Homem passa mal e morre dentro de complexo judiciário na Zona Sul de Natal

Jaílson Ferreira da Silva, 50, morreu após passar mal nas dependências do Complexo Judicial, localizado no conjunto Potilândia, zona sul de Natal, por volta das 11h desta quinta-feira (13).

O cidadão recebeu os primeiros socorros de enfermeiras, servidoras do Poder Judiciário, e em seguida foi atendido por profissionais do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas não resistiu.

Ainda não se sabe a causa da morte. O Serviço de Verificação de Óbito (SVO) já retirou o corpo do local.

http://www.tjrn.jus.br/index.php/comunicacao/noticias/15581-homem-morre-apos-se-sentir-mal-no-complexo-judiciario

Perseguição, troca de tiros e cerco em condomínio de luxo: trio é preso na Zona Sul de Natal após roubo de veículo e arrastões

Um trio foi preso na manhã desta terça-feira(04) em Natal após arrastões em pontos de ônibus em Natal. De acordo com a polícia, os homens, inicialmente, abandonaram um veículo Corsa Sedan roubado, e nas imediações da Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte (Ceasa), tomaram posse de mais outro – dessa vez, um Onyx. Então teriam praticado arrastões pela região até o encontro com policiais militares na Rua Jaguarari, que resultou numa tentativa de fuga com troca de tiros.

Segundo a polícia, enquanto um criminoso foi preso ainda na rua, outros dois tentaram fugir a pé pulando murando de residências e um condomínio de luxo próximo à Avenida da Integração. Cercados, os homens foram rendidos e presos por Pms do 9º Batalhão. Com eles foi apreendida uma arma de fogo municiada.

Convenção Estadual de Solidariedade a Cuba acontece neste sábado na Zona Sul de Natal

Neste sábado(18) ocorrerá na Casa da Resistência, a partir das 19 horas, no bairro de Ponta Negra, na Zona Sul de Natal, a Convenção Estadual de Solidariedade a Cuba da Associação Cultural José Martí – Casa de Amizade Brasil / Cuba. Presença da Consul Geral de Cuba para o Nordeste Sra Milena Zaldivar.”

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Wellinton disse:

    solo no voy porque estoy un poquito gripadito! Rsrsrsrsrsrsrs

  2. Luladräo disse:

    Por que os admiradores da ditadura cubana, não aproveitam a oportunidade e vão morar lã? Dessa maneira iriam testemunhar o sofrimento do povo cunano.

  3. Cigano Lulu disse:

    Já não bastava o movimento "Lula livre", agora importaram o "Pederastia Livre Já", 100% made in Cuba.

  4. ventura disse:

    é a melhor pedida do sábado pra quem quiser curtir um baseado legal.

  5. Fernando Bastos disse:

    Com certeza trará grandes benefícios ao Rio Grande do norte, talvez alguns pastoradores de carro irão faturar uma grana, nesse dia.

    • Rio disse:

      Kkkkkkkk, ai quando vai ver a galera, tudo usando celular vindo dos eua e se comunicando pelo Whatsapp, facebook, etc…… TUDO made in EUA.

  6. Vbg disse:

    Agora, tentem alguns cubanos, em Cuba, fazer um comitê de solidariedade aos Estados Unidos ou ao governo Bolsonaro…

    Ditadura braba!

  7. Muy lindo disse:

    Temos que ser solidários à democracia Cubana. Se bem que, qual democracia?

Usuários da Cabo Telecom na Zona Sul de Natal reclamam de instabilidade e lentidão na internet nesta quarta

Getty Images/iStockphoto

Usuários da Cabo Telecom estão irritados com a qualidade da internet nesta quarta-feira(08). As reclamações, em maior volume, ocorrem na Zona Sul da capital, em bairros como Candelária, Neópolis e imediações.

A internet, segundo usuários, iniciou seu problema de lentidão no meio da noite dessa terça-feira(07). Durante esta quarta-feira(08), também relatos de instabilidade no sinal.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. JEGUEDEGUE disse:

    Essa CABOTELECOM já foi do tempo que prestou. Hj está 1 verdadeiro lixoo. Cara e ruim.

  2. DJAIR disse:

    Esse problema não e apenas na zona sul, na zona norte também estar ocorrendo, mas só que e diariamente, chegando a passar até mais de 30 minutos sem conexão ou em plena lentidão.

  3. Francisco S J Filho disse:

    Tempo de atendimento horrível, ao apresentar qq problema os telefones para reclamações/solicitações não funcionam, retorno das reclamações de insatisfação muito vagas, por vezes, desconexas. Quero ressaltar o profissionalismo dos técnicos.

  4. Jorgensen disse:

    Verdade que ela foi vendida para um grupo americano em 2015 ??

  5. Anti-Comunista disse:

    TEM QUE BUSCAR TECNOLOGIA NO VALE DO SILICIO NA CALIFORNIA ESTADOS UNIDOS.

  6. JACKSON disse:

    A cada dia que passa o serviço prestado pela cabo telecom esta piorando.

Casal de idosos será indenizado após residência na Zona Sul de Natal sofrer danos por obra em prédio vizinho

Desconforto, aflição e medo. Sentimentos difíceis de serem suportados por qualquer pessoa, mas que ganham uma amplitude ainda maior quando são infligidos a pessoas idosas. Uma obra mal executada foi o que tirou a tranquilidade do sono e motivou um casal de idosos a buscarem a Justiça para terem garantido um dos direitos mais básicos que o cidadão deve dispor: o direito à moradia.

A situação vivenciada pelos idosos deu-se início com uma construção no prédio vizinho à residência deles, localizada na Rua Estrela do Mar, no bairro de Ponta Negra, em Natal. Segundo os autores, a empresa que executou a obra e seus responsáveis lhes causaram diversos danos materiais e morais que foram ocasionados em decorrência dos vícios construtivos do empreendimento.

Diante do caso, o juiz Fábio Antônio Correia Filgueira, da 12ª Vara Cível de Natal, condenou os réus, solidariamente, a indenizarem os autores pelos danos ocasionados à sua residência, consistente nas fissuras na área da piscina, da churrasqueira e de parte do encanamento de água, que foi desativado, todos identificados em laudo pericial, cuja quantificação será objeto de apuração em liquidação de sentença por arbitramento.

Fábio Filgueira também condenou a empresa e o responsável pela obra a pagarem, a cada um dos autores, a importância de R$ 8 mil, a título de indenização por danos morais, a incidir correção monetária e juros de mora.

A ação judicial

O casal ingressou com ação judicial cobrando indenização por danos materiais e morais a empresa CRAL Construções e Empreendimentos Ltda e o “Dono da Obra”, sob a alegação de que em 25 de março de 2013 os autores e seus vizinhos perceberam que o prédio em construção, localizado vizinho à sua residência, havia rachado e apresentava fortes indícios de desmoronamento.

Os autores disseram que, diante desse fato, o Corpo de Bombeiros foi acionado e, no mesmo dia, interditou o prédio e as cinco casas localizadas ao redor da edificação, privando-os de terem acesso à sua residência, fato que causou-lhes diversos transtornos e prejuízos. Acrescentaram que a obra encontrava-se em fase de demolição, sem que, no entanto, houvesse qualquer expectativa quanto ao seu término, já que estava paralisada.

Assim, requereram, liminarmente, o ressarcimento dos valores gastos até o momento, no valor de R$ 3.200,00, acrescido de indenização fixa e mensal para os demais gastos provisórios, desde a data que saíram de suas residências, em valor a ser atribuído pelo Juízo até que fossem resolvidas todas as pendências existentes, com o retorno dos autores à sua residência.

Eles também pediram a condenação dos réus a indenizar os danos morais e eventuais danos materiais causados pela demolição na moradia deles. O casal, posteriormente, noticiou a nos autos a desinterdição de sua residência pelo Corpo de Bombeiros, em 10 de maio de 2013.

O homem apontado como o “dono da obra” alegou não ser parte legítima para ser responsabilizado judicialmente, uma vez que não é o “dono da obra”, nem responsável pela construção do prédio, tendo atuado apenas na fase de demolição após o evento danoso. Outro também apontado como “dono da obra” também negou tal responsabilidade. A empresa CRAL não apresentou defesa.

Reconhecimento do direito dos idosos

O magistrado aplicou ao caso as disposições do Código de Defesa do Consumidor, uma vez que o serviço de construção civil prestado pelos réus enquadra-se como produto e os autores figuram como consumidores por equiparação da relação de consumo, já que alegam terem sofrido danos em decorrência da interdição de sua residência por causa da ameaça de desmoronamento do prédio vizinho, cujas obras estavam sendo executadas pelos réus.

Com base nos artigos 186 e 927 do Código Civil o juiz decidiu pela responsabilidade civil extracontratual ou aquiliana por parte da empresa. Isto porque ele constatou que, em se tratando de responsabilidade civil pelo fato do serviço, o construtor, o incorporador ou o dono da obra respondem, nos termos do art. 12 do CDC, independentemente da existência de culpa, pela reparação dos danos causados aos consumidores por defeitos decorrentes de projeto, construção ou montagem.

O juiz Fábio Filgueira esclareceu que, para o CDC, tanto a construtora, responsável pela edificação do empreendimento interditado em razão de risco de desabamento, quanto o proprietário da obra (Flat) nas plantas do projeto estrutural e o terceiro envolvido que, conforme sentença prolatada em outro processo, admitiu, em depoimento, que, à época da aquisição do edifício em construção, conhecia a situação de ruína do imóvel, bem como da necessidade dos vizinhos saírem das suas casas em razão do embargo da obra, respondem solidariamente pela reparação dos danos eventualmente ocasionados aos autores.

Para o juiz, a conduta dos réus (edificação do prédio sem observância das normas técnicas), o dano (patrimonial ou moral) e o nexo de causalidade entre a conduta e o dano estão amplamente demonstrado nas provas anexadas aos autos, a exemplo das matérias jornalísticas feitas à época dos fatos, e não impugnadas pelos réus e o laudo pericial juntado ao processo. Ele considerou também o fato da linha de defesa adotada pelos réus se prender, exclusivamente, na sua ilegitimidade passiva, uma vez que ambos negam ser o “dono da obra”.

“Em relação ao ressarcimento moral, estão presentes os pressupostos básicos da responsabilidade civil, no que toca ao prédio vizinho à residência dos autores, em razão da inobservância, pelos demandados, das normas técnicas aplicáveis à construção civil, ocasionando fissuras/trincas/rachaduras no imóvel dos autores, além do risco de desabamento do edifício em construção, colocando em risco a integridade física dos moradores da casa, tanto que o imóvel foi interditado, trazendo desconforto e aflição para os demandantes, sobretudo por se tratarem de pessoas idosas”, concluiu.

(Processo nº 0118803-53.2013.8.20.0001)
TJRN

 

Leilão de veículos Detran-RN acontece nesta quinta na Zona Sul de Natal

Acontece nesta quinta-feira(25) mais uma edição do leilão de veículos do Departamento Estadual de Trânsito. Carros e motocicletas apreendidos e que não tenham sido reclamados por seus proprietários no prazo estipulado, serão leiloados online e no hotel Rifóles, na Via Costeira.

Mais informações: www.lancecertoleiloes.com.br

Polícia Civil prende suspeitos por tentativa de estelionato na zona sul de Natal

Investigações realizadas pela Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD) resultaram na prisão em flagrante de Dário Rodrigues da Silva, suspeito pela prática do crime de tentativa de estelionato em concurso de pessoas. A prisão aconteceu, na manhã desta quarta-feira (17), em uma agência bancária no bairro de Lagoa Seca, na Zona Sul da capital potiguar, quando o homem tentava realizar um saque no valor de R$1.800,00 portando documentação falsa.

Com o Dário Rodrigues, estava o policial militar Cícero Manoel da Silva Júnior, de 49 anos, que também foi autuado por tentativa de estelionato. Em declarações à polícia, Dário Rodrigues confessou que estava com documentação adulterada em nome e CPF de Abel Adalto de Souza, e com número de RG de outra pessoa nascida no ano de 1928, motivo pelo qual o documento foi apreendido.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. HSA disse:

    Cadê a foto. Estelionatário tem que publicar foto pra que fique conhecido.

FOTO: Polícia Civil prende suspeito de participar de homicídio na Zona Sul de Natal

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prenderam Magno da Silva Leones, 31 anos, na manhã desta terça-feira (16). Ele é suspeito de envolvimento no homicídio de Alexsandro Oliveira de Medeiros, conhecido como “Muganga”, no dia 01 de agosto de 2018, na rua Arapiraca, conjunto Jiqui, bairro Neópolis, zona sul de Natal.

Magno da Silva foi detido quando estava no bairro Cidade da Esperança, Zona Oeste de Natal, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva. Segundo as investigações, ele é apontado como a pessoa que conduzia a motocicleta, na qual estava o autor dos disparos.

A Polícia Civil pede ajuda da população para que envie informações que possam ajudar a identificar e localizar o homem que efetuou disparos contra Alexsandro Oliveira.

O crime – A vítima estava consertando um veículo em frente à oficina do irmão, juntamente com um amigo, quando foi executado em via pública por dois homens que estavam em uma motocicleta.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Polícia Civil prende mulher no bairro Neópolis, na Zona Sul de Natal, por tortura contra os filhos de três e quatro anos

Policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente (DCA) prenderam, na noite desta quarta-feira (10), uma mulher, de 36 anos, pela prática do crime de tortura contra os dois filhos, de 3 e 4 anos. A prisão aconteceu após denúncias sobre a veiculação de vídeos em que uma mãe agredia os dois filhos para chantagear o pai das crianças, devido à separação.

A mulher foi presa na residência dela, no bairro de Neópolis, e atuada por submeter os filhos, que estavam sob sua guarda, a intenso sofrimento físico e mental, com emprego de violência, como forma de aplicar castigo pessoal. O crime tem pena de dois a oito anos.

FOTOS E VÍDEO – (GRAVE E INJUSTIFICÁVEL): Casas com piscinas com águas imundas e sem tratamento na Zona Sul de Natal viram foco do Aedes aegypti

Fotos e vídeo: cedidos

Registro com fotos e vídeo cedidos mostram imóveis com piscinas com aparência de total abandono no bairro de Lagoa Nova, na Zona Sul de Natal.  Conforme denúncia, um dos exemplos, um imóvel na rua São José, nas proximidades da Avenida Capitão Mor Gouveia.

Situação inadmissível que já registra presença de focos do mosquito Aedes Aegypti, sob risco iminente de moradores contraírem doenças como dengue, zica ou chikungunya.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cidadão disse:

    A prefeitura nem precisa usar chaveiro ou arrombar um portão… Basta usar a tecnologia de um drone. Amarrado a ele coloque o frasco de veneno para ser solto dentro destas piscinas estagnadas. E bote a cobrança do serviço efetuado no IPTU. É um serviço rápido e sem risco humano. A sociedade toda agradece.

  2. Santino disse:

    É impressionante a falta de senso de cidadania de algumas pessoas.

  3. Justo Veríssimo disse:

    Que se apliquem pesadas multas e processos penais sobre os proprietários e locatários que desleixadamente deixam criar focos de doenças que possam atingir a si e a terceiros…. É um crime contra a vida humana e animal.

  4. Mário Luis disse:

    Pagamos imposto para a Prefeitura e o Estado cuidarem. Voces acham justo pagar IPTU de prédio fechado e ainda ter que limpar? Quando vcs viajam, vcs pagam a diarista para varrer suas casas? Claro que não.

    • Realista disse:

      Claro que tem que pagar. O imposto é sobre a propriedade e não sobre o uso. Não quer pagar IPTU? Tem que vender. Se você tiver uma propriedade em um condomínio, você não paga taxa também, mesmo se estiver sem uso? Deviam aterrar essas piscinas.

    • Realista disse:

      Custa colocar a porra de uma lona em cima da piscina?

    • Irany Gomes disse:

      São pessoas como vc que fazem mal para a comunidade, vc pode ser a próxima vítima e estou torcendo por isso.

    • Zé Garcez disse:

      Ah, ignorância ….

    • Lenice disse:

      IPTU é imposto que tem como fato gerador a propriedade. A conservacao do bem é de responsabilidade do proprietario. Se os potenciais prejudicados proposussem acoes contra esses proprietarios (obrigacao de fazer) na certa esse pessoal deixaria de ser relaxado.
      Tambem cabe a prefeitura autuar essas pessoas irresponsaveis.

FOTO: Polícia Civil prende suspeita por tentativa de estelionato na zona sul de Natal

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Investigações realizadas pela Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD) resultaram na prisão em flagrante de Ozenilda da Silva Ferreira, 42 anos, suspeita pela prática dos crimes de falsidade ideológica e tentativa de estelionato. A prisão aconteceu, na manhã desta quinta-feira (4), em uma agência bancária na zona sul da capital potiguar, quando a mulher tentava realizar um empréstimo de R$13 mil reais portando documentação falsa.

Segundo as investigações, Ozenilda da Silva integra um grupo criminoso e, destes R$13 mil que seriam resultantes do crime, ela ficaria com R$2 mil e o restante seria destinado aos demais integrantes, a serem identificados. Com ela, foram apreendidos diversos documentos de supostas vítimas.

A Polícia Civil solicita a ajuda da população para envio de informações que possam auxiliar nas investigações. Qualquer informação poderá ser comunicada por meio do disque denúncia anônimo, número 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

FOTO: Polícia Civil prende dono de empresa de segurança suspeito de matar moradora de rua na Zona Sul de Natal

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), com apoio de policiais civis da Delegacia Especializada de Capturas (DECAP), prendeu, na manhã dessa terça-feira (26), Stanley Brennand de Carvalho, 42 anos, suspeito de ser um dos homens que matou a moradora de rua, Francisca Lúcia Silva de Moura, e que tentou matar o companheiro dela, no dia 14 de dezembro de 2018, no bairro de Candelária, zona sul de Natal. Stanley Brennand foi preso pelos policiais civis da DHPP, mediante o cumprimento de um mandado de prisão temporária, após ter se apresentado na DECAP.

Stanley Brennand de Carvalho, dono de uma empresa de segurança particular, juntamente com o vigia de rua Cristóvão Batista da Costa, que foi preso no último sábado (23), foram indiciados por homicídio e tentativa de homicídio.

O crime

As vítimas estavam dormindo numa calçada, quando Stanley e Cristóvão chegaram e atiraram nelas, matando Francisca. A polícia está apurando a participação de um terceiro homem que aparece em imagens de câmeras de segurança, na companhia de Stanley e Cristóvão, minutos antes do crime.

Stanley Brennand é ex-lutador de jiu-jitsu, ex-segurança de um bar em Candelária, e dono de uma empresa de segurança particular no mesmo bairro, enquanto Cristóvão é vigia de rua.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Matheus Guimarães disse:

    A polícia civil não para, é prisão por cima de prisão. Com pouca estrutura faz muito, parabéns aos Agentes.

Polícia Civil prende suspeito por participação em homicídio de moradora de rua na Zona Sul de Natal

Policiais civis da Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) deram cumprimento, neste sábado (23), a um mandado de prisão temporária em desfavor de Cristóvão Batista da Costa, 58 anos, vigia de rua. O suspeito foi preso em sua residência, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, loteamento Jardim Progresso, na zona norte de Natal.

Cristóvão Batista da Costa foi indiciado, juntamente com Stanley Brennand de Carvalho, 42 anos, dono de uma empresa de segurança particular, pelo homicídio de Francisca Lúcia Silva de Moura, moradora de rua, e pela tentativa de homicídio contra o companheiro dela, crimes ocorridos no dia 14 de dezembro de 2018, no bairro de Candelária, zona sul de Natal

Na ocasião, as vítimas estavam dormindo numa calçada, quando Stanley e Cristóvão chegaram e atiraram nelas, matando Francisca. A polícia está apurando a participação de um terceiro homem que aparece em imagens de câmeras de segurança, na companhia de Stanley e Cristóvão, minutos antes do crime. Stanley Brennand, que se encontra foragido, é ex-lutador de jiu-jitsu, ex-segurança de um bar em Candelária e dono de uma empresa de segurança particular no mesmo bairro.

A polícia solicita a ajuda da população para localizar Stanley Brennand e identificar o terceiro suspeito que aparece nas imagens. Qualquer informação poderá ser comunicada através do disque denúncia anônimo, número 181.

Polícia Civil apreende adolescente suspeito de ter matado homem na Zona Sul de Natal; motivação teria sido discussão por causa de comida

Policiais civis da Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) apreenderam, no final da manhã desta sexta-feira (22), um adolescente de 17 anos, suspeito de ter matado Josecler Gomes Matias, conhecido por “Garçom”, na noite do dia 23 de dezembro de 2018, no bairro Nova Descoberta, na Zona Sul de Natal.

De acordo com as investigações realizadas pela Polícia Civil, a motivação para o ato infracional análogo ao crime de homicídio teria sido uma discussão por causa de comida. No dia em que foi morto, Josecler e o adolescente teriam discutido, e horas depois, o suspeito teria ido até a casa da vítima e efetuado os disparos.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gaius Baltar disse:

    Menor que tem acesso fácil a arma de fogo e que mata deliberadamente tem que ser julgado como adulto, não importando a idade.

Caern esclarece situação da água da zona Sul de Natal

A Companhia de Águas e Esgoto do Rio Grande do Norte (Caern), esclarece sobre a qualidade da água que está sendo distribuída na última semana, na zona Sul da capital. Em função das chuvas recentes, a Caern está trabalhando na adequação do tratamento de água que é realizado na Estação de Tratamento de Águas do Jiqui (ETA), um procedimento que é rotina em todas as concessionárias de abastecimento do país, durante o período de inverno.

A Caern ressalta que apesar de reconhecer o desconforto provocado pela alteração na cor da água, esse fenômeno é de aspecto físico, não compromete a potabilidade para consumo da água.  Esta mesma situação ocorre com todos os mananciais de superfície no país, sejam lagoas, açudes ou outros: a turbulência (força) e volume da chuva, o carreamento de alguns materiais para o leito desses mananciais e a decomposição de suas vegetações (folhas e raízes) da mata ciliar, provocam mudanças nas características da qualidade (física) da água.

“Este conjunto de eventos dá à água uma aparência de ‘chá’ (cor amarela), devido ao aumento do nível das águas em suas margens”, explica o Superintendente e Operação e Manutenção da Caern, Lamarcos Teixeira. “Pode perceber este fenômeno somente uma pequena parte da Zona Sul de Natal, daí a importância da colaboração da população em fazer o uso mais consciente da água nesses períodos, minimizando os transtornos dessa situação ocasional e passageira”, complementa.

Por causa deste fenômeno, as companhias de abastecimento, incluindo a Caern, realizam testes de dosagem do produto de tratamento da água em função da vazão de água que será distribuída à população, de maneira a adequar a cor da água ao padrão conhecido. Durante esses testes, pode ocorrer de a água apresentar uma cor diferente da que comumente a população recebe, o que não interfere na qualidade desta para o consumo. Devido a este processo, em alguns momentos, pode haver redução no fornecimento de água para esta região.

O tempo de adequação depende do comportamento do manancial que recebeu a recarga de chuva, onde é realizada a captação da água. Nele, também são feitas várias simulações no sistema de bombeamento da água captada. “Tudo isso é feito até que se obtenha o controle desejável dos índices de qualidade, principalmente da cor e turbidez”, explica Lamarcos. Portanto, esta situação é decorrente do comportamento dinâmico pluviométrico. A Caern pede a compreensão de todos e espera o mais breve possível volte à normalidade o sistema de abastecimento, no atendimento de sua demanda plena.

FOTO: Jiboia é capturada dentro de residência na Zona Sul de Natal

Foto: Divulgação

O Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) acionou uma guarnição do Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (GAAM/GMN) para atender um chamado informando da presença de uma serpente jiboia que se encontrava dentro de uma residência na Rua Gerânios, bairro de Mirassol, zona Sul da cidade.

Os guardas municipais chegaram ao local e confirmaram a ocorrência detectando um animal que parecia não ter sofrido qualquer tipo de maus tratos. Os guardas municipais cercaram a jiboia numa das áreas da casa e utilizando equipamentos próprios para a ação conseguiram capturar a serpente e conduzi-la a uma caixa apropriada para realizar o deslocamento.

A jiboia foi levada até o Aquário Natal, na Praia da Redinha, onde ficará em quarentena sob os cuidados da equipe de veterinários e biólogos do aquário. Após a análise médica, o animal deve ser devolvido ao seu habitat.

De acordo com a coordenadora do Gaam/GMN, Francineide Maria, o procedimento para os animais silvestres que são resgatados com ferimentos é primeiro tratá-los e só após avaliar seu retorno ao meu ambiente. “O animal que resgatamos com alguma lesão é levado ao Aquário Natal, que dispõe de uma equipe de biólogos que tratam da espécie e analisam se o mesmo terá condições de ser devolvido à natureza”, disse.

A coordenadora também informou que o cidadão que se deparar com algum animal silvestre fora do seu habitat pode solicitar o apoio do GAAM\GMN através do Ciosp ligando para o número 190. “É importante que as pessoas nunca espanquem ou tentem matar o animal, apenas acionem nossas guarnições que iremos fazer o resgate”, concluiu Francineide.

A jiboia é uma serpente que adulta pode chegar a um tamanho de 2m a 4m. No território brasileiro é a segunda maior cobra perdendo apenas para a sucuri, podendo ser encontrada em diversos locais, como Mata Atlântica, restingas mangues, Cerrado, Caatinga e Floresta Amazônica.

Com informações da Assessoria da Guarda Municipal de Natal