Em nota de pesar, Delegado-geral garante diligência a procura de bandidos envolvidos em morte de agentes

A Delegacia Geral de Polícia Civil (Degepol) também se manifestou, por meio de nota de pesar, acerca da morte dos agentes Antônio Neto e Jovanês Oliveira. Os dois morreram após uma troca de tiros com bandidos durante uma operação da Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov).

Na nota de pesar assinada pelo delegado-feral Fábio Rogério, a Degepol garantiu que continua em diligências na tentativa de prender os responsáveis pelo assassinato dos agentes.

Confira a nota na íntegra:

Nota de Pesar

A Delegacia Geral de Polícia Civil vem a público, solidarizar-se com os familiares e amigos dos policiais civis Antônio Pereira Pinto Neto (48) e Jovanez Oliveira Borges (39), subtraídos abruptamente do nosso convívio em face de uma ação criminosa de bandidos, no momento em que se encontravam no exercício de suas funções. Que suas famílias recebam as condolências, em nome da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, pela perda irreparável dos seus entes queridos.

Antônio Pereira Pinto Neto e Jovanez Oliveira Borges eram lotados na Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV). A Polícia Civil, cumprindo o seu dever institucional, encontra-se empenhada na realização de diligências incessantes com o objetivo de capturar os autores.

Fábio Rogério Silva
Delegado Geral da Polícia Civil