Educação

Instituto Federal do Paraná cancela evento com Boulos, palestra acontece na rua, e ministro da educação celebra:” o Brasil está mudando”

Debate com Guilherme Boulos foi realocado para a frente do Instituto Federal do Paraná, em Curitiba Foto: Reprodução Facebook

O Instituto Federal do Paraná ( IFPR ) cancelou na véspera o evento “Educação e Democracia”, organizado pelo movimento estudantil, que aconteceria nesta sexta-feira, 9, no Campus Curitiba , com a presença de Guilherme Boulos , que foi candidato à Presidência da República pelo PSOL em 2018. O encontro foi realocado pelos estudantes e aconteceu na rua, na frente do instituto, a partir das 10h.

O instituto, que conta com 19.818 alunos presenciais e 13.449 matriculados em cursos à distância, está em processo de eleição para os cargos de reitoria e direção-geral, e alegou, em nota divulgada em seu site, que o evento foi desmarcado por “medida preventiva”.

Na nota, o IFPR afirma que a palestra, “que contribui para o necessário debate público sobre educação”, poderia ser realizado em nova data ou local e também que “considerando que o Instituto Federal do Paraná está em processo de consulta eleitoral para os cargos de reitor e diretor-geral de campus , e o regulamento vigente veda, sob qualquer pretexto, a vinculação com partidos políticos, considerou-se, por medida preventiva , a não realização do evento no auditório do Campus”

Pelo Twitter, o ministro da Educação , Abraham Weintraub , comemorou nesta manhã o cancelamento do evento: “O Brasil está mudando! Essa tigrada precisa saber que os brasileiros acordaram!”, escreveu o ministro no tuíte. Procurado pela reportagem, o MEC ainda não se pronunciou.

O ministro da educação, Abram Weintraub, celebrou em seu Twitter a decisão do Instituto Federal do Paraná de cancelar o evento “Democracia e Educação” com Guilherme Boulos, que aconteceria no Campus Curitiba nesta sexta-feira Foto: Reprodução Twitter

Guilherme Boulos, no entanto, se posicionou através de suas redes sociais, na quinta-feira à noite, classificando a medida como arbitrária e uma tentativa de se calar a oposição ao governo federal. Ele frisou que foi a Curitiba para tratar de temas relacionados à Educação e não tratar da corrida eleitoral no IFPR.

— Um encontro marcado a convite dos estudantes, para debater a situação do país, debater educação (…) Educação é um espaço da diversidade, que não pode ter pensamento único — disse em um vídeo.

O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. mas no IFRN foi dentro do campus CENTRAL. Viva o RN dominado pelo PT. Aliás, aquela venda de canecas LULA LIVRE dentro do natal CENTRAL (IFRN) deu em algo? Reitor foi trocado? MP mais inútil do que aqui no RN não tem no resto do brasil!

  2. Ninguém duvide: se fosse em Natal Boulos teria sido agraciado com título de doutor honoris causa pelo IFRN.
    Não é de hoje que tudo que não presta aqui tem valor.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Convenção Estadual de Solidariedade a Cuba acontece neste sábado na Zona Sul de Natal

Neste sábado(18) ocorrerá na Casa da Resistência, a partir das 19 horas, no bairro de Ponta Negra, na Zona Sul de Natal, a Convenção Estadual de Solidariedade a Cuba da Associação Cultural José Martí – Casa de Amizade Brasil / Cuba. Presença da Consul Geral de Cuba para o Nordeste Sra Milena Zaldivar.”

Opinião dos leitores

  1. Por que os admiradores da ditadura cubana, não aproveitam a oportunidade e vão morar lã? Dessa maneira iriam testemunhar o sofrimento do povo cunano.

  2. Já não bastava o movimento "Lula livre", agora importaram o "Pederastia Livre Já", 100% made in Cuba.

  3. Com certeza trará grandes benefícios ao Rio Grande do norte, talvez alguns pastoradores de carro irão faturar uma grana, nesse dia.

    1. Kkkkkkkk, ai quando vai ver a galera, tudo usando celular vindo dos eua e se comunicando pelo Whatsapp, facebook, etc…… TUDO made in EUA.

  4. Agora, tentem alguns cubanos, em Cuba, fazer um comitê de solidariedade aos Estados Unidos ou ao governo Bolsonaro…

    Ditadura braba!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *