VÍDEO: Chorão cantor do Charlie Brown Jr, humilha integrante da banda em pleno show

É… parece ter durado pouco a trégua entre Chorão e Champignon. O vocalista do Charlie Brown Jr desancou o baixista durante um show do grupo neste domingo, em Apucarana, no Paraná. Um fã gravou todo o discurso de Chorão, que dura cerca de sete minutos, e colocou no YouTube.

No auge do sucesso, as brigas entre os integrantes resultaram na quase desintegração do Charlie Brown Jr, que chegou a contar com apenas Chorão como membro original. Mas no ano passado Champignon e Marcão voltaram para o grupo.

O vídeo já começa com Chorão criticando duramente Champignon, dizendo que ele deveria ser muito grato por ter sido aceito de volta no grupo “depois de tudo que fez”. O vocalista então chama o guitarrista Marcão e pergunta se já roubou alguém na banda. Marcão responde que “não”. A partir daí, é uma sequência de acusações de Chorão contra Champignon, que ouve tudo calado.

“Eu não aguento mais. Sabe por que eu tirei o microfone dele? Porque é o seguinte, porque ele vai falar muita mentira, tá ligado? Eu trabalhei muito pelo bagulho e no final da parada fui acusado de ladrão”

“Você voltou por causa de dinheiro, não voltou porque queria tocar no Charlie Brown Jr.”

“Eu fui muito injustiçado. Meu filho apanhou na escola por causa disso, passaram na porta da minha casa me xingando, mas não corri”

“Ele tentou duas vezes e quando tudo acabou foi bater na minha porta. Eu aceitei o cara. Gostava dele. Mas infelizmente o cara não admite que fez uma pá de merda, porque não quer que vocês achem que ele tem defeito.”

Depois de quase cinco minutos de esculhambação, Champignon deixa o palco quando Chorão diz que vai tocar a música “O preço” e a plateia começa a gritar “arregou, arregou”.

O show continuou sem baixista
http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=RfncBqMRRZw
Obs.: Se o Chorão der uma lida nos comentários do vídeo no YouTube, verá que sua atitude não encontrou muito apoio dos fãs não…

Font: O Globo

Vitória ou derrota faz parte. Humilhação não!!!

Nos últimos anos, o ABC tem passado por alguns vexames grandes dentro da sua casa.

Em 2007, foi o vexame para o Assu. Levamos 5 gols, amenizados pela rápida intervenção do então presidente Judas Tadeu, que demitiu o técnico, trouxe outro e colocou o clube na rota do 50º titulo estadual.

Em 2009, levamos um sapeca aiai do São Caetano também de 5 no Frasqueirão. Até ontem, tinha sido a partida mais vergonhosa a que assisti do clube que aprendi a amar e sofrer por ele.

Achei que não veria mais aquele tipo de situação enquanto fosse vivo.

A passividade somando as dificuldades fizeram o mesmo presidente, no caso de Judas, totalmente passivo naquele momento, e acabamos rebaixados a terceira divisão no mesmo ano.

Ontem voltei a ver o ABC fazer outro papelão, tomamos de 5 novamente de um time abaixo de mediano como é o Bragantino, uma falta de compromisso total de jogadores.

Um time figurativo para ser bondoso. O ABC sem alma, sem raça e sem vergonha de ontem não pode se repetir mais. Sei que a demissão do técnico vai acontecer, mas o problema não é só esse!!!

O técnico que gostei da contratação quando foi anunciado, se mostrou sem total condições de continuar no time, o ABC é um clube grande, não é um laboratório. De 12 pontos disputados, apenas 2 conquistados; há algo de muito errado…

Deixo esse pequeno texto com dois exemplos, até mesmo porque sei que a diretoria vai ler, para ela analisar e tomar as medidas cabíveis hoje, que é um dia D. Ou mostramos que não queremos isso para o clube ou vamos ter que passar tudo de novo na terceira do ano que vem.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Medeiros disse:

    tá faltando levar soh do MECÃO, aguardem…

  2. Cuidado a síndrome “RICARDO OLIVEIRA”, o abC vai ter que abri os cofres.

  3. gley disse:

    E importante a volta de alguns dirigentes principalmente Ricardo Rocha o BIROFA para o ABC voltar a ter alegrias

  4. Karl Leite disse:

    Bruno,
    Parabens pelo texto. Concordo com voce.
    Acho que esta na hora de trazer um remedio caseiro, Ferdinando Teixeira.
    Mas, é um prato pro torcedores do mequinha, os sem estadio, sem destino. ABC, sempre! Ganhando ou perdendo.

  5. Soube que o "Marketing" está elaborando uma vasta programação com a competência que lhe é familiar, para comemorar o 10º jogo sem vitória.