Polícia

Assalto em loja em Caicó deixa empresário morto

(FOTO: Geraldo Oliveira)

O blogueiro e radialista Sidney Silva destaca em seu Blog a morte a tiros de um empresário no fim da tarde dessa quarta-feira(19),  dentro de sua loja de roupas, em Caicó.

Segundo Sidney Silva, George Basílio de Queiroz, de 30 anos, estava em sua loja quando o homem suspeito chegou, inicialmente rendeu a funcionária e seguiu entrando. A vítima teria sacado uma arma e teve início um tiroteio. George foi atingido na cabeça e o bandido fugiu, provavelmente, baleado.

Mais detalhes AQUI em posta na íntegra.

 

Opinião dos leitores

  1. Acho que é necessário ter a contagem dos assaltos e homicidios da mesma forma como fazem com a estatistica da Covid no RN!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Empresário José Carlos, dono do Grupo São Braz e da Rede Paraíba de Comunicação, morre vítima de covid-19

(Foto: Reprodução)

Faleceu nesta sexta-feira (05) em decorrência da Covid-19 o empresário paraibano José Carlos da Silva Júnior, dono do Sistema Paraíba de Comunicação e do Grupo São Braz. Ele estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, desde o dia 18 de fevereiro após testar positivo para a covid-19 e acabou não resistindo a uma parada cardiorrespiratória. De acordo com informações obtidas pelo ClickPB, inicialmente José Carlos não manifestou sintomas do novo coronavírus, mas foi internado mesmo assim como forma de prevenção, já que possuía comorbidades e em razão da idade avançada.

José Carlos tinha 93 anos de idade e já ocupou o cargo de senador da Paraíba entre os anos de setembro de 1996 e janeiro de 1997 e de junho a novembro de 1999, quando suplente de Ronaldo Cunha Lima. Ele também foi vice-governador da Paraíba de 1983 a 1986, durante a gestão de Wilson Braga.

Natural de Campina Grande, José Carlos era casado com Virgília Henriques de Oliveira Carlos, que faleceu em 2015 aos 89 anos de idade. Ele deixa três filhos: Ricardo Carlos, Eduardo Carlos e Eliane Freire.

Ainda no início da pandemia de covid-19, José Carlos perdeu um neto vítima da doença. Mateus Carlos tinha 34 anos de idade e faleceu no dia 30 de março de 2020, quando estava internado no Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa. Mateus foi um dos primeiros paraibanos a falecer em decorrência do novo coronavírus.

O empresário Eduardo Carlos, pai de Mateus e filho de José Carlos, permanece internado em São Paulo, no Hospital Sírio Libanês se tratando da covid-19. Ele foi internado pouco após o seu pai.

Click PB

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Morre o empresário Durval Dantas, proprietário da Maré Mansa

Foto: Reprodução

Faleceu nesta sexta-feira(19) o empresário Durval Dantas, dono da Rede de lojas Maré Mansa.

Durval foi diagnosticado com Covid-19, foi internado em um hospital particular na capital potiguar, lutou muitos dias contra as complicações do vírus, mas não resistiu.

Durval Dantas nasceu em 26 de dezembro de 1942 no Sítio Água Doce, zona rural de Carnaúba dos Dantas, fica na memória por nunca esquecer de suas origens, e por ser destacar como um comerciante bem sucedido.

Opinião dos leitores

  1. Meus sentimentos à família! Não o conhecia, mas foi um grande empresário no estado!

  2. Não o conhecia e a Maré Mansa só via lojas de passagem.
    Mas parece ter sido um empresário bem sucedido.
    Peço encarecidamente à população, independente de posição partidária (pois muitos criticam Bolsonaro mas vivem nas ruas em aglomerações), evitem sair de casa.
    Se saírem, mantenham distância, usem máscara.
    Evitem comer em restaurantes. peçam a comida e levem para casa.
    Não prejudica o restaurante nem o cliente.
    Jovens, evitem os barzinhos.
    Ou se forem mantenham distância, usem máscara.
    Nas mesas,fiquem conversando, de máscara.
    No shopping, não fiquem tomando sorvete sem máscara nos corredores. ..
    Loteria, não permita 10 pessoas batendo uma nas outras.
    Muita gente pega porque dentro de casa ah, é meu neto, é meu irmão que veio visitar.
    Não precisa usar máscara.
    Ah, foi só uma festinha de aniversário para 15 pessoas da família.
    Soube até de confraternização em UBS.
    Confraternização significa grupo de pessoas comendo sem máscara, comida exposta .
    Aos hotéis, peço encarecidamente.
    Não sirvam café da manhã em buffet
    Clientes pegando na comida, circulando no ambiente sem máscara.
    Sirvam nas mesas bem distantes conforme pedido.
    Ou no quarto.
    Anotem pedido.
    Nada de buffet
    O mesmo para restaurantes em geral.
    Não esperem o estado ou prefeituras proibirem.
    Por mim, fechava tudo por 2 semanas.
    Até supermercados.
    Até em supermercado vemos funcionários aglomerados e sem máscara.
    Num estado vizinho vi frentistas e clientes sem máscara.
    Ou seja, não compreendem a gravidade da situação.
    Coisa tão simples usar máscara…

  3. Não o conhecia pessoalmente. Mas o admirava pela garra, pelo grande administrador, se tornando assim, um respeitável empresário. Deus o tenha. Meus sentimentos a família enlutada.

  4. Meus sentimentos à família. Pessoa simples e super querido por todos. Vai fazer falta. Descanse em paz seu Durval??

  5. Uma pessoa muito amável , nosso amigo e colega empresário , sem palavras pra tanta tristeza ! Que Jesus o tenha e conforte a toda família ???

  6. Q pena, um empresário de sucesso sendo levado por essa praga. Agora um bandido, corrupto, político ladrão, estuprador, sequestrador essa praga não leva.

  7. nossos votos de pesar pela partida do Sr Durval! , era nosso vizinho! pessoa Boa e carismática!. Que Deus conforte os familiares ! mto triste! recebam nosso abraço fraterno. Elias/Eliane

  8. Meus Sentimentos, Um Grande Empresário que gerou empregos na cidade de Currais Novo e outras Cidades do RN, que Deus conforte os colaboradores da empresa e a todos da Família

  9. Meus pêsames a toda a família, tive o prazer de conhecê-lo, Sr Durval, infelizmente é um vírus que tá levando muitos.

  10. Que Deus conforte toda família ? meus sentimentos a toda família ??? minha era prima desse grande homem ?

  11. Nosso abraço de conforto a toda família nessa hora de tristeza e dor? E paz perpétua na glória de Deus?

  12. Meus pêsames aos familiares e amigos! Me entristeço com tantas vidas se indo por conta dessa praga. Vamos nos conscientizar meu povo!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Destaque na Ponte Preta na Série B e na mira do mercado da bola, jovem atacante potiguar Bruno Rodrigues dá carro 0Km a empresário que o descobriu há 10 anos

Foto: Divulgação

Após concluir a temporada 2020 como um dos destaques da Ponte Preta, o atacante Bruno Rodrigues voltou ao Rio Grande do Norte para visitar a família e amigos. Neste sábado, o jogador de 23 anos presenteou com um carro 0Km o empresário João Batista “Quebra Osso”, que o descobriu para o futebol, ainda garoto.

A Brazil Sports, empresa especializada na representação de jogadores, na qual João Batista é sócio de Lupercio Segundo, publicou o registro da surpresa feita pelo atacante em uma rede social (veja abaixo).

– Reconhecimento e gratidão a quem o tirou da rua, acolheu como um filho e transformou além de um grande profissional, em um homem. Parabéns Bruno pelo lindo gesto, a gratidão é um sentimento nobre, e pode ter a certeza que Deus retribuirá com muito mais. Parabéns Quebra Osso pelo presente. Você é merecedor. Dono de um coração gigante, sempre fez por todos sem buscar nada em troca – diz a publicação.


Bruno também compartilhou a postagem e comentou:

– Merece mais do que um carro. Sou grato por tudo que o senhor fez e faz, pai Quebra Osso – escreveu.

O atacante é natural de Ceará-Mirim, cidade da Grande Natal, e saiu muito cedo do Rio Grande do Norte. Aos 13 anos, foi descoberto e acolhido por Quebra Osso, chegando a morar no alojamento que ficava na churrascaria do empresário e passando a treinar no Santa Cruz de Natal – mesmo clube que revelou Gabriel Veron, do Palmeiras. Seguiu para as categorias de base do Athlético-PR em 2014, quando tinha 17 anos. No Furacão, chegou a atuar no time sub-23 e no principal, em 2019. Neste período de cinco anos, também chegou a ser emprestado ao Joinville.

Ainda em 2019, defendeu o Paraná e, ao se destacar, acabou contratado pela Ponte Preta. Na última temporada, fez 47 jogos e marcou 11 gols pela Macaca.

Recentemente, Bruno deixou a Ponte Preta, apesar das propostas para permanecer. Valorizado no mercado, o jogador potiguar estaria no radar de Cruzeiro, Ceará e Fluminense para a temporada 2021. Os empresários ainda não definiram o futuro do atleta.

Globo Esporte- RN

Opinião dos leitores

  1. Quebra osso ? é um lutador. Vai ficar rico com a veda de Gabriel Veron também revelado por ele .

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Mãe do empresário Luciano Hang morre aos 82 anos após ser internada com Covid-19

Foto: Acervo pessoal

Regina Modesti Hang, 82 anos, mãe do empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas varejistas Havan, morreu nesta quinta-feira (4), em São Paulo.

Ela estava internada no hospital Sancta Maggiore, da rede Prevent Sênior, na Zona Sul da capital paulista, desde 31 de dezembro, após ser diagnosticada com Covid-19.

“É com profunda tristeza que a Havan comunica o falecimento de Regina Modesti Hang, 82 anos, mãe de Luciano Hang. Ela ficará marcada por sua simplicidade e generosidade, na memória e no coração dos que passaram por sua vida. Dona Regina sempre esteve ao lado do filho, presente nas inaugurações e nos momentos mais importantes destes quase 35 anos de história de Havan. Era nossa ‘cliente número 1’, a primeira a comprar em cada filial inaugurada pelo Brasil”, disse a nota da empresa sobre a morte.

Luciano Hang também esteve internado no mesmo hospital para tratar da Covid-19 e recebeu alta no último dia 20 de janeiro. Ele foi hospitalizado dez dias depois da mãe, após fazer exames preventivos e testar positivo para a doença, ao lado da esposa.

Nas redes sociais, o empresário de Santa Catarina lamentou a perda da mãe para a doença.

“A dor de perder uma mãe é inexplicável, é um buraco enorme que se abre no peito, mas logo será preenchido por saudades e boas lembranças dos momentos únicos que compartilhamos juntos”, disse Luciano Hang em postagem no Instagram.

“Minha mãe, como todas as mães, são anjos da guarda que Deus escolhe para enviar a Terra e cuidar de nós. Hoje, ela volta para os braços de seu Criador para descansar em paz”, completou.

No dia que teve alta, Luciano Hang fez uma live de dentro do hospital da Prevent Senior e relatou que a mãe chegou a ter 95% do pulmão comprometido por causa do coronavírus, mas que ela vinha se recuperando.

“Desde o dia 31 de dezembro estou com a minha mãe no hospital. Ela chegou a ficar com 95% do pulmão comprometido. A minha mulher também testou positivo e eu, dez dias atrás, também resolvi fazer o teste e descobri que estava assintomático. […] Apesar de estar assintomático, eu fiz o teste e tinha a presença do vírus no pulmão. Resolvi ficar no hospital para fazer o tratamento que eu acredito, preventivo e precoce”, disse Hang em 20 de janeiro.

Regina Modesti Hang deixa dois filhos, João Luiz e Luciano, noras, netos e bisnetos. A celebração de despedida será reservada apenas aos familiares, segundo o comunicado da Havan.

Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Com G1

Opinião dos leitores

  1. Caros pense numa coisa que não existe em é ódio. Ele o Luciano defende esses remédios e afirmou que está curado graças a esses remédios. Então eu fiz uma pergunta.; Se ele tomou e curou-se por que não deu a sua genitora? Vocês vão contra a ciência que já disse repetidas vezes não servem. Se servissem teriam salvado a mãe do referido. Fato.

  2. Deus lhe dê o reino eterno. Minhas condolências. Mais farei a pergunta: Luciano você não deu cloroquina, ivermectina ou hidroxicloroquina a sua querida mãe não? Ou será que a ciência está certa e vocês errados?

    1. Até numa hora dessas em que alguém perde a mãe, vem um imbecil postar asneiras e ofensas. Cara, se liga, se a mãe dele partiu, leve-se em consideração a idade avançada, a qual provavelmente você não atingirá, por ser portador de tanta mágoa e ódio nesse coração enegrecido.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Empresário Luciano Hang é internado com Covid-19 em São Paulo

Foto: Reprodução/Instagram

Luciano Hang, 58, dono da rede de lojas Havan, testou positivo para a Covid-19 e está internado em um hospital da Prevent Sênior na capital paulista.

O empresário de Santa Catarina é um dos expoentes do bolsonarismo no Brasil e segue à risca as pautas defendidas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Hang está estável e internado há alguns dias na unidade Dubai do Hospital Sancta Maggiore, no Morumbi.

Na mesma unidade, inaugurada em 2020, está Andrea Hang, a mulher de Luciano, também sob tratamento para a Covid-19. O estado de saúde dela é considerado estável.

O coronavírus também contaminou a matriarca da família Hang. Regina Modesti Hang, 82, também está internada num hospital da Prevent Sênior, em estado mais grave, numa UTI

Procurada, a Prevent Sênior disse que não poderia confirmar o fato por questão de sigilo. Já a assessoria de imprensa da Havan informou que não tinha informações.

Pelas redes sociais, Hang mantém o habitual ritmo de publicações, apesar de sua internação.

Nesta terça-feira (19) escreveu um post motivacional cujo texto é acompanhado por uma ilustração sobre os seis hábitos das pessoas felizes.

Parte do texto diz: “não fazer comentários maldosos sobre os outros, passar longe das fofocas, ser discreto, não se preocupar em exibir suas conquistas e ter bom humor diante das lutas do dia a dia são traços marcantes das pessoas realmente felizes”.

Com acréscimo de informações da Folha de São Paulo

Opinião dos leitores

  1. Melhoras a esse grande brasileiro. Faz mais pelo Brasil do que os políticos, 8ncluindononque ele apoia.Deus o abençoe e à sua família.

  2. Gostaria que as pessoas fizessem suas críticas a qualquer ocupante de cargo público seja lá a qual partido pertença, mas com respeito

    1. As pessoas vêm sendo desrespeitadas por políticos e autoridades já faz muito tempo. E respeito é uma via de mão dupla.

    1. Vai proteger sim, ele protege a todos e que o seguidor do Tonho da Lua qdo sair do hospital agradeça e lembre que não ficou internado por conta de uma gripezinha

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Empresário confessa ter pagado cerca de R$ 1 milhão a Witzel antes da campanha de 2018

O empresário Edson Torres depõe no Tribunal Especial Misto que julga impeachment de Witzel Foto: Gabriel de Paiva / Agência O Globo

O empresário Edson Torres, apontado como operador financeiro do Pastor Everaldo, presidente do PSC preso desde agosto do ano passado, reafirmou nesta quarta-feira (13) ter pagado R$ 980 mil ao então juiz federal Wilson Witzel antes da campanha eleitoral de 2018. Segundo Torres, o objetivo era garantir a “subsistência” caso Witzel não fosse eleito para o governo do estado. Ele disse que o empresário Victor Hugo Barroso, também preso na Operação Tris in Idem, em agosto, também contribuiu com os valores, pagos antes da desincompatibilização de Witzel do cargo, em abril de 2018. Em nota, Witzel disse que “jamais recebeu qualquer valor indevido de quem quer que seja, antes ou depois de eleito”.

— Durante esse período, antes da desincompatibilização dele como juiz federal, nós fizemos um caixa de subsistência, para o caso de ele não ganhar a eleição, de um valor de aproximadamente R$ 1 milhão, que chegou a R$ 980 mil, que foram pagos antes de desincompatibilização. Foram pagos em algumas parcelas — contou.

Indagado sobre o motivo de ter contribuído com recursos para Witzel ainda antes da campanha eleitoral, Torres afirmou que havia um entendimento para que suas empresas voltassem a ter contratos com o estado, que vinham sendo cancelados ao longo do governo anterior.

— Eu, como empresário, assumi a responsabilidade de fazer a arrecadação e da minha parte também contribuir, porque eu teria contratos. Porque eu tive muitos contratos com o estado e tive meus contratos cassados. Foi o combinado.

Segundo Torres, no entanto, a promessa não teria se concretizado, e ele teria conseguido ganhar contratos “licitamente” na Cedae e no Detran.

— Eu não ganhei nenhum contrato ilícito nessa gestão — garantiu o empresário.

Torres já havia confessado participação nos esquemas ao Ministério Públco Federal, e está repetindo todas as afirmações em seu depoimento no Tribunal Especial Misto nesta quarta-feira.

O empresário afirmou que participou da indicação de Edmar Santos para o cargo de secretário de Estado de Saúde ainda no período de transição, no fim de 2018, e que também foi consultado por Edmar para a nomeação de Gabriell Neves como subsecretário executivo da pasta, no início de 2019. Gabriell também é acusado de operar desvios em contratos na saúde.

Desvios de 3% a 6%

Segundo Torres, o grupo ligado a Everaldo desviava entre 3% e 6% de contratos na Saúde, incluindo Organizações Sociais contratadas pelo estado. Esse grupo teria arrecadado entre R$ 50 e R$ 55 milhões em propinas, que eram divididos entre os envolvidos.

— Da arrecadação que se fez, no período de 2019 até maio ou junho de 2020, o percentual girava em torno de 15% comigo, 15% (com o empresário) Victor Hugo, 30% com Edmar, e 40% para Everaldo, que repassava para a estrutura de governo.

Torres, no entanto, não soube dizer como Everaldo distribuía sua parte, nem se o governador Wilson Witzel era beneficiário das propinas. Ele também não soube dizer se a OS Iabas, contratada para fazer hospitais de campanha no início da pandemia, pagou propina, mas disse que a organização teria feito tratativas com o empresário Victor Hugo Barroso

— Em 2020, por causa deste contrato novo, passou-se a conversar com eles, o pessoal do Victor Hugo, mas eu não sei se houve propina em cima desses novos contratos.

Além do desvio de até 6% nos pagamentos mensais da secretaria, Torres afirmou que havia um desvio de 20% dos valores pagos a duas organizações sociais como Restos a Pagar, que são dívidas contraídas em gestões anteriores. Segundo ele, parte da propina ficava com advogados que negociavam esses pagamentos:

— Treze por cento iam para o “caixinha” que foi montado. Sete por cento eram honorários, que ficavam com os advogados — disse ele.

Torres afirmou que uma das OSs que pagou propina ao receber dívidas foi o Hospital Maternidade Terezinha de Jesus (HMTJ), organização que fez pagamentos ao escritório da então primeira-dama Helena Witzel. A outra empresa seria a IDR, que teria recebido R$ 20 milhões em restos a pagar. A IDR seria a antecessora da OS Unir Saúde, requalificada por Witzel contrariando pareceres técnicos e um dos pontos centrais do pedido de impeachment.

Edson Torres presta depoimento no Tribunal Especial Misto de impeachment, sendo questionado pelos 10 integrantes, além da acusação e defesa.

Torres contou que outros cargos do primeiro escalão do estado foram ocupados por integrantes do grupo, como o ex-presidente da Cedae Hélio Cabral e o ex-secretário das cidades Juarez Fialho, que segundo ele é sócio de Victor Hugo Barroso. Torres, no entanto, não falou sobre possíveis desvios nessas áreas, que não estão envolvidas na denúncia que gerou o processo de impeachment contra Witzel.

Governos anteriores

Torres contou que participou de desvios em governos passados, e que teve empresas com contratos no estado entre os anos de 2003 e 2015, quando passou a atuar apenas como consultor de empresas ligadas à sua família que continuavam contratadas pelo governo. Nesse período, segundo ele, teria pagado propinas em contratos no Hospital Universitário Pedro Ernesto, ligado à Uerj, e na Cedae.

— Eu paguei vantagens indevidas para o diretor do Hospital Pedro Ernesto — contou ele, em referência a Edmar, que ocupou o cargo entre 2016 e 2018. Ele contou que também pagou propina em contratos da Cedae entre 2015 e 2018.

O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. Cuma homi? Vc Insti Gado isso é fraqueza ou vc sempre assim? Tenha dó e Piedade analfabeto, Deus fez o mundo redondo para não deixar canto para vc fazer besteira, no entanto vc insiste em ser sabido e cheiroso, teimosia tem limite.

  2. Cuma homi? Vc leu direito Phd da esquerda sebosa, ou melhor, vc sabe ler? Interpretar sei que não sabe, pode ser problema de inteligência curta, patologia muito comum entre os vermelhos crapulas que a pouco habitavam o Planalto. Vc sabe quem é a Anta, nove dedos, Alexandrino Alencar, Cervero, Barusco, Palloci, Marcelo e Emílio Odebrecht…………vixe, tenho mais o que fazer, se brincar passo a noite, outra, esse aprendiz de ladrão é de onde? Do pode ser piada.

    1. Falou muito e não disse nada que preste. Não justifique a roubalheira de seus ídolos com a dos outros. E cá pra nós, faltou citar o pessoal do centrão, hoje tudo aliado do Bozo e com a mão no dinheiro público. S falarem Queiroz, Bozó Jr, Wassef, etc… Vá estudar, monte de excremento ?.

  3. Esse país não tem jeito A corrupção é sistêmica.Uma pessoa que foi juiz conhecedor das leis…Que país é esse??

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Empresário deixa casa de Elba e se desculpa após festa em Trancoso interrompida pela polícia

Foto: Instagram/reprodução

Elba Ramalho resolveu rescindir o contrato de aluguel de sua casa em Trancoso após ser ver “no olho do furacão” por causa de uma festa para 500 pessoas, que foi interrompida pela polícia. O empresário Guilherme Souza, que estava na residência da artista desde o dia 25 de dezembro e ficaria até o dia 4 de janeiro, acatou o pedido da cantora e deixará o local. Ele ainda pediu desculpas à Elba:

“Era um encontro apenas para os hóspedes da casa, mas infelizmente – com o boca a boca – tomou proporções inaceitáveis. Peço desculpas não só a Elba, mas a toda comunidade de Trancoso e não voltará a acontecer”, disse o empresário ao jornal “Correio”, em trecho publicado no Instagram da cantora: “Inclusive, diante do ocorrido, estou acatando o pedido da Elba para a rescisão do contrato de locação”.

Na manhã de quarta-feira, a cantora foi às redes sociais esclarecer que não tinha nada a ver com o evento. Ela afirmou que está hospedada no Club Med, a quilômetros do local, e sua residência estava alugada.

“É de praxe, todos os anos a gente aluga. Eu não sabia que na casa estava tendo uma festa nessa proporção como aconteceu. No momento, eu estava na missa, fazendo a minha leitura, rezando meu terço, depois fiquei com algumas amigas conversando. Fui comer um sanduíche vegano porque estava com fome e comecei a receber um montão de mensagens e ler as notícias e fui tentando digerir tudo isso”, desabafou a artista.

A paraibana, de 69 anos, disse que é a situação é muito chata, já que ela, como artista, tem que dar um bom exemplo aos fãs e é uma pessoa responsável. Elba afirmou que ainda não sabe quem vai responder pela festa.

“A polícia parou a festa que estava acontecendo na minha casa, mas não foi feita por mim, eu não estava presente e nem sabia”, declarou a cantora, que completou: “Eu estava até preocupada com o que pudesse acontecer na casa. Ontem, eu passei lá e as pessoas que alugaram não estavam. Falei com os meus funcionários, levei máscaras para eles. Perguntei se estava tudo calmo, tranquilo. Saí e nem conheço direito as pessoas. Sei quem são, mas foi um contrato feito através de uma empresa”.

Extra – O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. É lamentável que pessoas ainda achem que esse vírus não é nada. Gente, se conscientizem. Vcs sabem o que é querer respirar e não ter ar nos pulmões? Tive Covid e não desejo para o meu pior inimigo. Falar bobagens aqui e achar que é esperto é, sem duvidas, a maior prova de burrice e ignorância humana.

  2. Só quem já perdeu um ente querido, que sofreu com um parente entubado numa UTI, quem tem alguém na família que trabalha na saúde, sabe o que é de fato, esse vírus maldito.
    Sou contra fechar comércio, restaurantes, empresas aéreas, mas tudo sendo feito com todos os cuidados.
    Já incentivar esse tipo aglomeração, é um verdadeiro absurdo.

  3. Esse pessoal pobre tem uma inveja de quem pode bancar uma mega festa, se cada um tomassem conta de suas vidas , seria melhor.
    Não basta ser pobre, tem que ser invejoso.

    1. Não tem nada haver com mega festa…Falta de consciência e respeito com aqueles que já perderam entes queridos, falta de respeito com aqueles que estão lutando pela vida nesse exato momento em uma UTI e pelos profissionais da saúde na linha de frente. Seus comentários demonstram o quão despreparado você é para conviver em sociedade. Os números beirando a 200 mil mortes não são suficientes para demonstrar a gravidade do momento? É um acéfalo mesmo!!! Cai em cada conversa fiada, outro dia "provou" que a "Terra é Plana" em um comentário! Alguns são hilários servem para distrair e para muitos cair na risada… já outros comentários são desprovidos de raciocínio do ensino fundamental. Se manca ridículo!

    2. Essa msg eh em resposta a Sincera: “os números beirando 200 mil mortes não são suficientes para demonstrar a gravidade do momento”. Você já foi pesquisar quantas pessoas morreram no ano de 2020? E quantas morreram por dia em 2019? Vai se surpreender, garanto!!!. Vivemos em um país de 200 milhões de habitantes e a morte eh algo inerente ao ser humano. Sei q choca e não estou aqui querendo negar a existência do vírus ou que ele não cause mortes, porém, não adianta vivermos anos da forma como foi 2020. A vida só importa se for vivida. Há muito interesse financeiro por trás dessa pandemia. Fica pra reflexão.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

MPF denuncia empresário Fernando Ikeda por fraudar financiamentos

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o empresário Fernando Ikeda por fraude na obtenção de financiamento e desvio de finalidade na aplicação dos recursos, além de lavagem de dinheiro. Entre 2009 e 2011, ele usou empresas de fachada, em nome de laranjas, para simular a aquisição de máquinas destinadas a suas indústrias localizadas em Natal (F. Ikeda Indústria de Alimentos Ltda.) e Fortaleza (Snacks do Brasil Indústria de Alimentos Ltda.), porém os quase R$ 10 milhões obtidos foram usados para compras pessoais, incluindo apartamento, jet ski e lancha.

Os dois financiamentos feitos junto ao Banco do Nordeste (BNB) – utilizando recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) – foram de R$ 4.058.010 e R$ 5.897.200. Com o dinheiro em mãos, o empresário simulou a aquisição das máquinas perante empresas de fachada pertencentes ao seu próprio grupo empresarial (LPI – Linha de Produção Industrial Máquinas Ltda. e Maquin – Máquinas Industriais Ltda.).

As duas não existiam de fato, foram constituídas pelo empresário e sua então esposa, que depois passaram a sociedade para o nome de empregados de Ikeda. Além da compra dos artigos de luxo, o réu também destinou R$ 1 milhão dos recursos para outra de suas empresas, a Multplix Construções Ltda.

Os financiamentos, por consequência, também não foram quitados. Até agosto de 2018, a dívida com o banco público – somando juros e multas – já ultrapassava os R$ 16 milhões. Relatórios de fiscalização do BNB, de julho de 2010, não localizaram parte dos equipamentos e apontaram indícios de que outras máquinas apresentadas eram antigas, tendo sido reformadas, e não novas como previa o contrato junto ao FNE.

Luxo – Com os recursos do primeiro financiamento (obtido pela F. Ikeda para supostas compras na LPI), o empresário adquiriu um apartamento no Edifício Portal da Enseada, na Avenida Governador Sílvio Pedrosa, em Areia Preta. A área à beira-mar é uma dos metros quadrados mais caros de Natal. O imóvel custou R$ 680 mil e foi vendido em 2011, por R$ 950 mil, e somente neste ano foi incluído em sua declaração de Imposto de Renda, como se tivesse sido comprado e vendido no mesmo exercício, para não chamar a atenção da Receita Federal.

As embarcações custaram R$ 36 mil (o jet ski) e aproximadamente 70 mil (a lancha) e foram passadas em 2012 para o nome da filha e da então namorada do empresário, sendo posteriormente vendidas a terceiros. Colocar as embarcações em nome da namorada e da filha foi a forma encontrada pelo empresário para dissimular a posse dos bens, quando começaram a surgir as suspeitas.

Desse primeiro financiamento (de R$ 4 milhões), parte do dinheiro foi repassado da conta da LPI direto para a conta pessoal do empresário. Até 10 de agosto de 2018 o Banco do Nordeste informava que faltavam ser pagos R$ 3.399.619,38 da parte principal. Somado aos juros e multa, a dívida já alcançava R$ 6.219.810,23.

Capitalização – Já o segundo financiamento, de R$ 5,8 milhões, foi obtido pela Snacks para supostas compras na Maquin. Parte do dinheiro sequer foi transferido à Maquin, enquanto outros montantes foram “devolvidos” à Snacks ou repassados à F. Ikeda Indústria de Alimentos, bem como para outra empresa do grupo empresarial de Fernando Ikeda, a Multplix Construções Ltda, que nunca atuou na área de maquinários, mas recebeu R$ 1 milhão para se capitalizar.

O BNB informou que, em 10 de agosto de 2018, estava em aberto o pagamento de R$ 4.845.288,81 da parte principal do débito referente a esse segundo financiamento, que acrescido de juros e multa atingia um montante de R$ 9.875.966,77.

As investigações contaram com o afastamento de sigilos fiscal e bancário, obtenção de documentos complementares e depoimentos de testemunhas. O empresário agora responde por fraude na obtenção de financiamento e desvio de finalidade na aplicação dos recursos (arts. 19 e 20 da Lei n. 7.492/1986) e lavagem de dinheiro (art. 1º da Lei n. 9.613/1998). A ação penal já foi recebida pela Justiça Federal e tramita sob o número 0807973-16.2020.4.05.8400.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil indicia suspeitos por homicídio de empresário na Grande Natal

Policiais civis que integram a Força-Tarefa no município de São Gonçalo do Amarante divulgaram, nesta segunda-feira (07), o indiciamento de dois homens pela suspeita da prática do homicídio do empresário Efrânio Barbalho de Morais, 29 anos, cometido no dia 02 de maio de 2017, na rua Bela Vista, no bairro Novo Amarante, no município de São Gonçalo do Amarante.

Segundo as investigações, no dia do crime, a vítima estava fechando o seu comércio, quando foi surpreendida por disparos de arma de fogo, que foram efetuados por um homem que estava em um veículo “Fiat Uno Vivace”, de placas clonadas. Ainda de acordo com as investigações, o autor intelectual do crime seria o atual esposo de uma ex-namorada de Efrânio, enquanto o executor do homicídio seria um amigo do possível mandante. Os dois, mandante e executor, respondem a processos criminais por furto e roubo, respectivamente.

Foi apurado ainda que o autor intelectual do crime tem facilidade para conseguir veículos clonados para cometer crimes. A motivação do crime foi passional, pois, após o mandante ter descoberto que sua esposa teve um caso amoroso com a vítima, enquanto o casal esteve separado, o mandante se matriculou na mesma academia que Efrânio frequentava, com o objetivo de identificá-lo. Além disso, alguns dias antes do crime, o autor intelectual do crime teve uma discussão com Efrânio, na academia, motivada por ciúmes da esposa, a qual também frequentava o local, no município de São Gonçalo do Amarante.

Depois da discussão, o mandante e o executor foram vistos conversando em um lava a jato, próximo ao estabelecimento comercial da vítima; quando, possivelmente, passaram a monitorar a rotina dela. Ainda durante a investigação, foi constatado que o mandante do crime trabalhava portando arma de fogo, em uma empresa de segurança que não estava autorizada a prestar segurança armada.

Além do crime de homicídio duplamente qualificado, o mandante do crime também foi indiciado por porte ilegal de arma de fogo, enquanto a gerente da empresa de segurança foi indiciada por falsidade ideológica, pois teria afirmado falsamente que seus funcionários não trabalhavam armados. Por sua vez, o proprietário da academia que eles frequentavam, foi indiciado pelo crime de falso testemunho.

A Polícia Civil solicita que a população continue prestando informações, por meio do Disque Denúncia 181, que auxiliem no processo de elucidação de outros indícios do crime, bem como agradece a ajuda das testemunhas que prestaram depoimento nos autos do Inquérito Policial.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEO. Além de ameaçar, empresário ofende e humilha manobrista de bar em SP: ‘O que ganha em 1 mês, gasto em 1 dia’

Um manobrista de 30 anos foi ofendido, humilhado e ameaçado por um empresário durante uma discussão por causa de uma vaga de estacionamento irregular. O caso aconteceu em um bar localizado em um bairro de classe alta de Campinas, interior de São Paulo, no sábado (28), mas só agora imagens da discussão foram publicadas na internet. Um boletim de ocorrência foi registrado.

A discussão aconteceu na área de estacionamento do bar Seo Rosa, que fica no bairro Gramado, classe alta da cidade. Jailton Silva do Nascimento disse ao UOL que o empresário Tiago Zouain Gonçalves, de 40 anos, chegou alterado, e estacionou em local proibido.

“Fiz a minha obrigação: perguntei a ele se podia tirar o veículo da vaga que ele ocupou, e expliquei que era um local irregular e que poderia causar uma multa, algo do tipo. Ele se alterou e começou a me xingar”, contou.

No vídeo feito por uma testemunha, Gonçalves aponta o dedo constantemente em direção a Jailton e faz o sinal de arma com a mão algumas vezes, enquanto a vítima permanece sentada.

“Dá a chave do carro aqui, vou pegar meu cano [arma] lá. Vou dar um tiro na cabeça desse m… aqui. Seu m…. Vai ver o tamanho do buraco que sai atrás da sua cabeça, seu b…. (…) Você é um m…. O que você ganha em um mês, eu gasto em um dia”, gritou o empresário.

“Eu fiquei apavorado. Por mais que tentasse manter a calma, tive muito medo. Vai saber se ele não tinha uma arma mesmo”, aponta o manobrista, que veio da Bahia há oito anos para Campinas e trabalha desde então em uma empresa que presta serviços para vários estabelecimentos.

Ao perceber que a discussão não terminava, o gerente do estabelecimento foi e colocou Gonçalves para dentro do bar, numa tentativa de apaziguar a situação.

A Polícia Militar foi acionada e não encontrou arma no veículo, mas orientou o manobrista a registrar o boletim de ocorrência. O BO foi feito na terça-feira (1), como injúria e ameaça. No dia em que tudo aconteceu, Gonçalves teria deixado o local levado pelo pai e um advogado.

“Ele estava visivelmente embriagado. Eu fiquei em choque com tudo aquilo. Nunca tinha me acontecido na vida. Só tive sangue frio de ficar ouvindo tudo, sem perder a razão”, afirmou o manobrista.

O Seo Rosa destacou, por meio de nota encaminhada à imprensa, a maneira que o manobrista lidou com a situação — com serenidade e sem se alterar, e diz que oferece todo o apoio ao funcionário terceirizado, além de repudiar as agressões verbais e ameaças.

O UOL foi ao endereço registrado em nome de Tiago no boletim de ocorrência. Porém, funcionários do local afirmaram que ele deixou o prédio, que fica no centro de Campinas, “há uns seis meses, pelo menos”.

A página na rede social do homem foi apagada, apesar de ainda ser possível localizá-la em sites de buscas.

A reportagem ainda tenta localizar o advogado de defesa do empresário. Assim que o contato for estabelecido, a matéria será atualizada com o posicionamento.

UOL

Opinião dos leitores

  1. Que nenhuma pessoa inteligente acredite que poderá receber esse doce de MANOEL MANÉ, todos sabemos a que nível de mentira esses doentes são capazes, um doce é um doce, Coisa barata, mais não entrem nessa mentira……kkkkkkk

    1. Vc e esse tal de Santos, logo abaixo; o que tem uma atitude idiota, com o NOSSO presidente? Vcs são uns despeitados, esquerdopatas. Se tratem, e principalmente, se acostumem, pq será até 2026.

  2. Tem um movimento que está saindo de moda chamado de bolsonarismo, que abriga bastante gente desse tipo, que na falta de argumentos e de massa cinzenta, apela para insultos.

    1. Esquerda é violência e agressividade.
      A cúpula manda a peaozada passar o dia destilando ódio.
      Os zumbis espumam pela boca feito cães raivosos.

    2. Esquerda é cinismo, deboche e violência. O esquerdista que é agressivo, pixa muro, quebra Carrefour, invade propriedades.
      Cadeia neles!!!

    1. NADA A VER UMA COISA COM A OUTRA!! PEEEENSE NUMA VIAGEM!! TU FOI LONGE, HEIN MANÉ?! SE SUPEROU! PARABÉNS RS

  3. O desfecho vai ser igual ao cidadão do condomínio em São Paulo que humilhou um motoboy, e aquela advogada numa padaria também em São Paulo que humilhou geral. Vai alegar desequilíbrio mental.

  4. Esse é o típico Cidão de bem , que respeita à família e que acredita que a terra é plana . Esse é tipo de cidadão não usa máscara ?, não acredita em vacina e diz Deus acima de tudo , fazendo arminha . Esse tipo de cidadão adora humilhar e maltratar , ama chocolate ? Copenhagen e se delícia você suco de laranja rachada .

  5. Honestidade pra desonesto não cola. Devia ter deixado ele entrar e chamar a polícia pra multa e ficar na entoca esperando ele sair e fazer um teste de bafômetro.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

NORDESTÃO: Empresário Manoel Etelvino será homenageado pelo Governo do RN

O empresário Manoel Etelvino de Medeiros, diretor do grupo Nordestão, será homenageado pelo Governo do Estado com a Medalha do Mérito Potiguar de Desenvolvimento Econômico.

A honraria é outorgada a pessoas que tenham contribuído com ações que beneficiaram diretamente o crescimento econômico do Rio Grande do Norte. A homenagem, criada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (SEDEC), será concedida a 15 personalidades do RN, entre empresários, agentes públicos e representantes da sociedade civil organizada. A solenidade vai acontecer na próxima sexta-feira, 04, às 16h, no auditório da FIERN.

Sobre o Nordestão

A maior rede de supermercados do Estado, o Nordestão, completou 48 anos em 2020. A primeira loja de autosserviço foi inaugurada em 1972, no bairro do Alecrim, e ao longo desse tempo a empresa cresceu e atende toda a Grande Natal. Hoje, a empresa é o principal grupo supermercadista do Estado, com destaque nacional em diversas áreas. São 11 lojas distribuídas pela cidade e mais de 4.000 empregos diretos gerados.

Seguindo seu plano de expansão, a Rede abrirá na Paraíba, na cidade de João Pessoa, sua primeira loja com a bandeira Superfácil fora do Rio Grande do Norte. A inauguração está prevista para abril de 2021.

Além de se destacar pelo atendimento, a Rede Nordestão é uma empresa moderna, vitoriosa e líder no mercado potiguar. É o 1º lugar do Nordeste em vendas por check-out; possui 64,7% de market share (mercado varejista de Natal/RN) e alcançou o 1º lugar do Nordeste em volumes de vendas por m2, distribuídos em suas 11 grandes lojas climatizadas.

Opinião dos leitores

  1. Homenagem justissima, assim como Afranio Miranda e outros empreendedores que vestem a camisa do RN

  2. Manoel, saia desta a cobrança vem depois, vc. é o homem de bem isto é para fazer política, fique fora. O NORDESTAO tem história.

  3. Isso sim é homenagem merecida, enquanto isso a Câmara Municipal de Natal fez uma homenagem pro filho do presidente que nunca colocou os pé aqui. Isso vai também pra Assembléia que fez uma homenagem pra Dória gov de SP…tudo isso só puxa saco, enquanto temos homens e mulheres de valor do RN que merecem SIM grande reconhecimento…Parabéns Gov do RN.

  4. Governo Fátima está de Parabéns em criar um ambiente favorável ao empreendedorismo e prestigiar os empresários que engrandece o estado do RN. Parabéns a Governadora, ao senhor Etelvino e ao Nordestao.

    1. kkkkkkkk governo Fatima não fez porra nenhuma no RN, deixa de ser puxa saco.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Discussão por causa de paredão de som teria acabado em tiros disparados contra carro de empresário na Lagoa do Bonfim

Foto: Cedidas

Segundo informações, os tiros disparados contra carro de empresário no fim de semana, na noite de sábado(31 de outubro), em Nísia Floresta, na Grande Natal, teria sido por causa de uma discussão movida por um paredão de som ligado no carro do empresário, que foi alvo de emboscada em estrada. A vítima continua em estado grave, segundo as últimas informações.

Relembre: Duas pessoas são baleadas dentro de carro na Lagoa do Bonfim

 

Opinião dos leitores

  1. Quer escutar som Alto?
    Enfia a mer&@ desse carro no quarto, fecha as portas e arroche no volume até os tímpanos estorarem.
    Nao queira impor seu "mau" gosto musical para mim (sim, pois cerca de 90% das pessoas que normalmente fazem isso curtem forró, sertanejo, sofrencia, brega….).

  2. Será que com mais armas de fogo o Brasil vai ficar mais seguro??? Por favor tenha piedade! não fique enfurecido! Eu não tive a intenção de ofender…… não atire. Me perdoe pela minha ignorância.

  3. Por isso que digo que arma de fogo pra todo mundo n da certo. No mundo ideal, com pessoas conscientes, seria bom pra proteção pessoal. A pergunta é: quem protege a população de um desequilibrado armado? Infelizmente não temos maturidade pra isso.

    1. Respeito a Excelente opinião. …
      MAS UM PLESBISCITO NACIONAL SOBRE O ASSUNTO JÁ FOI REALiZADO.

  4. Os tiros não justificam, mais o paredão de som é uma falta de respeito grande, quer ouvir som alto? coloque um fone de ouvido e aumente o som.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

FOTOS E VÍDEOS: Operação Vale Tudo com PF, MPF, Receita e CGU apreende dinheiro em espécie, inclusive dólares e euros, em residência de empresário em Natal

Fotos: Divulgação/PF

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal, com apoio da Receita Federal e da Controladoria Geral da União, deflagraram na manhã desta sexta-feira, 30/10, a Operação Vale Tudo visando desarticular uma organização criminosa acusada de fraudes em licitação, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro no município de Extremoz, Região Metropolitana de Natal.

Com o avanço das investigações e, através da quebra de sigilo bancário, verificou-se que a organização criminosa teria desviado mais de R$ 2 milhões de reais entre os anos de 2017 e 2020, por meio de fraudes em licitações que visavam à aquisição de medicamentos, produtos odontológicos e hospitalares destinados ao município de Extremoz.

Na capital potiguar, no bairro do Tirol, na Zona Leste, a Polícia Federal apreendeu dinheiro em espécie, inclusive, moeda estrangeira. Em residência de empresário foram apreendidos R$ 70 mil, além de 2.865 euros e 999 dólares.

 

Ver essa foto no Instagram

 

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal, com apoio da Receita Federal e da Controladoria Geral da União, deflagraram na manhã desta sexta-feira, 30/10, a Operação Vale Tudo visando desarticular uma organização criminosa acusada de fraudes em licitação, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro no município de Extremoz, Região Metropolitana de Natal. Com o avanço das investigações e, através da quebra de sigilo bancário, verificou-se que a organização criminosa teria desviado mais de R$ 2 milhões de reais entre os anos de 2017 e 2020, por meio de fraudes em licitações que visavam à aquisição de medicamentos, produtos odontológicos e hospitalares destinados ao município de Extremoz. Na capital potiguar, no bairro do Tirol, na Zona Leste, a Polícia Federal apreendeu dinheiro em espécie, inclusive, moeda estrangeira. Em residência de empresário foram apreendidos R$ 70 mil, além de 2.865 euros e 999 dólares. Imagens: Divulgação/PF

Uma publicação compartilhada por Blog do BG (@blogdobg) em

Opinião dos leitores

  1. Um projeto do governo federal importante pra se não acabar, ao menos dimunuir a corrupção, extinguir a metade dos municipios que existem.
    Não faz sentido criar municipios que não se sustentam. Só serve de cabide de empregos.
    No RN o último criado foi em 2000,
    Aí eu apoio em gênero, número e grau.
    Sou ate capaz de repensar meu voto próxima eleição.

  2. A culpa é do PT e do comunismo internacional que quer derrubar Trump e por o monstro socialista do Biden.

  3. Eita, dizem que essa operação em extremoz é apenas o começo, tem tantos gestores públicos com o C#% na mão kkkķkkk Não vou dizer mais nada, só vou dizer uma coisa é GÓPI.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEOS: Empresário Antônio Leite é recebido com festa pelos colaboradores da Sterbom no RN em seu 1º dia de trabalho após cura da covid-19

Ao chegar para trabalhar pela primeira vez após a alta hospitalar da covid-19, o empresário Antônio Leite foi recebido com festa pelos colaboradores da sua Sterbom no Rio Grande do Norte. Registro flagra mistura de alegria e fortes emoções.

Opinião dos leitores

  1. Grande homem, extraordinaria fgura humana, pessoa do bem, um empresario vitorioso , Deus o devolveu ao nosso convivio para a alegria de todos, Antonio Leite um exemplo no meio empresarial.

  2. Homem do bem! Um líder. Manso e humilde de coração. Grande amigo. Deus continue te abençoando.

  3. São demonstrações desse tipo que faz o ser humano acreditar no bem , na união, na amizade e no amor para com o seu semelhante, esse perfil aí desse empresário demonstra que tem uma grande admiração e apreço dos seus funcionários e que mais de que seus servidores são seus amigos e o estimam muito, parabéns a todos e Que Deus possa os conserve todos com muita saúde. Todo ser humano do bem fica feliz em testemunhar uma cena dessas. ??????????

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

VÍDEO: Em tom de emoção, empresário de Salvador apela para ACM Neto reabrir estabelecimentos em shoppings

Foto: Reprodução

Assista com atenção o relato dramático desse empresário que representa lojistas de vários shoppings de Salvador, na manhã desta segunda-feira(13), ao prefeito de Salvador, ACM neto.

Durante a conversa, o empresário, em tom de emoção e desespero, revelou desfecho trágico de um empregado durante o período de isolamento domiciliar e medidas restritivas em decorrência da pandemia da Covid-19. Por fim, ainda pediu pelo sustento da sua família e seus funcionários.

QUE SITUAÇÃO.

Opinião dos leitores

  1. Também fico triste com o drama dessas pessoas que ficam implorando um leito de UTI e morrem por não conseguir.
    Se houvesse menos política e mais ação desta raça da esquerda Isso não aconteceria.
    Que façam como no RN , onde a sindmed , criou um centro de de tratamento para pessoas que apresentam sintomas de Covid-19 , com testes e se infectadas já saem com receita médica indicando os medicamentos polêmicos e vem dando muito certo.
    O que vai acontecer estes Estados e municípios irão para o fundo do poço economicamente e culparão o governo federal por conta disso .
    São insensíveis, para eles o que vale é o jogo político, f….se a população.

  2. Imagino tb o drama de quem está com um ente querido, pai, mãe e etc… desesperado implorando por um leito de UTI e não ter o que fazer, pois não existe vaga em razão dessa doença triste.
    Deus ilumime as mentes dos gestores para que encontrem um meio termo nas decisões, o teu povo clama.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *