FOTOS: Ratos circulam próximo de banhistas, em plena luz do dia, na praia de Ponta Negra

Fotos: cedidas

Fotos enviadas ao Blog registram uma quantidade significativa de ratos circulando pelas pedras, próximos aos banhistas, nesta segunda-feira(24), na praia de Ponta Negra, na Zona Sul de Natal.

Além de propagador de doenças e outros riscos, as “ratazanas” assustam pelo tamanho. Embora não circulem como blocos em ritmo de carnaval, parecem se multiplicar mesmo com ações de desratização.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos disse:

    como tá ficando difícil o diálogo, até responsabilidade da prefeitura, tem gente colocando culpa no governo do RN, tudo e rixa hoje em dia, um lado só pensa em derrubar o outro, não tá nem aí para o bem está da população

  2. Marcia disse:

    Que coisa seria ter uma praia dessas e não dar valor..É muita sujeira e as pessoas não estão nem ai.Na praia é tanto plástico. E sacolas tudo atirado e nem são os turistas .Uma cidade voltada para o turismo acaba perdendo ,porque quem vai querer ir???ver sujeira e ratos…

  3. Lourdinha disse:

    Realmente a nossa linda praia o nosso cartão postal esta entregue aos ratos. Praia linda mais suja o bairro tem muitos terrenos baldios as ruas com lixos e matos. Prefeito crie vergonha e use os nossos impostos um ITPU absudo para limpar a cidade festa pra que?? Limpe as ruas miserave!!!

  4. Jany disse:

    Boa tarde !
    Estive nesta praia a passeio e fiquei até c medo !
    Cachorros por todo lado, defecando na areia e fazendo xixi !
    Ouvi dizerem dessas ratazanas aí sim fiquei c mais receio do lugar !
    Nunca mais volta nessa cidade e qd me perguntam, conto td q vi e aconselho a não irem de forma alguma !
    Já visitei outras cidades e nunca vi tanta sujeira em um lugar só !

  5. Graça disse:

    O maior propagador de doenças, são as pessoas. Lixo, o que se acha que não é lixo, condicionamento do lixo local, dos hotéis e restaurantes. Em outras palavras, a educação básica que falta. A culpa não é do rato! A responsabilidae é um conjunto de atitudes que mostra muito mais que os ratos nas pedras.

  6. Roberto disse:

    O problema é major! Aqui em ponta negra está muito lixo também na ruas! No terrenos abandonado parece descarga! Os donos do terreno doveria limpar e fechar cintado! A escada que chega na praia de ponta negra perto onde está o cimitero é muito ruim! Sucha! Agora o rato na praia!!! Ave Maria!!! Mas claro que é a prefeitura que deve resolver tudos isso problema! Claro que depois os turistas e também estrangeiros voltam para outras cidades!!! Expero de explicar bem! Desculpa para o meu brasileiro!!!

  7. Josy disse:

    TBM vi rato entre as pedras.

  8. Márcio Vinício disse:

    Uma pena, um dos lugares mais belo que já conheci cadê o prefeito dessa cidade?

  9. Natal disse:

    Por isso que eu não vou para aí culpa do prefeito que não presta e não adianta festa ele não vai ganhar

  10. Ramilson Pereira Tito disse:

    Enquanto nosso governantes não mudarem o sistema de proteção semelhante que existe nos países baixos os das duas partes governo e ratos normais não deixarão Ponta negra

VALE 1 MINUTO DE SUA ATENÇÃO: Guarda-vidas dão sete dicas de segurança para curtir a praia no carnaval

FOTO: CBM/ASSECOM

Aproveitar o carnaval com segurança, procurando ficar perto dos guarda-vidas e sem abusos. Esses são os principais alertas dos bombeiros militares para os banhistas e veranistas que vão curtir o carnaval nas praias potiguares. Dessa forma, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte (CBMRN), através do Grupamento de Busca e Salvamento (GBS), tem reforçado o trabalho preventivo, por meio de orientações e advertências, a fim de evitar afogamentos e acidentes aquáticos.

O comandante do Grupamento de Busca e Salvamento (GBS), major João Eduardo, destacou que os afogamentos podem ser evitados com prevenção e atenção. “O primeiro passo é o banhista entender os riscos e conhecer o local de banho. É importante ele conversar com um guarda-vidas sobre a área mais apropriada. Para evitar acidentes e afogamentos não é recomendável nadar em locais próximos a pedras e estacas”, disse.

Antes de entrar na água, o banhista deve evitar o consumo de bebida alcoólica e de alimentos pesados, pois pode comprometer a coordenação motora e facilitar o afogamento. “Outra coisa importante é a questão da bebida alcoólica. Não se deve exagerar na bebida, pois o senso de perigo é alterado. Além disso, o banhista precisa ter muito cuidado na ingestão de alimentos pesados, porque pode causar um mal-estar seguido de afogamento”, alertou o major João Eduardo.

Com a alta temporada e a chegada do carnaval, os pais ou familiares devem ficar atentos com as crianças. “Enquanto patrulhamos, sempre orientamos os responsáveis e as crianças. Levamos orientações e advertências na tentativa de retirar os banhistas de locais perigosos. Com criança é atenção redobrada”, completou o atual comandante do Grupamento de Busca e Salvamento do CBMRN, major João Eduardo.

Durante todo ano o CBMRN promove ações educativas a fim de prevenir afogamentos. Destaque para a distribuição de pulseiras de identificação para crianças, onde se pode colocar o nome completo e o número de telefone do responsável para facilitar a localização em uma eventual perda.

Caso alguém presencie um afogamento ou acidente aquático, é só entrar em contato imediatamente com o Corpo de Bombeiros, através do 193. Não tentar socorrer de forma alguma a pessoa, pois somente os bombeiros têm a capacitação para o resgate.

Confira algumas medidas de prevenção:

– Certifique-se da profundidade da região em que deseja mergulhar;

– Evite ingerir bebidas alcoólicas e alimentos pesados antes de entrar na água;

– Nade longe de pedras;

– Tenha atenção com as crianças;

– Coloque a pulseira de identificação fornecida pelos guarda-vidas;

– Pergunte sempre ao guarda-vidas qual o local mais apropriado e seguro para o banho;

– Respeite as instruções dos guarda-vidas e as sinalizações de perigo na praia.

Acidente aquático na Praia de Ponta Negra no fim de semana teve atendimento do Corpo de Bombeiros

FOTO: CBM/ASSECOM

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte (CBMRN) atendeu uma ocorrência de acidente aquático na Praia de Ponta Negra, na tarde desse sábado (01).

O acidente envolveu um surfista que tomou um “caixote” (foi arremessado até a praia após bater de frente com uma onda) e sofreu um trauma na mão direita.

Os militares prestaram os primeiros socorros e em seguida encaminharam o jovem para o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel.

“Acessos precários” à praia de Ponta Negra são retirados, informa Prefeitura

Foto: Divulgação

Na manhã desta segunda-feira (27), a Prefeitura do Natal, por meio da Semov, Semurb e Guarda Municipal, retirou 36 acessos (escadas improvisadas feitas com sacos de areia) precários à praia de Ponta Negra.

Segundo Tomaz Neto, titular da Secretaria de Obras, as equipes retiraram o material para preservar a mobilidade e segurança dos usuários da praia, sem potiguares ou turistas.

Atualmente, a Prefeitura disponibiliza 13 escadas de acesso ao longo da praia e uma rampa para cadeirantes nas proximidades do Morro do Careca. Ela ainda informa que foram realizados “vários estudos”, que constataram que esse número de escadas e rampa é suficiente.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciana monteiro disse:

    Ponta negra , cartão postal e outras praias urbanas estão abandonadas e decadentes , sujas e com ratos .Poder público indiferente às necessidades da cidade e da população . O que fazer para sermos ouvidos e respeitados ?? A quem interessa o atraso , abandono e pobreza da cidade ????

  2. Goretti disse:

    É preciso pensar e desenvolver projetos novos para Ponta Negra. Uso de pedras e acessos improvisados são paliativos q custam recursos do município, mas q não resolvem, é como se estivéssemos em um 8 (oito), sobe, desce e problema permanece. A cidade precisa investir em Barreira de contenção com custo e benefícios comprovados, além de realizar também projeto q estruture todo saneamento do bairro.

  3. Hermann disse:

    Tudo tem que ser repensado em Ponta negra. Abandono total. Só agora após as reportagens e que estão tomando providências. Certo há o abandono. Próximo ao hotel que se diz de Pele, tem um acesso que todos os guardas corpos estão no chao e ninguém vê isso. Faz como e em João Pessoa. Bota de aço inox. Vergonha nossa orla.

  4. Ernestoliuma disse:

    As escadas ? Ta de brincadeira?
    Não tem comentário.
    Aliás so digo o seguinte
    Os capachos desse prefeito apagado pensam que são proprietários de Natal e esquecem que são servidores

  5. Teresa disse:

    Muito bom estudo este que ele arrumou. Apenas 1 escada para deficientes. Não queria ri deste estudo que ele mandou fazer. Kkkk é uma grande piada. O deficiente ter que andar a orla toda para só conseguir descer no Morro do Careca.

  6. Luciana Morais Gama disse:

    Ponta Negra é um abandono geral. Não temos limpeza, não temos organização, não temos segurança, não temos iluminação pública….. só temos um IPTU caríssimo.

  7. Rômulo© disse:

    Se foram improvisados 36 acessos a praia, isto é a prova maior de que os treze acessos oficiais, que também estão "precários", não são suficientes! Será que não tem vida inteligente na prefeitura?

Pesquisador da UFRJ seleciona praia em Macau para cultivo experimental de algas marinhas

Foto: Reprodução

O professor e pesquisador Mauroli Cabral, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), esteve, neste final de semana, no Rio Grande do Norte para definir o trecho de mar em que serão realizados os cultivos experimentais de algas marinhas e escolheu a praia de Diogo Lopes, no município de Macau.

O projeto para cultivo das chamadas macroalgas, da espécie Kappaphycus alvarezii, é pioneiro no Brasil e pode impulsionar a economia local. Os processos de industrialização de algas têm como principal objetivo a extração do ácido algínico ou alginatos em sais de sódio, potássio, cálcio, magnésio, entre outros, que são essenciais para o agronegócio em todo o mundo.

O professor Mauroli Cabral selecionou a praia de Diogo Lopes pelo fato dela reunir as condições favoráveis ao desenvolvimento e por ter o apoio da Prefeitura. “O cultivo de macroalgas e a profícua interação da algicutura com a agricultura e a pecuária no Rio Grande do Norte é importante para todos. Macau está apta tanto pelo apoio da gestão, quanto pelas condições naturais favoráveis”, contou.

O prefeito Túlio Lemos reafirmou o apoio da Prefeitura no projeto que vai funcionar em uma área de 10 hectares e que terá a participação da colônia de pescadores do município. “Nossa gestão está focada no desenvolvimento econômico e tenho acompanhado presencialmente todas as etapas para que esse projeto coloque Macau como referência mundial no cultivo de macroalgas, um produto tão importante para a economia mundial”, pontuou.

O secretário municipal de Agricultura e Pesca de Macau, professor Antônio Alberto Cortez, explicou os próximos passos para que o projeto seja implementado. “Escolhida a praia, vamos agora partir para: avaliação do grau de salinidade da água nos vários canais formados pelas ilhas de mangue, aferição das correntes marinhas vigentes na área, medição do índice de túrbidos da água nos diferentes canais e, por fim, a instalação do cultivo experimental de macroalgas nativas, em pontos estratégicos, para avaliar a taxa de crescimento”, detalhou.

CAOS NA PRAIA DE PONTA NEGRA – FOTOS: lixo, entulhos, postes enferrujados e cada vez mais populares que dormem no calçadão

  Fotos: cedidas ao Zap BG

Registro deprimente do estado de abandono e falta de fiscalização na praia de Ponta Negra, principal cartão postal de Natal, apresenta cenários em diversas esferas negativas, que não eram tão “escancarados” como há muito tempo. Postes enferrujados, caixas de energia sem tampa, cada vez mais entulhos, lixo acumulado.

Não bastasse a sujeira e falta de manutenção, entre algumas imagens em destaque, o registro de muitos populares – em sua maioria moradores de rua, dormindo por pontos do calçadão sem a menor proteção contra o frio e chuvas, ou qualquer sinal de assistência humanitária.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Flávio Rezende disse:

    Tenho feito a crônica quase diária de Ponta Negra, sempre focando aspectos positivos, por opção pessoal, mas está difícil mesmo diante de tanto abandono. Uma orla pequena que concentra quase a totalidade do turismo e do lazer do potiguar, tão abandonada. Enquanto isso autoridades do turismo viajam e viajam. Cada gasto desse dava para construir um acesso, consertar parte do calçadão etc e tal. Para gastos com pessoas tem grana, para investimento mais concreto, sobram promessas e discursos. Lamentável

  2. Ojuara disse:

    A sujeira é geral, aqui na rua Lago da Pedra, conj. Dos bancários, o pessoal sai pra passear com seus cachorrinhos e não levam o saquinho, o calçadão da rua é lotado de cocô. Não sei quem é o animal dos dois, os porcos dos donos ou os cachorros.

  3. Luciana Morais Gama disse:

    ÁLVARO DIAS é prefeito por imposição de HENRIQUE ALVES, primo de CARLOS EDUARDO ALVES, ou seja é o modus operandi dos ALVES. 2020 vamos eliminar de vez essa raça que nunca trabalhou.

  4. José aldomar disse:

    O negócio do prefeito eh demolir os reis magos porque lhe interessa claro

  5. lorenzo faggion disse:

    este e o respeito que o governo tem para todos os empresarios e os foncionariod que a anos trabalham para levantar a imagem de Ponta Negra pagando impostos absurdos, tarifas de energia maiores que na Europa …e o resultado e que varias estruturas fecharam as portas. Quando os partidos de esquerda governam a unica coisa que cresce sao OS POBRES. ,

    • Gustavo disse:

      Os comerciantes não fazem a sua parte. Não cuidam do lugar, nem de seus pontos de venda. A prefeitura deveria revogar a autorização daqueles que sujam o ambiente e não cuidam do asseio, aspecto visual e conservação de seus pontos de venda, bem como de quem não procede com a higiene exigida.

  6. Francisco de Assis Xavier disse:

    Caro Bruno, realmente Ponta Negra está um abandono, não se admite em pleno verão e alta estação, a situação é triste, andar pelo calçadão é só sujeira fedentina, mas não culpo somente o Prefeito e sim os secretários que responsáveis , Semsur, Sectur, Semov, que talvez nunca tenham andado naquele calçadão ou talvez só vá a Ponta Negra pra ver os shows agora no final do ano para puxar o saco do Prefeito

  7. Gustavo disse:

    Fui levar uma parente de outro estado lá e fiquei envergonhado. Quem esteve lá há alguns anos não reconhece. A degradação e decadencia preponderam sobre a paisagem. Ponta Negra está mal conservada, mal cuidada, suja, fedorenta e mal frenquentada. Cheiro de maconha intenso, tráfego intenso de motocicletas em plena calçada (quase fomos atropelados), sanitários mal cheirosos, quiosques sem higiene alguma, buracos, sujeira, ambulantes para todos os lados, enfim. Chegou a um ponto que não sei se terá salvação. uma pena.

  8. Vera disse:

    Chegando de viagem de Maragogi. Encantada com a limpeza e segurança. Minha Pousada portal de Maragogi nem.muro tinha. Ficava a 10 passos da praia. Não tinha flanelinha em nenhuma praia. Uma beleza!!!! Saiamos a noite pela praia com sonhei, celular, joias sem nenhuma preocupação. Uma cidade de pescadores e comércio pequenos. Então dizer que pobreza justifica ser sem educação e ladrão. Não cola!!!!

  9. Joca disse:

    Eudiane Macêdo vai resolver isso.

  10. Fernando disse:

    Enquadra esse vagabudos por vadiagem. A lei tá aí, mas ninguém mais aplica por causa do patrulhamento esquerdista e da lassidão geral.

  11. Fernando disse:

    Tem muito do efeito das 'janelas quebradas', a partir das pichações.
    O muro pichado dá impressão de sujeira, e já que tá sujo mesmo, o sujeito joga lixo, ninguém mais colabora e aumenta a sensação de abandono. Daí a lâmpada do poste queimada não é reposta, a escuridão e a sujeira atraem vagabundos, comércios fecham, viram 'banheiros', tudo se degrada num ciclo vicioso em que tudo isso se retroalimenta.

  12. Fernando disse:

    Tou pra receber uns conhecidos do Sul. Já os preparei para não nutrirem boas expectativas quanto à Natal. Tá dificil esconder o abandono.

  13. Almir Dionisio disse:

    Sinceramente sinto vergonha de apresentar Ponta Negra para pessoas que visitam Natal, isto é uma falta de administração grande, um descaso.
    Natal tá entregue as baratas – só maquiagem nos eventos para o refeito subir o ibope.
    Em plena alta estação a cidade se encontra com a orla urbana de fazer vergonha – sujeira, acessibilidade Zero, drogas e prostituição – isto é Natal senhores turistas. Fujam daqui,
    sim, ia esquecendo – cidade totalmente insegura

  14. Sílvio Sampaio disse:

    Chega de priorizar Ponta Negra. O atual prefeito está certíssimo em investir nas periferias e afins. Deixa PN para os hoteleiros e donos de pousadas. São eles que mais reclamam mas não contribuem com 1 centavo para a melhoria daquela área.

  15. Pop rock disse:

    O perigo é o natalence eleger esse prefeito tapa buraco.
    Até o morro estão amundiçando.

  16. Flavio disse:

    Sucessivos governos medíocres, acabaram com todas as praias de Natal. Ponta negra era o último reduto que ainda restava na cidade, porém agora é lixo só, além dos esgotos, traficantes e ladrões que se misturam aos "turistas". Uma pena, pois aí já foi considerado uma das praias mais belas e limpas do mundo.

  17. Francisco disse:

    Falta disciplinamento e normas pra quem frequenta o nosso cartão postal, 1o quem explora comercialmente o espaço público, deveria no mínimo ter obrigação da limpeza, da padronização e conservação da área ao seu redor como contrapartida pelo uso gratuito da área pública, isso seria uma regra sine qua non Pra ter o direito de explorar; 2o colocar fiscais ao longo da praia pra que seus frequentadores cumpram regras de limpeza, conservação e regramento de uso. Assim, tornaríamos espelho de um turismo sustentável, e a consequente consolidação de cidade turística. Sem isso, estaremos em cima de uma mina de ouro, sem ferramentas adequada pra explorá-la

  18. Zé priquito disse:

    Diante de tantos descasos na capital do sol, será que o natalense vai reeleger o caicoense? Que que a prefeitura lhe caiu no colo? Onde na cidade dele ele jamais se elegeria prefeito!

  19. JK disse:

    VERGONHA!
    Faz anos que não frequento mais PN. Um verdadeiro abandono do poder público, numa praia de maior referência turística, se encontrar nessa situação… Natal é uma pequena capital de grande potencial turístico, porém com um oceano de desinteresse da administração pública em elaborar melhorias para fomentar o turismo, gerar emprego e renda e, atrair o que deveria ter o ano todo. TURISTAS!

  20. Emmanoel do Nascimento Costa disse:

    Ainda bem que não filmam a praia do meio é do Forte é uma sujeira total.

Empresário recifense morre após comer ostras na praia de Boa Viagem

Foto: Reprodução / Pixabay

Um empresário recifense morreu dias após ingerir ostras na praia de Boa Viagem, Zona Sul de Recife. “Ele deve ter ingerido umas 17 ostras. No dia seguinte a gente se encontrou em uma confraternização, ele não quis comer nada, disse que estava muito mal”, afirma Silvio Amorim, presidente do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano e amigo da vítima. “Ele ainda foi atendido em uma clínica, mas não melhorou. Precisou ser internado dias depois. A bactéria que ele contraiu se espalhou pelo corpo. É muito violenta. Saiu pegando fígado, estômago… É muito triste o que aconteceu.”

A Secretaria de Saúde do Recife investiga, desde ontem, um caso de morte por infecção exógena, mas não confirma ligação com o empresário, que não teve o nome divulgado em respeito à família. Este tipo de contaminação tem origem externa ao organismo e pode ser causada por vírus presentes no ar ou por infecções locais. Alguns dos meios em que ela pode ser contraída são picadas de mosquitos, mordidas de animais e intoxicação alimentar. A vítima faleceu em um hospital de rede privada, na capital pernambucana.

“Toda primeira sexta-feira do mês ele saia com a esposa para a praia. Os dois ‘derrubavam’ um balde de ostra. Nesse dia ela estranhou o gosto da segunda ostra e não comeu mais, ele continuou. Acho que se ela continuasse estava morta também”, comenta um amigo próximo da família, que não quis se identificar.

De fato, quem escolhe comer ostras cruas está sujeito a vários riscos. In natura este tipo de alimento pode causar diarreias, febre, tremores e náuseas. Problemas como gastroenterite e infecção intestinal severa podem ser identificados em casos mais complicados. Elas também podem ser hospedeiras da Vibrio vulnificus, uma espécie de bactéria que vive em ambientes marinhos e é conhecida por “comer carne”, já que ela costuma se instalar em uma ferida e consumir o tecido ao seu redor até se espalhar rapidamente para o resto do corpo, o que mata cerca uma a cada sete pessoas infectadas.

“A ostra funciona como o filtro do mar, ela absorve todas as impurezas, mas o risco principal não é esse. Acontece que as ostras devem ser consumidas imediatamente após sair do ambiente marinho”, explica o médico infectologista Filipe Prohaska. “As únicas formas de conservar ostras após pesca são mantendo as mesmas em aquários com água salina ou congelando e, após descongelar, consumi-las de imediato. A partir do momento que ela sai destes ambientes a ostra morre e começa seu estado de putrefação.”

Na orla de Boa Viagem, este tipo de alimento é vendido – literalmente – aos baldes. Não é incomum encontrar ambulantes carregando ostras em isopores e vendendo-as com azeite e limão. “Além de não serem armazenadas em locais adequados, elas estão sendo comercializadas na beira da praia, submetidas ao calor de Recife, que não é pouco. Isso acelera o processo de apodrecimento”, explica o especialista. “Não é incomum que você conheça alguém que comeu ostras e teve uma diarreia, um mal-estar. Isso acontece nos casos mais leves. Casos mais severos de infecção podem levar a paralisia e até mesmo insuficiência respiratória. Por isso, todos devem ficar atentos ao consumir este tipo de alimento.”

Diário de Pernambuco

 

Após repercussão no BG, Caern explica “língua negra” na praia de Areia Preta

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte se manifestou, através das redes sociais, sobre o registro de lixos e resíduos destacado por este blog, sobre as lentes do internauta @deyvsonsantos.

“Essa situação não se trata de um extravasamento da rede de esgotos da Caern, que encontra-se funcionando normalmente na região. O problema ocorre na rede de drenagem de águas pluviais, que recebe lixo carreado pela água de chuva”, explicou.

Veja a repercussão do Blog em VÍDEOS: Poucos minutos de chuva e lixo e resíduos “abastecem” a praia de Areia Preta

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Barão disse:

    Resumo de Areia Preta: na praia um monte de pilantras batendo bola e fumando maconha. Os ricos presos dentro dos prédios, na escadaria malandros trocando idéia de como vai ser o próximo assalto, ao fundo as mansões de Mãe Luíza dando um toque de beleza à praia e abrigando as mais belas bocas de fumo. Enfim um paraíso na terra.

  2. Olimpio disse:

    O povo é mau educado joga lixo nas ruas quando vem à chuva dá nisso.
    Bem feito.

  3. Emmanoel do Nascimento Costa disse:

    Já cheguei a conclusão a sebosseira na orla dá ibope ao Prefeito e a Governadora do RN.Tirem suas conclusões

  4. JK disse:

    Dra CAERN! Isso explica mas não justifica. Isso é um crime ambiental somado a ineficiência do serviço prestado. Quem vai pagar por essa seboseira?

  5. José Medeiros do Nascimento disse:

    No meu interior lá no sertão do Seridó nós conhecemos esta preciosidade como MERDA LÍQUIDA

VÍDEOS: Poucos minutos de chuva e lixo e resíduos “abastecem” a praia de Areia Preta

Pouco mais de 10 minutos de chuvas na capital potiguar, e a praia de Areia Preta acabou “abastecida” na manhã desta quinta-feira(12) por uma grande quantidade de lixo e ainda resíduos – como provável esgoto clandestino.

Situação que ocorre há anos, sem sinais de estancamento, em uma das áreas mais valorizadas de Natal. Registros de @deyvsonsantos

Prefeitura de Parnamirim realiza ação na praia com portadores de necessidades especiais

Foto: Divulgação

O projeto Se Cuida Parnamirim, apoiado pela Prefeitura, realiza nesta sexta-feira (1) a ação inclusiva Praia Acessível em Pirangi do Norte. O evento é em parceria com o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD), Sociedade Amigos do Deficiente Físico (SADEF) e empresas privadas.

De acordo com o Ângelo Santos, idealizador do “Se Cuida Parnamirim”, o objetivo da ação é mostrar que o município também é uma cidade inclusiva: “Dentre todas as cidades do Estado, apenas Natal tem essa ação, e por que Parnamirim com um litoral tão bonito não poderia ter um trabalho desse? É um desejo do prefeito e acredito que esta ação vai impactar muitas vidas. Além do benefício para a saúde, a intenção também é aproximar a Prefeitura desse público e fazer com que tenham acessibilidade e reconhecimento”, falou.

O evento conta com diversas ações que envolvem inclusão, acessibilidade e muita diversão para as pessoas com deficiência e voluntários. Entre as atividades estão os exercícios físicos, banho de mar com “stand-up paddle” adaptado aos cadeirantes e dança.

É a primeira vez do Praia Acessível em Parnamirim e a intenção é que a ação aconteça mensalmente. Ainda segundo Ângelo Santos, estarão envolvidos cerca de 40 profissionais da saúde. “Através de parcerias, vamos contar com fisioterapeutas, educadores físicos, enfermeiros e cuidadores. Inclusive, eles passarão por um treinamento para saber como atender melhor as pessoas com deficiência”, disse.

Pensando na comodidade dos participantes, dois ônibus, e um micro-ônibus adaptado, serão disponibilizados para as pessoas se locomoverem até a Praia de Pirangi do Norte. A concentração acontece no Parque Aluízio Alves, localizado na Cohabinal, com saída marcada para as 7h.

Ao todo 100 pessoas com deficiência poderão participar da ação em Parnamirim. Para mais informações sobre as inscrições, o público pode procurar o Professor do “Se Cuida”, Ângelo Santos no Gabinete Civil do Centro Administrativo, localizado na Avenida Castor Vieira Régis, Cohabinal, ou ligar para a Casa do Conselho, no telefone (84) 3645-4515.

FOTOS: Bandidos realizam arrastão em ônibus em acesso de praia na BR-101 norte em plena manhã desta segunda

Fotos: Cedidas/Redes Sociais

Bandidos promoveram momentos de terror na manhã desta segunda-feira(14) na BR-101 norte, contra motoristas e passageiros de veículos que seguiam em direção a praia de Macacajaú.

Conforme registro de uma das vítimas, bandidos com armas de grosso calibre realizaram assaltos, inclusive, contra um ônibus que seguia para a praia do litoral norte potiguar.

Na ação criminosa em destaque, os marginais com balaclavas – (escondendo seus rostos) – abordaram as vítimas na rotatória que dá acesso a praia. Na ocasião, levaram pertences de todos os passageiros. Logo após, empreenderam fuga em um picape de cor branca. Informações dão conta de pelo menos três bandidos envolvidos.

Os bandidos, inclusive, podem ter tido apoio, pois teriam abandonado a picape e fugido em um veículo Sandero. As polícias rodoviária e militar foram acionadas, mas até o momento nenhum suspeito foi preso.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    O que parecia impossível tende a se concretizar nesta malograda gestão da silvícola Fatão GD: a falência do turismo na taba de Poti. Por uma razão muito simples: não há notícia de lugar nenhum do mundo que tenha se consolidado como destino turístico sem oferecer contrapartidas básicas como segurança pública eficiente (e não apenas a sensação desta, quando muito), estradas sinalizadas e bem conservadas, agenda cultural efetiva (e não só de entretenimento superficial), rede hospitalar e ambulatorial pública que não esteja caindo aos pedaços, enfim, um difuso receptivo constituído por gente minimamente educada e solícita com as mais variadas demandas dos visitantes. O RN não oferece nada disso; apenas sol, mar e exploração deliberada ao bolso do turista. O "marinheiro de primeira viagem" que vem à Cidade dos Reis geralmente sai daqui muito decepcionado.

  2. Joao Silva disse:

    Os bandidos fugiram num Sandero? Cara, eu tenho um veículo deste modelo e no último Sábado( 12/10/2019 ), meu carro teve as placas furtadas. Fiz o B.O no próprio dia e estou resolvendo junto ao Detran, nas formas cabíveis.

  3. Roberto disse:

    Eu turista. Não volto nunca mais. Independente de governo.PRF. Triste situação do nosso estado.

  4. Roberto disse:

    E tem PRF no RN? Ou apenas postos nas estradas para ficar melhor para eventuais agentes que lá estejam ficarem lendo?

  5. Luciana Morais Gama disse:

    Esse governo de Fátima Gópi tá pior do que a gente imaginava.

    • Dilermando disse:

      Policiamento em rodovia federal é jurisdição da PRF.

    • Acorda Brasil disse:

      Dilermando, seu gênio, eles devem reunir a quadrilha e planejar numa cabana no canteiro de uma BR – tenha dó meu amigo. Estamos falando em inteligência, prevenção, antecipação. De que isso é culpa do sucateamento da Civil que vem de muito tempo, e se agrava com esse governo do PT.

    • Rômulo© disse:

      Pois é, Dilermando! Cadê a PRF do Bozo?

    • Brasil Acima de Todos disse:

      Pois é Romulo, como anda Curió e o PCC que apoiam o PT?

    • joaozinho da escola disse:

      Governo Petista é assim… vai culpar a PRF pq BR é da uniao e os marginais moram no territorio da BR (outro país).. mas a responsabilidade é do Estado do RN por essa insegurança toda. Enquanto isso, fora do NE, os indices de assassinato caem e nao culpam irresponsavelmente o governo federal… Se estamos assim ha anos.. a culpa é do modelo pplantado de segurança publica dos ultimos governos (petistas). 67 mil mortes ano passado. Esse ano vai cair pra 44 mil a previsao. Petista so abre a boca pra defender bandido preso.

  6. Thiago disse:

    Cadê a PRF, não é a melhor? Só tem a Polícia civil mesmo!

    • JBBatista. disse:

      aAPRF só aparece quando tem corrida,manifestação de estudante e chegada de autoridades é muito investimento para pouca coisa.

TRISTEZA: Container do projeto Praia Inclusiva é arrombado em Ponta Negra

Há pouco mais de dois anos, o final da Avenida Erivan França, na Praia de Ponta Negra, virou ponto de encontro para as pessoas com algum tipo de deficiência. É lá que acontece todos os sábados e domingos o projeto Praia Inclusiva, iniciativa da Sadef – Sociedade Amigos do Deficiente Físico do RN.

Cerca de 50 pessoas são beneficiadas a cada edição do projeto. Voluntários oferecem, além do banho de mar assistido, atividades esportivas como futebol para amputados, vôlei sentado, passeios de caiaque e stand-up.

O material usado nas atividades era guardado num container instalado na Avenida Erivan França, com autorização da prefeitura. Container que foi arrombado nessa madrugada. “Ninguém viu o que aconteceu. Chegamos para realizar mais uma edição no sábado e vimos tudo aberto. Levaram parte do material esportivo e o que não foi levado, ficou completamente bagunçado”, lamenta Tércio Tinoco, presidente da Sadef.

Parte do container já foi consertada pela associação. “Reforçamos um lado e faremos a mesma coisa no outro. Vamos gastar um dinheiro que não estava previsto no orçamento e que vai fazer falta em outras atividades da Sadef. É uma pena que não respeitem nem um projeto social, que beneficie tanta gente. Não ganhamos nada com ele e ainda ficamos com o prejuízo”, diz Tércio.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ade pessoa disse:

    Infectado geral,esse governo fatao

  2. Lutemberg disse:

    O RN está infestado de ladrões, é uma coisa absurda. Em outros estados essa praga também existe, mas aqui, proporcionalmente ao numero de habitantes, parece que eles encontraram o habitat propicio para se multiplicar e agir. É assalto e furto a todo instante.

  3. lulapreso disse:

    Alguém que faz isso, pode ser considerado um ser humano? Chega a ser inacreditável as coisas que acontecem hoje em nossa cidade!

  4. alex_dubeux disse:

    Uma covardia com os deficientes !!!
    Tem que ter um castigo grande para estes marginais .

Segunda vítima de acidente de buggy na praia de Santa Rita, na Grande Natal, tem morte confirmada

 Foto: Redes sociais

O portal G1-RN destaca nesta terça-feira(11) que morreu mais uma mulher que estava no buggy que bateu em um pacote sem identificação na praia de Santa Rita, em Extremoz, na Grande Natal.  A vítima, Janaína Fonseca, de 42 anos, estava internada desde o sábado (8) e teve a morte confirmada.

No acidente, o motorista do veículo teve ferimentos leves e um outro passageiro permanece internado na UTI. Núbia Almeida, de 40 anos, morreu no local do acidente, na praia. Veja mais aqui

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Emmanoel do Nascimento Costa disse:

    Transporte de passageiros sem a minima seguranca a verdade .

  2. Nelson Araújo disse:

    Nunca se revela o que tem nesses pacotes ?
    são vários que surgiram nas nossas praias e ninguém revela nada ?
    Que mistério é esse ???

    • Malíria disse:

      Devem estar relacionados com o envio de cocaína nos pacotes de frutas dentro dos navios. Trocam talvez em alto mar

    • Rômulo disse:

      São cubos de borracha prensada. Não tem nada dentro. E se tiver curiosidade, vá a praia e tente abrir um. São muito fáceis de achar!

Com recursos do Senado, parlamentares programam réveillon, praia e formatura da filha em destinos turísticos

Fotomontagem / Divulgação/Senado e Infoglobo

Dados do sistema de prestação de contas do Senado revelam que parlamentares da Casa utilizaram a verba indenizatória de gabinete para comprar passagens aéreas em períodos de feriado prolongado. Os destinos, em quase todas as viagens, foram capitais com praias badaladas no Sul e no Nordeste.

Ao analisar a evolução de gastos dos senadores, O GLOBO descobriu que a senadora Lúcia Vânia (PSB-GO), que não se reelegeu e está de saída do Congresso, comprou com recursos do Senado passagens para passar o réveillon em Maceió (AL). Os bilhetes de ida, em 21 dezembro, e de volta, no 1º dia do ano que vem, custaram R$ 3,6 mil, e foram emitidos pelo gabinete há mais de um mês, em 8 de novembro. Ao ser questionada nesta terça-feira, a assessoria da parlamentar admitiu o uso da verba, mas alegou que o gasto foi pendurado na conta do Senado por um erro da assessoria, que seria desfeito.

“As passagens para Maceió foram lançadas de forma equivocada na verba indenizatória. Como foram adquiridas no dia 08/11, o responsável pela prestação de contas inseriu no rol das verbas indenizatórias. A senadora Lúcia Vânia, ao ser informada do lançamento, ordenou a retirada do valor da prestação de contas”, informou a assessoria.

Romário em Florianópolis

Na semana seguinte ao primeiro turno das eleições, em que ficou em quarto lugar na disputa pelo governo do Rio, o senador Romário (PODE-RJ) passou o feriado de 12 de outubro em Florianópolis. As passagens, compradas com dinheiro público, custaram R$ 3,9 mil. Romário deixou Brasília em 11 de outubro rumo à ilha catarinense. No dia 14, ele voou de Florianópolis para o Rio de Janeiro, onde mora. Na volta ao estado fluminense, Romário foi acompanhado pelo servidor comissionado Fábio dos Prazeres Pinto, com passagem no valor de R$ 1,6 mil. Em resposta aos questionamentos da reportagem, a assessoria do senador Romário afirmou que, como ele “participou de eventos de promoção do esporte na capital catarinense”, o gasto se justifica:

“Sua imagem pública frequentemente o leva a participar de eventos e atividades de promoção do esporte, tanto amador quanto profissional, por todo o Brasil. Muitas vezes não são eventos classificados como ‘oficiais’, mas que têm um impacto significativo em suas comunidades. Reuniões com representantes das categorias e autoridades, como secretários de esporte, não precisam ocorrer em escritórios fechados, nem esta é a característica do mandato do senador. Este foi o caso da viagem citada pela reportagem”, respondeu por nota, sem citar o nome do evento que o senador teria participado ou as autoridades e representantes das categorias esportivas que teria visitado.

Nas redes sociais oficiais listadas no site do parlamentar, não foi feita nenhuma postagem sobre agenda de Romário em Santa Catarina durante os quatro dias em que esteve em solo catarinense. Entre publicações institucionais das pautas que defende no mandato, Romário postou uma foto acompanhado de amigos com a legenda “Suave na nave…kkk” o Instagram em 13 de outubro, um dia antes de voltar ao Rio.

Formatura

Os senadores João Alberto Souza (MDB-MA) e Lasier Martins (PSD-RS) viajaram num feriado com o mesmo itinerário. A dupla deixou Brasília no dia da Proclamação da República, 15 de novembro, rumo ao Rio de Janeiro. A volta de ambos foi no domingo, 18 de novembro. No dia seguinte ao desembarque em Brasília, João Alberto Souza apresentou duas notas de hospedagem no Windsor Hotel ao custo de R$ 2,8 mil reais.

João Alberto Souza não retornou ao contato da reportagem. Já o senador Lasier Martins confirmou, via assessoria, que viajou ao Rio de Janeiro, com os custos pagos pelo Senado, para participar de um compromisso exclusivamente familiar. Ele foi acompanhar a formatura da filha, que mora no Rio. O senador esclareceu ainda que a emissão do bilhete só foi feita depois de consulta ao setor responsável ligado à Mesa Diretora da Casa.

“O senador ressalta ainda que não chega a usar 20% do valor da cota para passagens aéreas a que tem direito. Considerando que é permitido a cada senador até cinco viagens mensais, Lasier Martins jamais fez mais de quatro em um só mês”, disse a assessoria.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dilmanta disse:

    Em uma conhecida república, quem faz uma coisa dessas só faz uma única vez…. ao voltar, tem que pedir desculpas em público, pagar de seu bolso o gasto que fez e no dia seguinte é fuzilado com uma única bala, bala esta que é cobrada da família…. desonra traz a pena capital…. por que não fazem isso aqui no Brasil???

  2. carlos cunha disse:

    Pior do que o custo e a natureza das despesas, são as justificativas desses Senadores (?), que foram aposentados pelo povo brasileiro. Lixo puro

  3. Valdemir disse:

    Falta freio pra esses poderes, tem que rebaixa-los, como estão, inviabiliza o Brasil. Tem que tirar essas prerrogativa de autobenefícios Ou benefícios cruzados.

    • João Maria Lima Da Silva disse:

      O problema é o polvo assisti tudo calado ninguém vai às ruas ficam reclamando pelos botequins do Brasil e ainda fazendo piada da própria desgraça enquanto tomam aquela cerveja geladinha que inclusive com impostos altíssimos embutidos nela realmente o polvo tem os políticos que merecem f…….

Casa em Muriu é alvo de arrastão

Na noite desta quinta-feira (14) mais uma casa do litoral potiguar foi alvo de arrastão. Dessa vez o crime aconteceu na praia de Muriu.

De acordo com informações repassadas ao blog, três homens armados invadiram a casa, renderam as pessoas que lá estavam e iniciaram o arrastão. Todos os pertences foram levados das vítimas durante a ação dos bandidos.

As vítimas procuraram a polícia na delegacia e já identificaram um dos criminosos. A polícia está em diligências a procura dos suspeitos.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. robert disse:

    para a segurança publica ter alguma mudança e preciso ter coragem de mexer na estrutura, fazer maquilagem e pedir para chorar o leite derramado…….

    o Estado que tem o menor efetivo proporcionalmente e SP e ja possui mais de 100.000 POLICIAIS….

    colocar a falta de segurança no simples motivo de falta de efetivo e muita incompetência…..

    no interior de SP temos cidades com mais de 1.000.000 de habitantes e apenas um BATALHÃO da PM e o índice de crime e baixo, no rio grande do Norte Mossoró tem dois BATALHÕES e o índice de crime e altíssimo.

    para fazer SEGURANÇA PUBLICA não existe segredo, nem formula magica. veja os resultados dos Estados RS, SC ,SP, PB,RO,AC, AL,MG,PR.., que fazem o trivial e tem bons resultados.

    Secretario de segurança não pode ser PC, PM ou BM pelo motivo obvio de ser passional……

    bandido tem que temer a policia…..

    delegacias tem que funcionar 24h todos os dias da semana, boletins de ocorrência, TCO, IP tem que ser digital em um sistema de informatica interligado aos tribunais de justiça para facilitar o acompanhamento dos procedimentos POLICIAIS.

    apenas nas sedes COMARCAS de comarca devem existir delegacias nas demais cidades apenas POLICIA OSTENSIVA (PM) o motivo obvio e a economicidade de meios e a demanda do judiciário se não e comarca não tem como processar.

    posso passar o dia todo elencando soluções que não tem custo e racionalizam as acoes de segurança publica, pelo simples motivo de ter mais de 30 anos de vivencia na segurança publica e de acompanhar os resultados em todos o pais.

    coisas muito simples pode ser operacionalizada, existem colegiado para tudo no Estado, ate para coisas sem importância para o clamor publico, um colegiado técnico formado apenas por servidores da segurança publica, MP e judiciário podem trazer soluções sem politicagem e empirismo.

  2. Ângelo Júnior disse:

    O problema não é a redução do números quanto a homicídios, os chamados CVLI, poderia até ser maior caso fosse somente com bandidos, porém, a nossa preocupação é o numero de mortes quanto a pessoas de bem, onde qualquer cidadão de bem pode ser a vítima e, não só os homicídios, mais também os roubos de toda espécie, arrastões e estupros etc. Tudo isso, vem causando pânico na sociedade, onde já não mais se pode sentar nas calçadas pra conversar, temos que andar desconfiado achando que algo vai acontecer e , finalizando as constantes fugas de presídio faz aumentar a nossa preocupação, haja vista, que vai aumentar o trabalho da polícia na captura, onde esta, já não dá conta dos que estão soltos.

  3. Luciana Morais Gama disse:

    O Rio G do Norte ficou 20 anos parado esperando o AEROPORTO DE SÃO GONÇALO, brilhante idéia do então Governador GARIBALDI ALVES, e agora estamos colhendo os frutos dessa paradeira, ausência de investimentos em tudo, inclusive em SEGURANÇA PÚBLICA.

  4. José Avelino disse:

    Com exceção do governo de Garibaldi, Robson participou de todos governos nos últimos 30 anos, de Zé Agripino, de Vilma era uma espécie de primeiro ministro, de Rosalba era vice, então ele também é responsável por tudo que acontece no estado, não é inocente não, é cúmplice de todos esta desordem atual.

  5. Edinaldo disse:

    Quem vive de passado e Museu. Governo novo gestão nova isso nos interessa

  6. Carvalho disse:

    Vale lembrar também que o governador não tomou nenhuma medida séria e efetiva para cortar gastos desnecessários e para garantir mais recursos na área da segurança.
    Comprar uns carrinhos não é o suficiente.

  7. Potiguar disse:

    Vale lembrar que este descalabro na segurança pública do RN também é resultado de DÉCADAS de desleixo e falta de atenção com a coisa pública, não é algo que começou ontem.
    Mas nunca é tarde para se buscar uma melhora, vamos continuar cobrando.

  8. José Avelino disse:

    Olha o governador da segurança aí gente !!
    Imagina se a segurança não fosse a prioridade deste governo, más as estatística vão mostrar redução na criminalidade..
    Acreditem !!