Geral

Projeto que prevê aumento da faixa de areia da praia de Ponta Negra deve ser licitado em 2022

 Foto: Cedida/Prefeitura de Natal

O que já foi uma extensa faixa de areia agora é uma área espremida entre o mar e um calçadão, tomada por guarda-sóis. Na maré alta, a areia some e as ondas batem nas pedras do enrocamento que protege o passeio público na praia de Ponta Negra, em Natal. A Prefeitura da capital potiguar tem um projeto de engorda — um alargamento da faixa de areia — da praia de Ponta Negra, mas a previsão atual é de que a licitação dessa obra específica só ocorra no início de 2022.

O principal argumento da prefeitura para as obras de alargamento é recuperar o potencial turístico de sua praia mais famosa, inspirada em projetos como o realizado em Balneário Camboriú. Segundo o secretário de Obras do município, o alargamento da faixa de areia é a segunda etapa do plano de recuperação da praia de Ponta Negra. Antes dele, o município precisará terminar o enrocamento, que é uma proteção feita de pedras, entre a praia e o calçadão.

Atualmente, há dois quilômetros de proteção, que foram instalados de forma emergencial em 2014. Mas faltam outros dois quilômetros, até as proximidades do hotel Sehrs, na Via Costeira.

Todos os detalhes podem ser conferidos em reportagem completa AQUI do G1-RN.

Opinião dos leitores

  1. Nunca sairá do papel, ano que vem tem eleições e será bandeira de alguns candidatos.
    Até hoje, a população espera o shopping do Alecrim, a retirada dos camelôs e a Praça.

  2. meu Deus, vão acabar mais ainda com a praia… aquelas pedras tornaram a praia um paraíso para os ratos e o terror pra quem tem problemas de mobilidade.

  3. Precisa de mais espaço para acomodar os frequentadores daquela pocilga, que hoje se resume basicamente a maloqueiros, bêbados e ladrões. Ah, tem os ratos também, que terão mais espaço para brincarem!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEO – Praia de Ponta Negra: Não bastassem preços estratosféricos em barracas, banhista que alugou ‘espaço’ se revolta com bronca de comerciante ao comprar tira gosto de vendedora ambulante

Alvo de reclamações constantes, as barracas na Praia de Ponta Negra, na Zona Sul de Natal, segue desagradando turistas e moradores com seus preços muito além da média, sejam bebidas ou seus petiscos. De porções mínimas de batatinhas a R$35,00 a pratos entre R$ 100 e R$ 250,00, os valores, definitivamente, saíram de controle.

Não bastasse o cenário que vem espantando o turismo local, uma turista desabafou nas redes sociais com o tratamento de um serviço prestado na praia. Após alugar a barraca e cadeiras por R$ 20,00 para ficar com a sua mãe a crianças, e consumir bebidas, enquanto curtia a paisagem indiscutível da praia e o seu banho de mar, acabou advertida pelo comerciante ‘responsável pelo espaço’ ao comprar filezinho de peixe com uma mulher que passava pelas barracas oferecendo o seu petisco.

“Cara quis crescer para cima da gente. Aqui está todo mundo trabalhando. Existe muito trabalhador que depende disso. E a gente comprou um tira gosto com outra mulher, e não significa que a gente não possa comer a comida dele. Mas, não. Não vamos mais ficar aqui. Muito mal educado, discutiu com a minha mãe. Então não venha aqui”, desabafou a cliente.

Vídeo cedido abaixo:

Opinião dos leitores

  1. toda razão, fui a João Pessoa e é totalmente difrente, sendo aqui tão próximo. Quiosques que parecem restaurantes, com estrutura, pessoal edicado, comida boa e preço justo. Fora que Ponta Negra não tem onde estacionar, você é multado em todo lugar que estacionar.

  2. Ano passado levei um parente de outro estado para Ponta Negra. Eu fiquei envergonhado. Não levo mais ninguém lá.

  3. Um almoço em restaurante conhecido é melhor e mais barato. Um absurdo deixarem isso acontecer. Essa região já era. Essa praia já foi, está entregue à desorganização, à sujeira, aos ladrões e aos degradados. No mínimo, além de uma boa reurbanização e paisagismo e reforma dos equipamentos, a Prefeitura deveria caças as licenças desses escroques que abusam de turistas e banhistas.

  4. Isso sem falar na máfia de flanelinhas guardadores de carros, não fazem nada e vem colocar preço no estacionamento público.

  5. Essa exploração absurda está matando o turismo de Natal, estão favelizando P Negra transformando em uma feira livre. A Prefeitura precisava credenciar os ambulantes das prais, fornecer crachás de identificação e estipular um código de conduta. Os ambulantes deveriam atuar sob a forma de associação ou cooperativa, essa associação poderia ser responsável pela manutenção dos banheiros e pela disciplina dos ambulantes. Deveria ser estipulado um número de ambulantes por dia, com rodízio se necessário fosse.

  6. Embora a razão estivesse com o comerciante, nada melhor do que gentileza, e vontade de bem tratar o cliente… afinal, cliente insatisfeito não volta. Era interessante colocar um aviso nas mesas, orientando para não comprar das pessoas que passam vendendo na orla. Mas impor, como obrigação, aí já é demais! Natal está muito distante do serviço prestado pelo pessoal que vive do turismo em cidades como Fortaleza, João Pessoa e Recife. Tem que correr atrás, porque vamos ficar cada vez mais distantes. Cidade linda, mas extremamente insegura, com preços abusivos, e péssimo atendimento ao turista.

    1. Não concordo que a razão está com ele,aja visto que ele alugou a mesa e o guarda sol ,se alugou deixa livre para pessoa comprar de quem quiser, quem trabalha como bar ,restaurante, quiosque ou similares tem que oferecer espaço para consumo de seu produto sem custos extras, nesse caso tá explicado que foi cobrado a locação do conjunto, assim sendo o comerciante está muito errado em pedir exclusividade.

    2. Se o barraqueiro cobrou pelo uso da barraca, ele não tem direito algum de exigir consumação afinal ele já está sendo remunerado pela prestação do serviço.

  7. Esse mesmo cidadão mandou que eu me retirasse da Praia,só que comigo ele ouviu o que tinha que ouvir,hoje eu tenho trauma de ir a ponta negra,faltou pouco pra irmos as vias de fatos,mais graças a Deus não aconteceu nada só a raiva mesmo.

  8. Já passaram ao lado de uma barraca na praia do forte? Domingo fui lá e a situação está feia, não tenho coragem de levar alguém de fora para nossas praias de natal

    1. Moro em.Natal e nunca mais me sento nem consumo nessas barracas, além de sujas os.caras cozinham não sei lá onde, a comida.demora uma hora pra chegar, chega fria e ainda me cobraram 14 reais em.uma coca.cola que custa 3.00 absurdo total. Na hora de pagar ainda tive que ir a um caixa eletrônico sacar dinheiro porquê a maquineta de cartão não funcionava. Enfim, constrangimento total. Não volto jamais.

  9. Sinceramente espero que na orla de ponta negra só restem os ratos,90% dos comerciantes e/ ou permissionários que estão ali exploram covardemente os que frequentam a praia, são relatos antigos há mais de 15 anos isto acontece ali sem controle, os turistas fogem e a polução idem, a fama que se espalha por causa deles é que no estado somos todos exploradores, afastam e dificultam a venda do estado como produto turístico , causando um enorme estrago num setor que teria tudo para gerar mais emprego e renda, lamentável o que fazem.

  10. A falta de educação, preços abusivos, calçadões sujos e falta de segurança, espantam quem vem a Natal.

  11. ( Bronca ou aviso )
    Sei que cliente tem sempre razão mais xingar como ela fez aí não concordo, teve sorte do comerciante não ter chamado a polícia.

  12. Manda esse pessoal fazer um estágio com João Pessoa. Atendimento show e preços acessíveis. Despesa que aqui chegaria a 300 reais, lá vc paga a metade do preço e o proprietário ainda manda a saideira por conta da casa. Quando questionado se o Valor era aquele mesmo, ele disse: tá caro? Expliquei que em Natal aquilo seria o dobro.

  13. É por essas e outro que estando de férias vou pra João Pessoa, há 140 quilômetros daqui e mesmo assim gasto menos do que se eu fosse para as praias daqui , não conheço as outras mas as orlas de João Pessoa, Fortaleza e Recife dão um banho nas orlas daqui ,em atendimento e em preço, foi com essa mentalidade de ponta negra que Genipabu não evoluiu , ainda sobrevive dos passeios de bugre e dos dromedário , mas as barracas penan pra vender ,esse vai ser o fim de ponta negra, atendendo mau , explorarando nós preço e fazendo tipo cartel entre os barraqueiros , um absurdo aquela praia , infelizmente.

    1. Ainda tenho fé que entre um prefeito para resolver para resolver o problema da orla urbana de Natal.

    2. toda razão, fui a João Pessoa e é totalmente difrente, sendo aqui tão próximo. Quiosques que parecem restaurantes, com estrutura, pessoal edicado, comida boa e preço justo. Fora que Ponta Negra não tem onde estacionar, você é multado em todo lugar que estacionar.

  14. O RETRATO DO TURISMO EM NATAL , FALTA DE EDUCAÇÃO , PREÇOS ABUSIVOS, EXPLORAÇÃO TOTAL ! TUDO ISTO ESPANTA O TURISTA SEM FALAR QUE EM PONTA NEGRA NEM SE PODE ANDAR NA CALÇADA TRANQUILO SEM SER ABORDADO POR PESSOAS OFERECENDO ALGO

  15. Por essas e outras que não ponho meus pés em Ponta Negra, o serviço sempre péssimo, preços nas alturas, melhor ir a restaurantes distante da orla, ser bem atendido, comer e beber bem e pagar preço justo, e isso nada tem a haver com pandemia não, o serviço sempre ruim, e os preços bem altos. não recomendo a nenhum amigo ou familiar uma ida a Ponta Negra

  16. Parabéns aos nossos governantes (em especial o atual PREFEITO) que estão deixando Ponta Negra, o principal cartão postal de Natal e do RN chegar a esse ponto de bagunça, desorganização, sujeira e ainda pra piorar com permissionários tratando mal o turista… Se o turismo cair em Natal ou no Estado, o governo e a prefeitura vão viver de quê? Só de esmolas do governo federal? Como vai ficar os milhares de empregos gerados direta e indiretamente pelo turismo? E a noite essa bagunça piora muito viu! Ponta Negra e TODA a orla de Natal virou uma terra de ninguém e daqui a pouco só drogados e marginais vão frequentar…

    1. Seu comentário foi só para falar mal dos governantes e nada de falar sobre o q aconteceu de fato, tudo isso foi culpa do dono da barraca que se acha no direito de ser exclusivo só porque vendeu a as cadeiras.

    2. Nildo, releia a parte que eu escrevi: ainda pra piorar com permissionários tratando mal o turista… O direito de usar o espaço público ali na praia é concedido pela prefeitura por meio de permissão de uso (talvez concessão), então o “dono da barraca” pode ser chamado de permissionário. E sim, o governo do Estado e a prefeitura são responsáveis pela deterioração de nosso maior cartão postal… Esse problema vem piorando a cada ano e o nosso turismo vai perdendo espaço para cidades próximas a nós que mesmo não tendo as mesmas belezas naturais, são muito mais organizadas, como João Pessoa, por exemplo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Surfista espanhol morre após ser engolido por onda em praia no México

Foto: Federação Espanhola de Surf

O surfista espanhol Oscar Serra morreu este sábado na cidade de Puerto Escondido, no México, depois de ter tentado surfar uma onda de mais de dois metros. O atleta, segundo relatam várias testemunhas, terá sido colhido, antes de cair de forma desamparada na areia, não resistindo ao impacto.

A cidade, conhecida pelo seu mar perigoso, já tinha sido o ‘último destino’ de outro surfista californiano, Noel Robinson, falecido em 2010 depois de também ter decidido ‘desafiar’ as ondas mexicanas.

A Federação Espanhola de Surf já desejou as condolências à família e amigos do atleta.

Record – Portugal

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Força-tarefa busca surfista adolescente desaparecido em praia de Natal

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte (CBMRN) retomou por volta das 8h30 desta quarta-feira (14) as buscas pelo adolescente de 14 anos que desapareceu enquanto surfava na praia de Miami, em Areia Preta, na zona leste de Natal.

Mesmo com o tempo fechado nesta quarta-feira(14), a operação conta com a participação de 32 pessoas, entre guarda-vidas e militares, além da utilização do helicóptero Potiguar I, que faz acompanhamento aéreo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

FOTO: Surfista mirim desaparece na praia de Miami, em Areia Preta

Foto: Cedida

Um surfista mirim desapareceu na tarde desta terça-feira(13) na praia de Miami, no bairro de Areia Preta, na Zona Leste de Natal. A assessoria do Corpo de Bombeiros confirmou que a criança se chama Gabriel e tem 14 anos.

Diversos mergulhadores do Corpo de Bombeiros foram enviados ao local, mas até o momento as buscas não tiveram êxito.

Segundo informações preliminares, a prancha do menor foi encontrada. As buscas no mar continuam. O helicóptero Potiguar I também sobrevoa o local.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Homem é executado com 15 tiros durante partida de futebol na praia de Muriú, no litoral norte potiguar

O Portal BO destaca nesta quinta-feira(22) a execução de um homem de 25 anos, na noite dessa quarta-feira (21), por volta das 19h, durante uma partida de futebol, na praia de Muriú, no litoral Norte potiguar. De acordo com a reportagem, a vítima foi surpreendida por homens que chegaram encapuzados em veículo de cor branca.

Segundo a Polícia Militar, cerca de 15 pessoas estavam no local quando aconteceu o atentado. Na ocorrência, ignoraram a presença de testemunhas e atiraram 15 vezes no homem com uma pistola e em seguida efetuaram um disparo de espingarda calibre 12 no rosto da vítima.  Na ocasiãi, uma pessoa também foi atingida pelos tiros, mas foi socorrida.

A motivação do crime ainda é desconhecida. O caso será investigado pela delegacia de Ceará-Mirim.

Texto na íntegra com foto aqui.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

CGU pontua trabalhos e diz que Bolsonaro não estava de férias em praia e que gasto de R$ 2,3 milhões não representam irregularidades

Foto: Ailton de Freitas/Agência O Globo

O ministro-chefe da Controladoria Geral da União (CGU), Wagner Rosário, afirmou nesta terça- feira que o presidente Jair Bolsonaro gastou 2,3 milhões “fora do local costumeiro” e não estava de férias entre 18 de dezembro e 5 de janeiro quando viajou para São Paulo e Santa Catarina. O ministro prestou esclarecimentos sobre a viagem de fim de ano na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados.

Rosário justificou que Bolsonaro não passou o comando do país ao vice-presidente Hamilton Mourão e trabalhou normalmente durante o período que deixou o Planalto.

— O presidente da República despachou diariamente com todos seus ministros e assessores, também só nesse período, assinou um decreto, sete medidas provisórias e sancionou seis projetos de lei. Então, só por aí a gente entende que o presidente da República não estava de férias, ele estava a trabalho no local fora do local costumeiro, onde ele realiza as suas atividade — disse o ministro.

O deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) questionou a justificativa do trabalho, afirmando que o presidente “não anda com uma medida provisória a tiracolo”.

— Viagem ao Guarujá durante o Ano Novo não é pra despachar, me desculpe senhor ministro, mas é férias — disse Kataguiri, lembrando que a Advocacia-Geral da União (AGU) recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) pra garantir o sigilo dos gastos do cartão corporativo.

As despesas questionadas são relativas às idas de Bolsonaro a São Francisco do Sul, no litoral catarinense, entre 19 e 23 de dezembro, e ao Guarujá, no balneário paulista, entre 28 de dezembro e 4 de janeiro, incluindo o Réveillon. O presidente foi criticado porque, durante o período da viagem com custo alto, a crise sanitária e financeira causada pela pandemia da Covid-19 voltava a se agravar no país.

Rosário respondeu que quem não estivesse satisfeito com a explicação que tentasse aprovar uma lei no Congresso “proibindo” o presidente de sair do Palácio do Planalto. Ele explicou que, no cartão corporativo, 70% dos gastos foram com hospedagem porque com a pandemia de Covid-19 os seguranças ficaram em quartos separados, o que dobrou a despesa.

— Por que tem que dormir no quarto separado se eles estão sem a máscara no dia a dia de convívio? — perguntou o deputado Aureo Ribeiro (Solidariedade-RJ).

— Quero deixar claro que não acompanho a segurança do presidente, não sei se eles usam máscara, ou não usam máscara — respondeu Rosário, acrescentando que se o governo não tivesse tomado medida preventiva também estaria sendo questionado.

Os cartões corporativos são usados para despesas, prestação de serviços e abastecimento de veículos oficiais, por exemplo. Há sigilo sobre despesas consideradas de segurança nacional, como a alimentação e o transporte do presidente.

No caso do uso da aeronave usada para o descolamento na viagem, que teve uma despesa de cerca de R$ 1,2 milhão, segundo a CGU o recurso seria gasto mesmo com o avião parado.

— São gastos que seriam realizados com ou sem a viagem se nós olharmos praticamente a aeronave presidencial ela tem que decolar dia sim, dia não, pra fins de manutenção — afirmou.

O ministro-chefe da CGU negou irregularidades afirmando que as viagens do presidente são fiscalizadas e, em caso de alguma divergência existe um órgão de controle interno responsável pela Presidência da República que irá tomar as medidas cabíveis , assim como o Tribunal de Contas da União (TCU)

— O que a CGU fez? Qual o procedimento que abriu? Não tem que abrir procedimento se não tem irregularidade — garantiu.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Deixem esse ômi tirar férias gente, esse trabalha demais para desmerecer os mortos e doentes de covid, tornar o Brasil um pária no mundo, condenar vacinas e lockdowns, incentivar aglomerações, menosprezar o uso de máscaras e a ciência, incentivar uso de placebos como a clooquina, dentre outras coisas que nosso MINTO faz!

    1. Essas narrativas, retóricas, etc, já não surtem mais efeitos. O cara tentando abolir o câncer do Brasil, que é a corrupção, e vocês desfazendo a maior ruptura de um sistema… sejam menos

    2. Victor é sério mesmo que vc acha que Bolsonaro está tentando abolir a corrupção no Brasil? KKKKKK… Ele não conseguiu nem abolir as rachadinhas da família! Ele não fez NADA para combater a corrupção no Brasil e nunca fará ! O último ato de “combate a corrupção” do MINTO foi mudar o delegado que instruiu o inquérito que comprova a corrupção do ministro Ricardo Salles!!!

    1. Deviam ficar espantados com o que o corrupto de 19 tentáculos gostou recentemente em CUBA, custeados pelos os impostos nossos. Hipócritas!! Essa perseguição ao governo central já não estar mais funcionando não.

    2. Olha a vaca vagabunda do Bozo justificando o aloprado do palhaço do presidente botando Lula no meio.
      É o mesmo argumento petista que justificava seus roubos falando dos roubos do PSDB.
      Gado fracassado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

FOTO: Corpo de Bombeiros do RN resgata filhote de peixe-boi na praia de Genipabu

Foto: Divulgação

Um filhote de peixe-boi foi encontrado e resgatado nessa segunda-feira (12) após encalhar na praia de Genipabu, no município de Extremoz, Região Metropolitana de Natal. O animal foi encontrado por um grupo de pessoas na orla que imediatamente acionaram o Corpo de Bombeiros Militar do RN.

O animal marinho estava um pouco machucado, com ferimentos leves, e foi conduzido até o Aquário Natal, em Extremoz, onde foi deixado aos cuidados dos especialistas.

O Corpo de Bombeiros orienta que, se a população achar um animal encalhado nas praias do RN não deve tentar devolvê-lo ao mar, e sim acionar a corporação através do 193.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Máscara na praia? Sim, recomendam especialistas

DE QUEM É A CULPA? - Praia lotada no Rio em meio à pandemia: o brasileiro passou a responsabilizar mais a população por mortes – Gabriel Bastos/Futura Press

Pense bem antes de ir a uma praia durante a pandemia. O Brasil ultrapassou ontem a marca de 10 milhões de casos de Covid-19 e registrou o 29º dia seguido em que a média móvel de mortes se mantém acima da casa dos mil. Diante da descoberta de que é altamente mais provável se contaminar com o novo coronavírus por partículas presentes no ar do que em superfícies, como mesas e sacolinhas de mercado, ambientes ventilados são, sim, uma das atitudes mais sensatas a desenvolvermos no novo normal. Mas e na praia? É mesmo necessário usar máscaras de proteção?

A resposta é sim, dizem especialistas. E máscaras mesmo, daquelas bem ajustadas ao rosto e sem escape de ar por cima ou pelos lados. Não vale face shield nem máscara de mergulho. De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, máscaras devem ser usadas pelos funcionários que trabalham em quiosques na praia e também pelos visitantes. O distanciamento social entre os guarda-sóis também é mais do que recomendado.

“Mesmo que seja um ambiente ao ar livre, onde a chance de transmissão está um pouco mais reduzida, já que quanto maior a ventilação, maior a dissipação das gotículas, o uso da máscara deve ser mantido enquanto as pessoas estiverem próximas”, disse ao blog a bióloga e especialista em Biossegurança Melissa Markoski, integrante da Rede Análise Covid-19.

“Se supormos, por exemplo, uma situação como a ocorrida nas praias durante o carnaval, onde havia alta aglomeração de pessoas na areia, sem máscara, muito próximas umas das outras, as chances de transmissão estão muito aumentadas, pois as nuvens de aerossóis permanecem certo tempo entre essas pessoas”, completou ela.

De novo: pense bem antes de ir a uma praia durante a pandemia. Mas se decidir mesmo, aqui vão algumas dicas:

Leve mais de uma máscara e a troque sempre que estiver molhada, suada ou suja (o que vai acontecer com frequência);

Não use máscaras de proteção contra o vírus durante o mergulho no mar e, quando estiver nadando, mantenha distanciamento social na água;

Use máscaras sempre que for aos banheiros públicos, aos quiosques ou a qualquer local que não seja debaixo do seu guarda-sol;

Para remover e colocar a máscara, lave as mãos ou use álcool em gel 70% e evite tocá-la na parte da frente para não haver contaminação da máscara ou da sua mão;

Se cair filtro solar na máscara a ponto de a deixar molhada ou suja, troque-a por uma reserva.

Filtro solar, suor, areia, temperaturas escaldantes e máscara? Sim. Parece complicado, mas especialistas dizem que sua proteção e a de todos os frequentadores da praia precisam prevalecer sobre qualquer desconforto ou desejo de estar bronzeado. Não é fácil estar em uma pandemia e quanto mais eficiente formos nas medidas de contenção da propagação do vírus, mais rápido sairemos dessa.

Por isso, máscaras na praia? Sim, por favor.

Veja

Opinião dos leitores

  1. BG!!
    Um emaranhados de gente dessa aí da foto, tem que andar é de tapa sexo.
    Por caridade.
    Rsrsrs

  2. Aqui será Mais um FAZ de CONTA. NÃO Houve. NÃO Há e NUNCA Haverá INTERESSE, CORAGEM, DETERMINAÇÃO e VONTADE POLÍTICA para EXIGIR da população Irresponsável e Inconsequente o Cumprimento dos Protocolos para EVITAR a Disseminação do covid-19. ISOLAMENTO e Distânciamento Social bem como o USO Obrigatório de Máscaras é só de Mentirinha. Que DEUS tenha MISERICÓRDIA de NÓS.

  3. Lembro de uma espécie que não gosta de usar bem locais determinados, desrespeitando tudo, imagina na praia.

  4. Sol escaldante, vento, o mar infinito, distanciamento entre as pessoas (espaço não falta)… Para que mesmo essa máscara, que nem sequer comprovação científica tem? Aliás, muita coisa nessa epidemia está sendo imposta às pessoas sem qualquer comprovação científica de eficácia. Essa tem se mostrado a epidemia da fraude, da roubalheira e da hipocrisia.

    1. Você sabe bem disso, tem enorme experiência. Não tire a sua, pode transmitir doença infecciosa e transmitir o vírus da falta de raciocínio, junto com a cegueira ideológica. Se isso se espalha estaremos perdidos, afinal todos irão ter seus bandidos de estimação e ditador a obedecer.

    2. Você usa há muito tempo, mesmo assim, não se cansa de falar merda nessa bosta. Aqui, poderia ser permitido somente argumentos plausíveis e com algum conteúdo, mas o que é permitido chega a ser medíocre, pernóstico e patético.

  5. Lotar as praia pode, aglomeração total! Mas está de máscara! É sério isso genteeeeeee!!!!
    Tão cedo não sairemos desta pandemia!

    1. Você sabe ao menos quem é sua mãe? Ou até disso você dúvida?
      A propósito, assine seus posts, você deve ter um nome de batismo,
      Não seja covarde, não se esconda atrás de um codinome.

    2. O mundo todo está equivocado, só vc está certo. Respeite a ciência kara pálida

    3. As máscaras de tecido comum que é a grande maioria, não servem pra nada mesmo, até por isso, países europeus estão exigindo o uso das descartáveis ou tecidos especiais triplos. Pra se ter uma idéia, a malha de um tecido comum é 2.000 (duas mil vezes maior que o tamanho do vírus, então como é que protege????

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEO: Corpo de Bombeiros controla incêndio em casa na praia de Cotovelo

O Via Certa Natal destacou na manhã desta quinta-feira(04) um Incêndio em uma residência na praia de Cotovelo, no litoral sul potiguar. Na ocorrência, o Corpo de Bombeiros conseguiu chegar rapidamente ao local e controlar as chamas. Não há registro de feridos.

Opinião dos leitores

  1. Se as pessoas fossem treinadas e tivessem EXTINTORES em casa poderiam ter mitigado o problema fácil. O governo que o povo escravo para pedir pelo amor me ajude hó grande governo. Hipocrisia. Mais fácil deixar o povo refém do governo do que dar as " armas " para viver.

    1. tão falando aqui em privatizar os bombeiros… compre seu próprio extintor, seja vc seu bombeiro e pare de depender do estado kkkk

  2. Agora vão começar os comentários dos Bombeiros e dos PMs.
    "Valeu valorosos guerreiros dos bombeiros". "Com todas as dificuldades, continuamos no combate aos incêndios"…. e por aí vai kkkkk

    1. Com os impostos que pagamos e ainda mais a taxa de bombeiro pra quem tem motos e automóveis, eles tem que ter fardamento e carros novos e estarem prontos pra atender as ocorrências com eficiência…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

FOTO: Caminhão caçamba tomba na rua Beira Mar, em Pirangi

Foto: Cedida

Um Caminhão caçamba tombou na tarde desta segunda-feira(01) na rua Beira Mar, em Pirangi do Norte, no litoral sul potiguar. Até a publicação deste post, não se tem informação de como o acidente ocorreu. Não há relatos de feridos.

Opinião dos leitores

  1. Com aquele bloqueio de rua numa esquina e subida de uma ladeira, fazendo com q os motoristas só percebam na hora da curva e tenham q retornar de ré, só pode acontecer merda, inclusive assaltos. Santa incompetência.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Pipa Golf 2 – o melhor condomínio de luxo na praia de Pipa

Pipa golf 2 condominium & resort com campo de golfe oficial. Acesse mais informações em: www.pipagolf2.com.br

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

BORA PRA MURIÚ? Prefeitura de Ceará-Mirim divulga belezas naturais da praia com belíssima campanha

A Prefeitura de Ceará-Mirim lançou recentemente uma bela campanha de valorização do turismo local de praia, composta por um belo clipe, um jingle, placas de outdoor e material impresso de apoio, para valorizar suas belezas naturais. Quem conhece aquele pedaço de litoral sabe que é um dos mais belos do estado.

O prefeito Júlio César cumpre uma de suas promessas de campanha, que é o de resgatar e valorizar Muriú e adjacências, com destaque para a lagoa de Jacumã, seu principal cartão postal.

Opinião dos leitores

  1. O prefeito deveria olhar para os esgotos a céu aberto da praia. Aqui na rua do Mirante tem um que deságua no mar, um buraco que põe em perigo quem usa o calçadão do Mirante. Quando chove forte a rua fica inundada, corre o risco de alguém cair nesse bueiro em péssimo estado e provocar uma tragédia.

  2. Bacana… esta muito bom de verdade, praia limpa , com segurança transito organizado .
    Bora pra Muriú ?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Pipa Golf 2 – o melhor condomínio de luxo na praia de Pipa

Pipa golf 2 condominium & resort com campo de golfe oficial. Acesse mais informações em: www.pipagolf2.com.br

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Pipa Golf 2 – o melhor condomínio de luxo na praia de Pipa

 

Pipa golf 2 condominium & resort com campo de golfe oficial. Acesse mais informações em: www.pipagolf2.com.br

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Sindicalista que moveu ação contra retorno de servidores na UFERSA faz festa de aniversário com aglomeração em praia

Foto: Reprodução/Instagram

A atual coordenadora de seção sindical no SINTEST, Kaliane Morais, que moveu uma ação na justiça contra o retorno gradual nas atividades dos servidores da UFERSA, destacou em seu Instagram o registro de comemoração de seu aniversário com amigos e familiares. Na foto, o momento de pandemia e a aglomeração acabaram esquecidos.

Opinião dos leitores

  1. Canalha,hipócrita, são todos assim, pregam uma coisa e fazem outra. Tudo destes esquerdopatas é política, tudo atrás de uma teta gorda. Produzir que é bom, eles não querem.

  2. Estamos vivendo a era da HIPOCRISIA. Não posso trabalhar, mas posso aglomerar no bar, não posso dar aula, mas posso aglomerar em festas.

  3. Desculpa, mas é sempre assim. A historinha se repete, não querem retorno das aulas, das atividades presenciais, não querem voltar ao trabalho. Mas fazem festas, andas em shopping, vão a churrasco, isso pode!!!! No final a culpa é de Bolsonaro!!!!! Vai entender!!!

    1. Se for verdade Lopim, olhe a foto e a postagem que foi dela. Hipocrisia e politicagem safada!!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *