Operação contra jogo do bicho cumpre mandados de busca e apreensão na escola de samba Grande Rio

Os agentes na sede da Grande Rio Foto: Letícia Gasparini / Agência O Globo

Onze endereços ligados ao jogo do bicho na Baixada Fluminense são alvos, na manhã desta quinta-feira, de uma operação para cumprir mandados de busca e apreensão do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público estadual e da Polícia Civil. Cinco foram denunciados por organização criminosa e lavagem de dinheiro proveniente da exploração de jogos de azar. A operação, batizada de Mala Fortuna, também está cumprindo o bloqueio e sequestro de bens dos denunciados no valor de R$20 milhões.

Entre os endereços, estão a quadra e o barracão da Acadêmicos do Grande Rio, em Duque de Caxias. O presidente de honra da escola, Antônio Jaider Soares da Silva é apontado pelas investigações como chefe da organização criminosa e responsável por controlar a exploração de jogos de azar nesse município da Baixada.

A quadra da Grande Rio foi alvo da operação Foto: Letícia Gasparini / Agência O Globo

Segundo a Polícia Civil, ele figura como sócio de empresas ao lado do filho, Yuri Soares Reis, e do sobrinho, Leandro Jaider Soares da Silva. Os dois são investigados como braços operacionais da quadrilha na operação de lavagem de dinheiro e no controle financeiro da organização.

Já Dagoberto Alves Lourenço é citado como homem de confiança de Antônio Jair e Leandro. Ele seria o responsável pelas operações nas contas bancárias relacionadas às empresas e à escola de samba.

O quinto denunciado é Paulo Henrique Melo Rufino, apontado como “laranja” do grupo e responsável pela lavagem de dinheiro do jogo do bicho e de jogos de azar.

A investigação revelou operações financeiras suspeitas superiores a R$ 100 mil em dinheiro envolvendo os acusados. Foram descobertas também operações com imóveis. Segundo a Polícia, os acusados juntavam recursos ilícitos com os de atividades econômicas legais. Eles também dissimulavam a propriedade de imóveis com o uso de laranjas.

Extra – O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. JOAO disse:

    a algo malo en el reino del río. en el río todo puede.ate hombre bailar con hombre-y mujer con mujer-

  2. Gildson disse:

    Certos comentários nem deviam ser postados, não é censura, mas tem que retirar aquilo que nada serve para uma construção razoável de uma discussão.

  3. Escritor disse:

    Perseguem o jogo do bicho e as casas de jogo. Mas na tv paga nos canais esportivos so o q tem eh propaganda dos bets da vida. Sites localizados no exterior. Nos bares os garcons oferecem a aposta. O dinheiro vai pro "bicheiro internacional". China. Russia. Santa hipocricia.

ÉREBO: PF faz operação em presídios de Roraima e Rio Grande do Norte em combate atuação de facção criminosa

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira(27) a Operação *Érebo, que tem o objetivo de desarticular lideranças regionais de facção criminosa que atua dentro e fora do sistema prisional em todo o país.

A PF cumpre 45 mandados de prisão preventiva e 4 mandados de busca e apreensão, no município de Boa Vista/RR e em Mossoró/RN. Os mandados foram expedidos pela Vara de Entorpecentes e Organizações Criminosas da Justiça Estadual em Roraima, após representação da Autoridade Policial pelas medidas.

Com as investigações, iniciadas em 2017, a PF identificou e mapeou a estrutura da organização criminosa em Roraima, monitorando as principais lideranças que agiam no estado. Os elementos angariados em Inquérito Policial permitiram a identificação dos mentores responsáveis pelos diversos atentados que ocorreram em Roraima entre 29 e 31 de julho deste ano, além do cometimento de outros crimes, principalmente o próprio crime de participação em organização criminosa, o tráfico de drogas e a associação para o tráfico.

No período foram realizados ataques a diversos órgãos públicos e empreendimentos particulares em vários municípios do estado, inclusive a uma delegacia de polícia e a um destacamento da PM, além de bancos e outros.

As ordens para os atentados partiram de dentro da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, maior penitenciária de Roraima, e foram dadas após a autorização do responsável pela organização no Estado, que se encontrava preso no Presídio Estadual de Piraquara, no Paraná.

O monitoramento dos líderes na região permitiu, ainda, que a PF, em parceria com outros órgãos de segurança pública do estado – a PM e a Divisão de Inteligência e Captura da Secretaria de Justiça de Roraima – impedisse o acontecimento de outros atentados planejados pelos investigados, destacando-se o incêndio do pátio onde ficam os ônibus de transporte coletivo de Boa Vista e a destruição dos veículos e maquinários envolvidos com a coleta e o processamento de lixo do estado. Foi impedida, ainda, uma fuga em massa da Penitenciária Agrícola programada para 29 de julho deste ano.

A operação contou com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate a Organizações Criminosas (GAECO) do Ministério Público do Estado de Roraima, do Departamento Penitenciário Nacional, da Divisão de Inteligência e Captura e de Agentes Penitenciários da Secretaria de Justiça e Cidadania de Roraima.

 

FOTOS: Polícia deflagra Operação na Grande Natal e prende investigados por integrar facção criminosa

Na manhã desta quinta-feira (22), a Delegacia de Polícia Civil de Extremoz, com apoio de outras unidades da Polícia Civil e da Polícia Militar de Maxaranguape, deflagrou a Operação Fantasma no município de Maxaranguape, que resultou na prisão de dois homens que são investigados por integrarem um grupo criminoso denominado Família de Maxaranguape, ligado a uma organização criminosa que atua no Estado. O nome da operação faz alusão ao apelido de um dos investigados, Gaspar Aleixo de Paiva Neto, conhecido como Gaspar, que se encontra foragido desde 2016. Ele atuava na região de Maxaranguape e Muriú.

A Operação contou com o apoio da Secretaria de Estado de Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) e com o trabalho de policiais civis da Delegacia Especializada em Assistência ao Turista (DEATUR) e da Delegacia Municipal de Ceará-Mirim. Na ação foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e efetivadas as prisões temporárias de Evânio Cássio de Melo Alves, conhecido como Beiço Roxo e Jobson Nascimento dos Santos, conhecido como Neguinho.

A investigação revelou estava praticando os crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, configurando uma organização criminosa. Um terceiro integrante do grupo José Wilton Nascimento da Silva, conhecido como Chumbinho foi preso em flagrante no mês de setembro, pelo crime de tráfico de drogas. Dois integrantes do grupo estão sendo procurados pela polícia, são eles Gaspar Aleixo de Paiva Neto, conhecido como Fantasma e João Paulo da Silva Lira, conhecido como Galega.

A Delegacia de Polícia de Extremoz conta com o apoio da população local para elucidar crimes de tráfico de drogas, homicídios, roubos e outros crimes de maior gravidade. Para tanto, conta com um serviço de “Disk Denúncia” próprio através do aplicativo What’s App no nº (84)992004419 ou 181, sendo garantida a preservação do anonimato.

 

STTU define operação para celebração de Nossa Senhora da Apresentação nesta quarta em Natal

A Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana, definiu esquema especial para cobertura da festa de celebração de Nossa Senhora da Apresentação, padroeira da cidade, nesta quarta-feira (21).

Toda operação de trânsito, segundo o inspetor Carlos Eugênio, começa nesta terça-feira (20), às 23h, com a intervenção da Avenida do Contorno, trecho entre a Caixa Econômica e a Rua Quintino Bocaiúva, nos dois sentidos para celebração da Santa Missa na Pedra do Rosário. Ainda pela manhã, acontece a procissão saindo às 8h da Pedra do Rosário, seguindo pela Rua Quintino Bocaiúva, Praça André de Albuquerque até a antiga Catedral onde a imagem de nossa senhora permanecerá até o período da tarde.

Veja mais: Feriado da Padroeira de Natal nesta quarta muda funcionamento do transporte público

À tarde, entre às 15h e 17h, os batedores da STTU farão também a cobertura da Procissão de Nossa Senhora da Apresentação saindo da antiga Catedral, passando pela Praça Sete de Setembro, Rua Felipe Camarão, Rua Mossoró, Av. Hermes da Fonseca, Rua Apodi, Av. Deodoro da Fonseca e chegando à Catedral Metropolitana, onde acontece missa campal com o Arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha.

Para garantir a segurança dos religiosos todo trecho da av. Deodoro, entre a Ulisses Caldas e a Apodi, estará fechado ao trânsito. De acordo ainda com o inspetor Eugênio, toda a operação contará com 18 agentes de trânsito,12 batedores e 02 viaturas.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nilberto disse:

    Deveriam aproveitar e fazer uma pintura no paredão do passo da pátria e reforçar a estrutura da estrutura da santa.

Policiais militares são afastados após morte de estudante em operação na Grande Natal

A Polícia Militar determinou a abertura de um inquérito e afastamento de quatro policiais de suas funções após a morte de um jovem de 19 anos. O rapaz foi atingido por um tiro no pescoço durante um confronto entre policiais e assaltantes na noite desse domingo(07), na comunidade Estivas, em Extremoz, na região metropolitana de Natal. As informações foram confirmadas pela assessoria de imprensa da PM, que também informou que as armas foram recolhidas e serão analisadas por meio de exames balísticos no Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep).

O estudante Milton Coelho de Oliveira Neto deu entrada no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal, mas não resistiu aos ferimentos. Está sendo investigado se o tiro que matou o jovem foi disparado da arma de um dos policiais ou dos assaltantes. Três suspeitos foram feridos encaminhados ao hospital.

Operação das polícias Civil e Militar em Macaíba prende chefe de facção criminosa e mais dois

Foto: Polícia Civil do RN/Divulgação

Operação Campina’ realizada em conjunto pelas polícias Civil e Militar, prendeu na manhã desta quinta-feira(20) três homens no município de Macaíba, na Grande Natal. De acordo com os policiais, um dos detidos é um dos chefes de uma facção criminosa que age dentro e fora dos presídios potiguares.

Segundo a Policia, o detido, de 24 anos, era quem comandava o Sindicato do Crime do RN no município, em especial na região da Campina. Sua prisão foi decorrente de um mandado de prisão por assalto. O acusa também responde a outros crimes na cidade, como tráfico de drogas e homicídio.

A Operação Campina, nome de batismo direcionado a região da ação policial, ainda apreendeu com os presos um revólver, uma espingarda, munições, drogas, dinheiro fracionado e uma bomba artesanal.

Operação do MPRN e da PM apreende adolescente envolvido na ocorrência que resultou na morte de Luiz Benes

Apreensão foi concedida pela Justiça potiguar, atendendo ao pedido do MPRN que havia pleiteado a internação provisória do adolescente

Uma operação do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) – órgão do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) – apreendeu na manhã desta sexta-feira (14) o adolescente envolvido na ocorrência policial que resultou na morte do jovem Luiz Benes, filho do ex-prefeito de Lajes Benes Leocádio. Ele foi localizado na comunidade do Passo da Pátria, em Natal, e encaminhado ao Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Infrator (Ciad).

A apreensão foi concedida pela Justiça potiguar, atendendo ao pedido do MPRN que havia pleiteado a internação provisória do adolescente, pelo menos até o prazo somado de 45 dias até que seja expedida a sentença do processo, em virtude da abertura de novas vagas.

O pedido do MPRN baseou-se na abertura de 18 novas vagas no sistema socioeducativo, desinterditadas pela Justiça de Parnamirim e de Mossoró. Dessa forma, a decisão que soltou o adolescente na quarta-feira (12) foi reformada. O MPRN argumentou que a sentença deveria ser reformada “em virtude dessas vagas surgidas, há local para internação do representado, que não merece ser remido no caso, mas internado, ao final do processo, por ter colaborado, mesmo que indiretamente com a morte da vítima”.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tarcísio Eimar disse:

    Manda o gestor do CIAD levar ele pra casa

  2. Cássia Antunes disse:

    Bom dia. Precisamos de políticas públicas para salvarmos nossa juventude. Estamos reféns de bandidos e a sociedade apenas assiste e comemora mortes e prisões. Vamos bater panelas por um basta na violência.

  3. Edejunior disse:

    Vamos justiça solta de novo essa criança amada
    Pqp só no Brasil mesmo

Operação de combate a organizações criminosas resulta em pelo menos 12 presos, a maioria, no Oeste potiguar

Pelo menos 12 pessoas foram presas no início desta quarta-feira(12) durante uma operação de policiais civis e militares, em combate a organizações criminosas, crimes de homicídio e tráfico de drogas. De acordo com a Polícia, até as 7h30, a maioria das prisões ocorreu em Umarizal, na região Oeste potiguar, enquanto uma em Parnamirim, na Grande Natal.

A operação Armagedom, intitulada pelas forças policiais, contou com a participação de 108 policiais e ainda o auxílio do helicóptero Potiguar 1. Além de mandados de prisão, os agentes também cumprem mandados de busca e apreensão. Drogas também foram apreendidas na ação policial.

 

Filho de ministro do TCU é alvo da 45ª fase da Lava-Jato

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira a 45ª fase da Lava-Jato, chamada Operação Abate 2. Na mira está o advogado Tiago Cedraz, filho do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Aroldo Cedraz. Ele é alvo de mandados de busca e apreensão e também foi intimado a depor na PF. Os mandados de busca e apreensão são cumpridos nas cidades de Salvador (BA), Brasília e Cotia, na Grande São Paulo.

Segundo as investigações foram identificados novos interlocutores que ajudaram a beneficiar a empresa americana Sargeant Marine, fornecedora de asfalto para a Petrobras. Eles seriam dois advogados que teriam ajudado o esquema e teriam recebido comissões em contas na Suíça. Também teria sido detectada a participação de um ex-deputado federal e uma assistente dele no esquema, que desviou recursos da estatal.

O advogado Tiago Cedraz foi citado pela primeira vez na Lava-Jato pelo empresário Ricardo Pessoa, da ex-presidente da UTC Engenharia. Ele afirmou em depoimento à Lava-Jato que obtia informações privilegiadas no TCU sobre seus contratos com a Petrobras, sendo o advogado seu intermediário.

O empresário entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) tabela com anotações de pagamentos de R$ 2,2 milhões ao filho do então presidente da Corte, Tiago Cedraz. Parte dos valores teria sido paga em espécie. No fim do ano passado, a Polícia Federal pediu a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Aroldo Cedraz, por suspeita de corrupção e tráfico de influência.

A PF descobriu vários telefonemas do escritório de Tiago Cedraz para o gabinete de outro ministro do TCU, Raimundo Carreiro, mas o ministro argumentou isso não significava que as ligações eram dirigidas a ele ou que praticou alguma irregularidade.

O GLOBO

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Romualdo disse:

    Não foi esse Ministro que respaldou a teoria mirabolante das "Pedaladas Fiscais" de Dilma?

Recruta do Exército é preso por vazar informações sobre operação

Um recruta do Exército foi preso na manhã desta segunda-feira, 21, sob suspeita de vazar informações sobre as megaoperações das Forças de Segurança no Rio de Janeiro. Mateus Ferreira Lopes, de 19 anos, foi detido no Batalhão de Jurujuba, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, onde serve.

De acordo com o porta-voz do Comando Militar Leste, coronel Roberto Itamar, a prisão foi pedida no sábado, dia 19. O soldado estava sendo monitorado nos últimos dias. Segundo Itamar, o recruta, que entrou para o Exército neste ano, está prestando depoimento nesta manhã na Cidade da Polícia, na zona norte do Rio.

A prisão aconteceu durante a operação deflagrada nesta segunda-feira por agentes de segurança e militares das Forças Armadas em comunidades do Rio: Jacarezinho, Alemão, Manguinhos, Mandela, Bandeira Dois, Parque Arará e no Condomínio Morar Carioca, na zona norte da capital.

A todo momento chegam homens conduzidos por equipes policiais na Cidade da Polícia. A Secretaria de Segurança informou que só divulgará o balanço parcial dos presos da operação às 11h.

Operação Desmanche fecha sucata irregular no bairro Nazaré

Equipes policiais da Polícia Civil, Polícia Militar, Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE) e do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) deflagaram a Operação Desmanche, nesta sexta-feita (18), com o objetivo de barrar o fuincionamento de estabelecimentos de venda de sucatas que não cumprem a determinação de regularização do estabelecimento.

O alvo da Operação Desmanche foi uma sucata localizada na Avenida Coronel Estavam, do bairro Nazaré. A sucata possuía um depósito irregular, localizado no KM 06, para guardar as peças dos veículos.

A sucata e o depósito foram fechados durante a operação.

Esta Operação faz parte do conjunto de ações que estão sendo desempenhadas pela Polícia Civil conjuntamente com outras forças de segurança do estado para coibir o crime de roubo e furto de veículos. Muitas vezes, os veículos acabam desmanchados para abastecer sucatas que vendem as peças para oficinas. Rastreando a movimentação entre as sucatas clandestinas é possível identificar as pessoas envolvidas nos crimes.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cassiano disse:

    Era pra ser proibido venda de peças em sucatas, só assim diminuía os roubos de veículos. Infelizmente temos que cortar certas coisas pra evitar coisa pior.

  2. Flávio Eduardo de Azevedo disse:

    Até que enfim, como pode alguém esconder dois mil carros por mês.

PF deflagra operação para investigar fraudes no Bolsa Atleta

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (18) , uma operação para investigar a suspeita de fraudes contra o programa Bolsa Atleta, do Ministério do Esporte. Pago a atletas de alto rendimento que obtêm bons resultados em competições nacionais e internacionais de sua modalidade, o benefício existe desde 2005 e é, segundo o Ministério, “o maior programa de patrocínio individual de atletas no mundo.”

Segundo a PF, os investigados inseriam dados de atletas fantasmas nos sistemas do Ministério do Esporte para desviar recursos do programa. Em apenas um ano, a quadrilha conseguiu criar 25 atletas fantasmas, inclusive de alto rendimento e nível olímpico. As fraudes teriam ocorrido no ano de 2012 e, de acordo com as informações encaminhadas pelo Ministério do Esporte, podem ter ultrapassado R$ 1 milhão em valores atualizados.

Como, de acordo com a PF, o suposto líder e alguns participantes do esquema criminoso são brasileiros nascidos em Cuba, a operação recebeu o nome de Havana, capital de Cuba. Estão sendo cumpridos seis mandados de busca e apreensão e seis mandados de condução coercitiva, autorizados pela 10ª Vara da Justiça Federal no Distrito Federal.

Procurado, o Ministério do Esporte não se pronunciou sobre o assunto. Segundo edital de inscrição para o programa, publicado no último dia 7, o ministério este ano vai conceder bolsas nas categorias Atleta de Base (equivalente a R$ 370 mensais), Estudantil (R$ 370), Nacional (R$ 925), Internacional (R$ 1.850), e Olímpica/Paralímpica (R$ 3.100). A iniciativa visa a garantir as condições mínimas para que atletas de alto rendimento em suas respectivas categorias se dediquem, com exclusividade, ao treinamento e às competições locais, sul-americanas, pan-americanas, mundiais, olímpicas e paralímpicas.

Pela Lei 10.891, que regulamenta o programa, todo candidato à bolsa deve atender a uma série de requisitos, como ter participado de competições nacionais e internacionais de suas modalidades no ano anterior e estar vinculado a alguma entidade de prática desportiva. Além disso, desde 2011, atletas de modalidades individuais olímpicas e paraolímpicas que se candidatem na chamada categoria Atleta Pódio, devem estar entre os vinte primeiros colocados do mundo em sua modalidade ou prova específica, conforme critérios definidos pelas respectivas entidades nacionais de administração do desporto em conjunto com o Comitê Olímpico Brasileiro ou Comitê Paraolímpico Brasileiro e o Ministério do Esporte.

Lava-Jato prende Vaccarezza, ex-líder do PT na Câmara

Foto: Ailton de Freitas/16-07-2013 / O Globo

 

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta sexta-feira, a 43ª e a 44ª fases da Lava-Jato no Rio de Janeiro e em São Paulo. O ex-deputado federal Cândido Vaccarezza, ex-PT, é um dos alvos de prisão temporária. É a primeira vez que a PF realiza duas fases da operação ao mesmo tempo. As operações foram batizadas de Sem Fronteiras (no Rio) e Abate (em São Paulo), respectivamente. Vaccarezza é investigado por receber boa parte dos US$ 500 mil oruindos em propina do esquema, segundo o Ministério Público Federal (MPF), “agindo em nome do Partido dos Trabalhadores (PT)”.

Foram expedidas pelo juiz Sérgio Moro, em Curitiba, 46 ordens judiciais, sendo seis mandados de prisão temporária (um em São Paulo e cinco no Rio), 29 de busca e apreensão e 11 de condução coercitiva. Todos os presos devem ser encaminhados para a Superintendência da Polícia Federal na capital paranaense.

De acordo com o advogado de Vaccarezza, Marcellus Ferreira Pinto, o ex-parlamentar segue direto para Curitiba sem passar pela sede da Polícia Federal em São Paulo.

Segundo a PF, a Operação Sem Fronteiras, que ocorre no Rio de Janeiro, mira a relação entre executivos da Petrobras e grupos de armadores estrangeiros para “obtenção de informações privilegiadas e favorecimento obtenção de contratos milionários” com a estatal.

A Operação Abate, por sua vez, ocorre em São Paulo e investiga um grupo criminoso que seria “apadrinhado” por Vaccarezza. A PF suspeita que o ex-parlamentar utilizava influência para obter contratos da Petrobras com uma empresa estrangeira, que teria direcionado recursos para pagamentos indevidos a executivos da estatal e agentes públicos e políticos, além do próprio ex-deputado.

O GLOBO

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Waldemir disse:

    Falou em roubo falou PT

  2. djalma disse:

    PT e corrupção: é impossível desassociar estes dois nomes… são sinônimos..

  3. Blue disse:

    Falta prender mais gente, inclusive o chefe da quadrilha Temer.

  4. Jorjão disse:

    Vaccarezza deixou o Partido dos Trabalhadores. Hoje é filiado ao PTdoB, o mesmo a que era filiada a ex-Governadora Vilma Faria.

  5. Silva disse:

    Mais um inocente!

  6. Humilde Iconoclasta disse:

    Outro petista preso? Às vezes eu acho que estou vendo notícia velha…

  7. JK disse:

    O câncer não tem cura…

    • paulo disse:

      BG
      Como é que esse partido ainda está funcionando????????? Tem que fechar e prender todos os envolvidos em falcatruas.

Nove pessoas são presas e drogas são apreendidas durante operação da PM em Caicó

Nove pessoas foram presas e nove quilos de drogas foram apreendidos durante uma operação realizada pela Polícia Militar nesta quarta-feira (16), em Caicó, no Seridó potiguar.

A ação de combate à criminalidade realizada pela PM ocorreu em várias localidades da cidade e teve participação de diferentes unidades da Polícia Militar de Caicó.

G1RN

Força Nacional, Polícia Civil e PM fazem operação de combate a homicídios na Grande Natal

Homens da Força Nacional, da Polícia Civil e da Polícia Militar realizam, na manhã desta quarta-feira, 16, uma operação com o objetivo de combater crimes de homicídios, no município de Ceará-Mirim, na Grande Natal.

Equipes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, DHPP, estão cumprindo mandados de prisão, busca e apreensão. As esquipes buscam elucidar crimes quem vem acontecendo na cidade.

Com informações do G1RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Welingtom Pinheiro disse:

    Graças a Deus

  2. SILVIA disse:

    É O RN TODO QUE ESTÁ PRECISANDO DE OPERAÇÃO ASSIM.

Anteros, operação deflagrada hoje no RN, faz referência à divindade grega que semeia o ódio e a discórdia

Desdobramento da Operação Dama de Espadas, de 2015, que investigava um esquema de funcionários fantasmas Assembleia Legislativa do RN, a operação deflagrada, nesta terça-feira, 15, pela PF foi denominada Anteros em referência a divindade grega que semeia a discórdia, o ódio, e prejudica a afinidade dos elementos.

Segundo a PF, a investigação mira “manobras ilegais” para impedir investigações sobre desvio de recursos públicos por meio da inclusão de funcionários fantasmas na folha de pagamento da Assembleia Legislativa do estado desde 2006.

A ação da PF tem como alvo o governador Robinson Faria (PSD) e investiga a suspeita de prática dos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça por parte dele e de servidores do governo potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sandra disse:

    Concordo

  2. Indignação disse:

    Infelizmente não acredito mais em justiça alguma que venha dos homens, mais a de Deus com certeza estes corruptos não escaparam!

  3. Joca disse:

    Se for justiça federal eu acredito !!! Estadual 🤣🤣🤣🤣🤣