Diversos

VÍDEO – Praia de Ponta Negra: Não bastassem preços estratosféricos em barracas, banhista que alugou ‘espaço’ se revolta com bronca de comerciante ao comprar tira gosto de vendedora ambulante

Alvo de reclamações constantes, as barracas na Praia de Ponta Negra, na Zona Sul de Natal, segue desagradando turistas e moradores com seus preços muito além da média, sejam bebidas ou seus petiscos. De porções mínimas de batatinhas a R$35,00 a pratos entre R$ 100 e R$ 250,00, os valores, definitivamente, saíram de controle.

Não bastasse o cenário que vem espantando o turismo local, uma turista desabafou nas redes sociais com o tratamento de um serviço prestado na praia. Após alugar a barraca e cadeiras por R$ 20,00 para ficar com a sua mãe a crianças, e consumir bebidas, enquanto curtia a paisagem indiscutível da praia e o seu banho de mar, acabou advertida pelo comerciante ‘responsável pelo espaço’ ao comprar filezinho de peixe com uma mulher que passava pelas barracas oferecendo o seu petisco.

“Cara quis crescer para cima da gente. Aqui está todo mundo trabalhando. Existe muito trabalhador que depende disso. E a gente comprou um tira gosto com outra mulher, e não significa que a gente não possa comer a comida dele. Mas, não. Não vamos mais ficar aqui. Muito mal educado, discutiu com a minha mãe. Então não venha aqui”, desabafou a cliente.

Vídeo cedido abaixo:

Opinião dos leitores

  1. toda razão, fui a João Pessoa e é totalmente difrente, sendo aqui tão próximo. Quiosques que parecem restaurantes, com estrutura, pessoal edicado, comida boa e preço justo. Fora que Ponta Negra não tem onde estacionar, você é multado em todo lugar que estacionar.

  2. Ano passado levei um parente de outro estado para Ponta Negra. Eu fiquei envergonhado. Não levo mais ninguém lá.

  3. Um almoço em restaurante conhecido é melhor e mais barato. Um absurdo deixarem isso acontecer. Essa região já era. Essa praia já foi, está entregue à desorganização, à sujeira, aos ladrões e aos degradados. No mínimo, além de uma boa reurbanização e paisagismo e reforma dos equipamentos, a Prefeitura deveria caças as licenças desses escroques que abusam de turistas e banhistas.

  4. Isso sem falar na máfia de flanelinhas guardadores de carros, não fazem nada e vem colocar preço no estacionamento público.

  5. Essa exploração absurda está matando o turismo de Natal, estão favelizando P Negra transformando em uma feira livre. A Prefeitura precisava credenciar os ambulantes das prais, fornecer crachás de identificação e estipular um código de conduta. Os ambulantes deveriam atuar sob a forma de associação ou cooperativa, essa associação poderia ser responsável pela manutenção dos banheiros e pela disciplina dos ambulantes. Deveria ser estipulado um número de ambulantes por dia, com rodízio se necessário fosse.

  6. Embora a razão estivesse com o comerciante, nada melhor do que gentileza, e vontade de bem tratar o cliente… afinal, cliente insatisfeito não volta. Era interessante colocar um aviso nas mesas, orientando para não comprar das pessoas que passam vendendo na orla. Mas impor, como obrigação, aí já é demais! Natal está muito distante do serviço prestado pelo pessoal que vive do turismo em cidades como Fortaleza, João Pessoa e Recife. Tem que correr atrás, porque vamos ficar cada vez mais distantes. Cidade linda, mas extremamente insegura, com preços abusivos, e péssimo atendimento ao turista.

    1. Não concordo que a razão está com ele,aja visto que ele alugou a mesa e o guarda sol ,se alugou deixa livre para pessoa comprar de quem quiser, quem trabalha como bar ,restaurante, quiosque ou similares tem que oferecer espaço para consumo de seu produto sem custos extras, nesse caso tá explicado que foi cobrado a locação do conjunto, assim sendo o comerciante está muito errado em pedir exclusividade.

    2. Se o barraqueiro cobrou pelo uso da barraca, ele não tem direito algum de exigir consumação afinal ele já está sendo remunerado pela prestação do serviço.

  7. Esse mesmo cidadão mandou que eu me retirasse da Praia,só que comigo ele ouviu o que tinha que ouvir,hoje eu tenho trauma de ir a ponta negra,faltou pouco pra irmos as vias de fatos,mais graças a Deus não aconteceu nada só a raiva mesmo.

  8. Já passaram ao lado de uma barraca na praia do forte? Domingo fui lá e a situação está feia, não tenho coragem de levar alguém de fora para nossas praias de natal

    1. Moro em.Natal e nunca mais me sento nem consumo nessas barracas, além de sujas os.caras cozinham não sei lá onde, a comida.demora uma hora pra chegar, chega fria e ainda me cobraram 14 reais em.uma coca.cola que custa 3.00 absurdo total. Na hora de pagar ainda tive que ir a um caixa eletrônico sacar dinheiro porquê a maquineta de cartão não funcionava. Enfim, constrangimento total. Não volto jamais.

  9. Sinceramente espero que na orla de ponta negra só restem os ratos,90% dos comerciantes e/ ou permissionários que estão ali exploram covardemente os que frequentam a praia, são relatos antigos há mais de 15 anos isto acontece ali sem controle, os turistas fogem e a polução idem, a fama que se espalha por causa deles é que no estado somos todos exploradores, afastam e dificultam a venda do estado como produto turístico , causando um enorme estrago num setor que teria tudo para gerar mais emprego e renda, lamentável o que fazem.

  10. A falta de educação, preços abusivos, calçadões sujos e falta de segurança, espantam quem vem a Natal.

  11. ( Bronca ou aviso )
    Sei que cliente tem sempre razão mais xingar como ela fez aí não concordo, teve sorte do comerciante não ter chamado a polícia.

  12. Manda esse pessoal fazer um estágio com João Pessoa. Atendimento show e preços acessíveis. Despesa que aqui chegaria a 300 reais, lá vc paga a metade do preço e o proprietário ainda manda a saideira por conta da casa. Quando questionado se o Valor era aquele mesmo, ele disse: tá caro? Expliquei que em Natal aquilo seria o dobro.

  13. É por essas e outro que estando de férias vou pra João Pessoa, há 140 quilômetros daqui e mesmo assim gasto menos do que se eu fosse para as praias daqui , não conheço as outras mas as orlas de João Pessoa, Fortaleza e Recife dão um banho nas orlas daqui ,em atendimento e em preço, foi com essa mentalidade de ponta negra que Genipabu não evoluiu , ainda sobrevive dos passeios de bugre e dos dromedário , mas as barracas penan pra vender ,esse vai ser o fim de ponta negra, atendendo mau , explorarando nós preço e fazendo tipo cartel entre os barraqueiros , um absurdo aquela praia , infelizmente.

    1. Ainda tenho fé que entre um prefeito para resolver para resolver o problema da orla urbana de Natal.

    2. toda razão, fui a João Pessoa e é totalmente difrente, sendo aqui tão próximo. Quiosques que parecem restaurantes, com estrutura, pessoal edicado, comida boa e preço justo. Fora que Ponta Negra não tem onde estacionar, você é multado em todo lugar que estacionar.

  14. O RETRATO DO TURISMO EM NATAL , FALTA DE EDUCAÇÃO , PREÇOS ABUSIVOS, EXPLORAÇÃO TOTAL ! TUDO ISTO ESPANTA O TURISTA SEM FALAR QUE EM PONTA NEGRA NEM SE PODE ANDAR NA CALÇADA TRANQUILO SEM SER ABORDADO POR PESSOAS OFERECENDO ALGO

  15. Por essas e outras que não ponho meus pés em Ponta Negra, o serviço sempre péssimo, preços nas alturas, melhor ir a restaurantes distante da orla, ser bem atendido, comer e beber bem e pagar preço justo, e isso nada tem a haver com pandemia não, o serviço sempre ruim, e os preços bem altos. não recomendo a nenhum amigo ou familiar uma ida a Ponta Negra

  16. Parabéns aos nossos governantes (em especial o atual PREFEITO) que estão deixando Ponta Negra, o principal cartão postal de Natal e do RN chegar a esse ponto de bagunça, desorganização, sujeira e ainda pra piorar com permissionários tratando mal o turista… Se o turismo cair em Natal ou no Estado, o governo e a prefeitura vão viver de quê? Só de esmolas do governo federal? Como vai ficar os milhares de empregos gerados direta e indiretamente pelo turismo? E a noite essa bagunça piora muito viu! Ponta Negra e TODA a orla de Natal virou uma terra de ninguém e daqui a pouco só drogados e marginais vão frequentar…

    1. Seu comentário foi só para falar mal dos governantes e nada de falar sobre o q aconteceu de fato, tudo isso foi culpa do dono da barraca que se acha no direito de ser exclusivo só porque vendeu a as cadeiras.

    2. Nildo, releia a parte que eu escrevi: ainda pra piorar com permissionários tratando mal o turista… O direito de usar o espaço público ali na praia é concedido pela prefeitura por meio de permissão de uso (talvez concessão), então o “dono da barraca” pode ser chamado de permissionário. E sim, o governo do Estado e a prefeitura são responsáveis pela deterioração de nosso maior cartão postal… Esse problema vem piorando a cada ano e o nosso turismo vai perdendo espaço para cidades próximas a nós que mesmo não tendo as mesmas belezas naturais, são muito mais organizadas, como João Pessoa, por exemplo.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Bolsonaro chama mercado de “nervosinho” e diz que combustíveis vão aumentar: “Não vou negar”

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta 5ª feira (21.out.2021) que o preço dos combustíveis no Brasil “está mais barato” do que em outros países e terá “outro aumento” nas próximas semanas –sem especificar a data.

Segundo o chefe do Executivo, o mercado financeiro está “nervosinho” e poderá sair prejudicado caso “exploda a economia do Brasil”. Para o presidente, a inflação que o país enfrenta é “péssima“, mas evita o desabastecimento de outros insumos básicos, como a gasolina, o diesel e os alimentos.

“Temos como vencer essa crise. Vai ter novo aumento de combustível? Certamente teremos. Não vou negar isso daí. Estou buscando solução. […] Aí fica o mercado nervosinho. Se vocês explodirem a economia do Brasil, pessoal do mercado, vocês vão ser prejudicados também. Querem acreditar na minha palavra ou na da Miriam Leitão?“, afirmou em transmissão ao vivo nas redes sociais.

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

FOGO-AMIGO: Ministro contesta Guedes: “Dinheiro para os R$400 sairá do orçamento”

O ministro da Cidadania, João Roma, contraria o ministro da Economia, Paulo Guedes, ao afirmar que o governo Bolsonaro busca soluções dentro do orçamento para financiar o Auxílio Brasil, que vai substituir o Bolsa Família.

O mercado financeiro reagiu ao anúncio feito pelo Ministro da Economia de que seria necessário “furar o teto de gastos” para bancar o programa, que prevê pagamento mensal de R$ 400 aos beneficiários.

João Roma negou isso. Ele afirmou que as fontes de renda do programa social estarão dentro do orçamento. “Estamos buscando dentro do orçamento do governo, como tem sido desde o princípio, fazer com que se aponte nossa meta governamental as fontes para o pagamento e o fortalecimento do programa social. Essa solução virá entre o entendimento do governo com o Congresso Nacional”, afirmou.

“O surgimento das novas fontes estava também atrelado a reforma do imposto de renda, que atrasou. Com isso, estamos fazendo um exercício para que dentro do orçamento se encontre espaços para que possa fazer não apenas o fortalecimento e incremento do programa permanente, como um benefício transitório, que vai até dezembro do próximo ano. Que nessa saída da pandemia nenhum beneficiário receba menos de R$ 400”, disse.

Diário do Poder

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Empresas perdem R$ 284 bilhões em valor de mercado com ameaça ao teto de gastos

As empresas listadas na Bolsa de Valores brasileira perderam R$ 284 bilhões em valor de mercado em três dias após o governo revelar que poderá furar o teto de gastos para aumentar o valor do novo Bolsa Família.

Na última segunda-feira (18), as ações na Bolsa valiam R$ 4,984 trilhões. Ao final do pregão desta quinta-feira (21), o valor caiu para R$ 4,700 trilhões, segundo dados levantados pela desenvolvedora de sistemas de análise financeira Economatica.

A estatal Petrobras perdeu R$ 24,15 bilhões no período, liderando a lista dos prejuízos, seguida pelas empresas Vale (-R$23,9 bi), Magazine Luiza (-R$ 12,3 bi), Rede D’Or (-R$ 8,1 bi) e Ambev (-R$ 7,55 bi).

Folhapress

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Round 6: Crianças vão parar no hospital após imitarem jogos da série na escola, diz jornal; entenda

Enquanto “Round 6” segue fazendo sucesso mundo afora, os desafios da série também viraram uma febre fora das telinhas. No entanto, uma dessas “brincadeiras” acabou mal recentemente, na França. De acordo com o jornal Le Parisien, cinco crianças foram parar no hospital após reproduzirem algnms dos jogos expostos na produção da Netflix.

O caso aconteceu na semana passada, no dia 13 de outubro, mas as notícias vieram à tona apenas nesta quinta-feira (21). Segundo a publicação francesa, tudo teria começado com um encontro acidental de alunos do terceiro e do sexto ano do College George-Sand, na região de Crégy-lès-Meaux. Rapidamente, a situação teria evoluído para algo relacionado com “Round 6”. Os dois grupos se encontraram num corredor apertado após deixarem suas penúltimas aulas do período, por volta das 11h30.

Os relatos alegam que a violência supostamente teria sido inspirada em uma das dinâmicas que aparece na série coreana – que não é recomendada para menores de 16 anos e expõe os participantes em situações mortais. Como consequência do “estouro da boiada” das crianças mais velhas contra as mais novas, cinco dos alunos tiveram de ser levados às pressas até o hospital. Após o episódio, o colégio disse ter iniciado três processos de expulsão de responsáveis pela brincadeira do “massacre”.

Já no Reino Unido, o temor de que cenas como essa se repitam fez com que algumas medidas fossem tomadas. Segundo o Daily Star, escolas britânicas pediram aos pais que não deixem seus filhos assistirem à série. Em uma carta, o vice-diretor de uma escola primária em Leicestershire pediu o “apoio” dos pais, depois que alguns jovens foram vistos exibindo “comportamentos agressivos” e encenando alguns dos jogos da série – a qual chamaram de “gráfica e violenta”.

Hugo Gloss

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

“Paulo Guedes continua no governo e segue com a agenda de reformas”, afirma Bolsonaro

Foto: Evaristo Sá/AFP

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou à CNN nesta quinta-feira (21) que o ministro da Economia, Paulo Guedes, segue no governo, apesar da saída de membros de sua equipe.

“Paulo Guedes continua no governo e o governo segue com a agenda de reformas. Defendemos as reformas, que seguem no Congresso Nacional”, afirmou Bolsonaro.

A situação de Guedes foi alvo de especulações após a saída de quatro secretários da pasta nesta quinta. O secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, a secretária especial adjunta do Tesouro e Orçamento, Gildenora Dantas, e o secretário-adjunto do Tesouro Nacional, Rafael Araujo, pediram exoneração.

Na entrevista, o presidente confirmou a criação de um “socorro” aos caminhoneiros, anunciado nesta manhã em evento no Nordeste. Segundo ele, o auxílio seria importante em um momento de crise, atribuida por ele à pandemia da Covid-19.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

MAIS UMA DERROTA NOS PÊNALTIS: América é eliminado da pré-Copa do Nordeste pelo Moto Club-MA

Foto: Canindé Pereira

Em menos de uma semana, o América amarga a segunda eliminação de uma competição na disputa de pênaltis.

No último sábado perdeu para o Campinense, nas quartas de final da Série D e na noite desta quinta-feira (21), foi eliminado na pré-Copa do Nordeste pelo Moto Club-MA, em plena Arena das Dunas, após empate em 1 a 1 no tempo normal.

O primeiro tempo do jogo terminou sem gols. O América abriu o placar aos 40 minutos do segundo tempo, com um chute forte de Luis Henrique de fora da área, mas sofreu o empate logo em seguida, aos 44 minutos. Jeff Silva marcou o gol do Moto Club.

O resultado levou a disputa pela vaga na próxima fase da pré-Copa do Nordeste para os pênaltis. Todas as cobranças foram convertidas, exceto a do zagueiro americano Jean Pierre, que mandou para fora.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Ministro da Justiça pede à PF para apurar possível crime da revista ‘IstoÉ’ contra a honra do presidente por comparação de Bolsonaro a Hitler

Foto: Divulgação/Presidência da República

O ministro da Justiça, Anderson Torres, pediu a abertura de um inquérito à Polícia Federal para investigar a revista “Istoé” por ter comparado o presidente Jair Bolsonaro ao ditador nazista Adolf Hitler.

“Com meus cumprimentos, reporte-me à Representação s/nº (16153663), de 18 de outubro de 2021, por meio da qual o Senhor Presidente da República encaminha a reportagem veiculada na Revista “Isto É”, e solicita a apuração de possível crime contra a honra. Nesse contexto, solicito à Polícia Federal a adoção de providências para a abertura de inquérito policial com vistas à imediata apuração dos fatos relatados, sem prejuízo de outros eventualmente caracterizados”, diz o ofício enviado por Torres à PF.

Nas redes sociais, o ministro diz que a revista pode ter cometido crime contra a honra do presidente.

“Ainda ontem (20), à noite, encaminhei documento à Polícia Federal, solicitando abertura de inquérito policial para apuração imediata de possível crime contra a honra do presidente Jair Bolsonaro, cometido pela revista Istoé, em sua última edição”, escreveu o ministro.

A revista “Istoé” publicou nesta semana uma capa em que retrata Bolsonaro com a palavra “genocida” escrita sobre o lábio do presidente como se fosse o bigode usado por Hitler. A capa traz o título: “As práticas abomináveis do mercador da morte”.

A revista destaca o pedido de indiciamento de Bolsonaro por nove crimes supostamente cometidos ao longo da pandemia, descritos no relatório entregue pelo relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL).

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Câmara de Natal aprova projeto de distribuição de absorventes higiênicos

Foto: Elpídio Júnior

O Plenário da Câmara Municipal de Natal aprovou em regime de urgência e por unanimidade, durante a sessão ordinária desta quinta-feira (21), o Projeto de Lei n• 86/2021 encaminhado pela vereadora Brisa Bracchi (PT), que promove a distribuição de absorventes higiênicos para pessoas em situação de vulnerabilidade econômica na capital potiguar. Com isso, a matéria aguarda agora a sanção do Executivo para entrar em vigor.

Em uma pesquisa de 2018 foi apontado que 22% das meninas entre 12 a 14 anos no Brasil não têm acesso a produtos higiênicos adequados durante o período menstrual. A porcentagem sobe para 26% entre as adolescentes de 15 a 17 anos. De acordo com a autora, saúde menstrual é uma necessidade, não um luxo. “A aprovação desse projeto é motivo de alegria para todas as mulheres e pessoas que menstruam. Falar sobre dignidade menstrual é falar sobre garantia do direito à saúde, é falar sobre redução da desigualdade entre gêneros. A Câmara, sem dúvidas, deu uma lição de cidadania e esperamos que o Prefeito sancione o quanto antes”, comentou Brisa.

Outros projetos

Na sequência, os parlamentares deram parecer favorável, em segunda discussão, a uma proposição da vereadora Nina Souza que institui a Declaração Municipal de Direitos de Liberdade Econômica no Município de Natal, estabelece normas para os atos de libertação de atividade econômica e a análise de impacto regulatório. Entre outros princípios, o texto apresenta a liberdade como uma garantia no exercício de atividades econômicas, o reconhecimento do particular perante o Poder Público e normas de proteção ao meio ambiente. “Trata-se de um mecanismo para melhorar o ambiente de negócios em Natal, incentivar a geração de emprego e promover desenvolvimento econômico e social. Faz-se necessário, portanto, facilitar o empreendedorismo e a livre iniciativa que garantem cidadania e oportunidades para todos. Aproveito para agradecer aos meus colegas por aprovarem esta ideia”, defendeu Nina.

Outros dois projetos também foram aprovados em segunda discussão: PL 201/2019, da vereadora Divaneide Basílio (PT), que dispõe sobre circo itinerante instalado no Município de Natal e o PL 255/2021, da vereadora Brisa Bracchi, que declara Patrimônio Cultural Imaterial do Município de Natal os “Festejos de Iemanjá”, realizados anualmente no dia 02 de fevereiro.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Rosa Weber atende Fábio Faria em caso de acusação já arquivada da Odebrecht

Foto: Sérgio Lima/Poder360

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, atendeu a um pedido da defesa do ministro das Comunicações, Fábio Faria, e devolveu à Procuradoria Geral da República um caso sobre o qual o STF já havia sido decidido pelo arquivamento.

Trata-se de uma acusação nunca comprovada de doação não declarada a Faria na campanha eleitoral de 2010, e que apareceu durante as delações de dirigentes da empreiteira Odebrecht –durante a operação Lava Jato. Ocorre que todos os elementos apresentados –datas de encontros em hotéis ou viagens– foram checados e nenhuma prova material foi encontrada. Por essa razão, o caso havia sido arquivado.

A Polícia Federal, entretanto, alega ter terminado de fazer as perícias necessárias depois que o processo havia sido encerrado. Por essa razão, o vice-procurador-geral, Humberto Jacques de Medeiros, remeteu o caso para o STF.

Na perícia tardia da PF, entretanto, não há elementos que comprovem a narrativa da empreiteira.

A defesa de Fábio Faria pediu à ministra Rosa Weber que devolvesse o caso ao Ministério Público, para novo parecer. E requereu que considerasse em sua decisão que não surgiu nenhum fato novo sobre o caso.

“Renove-se a vista dos autos à Procuradoria-Geral da República, para que se manifeste sobre a petição e os documentos juntados pela defesa do investigado Fábio Salustino Mesquita de Faria”, escreveu Weber num despacho na 3ª feira (19.out.2021).

A ministra é tida com muito dura em decisões relacionadas a casos da Odebrecht e da Lava Jato. No passado, teve entre seus auxiliares o ex-juiz Sergio Moro. Seu despacho é positivo para Fábio Faria. A tendência é que a PGR venha a analisar os dados apresentados pela PF, verifique que não houve novidade e dê parecer possivelmente pelo arquivamento do processo.

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Assú avança na vacinação contra covid-19

Foto: Prefeitura do Assú

A saúde pública assuense tem avançado dia após dia e o número de pessoas vacinadas contra a covid-19 vem aumentando significativamente. Quando contabilizado o número de pessoas vacinadas a partir dos 12 anos de idade, têm-se 67% de cidadãos imunizados e 41% desse valor é referente à população que já tomou tanto a D1 quanto a D2.

Os números apresentam o avanço do trabalho da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde e do Setor de Imunização, e o esforço em alcançar o máximo de assuenses vacinados. Com o intuito de proteger todos e todas, essas ações estão sendo realizadas em todas as Unidades Básicas de Saúde das zonas urbana e rural do município.

“É visível que a gestão tem realizado ações positivas na campanha de vacinação contra o coronavírus. A prova disso é que já chegamos à idade dos 12 anos e já começamos a aplicar a terceira dose nos grupos específicos, estando sempre orientados pelos órgãos de controle e distribuindo os imunizantes assim que os recebemos da SESAP, via Governo Federal”, esclareceu o prefeito Gustavo Montenegro Soares.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *