Estudo mapeia alterações no cérebro de pessoas que pensam em se suicidar e sugere que ao menos duas estruturas funcionam de forma diferente

Ao menos duas estruturas cerebrais funcionam de forma diferente em pessoas que pensam em (ou já tentaram) cometer suicídio. A descoberta foi publicada no periódico científico Molecular Psychiatry por pesquisadoras das universidades de Cambridge, no Reino Unido, e Yale, nos Estados Unidos.

O estudo se baseou na revisão de 131 artigos científicos que envolveram mais de 12 mil pessoas. Em todos os estudos, exames de imagem do sistema nervoso humano estavam em foco. “Esperamos que isso nos forneça mais informações sobre o que pode estar acontecendo em termos de mecanismos cerebrais”, apontou Anne-Laura van Harmelen, uma das autoras, segundo a New Scientist.

Combinando os resultados de todas as análises anteriores, a equipe notou evidências de alterações estruturais, funcionais e moleculares no cérebro das pessoas que haviam tentado cometer suicídio ou pensavam sobre isso. Dessa forma, os cientistas notaram que as conexões entre duas redes neurais do cérebro atuavam de forma diferente nesses voluntários, o que sugere uma correlação com o comportamento suicida.

Segundo eles, a primeira parte do cérebro que atua de forma diferente nas pessoas que pensam ou já tentaram cometer suicídio é o córtex pré-frontal ventral medial e lateral. Esta é a região do sistema nervoso responsável por se conectar às partes do cérebro envolvidas na emoção – logo, alterações nessa rede podem levar a pensamentos negativos excessivos e na dificuldades em regular emoções.

Já a segunda área que age diferente é conhecida como córtex pré-frontal dorsal e sistema de giro frontal inferior. Como explicam os autores, essa é a parte do cérebro que tem o papel de tomar decisões, encontrar soluções alternativas para problemas e controlar o comportamento.

Isso sugere que alterações na estrutura, função ou bioquímica dessas partes do cérebro podem resultar em mais pensamentos negativos sobre o futuro, além de incapacidade de controlar os pensamentos, o que pode levar a situações em que o indivíduo está em maior risco de suicídio.

Vale lembrar que essas alterações no cérebro não são marcadores definitivos, isto é, não definem quem tentará cometer suicídio. Na verdade, essas diferenças podem resultar em angústia e problemas de saúde mental nos indivíduos, envolvendo suicídio ou não.

Como explicou Lianne Schmaal, uma das participantes da pesquisa, artigos como o de sua equipe são importantes para ajudar a previnir a morte por suicídio. “É essencial que intervenhamos o mais cedo possível para reduzir o risco de um indivíduo”, disse ela, em comunicado. “Para muitas pessoas, isso será durante a adolescência. Se pudermos descobrir uma maneira de identificar os jovens em maior risco, teremos a chance de intervir e ajudá-los nesse estágio importante de suas vidas.”

Galileu

Atendimento da Semurb pelo WhatsApp terá alterações a partir de segunda-feira

Os números de atendimento ao contribuinte pelo aplicativo WhatsApp junto à secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) serão alterados a partir da próxima segunda-feira (19). A mudança vem para melhorar a qualidade do atendimento na plataforma digital com a adesão à versão Business do WhatsApp, que chega com recursos estratégicos para o relacionamento.

Os serviços da Semurb disponibilizados pelo WhatsApp estão relacionados ao licenciamento de obras ou edificações e aos agendamentos para o atendimento junto aos Setores de Licenciamento de Obras Privadas (SLOPR), Campo e Triagem e Pré-análise e Acessibilidade. Os novos números são: (84) 3616-9830 para o Licenciamento de Obras, (84) 3616-9837 para o Setor de Campo e Triagem e (84) 3616-9865 para o Setor de Pré-Análise e Acessibilidade (SPA).

O chefe do Setor de Licenciamento de Obras, André Gomes, explica que os números novos já começam a funcionar na próxima segunda-feira (19), e que os antigos serão desativados no dia 23 de fevereiro.

A utilização do WhatsApp pela Semurb foi uma inovação no atendimento implantada em maio de 2016 para facilitar a vida do contribuinte pois vários problemas podiam ser resolvidos ou agilizados antes mesmo do atendimento presencial na sede do órgão. E com a utilização dessa ferramenta, as filas de espera na secretaria diminuíram significativamente para o esclarecimento de dúvidas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Chico disse:

    E pra denúncias de agressão ao meio ambiente não tem um número não?

Mudanças na 5ª e 6ª rodadas do Estadual; clássico ABC e América tem horário alterado

Resolução da FNF alterou o horário do clássico ABC x América marcado para o próximo dia 1º de março, para atender ajuste da grade de programação da emissora que detém os direitos de transmissão da competição. O jogo saiu das 17h00 para 18h30, mantendo as demais condições estabelecidas, ou seja, o estádio Frasqueirão.

Outras alterações são as seguintes:

Pela quinta rodada, Alecrim x Baraúnas será disputado no Nazarenão em Goianinha ao invés do Ninho do Periquito ( não foram apresentados os laudos liberatórios ) nesta quarta-feira dia 25, oito e meia da noite.

Também pela rodada de número cinco, Corintians x Globo marcado originalmente  para o Marizão no dia 25/02 às oito e meia da noite passou para o Iberezão, no dia 26/02 oito da noite. Bombeiros ainda não liberaram o estádio de Caicó.

Válido pela sexta rodada, Globo x Força e Luz, que seria jogo isolado no dia 28 passou para o dia 01 de março, cinco da tarde no Barrettão.

Com informações da FNF