INQUÉRITO “ATOS ANTIDEMOCRÁTICOS”: Empresário e publicitário ligados ao partido que Bolsonaro pretende criar são alvos de operação da PF

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (16) uma ação com mandados de busca e apreensão contra o publicitário Sérgio Lima e o empresário Luís Felipe Belmonte. Os dois são ligados ao Aliança pelo Brasil, partido que o presidente Jair Bolsonaro pretende criar. O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), bolsonarista, também é alvo.

As buscas e apreensões foram autorizadas pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), dentro do inquérito que investiga a realização de atos antidemocráticos. Moraes é o relator do caso.

Ao todo, são 21 mandados, e os alvos estão em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Maranhão e Santa Catarina.

O objetivo da ação desta terça, segundo os investigadores, é levantar provas sobre a organização dos atos e sobre quem os financia. Os atos atacaram e ameaçaram instituições como o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF), o que é inconstitucional.

Outro alvo da operação desta terça é Allan Santos, dono do canal da internet “Terça Livre”, também apoiador de Bolsonaro.

Alvos

Veja os alvos da operação desta terça confirmados até a última atualização desta reportagem:

Luís Felipe Belmonte, empresário e um dos organizadores do partido Aliança pelo Brasil

Sérgio Lima, publicitário do Aliança pelo Brasil

Daniel Silveira (PSL-RJ), deputado federal

Allan Santos, dono de canal na internet ligado a Bolsonaro

Alberto Silva, também tem canal bolsonarista

O que dizem os investigados

Em uma rede social, o deputado Daniel Silveira disse que foi alvo dos mandados porque está “incomodando algumas esferas do velho poder”.

Prisões na segunda-feira

Nesta segunda-feira (15), a extremista Sara Giromini foi presa em uma ação dentro do mesmo inquérito. Ela foi uma das coordenadoras de um acampamento de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios. O grupo admitiu que tinha armas no acampamento e fez atos de ameaças ao Congresso Nacional e ao STF.

Além de Sara, outras cinco pessoas foram presas na segunda.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Papa Jerry Moon disse:

    Aos cuidados de Zé de Nenen.

  2. Otário disse:

    Quem será que patrocina a torcida do Corinthians?
    Cabeça de ovo não vai querer saber?

  3. Damasceno disse:

    Todas as buscas foram solicitadas pelo PGR ARAS, o Min. Moraes apenas deferiu.

  4. Abreu disse:

    Justiça de um lado só

  5. Flávio A disse:

    Ou reage agora, senão é melhor entregar para Mourão de uma vez pois está desmoralizado.

COMENTE AQUI