de segunda e terceira e quarta e quinta geração que ainda vivem isoladas em pequenas comunidades rurais de agricultores e agricultoras,principalmente de descendentes de imigrantes alemães,russos,ucranianos,holandêses e italianos e japoneses que vivem fechados em suas bolhas de casamentos entre parentes entre suas próprias etnias e também de extrangeiros brancos naturalizados brasileiros e brasileiras recentemente oriundos da Europa e da América do Norte:EUA e Canadá que vivem em bolhas étnicas e também africano(a)s e orientais ou asiático(a)s também naturalizados recentemente brasileiros e brasileiras, já os outros brasileiros e brasileiras já estamos todo(a)s miscigenados e miscigenadas diretamente ou indiretamente herdamos a genética dos amerindios ou índios que são parentes dos chamados amarelos ou mongolicos da Ásia ou oriente,do branco europeu da etnia Latina:principalmente portuguêses e espanhóis e da etnia branca semita da Ásia média ou Oriente médio e dos africanos de pele escura.

  3. Ednaldo disse:

    Medida acertada de avaliar as características físicas.

COMENTE AQUI