Líder democrata e defensora intransigente do “fique em casa” nos EUA fura quarentena e vai a salão de beleza

A parlamentar democrata Nancy Pelosi.| Foto: AFP

A presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos (equivalente norte-americano à Câmara dos Deputados), a democrata Nancy Pelosi, furou a quarentena para arrumar os cabelos em um salão de São Francisco. O episódio ocorreu na segunda-feira (31) e foi divulgado pela Fox News.

Os salões de beleza da cidade californiana estavam proibidos de abrir devido à pandemia do novo coronavírus – nesta terça (1°), os estabelecimentos foram notificados que podem voltar a funcionar apenas para serviços realizados ao ar livre.

Em imagens de câmeras de segurança obtidas pela emissora de televisão, é possível ver Pelosi caminhando pelo salão com os cabelos molhados e sem máscara de proteção. A proprietária do local, Erica Kious, afirmou à Fox News que profissionais autônomos alugam cadeiras em seu salão – o que teria sido o caso no atendimento à congressista.

““Foi um tapa na cara ela ter ido lá, sabe? Ela sente que pode simplesmente fazer suas coisas enquanto ninguém mais pode, e eu não posso trabalhar”, disse Kious. “Devemos respeitar essa mulher, certo? É simplesmente perturbador. Ficamos fechados por muito tempo, não apenas o meu salão, mas a maioria das pequenas empresas. Fico com uma sensação de vazio e desamparo”.

A equipe da parlamentar confirmou que ela foi fazer os cabelos durante uma viagem a São Francisco, mas que ela não imaginou estar fazendo algo de errado.

“A presidente da Câmara dos Representantes sempre usa máscara e segue as regras locais de prevenção à Covid. Esse salão ofereceu um horário para atender a presidente na segunda-feira e alegou que a cidade permitia o atendimento a um cliente por vez. A presidente cumpriu as regras que lhe foram apresentadas pelo estabelecimento”, disse Drew Hammill, que trabalha com Pelosi.”

Gazeta do Povo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João V. disse:

    Tinha que ser o PT norte-americano. Esquerdista é tudo igual no mundo inteiro

  2. Antenado disse:

    As redes sociais prestam um grande serviço para pegar na mentira, principalmente os políticos. Por isso que querem a censura. Quem não se adaptar, vai ser desmascarado bem ligeirinho. Acabou a época em que se mentia descaradamente e ficava por isso mesmo.

  3. Lucia disse:

    Cairia muito bem nos quadros do MP, globo lixo e no PT.
    Tudo invertido.
    Kkkkkk
    Chola não BB.
    Acabou a boquinha.
    Kkkkkk

  4. Vitor disse:

    Esse democrata é o PT americano. Ou seja, o lado comunidade americano. Só remam pra o quanto pior, melhor.

VÍDEO: Atacante do Bragantino fura quarentena e organiza festa que acaba com a polícia

O atacante Alerrandro, do Red Bull Bragantino, se envolveu em uma confusão que se tornou caso de polícia no final de semana, na cidade de Lavras, no interior de Minas Gerais. O ex-jogador do Atlético-MG furou a quarentena em razão do novo coronavírus, denominado Covid-19, e organizou uma festa com cerca de 30 pessoas. Após o incidente, ele se desculpou nas redes sociais.

O jogador alugou uma casa no final de semana e fez uma festa para cerca de 30 pessoas. Incomodados com o barulho e com a falta de respeito por não seguir as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do governo, que é de ficar em casa, vizinhos do imóvel chamaram a polícia. O jogador chegou a ser levado para a delegacia, mas foi liberado pouco depois.

Anteriormente, o Red Bull Bragantino, assim como a maioria dos clubes brasileiros, havia determinado que o atleta se preservasse e ficasse em casa, para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. O jogador de 20 anos foi multado pelo clube de Bragança Paulista (SP) pelo ato de indisciplina.

Alerrandro resolveu se manifestar e publicou um vídeo em que pede desculpas pelo ato. “Peço desculpas ao clube e ao torcedores. Em tempos de quarentena, ficar em casa, em isolamento, é necessário”, disse.


Isto É

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Adan Laranjeiras disse:

    A boçalidade juntamente com a ignorância e a soberba perdem feio para o Covid-19