Confiança do empresário do comércio tem melhor janeiro desde 2013

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) atingiu em janeiro deste ano 126,6 pontos, em uma escala de zero a 200. É o maior patamar para um mês de janeiro desde 2013. O resultado é 2% maior que o observado em dezembro e 4,7% maior do que o registrado em janeiro de 2019.

Os dados foram divulgados hoje (16) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Na comparação com dezembro de 2019, as intenções de investimento cresceram 2,5%, puxadas pela intenção de contratação de funcionários (4,7%). A avaliação dos empresários sobre as condições atuais subiu 1,4%, puxada pela maior confiança na economia (3,2%). Já a expectativa em relação ao futuro cresceu 1,7%, com destaque também para a avaliação sobre a economia (2,7%).

Na comparação com janeiro do ano passado, no entanto, a alta de 4,7% foi puxada pela avaliação sobre o momento atual, com crescimento de 17,9%. A confiança no momento atual da economia teve alta de 23,4%. As intenções de investimento cresceram 4,1%, puxada pelos investimentos na empresa (10,3%). As expectativas sobre o futuro tiveram queda de 2,3%.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    Gente muito cuidado com a "FOIA" ela quer o pior para o PAÍS.
    A crise deixada pelo partido nefasto esta se escafedendo o Brasil é com certeza uma realidade positiva
    Obrigado Presidente JMB

Quem é o empresário ‘fantasma’ suspeito de desviar milhões da Saúde que delatou Witzel

A imagem que ilustra a nota foi capturada pelos investigadores, em um dos momentos em que o empresário “fantasma” se deixou filmar por uma câmera de segurança. Foto: Divulgação

O empresário Daniel Gomes da Silva é apontado por investigações do Ministério Público do Rio, da Paraíba e de outros estados como chefe de uma rede de corrupção que desviava recursos da saúde a partir do pagamento de propina e de repasses de caixa dois a políticos de diferentes regiões do país.

Apenas no Rio, ele teria desviado cerca de 15 milhões de reais da Saúde. Jovem para os padrões da corrução nacional, Daniel Gomes, 42 anos, gostava de passar o tempo em Portugal, distante dos holofotes do Rio, tanto que não havia, ainda hoje, imagens dele na internet.

O empresário fazia parte da “República da Barra”, onde ainda hoje tem endereço na Praça Telê Santana. A imagem que ilustra a nota foi capturada pelos investigadores, em um dos momentos em que o empresário “fantasma” se deixou filmar por uma câmera de segurança.

A origem da investigação contra ele foi a filial da Cruz Vermelha no Rio Grande do Sul. O empresário, preso no fim de 2018 na Operação Calvário, montou um esquema de corrupção a partir de organizações de saúde que assumiam contratos milionários para gerenciar unidades hospitalares nos estados.

O esquema abasteceu os bolsos de políticos e financiou o caixa dois de campanhas em diferentes estados. Desde 2010, como revelam as investigações da PF na Paraíba, Daniel operava não apenas no setor de saúde, mas também em alguns contratos da educação paraibana.

A delação de Daniel Gomes, já homologada pelo Superior Tribunal de Justiça, além de comprometer autoridades com foro privilegiado, como Wilson Witzel, apresenta um cenário devastador para alguns figurões que já ocuparam o poder, como o ex-governador Ricardo Coutinho e o ex-senador Ney Suassuna.

Como o Radar mostrou, Daniel detalhou em longa delação o pagamento de propinas a Suassuna e repasses de caixa dois para quitar dívidas de campanha do PSB na Paraíba.

Radar – Veja

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mayra Rodrigues disse:

    Empresário fajuto sem prova alguma a mando do Bolsonaro. Quando o trabalho bom do governador começa a incomodar, dá nisso.

  2. José Maurício . disse:

    A lava jato é danada .

  3. Ricardo disse:

    Enquanto isso quantas pessoas morrem esperando atendimento nos corredores dos hospitais?
    Todos os envolvidos diretamente ou mesmo indiretamente deverão carregar a culpa milhares de vidas ceifadas de forma tão cruel.

    Parabéns ao sistema politico brasileiro… vocês matam mais que qualquer outra praga conhecida na história da humanidade.

Ex-BBB se casa aos 73 anos em Punta Cana com empresário de 37

Fotos: Arquivo pessoal

Ieda Wobeto é a prova de que não há idade para ser feliz e realizar sonhos. Aos 73 anos, a ex-sister do Big Brother Brasil 17, disse “sim” ao noivo, Marcelo Gomes, de 37 anos, em uma cerimônia linda e romântica à beira mar em Punta Cana, na República Dominicana.

Com exclusividade ao Gshow, a gaúcha contou que usou um vestido de noiva feito por uma amiga, Paloma Quadros, de Canoas (RS), e relatou toda emoção que viveu ao oficializar a relação de um ano:

“Eu já me casei, há muitos anos atrás, mas confesso que a emoção de hoje foi muito diferente.”

“E hoje, com o Marcelo, foi diferente, eu tinha plena consciência do passo que estava tomando, dos meus sentimento e dos deles. E foi muito bonito, foi perfeito para nós, uma tarde muito maravilhosa. Deu para chorar, a emoção foi grande, as lágrimas vieram.”

“E olhar para o Marcelo, com a carinha dele, com o olhar sempre tão carinhoso sempre comigo, isso não tem preço”, descreveu Ieda, sobre o casamento com o empresário.”

Marcelo, que surpreendeu a noiva com o pedido de casamento em Las Vegas, também comentou sobre a cerimônia: “Chorei o tempo todo. Foi a melhor sensação do mundo. Ao ver o carrinho chegando, a música tocando, veio um filme desde a chamada do BBB até o nosso primeiro encontro”.

“Quando ela parou na minha frente, nós dois estávamos com os olhos cheio de lágrimas. Aí foi só emoção.”

Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carminha disse:

    Comentários machistas!

  2. Antonio Turci disse:

    Há exemplos (muitíssimos) de caso como este. O vivaldino só quer se aproveitar de alguma grana da noiva anciã (ou melhor, da vítima). Essas diferenças muito grandes de idade…………………..

  3. Zanoni disse:

    Esse cabra não tem mãe não???

  4. Atento disse:

    'Seio'…Lindo de morrer!!!!

VÍDEO: Suposto entregador de aplicativo é procurado pela polícia por assassinato de empresário em Natal

O portal OP9 e a TV Ponta Negra destacam nesta quinta-feira(28) o assassinato do empresário do ramo automobilístico Edgard Tavares, no fim da tarde dessa quarta-feira (27) enquanto conversava com amigos no bairro do Alecrim, Zona Leste de Natal.  De acordo com a reportagem, o atirador chegou em uma moto trazendo uma caixa de isopor, utilizada por entregadores de aplicativo.

Conforme imagens capturadas por um sistema de câmeras de segurança, um homem chega em uma motocicleta, estaciona e vai em direção ao empresário, que estava na calçada do cruzamento da Avenida Presidente Quaresma com a Rua dos Canindés. Na ação criminosa, os tiros também atingiram outra pessoa, que foi socorrida ao hospital, mas não apresenta risco de morte.

Mais detalhes de reportagem aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Raimundo disse:

    Não caberia pena de morte neste caso?

  2. VERGONHA disse:

    E AINDA TEM FDP que defende BANDIDO DESSA QUALIDADE , tinha que fazer o mesmo com um VERME DESSES

Empresário Jorge Paulo Lemann volta ao topo da lista de bilionários brasileiros da Forbes

Foto: Scott Olson / Getty Images

O empresário Jorge Paulo Lemann , um dos sócios do fundo 3G, voltou ao posto de homem mais rico do Brasil, segundo a revista Forbes , que acompanha diariamente a fortuna dos homens e mulheres mais ricos do mundo. Em março, ele havia perdido o posto para o dono do Banco Safra, Joseph Safra . Agora, voltou ao topo com fortuna avaliada em R$ 104,71 bilhões, segundo a Forbes Brasil.

O megainvestidor ocupava a liderança no ranking desde 2013, quando desbancou Eike Batista. No entanto, a fusão das gigantes americanas Kraft Heinz, controlada pelo fundo 3G e a empresa de investimentos de Warren Buffett, esbarrou em vários tropeços, levando à queda das suas ações nos primeiros meses de 2019.

Em fevereiro, a Kraft Heinz informou que era alvo de investigação nos EUA e que havia perdido US$ 16 bilhões em valor de mercado . Buffett, por sua vez, disse ter pago um preço excessivo pela Kraft , dona do ketchup Heinz.

Além da polêmica em torno da investigação, as ações do império Lemann também vinham caindo porque suas empresas apostam em produtos, como fast-food, que começam a ter resistência de consumidores.

O bilionário carioca também tem investimentos em empresas como a gigante AB-InBev, dona da Brahma e da Budweiser, e o Burger King. A mudança nos hábitos de consumo poderia abalar a estrutura de alguns negócios do fundo 3G, avaliam especialistas.

Esse panorama tirou a liderança de Lemann entre os bilionários brasileiros temporariamente. Mas, em setembro, o fundo 3G vendeu uma fatia de 9% na Kraft Heinz . E Lemann comprou parte das ações. A revista não explica se essa venda teve influência no retorno de Lemann ao topo da lista.

Além de Lemann, os outros dois sócios da 3G Capital aparecem entre os mais ricos do país. Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira acumulavam R$ 43,9 bilhões e R$ 37,35 bilhões, respectivamente, segundo a Forbes. Hoje, os dois ocupam a terceira e quinta colocação entre os bilionários brasileiros.

O quarto colocado da lista é Eduardo Saverin, um dos fundadores do Facebook. Residente em Cingapura desde 2012, ele mantém uma empresa de investimentos mais focada em startups, com atuação em vários segmentos. Seu raio de ação se concentra principalmente na Ásia e nos Estados Unidos, com fortuna estimada em R$ 43,16 bilhões

Uma novidade na lista deste ano é a presença do banqueiro André Esteves entre os principais bilionários do país. Esteves é o maior acionista individual do BTG Pactual, maior banco de investimentos independente da América Latina. A fortuna estimada é de R$ 20,75 bilhões.

Segundo a Forbes, o crescimento de seu patrimônio ocorre em decorrência do crescimento das ações do BTG nos últimos anos, que aumentaram mais de três vezes. Em 2015, Esteves envolvido na Operação Lava-Jato, mas foi absolvido em ações relacionadas da acusação de obstrução de Justiça envolvendo a suposta tentativa do ex-senador Delcídio do Amaral (PT/MS) de comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    Grande empreendedor que gera emprego, renda e divisas para nosso país…Merece ser reverenciado…Mas por aqui, é chamado de explorador, bla bla blá, mi mi m i…Gostaria de vê-lo mais envolvido com a política, de preferência apoiando o partido NOVO…

  2. Cidadão Indignado disse:

    Será que, ao invés de construir um mundo melhor, ajudando a qualquer ser vivo, vai levar todo o dinheiro de presente para o "capa preta"? São doentes; fazer o quê.

  3. Chile disse:

    Vai colocar isso onde? pois caixão não tem gaveta.

‘Bolsonaro está mudando o país. É natural a indignação da esquerda’, diz empresário sucesso com vídeos no YouTube em entrevista

Leandro Ruschel faz sucesso com vídeos no YouTube. Frame/YouTube

Leandro Ruschel é um gaúcho com 39 anos que alterna sua vida entre Brasil e Estados Unidos e é sócio-fundador de duas empresas: a Liberta Global, que ensina brasileiros a operar no mercado de ações americano, e o Grupo L&S, que já treinou mais de 40.000 investidores. Mas ele atingiu mais de 300 mil seguidores no Twitter e vídeos no YouTube com mais de um milhão de visualizações por outros motivos.

Ruschel tornou-se conhecido nas redes sociais por abominar o PT e os petistas, por citar o pensador Olavo de Carvalho e por críticas ásperas à imprensa. Para ele, jornalistas atacam tudo o que está relacionado ao governo federal e ao presidente Jair Bolsonaro, e fazem isso porque são de esquerda. Assim como os professores, principalmente os de universidades públicas.

Também defende a proposta de escolas sem partido.

É a favor das pautas liberais e de muitos pontos da chamada agenda de costumes do governo.

Mais importante do que os tropeços é o caminho, acredita. “Bolsonaro mudou todos os paradigmas, está mudando o país. É natural a indignação e frustração da esquerda.”

Acha que o Brasil segue o rumo certo nas mãos de Bolsonaro e de seu ministro da Economia, Paulo Guedes. “Mas podia estar num ritmo mais acelerado. Talvez por tantas dificuldades criadas pelo Congresso, as coisas demorem a acontecer. De qualquer forma, estou otimista.”

O empresário se mostrou favorável à investigação do senador Flávio Bolsonaro, mas defendeu o vereador Carlos, o outro filho do presidente, pela postagem recente que foi considerada um risco à democracia. “Ele só foi mal interpretado.”

Veja mais trechos da entrevista:

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Wellington disse:

    Concordo plenamente!

Empresário Caio Fernandes nega categoricamente que seja candidato nas próximas eleições em São Miguel do Gostoso

Após enorme repercussão causada por uma enquete que colocou seu nome como potencial candidato à prefeitura de Gostoso, nas próxima eleições, o empresário do ramo imobiliário, Caio Fernandes, teve o cuidado de redigir uma nota negando categoricamente tal possibilidade. O mesmo se sentiu lisonjeado mas correu para mostrar que os laços entre ele e a cidade é de gratidão por ter sido muito bem acolhido na cidade que hoje ele considera o seu refúgio. O seu “carregador de bateria”, como ele mesmo costuma brincar.

Na carta aberta que viralizou na praia mais badalada do Litoral Norte, Caio conta um pouco de como chegou há 03 anos, em Gostoso, e pede para continuar ajudando como pode os gostosenses, porém, no anonimato e sem comprometimento político eleitoral.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Hulkenberg disse:

    Agora vai!!!

  2. Juvenal disse:

    ÇEY… A conversinha é essa…

Empresário preso na Operação Tiro consegue liminar pelo TRF-5 e será solto ainda nesta terça-feira

A defesa do empresário Gabriel Delanne Marinho, através do advogado Flaviano da Gama,  informa ao Blog que o seu cliente será solto ainda nesta terça-feira(09), após liminar ser concedida pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF – 5).

O empresário é acusado de integrar um suposto esquema operado para desvio de recursos federais, originários de emendas parlamentares, e destinados à compra de medicamentos na Prefeitura Municipal de Touros.

Empresário nega aquisição da Tribuna do Norte

Há uns dias se comenta nos bastidores do meio empresarial que Flávio Azevedo estava para adquirir o controle do jornal Tribuna do Norte e da Rádio Cabugi.

Essa informação, o Blog, em duas oportunidades, apurou e não confirmou. Hoje, em contato com o empresário Sérgio Azevedo, filho de Flávio, ele negou que o pai esteja adquirindo o controle dos veículos.

Falou que existe sim uma conversa de cooperação técnica, mas não de aquisição de ações ou compra total do jornal e da rádio.

Nunca é demais lembrar que a Tribuna teve a sua venda quase concretizada para o grupo que adquiriu a Intertv Cabugi, mas ela acabou não se concretizando e hoje o seu maior acionista, Henrique Alves procura de toda forma encontrar um grupo para adquiri-la.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciana Morais Gama disse:

    Coincidências da vida….. Foi só Henrique Alves ficar sem mandato e agora Garibaldi Alves também, que a situação por lá ficou difícil. Pq será??

    • João Batista disse:

      lacrou!!!

    • Paulo disse:

      Fechou as torneiras !! começaram a torrar para pagar advogados e manter o padrão, O mundo gira!

    • Cigano Lulu disse:

      Foi não, Luciana. A TN já vem arquejando há muito tempo, respirando por aparelhos. Só um louco para querer aquela massa falida.

Empresário que ostentou vida em rede social tem CNH suspensa para liquidação de dívida

Foto: Ilustrativa

O desembargador Raulino Jacó Brüning, do TJ/SC, atendeu ao pedido de um shopping center e determinou a suspensão da CNH, para fins de quitação de dívida, de um empresário que alugava loja no estabelecimento. O magistrado levou em consideração a vida que o homem ostentava nas redes sociais e concluiu que existem fortes indícios de que ele possui condições financeiras aptas a adimplir a dívida.

O shopping ajuizou ação contra o empresário após constatar que ele deixou de pagar as mensalidades, originando um débito de mais de R$ 80 mil. O juízo de 1º grau, no entanto, indeferiu o pleito do shopping para que fossem suspensos a carteira nacional de habilitação, o passaporte do executado, bem como bloqueado o seu cartão de crédito.

Diante da decisão, a empresa recorreu argumentando que foram esgotados os meios lícitos para busca de bens passíveis de penhora. Também sustentou que o empresário o oculta seu patrimônio, pois ostenta estilo de vida confortável nas redes sociais, incluindo viagens internacionais.

Ao analisar a situação, o desembargador levou em consideração as publicações do empresário no Facebook e afirmou que, muito embora ainda não se possa concluir pela má-fé do empresário, existem fortes indicativos de que ele possui condições financeiras aptas a adimplir a dívida.

“Em casos tais, parte da jurisprudência vem se posicionando no sentido de permitir a imposição de medidas ou restrições para impulsionar o adimplemento da dívida, principalmente a suspensão da Carteira Nacional de Habilitação – CNH, que de forma alguma restringe o direito de ir e vir do cidadão.”

Assim, deferiu parcialmente o pedido do shopping e determinou a suspensão da CNH.

Os advogados Christiane Sieber Teive e Rogerio Reis Olsen da Veiga atuaram pelo shopping.

Processo: 4025391-16.2018.8.24.0000
Migalhas

 

Empresário é preso por roubo e adulteração de veículos de luxo

O empresário Ricardo de Oliveira, dono da empresa de segurança eletrônica Masterseg foi preso nessa quinta-feira (10), em sua casa em Pium.

De acordo com informações preliminares, o empresário foi preso durante uma operação da Delegacia Especializada em Roubos de veículos (Deprov).

Ele é suspeito de roubo, furtos e adulteração de veículos de luxo.

As investigações policiais apontaram que Ricardo era responsável por articular um esquema de desmonte de veículos roubados em uma sucataria na cidade de Macaíba que servia como fachada. Ele foi indiciado por receptação qualificada e associação criminosa, já respondendo a processo semelhante na comarca de Parnamirim.

Ricardo de Oliveira também já havia sido preso na Operação Clone, realizada pela Polícia Civil no ano de 2012, por fazer parte de uma quadrilha que clonava cartões de crédito e praticava crimes de estelionato nos estados do Rio Grande do Norte, Alagoas, Paraíba e Pernambuco. A polícia estima que tenham sido aplicados golpes de até R$ 3 milhões. Ricardo de Oliveira foi preso e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

Atualizada às 12h01

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Val Lima disse:

    A primeira prisão desse empresário foi por conta de uma BMW roubada q foi transplantada para outra quente,na ocasião da apreensão do veículo,quem estava conduzindo o carro de luxo,era a esposa do suspeito….Lembrei do caso…

  2. Ddíuijghufg disse:

    O carro do governador tbm tem placa fria e ninguem comenta

  3. Ddíuijghufg disse:

    Realmente ele é empresário e vc deve ser um merda mesmo…..

  4. Sandro Alves disse:

    Toda porcaria se diz empresário hoje.

  5. Ricardo disse:

    Não é novidade ele é da Master Seguranca e já cliente da deprov , pelezao

Empresário potiguar critica governo Dilma e oposição: “O país continua à deriva”

O empresário potiguar Gustavo Rocha foi o participante da Resenha do programa Meio Dia Cidade desta segunda-feira (5). Conhecido pelos comentários ácidos, o empresário não mediu palavras e disparou contra o governo da presidente Dilma Rousseff, contra a oposição dela no Congresso Nacional e contra o presidente da Câmara dos Deputados, o deputado federal Eduardo Cunha, do PMDB do Rio de Janeiro.

Para o empresário, a reforma política que a presidente realizou com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva indica uma espécie de terceiro mandato do petista. Afinal, ele possui agora uma participação direta. Gustavo também criticou o aumento da fatia da divisão de ministérios nas mãos do PMDB. “O país continua à deriva. A posição é fraca. Virou um governo do PMDB com Lula”, pontuou.

Ele lembrou que o PMDB é um partido que sempre está no poder e que é divido em várias frentes, o que faz com que ele tenha sempre uma carta na manga para negociar cargos nos governos federais.

Mas Gustavo não parou por aí. Ele afirmou que o deputado Eduardo Cunha é ruim não apenas para a democracia, mas também para o país. “Detesto o Cunha. Acho ele nocivo para o país. Ele é péssimo”, afirmou ao lembrar que Cunha pode ter mentido em juízo, ocorrido que se ficar comprovado pode terminar fazendo com que o parlamentar perca o mandato por quebra de decoro. Ele ainda ponderou que, caso Cunha seja afastado, ele deve ser com mais pessoas: “Cunha deve ter um arsenal guardado. Se ele cair, ele não cai só”, lembrou.

O Meio Dia Cidade vai ao ar de segunda a sexta, sempre ao meio dia na Rádio Cidade, 94 FM. O programa tem uma hora e trinta minutos de duração e sempre com boas entrevistas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Junior pinheiro disse:

    É porque deveria estar ao bel-prazer do empresariado, sem regras e aumentos todos os dias , é só ir ao mercado!!!!!

Investigado na Lava Jato assina delação e promete de devolver R$ 70 milhões

O empresário Hamylton Padilha fechou acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF) no qual se comprometeu a pagar multa de R$ 70 milhões para ressarcir a Petrobras. Padilha é um dos seis investigados na Operação Lava Jato, que se tornou réu hoje (10) por decisão do juiz federal Sérgio Moro.

De acordo com o termo de colaboração assinado com a força-tarefa do MPF, o empresário terá pena máxima de oito anos de prisão, período que poderá ser substituído por dois a cinco anos de regime domiciliar. Em troca, o empresário deverá fornecer informações aos investigadores sobre o funcionamento do esquema de pagamento de propina.

Mais cedo, Moro aceitou denúncia do MPF contra o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Jorge Luiz Zelada e mais cinco pessoas. Agora réus, eles são acusados dos crimes de corrupção, evasão de divisas e lavagem de dinheiro.

Fonte: André Richter / Agência Brasil

Empresário é assassinado em Tibau do Sul; funcionário é acusado

Alexandre Wainberg ,de 54 anos, dono da Carcinicultura Orgânica Primar, que produz ostra orgânica em Tibau do Sul,  foi assassinado na manhã desta quinta-feira(30), no município potiguar. Informações dão conta que o empresário teria sido morto com um golpe de arma branca na região das costas após uma discussão com um funcionário. Chegou a ser socorrido, mas não resistiu ao ferimento. O suspeito fugiu.

Alexandre tinha experiência de criar ostra em cativeiro. Era conhecido por ser um sujeito muito participante. Sua fazenda fica a caminho de Pipa. Com experiência de orgânico, era bem visto na imprensa do sul e fazia parte de uma ONG ambientalista.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. casa das ostras primos. Sente muito a perda do amigo e criador das ostras primar

  2. manoel vieira de araujo disse:

    Conhecia Alexandre, pessoa pacata, do bem, muito preocupado com a natureza. A pessoa que o matou
    so pode ser um idiota ignorante.

  3. Luiz Moreira disse:

    Esse comentário não faz jus ao que Alexandre representa.

‘Rei da soja’, empresário Olacyr de Moraes morre aos 84 anos

olacyrFoto: Bruno Poletti-Folha Press

Morreu, na manhã desta terça-feira (16), às 3h40, em São Paulo, o empresário Olacyr de Moraes, aos 84 anos. Conhecido como “rei da soja”, Moraes sofria de câncer de pâncreas desde o início de 2014.

A morte foi informada na conta oficial do Facebook de Moraes:

“É com profunda tristeza que comunicamos o falecimento do empresário Olacyr de Moraes, 84 anos, na manhã desta terça-feira, 16 de Junho de 2015, às 3:40 horas da manhã na cidade de São Paulo. Olacyr lutou bravamente contra um câncer de pâncreas descoberto no início de 2014 mas acabou sucumbindo à doença.

Olacyr de Moraes foi um dos maiores empreendedores do país, desbravador e visionário, apostou no potencial agrícola do centro-oeste brasileiro investindo na pesquisa e produção de grãos e algodão em uma época em que poucos acreditavam que o solo dessa região fosse receptivo à essas culturas.

O resultado de seu empenho fez com que ele ganhasse o apelido de ‘O Rei da Soja’ por se tornar o maior produtor mundial desse grão no mundo e ajudando a elevar o Brasil à posição de um dos maiores produtores agrícolas do planeta. Durante sua carreira chegou a ter mais de 40 empresas nos setores de construção civil, agrícola e exploração de minérios.

Todos sentiremos muitas saudades.”

Folha Press

Trio armado rende empresário e familiares e realiza grande arrastão em Caicó

Um trio armado invadiu a residência de um empresário do ramo de motocicletas na madrugada desta quinta-feira (3), no bairro de Boa Passagem, na cidade de Caicó, e promoveu um grande arrastão. De acordo com a Polícia Militar, os bandidos levaram vários pertences, entre eles, aparelhos eletrônicos, computadores e joias.

Segundo a PM, o prejuízo da vítima ainda foi somado com uma grande quantidade roubada em dinheiro, em valor a ser confirmado. Após o arrastão, os bandidos ainda levaram três motocicletas e fugiram com destino ignorado deixando pelo menos quatro vítimas amarradas. Diligências foram realizadas na região, mas nenhum suspeito foi encontrado.