Caso Maisla: defesa quer anular condenação de Osvaldo Pereira

A defesa do vendedor ambulante Osvaldo Pereira de Aguiar quer anular a condenação dele pela morte de Maisla mariano dos Santos. O advogado Marcus Alânio enviou uma apelação ao Tribunal de Justiça solicitando a cassação da decisão final do Júri Popular que condenou Osvaldo Pereira em março de 2011.

Segundo Alânio, o recurso solicita a nulidade anterior e posterior à pronúncia do processo e da decisão tomada pelo Júri, sob a justificativa de que a sentença vai de encontro às provas arroladas. O advogado afirma que não é possível provar que Osvaldo cometeu o homicídio.

O julgamento do recurso na Câmara Criminal do TJ está marcado para ocorrer nesta quinta-feira (29), mas Marcus Alânio adianta que vai solicitar o adiamento da sessão para a próxima terça-feira (3).

Osvaldo Pereira de Aguiar foi considerado culpado pela morte da jovem Maisla Mariano dos Santos, de 11 anos de idade, e condenado a cumprir 41 anos de reclusão em regime fechado. A menina foi assassinada e esquartejada no dia 12 de maio de 2009, e desde o dia dio crime Osvaldo nega a autoria. Ele cumpre pena na Penitenciária Estadual de Alcaçuz.

Fonte: Tribuna do Norte