Bolsonaro demite secretário da Casa Civil por viagem em voo da FAB: “É inadmissível o que aconteceu. Ponto final”

FOTO: GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (28) que o secretário-executivo da Casa Civil, José Vicente Santini, está destituído por ter usado um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para viajar à Índia.

Santini, que estava como ministro interino devido a período de férias do titular da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, participou da programação da viagem oficial de Bolsonaro à Índia, onde apresentou a carteira de investimentos do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) a investidores.

De acordo com a Casa Civil, a utilização de aeronave da FAB “seguiu os critérios definidos na legislação vigente”, mas Bolsonaro considerou a medida um ato inadmissível.

“Questão do avião da Força Aérea. Inadmissível o que aconteceu. Já está destituído da função de executivo do Onyx, decidido por mim. Vou conversar com o Onyx, ver quais outras medidas podem ser tomadas contra ele”, disse Bolsonaro em entrevista no Palácio da Alvorada após desembarcar da viagem à Índia.

“É inadmissível o que aconteceu. Ponto final. O cargo de secretário-executivo está perdido, outras coisas virão depois que eu conversar com Onyx”, acrescentou.

Antes de viajar à Índia, Santini também esteve em Davos, na Suíça, para o Fórum Econômico Mundial, onde também se encontrou com investidores externos para apresentar possibilidades de negócios no Brasil, de acordo com a Casa Civil.

Reuters

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nordestino disse:

    Eita que Satanaro quer ser honesto, me engana seu bosta

  2. Bruno disse:

    Muito bem meu presidente, votei em você pra isso mesmo.

  3. Diogo disse:

    Fez o certo.

  4. Abel disse:

    A onde cabe investigações, se investiga até apurar os fatos.
    A onde não tem o que investigar, o caminho é esse.
    Parabéns meu presidente.
    Eu já sabia!!
    Não tem BOQUINHA, boquinha e coisa da esquerdalha ladrona. O Brasil mudou, só não vê quem não quer.
    Ou dar uma de João sem braço, joao bobo.

  5. Ana paula disse:

    Tinha que acabar era com essas canalhice toda. Ajuda disso, dez mil, ajuda daquilo mais vinte mil, ajuda daquilo outro, mais trinta mil, apartamento, passagens, gasolina…….tinha era que acabar com essa patifaria toda, rapidinho tirava esse país do buraco.

  6. Ojuara disse:

    Tinha que cortar geral, isso é uma pouca vergonha.

  7. Jose disse:

    Acho é pouco, quem anda com 🐷 come porcaria.

  8. Carlos disse:

    Certíssimo!

  9. Ceará-Mundão disse:

    É assim que se faz, esquerdopatas. Como funcionava na época dos governos do PT? E o governo do RN? Dia desses fizeram uma farra pela Europa e Ásia. Até contrabando de queijo manteiga houve. E tudo às custas do estado falido.

    • Rivanaldo disse:

      Flavius ama o PT mais que os petistas.

    • Ceará-Mundão disse:

      Ninguém em sã consciência e movido de boas e altruístas intenções será favorável a quem destrói o futuro de seu país. Só aqueles preocupados apenas com seus próprios interesses e totalmente alheios ao bem comum poderão ser favoráveis à essa turma.

  10. Lindemberg disse:

    Vou discordar do presidente, deveria seguir o exemplo usado até 2018 quando, mesmo provando a corrupção, tendo condenação, o político é tratado como inocente, coitadinho e vítima.
    Está errando e afastar quem comete erro, não vai agradar a esquerda, tem que perdoar, passar a mão na cabeça e mais, o errado, culpado, incompetente ser idolatrado.
    Bolsonaro não aprendeu a lição não????

COMENTE AQUI