Segurança

Helicóptero “Potiguar 01” retorna ao RN neste fim de semana

O helicóptero da Secretaria de Estado da Defesa Social e Segurança Pública do Rio Grande do Norte (Sesed RN), o “Potiguar 01”, chega nesta sexta-feira, 4, em Natal, após 18 meses de ausência.

O equipamento encontrava-se em manutenção no Ceará e ao que parece recebeu algumas melhorias que auxiliarão no trabalho da segurança pública. Uma das mudanças visíveis será a cor, pois a aeronave foi repintada em um tom preto fosco.

Com Grande Ponto

Opinião dos leitores

  1. O governo de Temer liberou muitas verbas para a área da segurança em 2018. O nosso helicóptero foi revisado com recursos garantidos por Temer e Robinson.

  2. E o gabinete “paralelo” do genocida?
    Está em todos os sites, YouTube, CNN, GloboNews.
    O castelo começa a ruir…

    1. Se os vermes estão contra, o presidente está certíssimo. Fica cada vez mais evidente qual o lado certo. E vc está ajudando muito.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Televisão

Piloto é baleado de raspão após helicóptero que cede imagens a Record ser alvejado durante tiroteio na Mangueira; ‘inaceitável’, dizem associações de imprensa

Foto: Reprodução

Um helicóptero da TV Record foi alvejado e o piloto atingido de raspão quando sobrevoava o Morro da Mangueira, na Zona Norte do Rio, na manhã desta sexta-feira (28).

O piloto Darlan Santana foi ferido na panturrilha direita. Ele ainda conseguiu fazer um pouso de emergência no anexo do Estádio Nilton Santos, o Engenhão.

Após pousar, médicos do Samu prestaram os primeiros socorros. Darlan foi levado em seguida para o Hospital Salgado Filho, no Méier, na Zona Norte. Segundo a direção da unidade, seu estado de saúde é estável.

Uma foto tirada por um bombeiro mostra o vidro da frente do helicóptero quebrado.

O caso é investigado pela delegacia de São Cristóvão, que já solicitou uma perícia na aeronave para identificar qual foi o tipo de arma usada.

A Record informou que o helicóptero pertence a uma empresa que presta serviços à TV e que o piloto está bem.

Manhã de confrontos

Um intenso confronto ocorreu nesta manhã após policiais da UPP da Mangueira serem atacados por traficantes na Rua Visconde de Niterói, principal via que dá acesso à comunidade.

O tiroteio assustou moradores na região. Há relatos de pessoas que estavam com medo de sair de casa para trabalhar até em bairros que ficam no entorno da comunidade.

“Nunca ouvi tanto tiro assim desde que vim morar aqui”, disse uma moradora de Vila Isabel que mora no local há quatro anos.

‘Inaceitável’, dizem associações de imprensa

Em nota, associações ligadas ao jornalismo disseram, por meio de nota, ser “inaceitável” esse tipo de violência contra a imprensa. Confira abaixo a íntegra da nota:

“A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT), a Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER) e a Associação Nacional de Jornais (ANJ) consideram de extrema gravidade o atentado contra um helicóptero da Record TV, ocorrido nesta sexta-feira (28), no Rio de Janeiro.

A aeronave foi atingida por um tiro enquanto sobrevoava o Morro da Mangueira, onde acontecia uma operação da Polícia Militar, após agentes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) serem atacados por criminosos. O piloto Darlan Silva de Santana foi ferido na perna. Ele fez um pouso de emergência nas proximidades do estádio Nilson Santos, o Engenhão, e foi levado ao hospital.

É inaceitável que a imprensa seja submetida a este nível de violência.

ABERT, ANER e ANJ seguirão empenhadas em coibir toda e qualquer represália ao trabalho jornalístico e pedem providências imediatas às autoridades locais para o esclarecimento do caso e rigorosa apuração dos fatos”.

G1

Opinião dos leitores

    1. Acho que você está um pouco atrasado. Witzel sofreu impeachment a algum tempo.
      Seria interessante se atualizar antes de falar em defunto político.

    2. Foi uma ironia (até pq o impedimento foi uma notícia amplamente divulgada), na próxima deixo um marcador de ironia.

  1. Uma das estratégias usadas em países socialistas e comunistas é desacreditar a polícia e as forças armadas, para que sejam substituídas pelas milícias do ditador e nas forças armadas ocorra a expulsão de todos que não se alinham e se submetem ao regime totalitário. Faz tempo que no Brasil, toda e qualquer bala perdida é imediatamente atribuída pela mídia aos policiais.
    Nunca a mídia mostrou cenas das pessoas mortas e torturadas nos morros pelos bandidos.
    Quantos jornalistas foram mortos nos morros e a mídia esqueceu deles?

  2. A nota, infelizmente, induz ao raciocínio que teria sido a polícia a efetuar o disparo. Deviam ter mandado aos meninos do molusco, para não fazer isso, o território é deles, as drogas são benéficas, a comunidade agradece, todos ficaríamos contentes.

  3. Já passou da hora do presidente mandar o exército ocupar os morros dominados pela narcomilícia do Rio.

    1. Se ele mandar, os amigos dele não vão gostar.
      Milícia com milícia se entendem.

  4. A imprensa não lamentou que apenas um policial tivesse morrido no confronto de uns dias atrás? Deveria tá lamentando a bala que o bandido gastou.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Helicóptero da Record é atingido por tiro e faz pouso emergencial no Rio; aeronave cobria intenso tiroteio na comunidade da Mangueira

Foto: Reprodução/Internet

Um helicóptero da Tv Record teve que fazer um pouso de emergência no campo anexo do Estádio Nilto Santos (Engenhão), após ser atingido por um tiro na manhã desta sexta-feira (28). As informações são da Band News.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar socorro ao piloto da aeronave , que foi atingido na perna. O quadro de saúde do piloto é estavel.

A imprensa acompa a operação realizada na comunidade da Mangueira , após agentes da UPP serem atacados por criminosos. Ainda não há detalhes de onde partiu o disparo.

A Record ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Último Segundo – IG

Opinião dos leitores

  1. Eu pensava que o nosso presidente iria mudar isso. Mas não vejo nenhuma ação dele no sentido de mobilizar as forças contra o crime no RJ. Nem comentar ele comenta…..por que será???

    1. Está mudando. Só no Jacarezinho tombaram 27 CRIMINOSOS, mas os esquerdopatas iguais a você, logo levantaram a bandeira gritando que foi um massacre. Bandido bom é bandido debaixo de 7 palmos do chão.

    2. As intervenções da policia civil do estado do Rio de Janeiro têm feito a diferença. Quando Temer esteve no poder determinou intervenções do exército nas áreas dominadas pelas narcomilícias.

  2. Era pra ter sido o globocop, só assim a rede globo faria uma matéria expondo o verdadeiro lado perigoso dos traficantes.

  3. Mais o pessoal da imprensa não gosta tanto de bandido, critica tanto a policia e agora vão procurar quem? vai atrás de quem atirou e conversar para socializar eles são vitimas da sociedade.

    1. O porteiro do morro vai dizer que ouviu a voz do Bolsonaro antes do helicóptero ser atingido, conforme notícia do Jornal Desce_o_pau.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Operação da PM e Polícia Civil no Passo da Pátria, em Natal, contou com helicóptero cedido pelo Governo da PB

A operação do Batalhão de Choque da Polícia Militar, junto com o BOPE e a Polícia Civil, no Passo da Pátria, na Zona Leste de Natal, na manhã desta sexta-feira(23), que resultou na morte do suspeito de matar um cabo da PM na Avenida Engenheiro Roberto Freire, e ainda no óbito de um segundo, também chama a atenção para um detalhe: o uso de um helicóptero cedido pelo Governo da Paraíba.

“Agradecemos a dedicação incansável da Polícia Civil, BOPE, ao CBOM e o Governo da PB que cedeu o Helicóptero para operação, tudo coordenado pela SESED”, destacou o Instagram do Batalhão de Choque da PM do RN.

Opinião dos leitores

  1. Quando morre um PM em desvio de função a “culpa” é do governo do PT. Quando morre em “confronto” um “cidadão”, a culpa ainda é do governo do PT?
    Tem gente que vai dizer que foi uma execução, sendo assim, culpa dos Ptralhas.

  2. Observador, que não observa nem a sombra dele, acho que você sabe o que aconteceu com o Potiguar 01 né, derrubado dentro do próprio quartel por uma PM? E para melhorar, um helicóptero zero, que os inteligentes da época não fizeram se quer seguro.

  3. E ainda tem provinciano que acha ruim quando falamos que a PB, está deixando o RN no chinelo. Cadê o tal do Helicóptero Potiguar? poderia até está auxiliando na distribuição de vacinas.

    1. Aguardando a finalização do processo de seguro, para poder voltar a voar…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

FOTOS E VÍDEO: Helicóptero da Nasa, Ingenuity faz história com 1º voo sobre Marte

Fotos: Nasa/Twitter/Reprodução/JPL Caltech

A Nasa reportou na manhã desta segunda-feira (19) o sucesso da missão não tripulada de exploração da superfície de Marte com o helicóptero-robô Ingenuity. Segundo a agência espacial dos Estados Unidos, a aeronave decolou e pousou em segurança. Este foi o primeiro voo controlado por um veículo sobre a superfície de outro planeta. (Veja vídeo AQUI via CNN Brasil).

“Agora podemos dizer que seres humanos voaram em uma aeronave em outro planeta”, disse MiMi Aung, gerente de projeto da Ingenuity no Laboratório de Propulsão a Jato (JPL). A Nasa avalia que o sucesso da missão pode abrir caminho para novos projetos de exploração de Marte e outros planetas do Sistema Solar, como Vênus e Titã, a lua de Saturno.

Os gerentes da missão no Laboratório de Propulsão a Jato viveram momentos de euforia, com aplausos e gritos de comemoração, quando os dados de engenharia enviados de Marte confirmaram que o helicóptero de dois rotores de 1,8 kg havia realizado seu voo inaugural de 40 segundos conforme o planejado cerca de três horas antes.

O helicóptero robô foi programado para subir 10 pés (3 metros) em linha reta para cima, depois pairar e girar no lugar sobre a superfície marciana por meio minuto antes de voltar e pousar em suas quatro pernas. A Nasa transmitiu imagens do voo durante a cobertura do evento.

CNN Brasil, com Reuters

Opinião dos leitores

  1. O homem está preso na Terra. Não sai de jeito nenhum. Poderíamos estar investindo esses bilhões de dólares gastos com isso, para tentar resolver os problemas urgentes aqui na Terra. Fome, meio ambiente por exemplo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

FOTO: Helicóptero do Ibama cai em combate a fogo no Pantanal e bombeiro militar morre; ministro manifesta solidariedade

Foto: Reprodução

Um helicóptero do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) caiu em uma área alagada por volta das 11h desta segunda-feira (30) no Pantanal, próximo a divisa dos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Um militar dos Bombeiros do Pará morreu.

Segundo informado por fonte do Corpo de Bombeiros do MT à CNN, o aparelho foi encontrado às 4h desta terça sem o comandante Mauro Tadeu, de 54 anos. Seu corpo só foi localizado horas depois. As causas do acidente ainda são desconhecidas.

Segundo informado pelos Bombeiros, o militar atuava no combate aos incêndios que ocorrem no Pantanal. O helicóptero caiu durante a manobra conhecida como “bambi”, em que é feita a coleta de água para lançar no fogo. Para realizar esse processo, a aeronave mergulha uma bolsa de captação em uma lago, enche o equipamento e leva até o fogo.

Ainda de acordo com os Bombeiros, o comandante já estava habituado a atuar na região. Na operação, ele operava o helicóptero sozinho em razão do tipo de missão: o chamado “fiel”, um auxiliar na pilotagem, é dispensado para diminuir o peso do aparelho.

O Ibama explicou à CNN que o piloto era contratado por uma empresa terceirizada, que presta serviço ao instituto. Segundo a assessoria do órgão, o piloto era experiente e havia executado a manobra corretamente, até perder contato com a tripulação que estava em solo.

Ainda de acordo com as informações preliminares do Ibama, a equipe que estava em solo relatou ter ouvido, pelo rádio, gritos do piloto de que estava prestes a cair, logo antes de perderem a comunicação: “Estou caindo!”. Em seguida, foi ouvido o forte estrondo da queda.

O Protocolo de Busca e Salvamento foi acionado pelo Ibama junto à Aeronáutica e, portanto, a FAB responde pela investigação das causas do acidente.

A operação aérea de combate às queimadas teve de ser interrompida no Parque Nacional do Pantanal Matogrossense, devido à queda do avião. Segundo o Ibama, o enfrentamento ao incêndio na região segue agora apenas com agentes combatendo as chamas em solo.

O Corpo de Bombeiros do Pará informou, por meio de nota, que Tadeu era coronel da reserva e pertenceu ao quadro de saúde da corporação, como odontólogo, onde serviu por 19 anos. Atualmente, trabalhava como piloto comercial em uma empresa privada de aviação e serviços aéreos.

Salles lamenta

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, manifestou hoje (1º) solidariedade pela morte do comandante Mauro Tadeu da Silva Oliveira, ocorrida ontem (30) em um acidente com o helicóptero do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A aeronave caiu quando sobrevoava o Parque Nacional do Pantanal Mato-grossense, em operação de combate aos incêndios florestais. O piloto estava sozinho.

“Transmito à família e amigos do comandante Mauro Tadeu da Silva Oliveira sentimentos de pesar e nossas orações. Faleceu em acidente com helicóptero do Ibama, no cumprimento da brava missão de combate aos incêndios florestais no Parque Nacional do Pantanal Mato-grossense”, escreveu Salles, em mensagem nas redes sociais.

CNN Brasil

 

Opinião dos leitores

  1. Até nisso esse ministro da azar . O cabra incompetente . Também auxiliar de TONHO DA LUA , não escala um . Tudo fraco

    1. Esse rabugento pixuleco apareceu ??
      Não quis comentar a derrocada do PT né rancento?
      Vai cagar rabugento.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

Áudio de helicóptero que vitimou Kobe Bryant é divulgado: ‘N72EX está em um nível baixo para seguir voo’

Foto: MARK RALSTON / AFP

O helicóptero que caiu e transportava o ex-jogador de basquete Kobe Bryant, a sua filha Gianna Bryant e mais sete pessoas, na manhã de domingo, teve o áudio e dados divulgados nesta segunda-feira. O modelo S-76, registrado como N72EX, teve um último contato com a torre de controle de Los Angeles no momento em que sobrevoava sobre Calabasas, na Califórnia (EUA), quando estava voando em condições visual especial a 1.500 pés (450 metros).

Conforme o áudio divulgado pela “VASAviation”, logo após ter seu controle repassado ao Southern California Terminal Radar, o helicóptero perdeu contato via rádio, possivelmente porque voava abaixo do normal, o que comprometeu a propagação das ondas de rádio. O controlador informou antes da queda que o N72EX estava sobrevoando abaixo do ideal para aquela área.

“Você ainda está em um nível baixo para seguir um voo neste momento”, diz o controlador.

Menos de um segundo depois que a transmissão, o controlador perde o contato da aeronova no radar, mostrando que a mesma havia colidido em um terreno. O acidente pode ser classificado como CFIT, acrônimo em inglês para “Colisão com o Solo em Voo Controlado”. Esse tipo de acidente ocorre quando a aeronave está com todos seus equipamentos e sistemas funcionando normalmente, mas o piloto colide inadvertidamente com o solo.

A causa mais comum para esta ocorrência é o fator humano. Isso pode variar desde uma incorreta leitura dos dados, o desconhecimento da área sobrevoada e até completa desorientação espacial. No caso de um voo SVFR, onde uma mudança abrupta de condições visuais é possível, o piloto pode ter perdido sua referência imediata com o solo, sem tempo suficiente para corrigir a rota.

Segundo as Regras Gerais de Operação e Voo (14 CFR Part 91) não é proibido que um helicóptero SVFR voe quando a visibilidade for inferior a 1 milha. Porém, o piloto é responsável por manter a separação vertical e horizontal do terreno. Por voar sob condições especiais, sem estar operando instrumentos, não existe vetoração do controle de tráfego aéreo, aumentando a exigência de consciência situacional por parte do piloto.

Empresa vai investigar caso

A Lockheed Martin, dona do Sikorsky S-76B, a marca do helicóptero que transportava Bryant, sua filha e outras seis pessoas, informou que abriu uma investigação para apurar as causas do acidente.

“Estendemos nossas mais sinceras condolências a todos os afetados pelo acidente de hoje com o Sikorsky S-76B em Calabasas, Califórnia. Entramos em contato com o NTSB e estamos prontos para fornecer assistência e suporte às autoridades investigativas e ao nosso cliente. A segurança é a nossa prioridade; se houver alguma descoberta acionável da investigação, informaremos nossos clientes do S-76′, comunicou a empresa pelas redes sociais.

Extra – O Globo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Potiguar 01 realiza transporte aeromédico de paciente de Currais Novos para Natal

Potiguar 01 (1)

Foto: Divulgação/PMRN

Profissionais do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), por meio da tripulação do helicóptero Potiguar 01, da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), realizaram neste domingo (7) o transporte aeromédico de um paciente de 40 anos, vítima de quadro grave de traumatismo craniano após acidente com bicicleta, de Currais Novos para Natal.

A transferência do paciente foi considerada delicada e necessária para salvar a vida do paciente. Ele foi entregue aos cuidados das equipes médicas do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Polícia prende piloto de helicóptero suspeito de comandar sequestro de sogra de chefe da F-1

A Polícia Civil de São Paulo prendeu na manhã desta segunda-feira o suspeito de ser o mandante do sequestro de Aparecida Schunck, sogra do CEO da Fórmula-1, o empresário inglês Bernie Ecclestone. Jorge Eurico da Silva Faria é piloto de helicóptero e trabalhava para Ecclestone quando ele vinha ao Brasil. Sequestrada dentro de casa no dia 22 de julho, na Zona Sul de São Paulo, ela foi libertada de um cativeiro no município de Cotia, na Grande São Paulo, na noite deste domingo

Aparecida chegou à delegacia em SP na noite de domingo para prestar depoimento

– Ele servia o Bernie Ecclestone nos eventos da Fórmula 1 aqui em São Paulo. Como ele fazia esse trabalho já há algum tempo, conhecia um pouco da rotina da família da dona Aparecida. Não se mostrou surpreso no momento da prisão – afirmou o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Mágino Alves Barbosa Filho.

Faria foi preso em flagrante nesta manhã em casa, na Granja Vianna, bairro luxuoso de Cotia, cidade da Grande São Paulo. Segundo o secretário, a polícia já tinha indicativos de sua participação no sequestro, mas ele também foi apontado por um dos suspeitos de executar o crime.

Além dele, a polícia prendeu dois suspeitos de executar o sequestro de Aparecida. Davi Vicente Azevedo foi localizado em casa e Vitor Oliveira Amorim no cativeiro onde Aparecida era mantida há nove dias, numa chácara em Cotia. Ambos já tinham passagens por roubo. A polícia não descarta o envolvimento de outras pessoas.

– A vítima graças a Deus saiu ilesa e não houve pagamento de resgate – afirmou o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

De acordo com o secretário, ela não relatou maus tratos no cativeiro. Segundo a polícia, a comunicação dos criminosos com a família para negociar o resgate era feita por e-mail. O valor exigido pelos criminosos não foi revelado

O Globo

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Helicóptero de Deputado apreendido com cocaína era abastecido com dinheiro da Assembleia

O deputado estadual Gustavo Perrella (SDD) usou verbas indenizatórias da Assembleia Legislativa de Minas Gerais para abastecer o helicóptero apreendido no último fim de semana com 443 quilos de cocaína.

O Ministério Público Estadual instaurou procedimento para investigar o uso de recursos públicos na compra de combustível para a aeronave – que pertence à empresa de familiares do pai dele, o senador Zezé Perrella (PDT) – e para o pagamento do piloto Rogério Almeida Antunes, que foi preso com a droga.

Nesta quinta-feira, 28, a Mesa Diretora da Assembleia mineira decidiu proibir o reembolso de abastecimento de aeronaves. De acordo com os dados de prestação de contas da Assembleia Legislativa relativos à verba indenizatória, Gustavo Perrella gastou, apenas em 2013, pouco mais de R$ 40 mil com combustível.

Deste total, R$ 14 mil são referentes a notas para reembolso de gastos com querosene para abastecimento do helicóptero Robinson R-66, de propriedade da Limeira Agropecuária e Participações Ltda., fundada pelo pai do deputado. Atualmente, a empresa tem como sócios Gustavo, sua irmã Carolina Perrella e um primo deles, André Almeida Costa.

A assessoria do parlamentar alegou que o regimento do Legislativo “permite a todos os deputados estaduais” usar até R$ 5 mil por mês para abastecimento “de veículos e aeronaves”. “Conforme pode ser verificado pelas notas fiscais arquivadas na ALMG, o deputado utilizou a verba para abastecimento de seus veículos e aeronave somente para fins parlamentares em visitas às bases eleitorais, distribuídas em cerca de 150 cidades em várias regiões do Estado”, diz a nota.

O texto afirma ainda que, em novembro, “não foi pago com verba pública nenhum abastecimento da aeronave do deputado”. O parlamentar, no entanto, tem 90 dias para apresentar as notas para reembolso.

O uso de verba indenizatória para abastecer a aeronave particular já levou o Ministério Público a instaurar investigação também contra Zezé Perrella relativa ao período em que o atual senador ocupava cargo de deputado estadual em Minas, na legislatura anterior.

Segundo o promotor Eduardo Nepomuceno, o procedimento está “bem adiantado” e o senador pedetista e ex-presidente do Cruzeiro deverá ser alvo de ação por improbidade administrativa.

Gustavo Perrella, além de utilizar a verba indenizatória para abastecer o helicóptero, indicou Rogério Antunes para um cargo na 3.ª Secretaria da Mesa, ocupada pelo deputado estadual Alencar da Silveira Júnior (PDT). O piloto só foi exonerado após a divulgação de que ele era funcionário da Casa, dois dias depois de ser preso em flagrante com mais três pessoas no município de Afonso Cláudio (ES).

‘Farinhaço’. Nesta quinta, dezenas de pessoas promoveram um “farinhaço” na Assembleia. Eles espalharam farinha de trigo nas escadarias e na entrada da Casa, em referência à cocaína apreendida no helicóptero.

Após o protesto, a Assembleia divulgou nota informando que a Comissão de Ética e Decoro Parlamentar do Legislativo mineiro vai realizar “todas as apurações necessárias” sobre o caso.

Estadão

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Helicóptero da Polícia do RN está parado no Ceará por causa de dívidas de manutenções anteriores

A “maré não está para peixe” na Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesed). O episódio da vez, de acordo com matéria publicada pelo portal G1-RN, é o Helicóptero Potiguar I, fora de operação desde o fim de agosto, para serviços de manutenção, e que se encontra parado na cidade de Fortaleza-CE.

Com objetivo de modernização do único helicóptero da Sesed, para a instalação de um imageador aéreo, voltado para a Copa do Mundo 2014, e capacidade diurna e noturna, com sensor de infravermelho e mapas digitais, esta primeira “missão” ficou suspensa, simplesmente, por terem sido constatadas duas dívidas referentes a manutenções anteriores em aberto, que soma R$ 260 mil.

Para a instalação do imageador e o retorno ao Estado, para que volte a ficar disponível, a Sesed já participou de reunião com o secretário de Segurança Pública, Aldair da Rocha, e o secretário de Planejamento e Finanças, Francisco Obery Rodrigues, para tratar da quitação das dívidas.

Opinião dos leitores

  1. Mas pras "missões" realizadas pela Governadora em Mossoró no período de campanha da Prefeita atual, não faltava dinheiro, hein?
    QUERO VER SE O TRE TERÁ A CORAGEM DE INOCENTÁ-LA COM TANTAS PROVAS EM SEU DESFAVOR!

  2. A manutenção deviam cobrar dos responsáveis e da tripulação que derrubaram o helicóptero ha alguns anos atras e nunca pagaram por isso. Pelo que lembro na filmagem que apareceu em alguns canais de TV na epoca (menos no SBT) estavam brincando com uma aeronave de 6 milhoes de reais sem seguro: uma pretensa piloto(a) sem curso de pilotagem e um graduado que tinha alguma experiencia. Dizem que a pretensa piloto é esposa de XXXX e que nao podia mais estar na XXXX de acordo com o STF, nunca foi cumprido a determinação XXXXX, continuou mesmo assim na XXXX e nao vou dizer mais nada porque todo mundo sabe na XXXX. kkkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Helicóptero com inscrição da CHESF faz pouso forçado em campo de futebol em Caicó

helicopteroFoto: Cardoso Silva

Na manhã desta quarta-feira, (23), um helicóptero com inscrição da CHESF fez um pouso forçado em um campo de futebol localizado às margens da BR 427, e próximo ao açude Itans.

Segundo o radialista e blogueiro Sidney Silva, informações dão conta que faltou combustível na aeronave, por isso, o piloto teve que pousar. O combustível, por sua vez, chegou algum tempo depois através de um caminhão.

Opinião dos leitores

  1. Senhores,
    Vamos deixar de sensacionalismo barato!!! Procurem se informar da verdade. Isso é procedimento NORMAL em local onde não se tem abastecimento regular. A aeronave estava em missão e foi previsto este pouso para reabastecimento. NADA MAIS QUE ISSO.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Helicóptero de Dilma sofre nova pane em menos de uma semana

O helicóptero que levaria a presidente Dilma Rousseff na manha desta quarta-feira, do Palácio da Alvorada para a Base Aérea, sofreu uma pane elétrica. A presidente, que cumpre agenda em Natal, no Rio Grande do Norte, seguiu de carro para a base aérea. O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência deve dar detalhes sobre o problema no helicóptero presidencial no final do dia.

Essa é a segunda ocorrência de falha no helicóptero usado pela presidente Dilma em menos de uma semana. Na quinta-feira passada, um problema elétrico impediu a utilização da aeronave modelo H 34 (Super Puma). O helicóptero estava no pátio do Palácio Alvorada, residência oficial da presidente e foi consertado antes do meio-dia. Às 11h50m, a aeronave levantou voo.

Dilma não utiliza o helicóptero para se deslocar do Palácio Alvorada para o Palácio do Planalto, onde trabalha. A aeronave é usada geralmente para deslocamentos em distâncias maiores, como por exemplo, do Palácio Alvorada à Granja do Torto, outra residência oficial da Presidência.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Esse aparelho deveria dar uma pane qdo estivesse bem alto com ela dentro e na cia dos parceiros dela!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Risco: helicóptero usado pela presidente Dilma apresenta problemas na parte elétrica

16_00_13_586_fileO helicóptero usado pela presidente Dilma Rousseff para fazer o trajeto entre a base aérea e o Palácio da Alvorada, em Brasília, apresentou problemas na parte elétrica, nessa quinta-feira (26).

A presidente chegou de madrugada da viagem que fez à Nova York, onde fez o discurso de abertura da Assembleia-Geral da ONU (Organização das Nações Unidas).

No entanto, nas primeiras horas da manhã o helicóptero ainda estava parado no jardim da residência oficial da presidente.

O fato chamou atenção porque, normalmente, o helicóptero apenas deixa a presidente em casa e retorna para a base aérea. Mas, desta vez, a aeronave precisou passar por manutenção antes de decolar.

De acordo com a assessoria de imprensa da Presidência da República, houve um problema em um componente elétrico do helicóptero e o conserto foi feito imediatamente. No entanto, o Planalto não soube dizer se o defeito comprometeu o pouso da aeronave e se colocou em risco a presidente e demais passageiros do helicóptero.

Procurada pela reportagem R7, a FAB (Força Área Brasileira), responsável pelo helicóptero usado pela presidente Dilma, ainda não se pronunciou.

R7

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Tragédia: Jovem morre ao ser atingido pelo próprio helicóptero de controle remoto

Untitled-5Um jovem de Nova York morreu nesta quinta-feira depois de ser atingido na cabeça por um helicóptero de brinquedo acionado por controle remoto que estava voando em um parque da cidade, informou a polícia.

Roman Pirozek, 19 anos, sofreu a lesão fatal na cabeça no Parque Calvert Vaux, no Brooklyn, disse a polícia. Testemunhas disseram à polícia que o helicóptero que o jovem comandava o atingiu e cortou parte de sua cabeça.

Pirozek parecia ser um ávido entusiasta dos helicópteros em miniatura de controle remoto. Vídeos postados por Pirozek no YouTube e fotos em sua página no Facebook mostram ele trabalhando nas máquinas. O Parque Calvert Vaux é apontado pela cidade como um “Campo de Aeromodelismo” para entusiastas.

Terra e R7

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Brincadeira mortal: Homem morre ao ser atingido pelo próprio helicóptero de controle-remoto

homem-morre-ao-ser-atingido-pelo-proprio-helicoptero-de-controle-remotoUm homem de 41 anos foi atingido pelo seu próprio helicóptero de controle remoto em Lucerna, na Suíça, e acabou falecendo. O rapaz, que não teve seu nome divulgado, foi encontrado por um pedestre que avisou à polícia.

O homem tinha cortes nos braços e na cabeça, e ao lado do corpo foi encontrado um helicóptero em miniatura de modelo Gaui X7, que custa o equivalente a R$ 2,8 mil.

O modelo na imagem tem 1,34 metros de comprimento, pesando 2,3 Kg. Suas hélices podem chegar a 400 Km/h.

R7

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *