VÍDEO: Empresário agride cinegrafista porque trabalha numa filiada da Globo em SP

Na manhã desta quarta-feira (20), enquanto trabalhava numa matéria para a TV Integração, afiliada da TV Globo, um repórter cinematográfico foi agredido por um empresário de Barbacena.

Segundo testemunhas, o empresário passou pelo local de carro e ao ver a equipe de tv gravando nas proximidades da entrada da EPCAR ele gritou “Globo Lixo”. Em ato contínuo, parou o veículo numa rua em frente e agrediu o cinegrafista com chutes e agressões verbais.

A cena foi filmada pela repórter que estava no carro da emissora e a Polícia Militar compareceu ao local, levando o autor para a delegacia de polícia.

O cinegrafista, que teve a mão fraturada, foi encaminhado para o Hospital Regional de Barbacena.

Barbacena Mais – Portal de Notícias

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Arthur disse:

    Eu não entendo esse extremismo contra a Globo, se não gosta do Canal, vai assistir o Bispo ou Sílvio Santos.

  2. Jurua Gomes disse:

    Gostaria de saber o leva uma pessoa fazer uma barbaridade desta, se acha o dono do mundo só na maneira dele andar diz que é ele quem manda, é o que ele pensa.

  3. mauriciio disse:

    parabéns a todos vcs que apoiaram a polarização, Brasil regredindo e os extremistas acham que tão abafando…

  4. Anti-Político de Estimação disse:

    Um absurdo digno de uma mentalidade atrasada, medieval. Só espero que depois não fique arrotando por aí que é um "homem de bem" (sic).

  5. Emerson Fonseca disse:

    A que ponto chegamos ou vamos chegar ?

Empresário Paulo Marinho não tem gravações das conversas com Flávio Bolsonaro

Paulo Marinho | Foto: Fabio Rossi / Agência O Globo

O empresário Paulo Marinho, que ontem revelou que Flavio Bolsonaro foi avisado com antecedência por um delegado da PF sobre da operação Furna da Onça, que investigava as rachadinhas, tem com ele um material que fornecerá à PF para provar o que disse. Tal material servirá para ajudar as investigações sobre o caso.

São elementos como passagens aéreas para São Paulo, onde ocorreu um encontro entre ele, Gustavo Bebianno e o advogado Victor Alves, que trabalha com Flavio Bolsonaro. E a reserva de uma sala de reuniões do hotel Emiliano, onde ocorreu a tal conversa, entre outras coisas.

Marinho não tem gravações das conversas com Flavio Bolsonaro. A quem lhe pergunta o motivo de não ter gravado o 01, Marinho responde:

— Não gravei porque não sou bandido.

Lauro Jardim – O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Gravações? Nem precisa. A ação nefasta da "familícia numerada" tornou-se tão evidente que a simples delação de um antigo comparsa já se reveste de juízo da própria consciência.

  2. Emerson Fonseca disse:

    Será que neste caso vale o não tenho provas mas tenho convicção?

  3. Olimpio neto disse:

    Independente de partido é a maior facção criminosa do Brasil os políticos

  4. Victorino disse:

    Seiiii!!! Não é bandido!? É menino besta,! Loco para assumir no senado e ter plano de saúde vitalício para ele e a prole. Vergonha

  5. Raimundo disse:

    Que [email protected]&&@ esse cara fez?

Maior apoiador de Bolsonaro, empresário Luciano Hang diz estar decepcionado com saída de Moro

Foto: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Um dos maiores apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, o empresário Luciano Hang, das lojas Havan, descreve a saída de Sergio Moro do Ministério da Justiça como decepcionante. Ele descreve esta sexta-feira (24) como um “dia triste”, em que o seu “herói” deixou o governo federal.

“Fico triste com a saída do ministro Moro. Sempre tenho manifestado que ele é o grande herói brasileiro. Um herói vivo. O cara que fez uma grande transformação no nosso país contra a corrupção. Hoje é um dia pesado, muito, muito, muito ruim”, diz Hang ao Painel.

“”A saída do Moro me deixa decepcionado. Neste momento estamos vivendo uma crise de saúde, política, e uma crise econômica, e não temos que ter mais crises do governo. Temos que agora nos unir para passar esse momento. Estou muito triste. O Moro deixa um legado para o país inimaginável, sou fã de carteirinha dele, e ele é meu herói”, acrescenta.

Sobre as acusações feitas por Moro a Bolsonaro, como a tentativa de acessar arquivos da Polícia Federal e uma suposta fraude em sua assinatura no Diário Oficial, Hang disse que estava em um avião e não acompanhou o que disse o ministro, e que só se pronunciará sobre o tema depois de assistir o pronunciamento de Moro.

Perguntado se continua bolsonarista, ele não confirmou nem negou.

“Sou apoiador do Brasil. Quando me posicionei lá atrás, quando disse que seria ativista político, escrevi que ‘o Brasil que queremos só depende de nós'”, disse.

Ele também disse que não tem apego a políticos.

“Desde o princípio, se você procurar meu histórico, sou brasileiro como ativista político. Não tenho partido nem político de estimação. Continuo defendendo as pautas brasileiras. Desburocratização, menos interferência do governo na vida do cidadão.”

Sobre a preocupação de Bolsonaro com o inquérito de fake news, revelado pelo Painel, ele diz que o temor só deve existir em quem tem algo a temer, o que, na sua opinião, não é o caso do presidente.

“Quem não deve, não teme. Se você fez alguma coisa, você fica preocupado. Se não fez, você não fica. Espero que não seja a verdade. Não acredito que empresários tenham impulsionado determinadas campanhas​. Quero crer que houve uma saída por não compatibilizar o pensamento do presidente com o do Moro”, conclui.

Painel – Folha de São Paulo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Barba disse:

    O doente da Havan!
    KD os gados?

    • Tertu disse:

      O gado tá pensando que seus adorados ladrões CORRUPTOS condenados vão voltar ao poder. Não sejam imbecis, cretinos. O Brasil não aceita em hipótese alguma votar em CORRUPTOS. Hehehe

  2. Roberto macedo disse:

    Esse veio da havan é caloteiro

  3. Anti-Político de Estimação disse:

    Sonegador contumaz, que adora arrotar honestidade e patriotismo.

    • paulo disse:

      Bom mesmo era sua quadrilha. Esse Cidadão gera milhares de empregos pelo País todo e não existe nenhuma prova contra ele, agora os seus ladrões de estimação geraram milhares de desempregos. O seu poste que ensaca vento deixou 13 MILHÕES de desempregados.Babaca.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Que quadrilha cara ?????kkkkkkkkkk. Não tenho e nunca tive nem político , e nem muito menos, BANDIDO de estimação.

  4. João Felipe disse:

    Claro..isso é óbvio. Pessoas com bom senso não tem políticos de estimação.

  5. Anderson disse:

    O Brasil inteiro está decepcionado. Tiro de bazuca no pé.
    Acabou, cadeia para todos os corruptos, seja de direita, seja de esquerda.
    Começou hoje a campanha MORO 2022

  6. Observando disse:

    Os ratos abandonam o navio.

    • Gustavo disse:

      Errar é natural. Agora permanecer no erro é que não dar. É o que vejo nessa pessoas que defendem o PT. Eles não vem para realidade. É uma ilusão total.

    • Jr disse:

      O anti petismo é tão cego quanto o petismo!

Covid-19: Polícia Civil abre investigação contra empresário que participou de festa no interior do RN durante isolamento

A Delegacia Municipal de Carnaubais divulgou, nesta quinta-feira (02), que instaurou um inquérito policial contra o empresário Francisco Chagas Neto, 28 anos, pela suspeita de ter cometido crimes vinculados à disseminação da Covid-19 em território potiguar.

O suspeito está sendo investigado pelo cometimento de três crimes: praticar, com o fim de transmitir a outrem moléstia grave de que está contaminado, ato capaz de produzir o contágio; causar epidemia, mediante a propagação de germes patogênicos e o crime de infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

Segundo as investigações, Francisco Chagas Neto organizou uma festa, no dia 28 de março, quando estava em período de isolamento, devido à suspeita de estar contaminado com a Covid-19. Aproximadamente 20 pessoas participaram da festa que aconteceu na cidade de Carnaubais no Oeste potiguar. Um dia após a comemoração, o resultado do exame de Francisco Chagas deu positivo para a Covid-19.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

VÍDEOS: Empresário no interior do RN com covid-19 sai de quarentena, vai à festa, coloca duas cidades em alerta e pede desculpas após repercussão

Foto: Reprodução

O Blog do Dina – por Dinarte Assunção, destaca nesta quarta-feira(01) que moradores de Carnaubais e Alto do Rodrigues estão indignados e apreensivos depois que o empresário Francisco das Chagas Neto, 28, rompeu o isolamento e participou de festa no fim de semana com amigos em comum das duas cidades.

Chagas Neto fez o teste para covid-19 na segunda-feira (23). Ele estava em casa em quarentena após apresentar sintomas provocados pelo coronavírus. A partir da quinta-feira (26) começou a sair de casa, conforme vídeo que ele mesmo postou nas redes sociais. No fim de semana, participou de festa. No domingo (29), a Prefeitura de Carnaubais confirmou um caso na cidade.

“Eu não queria estar infectado”, disse ele durante live feita no Facebook após a repercussão do caso.

Segundo ele afirmou, todas as orientações foram dadas pela Secretaria Municipal de Saúde da cidade e que foi ele que decidiu contrariá-las.

“Venho pedir perdão à população de Carnaubais, de nosso estado, às pessoas que estiveram comigo em Alto do Rodrigues, pois, quem me conhece sabe, eu errei, sim. Errei feio. Fui irresponsável, mas ninguém tem teto de vidro. Todo mundo erra”, disse ele, que pediu oração pelas pessoas com quem ele fez a festa:

“Rezem pelas pessoas que estavam comigo. Somos humanos e estamos aptos a pecar. E basta reconhecer o erro e recomeçar”.

Em outros estados, situações como a de Chagas Neto foram enfrentadas como rigor da Justiça a partir de provocação do Ministério Público, que foi procurado pelo Blog do Dina para saber se tomou ou se vai tomar providências. O órgão ainda não respondeu.

Confira o vídeo em que Chagas registrou a festa com amigos:

[VÍDEO] Empresário no interior do RN com covid-19 sai de quarentena, vai à festa e coloca duas cidades em alerta: ‘Rezem por quem teve contato comigo’

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Aimberkson Arruda disse:

    So ele errou ? E os demais que correram o risco fazendo aglomeração???
    Todos erraram ! Não cabe a nós sermos mais um a atirar pedra!

  2. Sandra disse:

    Rezar por esses irresponsaveis? Eu rezo eh para os meus pais que sao idosos, e nao estao podendo sair de casa, e por todas as pessoas que estao tendo que diariamente sair para trabalhar para que nao falte, inclusive para esses sem nocao, atendimento medico, seguranca, alimentos, etc. Para esses da festinha, eu so desejo sorte de nao terem contraido o virus.

  3. Lica disse:

    E apenas um egpista merece ser processado rigorosamente

  4. Zuza disse:

    Babaca irresponsável. Deve responder criminalmente por isso.

  5. Renato disse:

    Ai está um dos maiores problemas do combate ao vírus: os órgãos públicos não divulgam o nome das pessoas que testaram positivo. Isso deveria ser medida obrigatória.

  6. Carlos Sérgio disse:

    Errou muito
    Parabéns pela atitude de pedir desculpas e reconhecer merda que fez.
    Nós temos um presidente que até o momento não mostrou o resultado do terceiro exame e foi as ruas ..o pior, ainda existem apoiadores do feito

  7. JK disse:

    Se ele pegou o covid-19, agora vai pegar é cólera com essa água suja dessa piscina kkkkkkk

  8. LEO disse:

    Isso é água nessa piscina ou caldo de cana?…..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  9. Vítor disse:

    Tem que ser denunciado ao MP

  10. Luiz disse:

    Cadeia para esse irresponsável !!!!!!!!!!

  11. almeida disse:

    CADEIA E MULTA

  12. Marcos Vinícios disse:

    O Decreto estadual vai ser aplicado!?

  13. Hugo disse:

    se escapar da água dessa piscina não vai ser o Covid que vai derrubar.

  14. Kennedy Diniz disse:

    Crime doloso!

  15. Bráulio disse:

    Todos errados, não deveriam estar numa festa neste período.
    Errou quem deu a festa, errou quem foi a festa, errou o empresário que testou positivo e foi.
    Criticar o empresário é fácil, mas o que essas pessoas estavam fazendo numa festa?
    Não deve haver aglomeração, manter um distanciamento é necessário.
    Ficam promovendo encontro social, as pessoas que foram a festa não estavam infectadas? Como elas sabem disso? Nessa estão todos errados.

  16. Renato Maciel disse:

    O camarada que não pegar o coronavirus nessa piscina limpa, pega no mínimo uma leptospirose.

  17. guardians disse:

    Coronavírus eu não sei, mas denque nessa água suja é muito provável.

  18. Manoel disse:

    Merece alguns processos cíveis e criminais! Aí quem sabe aprende a valorizar a vida dos "amigos"!!!!

  19. Cabo Silva disse:

    Cadeia!!!!!

    • Ze disse:

      Ate a pandemia acabar

    • #B38 disse:

      Concordo! Em um país sério ele tava preso. No país que deveria estar moralizado agora né? Ele faz vídeo chorando e passam mão na cabeça. Cadê a lei?

ECOHOUSE: MPF denuncia e pede prisão do empresário Anthony Armstrong, que fugiu do Brasil

Foto: Arquivo/FD/Polícia

O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com uma denúncia contra o empresário inglês Anthony Jon Domingo Armstrong Emery – ex-presidente do Alecrim Futebol Clube – e outros sete envolvidos em um esquema de lavagem de dinheiro promovido no Rio Grande do Norte, entre os anos de 2012 e 2014, que desviou pelo menos R$ 75 milhões de quase 2 mil investidores.

Através do chamado Grupo Ecohouse, o empresário junto de sua enteada e principal sócia, Gabriela Medeiros de Oliveira, prometia aos investidores ganhos de 20% por ano. A rentabilidade viria da construção e venda de moradias populares dentro do programa “Minha Casa, Minha Vida”, no Rio Grande do Norte. No entanto, as obras não eram concluídas ou sequer foram iniciadas; o grupo não possuía convênio com o programa federal (embora divulgasse que era a única empresa inglesa a deter tal privilégio); e o dinheiro dos investidores nunca foi devolvido.

Além dos dois, a ação penal – de autoria do procurador da República Renan Paes Felix – inclui entre os denunciados um funcionário da Caixa Econômica Federal – Jônatas Aragão Ramos – que atestou ilegalmente e com base em informações mentirosas que a construtora de Anthony Armstrong possuía contrato com o “Minha casa”. O banco esclareceu que não costuma emitir esse tipo de documentação e que o funcionário não tinha o direito de fazê-lo.

Também são alvos da denúncia cinco contadores que assinavam como “profissionais independentes” as declarações (107 ao todo) que atestavam o suposto andamento das obras: Aritelmo Franco da Silva, Alexandre Magno Mendes, André Pinheiro Lopes, Jailson Silva de Araújo e Michel Ralan Bezerra Barros. Eles nunca visitaram nem mesmo os canteiros. As declarações falsas ajudavam a ludibriar os investidores.

Prisão – O MPF também requer a prisão preventiva do empresário e sua enteada. O pedido chegou a ser feito no curso da investigação, por parte da Polícia Federal, porém a Justiça entendeu na época que seriam suficientes a apreensão dos passaportes e a proibição de os dois saírem do país. Porém, mesmo assim eles fugiram do Brasil e, depois de passar pelo Principado de Mônaco e pelos Emirados Árabes Unidos, hoje se encontram em local desconhecido, “provavelmente usufruindo dos recursos que amealharam criminosamente”, lamenta o MPF.

A denúncia é fruto da chamada Operação Godfather, deflagrada em 2014, cujas investigações tiveram início a partir de informações do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). A nomenclatura fazia alusão ao título em inglês dos famosos livros e filmes cujo nome em português, “O Poderoso Chefão”, se tornou apelido de Anthony Armstrong no RN.

Com informações do MPF

 

Bolsonaro repete declarações feitas por Hans River a jornalista da Folha; entidades repudiam

Foto: Reprodução/G1

Ao deixar o Palácio da Alvorada, nesta terça-feira, Jair Bolsonaro falou sobre o depoimento de Hans River do Rio Nascimento à CPI das Fake News, na semana passada.

Ao falar à comissão, o ex-funcionário de uma agência de disparos de mensagens em massa por WhatsApp ofendeu e fez insinuações de cunho sexual sobre uma repórter da Folha.

“Olha a jornalista da Folha de S.Paulo. Tem mais um vídeo dela aí. Não vou falar aqui porque tem senhoras aqui do lado. Ela falando: ‘Eu sou […] do PT’, certo? No depoimento do Hans River, no final de 2018, para o Ministério Público, ele diz do assédio da jornalista em cima dele”, disse Bolsonaro.

Em seguida, o presidente diz, aos risos:

“Ela [repórter] queria um furo. Ela queria dar o furo a qualquer preço contra mim. Lá em 2018, ele [Hans] já dizia que ele chegava e ia perguntando: ‘O Bolsonaro pagou para você divulgar pelo Whatsapp informações?’ E outra: se você fez fake news contra o PT, menos com menos dá mais na matemática. Se eu for mentir contra o PT, eu estou falando bem, porque o PT só fez besteira.”

E ainda:

“Tem um povo aqui [referindo-se ao grupo de simpatizantes na porta do Alvorada]. Alguém recebeu no ‘zap’ uma matéria qualquer que suspeitou para prejudicar o PT e me beneficiar? Ninguém recebeu nada. Não tem materialidade, zero. Você não precisa mentir para falar sobre o PT, os caras arrebentaram com Petrobras, fundo de pensões, BNDES.”

Em 2018, a Folha publicou reportagens sobre a contratação de empresas de marketing que teriam realizado envios maciços de mensagens políticas durante a campanha eleitoral, o que é proibido por lei.

Entidades repudiam

Nesta terça, a Associação Nacional de Jornais (ANJ) e Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER) divulgaram nota conjunta em repúdio aos ataques:

“A Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER) e a Associação Nacional de Jornais (ANJ) protestam contra as lamentáveis declarações do presidente Jair Bolsonaro ao ecoar ofensas contra a repórter Patrícia Campos Mello, do jornal Folha de S.Paulo.

As insinuações do presidente buscam desqualificar o livre exercício do jornalismo e confundir a opinião pública. Como infelizmente tem acontecido reiteradas vezes, o presidente se aproveita da presença de uma claque para atacar jornalistas, cujo trabalho é essencial para a sociedade e a preservação da democracia.”

Há uma semana, no dia 11 de fevereiro, a mesma repórter da Folha já tinha sido alvo de ataques. Durante a sessão da CPI, Hans River disse que Patrícia Campos Mello “se insinuou” para ele para tentar obter informações sobre disparos de mensagens.

Com O Antagonista e G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    Ela quis dá o furo e se deu mal, mas as feministas do grelho duro acharam um elogio quando Lula chamou elas assim.

  2. Wendell Fernandes disse:

    Perfeito comentário Calixto Silva, disse tudo. Parabéns!

  3. Santos disse:

    O presidente é o rei do Marketing…
    Ai sabe fazer o nome ficar marcado no inconsciente coletivo.
    Parabéns!

  4. Petra disse:

    Noooooojo desse verme. Que sujeito asqueroso..

  5. Gaius Baltar disse:

    Nada justifica essa quebra de decoro do presidente. A reportagem da Folha desmoronou-se, a repórter já estava desacreditada, então eu me pergunto pra que uma fala dessa? Se um moleque de 15 anos dissesse uma piada dessas seria escroto mas o que esperar de um cabeça tonta? Mas o o presidente? Um senhor de sessenta anos com essa piadinhas de boteco? Pode até ser que meia dúzia de Zé Ruelas daqueles que nem mulher tem achem isso engraçado, pois duvido que algum pai de família respeitável ache normal tratarem uma mulher assim. Esse tipo de palavreado pode até fazer sucesso em um certo nicho (retardado) do eleitorado mas afasta gente séria que acreditava que o respeito e os bons costumes estariam de volta à presidência, depois de tempos de “grelos duros” e “cachacinhas”. Parece que nos enganamos.

    • Ceará-Mundão disse:

      Olha, Gaius, não sou a favor de grosserias e termos chulos. Mas, quem disse tais coisas foi o depoente convocado pela própria oposição, que tinha a clara intenção de prejudicar o presidente (teimam em patrocinar um impossível "terceiro turno" da eleição). E ninguém pode afirmar que ele falou mentiras pois se trata da sua palavra contra a da repórter. E fico imaginando se esse cidadão tivesse dito algo contra o presidente. Como teria sido a repercussão, hein? Por outra, me desculpe mas não creio que vc votou no presidente. Não há do que se arrepender, portanto. Acrescento ainda algo: o presidente poderia ter dito a mesma coisa (citado a denúncia do tal Hans) de uma forma mais branda e evitado essa polêmica tola.

    • Gaius Baltar disse:

      Realmente não votei no presidente, por estar fora do país na época das eleições, mas apoiei sua eleição como apoiaria a de qualquer um que fosse contra o PT. Sou a favor do seu governo, concordo genericamente com o que ele está fazendo, mas não posso concordar com uma atitude boçal dessa. Repetir o que esse Hans falou não é digno do presidente de república que deveria resgatar a honra do cargo depois de 16 anos de pilantras.

    • Calixto Silva disse:

      Toda esta revolta só por que o presidente falou o que o Hans falou na cpmi? Aonde vcs estavam quando o José de Abreu cuspiu na cara daquela mulher no restaurante? Onde vcs estavam quando aquele boca pobre do José de Abreu chamou a atriz Regina Duarte de fascista e ainda disse que só por que ela tem uma vargina não merece respeito? Quem é o misógino aí? E quando Lula chamou Maria do Rosário e a actual governadora Fátima Bezerra de grelo duro. Onde estavam todos vcs? Quanta hipocrisia e incoerência destes idiotas úteis!

    • Gaius Baltar disse:

      Calixto Silva,
      Eu estava exatamente onde estou: reprovando qualquer atitude escrota, de quem quer que seja. Dá perfeitamente para ser contra a atitude de José de Abreu e contra a atitude de Bolsonaro. Sendo que do presidente eu esperava mais do que de um mentecapto petista. O que eu não apoio no PT não posso apoiar em Bolsonaro, deu para entender? Eu apoio Bolsonaro justamente porque ele é (ou deveria) ser melhor que Lula. E é claro que esse alarde todo é porque o presidente repetiu o que o pilantra mentiroso do Hans falou na CPI, ou esqueceu que ele armou tudo para incriminar Bolsonaro sem nunca ter sido contratado pela campanha do presidente? É claro que eu espero que o presidente não siga os passos de um cara que mentiu contra ele.

  6. Ceará-Mundão disse:

    Se esse Hans tivesse dito qq coisa ruim sobre o presidente, mesmo que mentira (como vemos tanto), os esquerdopatas estariam repercutindo, pedindo investigação e desqualificando o presidente. Ô gente!

    • Gaius Baltar disse:

      Todas as mentiras contra o presidente estão sendo desmascaradas. A diferença é que com esse tipo de piada de botequim o presidente afasta gente que sempre o apoiou.

  7. Ricardo Carvalho disse:

    Essa celeuma todinha só pq a repórter petralha queria dar o furo? O Presidente apenas repetiu o que Hans falou na CPI das "feique nius". Os seguidores do partido que virou quadrilha estão saudosos da anta que saudava a mandioca e ensacava vento. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Gaius Baltar disse:

      Você acha normal o presidente da República repetir o que um cabra mentiroso (que inclusive mentiu contra o próprio Bolsonaro) disse?

  8. Everton disse:

    Bolsonaro é indigno do cargo q ocupa

    • Ceará-Mundão disse:

      Claro que vc preferiria o analfabeto cachaceiro, mentiroso, corrupto e lavador de dinheiro. Ou a ensacadora de vento incapaz de elaborar uma frase simplória, incompetente, autora de irregularidades contábeis e capaz de "quebrar" até mesmo loja de 1,99.

  9. Nelson Maia disse:

    Acho importante também apurar essa denúncia de assédio da repórter.
    Desacreditar a palavra do rapaz, pura e simplesmente é uma solução simplista.

  10. Chico disse:

    É não pô, ele só é o reflexo da população brasileira.

  11. MAURICIO disse:

    postura tinha aquele cidadão que ajudou no roubo do dinheiro público, por exemplo? petrobras
    postura é não roubar e não deixar roubar, tem por ai alguns saudosistas de plantão, que não se conforma com a honestidade, tá no sangue

    • Gaius Baltar disse:

      Postura é não usar de palavras chulas para tratar uma mulher, qualquer mulher. Ser honesto é obrigação e não mérito. Eu espero do presidente postura E honestidade, algo que era impossível de esperar em Lula. Criticar uma atitude errada do presidente não é pedir a volta do PT, e sim apontar que apoiamos Bolsonaro justamente porque ele é o oposto do PT.

  12. Sérgio disse:

    Saímos dos corruptos para os loucos.
    Vergonha de ser brasileiro!

  13. Silva disse:

    E o mais interessante nessa história é que o Hans Tiver foi convocado pra depor pelo PT !

  14. joão carlos disse:

    jornalista que mente não merece crédito, deveria perder o diploma

    • Gaius Baltar disse:

      Está certíssimo. Mas nenhuma mulher deve ser tratada assim publicamente. Muito menos pelo presidente da república, um pai de família e ex-militar.

  15. Luiz Antônio disse:

    É uma questão de falta de postura. É muito baixo nível.
    A AMAN não merece esse representante.

    • Rivanaldo disse:

      Tais achando ruim o presidente fazer insultos misóginos contra jornalistas mulheres?

      Espera só qd ele e o regime verde oliva q tomou conta do Planalto começarem a prender e torturar jornalistas então.

      A gente avisou
      A gente cansou de avisar
      Mas a imprensa queria Guedes

    • Celso disse:

      A jornalista pode ter "se insinuado" para o Hans River? Pode sim. Não há testemunha!
      O Hans River pode estar mentindo? Pode sim. Só que estava ciente de que em caso de mentir em um depoimento à CPI, ele pode ser punido.
      Você decide quem mentiu.

    • paulo disse:

      BG
      Bom nível tinha o ladrão de 09-dedos as amiguinhas, eram grelo duro, a cidade de pelotas para exportar Gays, isto sim era um vagabundo desqualificado e ninguém dizia nada ficavam rindo, a ministra Marta Suplicy mandando o povo relaxar e gozar com a falta de aviões, era realmente uns CANALHAS.

Empresário da Grande Natal morre após mergulhar sem cilindro em alto mar no RN

Foto: Divulgação/Redes Sociais

O portal G1-RN destaca nesta quinta-feira(06) que um empresário de 36 anos morreu depois de fazer um mergulho a 18 metros de profundidade sem cilindro de oxigênio em alto mar nessa quarta-feira (5) em Natal. De acordo com a Polícia Civil, a vítima é José Teixeira da Silva Neto, dono de uma pizzaria em Parnamirim, na região metropolitana da capital potiguar.

Segundo a Polícia Civil, o empresário saiu com um pescador e outras pessoas em uma lancha para mergulhar em alto mar. De acordo com a polícia, um dos passageiros que estavam na embarcação relatou que José mergulhou sem o uso de cilindro de oxigênio e demorou para retornar. Em seguida, ainda segundo a corporação, ele foi retirado da água, passou por manobras de reanimação, mas não resistiu. Mais detalhes em reportagem na íntegra aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. TUTA disse:

    Deus o tenha, mas o mergulho é um esporte perigoso e na apnéia mais ainda. Lembrando que o mergulhador nunca deve mergulhar sozinho, mas morreu fazendo o que gostava.

  2. Valter disse:

    Muito triste. Só corrigindo. O cilindro não é de oxigênio, mas de ar comprimido. Deve ter apagado (falta de oxigênio no cérebro) ai a pessoa desmaia e quando torna, se tiver na água, inala água e morre afogado.

Confiança do empresário da construção é a maior em dez anos, diz CNI

Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

O Índice de Confiança do Empresário da Indústria da Construção, medido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), subiu 0,9 ponto na passagem de dezembro de 2019 para janeiro deste ano.

Com o resultado, o indicador atingiu 64 pontos, o maior nível desde dezembro de 2010 e 10,2 pontos acima da média histórica.

A pontuação varia de zero a 100 pontos e, quando o indicador se situa acima de 50 pontos, isso significa que os empresários estão confiantes. A confiança no momento atual cresceu 1,7 ponto e passou para 57,3 pontos. Já as expectativas cresceram 0,5 ponto e chegaram a 67,3 pontos.

De acordo com a CNI, a alta foi puxada principalmente pela percepção da melhora das condições atuais da economia do país.

Os empresários também estão com mais intenção de investir. O índice de intenção de investimentos subiu 2,2 pontos em relação a dezembro e alcançou 44,4 pontos em janeiro, o maior valor desde setembro de 2014.

Também melhoraram os indicadores de situação financeira da empresa, de satisfação com a margem de lucro e de facilidade de acesso ao crédito.

Segundo o levantamento da CNI, os principais problemas enfrentados pelo setor no quarto trimestre do ano passado foram a elevada carga tributária (apontada por 42,7% dos empresários), excesso de burocracia (28,7%) e demanda insuficiente (27,6%).

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Thiago disse:

    Acho que existe certo exagero nos comentários. A construção civil diminuiu muito o ritmo nos últimos 05 anos, mas começa a lançar novos empreendimentos em 2019 e 2020.
    Em Natal existem condomínios sendo levantados e lançados no tirol e petrópolis por exemplo. Vários condomínios foram entregues e recentemente um condomínio enorme em cotovelo foi lançado, sendo vendido 85% dos terrenos.
    O preço do metro quadrado ainda é alto, mas a construção civil mostra sinais de recuperação, assim como as vendas no comércio e aumento na produção industrial, sem falar no recorde na produção de grãos. São fatos, independente de posição política.

  2. Fernando disse:

    Confiança é uma coisa… construir é ooooooutraaaa coooooisaaaa…

  3. Blue Gard disse:

    BG, tem que descontaminar o blog também.
    Demita esse petista que tem na sua equipe.
    Tem comentários sem nenhuma ofensa, ao ladrão Lula que não é publicado.

  4. Mário disse:

    Mas nas imobiliária diziam que não tinha crise. Não tinha uma ova, faz mais de 5 anos que ninguém vê prédio subindo em Natal.O povo liso e quebrado que mesmo com juro baixo ainda não tem coragem de entrar em cilada de 30 anos.

    • Diogo disse:

      Meu amigo, com a quantidade de empreendimento vazio, fora o fato da bolha imobiliária, doido é quem sobe prédio nos próximos anos, o m² está muito caro.

STJ mantém prisão de empresário acusado de roubar 23 toneladas de picanha

O STJ manteve a prisão preventiva de um empresário gaúcho acusado do roubo de uma carga de 23 toneladas de picanha, avaliada em mais de R$ 700 mil, informa a Crusoé.

O ministro João Otávio de Noronha, presidente da Corte, entendeu que há “elementos robustos” na investigação policial, que indicam a participação do empresário Paulinho Kock no esquema.

Segundo a denúncia do Ministério Público estadual, o empresário está envolvido no roubo da carga de um caminhão proveniente da Argentina, que foi rendido por homens armados.

Leia todos os detalhes aqui no Justiça Potiguar.

Confiança do empresário é a maior desde junho de 2010, diz CNI

Foto: Arquivo/Agência Brasil

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) subiu para 65,3 pontos em janeiro. Com a alta de 1 ponto em relação a dezembro de 2019, o indicador está 10,5 pontos acima da média histórica e é o maior desde junho de 2010.Os dados são da pesquisa divulgada hoje (23) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Os indicadores variam de zero a cem pontos. Quando estão acima de 50, mostram que os empresários estão confiantes. Quanto maior o índice, maior e mais disseminada é a confiança. O Icei é maior nas grandes empresas, segmento em que subiu para 66,4 pontos neste mês. Nas médias, o Icei é de 64,9 pontos e, nas pequenas, de 63,4 pontos.

“A confiança elevada se baseia não somente nas expectativas para os próximos seis meses, como também no sentimento de melhora da situação econômica corrente”, diz a pesquisa.

De acordo com a CNI, o índice que mede a percepção dos empresários sobre as condições atuais dos negócios e da economia aumentou 0,9 ponto frente a dezembro e ficou em 59 pontos em janeiro, o maior nível desde junho de 2010. O índice de expectativas subiu 1 ponto em relação ao mês passado e está em 68,4 pontos. Na avaliação da CNI, isso mostra que os empresários estão otimistas em relação ao desempenho das empresas e da economia nos próximos seis meses.

“Os empresários estão mais otimistas porque percebem melhoras no ambiente de negócios. Os juros e a inflação estão menores e há um aumento da demanda e da produção. Desde o fim do ano passado, há uma melhora da atividade”, afirmou, em nota, o economista da CNI Marcelo Azevedo.

“Além disso, os empresários acreditam que esse ambiente vai melhorar nos próximos seis meses. Por isso, a confiança começa o ano em alta”, completou Azevedo. Segundo o economista, a confiança elevada é condição necessária para aumentar a produção, os investimentos e o emprego.

De acordo com a pesquisa, a confiança é maior entre os empresários do Sul. Na região, o Icei de janeiro ficou em 67,2 pontos. Em seguida, vem a região Norte, onde o indicador alcançou 65 pontos. No Nordeste, o Icei foi de 64,5 pontos, e no Sudeste e Centro-Oeste, de 64,6 pontos.

O levantamento também mostra que o otimismo é maior entre os empresários da indústria de transformação. Nesse segmento, o Icei alcançou 65,7 pontos em janeiro. Na indústria extrativa, foi de 63,7 pontos e, na construção, de 64 pontos.

Esta edição do Icei foi feita entre os dias 6 e 17 deste mês com 2.458 empresas de todo o país. Dessas, 921 são pequenas, 917 são médias e 620 são de grande porte.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. verdade disse:

    Claro que a confiança desses mega-empresários aumentou. Também sem pagar imposto algum e jogando toda conta nas costas do trabalhador exatamente quem não criou esse caos…

  2. Papa Jerry Moon disse:

    Claro, o PT saiu.

  3. Car Rupert disse:

    Chupa luiz Inácio

Confiança do empresário do comércio tem melhor janeiro desde 2013

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) atingiu em janeiro deste ano 126,6 pontos, em uma escala de zero a 200. É o maior patamar para um mês de janeiro desde 2013. O resultado é 2% maior que o observado em dezembro e 4,7% maior do que o registrado em janeiro de 2019.

Os dados foram divulgados hoje (16) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Na comparação com dezembro de 2019, as intenções de investimento cresceram 2,5%, puxadas pela intenção de contratação de funcionários (4,7%). A avaliação dos empresários sobre as condições atuais subiu 1,4%, puxada pela maior confiança na economia (3,2%). Já a expectativa em relação ao futuro cresceu 1,7%, com destaque também para a avaliação sobre a economia (2,7%).

Na comparação com janeiro do ano passado, no entanto, a alta de 4,7% foi puxada pela avaliação sobre o momento atual, com crescimento de 17,9%. A confiança no momento atual da economia teve alta de 23,4%. As intenções de investimento cresceram 4,1%, puxada pelos investimentos na empresa (10,3%). As expectativas sobre o futuro tiveram queda de 2,3%.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    Gente muito cuidado com a "FOIA" ela quer o pior para o PAÍS.
    A crise deixada pelo partido nefasto esta se escafedendo o Brasil é com certeza uma realidade positiva
    Obrigado Presidente JMB

Quem é o empresário ‘fantasma’ suspeito de desviar milhões da Saúde que delatou Witzel

A imagem que ilustra a nota foi capturada pelos investigadores, em um dos momentos em que o empresário “fantasma” se deixou filmar por uma câmera de segurança. Foto: Divulgação

O empresário Daniel Gomes da Silva é apontado por investigações do Ministério Público do Rio, da Paraíba e de outros estados como chefe de uma rede de corrupção que desviava recursos da saúde a partir do pagamento de propina e de repasses de caixa dois a políticos de diferentes regiões do país.

Apenas no Rio, ele teria desviado cerca de 15 milhões de reais da Saúde. Jovem para os padrões da corrução nacional, Daniel Gomes, 42 anos, gostava de passar o tempo em Portugal, distante dos holofotes do Rio, tanto que não havia, ainda hoje, imagens dele na internet.

O empresário fazia parte da “República da Barra”, onde ainda hoje tem endereço na Praça Telê Santana. A imagem que ilustra a nota foi capturada pelos investigadores, em um dos momentos em que o empresário “fantasma” se deixou filmar por uma câmera de segurança.

A origem da investigação contra ele foi a filial da Cruz Vermelha no Rio Grande do Sul. O empresário, preso no fim de 2018 na Operação Calvário, montou um esquema de corrupção a partir de organizações de saúde que assumiam contratos milionários para gerenciar unidades hospitalares nos estados.

O esquema abasteceu os bolsos de políticos e financiou o caixa dois de campanhas em diferentes estados. Desde 2010, como revelam as investigações da PF na Paraíba, Daniel operava não apenas no setor de saúde, mas também em alguns contratos da educação paraibana.

A delação de Daniel Gomes, já homologada pelo Superior Tribunal de Justiça, além de comprometer autoridades com foro privilegiado, como Wilson Witzel, apresenta um cenário devastador para alguns figurões que já ocuparam o poder, como o ex-governador Ricardo Coutinho e o ex-senador Ney Suassuna.

Como o Radar mostrou, Daniel detalhou em longa delação o pagamento de propinas a Suassuna e repasses de caixa dois para quitar dívidas de campanha do PSB na Paraíba.

Radar – Veja

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mayra Rodrigues disse:

    Empresário fajuto sem prova alguma a mando do Bolsonaro. Quando o trabalho bom do governador começa a incomodar, dá nisso.

  2. José Maurício . disse:

    A lava jato é danada .

  3. Ricardo disse:

    Enquanto isso quantas pessoas morrem esperando atendimento nos corredores dos hospitais?
    Todos os envolvidos diretamente ou mesmo indiretamente deverão carregar a culpa milhares de vidas ceifadas de forma tão cruel.

    Parabéns ao sistema politico brasileiro… vocês matam mais que qualquer outra praga conhecida na história da humanidade.

Ex-BBB se casa aos 73 anos em Punta Cana com empresário de 37

Fotos: Arquivo pessoal

Ieda Wobeto é a prova de que não há idade para ser feliz e realizar sonhos. Aos 73 anos, a ex-sister do Big Brother Brasil 17, disse “sim” ao noivo, Marcelo Gomes, de 37 anos, em uma cerimônia linda e romântica à beira mar em Punta Cana, na República Dominicana.

Com exclusividade ao Gshow, a gaúcha contou que usou um vestido de noiva feito por uma amiga, Paloma Quadros, de Canoas (RS), e relatou toda emoção que viveu ao oficializar a relação de um ano:

“Eu já me casei, há muitos anos atrás, mas confesso que a emoção de hoje foi muito diferente.”

“E hoje, com o Marcelo, foi diferente, eu tinha plena consciência do passo que estava tomando, dos meus sentimento e dos deles. E foi muito bonito, foi perfeito para nós, uma tarde muito maravilhosa. Deu para chorar, a emoção foi grande, as lágrimas vieram.”

“E olhar para o Marcelo, com a carinha dele, com o olhar sempre tão carinhoso sempre comigo, isso não tem preço”, descreveu Ieda, sobre o casamento com o empresário.”

Marcelo, que surpreendeu a noiva com o pedido de casamento em Las Vegas, também comentou sobre a cerimônia: “Chorei o tempo todo. Foi a melhor sensação do mundo. Ao ver o carrinho chegando, a música tocando, veio um filme desde a chamada do BBB até o nosso primeiro encontro”.

“Quando ela parou na minha frente, nós dois estávamos com os olhos cheio de lágrimas. Aí foi só emoção.”

Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carminha disse:

    Comentários machistas!

  2. Antonio Turci disse:

    Há exemplos (muitíssimos) de caso como este. O vivaldino só quer se aproveitar de alguma grana da noiva anciã (ou melhor, da vítima). Essas diferenças muito grandes de idade…………………..

  3. Zanoni disse:

    Esse cabra não tem mãe não???

  4. Atento disse:

    'Seio'…Lindo de morrer!!!!

VÍDEO: Suposto entregador de aplicativo é procurado pela polícia por assassinato de empresário em Natal

O portal OP9 e a TV Ponta Negra destacam nesta quinta-feira(28) o assassinato do empresário do ramo automobilístico Edgard Tavares, no fim da tarde dessa quarta-feira (27) enquanto conversava com amigos no bairro do Alecrim, Zona Leste de Natal.  De acordo com a reportagem, o atirador chegou em uma moto trazendo uma caixa de isopor, utilizada por entregadores de aplicativo.

Conforme imagens capturadas por um sistema de câmeras de segurança, um homem chega em uma motocicleta, estaciona e vai em direção ao empresário, que estava na calçada do cruzamento da Avenida Presidente Quaresma com a Rua dos Canindés. Na ação criminosa, os tiros também atingiram outra pessoa, que foi socorrida ao hospital, mas não apresenta risco de morte.

Mais detalhes de reportagem aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Raimundo disse:

    Não caberia pena de morte neste caso?

  2. VERGONHA disse:

    E AINDA TEM FDP que defende BANDIDO DESSA QUALIDADE , tinha que fazer o mesmo com um VERME DESSES

Empresário Jorge Paulo Lemann volta ao topo da lista de bilionários brasileiros da Forbes

Foto: Scott Olson / Getty Images

O empresário Jorge Paulo Lemann , um dos sócios do fundo 3G, voltou ao posto de homem mais rico do Brasil, segundo a revista Forbes , que acompanha diariamente a fortuna dos homens e mulheres mais ricos do mundo. Em março, ele havia perdido o posto para o dono do Banco Safra, Joseph Safra . Agora, voltou ao topo com fortuna avaliada em R$ 104,71 bilhões, segundo a Forbes Brasil.

O megainvestidor ocupava a liderança no ranking desde 2013, quando desbancou Eike Batista. No entanto, a fusão das gigantes americanas Kraft Heinz, controlada pelo fundo 3G e a empresa de investimentos de Warren Buffett, esbarrou em vários tropeços, levando à queda das suas ações nos primeiros meses de 2019.

Em fevereiro, a Kraft Heinz informou que era alvo de investigação nos EUA e que havia perdido US$ 16 bilhões em valor de mercado . Buffett, por sua vez, disse ter pago um preço excessivo pela Kraft , dona do ketchup Heinz.

Além da polêmica em torno da investigação, as ações do império Lemann também vinham caindo porque suas empresas apostam em produtos, como fast-food, que começam a ter resistência de consumidores.

O bilionário carioca também tem investimentos em empresas como a gigante AB-InBev, dona da Brahma e da Budweiser, e o Burger King. A mudança nos hábitos de consumo poderia abalar a estrutura de alguns negócios do fundo 3G, avaliam especialistas.

Esse panorama tirou a liderança de Lemann entre os bilionários brasileiros temporariamente. Mas, em setembro, o fundo 3G vendeu uma fatia de 9% na Kraft Heinz . E Lemann comprou parte das ações. A revista não explica se essa venda teve influência no retorno de Lemann ao topo da lista.

Além de Lemann, os outros dois sócios da 3G Capital aparecem entre os mais ricos do país. Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira acumulavam R$ 43,9 bilhões e R$ 37,35 bilhões, respectivamente, segundo a Forbes. Hoje, os dois ocupam a terceira e quinta colocação entre os bilionários brasileiros.

O quarto colocado da lista é Eduardo Saverin, um dos fundadores do Facebook. Residente em Cingapura desde 2012, ele mantém uma empresa de investimentos mais focada em startups, com atuação em vários segmentos. Seu raio de ação se concentra principalmente na Ásia e nos Estados Unidos, com fortuna estimada em R$ 43,16 bilhões

Uma novidade na lista deste ano é a presença do banqueiro André Esteves entre os principais bilionários do país. Esteves é o maior acionista individual do BTG Pactual, maior banco de investimentos independente da América Latina. A fortuna estimada é de R$ 20,75 bilhões.

Segundo a Forbes, o crescimento de seu patrimônio ocorre em decorrência do crescimento das ações do BTG nos últimos anos, que aumentaram mais de três vezes. Em 2015, Esteves envolvido na Operação Lava-Jato, mas foi absolvido em ações relacionadas da acusação de obstrução de Justiça envolvendo a suposta tentativa do ex-senador Delcídio do Amaral (PT/MS) de comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    Grande empreendedor que gera emprego, renda e divisas para nosso país…Merece ser reverenciado…Mas por aqui, é chamado de explorador, bla bla blá, mi mi m i…Gostaria de vê-lo mais envolvido com a política, de preferência apoiando o partido NOVO…

  2. Cidadão Indignado disse:

    Será que, ao invés de construir um mundo melhor, ajudando a qualquer ser vivo, vai levar todo o dinheiro de presente para o "capa preta"? São doentes; fazer o quê.

  3. Chile disse:

    Vai colocar isso onde? pois caixão não tem gaveta.