Judiciário

Gilmar Mendes decide em até 2 meses se estende parcialidade de Moro a demais casos com Lula

Foto: Amanda Perobelli/Reuters

Relator dos demais pedidos sobre a parcialidade de Sergio Moro na Lava-Jato, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes vai avaliar, nos próximos dois meses, se estenderá a suspeição do ex-juiz a outros processos que miram Lula. A defesa do ex-presidente pediu ao ministro que estenda a parcialidade de Moro decretada pela Segunda Turma no caso do triplex a três processos que foram transferidos de Curitiba para a Justiça Federal de Brasília.

Uma das ações diz respeito ao sítio de Atibaia (SP) atribuído a Lula e as outras duas a transações entre a Odebrecht e o Instituto Lula. Gilmar garante a interlocutores que, no primeiro semestre, vai decidir o caso. O ministro votou a favor da suspeição de Moro no processo do triplex e desponta, com Ricardo Lewandowski, como um dos magistrados mais críticos a Moro e à Lava-Jato no STF.

Lula e seus advogados estão otimistas e acreditam que Gilmar estenderá a suspeição aos demais casos já que Moro atuou em todas as ações. Com isso, o juiz que recebe as investigações não pode usar nenhum material produzido pela Lava-Jato de Curitiba nos processos em que Moro for decretado suspeito. Isso já está imposto no caso do triplex do Guarujá.

Para aliados de Lula, outro ponto que pesa a favor de Gilmar estender a suspeição de Moro aos demais casos do petista é a confirmação da parcialidade do ex-juiz pelo plenário da corte. Na semana passada, por uma placar de 7 votos a 2, foi mantida a suspeição. Mesmo com a maioria formada a favor de Lula, Marco Aurélio Mello pediu vista e o julgamento foi adiado. Gilmar vai esperar que o processo seja devolvido ao plenário para decidir sobre os pedidos de extensão.

Bela Megale – O Globo

Opinião dos leitores

  1. Parabéns, Lourdes Siqueira e Eduardo, pelo comentário de vcs. Assino em baixo. João Macena.

  2. Parabéns Dra Roberta, a maioria dos jornalistas são arrogantes e militante de esquerda.
    E agi como jornazista.

  3. Eu só gostava desse Gilmar quando ele tinha entendimentos que tiravam Lula e Dilma do campo do jogo eleitoral. Agora eu não gosto mais.

    1. Infelizmente, o tempo das trevas voltaram, quando imaginávamos que já tínhamos superado o mal e o país começava a respirar os ares da justiça e do recomeço, já percebemos o retrocesso, e vemos nossa
      nação despencando no abismo e se espati
      fando nas rocha, tudo sob olhar sarcástico de Gilmar mende e cia, luladrão e o abobalhado Bolsonaro, tudo assistido pelo povo da nação mais tola da idade contemporânea, onde vivem a endeusar canalhas ladrões.

  4. Quando Lula bradou que os ministros do Supremo eram “covardes” que só “a Rosa tinha aquilo roxo”, ele tinha conhecimento do que estava falando. Cobrou postura dos capachos. Tudo de podre que cai nas mãos de Gilmar Mendes vira ouro. Rei Midas, transforma bandidos em inocentes. Se depender de Gilmar breve veremos Moro e todos da lava jato que resgataram bilhões dos ladrões ( acho que esse dinheiro é falso igual o do Geddel) presos e Lula, Renan, Cabral, Pezão, Cunha, Aécio, Temer de volta ao aconchego do STF. Já estamos vendo Renan relator de CPI, Aécio e Temer inocentes…E assim caminha a corrupção no Brasil….firme e mais forte.

  5. Alguém tem alguma dúvida que ele fará isso?
    O verdadeiro juiz parcial em todo esse caso se chama Gilmar Mendes. Impressionante o ódio que ele demonstra quando se refere ao Juiz Moro e os procuradores.
    Vc já viu Moro dizendo questionando quem compraria um carro de Lula ou algum outro acusado da lava jato?
    Lamentável.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Artigo: Mutualismo Político, fator sobrevivência para Lula e Bolsonaro – por Thiago Medeiros

Numa passagem de 18 Brumário de Luís Bonaparte, Marx mostra como é frequente os atores de uma determinada época buscarem inspiração nos acontecimentos de outra. Cuidado que este texto não tem um viés de esquerda, mas acredito que sim, podemos utilizar diversos autores que estudaram e expressaram teorias sobre diversos acontecimentos. Mas você deve estar se perguntando, o que Marx tem a ver com o momento atual da nossa política? Então eu vou fazer um breve paralelo, associando as principais inspirações para projetos de poder, e prometo que ao final deste artigo você vai entender.

Após uma decisão do STF colocar Luiz Inácio Lula da Silva novamente no jogo político, o cenário eleitoral para 2022 começou a ser jogado de forma diferente. A entrada do petista mudou as narrativas e trouxe uma nova dinâmica. O lulismo é carregado de simbolismo, que desperta em uma parte da população uma inspiração para um futuro melhor e para outra representa tempos tenebrosos da nossa nação. O lulismo e o antipetismo deram vida, em 2018, ao bolsonarismo, movimento encabeçado por Bolsonaro que se aproveitou do momento da opinião pública que clamava por uma mudança em nossa política.

Durante sua campanha e também seu governo, o bolsonarismo se vale de uma volta a este passado para resgatar suas bases morais e também seu ideal de governo. Isso mantém de forma coesa uma clientela eleitoral que, faça chuva ou sol, sustenta as intenções de voto de Bolsonaro o suficiente para levá-lo ao segundo turno.

Bolsonaro deu vida ao lulismo antes mesmo da decisão do STF. A sobrevida que hoje Lula ganhou e ganha é lastreada por palavras e ações de Bolsonaro e seu governo. Colocados em polos opostos, esses dois modelos – lulismo e bolsonarismo – têm uma relação ecológica de sobrevivência.

Na natureza, existem diversos tipos de relações entre os seres vivos. Algumas inspiram competição e outras uma espécie de cooperação, o mutualismo é uma dessas, onde há benefício para ambos. O mutualismo é uma associação imprescindível, pois ela garante que os dois animais envolvidos sejam beneficiados e sobrevivam.

Vamos descrever então essa relação de mutualismo entre o lulismo e o bolsonarismo. Sim, primeiramente começo com a afirmação que um precisa do outro para sobreviver. Eles representam visões de um Brasil que tem sido apresentada de modo antagônica, claro que cada um deles ressalta as suas qualidades e aponta os defeitos do seu oponente. Voltando a Marx, citado no início desse texto, o lulismo volta ao passada numa narrativa do resgate de uma época de ouro, onde para eles a redução da desigualdade social, liderança para enfrentar os desafios, crescimento econômico, dentre outros são as virtudes necessárias para levar o País para um futuro melhor, diante dos desafios de um Brasil pós-pandemia.

Assim, o lulismo, numa comparação ao momento atual do Bolsonarismo, se apresenta como um tipo de espécie mais preparada, uma alternativa positiva. Do outro lado do polo, esse mesmo passado é usado para o bolsonarismo ficar raízes e florescer na mente das pessoas. Para ele, o passado petista representa negatividade, voltar a ele significa um retrocesso dentro daquilo que tem sido conquista, principalmente referente aos valores morais e também na luta contra o comunismo e corrupção. Dessa leitura do passado são resgatadas as lembranças que nutrem o bolsonarismo e enfraquece o lulismo.

Sendo assim, ter um Bolsonaro com monopólio da direita e um Lula apoiado por grande parte da esquerda pode indicar uma eleição polarizada, mas também é bom para chacoalhar a turma da terceira via. Não será fácil, um caminho possível seria buscar um público mais cansado com essa polarização, da esquerda com o lulismo e à direita com o bolsonarismo. Mas até agora nenhuma das figuras apresentadas como alternativa para comandar essa tentativa – Mandetta, Ciro Gomes, Tarso Gereissati, Luciano Hulck, Eduardo Leite, João Dória e até o Danilo Gentili – demonstrou capacidade de emplacar uma viabilidade.

Você muito ouvirá sobre antibolsonarismo e antilulismo (antipetismo). Eles serão como índices na bolsa de valores. O aumento de um significa o avanço do outro polo sobre a mente das pessoas. Porém aqui faço uma ressalva, durante este processo podemos ter diante do jogo os dois lados jogando cada vez mais para os extremos, e isso pode aumentar em mesma proporção as duas rejeições, favorecendo assim uma outra via. Mas caso tenhamos uma polarização, esses dois entes precisam manter uma estabilidade de sobrevivência para essas rejeições. Elas serão fundamentais para criar um clima possível de triunfo de sua espécie.

Ambos jogam num campo que satisfaz suas bases eleitorais, e esperam a aderência das demais classes com o passar do tempo, e também na sua viabilidade diante do possível fracasso o oponente. O mutualismo aqui não significa que não haverá competição, porém quero demonstrar que as duas visões de mundo, os dois projetos precisam um do outro para chegarem competitivos em 2022. Até o final do primeiro turno, Bolsonaro será o maior cabo eleitoral de Lula e vice-versa.

Se atacando e não deixando espaços para uma nova narrativa se estabelecer. Cada um dominando a sua faixa do campo, bolsonarismo e lulismo precisam de um ambiente “hostil” de disputa para garantir que suas agendas sigam despertando interesse. Para quem não se encontra satisfeito com essa posição, resta esperar e tentar encontrar uma melhor solução.

Pode ser que uma hora ela apareça. Pode ser que não.

Thiago Medeiros – Publicitário e Sociólogo.

Opinião dos leitores

  1. A anulação do processo do Lula pelo STF, é mais uma tentativa de manter essa estrutura arcaica e o status quo dos privilégiados retrógrados parasitas da nação. Sem o luladrão nas eleições, estava se desenhando uma vitória avassaladora de um grupo de gestores que com certeza, e pelas experiências vividas e obtidas pela lava jato, iria intervir em toda a administração, onde vícios e desvios anti democráticos são as linhas gerais de atuação. Assim tentam polarizar, entre o Bolsonaro, incompetente gestor do Brasil, onde o congresso e stf ditam o destrambelhado rumo da nação, ao mesmo tempo que mantém os privilégios desses detentores do poder com sua pesada estrutura viciada e ineficiente, afundando o país e alijando os brasileiros das mínimas condições de sobrevivência, por outro lado, se conseguirem eleger o luladrão, aí sim, essas benesses continuaram por mais tempo, e na mesma linha administrativa já desnudada pela lava jato. Portanto essa é a cartada final desses sem escrúpulos, só não sabemos se o povo permitirá, ou exigirá um Moro na presidência, desmoronando todo um castelo habitado por esses maus feitores. Sim, porque se Moro toma as rédias desse país, esses corruptos irão ser desalojados do poder e pagarão por todos os maus feitos.

  2. Acredito que essa briga entre os dois, pode destruir um dos lados e levar os dois juntos. Acredito na terceira via.

  3. Provavelmente esse mesmo “mutualismo” é que irá livrar ambos os lados de punição por seus atos criminosos.

  4. Excelente texto! Diria que até os matemáticos de plantão reconhecem os fortes lampejos de raciocínio lógico na brilhante narrativa! Penso diferente de muitos, apenas na questão da polarização paupérrima. Somente a ignorância, o fanatismo ou a “lei do Gerson” podem lastrear um lado dessa polarização midiática. O outro, apesar da pandemia, apesar da torcida e “Ricuperada” invertida de grande parte da mídia, “o que é ruim se fatura e se divulga”, o atual Governo interrompeu um ciclo de mal feitos e devolveu esperança para uma bela e próspera nação chamada BRASIL! Pensemos nisso!

  5. Esse posa de isentão.
    Fazendo de conta que Lula não criou o foro de São Paulo e é a maior ameaça para o futuro do país.
    Nem implantou o comunismo ainda e conseguiu escapar das condenações…
    Na Venezuela começou assim.
    Hugo Chaves e Msduro colocaram gente de confiança na suprema corte.
    Comunismo é atraso e ditadura.
    Cuba, Venezuela z Nicarágua e Bolívia já caíram nessa arapuca.
    E no Brasil aparecem esses discursos para tentar desmoralizar o único político inimigo do Foro de São Paulo.
    Os outros são aliados do Foro de São Paulo. .
    Doria, Rodrigo Maia, Ciro Gomes, Luciano Huck…

  6. Não acho que existe o Bolsonarismo. Ele foi criado pelo anti Petismo. E da mesma maneira que surgiu, vai desaparecer.

  7. Parabéns pelo artigo. Que sirva de reflexão pra que muitos possam entender que pra Lulaladrao e pro MINTOmaníaco interessam e muito essa polarização nefasta entre eles que só levam o país a um destino pior do que já tivemos e temos atualmente pois eles São farinha do mesmo saco!

  8. A nova política ainda não chegou. Os dois representam a divisão e conflito entre o povo brasileiro. Precisamos de um diploma, pacificador, competente, honesto e cristão.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

PRIMEIRA SONDAGEM APÓS DECISÃO DO STF: Lula venceria Bolsonaro em 2022, na margem de erro, diz pesquisa Exame/Ideia

Foto: Reprodução/Exame

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceria Jair Bolsonaro (sem partido) em um eventual segundo turno, caso as eleições fossem realizadas hoje. O petista aparece com 40% das intenções de voto, e o atual presidente com 38%. Apesar de estar dentro da margem de erro, que é de três pontos percentuais para mais ou para menos, é a primeira vez que Lula aparece vencendo a disputa pela cadeira presidencial.

Os dados são da mais recente pesquisa EXAME/IDEIA, projeto que une Exame Invest Pro, braço de análise de investimentos da EXAME, e o IDEIA, instituto de pesquisa especializado em opinião pública. O levantamento ouviu 1.200 pessoas entre os dias 19 a 22 de abril. Clique aqui para ter acesso ao relatório completo.

A sondagem é a primeira após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que anulou as condenações contra Lula. Como consequência, o ex-presidente se tornou elegível novamente. Apesar de oficialmente não confirmar que vai concorrer a um terceiro mandato, ele deu uma série de entrevistas nas últimas semanas em um tom de pré-candidato.

“Essa mudança de posição entre Lula e Bolsonaro podemos fazer uma relação com a avaliação de governo, que atravessa o pior momento. Os motivos dessa avaliação ruim são reflexo dos altos números de mortes e de casos de coronavírus. Também tem a questão da economia, que ainda patina, apesar de já percebemos em algumas regiões uma melhora na avaliação em função do auxílio emergencial, a exemplo no Norte do país”, explica Maurício Moura, fundador do IDEIA, instituto de pesquisa.

Mesmo no primeiro turno, também dentro da margem de erro, Lula aparece um ponto percentual à frente de Bolsonaro (33% a 32%). Também é a primeira vez que o atual presidente aparece atrás do petista. Na última pesquisa, feita no começo de março, o ex-presidente estava com 18% das intenções de voto no primeiro turno, contra 33% de Bolsonaro.

Foto: Arte/Exame

“É interessante perceber que a soma das outras para a candidatura, que incluem Luciano Huck, João Doria, João Amoedo, somam mais ou menos 26%, ou seja, dentro da margem de erro a somatória dessas candidaturas está praticamente empatada com Lula e Bolsonaro. Se houver uma convergência de nome, a terceira via se torna uma possibilidade real”, diz Moura.

O fundador do IDEIA ainda explica que houve uma mudança de voto em relação à última pesquisa, sobretudo da região Sudeste, maior colégio eleitoral. Lula tem 44% das intenções de voto, contra 32% de Bolsonaro. O petista também ganharia no Nordeste (44% a 30%). A situação se inverte nas outras três regiões. O atual presidente venceria com folga no Norte (63% a 19%), no Sul (47% a 34%), e no Centro-Oeste (54% a 29%).

A pesquisa também perguntou se o eleitor gostaria que o próximo presidente não fosse nem Lula, nem Bolsonaro. Do total de entrevistados, 41% concordaram com este frase. Há um mês, este grupo que quer uma terceira via representava 38% do eleitorado.

Exame

Opinião dos leitores

  1. KKKKKKKKKKKKKK…….SÓ SENDO MUITO INGÊNUO PARA ACREDITAR NISSO……BOLSONARO NÃO É UM BOM PRESIDENTE, MAS POR CAUSA DISSO EU VOU COLOCAR O MAIOR LADRÃO QUE ESSE PAÍS JÁ TEVE PARA SUBSTITÍ-LO!???? SÓ UMA MULA PARA PENSAR DESSA FORMA.

  2. Uma pessoa que tem coragem de votar num canalha, cachaceiro, analfabeto, mentiroso, corrupto e lavador de dinheiro, chefe da maior ORCRIM de que se tem notícia na política nacional, é merecedor de todo tipo de sofrimento. De qualquer forma, esse tipo de pesquisa já é velho conhecido. Segundo tais pesquisas, Bolsonaro não teria sido eleito e o Brasil seria presidido pelo poste de bandido.

  3. É melhor já ir se acostumando…..O VÉI é duro….Quem não quiser cair se deite…..O choro é livre…..Se quiser pode chorar….LULA ESTÁ DE VOLTA!!!

  4. kkkkKkkk, tão com medo do juíz, nem colocaram na pesquisa. Moro 2022 pra botar ordem nessa muvuca, e bg pirar

  5. Na época de LULA: comércio vivia cheio e lotado, pobre com dinheiro na mão, pode deixar ele sair as ruas que os empresários saem pra abraçar o véi!

  6. kkkkkkkkkkkkk…….Daqui para eleições,toda “Pesquisa” vai dá o “Cachaça” com 20 pontos na frente,só quem acredita em pesquisa encomendada pelo Pt é a petralhada mesmo…..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  7. Para a boiada imunda não sofrer muito, vamos resolver no 1º turno.
    É bom para todos, até a transição de governo será mais tranquila.

  8. Ô país para gostar de da ibope para bandido, como um país desse é sério, quando um bandido analfabeto que foi condenado pode ser candidato a presidente de um país, só no Brasil mesmo.

  9. Vão ler o livro do esquerdista e ex presidente americano, Baraque Obama, lá ele diz quem é o senhor Lula sem deixar qualquer margem de dúvida. No livro está relatado o conhecimento de um ex presidente da esquerda, um dos homens mais bem informado do mundo. Por coincidência a mídia não fala desse livro de Obama, qual a razão?

    1. Eu li, lá não tem isso…vozes da sua cabeça. O Mesmo Obama que disse na frente dos principais líderes mundiais “Lula é o cara”.

    2. Volte ao ensino fundamental Greg, precisa aprender a ler e se der, aprenda a interpretar. O que Obana quis dizer com Lula é o cara? Nem Baiden dá voz a seu ex presidente. A verdade é devastadora pra vocês que precisam da ilusão para sobreviver.

  10. “Çei”!!!🤔 De acordo com as pesquisas Bolsonaro não foi nem eleito.🤣🤣🤣🤣🤭

  11. Mais uma pesquisa encomendada, comprada e publicada por instituto que se vendem facilmente. Foi realizada onde mesmo? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    É simples, manda esse candidato do instituto de pesquisa ir as ruas, fazer comício, andar no meio do povo. Essa é a pesquisa real, o resto é a mesma manipulação mentirosa de sempre, adotada pela esquerda desde 1990.
    Quem vota em bandido? Qual a necessidade de votar em ladrão? Qual o objetivo de votar em corrupto? Esse tem que ser o começo da abordagem quando se faz pesquisa. Depois pode vir tudo mais, as condenações, os processos criminais, as delações com o nome dele, toda quadrilha formada com os demais corruptos, a falência das estatais, desordem democrática, insegurança social, desemprego gerado a 13 milhões de brasileiros até 2013, volta da inflação, petrobrás dando prejuízo, correios falidos, fundos de pensão de todas as estatais com todo recurso retirado e tantas outras situações imorais, ilegais, contra a religião, contra o povo.
    Qual a razão desse candidato do IDEIA nunca ter desmentido todas as acusações que a família Odebrecht fez contra ele?

  12. Essa máfia das pesquisas tem que acabar. É preciso auditá-las de alguma forma. Nem precisa ser inteligente para notar o que vem sendo feito desde sempre com a manipulação dessas pesquisas. Lembrar que Bolsonaro perdia em todos os cenários do segundo turno nas últimas eleições presidenciais.

  13. Essa pesquisa é uma piada!!!!!!kkkkkkkkkkkkkk
    A pesquisa real saberemos quando este vagabundo ladrão do Lula, for para as ruas fazer os seus contatos com a população.

  14. Kkkkkkkkkkkkk…
    É verdade esse “bilete”.

    Segundo as pesquisas, Bolsonaro perdia até para Boulos em 2018. É só colocar os dois para andar nas ruas para ver. Quero ver Lula sair sem ser nos seus redutos militantes. Lula foi a maior farsa travestida de presidente que o Brasil já teve.

    Bolsonaro 2022!!

    Chora não, ruma de jumento adestrado de Lula.

  15. Da pena desse Brasil, veio de guerra….
    O Corrupto, candidato do STF, parece que tá se animado….

    1. Carlos, você vem aqui defender um cara condenado em 3 instâncias, aliado de Kadafi, Hugo Chavez, Maduro, Castro e outros ditadores sanguinários na África, e chama o outro de “burro”? É isso mesmo, pateta?

    1. Qualquer um dos dois, se andar nas ruas, longe dos seus seguranças e das suas claques organizadas, irá apanhar.

    2. Manda o Bozo sem sua tropa de segurança passar aqui na minha rua pra ver o que acontece
      🔪🔪🔪🔪

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Witzel volta a falar em perseguição de Bolsonaro, ‘cooptação’ de TJ, MP e Alerj e compara seu caso ao de Lula

Foto: Márcia Foletto / Agência O Globo

Um dia após ter conseguido na Justiça a ampliação do prazo para entrega das considerações finais de sua defesa ao Tribunal Especial Misto (TEM), o que fez com que a data do julgamento derradeiro do processo de impeachment fosse marcada para o dia 30 de abril, o governador afastado do Rio, Wilson Witzel, falou, em entrevista ao Jornal da CBN, na manhã desta quinta-feira, sobre suas expectativas para a conclusão do rito. Mais uma vez, Witzel falou — por diversas vezes — em perseguição política por parte do governo federal, fisiologismo de deputados estaduais na Assembleia Legislativa (Alerj), e o que chamou de “cooptação” do presidente Jair Bolsonaro em órgãos como o Tribunal de Justiça e o Ministério Público estadual. O ex-juiz federal também comparou o seu caso com o do ex-presidente Lula.

— Estamos vendo aí o que está sendo decidido em relação ao ex-presidente Lula. Depois de cinco anos, de ele estar gritando, berrando nos tribunais, foram descobrir que a competência para julgar os processos dele estava errada. Então, é só para se ter uma noção do tempo que a gente demora para descobrir se o Ministério Público for cooptado politicamente ou se agir fora daquilo que se exige que ele atue. Vários outros políticos que são acusados mediante cooptação de instituições públicas posteriormente acabam tendo suas absolvições reconhecidas. Isso acontece em vários casos. O próprio ex-presidente (Michel) Temer, que teve aí acusações contra ele envolvendo a JBS, logo depois que saiu do poder, o Judiciário isentou. Porque o processo penal tem uma tramitação, e a política muitas vezes se aproveita do processo penal para atacar adversários — afirmou.

Questionado sobre a citação a Lula, criticado na campanha de Witzel ao governo, o governador afastado disse nunca ter feito ataques “à pessoa física” do ex-presidente, mas a erros cometidos “em algumas questões” de seu mandato à frente do governo federal.

— Todas as minhas falas na política, e o que eu tenho sempre dito sobre o PT, são críticas do ponto de vista político. Minhas críticas ao PT, ao presidente Lula, à presidenta Dilma (Rousseff), são sempre críticas do ponto de vista político, de erros que eu entendi que foram cometidos em algumas questões. Eu nunca em entrevistas ataco a pessoa física do presidente Lula. Eu sempre disse que é preciso ter muita cautela em relação a julgamento político.

Witzel garantiu que vai entregar sua defesa até o prazo final, dia 26 de abril. No entanto, voltou a criticar o fato de ter tido negado seu pedido para provas periciais. Ele afirmou que o Tribunal Misto tem sido sendo “mal conduzido”, e que tem tentado fazer o caso chegar ao Supremo Tribunal Federal (STF).

— Entregar, para cumprir a formalidade, nós vamos entregar. Eu não estou procrastinando nada, estou tentando ter um julgamento justo. Estou tentando que o tribunal permita que eu apresente os meus argumentos. Se você vai dizer que determinado fato está equivocado, que uma decisão minha sobre processo administrativo está equivocado, então tem que ter uma perícia para que as pessoas digam se o que está no processo está correto ou está errado — disse. — Esse processo que hoje respondo perante o Tribunal Especial Misto está sendo muito mal conduzido. A impressão que eu tenho é de uma pressão muito forte em cima da conclusão desse processo. Fatos importantes que dependeriam de prova pericial, para que possam ser discutidos amplamente, estão sendo simplesmente indeferidos. Os recursos que vão ao Tribunal de Justiça não estão sendo julgados. Eu pedi para reavaliar a questão da prova pericial, e o TJ indeferiu liminarmente, não julga em órgão especial o agravo, então, é uma negação do acesso à Justiça. Eu me sinto totalmente injustiçado, perseguido do ponto de vista político pela estrutura que foi montada contra os governadores, e eu tenho sido o primeiro a ser atingido por essa estrutura, cooptada pelo governo federal. O Ministério Público está levando esse processo de uma forma totalmente incomum para a realidade de um processo dessa magnitude. Então, estamos tentando chegar ao Supremo.

Sobre a expectativa para conclusão do rito, Witzel afirmou que, neste momento, não acredita num julgamento justo.

— Eu não tenho medo de absolutamente nada. O único receio na minha vida é desagradar a Deus. O que acontecer comigo, diante desse cenário, a História vai contar. É uma perseguição política, uma retaliação do governo federal em relação ao Estado do Rio de Janeiro. Eu fui o primeiro governador inclusive a fechar aeroporto, porque o governo federal não queria, depois o Supremo veio dar aos governadores essa liberdade de ação para poder controlar a pandemia — afirmou. — Diante do que está acontecendo, eu não consigo vislumbrar um julgamento justo.

O governador afastado voltou a afirmar que é perseguido pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

— Eu sou só a primeira vítima dessa estrutura que se montou hoje no governo federal para atacar os governadores. Isso está claro. O TEM eu percebo que é um tribunal sob pressão, não está permitindo meu amplo direito de defesa, e eu estou tendo minha defesa cerceada. Os recursos apresentados ao Tribunal de Justiça não estão sendo julgados, simplesmente estão sendo paralisados. Eu estou sendo tirado do meu cargo de governador, que fui eleito com 4,6 milhões votos — disse. — É um governo em que você não vê nas ruas panelas batidas, “fora Witzel”, a população está se perguntando o que está acontecendo, e eu estou sendo atropelado por uma pressão do governo central em cima do governo do estado do Rio.

Como também já havia feito antes, Wilson Witzel voltou a se referir aos deputados estaduais.

— Aqui no Rio de Janeiro não tem mais oposição, todo mundo se juntou de uma forma totalmente prejudicial para o estado e ninguém fala mais de mortes nas comunidades, ninguém mais está falando de mortes de crianças, ou seja, a oposição aqui se juntou para resolver o problema deles, deputados — disse. — Com tudo o que nós vínhamos fazendo aqui no Rio de Janeiro para enfrentar as máfias do estado, obviamente, junta-se a fome com a vontade de comer: “já que o governo federal está a fim de passar por cima do governador, então vamos dar um empurrãozinho”. É o fisiologismo da Alerj, que a gente sabe que é de Paulo Melo, (Jorge) Picciani, de Sérgio Cabral.

Witzel comparou ainda o momento atual vivido pelo Brasil com a revolução de 1930, início da Era Vargas e concluiu sua fala com críticas à atual administração estadual, liderada pelo governador em exercício Cláudio Castro, seu vice, à qual chamou de negacionista.

— Infelizmente, o que estamos assistindo no Brasil é algo que já aconteceu na década de 1930: governadores atacados, Congresso atacado, as instituições sendo cooptadas, e a pressão sendo exercida em cima dos órgãos. A minha responsabilidade como governador ela foi exercida. Quando eu fui afastado do meu governo, havia 7 mil mortos aqui, hoje tem 30 mil mortos em oito meses. Então, se você olhar, o governo federal cooptou o governo estadual e o governo estadual está na mesma linha negacionista do governo federal. E é isso que ele quer, patrocinar o impeachment do Rio de Janeiro — acrescentou.

’Não sou engenheiro’

Perguntado pela reportagem da CBN sobre o fracasso dos hospitais de campanha — de sete prometidos, dois foram entregues e um funcionou com plenitude —, Witzel disse que quem deveria ser questionado sobre isso é um engenheiro, e não ele.

— Só é possível responder a essa pergunta se tiver uma análise de especialistas para dizer o que aconteceu. Não adianta perguntar para mim, eu não sou engenheiro. Minha ordem foi construir hospitais de campanha — disse. — Meu papel como governador é determinar as estratégias da pandemia. Eu montei um comitê até com ex-ministro da Saúde. Eu tomei todas as decisões que chegaram até mim com elementos para eu pudesse tomar a decisão. Eu determinei que fossem feitos os hospitais de campanha, determinei que fosse feito comitê, fui o primeiro governador a tomar medidas restritivas no Brasil em relação à pandemia e isso causou um certo desconforto por parte do governo federal, que não queria tomar nenhuma medida.

O governador citou ainda uma suposta interferência em relação à renovação do Regime de Recuperação Fiscal por conta de suas desavenças com o governo federal.

— O Regime de Recuperação Fiscal, o ministro avisou que só vai renovar depois que a minha cassação for efetivada, e até agora não assinou a renovação. Isso é ou não é uma retaliação? É ou não é a implantação de um regime autoritário no Brasil? — questionou.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Esse cara de pau safado, mentiroso e ladrão, esqueceu de dizer que o julgamento do Molusco foi considerado julgado, onde não devia ter sido, porém, todas as confissoes, provas documentais e tudo mais, continuam no processo, que deverá ser validado ou não por outro juiz, agora de Brasília. O meliante não foi absolvido, até um dos mequetrefe do STF, já disse isso.

  2. Mais um inocente, nossa política está cheia desses coitadinhos.
    Para melhorar o irmão dele, Douglas Renê Witzel acaba de ser preso em SP alvo da operação Rebote que investiga facções criminosas que atuam dentro e fora dos presídios. Não é acusação, está na mídia.
    Parece que Witzel começa a colecionar pontos para se tornar candidato da turma que tem corrupto de estimação.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Maioria do STF decide enviar processos de Lula para a Justiça Federal do DF; Nunes Marques, Lewandowski e Alexandre de Moraes foram votos vencidos

Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria e decidiu nesta quinta-feira (22) que os processos contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva devem ser mantidos na Justiça Federal do Distrito Federal.

Os ministros Edson Fachin, Luis Robeto Barroso, Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Rosa Weber e Cármen Lúcia votaram para enviar os processos para a Justiça Federal de Brasília. Nunes Marques votou para mantê-los em Curitiba. Ricardo Lewandowski e Alexandre de Moraes pediram para que os processos sejam enviados para São Paulo.

Na última quinta-feira (15), o plenário do Supremo Tribunal Federal formou maioria e acatou a decisão do ministro Edson Fachin de anular as condenações do ex-presidente no âmbito da Operação Lava Jato.

O placar para manter a incompetência de Curitiba nas condenações do ex-presidente foi de 8 votos a favor e 3 contra.

Na sessão desta quinta, o Supremo avaliou uma sugestão do ministro Alexandre de Moraes para decidir se os processos de Lula serão analisados pela Justiça Federal em Brasília ou em São Paulo.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

    1. E porque teria sido condenado e preso por 580 dias, excelência especialista em Direito?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

“Um povo que, porventura, vote num cara desse é um povo que merece sofrer”, diz Bolsonaro, sobre Lula

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro disse a apoiadores na manhã desta segunda-feira, 19, durante conversa em frente ao Palácio da Alvorada, que “um povo que, porventura, vote num cara desse é um povo que merece sofrer”, referindo-se ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva — o petista recuperou os seus direitos políticos após o Supremo Tribunal Federal confirmar na semana passada a anulação de quatro processos da Operação Lava-Jato e, provavelmente, tentará voltar ao Palácio do Planalto na eleição de 2022.

Bolsonaro lembrou que o próximo presidente poderá escolher dois novos ministros do STF, o que pode deixar o perfil da Corte mais progressista do que ele gostaria. “Quem se eleger (em 2022) indica dois para o Supremo no primeiro trimestre de 2023. Se for um cara (ministro) da minha linha, vão ter quatro lá, né?”. afirmou, fazendo referência ao fato de que indicará dois magistrados para a Corte — o primeiro foi Nunes Marques, e o segundo terá de ser indicado até julho, quando se aposenta o ministro Marco Aurélio Mello. No total, o Supremo tem onze componentes.

Segundo o presidente, os eleitores às vezes fazem escolhas equivocadas. “Houve algumas prefeituras que no ano passado deitaram e rolaram no lockdown e (os eleitores) reelegeram o cara (prefeito), vocês querem o quê? Olhem Belo Horizonte”, disse. O prefeito reeleito na capital mineira, Alexandre Kalil (PSD), adotou desde o início da pandemia medidas mais duras de distanciamento social para conter a transmissão da Covid-19.

Bolsonaro comentou que o Aliança pelo Brasil, partido pelo qual pretendia se candidatar em 2022, não poderá ser criado a tempo e disse que espera definir ainda neste mês a qual legenda irá se filiar para disputar a próxima eleição.

Veja

Opinião dos leitores

  1. Concordo plenamente com o Presidente!! E todo brasileiro também!! O sujeito que da um voto a um VERME DESGRAÇADO como Zé Inácio merece o quê?! Esse LARÁPIO afundou o Brasil!! É considerado internacionalmente como o maior LADRÃO do Mundo, em termos de valores ROUBADOS!! O ignorante que vota numa PRAGA dessa esquece que o CORRUPTO rouba o Hospital, Escola do filho, Segurança, as Estradas, Saúde! Nada escapa! Tem de ser cego e burro pra não ver!!! Vejam os países que adotaram o Comunismo!! Socialismo!! Esse SIM é o GENOCIDA! Continuem votando nessa CORJA! Garanto que vocês JAMAIS sairão da MERDA!

  2. Queria entender pq que se eu postar dois comentários seguidos sou bloqueado pq “Você está enviando comentários rápido demais. Calma aí.” mas esse tal de Calígula passa o dia inteiro nesse blog postando asneiras 24h e n é bloqueado?

  3. É-se Calígula ou é um desocupado, ou um funcionário se BG ou um funcionário do gabinete de um dos 3: fabio farinha, Rogério MAUrinho ou Marginal girao

  4. Esse pisicopata junto com capeta rogerio mario e q o povo quando com fome e quando pensarem em aposentadoria lembre q esses dois filho do incardido acabaram cm os direitos trabalhista e aposentadoria dos mais bobres

  5. ESSE TRASTE QUER ENGANAR QUEM MAIS! PALHAÇO INCOMPETENTE QUE SÓ QUER DEFENDER A FAMÍILIA BANDIDINHA.

  6. Pelo visto o povo aqui tem memoria curta. Parece que o presidente trouxe o covid da China. a economia vinha muito bem até aparecer a pandemia. O mundo está pagando uma conta alta. e só quem lucra é a china. Esta desempregado? pergunte ao pessoal do fique em casa e aproveite e peça pra encher sua geladeira.

    1. Peguem os dois mandatos de lula e compare com esse de Bolsonaro.e me digam qual foi o sofrimento do povo Brasileiro durante o Governo de lula, sejam honestos.só lembrando que lula deixou o Governo com 87% de Aprovação. Se quiserem puxar pela memória..Gasolina baixou de preço ..o Brasil emprestava dinheiro ao Fmi.Pobre lotava Aeroportos..o salário minimo tinha poder de Compra..etc. etc

  7. Estou sofrendo por ter votado em você, Bolsonaro! Esperava muito de sua gestão, mas infelizmente a decepção foi grande.

    1. Será? Posso até sofrer com a reeleição dele, mas não por ter ajudado a reeleger. Muita saúde para você e família!

  8. Esse desqualificado não tem o mínimo de empatia. Além de fazer o povo sofrer ele ainda é responsável por milhares de mortes ocorridas em face dessa pandemia! O futuro te aguarda.

  9. Sou mais vota em lula do que um vagabundo como esse aí que a mais de 30 anos vive das tetas do congresso e ainda achando pouco colocou os ovos da serpente lá também.

    1. Você é lá justo, uma pessoa que diz que vota num ladrão. Chore que o choro é livre, até 2026,

  10. É um facínora de 5ª mesmo.
    115 milhões de pessoas passando fome, 375 mil mortes…
    Qual é o povo que está sofrendo mesmo?
    Variante do inferno.

    1. Vc deve ser um esclerosado que defende Maduro, zumbi esquedopata.

  11. Hô Véio arroxado do cunhão rôxo é Bolsonaro.
    Mitou de novo kķkkk
    Os esquerdopatas piram, esperneiam, relinxam, chorem até 2026 cambada imunda kkkkkkkkkkkkkkk

  12. Botijão de gás é 100 conto, o quilo de carne é 50 conto, a gosolina tá perto de 6 conto, hoje nem ovo o povo comer, tá muito pior hoje que na época de LULA

    1. Impossível é você falando merda todo dia aqui no blog, vá procurar emprego, a moleza acabou kķkkk chore até 2026 seu Zé ruela

  13. Concordo com o MINTO! Mas entre um doido, inepto e cheio de rachadinhas e um ladrão condenado o povo vai ter que decidir… Apesar que eu estou esperando que haja uma terceira via para tirar um desses dois aí do segundo turno!

    1. Você é um lambe botas da esquerda. Chore até 2026 , que o Véio Bolsonaro é duro Kkkk É macho todo e tem aquilo rôxo.

    2. Cara eu gosto de lamber bota de ninguém, nem tenho político corrupto de estimação sabe! Mas suas palavras mostram que vc tem intimidade e conhece pormenores do MINTO! Kkkk

  14. Quem gosta de sofrer é quem vota nessa desgraça, hoje o Brasil tá muito pior, a pobreza aumentou, a classe média acabou e os ricos estão mais ricos. Não tem o mais médicos, minha casa minha vida acabou, ciência sem fronteiras acabou, farmácia popular acabou, fies acabou, ProUni acabou, não temos mais nada

    1. Acho que você é sustentado pelos pais. Vá trabalhar e pare de chorar no blog.

    2. Titia Cacá já está com o dedo fino de tanto digitar asneiras e o pior é que ninguém acredita nem quer saber de duas lorotas. Pobre titia, defende bandidos para atacar outros. Vai dormir, véia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Danilo Gentili e Amoedo têm reunião para debater alternativa a Lula e Bolsonaro em 2022

Foto: Reprodução

O apresentador e comediante Danilo Gentili teve uma videoconderência com o candidato à presidência em 2018 João Amoedo para debater as eleições de 2022. Ambos estão alinhados sobre a necessidade de criar uma candidatura alternativa a Lula e Bolsonaro e querem se envolver nessa articulação. O próximo passo é uma reunião online entre Gentili, Amoedo e o ex-ministro Sergio Moro.

O convite da conversa com Amoedo partiu de Gentili, que nega terem tratado de sua eventual candidatura ou da formação de uma chapa conjunta. Os dois não se falavam desde 2018, quando trocaram mensagens sobre a campanha presidencial. Na época, Gentili mandou uma mensagem em que elogiou as propostas do então candidato João Amoedo, que ligou para agradecer pelo apoio.

No início do mês, o nome de Gentili apareceu com 4% das intenções de voto numa pesquisa do Movimento Brasil Livre (MBL) que testou seu nome para a presidência da República. Na pesquisa, o humorista aparecia empatado com Ciro Gomes, João Doria, Luiz Henrique Mandetta e Luciano Huck.

– Tivemos uma conversa sim, mas não foi sobre eu me candidatar a presidente. Foi uma conversa para entendermos como um poderia ajudar o outro a fazer algo pelo país. Isso soa ingênuo no meio político, eu sei, mas não somos políticos. Somos apenas pessoas comuns e as pessoas comuns querem isso, um país menos ruim pra se viver. – disse Gentili à coluna, por e-mail.

O apresentador declarou que nem ele ou Amoedo se sentem representados por Lula e Bolsonaro e que estão conversando na busca de “trazer alguma esperança” para quem está na mesma situação.

– Combinamos de começar a desenvolver essa troca de ideias, trazer outras pessoas e ter uma aproximação de Moro com esse grupo. No fundo, é um sentimento que existe por parte de muitas pessoas de tentar viabilizar algo para 2022, uma candidatura e um plano de governo, uma alternativa à polarização. – afirmou Amoedo à coluna.

Gentili defendeu a formação de uma chapa presidencial formada por Moro e Amoedo.

– A solução para sair desse dilema imposto de “se ele não ganhar o outro fica e se o outro não ganhar ele volta” é não votando em nenhum dos dois. Eu acredito que o Brasil merece algo melhor que isso. Não podemos nos contentar com pouco. – afirmou Gentili.

Além da articulação de uma conversa com Moro, Amoedo afirmou que outra ideia é aproveitar a influência do humorista nas redes sociais para “conscientizar as pessoas e ajudar no processo de criação de uma alternativa viável”.

– Temos características distintas entre nós. Pode ser que, mais para frente, façamos um divisão de tarefas, cada um cuida mais de determinado assunto. Isso ajuda a montar um plano. A próxima etapa será tentar fazer um bate-papo que inclua o Moro. – disse Amoedo.

Amoedo afirmou que “ainda é uma incógnita” se Moro sairá candidato a presidente, mas diz que o ex-juiz tem “disposição total” de conversar e ajudar. Afirmou também que ele próprio “não faz questão de ser candidato” e que vai priorizar a formação de uma alternativa a Bolsonaro e Lula.

Bela Megale – O Globo

Opinião dos leitores

  1. O que esperar do futuro de um País que tem como “líderes” políticos duas figúras nefastas do nível de Lula e Bolsonaro e, como desgraça pouca é bobagem, ainda temos que engolir esse Gentile querendo se postar como presidenciável. Francamente, é demais. Meus compatriotas, para o bem do futuro dos nossos filhos e netos, pensem e analisem a situação que passamos nos últimos dezoito anos, sem paixões ou radicalismos, só com a razão. Tivemos uma decepção com Lula(bandido e cínico), Dilma(fantoche do PT, Temer(cacique da corrupção) e para completar Bolsonaro, um sujeito sem o mínimo de QI e postura para estar a frente do comando do Brasil. Bolsonaro é um produto do ódio que a maior parte do nosso povo adquiriu por Lula, não fosse isso, ele seria, no máximo, o medíocre deputado que ele sempre foi. Na verdade, Bolsonaro presidente só existiu por causa de Lula e o Lula hoje candidato, só existe por causa das baboseiras do Bolsonaro presidente. Os cidadãos de bem têm a obrigação de buscar um nome que possa ofuscar essas duas desgraças, antes que seja tarde.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Kassio Marques diverge de Fachin, diz que 13ª Vara tem competência para julgar Lula e vota contra anulação das condenações

Foto: Reprodução

Kassio Marques abriu a divergência no STF e votou no plenário contra a anulação das condenações de Lula na Lava Jato, como determinou Edson Fachin em março.

Como mostramos mais cedo, Kassio considerou que há conexão entre as vantagens indevidas recebidas por Lula — reformas que a OAS fez no triplex de Guarujá e que a Odebrecht fez no sítio de Atibaia — a contratos na Petrobras. Um deles, lembrou, foi fechado em Curitiba, para obras na Refinaria Presidente Getúlio Vargas, localizada em Araucária (PR).

Ele também citou contas-correntes informais que Lula tinha na Odebrecht abastecidas com propina, oriunda de dinheiro que a empreiteira recebia da Petrobras.

“Assim, se extrai a necessidade de ser preservada a competência da 13ª Vara Federal de Curitiba, em prestígio à segurança jurídica”, disse o ministro.

No mês passado, Fachin anulou as condenações — e tornou Lula novamente elegível — por entender que as vantagens indevidas não tinham relação direta e exclusiva com a Petrobras, mas também com recursos públicos que as empreiteiras recebiam de outras estatais e órgãos públicos.

Por isso, decidiu que as ações contra Lula deveriam ser remetidas para a Justiça Federal de Brasília, onde começariam a tramitar a partir da apresentação da denúncia — fase intermediária, posterior à investigação (que seria preservada, junto com as provas), e anterior ao processo criminal.

O Antagonista

Opinião dos leitores

    1. Falou o zumbi de Maduro e Lula.
      Vomitando ódio pelas ventas.
      Esquerda é ódio e agressividade.
      Depois de 7 anos o STF, de repente, descobre que a Vara está errada???
      🤔

    1. Qualquer idiota no mundo sabe que diante das provas e fatos, essa é obviamente a posição mais acertada e sensata. Um bandido não pode ter um processo anulado, depois de ter interposto centenas de recursos negados, inclusive com o Argumentos que foi vergonhosamente anulado agora.

  1. Voto perfeito. Infelizmente, esse STF está mais “lulista” que o Instituto Lula. Tem os que querem anular as condenações, alegando a parcialidade do ex-juiz Moro, e os que alegam a falta de competência (juridica) da 13a. Vara Federal. Todos estão errados mas se esforçam em ajudar o bandido de 9 dedos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Pedro Bial diz que só aceitaria entrevistar Lula com um “detector de mentiras”

Foto: Reprodução/TV Cultura

Pedro Bial foi parar nos assuntos mais comentados do Twitter após participar do programa “Manhattan Connection”, da TV Cultura, nessa quarta-feira (15). O apresentador foi questionado existem pessoas que não aceitariam ir ao programa dele, como talvez Lula e Bolsonaro .

“O Lula já até disse que gostaria de fazer o programa comigo, mas teria que ser ao vivo. Pode até ser ao vivo, mas teria que ter um polígrafo acompanhando todas as falas dele”, disse Pedro Bial. Um polígrafo é um aparelho usado para identificar se uma pessoa está mentindo durante um interrogatório.

IG

Opinião dos leitores

  1. Gostando ou não, Lula foi inocentado hoje pelo stf e vai acabar de entortar o cabeçote do Bozo. A terceira via ainda continua indefinida mas nos últimos dias o nome de Tasso Jereissati foi cogitado. Terá meu voto se confirmar a candidatura.

  2. O Brasil vai resistir e sobreviver a essas duas pragas representantes do gado da extrema direita e da esquerda radical….a esquizofrenia x corrupção…. Vocês tem que cocarem nos seus mínimos miolos moles, que a maioria dos brasileiros, assim como Bial, tem o direito e a liberdade para criticar essas duas bestas feras e seus animais de estimação…Vocês eleitores e inúteis. Parabéns Bial…

  3. Kkkkkk Nando, nove vc estava quando quebraram o Brasil, com aquele bêbado entregando os anéis e os dedos da naçao? Quando aquela PHD Anta em comer macaxeira e estocar vento, que não sabia somar 9 + 4, mais sabia o valor de Pasadena? Estava no governo. Tu ainda acha, com essa sua Santa inteligência, lapidada nos bancos das universidades desse povo, que 57 milhões de brasileiros são idiotas? Vem cá, tu sabes mesmo o nome do seu papito?

    1. Estamos falando do apresentador do melhor programa de TV de todos os tempos, o BBB?
      Deve ser um intelectual brilhante que de tão demente, nem mais sente que quem mais mente é o atual Presidente.
      O gado hurra quando o representante da Globo, que eles tanto amam, fala mal de quem não gostam e zurram quando é o seu Mico que está na ponta da lança.
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. Agora o Bial vira o queridinho do gado. É muito fácil conquistar os ruminantes abilolados, é só dar uma pancada no Lula com uma lacração básica e correr pro abraço dos debilóides. Não era essa a tal da Globo Lixo? Ou só é quando esculhamba nossas paixões?

    1. Engraçado… O Patriota (que deve achar lindo o regime da Venezuela etc…) Sai correndo em defesa de uma ladrão quando ninguém comentou nada a respeito, mas já sai com sua lacração e dizendo que o que vier a corroborar com isso é “lacração básica”, chama de debilóides, gado… rs… Acuse-os daquilo que vocês são… Entendemos isso já, não precisa sair destilando ódio do bem… Não tenho opinião pessoal sobre a pessoa do Pedro Bial, mas o profissional Pedro Bial é e gosta de ser subutilizado. Se prestou a trabalhos orrendos nos últimos anos e embora que trabalhe numa emissora que tem travado uma guerra pessoal com o Governo Federal, que a emissora possui uma grande que atende a agenda progressista que o BRASIL sabe as razões, acho o Pedro Bial um ótimo jornalista que trabalha numa empresa lixo. Agora a pergunta que não quer calar: Ele falou alguma mentira? O Patriota Bolivariano acha mesmo que Lula fala a verdade, não mente? O gado é iludido? Os minions e o Brasil deve acreditar no Lula cegamente? Patriota, deixa de ser retardado, você é só mais uma peça no jogo da esquerda. Abre teus olhos…

    2. Patriota dos infernos, se você acha que o maior canalha do mundo é honesto, pelo menos na sua fala, essa é a hora dele mostrar sua verdade, ou será desmascarado. Conheces a verdade e a ela o libertará.

    3. Falar em gado, você deve ser daqueles ASININO né? Sem querer desmerecer os quadrúpedes.

    4. Gostei do termo “asininos”. Para conhecimento dos “lacradores”, trata-se do nosso popular JUMENTO. Que também é um tipo de gado. Vc prefere ser um “bovino” ou um “asinino”? Rsrsrsrs

  5. Entrevistou Flordeliz e nem precisou…É um grande lambedor de botas de milico….
    Entrevistou Olavo de Carvalho e chamou de “brilhante pensador”…
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  6. Muito bem, Pedro Bial, não valorize ladrao, lugar de Lula é na cadeia, basta que ele explique de onde tira tanto dinheiro para pagar tantos advogados.

  7. O polígrafo entrará em curto de tanta mentira dita pelo 9 dedos e não esqueça de levarem um bafômetro.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

‘Não trabalho com pesadelo’, diz Mandetta sobre votar em Bolsonaro ou Lula

FOTO: UESLEI MARCELINO

Ao assinar um documento a favor da democracia na última semana, Luiz Henrique Mandetta (DEM) se aproximou publicamente de nomes grandes de uma possível terceira via política, como João Doria (PSDB), Ciro Gomes (PDT) e João Amoedo (Novo). Em entrevista para O Globo, o médico respondeu sobre ter que decidir entre Jair Bolsonaro (sem partido) e Lula (PT) na próxima eleição presidencial: “Eu não trabalho com pesadelo, não”.

O ex-ministro da Saúde, que atuou no primeiro momento da pandemia, vê muitas semelhanças entre os dois candidatos em potencial, apesar de estarem em pontos opostos do espectro político. “Ambos são incapazes (de dialogar). Em todos os temas, eles querem dividir a sociedade. Os dois adoram programas assistenciais. São incapazes de entender que o melhor programa é a geração de emprego, é a liberdade das pessoas. Ambos gostam muito de serem detentores dos polos mais frágeis para a capitalização política”, afirmou.

Ainda constatando afinidades entre os rivais políticos, Mandetta citou que os dois fizeram “grosseria” com o Congresso. “O Lula foi lá e falou: eu vou pagar uma mesada, e fez o mensalão. O Bolsonaro entrou, brigou, brigou. Não conseguem dialogar com as forças que são mais passíveis de conversar”, completou.

Embora faça críticas a Lula e Bolsonaro, o médico disse não ter nada contra eles. “Só estou constatando uma parcela enorme da população, mais de 54% nas pesquisas, que não querem votar nem em um nem em outro. Estou nesse grupo”, falou. Para ter uma terceira opção de sucesso, Mandetta acredita que é preciso alguém capaz de se entender com o “radical do Bolsonaro e o radical petista”.

Além de Doria, Ciro e Amoedo, o documento assinado na última semana pelo ex-ministro da Saúde contou com a colaboração de Eduardo Leite (PSDB) e Luciano Huck. Mandetta explicou que eles se reuniram porque sentiram que a democracia foi ameaçada e revelou que os seis estão planejando se unir em 2022. Mais uma vez, ele ressaltou a importância da comunicação para governar o Brasil. “Quem não tiver capacidade de dialogar não vai conseguir liderar o país. Os outros dois polos extremos não são polos de diálogo. São duas agendas impostas goela abaixo. O Ciro é um democrata. Ele argumenta, escuta. Os pontos de convergência são muito maiores”, continuou.

Outro ponto comentado pelo médico foi o projeto, aprovado pelo Congresso, que permite compras de vacina pela iniciativa privada. Mesmo com 3.733 óbitos nas últimas 24 horas, totalizando 341.097 vítimas de covid-19 no Brasil, e curva de ascensão no número de mortes, Mandetta acredita que a proposta é errada. “Não tem nenhum nexo, nem ético, nem do ponto de vista de saúde pública, nem do ponto vista econômico”, disse.

Segundo ele, quem se vacinará a partir dessa proposta são pessoas entre 18 e 35 anos e não quem está “entupindo o hospital, que está morrendo, e é ele que está parando a economia”. Para o ex-ministro da Saúde, esse equívoco é igual ao de imunizar caminhoneiros e policiais. “A vacinação é para ser feita pelo risco epidemiológico, não pelo risco ocupacional”, falou.

UOL

Opinião dos leitores

  1. Os extremistas só dividem o país e retarda o progresso. Vamos esquecer esses problemáticos e pensar em eleger um pacificador competente e honesto. Chega dessa velha política do cabo de guerra.

    1. Concordo em parte : realmente são dois pilantras de marca maior, verdadeiros políticos profissionais. Mas vamos ter fé que em um País continental como o nosso, com mais de duzentos milhões de habitantes, possam surgir nomes alternativos a essas duas opções.

  2. Cafajeste.
    Vá pra casa e só procure um hospital médico quando estiver sentindo falta de ar.
    Safado.
    Bandido.
    Do mesmo naipe de nhonho Botafogo.

  3. Perdeu a oportunidade de ficar calado,, coisa que sabemos não ser seu forte, lembrem do fique em casa kkkkk, outra, falar em novo citando Ciro (PDT hoje) e Doriana (PSDB) soa meio ridículo. Esse senhor saiu do anonimato para a ribalta, se acha autoridade.

  4. Não acredito no discurso desse sr. Mamou um pouco do governo e está agora dando uma de bom moço. Afinal esses nomes que tem surgido para presidente eu particularmente não voto em nenhum . Vou esperar o novo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

FHC fala que Bolsonaro dificilmente vai representar ‘algo diferente’, diz que Lula ‘deve passar o bastão’ e que ‘seria melhor alguém realmente novo no jogo’

Foto: Edilson Dantas/Agência O Globo

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) afirmou que “uma hora as pessoas devem passar o bastão” em referência ao também ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e defendeu um nome de centro para 2022. A declaração foi dada em entrevista à Radio CBN.

— Chega uma hora que as pessoas devem passar o bastão e me refiro ao presidente Lula. Que novidade ele vai trazer? Para o Brasil, seria melhor alguém realmente novo no jogo. Bolsonaro dificilmente vai representar algo diferente do que representou, que foi o “não ao PT”. Ou rompemos essa dicotomia ou o Brasil vai atrapalhar o futuro — disse FH.

O tucano defendeu um nome de centro que seja comprometido com a ”democracia e progresso econômico”. Manifestou apoio a João Doria (PSDB), governador paulista, mas afirmou que pode apoiar Ciro Gomes (PDT), se este for “capaz de levantar votos”:

— Tem que ter alguém que expresse um sentimento de futuro. E esse futuro está altamente prejudicado agora pela saúde pública, a concentração de renda e o desemprego.

O ex-presidente afirmou que é “melhor para o Brasil” que Bolsonaro complete o mandato, pois o país já viveu vários impeachments e isso “deixa marcas”. O tucano destacou, no entanto, que o futuro depende do atual presidente. “Está nas mãos dele”, avaliou. Também criticou a atual gestão:

— O presidente governa para o grupo, a família, os partidários e os amigos dele.

FH afirmou ainda que Bolsonaro tem o histórico de um homem que olha apenas para um lado, seja no Brasil ou no exterior.

— Bolsonaro vê o outro lado como inimigo, e não como adversário — afirmou.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. FHC Socialista de araque!! Esse financiou os banqueiros ladrões e picaretas do Brasil! Banco que “falia” o Socialista ajudava a recuperar! Bandidão!

  2. Os mesmos de sempre, que mandam no país há décadas, falando em novidade? O novo é Bolsonaro que NUNCA participou de suas negociatas e que não tem NADA que descobre sua conduta em mais de 3 décadas de vida pública. Essa é a “novidade” que o povo brasileiro deseja: HONESTIDADE.

  3. Eis questão!!
    Passar o bastão pra quem cara palida??
    Não vá dizer que é pra calça colada.
    Bem!!!
    Seguimos sem adversários.
    Mito 2022, pra continuar mesmo, tem que ser no mínimo 08 anos diferente do que esses corruptos ladrões fizeram no Brasil.

  4. Não é possível que em um País de dimensões continentais, com mais de 200 milhões de habitantes, não haja um homem, ou uma mulher, melhor do que Lula e Bolsonaro.

  5. Por falar em “passar o bastão”, já passou, e muito, da hora de FHC emitir suas opiniões acerca do cenário político nacional.

  6. Na vida tem certos momentos que agente tem que saber que o nosso tempo passou, é assim pra Fernando Henrique, chega o Sr. Já passou do tempo de ficar calado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Presidente do MDB descarta apoio a Bolsonaro ou Lula

Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo

Com políticos do MDB que defendem uma candidatura do próprio partido à Presidência, outros que sustentam o apoio a Lula, e ainda com parcela que tem preferência por Bolsonaro, a legenda inicia de forma mais incisiva, este mês, discussões para definir qual será a posição oficial da legenda na eleição do ano que vem. Presidente nacional do MDB, Baleia Rossi (SP) afirmou ao GLOBO que, no momento, o apoio a Lula ou Bolsonaro estão descartados, pois essas hipóteses, diz, sequer estão sendo aventadas nas conversas envolvendo a cúpula da sigla. Baleia afirma que o consenso é o lançamento de uma candidatura própria. E acredita que, caso um nome da sigla não venha a se mostrar competitivo, o melhor caminho para o MDB seria abraçar uma candidatura externa de centro, como João Doria (PSDB-SP), Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) ou Luciano Huck (sem partido).

Para Baleia, Doria é nacionalmente reconhecido pelo empenho na vacinação contra o Covid-19, mas precisaria melhorar sua popularidade na própria São Paulo para se tornar viável no ano que vem. Mandetta, por sua vez, é visto pelo dirigente emedebista como um nome que ganhou projeção ao participar dos debates quando era ministro da Saúde e tem a imagem associada à defesa da ciência. Huck, por sua vez, seria eleitoralmente um bom nome, de fácil assimilação, mas precisaria demonstrar mais interesse no pleito presidencial.

— Esses três nomes estão em pé de igualdade. E não temos discutido internamente o apoio a Lula ou Bolsonaro. A decisão interna é por uma terceira via. Um candidato mais ao centro, mais equilibrado, que entregue mais e tenha mais empatia com a população, que são as características do MDB. Hoje está descartado o apoio a Lula ou Bolsonaro — disse Baleia, ressaltando, contudo, que começará este mês a fazer consultas formais a deputados federais, senadores e presidentes estaduais dos partido sobre 2022.

Em conversas com dirigentes dos partidos, Baleia tem dito que o MDB “seria prejudicado” se “caminhasse com algum dos extremos”. O presidente da sigla reconhece que há políticos influentes da legenda que defendem apoio a Lula, principalmente no Nordeste, e a Bolsonaro, especialmente no Sul, e sustenta que uma forma de unificar o partido seria lançar uma candidatura da própria legenda. Ele afirma já ter conversado com o ex-presidente Michel Temer sobre entrar na disputa, mas que isso foi descartado. E, nesse cenário, o nome ao qual se refere com mais entusiasmo é o da senadora Simone Tebet (MS), embora também cite os governadores Renan Filho, de Alagoas, e Ibaneis Rocha, do Distrito Federal.

— A Simone tem muito potencial para crescer. Foi a primeira mulher candidata à presidência do Senado e se saiu muito bem este ano — avalia.

Mas a defesa de uma candidatura própria tem dificuldades internas. O senador Renan Calheiros (MDB-AL), por sua vez, afirma que o partido só poderia ir para esse rumo caso ela venha a se mostrar viável do ponto de vista eleitoral.

— Nós, do MDB, sonhamos há muitos anos em ter candidatura própria e competitiva à Presidência, porque isso ajuda a alavancar os palanques regionais. É o que queremos. Em 2020, fomos o partido que mais elegeu prefeitos nas capitais e grandes cidades. Temos vitalidade para isso. Mas lançar um nome sem competitividade à Presidência, como na eleição passada (quando Henrique Meirelles foi candidato), não adianta. Em vez de ajudar, só atrapalha os palanques regionais. Por isso, temos que aguardar para ver se nosso nome para 2022 vai se corporificar na sociedade, atrair partidos — avaliou o senador, que defende o apoio a Lula.

— Sinceramente, acho que o apoio do MDB a uma dessas candidaturas alternativas de centro é um caminho difícil de acontecer. Lula leva vantagem sobre Doria, Huck e Mandetta não apenas pela polarização com Bolsonaro ou pela probabilidade mais alta de ganhar. É pelo próprio perfil do Lula, que atrai o centro no qual o MDB está inserido. É uma tendência o meu apoio a ele caso o MDB não tenha candidato, mas ainda não posso colocar como uma coisa consumada.

No Sul, por sua vez, o partido é mais alinhado ao presidente Jair Bolsonaro. O deputado federal Osmar Terra (RS) chegou a ser ministro de Bolsonaro e tem participado de eventos com o presidente, como inaugurações de escolas cívico militares.

Citada por Baleia como possível presidenciável, a senadora Simone Tebet afirma ser necessário o MDB participar de um debate com os partidos de centro sobre a construção de uma terceira via.

— O MDB tem todas as condições de ter uma candidatura própria. Mas acho que o mais importante é estarmos na mesa de discussão com os demais partidos de centro. Seja para definirmos um nome próprio, compor com alguma chapa… A sociedade brasileira cansou do radicalismo e da polarização e está entendendo que política se faz pelo caminho do meio, do equilíbrio — avalia a senadora.

Além disso, no Senado, dois emedebistas são líderes do governo Bolsonaro: Eduardo Gomes, que faz a interlocução do Planalto junto ao Congresso, e Luiz Fernando Bezerra, que lidera o governo junto ao Senado. Dirigentes do MDB, contudo, minimizam o fato, pois afirmam se tratar de relações pessoais de Bolsonaro com os parlamentares, não tendo o aval do partido. Caciques da legenda destacam que nem Braga nem Bezerra comandam os diretórios estaduais de seus respectivos estados.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Juntando TODOS os opositores do presidente, não dá metade de um candidato. É uma vergonha.

  2. Vendo os nomes que vão surgindo para concorrer com Bolsonaro em 2022, dá prá imaginar o desespero dos seus opositores. A grande esperança dessa gente, especialmente da esquerda assumida, é o canalha, cachaceiro, semi-analfabeto, ex-presidiário, corrupto e lavador de dinheiro de 9 dedos. E os outros… Chega a ser engraçado.

  3. Santos sabido….kkkkk REDIAS: forma intermediária dos trematodeos digeneticos, fosse longe ao dar as REDEAS ao inepto do Doriana, melhor escrever menos, cai muito a possibilidade de dizer besteira.

  4. Kkkkkk
    Tem jeito não piaba.
    Pode vir quem vier.
    Bota o Michael Temer e o Rocha Loures de vice.
    Kkkkkkkk
    Mito 2022.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Evangélicos rechaçam Lula e consolidam apoio a Bolsonaro para 2022, revela pesquisa

Foto: Carolina Antunes/PR

Representando cerca de 30% dos brasileiros, os evangélicos sempre foram alvo de cobiça pelos candidatos à presidência da República. Para a disputa de 2022, o presidente Jair Bolsonaro já desponta como favorito por este grupo e deve manter o apoio conquistado ainda nas eleições de 2018.

Um levantamento do instituto Inteligência, Pesquisa e Consultoria (Ipec), divulgado no começo de março, mostrou que, 40% dos eleitores evangélicos avaliam o atual governo como “ótimo ou bom”. Neste segmento, apenas 27% consideram o governo “ruim ou péssimo”.

Recentemente, líderes religiosos das principais igrejas evangélicas estiveram no Palácio do Planalto para reforçar o apoio ao presidente Bolsonaro. A ideia do grupo foi de mostrar que nem mesmo a possibilidade de candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula deve afastar os evangélicos do atual governo.

“O Lula não terá espaço com os evangélicos”, garantiu o pastor Silas Malafaia logo após o encontro em Brasília. Na mesma linha, o líder da Frente Parlamentar Evangélica, deputado Cezinha de Madureira (PSD-SP), aproveitou para se declarar satisfeito com Bolsonaro.

“Nunca tivemos um governo que começa e termina o dia falando em Deus. É um pouco difícil falar qualquer coisa contra esse governo. O Lula já começou declarando que é contra evangélico, que é contra a igreja”, afirmou Cezinha ao Antagonista.

No primeiro discurso após recuperar os direitos políticos, o possível candidato petista afirmou que “o papel das igrejas é orientar as pessoas, não é vender grão de feijão ou fazer culto cheio de gente sem máscara”. Integrante da frente evangélica, o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) rebateu a fala de Lula. “Lava a boca pra falar da igreja, cachaceiro!!!”, publicou em suas redes sociais.

(mais…)

Opinião dos leitores

  1. Basta ele dizer q vai cobrar imposto das igrejas e vai ser excomungado por mil vidas rsrsr

  2. E mais uma vez vemos que a maioria escolheu Barrabás. Quando vc não conhece a história, está fadado a repeti-la.

  3. Ninguém comete atrocidades e barbaridades em nome do diabo. Todas que aconteceram na história da humanidade, quando precisou reportar um ser para justificar seus crimes, sempre foi usado o nome de Deus. Mais um crime contra a humanidade em nome dele foi cometido ao colocar o Bolsonaro poder. Ao fazerem isso, ficam livres para cometerem mais atrocidades, já que a conta vai para Deus e eles continuam "sem pecados". Hipócritas e fariseus.

  4. Muitos comentários dignos de pena. Intolerância religiosa é o fundo do poço. Temos um presidente honesto (em mais de 3 décadas na política), religioso, patriota e que se preocupa com seu povo. Defende nossa liberdade e está preocupado com o ganha-pão dos mais necessitados. E seus adversários, o que defendem e fazem? Querem derrubá-lo e voltar ao poder. Só isso.

  5. Pelos comentários… O Brasil está totalmente divido, ninguém sabe de nada. Que Deus ilumine nossas mentes e o coração!

  6. OS JUDEUS OPTARAM POR BARRABÁS AO INVÉS DE JESUS, HÁ DOIS MIL ANOS ATRÁS.
    Se Jesus voltasse e visse o que se passa dentro das Igrejas no trato dos Dízimos e Ofertas, teria uma decepção profunda com aqueles que fazem negócio e agora política com seu nome.
    OBS: Agora dá pra entender porque foi votado e aprovado um PERDÃO DE DÍVIDAS MILIONÁRIAS DAS IGREJAS.

  7. "Ainda bem que apareceu esse vírus" Quem é o autor desta frase? Uma dica, não foi Bolsonaro… Alguns de vcs precisam de tratamento defender um cara q diz uma frase dessa… Que Deus abençoe a todos…

    1. Um ex-presidente que já não apita mais em nada, que já ficou preso e que é passado! Agora, me fala ai, de quem são essas frases: 1. Gripezinha superdimensionada pela mídia mentirosa! 2. Não sou coveiro! 3. E daí? 4. Máscara não serve para nada! 5. Vai compra vacina na casa da tua mãe! 6. Essa doença ja ta indo embora, já está acabando. Uma pista: na atualidade o autor das frases ocupa o posto mais alto no comando do Brasil. E ai?

  8. Quando a religião é usada pela política, Deus já não está presente. Meu candidato pode ser evangélico, católico, espírita, budista, umbandista, até ateu. Mas tem que ser honesto e preocupado de verdade com o povo e o futuro desse país. E é por isso que não voto nem em Lula nem em Bozo.

  9. A gente vê logo o caráter e o nível dos que torcem contra o Brasil e contra o governo Bolsonaro. Basta ler seus comentários que já dá prá fazer uma boa ideia do tipo de gente que são. Intolerância, desrespeito, canalhice, mentiras, baixarias, defesa de bandidos, desonestidade… E vejam os que estão "do outro lado". É fácil identificar o lado do bem.

  10. A esquerda é tão baixa que criou o termo EVANJEGUE para se referir aos Evangélicos.
    Participei de umas reuniões do PT sobre mobilização popular, o que ouvi de dirigentes locais sobre religiosos, quaisquer seguidores, enoja a falsidade quando vemos esse povo em Procissões e Missas. Espíritas então são considerados charlatões e massa de manobra para distribuição de doações e aliciamento eleitoral.
    Quem tem amor ao próximo e Deus no coração não se alia a esses animais predadores e nefastos.

  11. É o mundo todo!!!
    Ninguém vota em corruptos, desonestos e ladrão condenado em duas instância e com grande chances de ser condenado de novo pelos processos que está correndo em outras instâncias.
    Kkkkkk
    Lula é ladrão!!!
    Ponto final.

  12. Realmente Bolsonaro tem um temor do carai a Deus ne? Esse Deus que vc6 pregam é pior que o Diabo.

  13. Montesquieu, se doeu? vá reclamar com Deus, a sua opinião não vai mudar meu pensamento sobre os evangélicos onde só tem gente falsa igual a vc, pense em uma raça sem futuros que só pensa em dinheiro, faça o seguinte faça a doação do seu salários para o pessoal que estão com dificuldades durante essa onda do Virus

  14. ZeGado, não sou BOLSONARISTA, evangélico, ou defensor de nenhum politico. Me considero uma pessoa normal, crente na família, na honestidade, humildade, respeito, simplicidade e amor, produtos tão carentes nesse nosso mundo, não concordo com muitas das palavras do atual e do ex presidente molusco, neste votei em duas eleições para Presidente, acredito que na sua gestão ocorreram coisas boas, não o defendo por questões de principios, sou de família de classe média, possuo bens e vivo tranquilo com a minha familia. Se este presidente se comportar, como o seu ídolo se comportou, com certeza vai para o pau, não tenho vínculo ou condescendencia com atos de improbidade administrativa, o que hoje observo é uma luta insana pelo poder sem precedentes, por sinal, esse troço deve ser muito especial, outra, não concordo com a crítica de que o atual é despreparado, disso, tenho certeza de uma coisa, mais preparado que um torneiro mecanico ele é.

    1. Temor a Deus??? O cara de falas totalmente sem misericórdia. Você está alienado.

    2. A biblia diz que quem mente é o diabo e todo o que mente é filho do diabo então você anda votando no filho da mentira? Engraçado Bolsonaro tem a boca suja que nem esgoto, é favor de armas (Jesus a favor de paz e da outra face), acho que você se perdeu e não sabe mais nem o significado de ser crente… Ta precisando ler a bíblia irmão. Sou crente e posso afirmar, não se ganha valores, vendendo outros não. Quente ou frio, pois o morno será vomitado!

    3. Sou evangélico e não voto em Bolsonaro de jeito nenhum, qual é o exemplo que ele dar de ser cristão. Desdenhar da morte de pessoas durante uma pandemia? Chamar palavrões a todo instante? Mentir?.

  15. Deixei de ser envangelica e toda a minha família devido ao apoio deles a um presidente que não demonstra um pingo de amor ao próximo.

  16. Êle não é unanimidade,se for 40 % acredito,mas não coloque Lula como o seu adversario e sim os outros.Neste aslecto vai ficar com 35%.Os leais,o cegos,os hipnotizados

    1. Você deve está certo, afinal petista sabe tudo do futuro e nada do passado.
      Logo vão sair pesquisas nesse sentido, aquelas pesquisas falsas, colocando ex condenado em vantagem na corrida eleitoral. Quem é o ex condenado, Lula, que nem o STF conseguiu inocentar.
      Lembra das pesquisas publicadas em 2017 e 2018 que Bolsonaro perdia de todos? Elas vão voltar a aparecer, aguarde.
      Vai começar a era da manipulação em massa, mas o povo tem acordado, o povo está sabendo ver a verdade, o povo não é mais os zumbis amestrados da era do PT., exceto, meia dúzia que insistem com seus corruptos de estimação, são casos perdidos, numa enorme maioria de 10%.

  17. Enquanto bolsinho tiver perdoando dívidas de 1 bilhão das igrejas um monte de gente boa como Edir Macedo, Silas malafaia, Waldemiro Santiago e RR Soares vão votar nele

    1. evangelico e a religiao do satanas, ele está formando o seu exercito aqui na terra para poder voltar com muita força. maso triunfo de DEUS sera maior.

  18. Lulaladrão e sua trup são um bando de ateus farizeus , foram todos enviados pelo satanás para destabilizar o povo Brasileiro. Glória a Deus !

    1. Sem futuro é vc. Tenho certeza q seu comentário foi feito em frente ao espelho, um idiota feito vc é muito macho na frente d uma tela.

    2. Quando eu era mais novo eu ouvia dizer que tinha gente que tem raiva de crente, e não entendia pq!Rapz hj eu entendo e compartilho com a mesma ideia!owww povo véi que acha que tá certo, e só eles vão para o céu! A vdd é que todo mundo que ir para o céu. Mas, ninguém quer morrer!

  19. Do que adianta o sujeito passar o dia inteiro falando o nome de Deus, mas servindo ao Diabo? Esses neopentecostais simbolizam um câncer que está corroendo os ensinamentos de Cristo. R. R. Soares, Edir Macedo, Valdomiro, Malafaia, toda essa corja só quer saber é de dinheiro 💰

  20. É a lavagem cerebral feita pelos grandes líderes evangélicos. Ora, foi mais de 1 bi de isenção para os líderes. Tem que apoiar o presidente mesmo.

  21. Sou cristão e não voto mais nesse cara. Não sei de onde o povo evangélico tirou na Bíblia que Bolsonaro é o enviado de Deus para o Brasil. Alguém sabe?

  22. Bolsonaro pode ser comparado ao Rei Saul. O povo exigiu ao profeta Samuel que lhe desse um rei. Samuel consultou a Deus, e Deus disse: Se o povo quer um rei, dei-lhe um rei! O que aconteceu é que Saul fez muitas iniquidades e foi afastado do poder e sucedido pelo Rei Davi. O povo quis Bolsonaro, agora aguentem até a sucessão.

  23. lula é um defunto politico e o PT mantido por uma seita satânica de seguidores que doentes partidários, parabéns aos evangélicos, a campanha agora é #forafatima genocida, #vendacaern para pagar auxilio emergencial no RN

    1. Parabéns Milton…vc é a prova que há vida inteligente nas igrejas…

  24. Deus tem um planeta doente para cuidar…
    Esses enganadores, charlatões, que prometem cura do COVID com caroço de feijão, o departamento não é com Deus, Deus é humildade, empatia, estender a mão e simplicidade.
    O encarregado de cuidar desse povo (falsos messias) é do coisa RUIM mesmo.

    1. Vou concordar em parte com você Zégado, realmente tinham iniciado o tratamento, condenando alguns corruptos que tinham se apropriado dos recursos públicos, mas aí apareceu alguém e colocou o STF no meio. Destruiu todo processo de cura e libertação que estava em curso, jogou anos de limpeza fora.
      Para piorar não conseguiram inocentar os bandidos, os corruptos continuam sendo corruptos, então mudaram a lei para dar liberdade aos facínoras, ratazanas e bestes sociais que estavam encarceradas e condenadas.

  25. Gazeta do Povo é uma fonte totalmente Bolsonarista. É fato que boa parte dos evangélicos apoiam esse governo, mas não pode generalizar . Inclusive o apoio vem muito mais das igrejas Neopentencostais que vivem envolvidas em escandalos financeiros.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Após suspeição pelo STF, Moro cita série de sentenças de Lula confirmadas por tribunais e diz que “Brasil não pode retroceder e destruir passado recente de combate à corrupção”

O ex-juiz Sergio Moro negou nesta quarta-feira, 24, ter atuado politicamente ao condenar o ex-presidente Lula na Lava-Jato e disse que a operação foi um importante marco no combate à corrupção no país. Ex-ministro da Justiça e da Segurança Pública, Moro, que foi considerado parcial ao julgar o ex-presidente Lula em acusações relacionadas ao escândalo do petrolão, disse ter “absoluta tranquilidade em relação aos acertos” de suas decisões, inclusive na condenação a nove anos e seis meses que impôs ao petista. Na tarde de terça, 23, por apertada decisão de três votos a dois na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), Moro foi declarado suspeito, e o processo em que sentenciou Lula no caso do tríplex do Guarujá voltou à estaca zero.

“O Brasil não pode retroceder e destruir o passado recente de combate à corrupção e à impunidade e pelo qual foi elogiado internacionalmente. A preocupação deve ser com o presente e com o futuro para aprimorar os mecanismos de prevenção e combate à corrupção e com isto construir um país melhor e mais justo para todos”, disse Moro em nota.

O julgamento de Moro na Segunda Turma do STF foi permeado pela constatação, entre os ministros da Corte, de que o ex-juiz orientou procuradores e atuou ativamente no desenrolar do caso Lula, quando, por lei, deveria ter se mantido equidistante da defesa e da acusação. A revelação das conversas capturadas dos aparelhos telefônicos de autoridades e divulgadas pelo site The Intercept Brasil em parceria com veículos de imprensa como VEJA trouxe a público o modus operandi dos investigadores longe dos holofotes. As conversas revelam indícios de uma parceria ilegal entre o então juiz responsável pelo julgamento dos processos e procuradores que tinham como atribuição acusar os suspeitos de corrupção. Para garantir a paridade de armas entre defesa e acusação, a lei proíbe que julgadores e acusadores se aliem em busca de um resultado judicial comum e prevê que o processo pode ser anulado por suspeição do magistrado.

Quando o julgamento sobre a parcialidade teve início no STF, em 2018, os advogados de defesa do petista elencaram episódios que, segundo eles, eram indícios do comprometimento político do magistrado, como a divulgação, às vésperas da eleição, de trechos de uma delação premiada que afetava o petista e a decisão do próprio Moro de se tornar ministro da Justiça do presidente Bolsonaro, o principal adversário e maior beneficiado pela interdição de Lula de disputar eleições. As conversas hackeadas não faziam parte do pedido original porque sequer existiam.

Embora nenhum dos três ministros que votaram pela suspeição de Moro – Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Cármen Lúcia – tenham utilizado as mensagens hackeadas dos aparelhos celulares de Moro e de membros do Ministério Público como fundamento primordial para o veredicto, a avaliação reservada dos magistrados é a de que o teor das conversas não poderia simplesmente ser ignorado. Por terem sido obtidas por meio da invasão de hackers a celulares, as mensagens são consideradas provas ilícitas e, portanto, imprestáveis para condenar quem quer que seja. Ministros do Supremo e juristas avaliam, porém, que elas podem ser usadas como mecanismo de defesa – foi este o argumento usado, por exemplo, por Lewandowski para autorizar que os advogados do petista tivessem acesso ao acervo das mensagens hackeadas.

Nesta quarta-feira, em nota, Sergio Moro defendeu suas ações à frente da maior operação de combate à corrupção da história do país e disse que todas as suas decisões como juiz foram imparciais e sem qualquer animosidade, independentemente do réu a ser julgado. “A Operação Lava Jato foi um marco no combate à corrupção e à lavagem de dinheiro no Brasil e, de certo modo, em outros países, especialmente da América Latina, colocando fim à generalizada impunidade destes crimes. Mais de quatro bilhões de reais pagos em subornos foram recuperados aos cofres públicos e quase duas centenas de pessoas foram condenadas por corrupção e lavagem de dinheiro”, declarou. “Todos os acusados foram tratados nos processos e julgamentos com o devido respeito, com imparcialidade e sem qualquer animosidade da minha parte, como juiz do caso”, completou.

“Apesar da decisão da segunda turma do STF, tenho absoluta tranquilidade em relação aos acertos das minhas decisões, todas fundamentadas, nos processos judiciais, inclusive quanto aqueles que tinham como acusado o ex-Presidente”, declarou. Esta é a primeira vez que Sergio Moro se pronuncia desde que o Supremo Tribunal o declarou um juiz suspeito.

Ainda na nota, o ex-magistrado, que abandonou 22 anos de carreira para integrar o governo Bolsonaro, afirmou que, no caso de Lula, sua sentença foi confirmada por outras duas instâncias e que a prisão do petista só foi decretada após o próprio STF ter negado um habeas corpus preventivo em benefício do ex-presidente. “A sentença condenatória contra o ex-Presidente foi confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região e pelo Superior Tribunal de Justiça que, igualmente, rejeitaram as alegações de falta de imparcialidade. O ex-Presidente só teve a prisão ordenada pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, em 2018, após ter habeas corpus denegado pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal”, disse.

Com Justiça Potiguar via Veja

Opinião dos leitores

  1. Não gostei do ministro. Porém o juiz prestou um papel irrepreensível ao país. O sapo barbudo foi livrado.

  2. A atual composição do STF é uma graça, a maioria dos juízes indicados por um partido que deseja ser dono do Brasil, diversos ministros desqualificados à função, muitos comprometidos com seus padrinhos, um boca mole que manda nos outros, quando ele fala os palhaços sem encantam, um lesado metido a autoridade (apanhou mais que rapariga de JOAQUIM BARBOSA), uma manequim de cemitério, mofada e subserviente, quando boca mole mandou ela obedeceu. Por fim, quem foi desautorizado não foi só o Juiz Moro, foram os desembargadores da quarta região e o STJ, que confirmou a primeira setença. Três mosqueteiros derrotaram a vergonha desse pais e pena que a história não acabe aí, o congresso, na figura do senado, Por ser comprometido com a corrupção, silenciou de forma vil.

  3. SÉRGIO MORO, nos deu um exemplo de grandeza. Foi o melhor que aconteceu neste país desde a chegada dos portugueses no ano de 1500. Grande SÉRGIO MORO.

  4. O moro agora precisa pagar cívil e criminalmente pelo que cometeu, claro que tudo deve respeitar o devido processo legal, coisa que ele não fez quando era juiz. A suspeição do moro dá a garantia que ele não será julgado como julgou, que os seus acusadores combinem com o juiz que testemunha pode ser buscada, a retirada de acusadores "fracos", a negação de pedidos dos seus defensores, a desconsideração das suas testemunhas, a garantia de que o fachin não será dos seus acusadores, que basta confiar na lei e não no fux. Ter a garantia que juiz e acusação não irão debochar da sua voz, dos seus erros de português, das desventuras familiares, caso aconteça, que não terá vazamentos de seus processo para a imprensa, que o juiz não terá o apoio integral da imprensa e nem que serão, o juiz e acusação, levados a condição de heróis, após fazer uma tabelinha cúmplice com a imprensa para condena-lo. Também terá a garantia que juiz não irá correr contra o tempo para tirar a possibilidade dele concorrer as próximas eleições, mesmo que ele estivesse na liderança nas pesquisas e muito menos que esse juiz receba um cargo (como prêmio) no próximo governo por ajuda-lo a tirar do jogo. Não! Não será permitido que o juiz e acusadores criem ONG para obter qualquer tipo de compensação ou gratificação por condena-lo. Não moro! Vc terá todos os direitos garantidos na sua defesa. Depois que o supremo o julgou suspeito, o devido processo legal será respeitado, essa é a esperança, e que vc responda por todo mal que fez ao país. E que novos moros nunca mais apareçam para corromper o sistema judiciário. A operação lava jato nunca foi contra a corrupção, foi pela corrupção.

    1. Que comentário imbecil, fale dos crimes do molusco que irão prescrever, aqui o crime compensa!!!!

  5. A formação do STF tem que mudar. Deve ser por concurso público e temporário (10 anos), aí sim entra por competência e não será advogados eternos de corruptos.

  6. O ex juiz perdeu uma ótima oportunidade de ajudar o Brasil a livrar-se dessa corrupção endêmica. Sua vaidade e ambição desmedidas o impediram. Depois do papelão que fez na bizarra saída do governo, perdeu o único aliado que poderia ter, o presidente Bolsonaro. Agora, está entregue aos leões. E sua falta de caráter está atrapalhando o Brasil. Virão mais desdobramentos desse episódio.

    1. Diga-me quem tu defende que direis quem tu és. Vá estudar um pouco sobre a operação mãos limpas q ocorreu na Itália q vc entenderá a decisão do STF.

    2. José, vc quiz dizer LULA LADRÃO! Dr Sérgio Moro tem seus defeitos menos esse de Lula. Tá provado é comprovado, ou o dinheiro recuperado pelo Brasil é fake??

  7. Sabemos quem são os bandidos, nas próximas eleições o STF só dispõe de 11 votantes diretos. Portanto, saberemos o que fazer!

  8. O STF, que em maioria não são juízes de carreira , são apadrinhados de políticos partidários e só fazem julgamentos políticos, destruíram o verdadeiro judiciário em nome de uma causa. O pior é assistir parte dos idiotas In- úteis torcedores da corrupção x loucura aplaudindo e comemorando. Os bilhões devolvidos em acordos pelos marginais são fictícios? A condenação em três instâncias é fake news? O maior assalto do planeta terra aos cofres públicos são fantasias? Perceberam que o plano de acabar com a lavajato uniu esquerda radical, extrema direita e o centrão? Nos anos 80 o artista cantava " Que país é esse?" … Lamentável, a corrupção uniu todos os partidos e todas as instituições, diferente do combate a covid….o povo que se exploda!

  9. Você já foi desMOROlizado! Em relação ao TRF-4 estamos aguardando a deles também! A globo já te abandonou, foi útil para o serviço…agora é cachorro morto. Continua se achando…com todas aquelas provas: vazar diálogos, interceptar advogado etc. Vocês cometeram todos esses abusos…e com isso entregaram de bandeija a suspeição. Qualquer aluno de direito sabe disso. Menos a força tarefa da Egojato. Pato amarelo da FIESP cadê vc?

  10. O rabo abanou o cachorro. Eu queria entender porque Gilmar Mendes tem tanto ódio da Lava jato e do Moro. Será porque ele é sócio da Faculdade que recebeu R$ 1,4 milhão do Fies e o caso foi abafado?

    1. Amiga, Gilmar trabalha pros corruptos…A lava-jato os combate…simples assim!!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Juiz de Curitiba interrompe envio de dois processos de Lula na Lava Jato ao DF após suspeição de Moro

Foto: Giuliano Gomes/PR Press

O juiz titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, Luiz Antonio Bonat, decidiu interromper o envio de dois processos que investigam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no âmbito da operação da Lava Jato, ao Distrito Federal.

Um ofício, expedido na noite de terça-feira (23), determinou a suspensão do envio de dois processos que apuram supostas irregularidades na compra do terreno para a construção do Instituto Lula e doações ao órgão.

O envio dos processo ao Distrito Federal foi determinado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin, em 8 de março. À época, o ministro declarou incompetência da Justiça Federal do Paraná para julgar quatro processos de Lula.

Bonat chegou a determinar o envio dos processos ao DF, mas interrompeu a remessa após o STF declarar, na terça-feira, que o ex-juiz federal Sergio Moro foi parcial ao condenar Lula no processo do triplex do Guarujá.

De acordo com o juiz federal, a decisão da Segunda Turma do STF quanto a suspeição de Moro prejudica o envio dos processos determinado pelo ministro Edson Fachin.

Bonat citou na decisão que aguarda comunicação oficial para tomar outras providências. Enquanto isso, interrompeu o envio dos autos.

O G1 tenta localizar a defesa do ex-presidente Lula.

Suspeição de Moro

Por três votos a dois, a Segunda Turma do STF declarou que Moro agiu com parcialidade ao condenar o ex-presidente Lula no caso do triplex do Guarujá.

A sentença já havia sido anulada pelo ministro Edson Fachin, quando declarou incompetência da Justiça Federal do Paraná para julgar o caso.

Com a decisão de terça, todo o processo do triplex foi anulado. Sendo assim, a ação precisará ser retomada da estaca zero. As provas colhidas serão anuladas e não poderão ser usadas em um eventual novo julgamento.

Decisão de Fachin

A decisão do ministro Edson Fachin que anulou quatro processos de Lula na Lava Jato no Paraná atendeu a um pedido de habeas corpus feito pala defesa do ex-presidente, em novembro de 2020. Com a decisão, Lula recuperou os direitos políticos e voltou a ser elegível.

Segundo o ministro, a 13ª Vara Federal de Curitiba, cujo titular na ocasião das condenações era o ex-juiz federal Sergio Moro, não era o “juiz natural” dos casos.

O ministro determinou que sejam remetidos do Paraná para Brasília as seguintes ações:

Triplex do Guarujá: nesta ação, Lula foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, em julho de 2017. A condenação levou o ex-presidente a ficar preso por 580 dias. No mesmo processo ele foi absolvido das acusações de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo o armazenamento de acervo presidencial;

Sítio de Atibaia: Lula foi condenado, no processo, em fevereiro de 2019, sob acusação de recebimento de propina. Nesta ação, o ex-presidente foi absolvido da acusação de lavagem de dinheiro envolvendo a ocultação e dissimulação de valores utilizados no custeio por um amigo de Lula nas reformas feitas no sítio.

Doações ao Instituto Lula: o ex-presidente responde a duas ações referentes ao caso. Em ambos, não há sentença da Justiça Federal em 1ª instância.

Com a decisão do STF, os processos serão entregues e analisados por um novo juiz, no Distrito Federal. O magistrado terá que analisar e decidir sobre a validade das movimentações dos processos.

Além disso, no habeas corpus, Fachin anulou o recebimento das denúncias feitas pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-presidente. Sendo assim, o novo juiz também vai analisar se Lula deve ser julgado pelos casos.

Caso o juiz sorteado na Vara Federal de Brasília não receba as denúncias formuladas pelo MPF, o ex-presidente pode ser absolvido sumariamente.

G1

Opinião dos leitores

  1. É abominável constatar como tem gente a favor da corrupção e que ainda comemora. Dinheiro roubado do bolso do contribuinte, do trabalhador.
    Certamente, não é dinheiro desviado, roubado daquele que está comemorando.

  2. Vai chegar. Ele deve responder cívil e criminalmente por tudo que fez. Sem falar nos crimes de mesa pátria. Já tem estudos que mostram os bilhões e bilhões de prejuízos que trouxeram ao país. A Carmen Lúcia ainda aliviou pra o moro e o livrou de ser responsável pelo pagamento das custas processuais.

  3. Bem vindos à ditadura do judiciário.
    Um absurdo, onde querem que um bandido seja o mocinho da história.

    1. Quais são os bastidores da decisão da segunda turma?
      Ministro batendo papo com advogado, dando parabéns, chorando?
      Quantos ministros seriam suspeitos para votar?
      Esse Ze Gado defende a corrupção do mensalão e do petrolao .
      O PT usou hackers para invadir smartphones de procuradores.
      Para mostrar que Moro conversava com procuradores .
      Falar com procuradores é crime e hackear smartphone não?
      O hacker também acessou conversas de ministros.
      O povo quer acesso a essas conversas..
      Pau que dá em Chico bate em Francisco.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Mourão diz que Lula ‘ficou no passado’ e que PT tem outros membros ‘com capacidade’

Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo

O Lula ficou no passado. Eu acho que a gente tem que ir para frente, nós precisamos de lideranças novas, existe muita gente com país com capacidade, inclusive dentro do próprio partido do presidente Lula — disse Mourão, em entrevista à Rádio Tupi.

Na semana passada, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin anulou as duas condenações que Lula sofreu na Justiça Federal em Curitiba e enviou esses e mais dois processos para a Justiça Federal do Distrito Federal. Com a decisão, o petista recuperou os direitos políticos e pode concorrer à Presidência.

Para o vice-presidente, Lula já “teve a sua contribuição para a vida política”, ao ser presidente da República, presidente do PT e deputado, e “já passou”:

— Ele já é um homem na proximidade dos 80 anos, nada contra isso daí. Mas ele já teve a sua contribuição para vida política do Brasil, foi presidente por oito anos, foi deputado por quatro anos, foi presidente de honra, ou presidente efetivo, do Partido dos Trabalhadores por não sei quanto tempo. Ou seja, já passou.

Na semana passada, Mourão já havia dito que não venceria uma nova eleição presidencial porque tem “ideias velhas”. O vice-presidente disse, no entanto, que se a população eleger Lula, é preciso ter “paciência”.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Quem te viu ontem e quem te vê hoje, não diz que é o mesmo.
    Membros com capacidade no PT Mourão!!!!!!
    PQP !!!!!!!

  2. Luladrão não se contenta com os bilhões que roubou da Nação Brasileira, quer entrar no poder para roubar ainda mais ? Já está bilionário e ainda não é contente ? Veja que tem pessoas que são muito ricas e mesmo assim querem mais ainda !! Bandido banido

  3. A "capacidade" do PT é bem conhecida por esse país…conhecemos bem até demais….são capazes de muita coisa….

    1. A esperança que está voltando é de quê: de PETROLÃO, de MENSALÃO, de gastos de BILHÕES com Copa do Mundo e OLÍMPIADAS, de perda de REFINARIA de gás para a Bolívia, de remessa de BILHÕES para países comunistas, de escândalos de CORRUPÇÃO em todos os setores, de saúde abandonada????

  4. Eu quero ta vivo para ver, qualquer q seja o novo presidente, entrar e no primeiro dia exonerar essa corja de Olavistas/terraplanistas/teóricos de conspiração que só estão levando nosso pais para o retrocesso absoluto, com uma unica retórica "não são corruptos" mas as finanças da família Bolsonaro é uma das poucos que cresce mês e mês em um pais em crise.

  5. Lula tá morto politicamente. Tomara que seja candidato a presidente, apesar de ser corrupto. Acaba de vez e coloca uma pá de cal.

  6. Isso td é medo do LULA. Pq se ele assumir aí o gado vai sofrer. LULA o melhor presidente de todos os tempos derna o Marechal Deodoro da Fonseca.

  7. Todos os membros do PT tem muita capacidade. Capacidade de roubar é a maior virtude da quadrilha.

  8. Quando o sapato aperta, eles correm pra falar do PT! É incrível! Vamos trabalhar, incompetentes. Vocês se elegeram prometendo novos tempos e só fazem birra.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *