PF apreende HD com grampos telefônicos de advogados de Lula feitos por Moro

O advogado Cristiano Zanin Martins defende o ex-presidente Lula O advogado Cristiano Zanin Martins defende o ex-presidente Lula | Geraldo Bubniak//O GLOBO

Durante as buscas feitas nesta quarta-feira (8) no âmbito as operação E$quema S, que apura desvios do Sistema S, a Polícia Federal levou a única cópia que os advogados de Lula tinham dos grampos telefônicos de seus escritórios feitos pela Lava-Jato de Curitiba.

O material, que estava em um HD externo, continha 23 dias de interceptações telefônicas do principal ramal do escritório de Roberto Teixeira e Cristiano Zanin Martins, feitas em 2016, por determinação do então juiz Sergio Moro. Nos áudios, há conversas entre advogados do ex-presidente e também de Zanin Martins com o próprio Lula. Uma delas, inclusive, ocorreu em 16 de março daquele ano, quando Lula foi nomeado ministro da Casa Civil por Dilma Rousseff.

Em 2018, o Tribunal Regional Federal da 4a Região (TRF-4) atendeu a um pedido dos advogados de Lula e determinou a destruição das gravações. A corte também ordenou a exclusão do material do processo, já que os áudios se referiam a terceiros e não aos investigados. Antes de o material ser destruído, a defesa de Lula fez uma cópia do conteúdo. Os grampos estavam guardados na casa de Cristiano Zanin, mas foram levados hoje pelos investigadores.

Bela Megale – O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos Brasileiro disse:

    Lascou tudo!!!

  2. GUEDES disse:

    Esse tal de Lula é o cara, até os advogados dele são ladrões, será que aprenderam com ele