Saúde

Recomendação é que quem já teve Covid-19 anteriormente seja vacinado, reforça a Clínica Mimar

Foto: Divulgação

De acordo com pesquisas recentes, a imunidade das pessoas que já tiveram a doença dura, em média, 5 meses, já existindo relatos de reinfecção pelo Sars-CoV-2. Por isso, o ideal é que, mesmo pessoas que já tiveram a doença, sejam imunizadas.

Os estudos clínicos das vacinas incluíram tanto pessoas que já tiveram a doença quanto aquelas que não haviam sido infectadas. Então, levando a ciência em consideração, os imunizantes são eficazes para diminuir os casos e para diminuir a necessidade de atendimento médico.

Portanto, a recomendação é que quem já teve Covid-19 anteriormente seja vacinado. Principalmente porque a gente já sabe que existem relatos de reinfecção.

Todas as vacinas que publicaram dados interinos de fase 3, demonstraram que a formação de anticorpos neutralizantes pós imunização é de duas a quatro vezes maior do que a formação de anticorpos pela doença.

Para maiores informações, entre em contato através dos telefones:

(84) 3345 – 0824 (Fixo e WhatsApp | Unidade Afonso Pena)

(84) 3013 – 4000 (Fixo e WhatsApp | Unidade Neópolis).

???́???? ????? – A saúde da sua família por quem é especialista em vacinas

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Clínica Mimar alerta para importância de vacina contra HPV para evitar câncer de colo do útero e outras doenças; veja como se prevenir

Foto: Divulgação

Estamos finalizando o #JaneiroVerde. Mês que traz um alerta sobre o câncer de colo do útero.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), esse é o terceiro tumor maligno mais frequente nas mulheres, atrás apenas do de mama e do colorretal, e a quarta causa de morte por câncer entre a população feminina no Brasil.

Com isso, se faz necessário uma maior conscientização sobre o tumor que pode ser descoberto durante um exame de rotina. Inclusive, com maior chance de cura quando detectado e tratado no início.

Esse tipo de patologia é causada pela infecção persistente do Papilomavírus Humano (HPV), principalmente seus subtipos chamados de oncogênicos. O principal meio de transmissão é o ato sexual. Por isso, é essencial o uso de preservativo.

Outra maneira eficaz que se tem para a prevenção é a vacinação contra HPV, tanto das meninas como de meninos. Estudos mostram como é fundamental a inserção dessa categoria porque incrementa a imunização das meninas e meninos, reduz os desfechos relacionados ao HPV e, além disso, previne os cânceres de pênis, ânus, boca e orofaringe.

Para maiores informações, entre em contato através dos telefones:

(84) 3345 – 0824 (Fixo e WhatsApp | Unidade Afonso Pena)

(84) 3013 – 4000 (Fixo e WhatsApp | Unidade Neópolis).

???́???? ????? – A saúde da sua família por quem é especialista em vacinas

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Clínica Mimar disponibiliza vacina da gripe na modalidade pré-paga, garantindo prioridade o 1º lote

Foto: Divulgação

Sempre preocupada com o bem estar de todos, a Clínica Mimar dispões de facilidades para levar saúde e bem estar as famílias.

Com todo preparo da nossa equipe e qualidade de nossos serviços, você pode garantir a vacina da gripe na modalidade pré-paga, garantindo prioridade o 1º lote.

Para maiores informações, entre em contato através dos telefones:

(84) 3345 – 0824 (Fixo e WhatsApp | Unidade Afonso Pena)

(84) 3013 – 4000 (Fixo e WhatsApp | Unidade Neópolis).

???́???? ????? – A saúde da sua família por quem é especialista em vacinas

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Clínica Mimar: amar é cuidar, cuidar é prevenir; saiba a importância da vacina no combate ao coronavírus

Foto: Divulgação

No momento, a vacina é vista como uma proteção temporária até que se descubra um imunizante eficaz para combater o coronavírus.

A vacina tríplice viral, conhecida há mais de meio século, tem em sua fórmula (comprovada através de vários estudos no passado) a capacidade de proteger contra outras infecções para além do sarampo, caxumba e rubéola.

Até dezembro sairá a conclusão desse estudo que está avaliando se a vacina tríplice viral protege contra a Covid-19 ao menos por um tempo. O objetivo é proteger a população até existir um imunizante disponível no mercado para reduzir os casos de contaminação e óbitos.

O professor de Medicina da UFSC, coordenador e pesquisador dos ensaios clínicos com a tríplice viral, Edison Natal Fedrizzi, estimou que a proteção pode durar de 8 a 12 meses, servindo como uma imunidade parcial até que uma vacina específica contra a Covid-19 chegue ao mercado.

A Clínica Mimar, conhecida por seu atendimento pautado no bom relacionamento e cuidado, disponibiliza seu WhatsApp, bem como dos Médicos Dr. Leonardo Maia e Dra. Giovana Maia para que todos se sintam acolhidos e possam tirar suas dúvidas sobre esse tema tão importante. Por mais empresas assim!

Foto: Divulgação

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

CLÍNICA MIMAR: Cuidar da nossa imunização é fundamental

Foto: Divulgação

Cuidar da nossa imunidade é de extrema importância e, em virtude do alto número de questionamentos que vem recebendo, os médicos Dr. Leonardo Maia e Dra. Giovana Maia, que também são os responsáveis pela Clínica de Imunização Mimar, vem esclarecer a relevância dessa temática em tempos de pandemia.

Afinal, devemos vacinar nossas famílias em tempos de Covid-19?

“Sim! Inclusive a atenção com a saúde deve ser redobrada, uma vez que estamos vivendo uma pandemia” Afirma Dr. Leonardo ao ressaltar a importância para saúde da atualização do calendário de vacinas corretamente, independente da idade.

Dra. Giovana conta que as vacinas são poderosas ferramentas para controlar e eliminar doenças infecciosas que ameaçam a vida. “Inclusive, em tempos de coronavírus, a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) alerta e enfatiza a importância de manter em dia a vacinação de rotina” afirma a Pediatra.

“É preciso frisar que a descontinuidade do calendário vacinal pode aumentar o número de indivíduos suscetíveis à doenças, inclusive a algumas que podem ser evitadas pela imunização, o que é muito grave! Isso acarretaria em uma sobrecarga ao sistema de saúde”, lamenta Dr. Leonardo Maia.

Dra. Giovana reforça, afirmando que “Ano passado tivemos o ressurgimento de uma doença considerada controlada no país, o sarampo, acendendo um alerta sobre o risco da baixa cobertura vacinal da população brasileira. Agora, com a pandemia da Covid-19, estamos acompanhando novamente uma queda na vacinação e isso é preocupante. A imunização de rotina é considerada um serviço essencial e deve ser mantida, seguindo os protocolos de segurança, de distanciamento social e de higiene. Se abandonarmos a vacinação nesse período, as consequências podem ser surtos de doenças imunopreveníveis, aumento de morbidade e mortalidade e um crescimento da demanda nos hospitais”.

Para que a população natalense possa ter uma boa cobertura vacinal, a Clínica Mimar montou uma verdadeira estrutura de atendimento seguro e eficaz, amparada por excelentes profissionais, ambiente tranquilo, livre de aglomeração; atendimentos em domicílio, bastando apenas agendar um horário e o atendimento Drive-Thru, onde sem precisar descer do carro a família pode ser vacinada com segurança no amplo estacionamento que a clínica dispõe.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *