Diversos

Prefeito Paulinho solicita ao DER reestruturação de paradas de ônibus em São Gonçalo do Amarante

Foto: Isaías Carlos

O prefeito de São Gonçalo do Amarante/RN, Paulo Emídio (Paulinho) protocolou, na manhã desta quarta-feira (12), ofício solicitando ao Departamento de Estradas e Rodagens do Rio Grande do Norte (DER) providências para que os pontos de ônibus da RN-160, que corta o município, sejam reestruturados e atendam às necessidades dos usuários.

De acordo com o prefeito, os pontos que estão sendo instalados não são adequados para abrigar os passageiros. “O diretor Manoel Marques informou que o modelo da parada que está sendo construída é padrão do Banco Mundial, mas que vai reunir técnicos e representantes para discutir e tentar atender nosso pedido”, disse Paulinho.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Denúncia

Satélite: um bairro sem paradas

Imagens das paradas em Cidade Satélite

Na tarde de ontem, o BlogdoBG andou pelas ruas da Cidade Satélite e fez um levantamento da situação das paradas de ônibus do bairro. O que foi visto, foram diversos pontos de ônibus apenas sinalizados por uma placa pendurada em um poste e isso é motivo para a população fazer diversas reclamações. “Isso é uma falta de respeito conosco que somos cidadãos e pagamos nossas obrigações, pagar uma passagem de R$2,20 e esperar o ônibus exporto ao sol quente é uma vergonha, quando chove a situação é pior ainda porque temos que nos virar de todo jeito, estamos sofrendo com isso faz anos já e nenhuma medita é tomada pela prefeitura.” Concluiu o Músico David Pessoa.

O Natalense que depende de ônibus vem sofrendo com a falta de estrutura nas paradas de ônibus de toda a capital, o que foi visto pelo Blog foi apenas 1 de vários bairros que sofrem com o mesmo problema. Tais problemas que o cidadão natalense já está acostumado a enfrentar na capital, independente de ser zona norte, sul, leste ou oeste.

Como pode ser visto nas fotos, as paradas não possuem acento para o cidadão esperar o ônibus sentado, não possuem cobertura para livrar do sol e da chuva e em grande parte o que é visto, são pontos de ônibus localizados em meio ao mato deserto, havendo a possibilidade do cidadão ser pego por algum inseto perigoso e até mesmo ser vítima de assalto.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *