Mourão diz que Macron ‘não está bem’, e emenda crítica: “desconhece a produção de soja do Brasil. Nossa produção de soja é feita no cerrado ou no sul do país”

ADNILTON FARIAS/VPR 

O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta quarta-feira (13) que o presidente da França, Emmanuel Macron, desconhece a produção de soja no Brasil e que as críticas feitas por ele externaram “interesses políticos de agricultores franceses”.

Na terça (12), em mensagem em uma rede social, Macron disse que “continuar dependendo da soja brasileira é endossar o desmatamento da Amazônia”. Ele defendeu coerência nas “ambições ecológicas” e declarou que “quando importamos a soja produzida a um ritmo rápido a partir da floresta destruída no Brasil, nós não somos coerentes”.

Mourão afirmou que a presença de soja na Amazônia “é ínfima”, mas que a capacidade de produção brasileira é “imbatível.”

“Monsieur Macron n’est pas bien (o senhor Macron não está bem, em tradução literal)”, disse Mourão, em francês. “Macron desconhece a produção de soja do Brasil. Nossa produção de soja é feita no cerrado ou no sul do país”, afirmou o vice-presidente.

“Então, eu acho que nada mais, nada menos, [Macron] externou aí aqueles interesses protecionistas dos agricultores franceses. Faz parte do jogo político”, completou.

Na fala, o presidente francês não apresentou dados que corroborem com suas declarações. O G1 entrou em contato com o Ministério da Agricultura, que informou que não comentaria as falas do presidente francês.

“A produção agrícola na Amazônia é ínfima. Por outro lado, a nossa capacidade de produção ela é imbatível, vamos colocar assim. Nossa competição nesse ramo aí está muito acima dos demais concorrentes”, concluiu Mourão.

Macron tem dado declarações públicas de descontentamento com a política ambiental brasileira desde meados de 2019, quando as imagens das queimadas na Amazônia correram o mundo e aumentaram a pressão sobre o governo do Brasil em um momento em que a União Europeia negocia um acordo comercial com o Mercosul.

No auge da crise ambiental na região amazônica, Macron se desentendeu com o presidente Jair Bolsonaro, e os dois trocaram acusações públicas. O francês chamou as queimadas que ocorriam no país de “crise global” e disse que os países integrantes do G7 deveriam debater, com urgência, a questão. Em resposta, o brasileiro afirmou que o posicionamento de Macron evocava “mentalidade colonialista descabida no século 21”.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tico de Adauto disse:

    To com Macron e não abro.
    Governo bovino desastrado em todas as áreas. 2022 tem dia D e hora H.

PF traça cronograma sobre possíveis interesses e interferências de Bolsonaro na corporação, mas não lança conclusão nem estabelece relação direta entre fatos

Foto: Agência O Globo

A Polícia Federal traçou um cronograma sobre os possíveis interesses e tentativas de interferência do presidente Jair Bolsonaro na corporação, para embasar o inquérito que apura se o presidente cometeu algum crime ao trocar a direção-geral da PF. A investigação foi aberta em abril, após pedido de demissão do então ministro da Justiça Sergio Moro, que acusou Bolsonaro de querer interferir indevidamente no órgão para frear investigações contra aliados.

O relatório, de 57 páginas, elenca como fatos relevantes nessa cronologia a investigação contra o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no Ministério Público do Rio sobre o esquema de “rachadinha” em seu gabinete, o inquérito eleitoral sobre suposta lavagem de dinheiro de Flávio Bolsonaro que tramitou na PF do Rio, a citação indevida ao deputado Hélio Negão (PSL-RJ) em um inquérito da PF do Rio e a preocupação com o inquérito das fake news em tramitação no Supremo Tribunal Federal (STF). A PF não lança uma conclusão nem estabelece uma relação direta entre esses fatos e as tentativas de troca do superintende da PF do Rio e da direção-geral da PF.

Com informações de O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    De novo este blá blá blá, o processo da rachadinha está na mão da justiça do Estado do Rio de janeiro e não na PF.
    Que julguem logo isso para acabar com essa palhaçada, a PF vem fazendo o melhor trabalho da sua história depois que o morno saiu, em apreensão de drogas e investigações para prender quadrilhas.

  2. MORO E DALLAGNOL 2022 disse:

    QUEM NÃO QUISER CAIR SE DEITE PORQUE O SÉRGIO MORO É DURO……O MORO É DURO E TÁ ESTOURADO……VAI SER NO PRIMEIRO TURNO……O MORO É DURO PAPAI……KKKKKK

  3. Antonio Turci disse:

    Com todo respeito ao Presidente e a quem pensa diferente MORO tonga razão.

  4. Pedro disse:

    Vc de novo, homem vá arranjar um lavagem de roupa. Isso é uma tizica da peste, pior do que Ricardo lúcido, que de lúcido não tinha nada.

  5. Manoel disse:

    Não, a PF qie ele citou que iria interferir para proteger a familícia era na verdade Prato Feito. Tdo mundo estava se afogando no Prato Feito.

    • Mgil disse:

      Chora não BB

    • Del GADO 2 disse:

      Vixeeeee “Mgil” comesse ração batizada.
      Ô gado pra aceitar o açoite….
      Estão aceitando tudo, até argola na “venta”.
      Ô gado malvado e sofrido….
      Toca o berrante seu menino…
      ÔÔÔÔÔ GADO ôôôôô

    • Luladrão Encantador de Asnos disse:

      Melhor Jair se acostumamdo, serão mais 6 anos. Não sei se resistirás a abstinência de pão com mortadela.