Trânsito

IMPRESSIONANTE: STTU rejeita abrir rua que existe em Capim Macio

Foto: Reprodução

O secretário de Meio Ambiente e Urbanismo de Natal, Thiago Mesquita, explicou ao Blog do Dina que é favorável à abertura da Rua Abaeté, em Capim Macio, mas que essa iniciativa depende da Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU) e da de Obras (Semov). A STTU, no entanto, descartou a proposta.

O caso foi revelado na semana passada no programa Cidade Alerta, de Salatiel Souza, da TV Tropical.

Nesta quarta-feira, Salatiel entrevistou Mesquita, que reforçou o posicionamento exeternado ao Blog do Dina e acrescentou: “Acho que o projeto é uma boa opção e precisa ser avaliado”.

O secretário da STTU, Walter Pedro, foi procurado pelo Blog do Dina para comentar o assunto. Ele explicou que não há projeto para a Rua Abaeté, mas há outras alternativas sendo estudadas.

“A gente não tem para a Rua Abaeté, mas sim para transformar em binários algumas ruas paralelas à Engenheiro Roberto Freire”, antecipou. Segundo explicou, os estudos estão considerando aspectos como o volume de veículos.

Walter Pedro ainda considerou que a Rua Abaeté estaria incluída em um projeto antigo que pretendia integrar as zonas Norte e Sul, através da Zona Oeste, com um sistema semelhante ao que se designa anel viário, evitando o uso da avenida Bernardo Vieira para quem precisasse sair da zona Sul para a Norte.

Entenda o caso AQUI em matéria na íntegra no Blog do Dina – por Dinarte Assunção.

Opinião dos leitores

  1. Tem uma rua que fechada entre as lagoas e o condominio Green Village na Jaguarari e ficou por isso mesmo, soube que o condominio foi que ficou com essa área.

  2. Chegou uma multa de nao usar o cinto, so que alem de a pelicula ser um pouco escura, estava a noite, e tenho certeza que nao estava sem cinto, pois primeiro antes de ligar o carro ponho o cinto, ainda mais na salgado fihho

  3. Essa STTU é uma verdadeira caixa preta dentro da prefeitura de Natal, os caras fazem o que querem, deitam e rolam é o prefeito parece que não sabe de nada, eita balaio de gato.

    1. Caixa preta? Dê uma olhada no portal da transparência e veja os altos salários dos “amarelinhos”… horas extras virou salário, kkk e tome multas…

  4. Mesma situação ocorre no Parque das colinas, ao lado de candelária. Várias ruas sem calçamento, sem iluminação, sem saneamento e a prefeitura tá lá todo ano recolhendo seu IPTU, fazendo pouco da cara do cidadão que paga seus impostos e não vê uma melhoria sequer nessa região.

    1. Esta na hora dos Cidadãos se juntarem, judicializarem e depositarem em juízo os altos IPTUS de Natal. Ruas e avenida estão destroçadas pela caern (A interventor Mário Câmara antiga (Av.06) está um caos depois dos serviços da Caern) próximo a lagoa de são Conrado e fica por isso mesmo. Na Jaguarari em candelária parece um tobogâ em frente aos condominios, no Barro Vermelho outro tobogã, enquanto isto os “técnicos” da STTU construindo lombadas a torto e a direita inclusive próximos aos giradouros, uma vergonha esse prefeito de Caicó (Ahhh não, é de Natal) Essa sttu não tem jeito, tiraram aquela senhora que implantou o sinal na Salgado Filho ao lado da casa da moeda e desgraçou o transito lá. e a poucos metros de uma passarela.

  5. Para que facilitar se pode dificultar? Estado, governo é isso. Um burocrata acha que sabe o que é melhor para todo mundo e pronto.

    1. Pois é, Natal está cheia de buracos, lombadas, rotatórias, ladrões e os agentes multando. “Deixem o homem trabalhar “… kkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Prefeitura envia ônibus que circula por pontos estratégicos em João Pessoa-PB para imunizar pessoas em situação de rua

Foto: Ilustrativa/ Marcelo Justo/UOL

Depois das fortes chuvas registradas na cidade, a Prefeitura de João Pessoa iniciou nesta sexta-feira (14) a vacinação contra a Covid-19 de pessoas em situação de rua. Para tanto, vai ser utilizado o “Consultório na Rua”, um ônibus que vai circular por pontos estratégicos da capital paraibana a partir das 11h para imunizar essa parcela da população. A ideia é que 1.500 pessoas desse grupo sejam imunizadas.

Mais cedo, já vai ter sido iniciado a sequência da vacinação de pessoas a partir de 18 anos com deficiência, que tenham comorbidades ou que sejam trabalhadores de saúde, além das gestantes ou puérperas com comorbidades.

Com a segunda dose, serão imunizados os grupos que tomaram a primeira dose da CoronaVac até o dia 16 de abril e aqueles que já completaram 90 dias da dose inicial da AstraZeneca (Fiocruz).

Pessoas com comorbidades e profissionais de saúde

As pessoas com 18 anos ou mais que têm comorbidades ou que sejam trabalhadores de saúde serão imunizadas com a vacina da AstraZeneca. Para receber a vacina, esse grupo deverá se dirigir a um dos 10 postos instalados em ginásios, com funcionamento das 8h às 12h.

As comorbidades deste momento da vacinação incluem diabetes mellitus, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial sistêmica, doenças cardiovasculares, doença cerebrovascular, doença renal crônica, imunossuprimidos, anemia falciforme e obesidade grau 3 (IMC acima de 40).

Pessoas com deficiência

As pessoas com deficiência serão vacinadas com o imunizante da Pfizer. Elas poderão se dirigir ao Instituto dos Cegos da Paraíba (Bairro dos Estados), ao Centro Helena Holanda (Pedro Gondim), à Associação Pestalozzi da Paraíba (Cristo Redentor) ou à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae (Bancários), no horário das 8h às 12h.

O grupo das pessoas com deficiência compreende indivíduos com limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas; indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir; indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de enxergar; indivíduos com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais.

Grávidas e puérperas

As grávidas e puérperas com comorbidades também receberão a primeira dose do imunizante da Pfizer. A vacinação para este grupo acontece exclusivamente mediante agendamento. Elas serão atendidas, das 8h às 12h, na Policlínica Municipal de Jaguaribe.

Com informações do G1

Opinião dos leitores

    1. JP dando um banho em NT em muitas coisas, mas nessa está vc atrasada… kkkkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN inicia vacinação de 1.500 pessoas em situação de rua; só em Natal são 700

Vacinação da população de rua teve início nesta segunda-feira às 8h e acontece em 20 municípios do estado através de mapeamento. Fotos: Elisa Elsie

O Rio Grande do Norte tem estimado atualmente o número de 1.500 pessoas em situação de rua divididas em vinte municípios. Depois de reuniões com o Ministério Público, a Sesap garantiu a vacinação por compreender a vulnerabilidade a que está exposta essa população. “É importante ressaltar que as doses aplicadas não serão retiradas do público já estabelecido pelo Plano Nacional de Imunização, mas sim será utililizada a reserva técnica”,afirma Kelly Maia, coordenadora de Vigilância em Saúde da SESAP.

Em Natal, 700 doses serão aplicadas no Centro Pop, Centro de referência, especializado para população em situação de rua, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social da prefeitura do Natal.

Os municípios que receberão as doses serão: Alexandria (10), Bento Fernandes (10), Caiçara do Norte (10), Caicó (60), Carnaúba dos Dantas (10), Ceará Mirim (10), Cruzeta (10), Jaçanã (10), Jardim do Seridó (10), Lajes (30), Natal (700), Parnamirim (200), Pau dos Ferros (30), Pedro Velho (10), Rio do Fogo (10), Santa Cruz (300), São Bento do Norte (30), São Jose do Campestre (10), São Vicente (10) e Touros (30).

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

VÍDEO: Quadrilha de capitão da PM cria túnel e rua para roubar petróleo no RJ; quatro presos

Foto: Divulgação

Agentes da Polícia Civil e do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) prenderam, na manhã desta terça-feira (2), quatro suspeitos de integrar uma organização criminosa especializada em furto de petróleo diretamente de dutos da Transpetro/Petrobras. Ao todo, os agentes visam cumprir cinco mandados de prisão e 14 de busca e apreensão. (VÍDEO AQUI em matéria na íntegra).

Um dos alvos da ação é um capitão da Polícia Militar, que não foi localizado e já é considerado foragido. Segundo as investigações, Marcelo Queiroz dos Anjos, lotado na Diretoria Geral de Pessoal da PM, é um dos líderes do esquema.

Walmir Aparecido Marin, denunciado pelo Ministério Público e empresário do município de Rolândia, no Paraná, já havia sido preso em 2020 na operação Sete Capitães II. Ele era o responsável por levar o combustível furtado até o interior do Paraná.

GIlson Cunha Júnior, que também era responsável por coordenar o transporte do combustível até o receptador, foi um dos presos na operação. O prejuízo com as perfurações realizadas pela organização criminosa é de aproximadamente R$ 2 milhões.

Desde 2015, foram 259 incidentes registrados de tentativas ou furtos consumados de combustível em dutos da Petrobras, de acordo com fontes do G1.

2015 – 11
2016 – 32
2017 – 95
2018 – 69
2019 – 40
2020 – 12 (até setembro)

Abertura de ruas e túneis

As investigações duraram seis meses, iniciando-se após uma perfuração de dutos da Transpetro no município de Guapimirim em junho de 2020.

Os agentes também identificaram perfurações para furto de petróleo em Nova Iguaçu e em Queimados, também na Baixada Fluminense.

Nestes municípios, foram furtados, respectivamente, 47 mil litros e 21 mil litros de petróleo, totalizando 169, 5 mil litros do combustível em três roubos diferentes.

“Chamou a atenção a sofisticação dessa organização criminosa, que passou a furtar milhares de litros da Petrobras, causando um prejuízo de R$ 2 milhões. Conseguimos concretizar pelo menos três furos, feitos com perfeição”, afirmou o delegado André Leiras, delegado titular da Delegacia de Serviços Delegados (DDSD), no Bom Dia Rio.

Em Queimados, os criminosos chegaram a construir um túnel subterrâneo para acessar o duto e também alugaram uma retroescavadeira para abertura de uma via de acesso para caminhões tanque para retirar o petróleo.

Os mandados são cumpridos no Rio, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense e Itaboraí, Região Metropolitana. Também são cumpridas ordens de busca e apreensão nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná.

De acordo com as investigações, o petróleo subtraído no Rio de Janeiro era transportado para a cidade de Rolândia (Paraná), para adulteração e revenda.

“Essa investigação será desdobrada para alcançar outros membros dessa organização criminosa”, disse o delegado.

Em 2019, a Delegacia de Serviços Delegados (DDSD) e o Ministério Público prenderam um homem que era o coordenador de um esquema de roubo de combustíveis no interior do Rio.

A ação é comandada por agentes da DDSD e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

G1

Opinião dos leitores

    1. Já sei, tavas mamando numa teta e ele cortou não foi?
      Aprendiz de jumento.

  1. BG
    Este nosso País está dificílimo, BANDIDOS em todas as instituições. E nós pagando a conta com IMPOSTOS ESCORCHANTES

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

MEIAS DE COMPRESSÃO: da rotina diária para as corridas de rua

Foto 1: Amazon/Foto 2: Divulgação

A pandemia da COVID-19 mudou drasticamente a forma de realizar tarefas que, antes, estavam inseridas de forma simples na sociedade. Um exemplo disso foi a prática de esportes. Com as academias fechadas, as pessoas buscaram uma nova forma de se exercitarem sem provocar risco de contaminação.

A corrida de rua se tornou uma dessas opções. A modalidade ajuda a manter o corpo em movimento e a saúde em dia, e com o auxílio dos acessórios certos, o corredor pode ganhar ainda mais rendimento. Um bom exemplo é o uso de meias de compressão – que deixaram de ser um acessório médico e invadiram o mundo da corrida.

Como elas funcionam?

As meias de compressão (e outros acessórios, como canelitos, manguitos e blusas) são feitas de um material elástico forte e resistente. Elas comprimem as veias da superfície da perna, bem como artérias e músculos, para facilitar a circulação sanguínea. O sangue é empurrado por canais menores, para que ele flua com mais eficiência, retornando ao coração mais rapidamente e evitando que ele se acumule nos pés.

“As meias ajudam na circulação do sangue. Diminuem a possibilidade de dor e tensão nos músculos, além de me ajudar na recuperação, diminuindo o inchaço que eu posso eventualmente ter”; comenta Félix Júnior administrador e corredor há 15 anos.

A indicação das meias vai além de quem pratica a corrida. O diretor da empresa Bomporte, líder no mercado de acessórios e produtos ortopédicos em Natal, explica que as meias de compressão são muito procuradas por quem tem uma rotina de trabalho mais tranquila. “A gente recebe muita procura de quem passa muito tempo sentado, trabalhando em pé ou para aqueles motoristas que dirigem por muito tempo. Nesses casos, as meias de compressão se tornaram uma aliada forte e importante para a saúde”, explica Gustavo Pessoa.

Mesmo com a alta procura, Gustavo lembra que é preciso orientação médica. “Para todos os usos, seja na rotina de trabalho ou nas corridas, as meias compressivas devem ser prescritas por um médico especialista”, afirma.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Dispersão de aglomeração em rua e interdição de bar na zona Sul marcam terça-feira de Carnaval

Após quatro dias de trabalho intenso da força tarefa entre Prefeitura e Governo do Estado para coibir aglomerações e fazer valer as medidas de combate ao coronavírus em Natal, a terça-feira (16) de Carnaval foi mais tranquila comparada aos outros dias de operação. Foram registradas menos aglomerações, alguns equipamentos de som foram apreendidos, um bar foi interditado no bairro de Candelária e um quiosque da Praia do Meio autuado. As fiscalizações ainda seguem durante toda esta quarta-feira (17) de cinzas.

De acordo com informações do supervisor de plantão da secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), Iang Chaves, o dia foi relativamente tranquilo, pois a população percebeu que a força tarefa estava na rua para coibir as irregularidades. Os agentes percorreram os principais pontos onde já havia registro de aglomeração nos outros dias e atenderam mais denúncias da população feitas via 190.

“Não houve grandes aglomerações em nenhum dos pontos de maior concentração de pessoas visitados anteriormente, como Rocas, Redinha e deck da Praia de Ponta Negra, onde apenas uma caixa de som portátil foi apreendida. Somente em Mãe Luiza, as forças de segurança foram atender denúncia de possível festa na rua Camaragibe. No local, havia uma tenda com som montado, mas as pessoas evadiram e nenhum responsável pelo equipamento com várias caixas amplificadas apareceu, o material foi apreendido”, relata Chaves.

Na Praia do Meio um quiosque foi autuado por ausência de licença para música ao vivo e uso irregular de espaço público. Por isso, foi feita a apreensão de equipamento sonoro. E em de Candelária, um bar foi interditado por descumprir o decreto municipal 12.135/2020, que determina as normas de combate a Covid-19 pelo distanciamento entre mesas e cadeiras.

“Os bares do Ponto Sete interditados na segunda (15) cumpriram as interdições e os demais estavam cumprindo os decretos. Na Avenida das Alagoas e na Airton Sena os bares fechados e conveniências que já tinham sido situadas e/ou interditadas estavam sem aglomerações”, acrescenta o supervisor da Semurb.

A operação integrada entre a Semurb com o apoio dos efetivos da Guarda Municipal e da Polícia Militar atende as ocorrências denunciadas pela população informadas diretamente ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) pelo número 190. E conta também com a participação das secretarias de Serviços Urbanos (Semsur), Mobilidade Urbana (STTU), PROCON e Defesa Social (Semdes).

“O sucesso dessa operação se deu pela cooperação entre Estado e Município, trabalhando em prol do bem da população. Com ajuda e mobilização das secretarias municipais e da Polícia Militar. Mas é muito importante a conscientização de todos. A pandemia ainda não acabou”, finaliza Chaves.

https://www.natal.rn.gov.br/news/post/33960

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: Campanha Shalom Amigo dos Pobres leva um olhar de solidariedade para as pessoas em situação de rua em Natal

Fotos: Divulgação

A Comunidade Católica Shalom em Natal está realizando a Campanha Shalom Amigo dos Pobres, através da qual leva consolo e alimentos para pessoas em situação de vulnerabilidade social na capital potiguar. Para alcançar cada dia mais pessoas, uma rede de solidariedade está se formando na cidade. A distribuição das refeições acontece diariamente na praça André de Albuquerque, em frente a antiga Catedral de Natal, no bairro da Cidade Alta.

A sociedade tem passado por momentos difíceis devido a Pandemia causada pelo novo coronavirus, e voltar o olhar para aqueles que necessitam de cuidados, que estão mais expostos ao contágio, como as pessoas em situação de rua e moradores das periferias é essencial para que seja minimamente preservada a qualidade de vida dessas pessoas.

A Campanha Shalom Amigo dos Pobres é uma resposta a vulnerabilidade das pessoas que, nesse momento que uma nova realidade se apresenta a nível mundial, não possuem condições de manter o isolamento domiciliar, tanto por não possuírem casa como pela necessidade de sair para conseguir alimentos e o mínimo para uma vida digna.

Na campanha, as palavras de ordem são amor e solidariedade, como explica o coordenador das ações, Tennessee Justino, “Nós, através do amor e da solidariedade, que são grandes valores para o povo potiguar, queremos com essa campanha manter a sociedade unida pelo senso de colaboração, pelo senso da oferta, pelo senso da entrega”, afirma.

Para que a Campanha possa atender cada vez mais pessoas, o voluntariado é essencial, várias pessoas têm se dedicado a levar consolo para os que mais precisam nesse momento, doando uma parte do seu tempo para estar com eles e ajudando a ser uma resposta de solidariedade e empatia para tantos que necessitam.

Para conhecer mais a Campanha e saber como participar tanto doando alimentos e material de higiene como se voluntariando para doar seu tempo em favor dos pobres da cidade, basta acessar o site da campanha www.amigodospobres.org/natal, o Instagram @shalomamigodospobresnatal ou entrar em contato pelo telefone (84) 9 9836-6991. “É assim que a humanidade sairá melhor da quarentena, através da solidariedade, através do unir forças”, finaliza Tennessee.

Opinião dos leitores

  1. A ideia da campanha é linda, mas erram no exagero dos trajes. Irmãos de rua não são pessoas doentes e infectadas. Será que é desta maneira que essas pessoas se vestem para ir ao supermercado ou outros locais onde tem contato com “pessoas normais”? Repensem isso das próximas vezes.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEO: Primeira-dama de São Paulo, Bia Doria, diz que é errado dar comida a moradores de rua: ‘É um atrativo’

Foto: Reprodução/Instagram

A primeira-dama de São Paulo, Bia Doria, afirmou em uma conversa com a socialite Val Marchiori que acha errado dar comida ou roupas para moradores de rua. Para ela, “a pessoa tem que se conscientizar de que ela tem que sair da rua” e muitos não querem assumir “responsabilidades”.

A conversa foi postada no Instagram de Val e mostra a visita da socialite ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista. Entre elogios à primeira-dama e ao governador João Doria (PSDB), elas falam sobre as artes de Bia, expostas no local, e ficam sem máscara, apostando em uma suposta imunidade da socialite.

Bia, que é presidente do Fundo Social de São Paulo, fala de alguns projetos como o Alimento Solidário e o Inverno Solidário.

“Meu principal projeto é o inverno solidário. Estamos arrecadando cobertores novos. Nada de roupa usada”, avisa ela.

Em seguida, diz: “Mas olha, falando dos projetos sociais, algo muito importante é assim: as pessoas que estão na rua… Não é correto você chegar lá na rua e dar marmita, porque a pessoa tem que se conscientizar que ela tem que sair da rua. Por que a rua hoje é um atrativo, a pessoa gosta de ficar na rua”.

“Você estava me explicando e eu fiquei passada”, comenta Val, dizendo: “Eles não querem sair da rua porque no abrigo eles têm horário para entrar, têm responsabilidades, limpeza, e eles não querem, né, Bia?”.

A primeira-dama segue na crítica: “A pessoa quer receber comida, quer roupa, quer uma ajuda, e não quer ter uma responsabilidade. Isso está errado, muito errado.”

Val diz que todo mundo tem responsabilidades. Bia concorda: “Sim, nós temos. Se a gente não pagar nossas contas…”. Val complementa: “A gente vai para o cartório, querida, hello. E o povo fala”.

Durante o papo, Val reclama de falar de máscara e é encorajada por Bia a retirá-la.

“Você já teve né. Então pode tirar”, diz Bia. “Já tive, estou imune”, responde Val. “Quando a gente sair, a gente põe”, complementa a primeira-dama.

Ao fim da conversa, Val Marchiori mostra as obras de Bia, expostas no palácio e faz elogios.

“Meu marido tem uma paixão por artes. Então, aonde ele vai, tem que ter as obras. O que acho que é um jeito de ele lembrar de mim (risos)”, comentou a primeira-dama.

Fundado em 1968 e hoje presidido por Bia Doria, o Fundo Social de São Paulo diz em seu site que “tem como objetivo instituir programas sociais destinados a atender pessoas em situação de vulnerabilidade social, especialmente através da oferta de oportunidades educacionais e profissionais para a população; implementação de projetos voltados à geração de renda; apoio à entidades de fins não econômicos com vista a suprir suas necessidades, de modo a propiciar a melhoria de atendimento à população”.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Em visita a nossa querida primeira dama @biadoria ???

Uma publicação compartilhada por Val Marchiori (@valmarchiori) em

UOL

Opinião dos leitores

  1. Não é bom generalizar, mas o inesquecível LUIZ GONZAGA dizia que "Mas senhor uma esmola para o homem que é são, ou o mata de vergonha, ou vicia o cidadão". Seu Luiz mantém-se atualizadíssimo. Em tempo: os cristãos crêem na ascensão de Jesus aos céus.

  2. E essas pessoas ainda se dizem cristãs. Cristo de se revirar no túmulo quando ouve esses absurdos.

  3. O que ela falou, parece politicamente incorreto, mas, tem alguns que realmente se recusam a terem horários, regras, responsabilidades, trabalho, mas, não é regra, muitos estão na Rua por falta de oportunidades, desilusões, doenças psíquicas e vítimas das drogas (lícitas e não ).

  4. Isso é coisa de berço de ouro, Ass pessoas simples, bem educadas, caridosas, investidas de humildade e serenidade, não se colocam dessa forma. Infelizmente,, uma esposa de um idiota. Idiota como ele que se completam.

  5. Mande o desgoverno do seu marido dar emprego pra eles, vc tá de rabo cheio, por isso vc fala merda

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

VÍDEO: Adepto do “Fique em casa”, Fábio Porchat é filmado correndo na rua sem máscara

Fábio Porchat foi filmado ontem, correndo na Zona Sul do Rio, sem máscara. Dois homens que estavam próximos à sede do governo do estado, em Laranjeiras, avistaram quando Porchat se aproximou deles e, no momento em que gritavam que Porchat estava sem máscara, o humorista ainda acenou dando risadas para a dupla que registrava a cena. Realmente, correr de máscara é sufocante, mas a coluna se pergunta onde está o Porchat que há alguns dias dizia no ‘Encontro’ ter perdido 17 kg fazendo exercícios em casa? Pelo visto, ele esqueceu de comentar sua rotina de atividades físicas na rua…

No ‘Encontro’, ele contava à Fátima Bernardes sobre sua rotina de exercícios em casa. “Comecei a ficar em casa, comecei a pular corda e fiquei fazendo exercícios para queimar caloria. Não estou bebendo, tenho comido direitinho. Não tem segredo: é matemática, é você ingerir menos calorias do que você gasta”, disse o humorista na entrevista.

Coluna Fábia Oliveira – O Dia

Opinião dos leitores

  1. Alguém ainda tem dúvida de tudo isso que é tramado contra o Brasil, esse é mais um daqueles que querem que cada vez piore.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Isenção em Restaurante Popular será permanente para população em situação de rua; veja endereços em Natal, Mossoró, Parnamirim, Caicó e Macau

Unidades do Programa Restaurante Popular de Natal, Mossoró, Parnamirim, Caicó e Macau começam a oferecer mais de mil refeições diárias (Café Cidadão, Almoço e Sopa Cidadã) para a população em situação de rua, refugiados e migrantes nesses municípios com isenção da taxa de R$ 1,00 (um real) a partir desta segunda-feira (30).

A medida do Governo do Estado, executada pela Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas) faz parte das ações que visam garantir segurança alimentar e nutricional a essa população diante da pandemia do novo coronavírus e que terá efeito permanente atendendo a antiga reivindicação das entidades que representam esses segmentos da população.

Organizações representativas da população em situação de rua, de refugiados e migrantes no Rio Grande do Norte selecionaram as pessoas que vão receber a partir desta segunda-feira o benefício da refeição gratuita nas unidades relacionadas dos restaurantes populares.

As unidades vão oferecer a refeição com isenção da taxa e entregar uma carteira de identificação ao público-alvo que foi cadastrado pelas entidades representativas das categorias.

ENDEREÇOS DOS RESTAURANTES COM ISENÇÃO DE TAXA PARA A POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA, REFUGIADOS E MIGRANTES:

NATAL

Cidade Alta: Avenida Rio Branco, nº 707 – café, almoço e jantar

Alecrim: Avenida Presidente Bandeira, nº 1070 – café

Avenida Mário Negócio, nº 1482 – almoço

Cidade da Esperança (SINE), S/N – café

Felipe Camarão, Rua Professor Aureliano M. Filho, nº 42 -almoço

Igapó, Rua João Evangelista,nº 22 A – almoço e jantar

MOSSORÓ

Centro: Avenida Coronel Gurgel, nº 530 – almoço

Alto de São Manoel: Avenida Presidente Dutra, nº 1.111 – almoço

Santo Antônio: Rua Zeca Cirilino, nº 2604 – jantar

Abolição I: Rua Monsenhor Gurgel, S/N – café

PARNAMIRIM

Centro: Avenida Comandante Petit, nº81 – café e almoço

Santos Reis: Avenida Presidente Getúlio Vargas, nº 395 – almoço

CAICÓ

Centro: Rua General Dantas, S/N – almoço

Rua Dr. Renato Dantas, S/N – café

MACAU

Centro: Rua Contra-Almirante Hidelfonso Moura, nº 210 – café e almoço

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comportamento

Motoristas em carros mais caros param menos para pessoas atravessarem a rua, mostrou estudo

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos concluiu que cada mil dólares a mais no valor do veículo, a chance do motorista dar passagem diminui em 3%. Foto: Unsplash

Quem nunca quis atravessar a rua mas teve que esperar um carro parar e dar passagem? Um estudo da Universidade de Nevada buscou entender o que está por trás desse processo do dia a dia, e encontrou dados que mostram que donos de carros mais caros param menos para pedestres atravessarem a rua.

A pesquisa, realizada em 2016 e publicada em 2020, envolveu 461 motoristas e monitorou as tentativas de atravessar a rua feitas por quatro pessoas, um homem e uma mulher brancos e um homem e uma mulher negros. Ela foi feita em duas ruas de Las Vegas, nos Estados Unidos, e todos atravessaram sempre na faixa de pedestres.

Os dados coletados pelos pesquisadores mostraram que, a cada mil dólares de aumento no valor do carro, havia uma redução de 3% na chance do motorista parar o veículo e dar passagem.

Outro elemento que os pesquisadores Courtney Coughenour, James Abelar, Jennifer Pharr, Lung-Chang Chien e Ashok Singh encontraram foi que os motoristas pararam mais para mulheres e para brancos do que para homens ou negros.

Porém, segundo os cientistas, a variação entre os grupos não foi grande o suficiente para ser um dado relevante. Os números divulgados mostraram que 31% dos motoristas pararam para mulheres, 24% para homens, 25% para negros e 31% para brancos.

Os pesquisadores também destacaram que, apesar de todos os fatores levantados, o número geral de motoristas que pararam para pessoas atravessarem a rua já foi baixo: apenas 28%, ou seja, 129 motoristas, realizaram o ato.

Emais – Estadão

Opinião dos leitores

  1. Uma elite econômica sem formação ética e moral, sem respeito a vida humana ou a qualquer outra forma de vida. Uns arrogantes que infestam as ruas, meninos mimados e homens sem alma, que passam por cima de qualquer um pra conseguirem o querem. Não respeitam limites de velocidade, local pra estacionar, sinal fechado, retornos autorizados, filas, sonegam impostos, fazem caixa dois, vivem muitas vezes de ostentação, consumismo e aparências. Bando de Parasitas que se alimentam do trabalho, sangue e suor da classe mais pobre e trabalhadora.
    E ainda tem gente que adora esse povo da "Casa Grande", mesmo sendo da Senzala, adotando seus valores e princípios, e como verdadeiros Capitães do Mato, vivem atacando os seus iguais ou os irmãos menores, mais fracos e vulneráveis.
    Quando vamos aprender que o que torna os homens Nobres é o seu espírito de Humildade, Educação, Paz e solidariedade com os mais necessitados?

  2. Nenhuma novidade nisso. Os bossais compram um carrão e dentro dele se acham superiores, não sabem eles que tal postura é considerada por muitos o supra sumo da cafonice.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

Caminhão estacionado sem freio de mão desce rua e derruba muro de casa em Parnamirim

SUSTO. Um caminhão carregado com sucata, estacionado com o freio de mão desativado, desceu uma rua e derrubou parte do muro de uma casa no bairro Passagem de Areia em Parnamirim, na Grande Natal, na manhã desta terça-feira (21). Felizmente, Ninguém ficou ferido.

A notícia, destacada pelo G1-RN, informa que o dono do caminhão permaneceu no local e prestou auxílio.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Cratera em rua na Zona Norte de Natal já atinge casas e deixa moradores em desespero

Foto: cedida

Moradores da rua Bariri, no conjunto Gramoré, na Zona Norte de Natal, estão desesperados com uma cratera que cada vez se estende mais em decorrência das chuvas nas últimas horas na capital. Conforme imagem em destaque, calçadas de imóveis já começaram a ser atingidas.

Opinião dos leitores

  1. COMPLICADO USAR A REDE DE ESGOTO DA ZONA NORTE QUE AINDA NÃO ESTÁ LIBERADA SÓ DA NISSO MESMO

  2. Tem uns gatinhos aí nessa cratera… Alguém fez ligação clandestina para rede de coleta de esgoto.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

FOTOS E VÍDEO: Lagoa abre cratera ao redor de casas no conjunto Pitimbu, na Zona Sul de Natal

Fotos e vídeo: cedidos

Cratera em lagoa no conjunto Pitimbu, na Zona Sul de Natal, ao redor de casas, deixa moradores indignados. “Irresponsabilidade dos órgãos”, reclama um dos denunciantes, ainda informando que a área se encontra sem água.

Opinião dos leitores

  1. É lamentável amigos.
    Mas tenham paciência.
    Os governantes que vocês escolheram estão ocupados em veraneio.
    E pedem que qualquer reclamação sejam dirigidas somente em fevereiro de 2020 afinal de contas ninguém é de ferro.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Prefeitura de São Gonçalo assina ordem de serviço para pavimentação de rua no Bairro Jardins

O serviço contempla a extensão da rua Bela Vista, no loteamento Boa Vista. Foto: Divulgação

Na última quarta-feira (30 de outubro), a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN realizou assinatura de ordem de serviço para pavimentação em paralelepípedo de rua no Bairro Jardins. Ao todo, serão pavimentados cerca 6,4mil m² de rua, com um orçamento de mais de R$ 268mil.

O serviço contempla a extensão da rua Bela Vista, no loteamento Boa Vista, e tem prazo prazo de execução de 90 dias.

Com isso, a Prefeitura de São Gonçalo dá continuidade a série de serviços de pavimentação que acontecem em diversas localidades do município.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEO: Após vitória do Flamengo, torcedor cumpre promessa e corre pelado na rua

Qual o limite do torcedor para demonstrar sua alegria após um grande feito do seu time de coração? E qual o limite do torcedor do Flamengo? Mais precisamente, qual o limite do flamenguista, que está de volta a uma final de Taça Libertadores após 38 anos? Em São Bento, cidade no interior da Paraíba, um torcedor, talvez, tenha extrapolado esse limite. Ele prometeu que, se o Flamengo vencesse o Grêmio nessa quarta-feira, no Maracanã, no jogo que valia a vaga na decisão, correria pelado pelas ruas da cidade. O time de Jorge Jesus atropelou o Tricolor de Renato Gaúcho com um 5 a 0 incontestável, e o resultado da promessa do torcedor você confere no vídeo AQUI em matéria na íntegra.

– Se o Flamengo ganhar quarta-feira do Grêmio, (…) eu corro nu, só com a mão na frente. Garanto. Pode marcar aí. E pode gravar, que eu posto no Instagram – prometeu o torcedor.

A promessa foi feita em uma mesa de bar, ao lado de alguns amigos, que registraram em vídeo o compromisso assumido pelo torcedor. E esses mesmos amigos filmaram a promessa sendo cumprida. Logo depois de o Flamengo atropelar o Grêmio no Maraca, o flamenguista fanático tirou as roupas – manteve apenas um boné na cabeça – e saiu correndo pelas ruas da pacata São Bento, distante 375km da capital João Pessoa.

A turma o seguiu de perto para registrar o momento para a posteridade. Com os celulares em punho, pegaram suas motos e, buzinando na madrugada sertaneja, alardearam o momento. A promessa estava paga. O flamenguista estava feliz.

A felicidade é justificada. Líder do Brasileirão com dez pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o Flamengo agora está na final da Libertadores, algo que não acontecia desde 1981, ano em que conseguiu seu único título da competição. Eliminou na semifinal o Grêmio, um dos melhores times do país, depois de um empate por 1 a 1 em Porto Alegre e da impiedosa goleada por 5 a 0 no Rio. Agora tem pela frente o River Plate, da Argentina, na decisão em jogo único marcada para o dia 23 de novembro, no Chile. Será que vem mais promessa por aí?

Globo Esporte

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *