Onze vereadores de Santa Rita, PB, são presos suspeitos de desviar dinheiro público para viagem

Onze vereadores de Santa Rita, PB, são presos suspeitos de desviar dinheiro público para viagem — Foto: TV Cabo Branco/Reprodução

Onze vereadores e um contador da Câmara Municipal de Santa Rita, na Grande João Pessoa, foram presos na madrugada desta terça-feira (5), suspeitos de desviar dinheiro público para custear despesas de uma viagem feita para a cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul. Os parlamentares foram detidos durante a operação ‘Natal Luz’ do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

De acordo com o delegado Allan Terruel, a operação teve início após o MP suspeitar da viagem dos vereadores, que usaram um seminário como justificativa para a ida a Gramado. A empresa organizadora da viagem seria da cidade de Sergipe, o que fez a investigação ser iniciada. A operação contou com a participação da Gaeco da PB e do Rio Grande do Sul, além da Polícia Civil de Sergipe. De acordo com a operação, só em diárias foram gastos R$69 mil.

“Monitoramos todas as atividades dos vereadores e de todas as pessoas que os acompanhavam. A polícia civil fez o levantamento da empresa que estaria responsável pelo suposto seminário e pela viagem, e foram confeccionados dois relatórios”, explicou o delegado, acrescentando que todas as ações levam a confirmar uma viagem de lazer e turismo. Entre os vereadores detidos, está o presidente da câmara do município, Anésio Alves.

Ainda segundo Terruel, foi confirmado que os parlamentares forjaram o evento para realizar a viagem com dinheiro público. Os vereadores foram encaminhados para a Central de Flagrantes, em João Pessoa, onde aguardam a audiência de custódia, prevista para acontecer ainda nesta terça-feira (5).

Outros gastos

Durante a investigação, o Ministério Público constatou que a empresa organizadora da suposta palestra, de Sergipe, já recebeu da Câmara de Santa Rita R$58.200, em 2019 e R$ 49.200 em 2018. Além disso, de acordo com as informações presentes no Portal da Transparência da Câmara, desde 2017, a participação dos parlamentares do município em cursos de capacitação, é comum.

Antes da viagem a Gramado, os vereadores também participaram de outros congressos capacitantes nos estados de Pernambuco, Rio Grande do Norte e Paraná. De acordo com os números, só com diárias, em 2017, os vereadores da atual gestão gastaram R$ 316.711,88, em 2018 o valor do gasto com o dinheiro público subiu para R$ 425.798,00, e em 2019, até o momento, foram R$ 585.492,24 usados para custear a estadia dos suspeitos.

Vereadores presos durante a operação ‘Natal Luz’

1 – Anesio Alves de Miranda Filho
2 – Brunno Inocencio da Nóbrega Silva
3 – Carlos Antônio da Silva
4 – Francisco de Medeiros Silva
5 – Diocélio Ribeiro de Sousa
6 – Francisco Morais de Queiroga
7 – João Evangelista da Silva
8 – Ivonete Virgínio de Barros
9 – Marcos Farias de França
10 – Sérgio Roberto do Nascimento
11 – Roseli Diniz da Silva

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. pereira disse:

    Parabens ao GAECO e a JUSTIÇA de modo geral. Agora quero vê pegarem tubarão, por que pegar lambari é fácil fácil.

  2. Fernando Bastos disse:

    Maravilha de exemplo, achavam que ainda estavam o velho e antigo Brasil.

  3. Yago disse:

    Ai sim está o ralo onde o dinheiro público vai embora, deveriam existir no máximo 5 vereadores numa cidade pequena, isso sem receber salário, 90% são larápios do dinheiro público.

Entrar mudo e sair calado: Uber terá opção de viagem sem conversa

(Getty Images/Reprodução)

Uber anuncia nesta segunda-feira, 7, uma nova categoria de corridas no Brasil, para atender os usuários que gostam de um conforto a mais.

Chamada de Uber Comfort, a modalidade permite que o usuário solicite carros espaçosos, coloque a temperatura do ar-condicionado ao seu gosto e até peça para o motorista conversar ou ficar em silêncio.

Lançada nos EUA em julho, a categoria chegará ao país em novembro.

Estadão

Justiça responsabiliza empresa por morte de empregado durante sexo casual em viagem de negócios

FOTO: GETTY IMAGES VIA BBC NEWS BRASIL

Uma empresa francesa foi considerada responsável pela morte de um funcionário que sofreu uma parada cardíaca enquanto fazia sexo casual durante uma viagem de negócios.

O Tribunal de Apelação de Paris decidiu que sua morte foi um acidente de trabalho e que a família tem, portanto, direito a indenização.

Xavier X, cujo sobrenome não foi divulgado, trabalhava como engenheiro na TSO, empresa de serviços ferroviários com sede nos arredores de Paris.

Ele morreu em um quarto de hotel em 2013 durante uma viagem de negócios à região central da França, como resultado do que o empregador chamou de “uma relação extraconjugal com uma perfeita estranha”.

Os advogados da companhia argumentaram que o funcionário não estava tratando de assuntos profissionais quando se juntou a uma hóspede em seu quarto de hotel.

Mas, segundo a lei francesa, o empregador é responsável por qualquer acidente que ocorra durante uma viagem de trabalho.

Veja matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ed disse:

    Que lei de merda. Isso leva a empresa a começar a investigar os hábitos do funcionário, restringindo o emprego a uma série de pessoas. Por isso que essa França tá cada vez ficando uma merda.

Gastos de brasileiros em viagem ao exterior são os maiores para julho desde 2014

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

As despesas de brasileiros em viagens ao exterior aumentaram em julho. No mês passado, os gastos totalizaram US$ 1,898 bilhão, com crescimento de 9,64% em relação ao mesmo mês de 2018 (US$ 1, 731 bilhões).

É o maior resultado para o mês desde julho de 2014 (US$ 2,408 bilhões). Os dados foram divulgados hoje (26) pelo Banco Central (BC).

Segundo o chefe do Departamento de Estatísticas do BC, Fernando Rocha, o dólar mais barato estimulou as viagens internacionais nos últimos meses. Ele lembrou que a taxa de câmbio média estava em R$ 4, em maio, caiu para R$ 3,86 em junho e para R$ 3,75 em julho. Para agosto, a expectativa é que o aumento de gastos “pode se reverter”.

“Aparentemente o aumento do câmbio em agosto, vai reduzir as despesas com viagens”, destacou.

Dados preliminares deste mês, até o dia 22, mostram que as despesas chegaram a US$ 992 milhões, enquanto que as receitas de estrangeiros no Brasil ficaram em US$ 314 milhões.

Nos sete meses do ano, esses gastos com viagens ao exterior estão menores. Nesse período, as despesas chegaram a US$ 10,705 bilhões, queda de 5,3% na comparação com o mesmo período do ano passado.

As receitas de estrangeiros em viagem ao Brasil chegaram a US$ 598 milhões no mês passado e a US$ 3,674 bilhões em sete meses, com crescimento de 43,41% e de 0,46%, respectivamente, na comparação com os mesmos períodos de 2018. Com isso, a conta de viagens, formadas pelas despesas e as receitas, fechou julho negativa em US$ 1,3 bilhão e nos sete meses do ano com déficit de US$ 7,030 bilhões.

Contas externas

As viagens internacionais fazem parte da conta de serviços (viagens internacionais, transporte, aluguel de investimentos, entre outros) das transações correntes, que são compras e vendas de mercadorias e serviços e transferências de renda do Brasil com outros países. No mês passado, a conta de serviço ficou negativa em US$ 2,957 bilhões e no acumulado de janeiro a julho, em US$ 18,977 bilhões.

A balança comercial contribuiu positivamente para o resultado das contas externas ao registrar superávit (exportações maiores que importações de mercadorias) de US$ 1,602 bilhão em julho e de US$ 24,350 bilhões em sete meses.

A conta de renda primária (lucros e dividendos, pagamentos de juros e salários) registrou déficit de US$ 7,927 bilhões no mês passado e de US$ 28,856 bilhões de janeiro a julho.

A conta de renda secundária (renda gerada em uma economia e distribuída para outra, como doações e remessas de dólares, sem contrapartida de serviços ou bens) teve resultado positivo de US$ 247 milhões no mês passado e de US$ 1,8 bilhão nos últimos sete meses.

Com esses resultados, as transações correntes fecharam julho com déficit de US$ 9,035 bilhões e o acumulado de sete meses com saldo negativo de US$ 21,683 bilhões. Nos mesmos períodos de 2018, os resultados negativos eram menores: US$ 4,396 bilhões e US$ 12,261 bilhões, respectivamente.

O BC espera por um déficit em transações correntes menor para julho: US$ 5,3 bilhões. Segundo Rocha, a expectativa foi frustrada devido a “de maior quantidade de importações na última semana e também por uma remessa de lucros e dividendos mais elevadas do que o antecipado pelo Banco Central”.

De acordo com Rocha, o resultado do acumulado do ano até julho é explicado por dois motivos: redução do superávit comercial e aumento do resultado negativo da conta de renda primária.

“O superávit comercial se reduziu US$ 6,8 bilhões [na comparação com janeiro a julho de 2018], devido fundamentalmente à redução das exportações”, disse.

Segundo ele, enquanto as exportações caíram 4,7%, as importações aumentaram 0,4%, de janeiro a julho deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo Rocha, a renda primária foi impactada pelo aumento das remessas de lucros para o exterior. Ele acrescentou que a redução do supérávit comercial é responsável por cerca de 60% do aumento do déficit das transações correntes, enquanto que a conta de renda primária responde por 40%.

Para agosto deste ano, o BC espera que o déficit em transações correntes fique em US$ 4,8 bilhões.

Investimento estrangeiro

Quando o país registra saldo negativo em transações correntes, precisa cobrir o déficit com investimentos ou empréstimos no exterior. A melhor forma de financiamento do saldo negativo é o investimento direto no país (IDP), porque os recursos são aplicados no setor produtivo. No mês passado, esses investimentos chegaram a US$ 7,658 bilhões, abaixo do déficit em transações correntes. Nos sete meses do ano, entretanto, superaram o saldo negativo das contas externas ao registrarem US$ 44,996 bilhões.

Esses investimentos superaram a previsão do BC para o mês: US$ 6,5 bilhões. Para agosto, a previsão é que o IDP fique em US$ 5,5 bilhões. Neste mês até o último dia 22, o investimento direto no país estava em US$ 4,749 bilhões. “Não obstante seja um resultado de ingressos robustos, se esse resultado de US$ 5,5 bilhões se confirmar, se comparar com agosto de 2018, quando houve um montante de ingressos fora da curva por volta de US$ 11 bilhões, haverá uma redução do IDP em 12 meses”, disse.

Agência Brasil

 

Motorista de aplicativo é atacado com vários golpes de faca em assalto durante viagem na Grande Natal

 (FOTO: ILUSTRATIVA)

Bandidos esfaquearam um motorista de aplicativo de transporte de passageiros, de 41 anos, em um assalto que aconteceu no fim da noite dessa quinta-feira (26), por volta das 23h, na comunidade de Taborda, no município de São José de Mipibu, na Grande Natal. De acordo com informações preliminares, os suspeitos seriam dois homens e duas mulheres que teriam se passado por passageiros e começaram a viagem em Parnamirim. Na ocasião, anunciaram com o carro já em corrida. Na ação criminosa, uma corda teria sido colocada no pescoço da vítima, que foi esfaqueada várias vezes, inclusive, na região do pescoço.

Segundo a Polícia, após o crime, os assaltantes fugiram levando o carro da vítima, modelo Etios Sedan de cor prata. A vitima foi socorrida somente após a população da região informar que havia um homem ferido em uma estrada de terra. Temerosos com o desconhecido, não se aproximaram até a chegada de autoridades responsáveis. Na chegada ao local, os policiais solicitaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que resgatou a vítima.

O motorista de aplicativo foi levado para o Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim e depois foi transferido para o Hospital Walfredo Gurgel, na capital. O estado de saúde do homem é grave.

Viação Nordeste é condenada no RN por atraso em viagem para João Pessoa

O juiz André Luis de Medeiros Pereira condenou a Viação Nordeste Ltda. a pagar a quantia de R$ 3 mil, acrescidos de juros e correção monetária, como indenização por danos morais, em favor de um passageiro. Isto em razão da má prestação de serviços por parte da empresa que, em uma viagem contratada para o trajeto Natal/João Pessoa, houve um grande atraso, desde a partida, culminando com a quebra do ônibus do meio do trajeto.

O autor moveu Ação de Indenização por danos morais contra a Viação Nordeste Ltda., dizendo a que comprou da empresa uma passagem de ônibus com destino à cidade de João Pessoa, cujo a data era 17 de outubro de 2016, com horário de saída às 19h30min e previsão de chegada ao destino às 22h30min do mesmo dia.

O passageiro afirmou que a sua intenção era ir imediatamente até o aeroporto da capital paraibana, para embarcar em um voo com destino à cidade do Rio de Janeiro, marcado para às 02h25min do dia seguinte, em viagem a trabalho.

O cliente comunicou que antes mesmo da saída do ônibus de Natal, já houve um atraso de quase duas horas e que na viagem o ônibus ainda parou para abastecimento. Completou que, para piorar a situação, o ônibus quebrou nas proximidades da cidade de São José de Mipibu, colocando em risco os passageiros, no meio da noite.

Informou que, passados 30 minutos, sem qualquer previsão, ao indagar do motorista do ônibus sobre a solução, diante da sua pressa, este não lhe deu qualquer atenção. Depois, falou que chegaria um outro ônibus, com estimativa de chega em uma hora.

Disse que como já eram 22h11min, com receio de perder o seu voo para o Rio de Janeiro, entrou em contato com a sua esposa que o buscou no local, na margem da rodovia, e fez a viagem no seu carro, arcando com os custos com gasolina.

Versão da empresa

A Viação Nordeste se defendeu alegando que o autor reside em Natal, que é servida por aeroporto, sendo descabida o pedido de indenização pela possibilidade de perder um voo marcado para a cidade de João Pessoa, fazendo a viagem na mesma noite em que pegaria um voo para o Rio de Janeirio.

A companhia argumentou que a autora não pode imputar à empresa o fato de ter arriscado a perder o seu voo para o Rio de Janeiro. Afirmou que disponibilizou os transportes para dar continuidade ao trajeto dos passageiros, não causando nenhum prejuízo aos mesmos.

E defendeu que o defeito do ônibus faz parte da imprevisibilidade da atividade e que a manutenção destes é feita periodicamente, mesmo com as dificuldades financeiras. Disse que o autor não fez prova do dano alegado e que meras situações de constrangimento não se configuram como dano moral.

Atraso ficou configurado

Segundo o magistrado, ficou incontroverso o atraso na viagem, seja o atraso inicial, ainda em Natal, de quase duas horas, como o atraso em razão da quebra do ônibus nas proximidades da cidade de São José de Mipibú.

Quanto à alegação da empresa de que o autor reside em Natal, que é servida por aeroporto, sendo descabida o pedido de indenização pela possibilidade de perder um voo marcado para a cidade de João Pessoa, entendeu que o autor pode comprar passagens aéreas para embarcar onde lhe for mais conveniente, seja em razão de preços ou dos horários do voo oferecido. “Não é porque a cidade de Natal conta com aeroporto que o autor esteja obrigado a embarcar somente neste”, comentou.

Ele acrescentou que no caso, houve uma má prestação do serviço contratado pelo autor, consumidor. “É obrigação do transportador de passageiros levar seus clientes com segurança ao destino e dentro dos horários estabelecidos. Não é razoável, em uma curta viagem entre Natal e João Pessoa, de apenas 190 quilômetros, aproximadamente, ter um atraso superior a três horas, como no caso, que é quase o tempo do percurso contratado”, apontou.

Para o juiz, o defeito do ônibus faz parte da previsibilidade da atividade empresarial desenvolvida pela empresa, e não da imprevisibilidade, devendo esta colocar à disposição dos passageiros ônibus que tenham condições de rodar sem quebras no meio da noite, em plena rodovia, colocando em risco os passageiros.

Processo nº 0848275-88.2016.8.20.5001
TJRN

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Joaquim disse:

    👏👏👏👏👏👏👏

  2. Cigano Lulu disse:

    Em matéria de atraso a Viação Nordeste só perde para a Justiça do RN, que passou quase três anos para julgar a denúncia do passageiro.

POLÊMICA: Uber quer que o motorista saiba qual é o destino final da viagem antes de pegar o passageiro; usuários já cismam com a novidade

(Foto: Olhar Digital)

A Uber tem tentado deixar seu sistema mais convidativo para motoristas parceiros. Recentemente, o app passou a exibir qual é o método de pagamento escolhido pelo passageiro antes do início da corrida. E agora a empresa está experimentando mostrar qual é o destino final da viagem para o motorista antecipadamente.

“O objetivo da empresa é ser ainda mais transparente”, disse a Uber em comunicado, acrescentando que esta “era uma demanda recorrente dos motoristas”. Por enquanto, o recurso está em fase de testes apenas em Curitiba (PR), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS).

Antes mesmo do usuário entrar no veículo e iniciar a viagem, o motorista pode ver no seu aplicativo qual é a região onde ele pretende desembarcar. Este ponto é importante: o app não vai mostrar o endereço exato, mas apenas uma localização aproximada, para preservar a privacidade dos passageiros.

Ao longo dos próximos meses, os testes serão expandidos para outras cidades do Brasil. Além disso, a ferramenta funcionará apenas nos celulares dos motoristas com Android. O sistema sendo usado nos testes é “uma versão inicial e que poderá passar por mudanças” antes de ser implementada para todos, disse a Uber.

Alguns passageiros podem torcer o nariz para a novidade. Afinal, um motorista que sabe de antemão qual é o destino final da viagem pode, em tese, recusar uma corrida quando perceber que ele será curta. Recentemente, a Uber teve que se explicar publicamente porque condutores estavam prolongando algumas viagens para que elas rendessem mais.

No entanto, a Uber diz que pune motoristas que fazem isso e também reduz o alcance de condutores que recusam muitas viagens em sequência. O período de testes da nova funcionalidade serve, justamente, para a empresa conferir se haverá impacto positivo ou negativo na experiência do usuário.

Olhar Digital

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Wendell Fernandes disse:

    A única razão pela qual um motorista deverá recusar viagem, é pela segurança, viagens curtas são o sonho deles, se ganha mais gastando menos combustível, o problema não é da Uber e nem dos motoristas e muito menos de um usuário, em morar ou trabalhar em área perigosa da cidadela, infelizmente é na insegurança que tá o problema…

  2. Isabelle disse:

    E já não é assim??
    As poucas vezes em que utilizei o serviço, informo o meu destino e o motorista já sabe para onde vai … Qual é a novidade? Realmente não compreendi.

Na Folha, apresentador global recomenda viagem de turismo ao RN

por Dinarte Assunção

Zeca Camargo recomenda viagem ao Rio Grande do Norte ao fim do verão

 

O caderno de Turismo da Folha de S.Paulo reúne na edição desta quinta-feira dicas de especialistas sobre destinos.

O enfoque da matéria é o período do ano ideal para visitar os lugares destacados pelos especialistas.

Nosso Rio Grande do Norte aparece citado por Zeca Camargo, que escreveu o seguinte:

“É finalzinho da temporada de verão, então a maioria dos turistas já foi embora e você tem o litoral mais surpreendente do nosso Nordeste –com Maracajaú, Pipa, Tourinhos– só para você”

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gilberto Avelino disse:

    Não exagera Clebson, esse governo se propôs a ser o governador da segurança, tava coberto de razão, as empresas de segurança tão faturando uma nota preta.

  2. Mário disse:

    Desembarcar em São Gonçalo é uma aventura. É menos perigoso atravessar o deserto do Saara kkkkkk

  3. Clebson Pereira de Melo disse:

    Tá maluco? Recomendando que as pessoas venham para o "assassinatório"!

    • Nilo disse:

      O RN precisa muito dos turistas, política e politiqueiros, ficam pra depois!

    • JOÃO VITOR disse:

      Agente que mora aqui tem medo de sair às ruas, ir a bares,padarias, farmácias, restaurantes, com medo de arrastões, imagine quem vem de fora que não conhece nada. Eu jamais indicaria a minha cidade, Natal, para alguém vir visitá-la, é uma roubada, infelizmente.

    • Desalentado disse:

      A gente que mora aqui, "vírgula". Continuo indicando a cidade, mesmo com greve de policiais os shoppings de elite e de massa estavam lotados, bares e centro da cidade também. A cidade não é só o que passa no PAPINHA.
      E outra, vai ver o que aconteceu nas greves do Recife e Vitória, para efeito de comparação.
      A situação está ruim, mas a própria população boicotando o turismo, é de lascar.

MAIS UMA VEZ: Ônibus farão últimas viagens às 20h30 desta quarta

onibus

Foto: Divulgação

O Seturn confirmou que os ônibus farão as viagens às 20h30 desta quarta-feira em Natal. Segundo o comunicado, a previsão é que os ônibus retornem as garagens até às 21h30.

A previsão é que a frota circule em horário normal e com 100% somente nesta quinta-feira.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sandro disse:

    Palhaçada, estes ônibus parando cedo, tem por trás interesse de aumentar as passagens. Aguardem cartas.

  2. luis disse:

    Ué, pq? O prefeito postou uns vídeos na net, das viaturas da guarda municipal acompanhando os ônibus em suas viagens. não vai dar continuidade? Puxa!! Mais uma maquiagem do prefeito.

  3. Curioso disse:

    Enquanto isso o governador ainda tá fazendo foto com os milicos…
    Pense numa raça desgraçada… não sobra um… pqp

  4. Junior disse:

    Cadê esse desgoverno que não resolve botar moral nesses empresários folgados?
    E esse Prefeito omisso? Só fala merd*

    Precisamos de transporte público! Bando de covardes!

FOTO: Vice-presidente da Câmara viajou em avião de doleiro preso

andre_vargas(Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados)

O vice-presidente da Câmara, deputado André Vargas (PT-PR), usou avião do doleiro Alberto Yousseff, preso pela operação Lava Jato da Polícia Federal (PF), para viajar a João Pessoa (PB) no início do ano. A informação foi publicada nesta terça-feira (1º) pelo jornal Folha de S.Paulo.

Segundo a publicação, Vargas e Yousseff combinaram a viagem por celular no dia 2 de janeiro. Por mensagens, o doleiro disse ao vice-presidente da Câmara: “Tudo certo para amanhã” e “Boa viagem se (sic) boas férias.”

De acordo com a Folha, Vargas disse que pediu um avião emprestado a Yousseff porque o doleiro já teve um hangar, mas que não sabia se o avião pertencia a ele. O deputado afirmou à reportagem que as passagens comerciais de Londrina a João Pessoa estavam muito caras naquela época do ano e que foi ele quem pagou pelo combustível usado pela aeronave. Em comunicado, André Vargas afirmou que conheceu Alberto Yousseff há 20 anos, em Londrina, e que não tem ligação com os crimes pelos quais o doleiro está sendo acusado pela Justiça. “Eu não sabia com quem estava me relacionando.”Não tenho nenhuma relação com os crimes que ele eventualmente cometeu”, afirmou Vargas à Folha.

A Polícia Federal investiga o envolvimento do doleiro Alberto Yousseff num grande esquema de lavagem de dinheiro que movimentou R$ 10 bilhões. O grupo investigado é responsável pela movimentação financeira e lavagem de ativos de diversas pessoas físicas e jurídicas envolvidas com crimes como o tráfico internacional de drogas, corrupção de agentes públicos, sonegação fiscal, evasão de divisas, extração, contrabando de pedras preciosas, desvios de recursos públicos, dentre outros. Para a PF, Yousseff era um dos líderes do esquema. O deputado André Vargas chamou a atenção nos últimos meses por ter feito um gesto de apoio aos mensaleiros condenados pelo STF ao lado do ministro Joaquim Barbosa, o presidente do Supremo.

Ainda segundo reportagem da Folha, em outras conversas registradas pela PF é possível perceber uma ligação não só pessoal, mas também envolvendo interesses políticos e econômicos entre Vargas e Yousseff. Nelas, aparece o nome do secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Carlos Gadelha.

Revista Época

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carvalho disse:

    Esses inocentes nunca fizeram nada de errado, nem na época da ditadura.

  2. Rosaldo disse:

    Mais um inocente que não sabia de nada….

FERIADO DE CORPUS CHRISTI: Veja as dicas de segurança para deixar sua viagem mais segura

viagem-carroFeriado prolongado e muitas pessoas programaram para viajar nos dias de folga. Antes de viajar, é importante saber o que fazer para deixar sua viagem mais segura. Veja algumas dicas:

ANTES DE VIAJAR
– O melhor seria não deixar a casa sozinha, mas se isso não for possível, peça a um vizinho ou parente visitar diariamente o imóvel;
– Não passe informações sobre sua viagem (local, data de saída e data de chegada) para estranhos ou empregados;
– Se possível, peça para uma pessoa de sua confiança recolher as correspondências, jornais e até os dejetos de cachorro se houver;
– Não deixe as luzes acesas durante o dia, pois isso significa ausência de moradores;
– Deixe algum telefone de contato com um vizinho, parente ou amigo, para informarem alguma ocorrência;
– Em condomínios fechados ou edifícios não deixe as chaves na portaria;
– Se possível, instale um sistema de monitoramento de alarme e imagens, contratando uma empresa especializada em segurança eletrônica;
– É aconselhável que poucas pessoas saibam do sistema de segurança de sua casa.
EM RODOVIÁRIAS E AEROPORTOS
– Procure trocar o dinheiro somente em casas de câmbio ou bancos autorizados e, se possível, não o faça nas rodoviárias ou aeroportos;
– Utilize somente táxis credenciados;
– Não exiba grandes quantidades de dinheiro, tablets, relógio ou joias, pois despertam a atenção e o interesse dos ladrões;
– Evite carregar passaporte e cheques de viagem, e em caso de extravio comunique imediatamente a polícia;
– Não perca as  malas de vista nem por um minuto;
– Use etiquetas grandes e/ou coloridas que permitam a fácil identificação de suas malas nas esteiras ou balcões de entrega;
– Evite fazer compras estando sozinho(a), os meliantes aproveitam-se de qualquer descuido;
– Não entre em lojas muito cheias, procure fazer compras em horário de menor movimento, isso vale também para ida ao banco;
– Em ônibus com poucos passageiros prefira ficar próximo ao motorista ou ao cobrador;
– Se estiver com crianças: alerta dobrado! A qualquer descuido do responsável elas podem se perder ou mesmo serem sequestradas.
PARA APROVEITAR A VIAGEM
– Evite andar por ruas, calçadões e praças mal iluminadas ou em horário muito avançado, principalmente em locais desconhecidos;
– Caso precise pedir informações, procure alguém autorizado ou dirija-se a um balcão de informações;
– Não peça ajuda ou informações para pessoas estranhas, procure se informar sobre o local visitado com pessoas de confiança (recepção dos hotéis ou dono do imóvel locado) antes de sair;
– Não reaja durante um assalto. Mantenha-se calmo (a), por mais difícil que possa ser;
– Lembre-se de que o assaltante costuma atirar somente quando fica assustado ou acuado, principalmente diante de uma reação da vítima.

 

A partir de domingo, agência embarca mais de 500 jovens para Disney

A partir do próximo domingo, dia 1º de julho, a Arituba Turismo começa a embarcar grupos de passageiros para Disney. Segundo o empresário Abdon Gosson, controlador da agência que é referência no Nordeste nesse tipo de operação, mais de 500 jovens vão viajar, divididos em três pacotes e em três voos exclusivos: Disney com Miami, Disney com Nova York e Disney com Cruzeiro, esse último um roteiro inédito que a Arituba vai fazer pela primeira vez e que já é sucesso absoluto.

Os passageiros vão viajar em voos da TAM Linha Aéreas e da Delta Airlines, e vão contar com o apoio de uma equipe preparada para agilizar toda logística do roteiro, que inclui uma frota de carros para proporcionar conforto e agilidade.

Segundo Gosson, serão 15 dias nos quais os viajantes poderão conhecer os encantos da Flórida, New York e Caribe.

Quem fez opção pelo roteiro “Disney com Caribe”, vai usufruir de um cruzeiro, que prevê festas e shows imperdíveis, além da visita a exótica ilha de Nassau, capital das Bahamas, como também a ilha particular de Cococay.

O Brega, chique e vergonhoso Sérgio Cabral

http://www.youtube.com/watch?v=OaD3HsrypaM&feature=player_embedded

Certos endinheirados são ridículos vocacionais. Não conseguem usufruir da fortuna, por vezes circunstancial, com simplicidade, com naturalidade ou de maneira vagamente divertida. Em artigo levado às páginas desta quarta (2), o repórter Elio Gaspari analisa o fenômeno aplicado às incursões européias de Sérgio Cabral e sua caravana de assessores e amigos. Disponível aqui, o texto vai reproduzido abaixo:

Vergonha, essa é a sensação que resulta dos vídeos das vilegiaturas parisienses do governador Sérgio Cabral em 2009, acompanhado por alguns secretários e pelo empreiteiro Fernando Cavendish, dono da Delta.

Uma cena pode ser vista com o olhar do casal que está numa mesa ao fundo do salão do restaurante Luís XV, no Hotel de France, em Mônaco. (“Este é o melhor Alain Ducasse do mundo”, diz Cabral, referindo-se ao chef.) Ela é uma senhora loura e veste um pretinho básico. A certa altura, ouve uma cantoria na mesa redonda onde há oito pessoas. Admita-se que ela entende português. O grupo comemora o aniversário de Adriana Ancelmo, a mulher de Cabral, e festeja o próximo casamento de Fernando Cavendish. Até aí, tudo bem, é vulgar puxar celulares no Luís XV e chega a ser brega filmar a cena, mas, afinal, é noite de festa. A certa altura, marcado o dia do casamento, Cabral decide dirigir a cena:

“Então, dá um beijo na boca, vocês dois.”

Cavendish vai para seu momento Clark Gable e o governador diz à mulher do empreiteiro:

“Abre essa boca aí.”

As cenas foram filmadas por dois celulares. Um deles era o do dono da Delta.

Na mesma viagem, Cavendish, o empresário George Sadala, seu vizinho de avenida Vieira Souto, e concessionário do Poupatempo no Rio e em Minas, mais os secretários de Saúde e de Governo do Rio (Sérgio Cortes e Wilson Carlos), estão no restaurante do Hotel Ritz de Paris. Até aí, tudo bem, pois o empreiteiro tinha bala para segurar a conta. Pelas expressões, estão embriagados. Fora do expediente, nada demais. Inexplicáveis, nessa cena, são os guardanapos que todos amarraram na cabeça. Ganha uma viagem a Dubai quem tiver uma explicação para o adereço.

O álbum fecha com a fotografia de quatro senhoras gargalhantes, no meio da rua, mostrando as solas de seus stilettos (duas vermelhas). Exibem como troféus os calçados de Christian Louboutin. Nos pés de Victoria Beckam (38 anos) ou de Lady Gaga (26 anos), eles têm a sua graça, mas tornaram-se adereços que, por manjados, tangenciam a vulgaridade. Não é à toa que Louboutin desenhou os modelos das dançarinas (topless) do cabaré Crazy Horse.

As cenas constrangem quem as vê pela breguice. Até hoje, o ex-presidente José Sarney é obrigado a explicar a limusine branca de noiva tailandesa com que se locomoveu numa de suas viagens a Nova Iorque. (Não foi ele quem mandou alugar o modelo.) A doutora Dilma explicou que não foi ela quem mandou fechar o Taj Mahal. No caso das vilegiaturas de Cabral, a breguice não partiu dos organizadores da viagem, mas da conduta dele, de seus secretários e do amigo empreiteiro.

Esse tipo de deslumbramento teve no governador um exemplo documentado, mas faz parte do primarismo dos novíssimos ricos do Brasil emergente. Noutra ponta dessa classe está o senador Demóstenes Torres, comprando cinco garrafas de vinho Cheval Blanc, safra de 1947: “Mete o pau aí. Para muitos é o melhor vinho do mundo, de todos os tempos (…). Passa o cartão do nosso amigo aí, depois a gente vê”. O amigo do cartão era Carlinhos Cachoeira, que, por sua vez, também era amigo da empreiteira Delta, de Cavendish.

Fonte: Josias de Souza

Natalenses preferem interior do estado para passar feriado de Páscoa

Um feriado para curtir em família e sem esquecer as tradições. É com este foco que o natalense se prepara para a Semana Santa e Páscoa, que começa na próxima quinta-feira, 5.04. O instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio – órgão ligado à Fecomércio RN – procurou saber quais são as intenções de consumo e de gastos do natalense para este período. Entre os 600 entrevistados, 38% afirmaram que pretendem viajar com a família ou para encontrar parte dela. Destes, 70,6% afirmaram que terão como destino o interior do estado e 51,4% usarão o carro como meio de transporte.

Um detalhe interessante quando o assunto são as viagens é que entre os poucos que afirmaram estar planejando uma ida ao exterior (3,9%), a imensa maioria (78,5%) disseram que organizaram o passeio por conta própria, em recorrer aos serviços de uma agência de viagens.

A pesquisa também deixou claro que os natalenses vão manter a tradição na hora de ir às compras. Os ovos de chocolate foram o item de consumo mais citado como o que os natalenses desejam comprar esta semana (34,4%), logo após aparecem os peixes e crustáceos com 31,2%, seguido por vinhos (17,8%).

Questionados ainda a respeito de quanto pretendem gastar com os itens ligados ao período, 37,7% afirmaram que gastarão no máximo R$ 100 e 29,1% que pretendem desembolsar até R$ 200. A maioria dos entrevistados (65,51%) vai comprar os itens à vista.

“O levantamento serve para verificarmos o que devemos esperar em termos de aumento de consumo em itens sazonais nesta época do ano. Serve também para apontar se no fechamento das vendas do mês de abril, as compras relativas à Páscoa deverão representar um impacto considerável ou não no volume final. Pelo que vimos, sim”, afirma o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Fernandes de Queiroz. Segue em anexo a íntegra da pesquisa.

Dilma Rousseff convida Rosalba Ciarlini para viagem no exterior

De um lado a presidenta Dilma Rousseff, do PT, do outro a governadora Rosalba Ciarlini, do DEM. Essa frase poderia até ser aceita, mas não é assim que o colunista Anselmo de Carvalho vê as coisas. De acordo com sua última coluna, as duas mulheres estão juntas no mesmo lado, inclusive com viagem agendada para fora do país, mais especificamente para a Índia.

A que se daria essa aproximação a ponto de um convite para o exterior? Seria um princípio de articulação política? Respostas o blog não tem, mas que é, no mínimo, estranho. Isso é!

Ah! Não poderíamos deixar de fazer uma análise mais profunda desse convite. Se a governadora for no AeroDilma rumo à Índia, quem fica no poder é o rompido vice Robinson Faria. Será que ele vai sentir esse gostinho de ter o poder das mãos vindo exatamente de quem acabou de se desvincular politicamente?

Isso ainda vai render um bocado nos bastidores, principalmente se o convite for aceito. Além de Rosalba, também foi convidado o sergipano Marcelo Déda.

 

Juiz esclarece curso a bordo de transatlântico de luxo

Em contato com o blog, o juiz da Vara Criminal de Caicó Luiz Cândido de Andrade Villaça, Coordenador do Núcleo do Seridó da Escola de Magistrados do Rio Grande do Norte (Esmarn), esclareceu alguns pontos de sua viagem a bordo do luxuoso navio transatlântico Splendour Of The Seas – Royal Caribean, entre os dias 15 e 22 de janeiro, para um curso de capacitação e aperfeiçoamento.

O primeiro foi quanto à solicitação de pagamento de diária ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), que supostamente teria sido negativado de acordo com fontes. O magistrado, por sua vez, explicou que não houve qualquer tipo de solicitação à Corte estadual e que a informação estava errada.

Ao contrário do que entendeu o magistrado, em nenhum momento foi dito que houve o pagamento do curso por parte da Esmarn ou de qualquer outro ente público e também que o pagamento foi ilegal. O blog apenas noticiou que foram solicitadas as diárias que juntas somaram cerca de R$ 24 mil. Diárias essas devidamente fiscalizadas e auditadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). O juiz Luiz Cândido explicou que a diária de aproximadamente R$ 1 mil se trata de um direito assegurado e que não há ilegalidade, como o blog já havia observado.

“O cruzeiro não foi pago com dinheiro público. O cruzeiro foi pago por minha pessoa, com o dinheiro dos meus subsídios e, em parte, pelo dinheiro das diárias recebidas e nenhuma pessoa física ou jurídica arcou com qualquer despesa ou efetuou, de qualquer forma, pagamento de qualquer deslocamento, estada ou mesmo refeições. O que eu recebi, por ter direito como qualquer servidor público e agente político de Poder, foram as diárias, que tem caráter indenizatório, e se justificam quando o servidor (seja juiz ou não) se desloca em nome da instituição a que está vinculado para fazer algo de interesse dela.No caso, a Esmarn buscou a formação de formadores, colhendo elementos acadêmicos novos para que isso pudesse influenciar nas escolhas dos novos cursos que serão oferecidos aos juízes e servidores do Poder Judiciário do RN. O pagamento das diárias em questão foi feito seguindo procedimento padrão e se baseou no fato de que se tratou de convocação e o valor pago é proporcional ao dos vencimentos do beneficiário. Além disso, o valor cobriu bem menos que a metade das despesas enfrentadas, as quais foram pagas, evidentemente, por minha pessoa”, disse.

O juiz coordenador do Núcleo do Seridó da Esmarn ainda destacou que não houve aumento dos gastos com as diárias pelo fato do curso ter sido realizado a bordo de um navio luxuoso e, sim, um aumento das despesas pagas por ele. Luiz Cândido lembra que as diárias foram as mesmas pagas a outras localidades.

“Para que fique claro à opinião pública: se o curso tivesse sido realizado em qualquer outro lugar, o valor das diárias seriam os mesmos, mas, por ser realizado à bordo de um navio, tive de arcar com os custos das despesas deste, inclusive passagens aéreas, translados, hospedagens no próprio navio, refeições e etc. As despesas públicas não foram maiores pelo fato de o curso ter sido realizado em um navio.”, ressaltou.

O jurista também explicou o motivo de sua convocação, juntamente com o desembargador Rafael Godeiro, diretor da Esmarn, e e juiz José Dantas de Lira, coordenador dos Cursos de Formação, Atualização e Aperfeiçoamento de Servidores, para o curso do Mercosul que foi realizado a bordo, durante o caminho até a Argentina. Ele destaca que faz parte de um grupo de pesquisadores na área e que o aprendizado vai contribuir para o desenvolvimento pedagógico da Escola.

“Minha convocação se deu em virtude de minha condição de Coordenador do Núcleo do Seridó, um dos mais importantes do Estado, até pela notória riqueza cultural aqui encontrada, além do fato de ter cursado Especialização em Direito Constitucional, Curso de Gestão Pública Judiciária, vinculado à Fundação Getúlio Vargas, onde cursei MBA, bem como ter ocupado por tempo significante a cadeira de professor da Faculdade de Direito de Maceió, do saudoso Estado de Alagoas, onde encontro minhas origens sertanejas. Durante o curso, além das discussões já mencionadas acima, também se tratou de transconstitucionalismo no Mercosul, onde se observou algumas peculiaridades constitucionais de outros países do Bloco, falou-se da elaboração das normas que deveriam reger as relações jurídicas e comerciais, além de ser possível o contato com autoridades judiciais de outros países. Enfim, o congresso oxigenou os motes pedagógicos e indicou novo rumo para os estudos que estão por vir, inclusive os da iniciativa da Esmarn para os demais magistrados e servidores, incluindo na área do Seridó, de onde sou coordenador”, pontuou.

As notícias publicadas pelo portal sobre o caso

Curso de desembargador e juízes em cruzeiro de luxo custou R$ 2 mil por hora de aula

Desembargador e Juízes do RN viajam para encontro em Cruzeiro 5 estrelas recebendo quase R$ 1000,00 por dia

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ricardo Oliveira disse:

    Falou sério kkk

  2. Barroso Pinto disse:

    Ele esqueceu de falar na mudança que ocorrerá no mundo, em todas as áreas do conhecimento, depois que o jurista, filósofo, pensador e humanista RAFAEL GODEIRO participou, com certeza ativamente, deste curso, ao lado do seu pupilo JOSÉ DANTAS DE LIRA.
    E esqueceu também de dizer que quem custeia a luxuosa Esmarn, que só serve prá fazer turismo e de cabide de empregos, é o sofrido jurisdicionado do Estado, quando paga custas exorbitantes para poder ter o direito de litigar em juízo.