Com taxa de ocupação superior a 50%, RN solicita ao Ministério da Saúde 71 prorrogações de leitos de UTI para tratamento da covid

O Governo do Estado solicitou ao Ministério da Saúde a prorrogação de 71 leitos de UTI para o enfrentamento da covid.

Para obter a prorrogação, a gestão local pode fazer essa solicitação, desde que a taxa de ocupação seja superior a 50% dos leitos encontrados no plano de contingência, o que representa o cenário atual.

Para isso, o Governo Federal deve investir R$ 3,4 milhões na continuidade dos leitos em municípios como Natal, Mossoró, Pau dos Ferros e Caicó.

Com acréscimo de informações da Tribuna do Norte

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cris disse:

    Tome mais despesas.
    Tudo graças a irresponsabidade dos partidos políticos que queriam aglomerar.
    E quem ganhou com isso?
    Acorda gente

  2. pereira disse:

    Diante desse AUMENTO Descontrolado de Novos infectados e cada Vez Mais com Tendencia de Mais Alta, nesse cenario NAO Existe inocentes, todos SÃO CULPADOS. População, Governo, prefeitos, Politicos e Justiça, todos Sabiam que Isso ia Acontecer. Então resta agora a MISERICORDIA de DEUS sobre Todos NÓS.

  3. Zé ruela disse:

    E tome dinheiro

Seturn solicita ao Detran implantação de faixa semi exclusiva compartilhada para ônibus e bicicletas na Roberto Freire

O Sindicato das Empresas de Transporte Urbanos de Passageiros do Município de Natal (Seturn) protocolou nesta quarta-feira (30), no Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RN), uma solicitação de implantação de faixa semi exclusiva compartilhada para ônibus do transporte coletivo urbano metropolitano e bicicletas na Av. Engenheiro Roberto Freire. O pedido realizado diretamente ao diretor do órgão público, Jonielson Pereira de Oliveira, visa desafogar o trânsito na região.

Atualmente circulam pela Avenida Engenheiro Roberto Freire, cerca de 180 ônibus do serviço público de transporte coletivo urbano e metropolitano distribuídos em 20 linhas que sofrem perda considerável em virtude dos constantes congestionamentos, sobretudo na faixa da direita. Os engarrafamentos provocam, por exemplo, acesso irregular dos veículos a estabelecimentos comerciais da região acarretando atrasos nos horários de chegada nas paradas de ônibus.

“E comum presenciarmos filas de veículos parados na via, aguardando o atendimento Drive Tru, obstruindo até duas faixas de rolamento e congestionando completamente a via, prejudicando o desempenho da programação dos serviços públicos de transporte coletivo que tem que cumprir o tempo de viagem determinado. Além do mais, são constantes as reclamações dos usuários, motivados pelos descumprimentos dos horários previstos, afetando com isso a qualidade dos serviços”, detalha Nilson Queiroga, consultor técnico do Seturn.

Baseado na Lei Federal N 12.587 de 03 de Janeiro de 2012, que estabelece políticas de mobilidade urbana, em seu Art 6°, que assegura a prioridade do transporte coletivo na circulação das vias, a solicitação também é feita tomando como referência a intervenção realizada pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), na Avenida Prudente de Morais. A direção do Seturn aguarda um posicionamento para o debate e atendimento a solicitação.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. De olho👀 disse:

    Ciclovia na Roberto Freire e em outras avenidas deveriam aproveitar o canteiro central, a exemplo do que existe no Rio de Janeiro, em Copacabana, da praia até a Urca. Faixas compartilhadas de ônibus e bicicletas simplesmente não funcionam e atrapalham o já bagunçado trânsito. É preciso planejamento, coisa que por aqui não ocorre.

  2. Oswaldo disse:

    Kkkkkk imagine onde a fila de congestionamento da Roberto Freire vai parar. Antes já tava na Arena das Dunas, agora com certeza chega na ponte nova.

  3. olimpio disse:

    Quando acontecer um acidente com um ciclista, só vai sobrar pro motorista como culpado.

  4. Joaquim disse:

    Falou tudo

  5. Mável Adriano disse:

    Eu tenho juízo, não pedalarei nunca, divindindo o espaço com os motoristas loucos e irresponsáveis de ônibus. 🤨

  6. Antonio Turci disse:

    Esse povo pensa que Natal está na Holanda ou na Dinamarca, lugares de clima frio e de grandes planícies. Natal é quente e cheia de ladeiras. Quem danado vai sair de terno e gravata, escanchado numa bicicleta, subir a ladeira da Rio Branco, da Candelária? Nossas ruas mal dão para a frota motorizada. Como estreita-las ainda mais fazendo ciclovias?? Modismo besta….

    • joao disse:

      Meu amigo deixe de ser revoltado e para de ficar comendo pipoca com coca cola e coçando os eggs e procure pelo menos andar para não morrer de extress.

    • Neto disse:

      Falou tudo sedentário que cria desculpa pra continuar no ócio

    • GCF disse:

      Você pode pedalar com uma roupa adequada e, quando chegar no trabalho, tomar um banho, trocar de roupa e pronto. Quanto a subidas, as bicicletas atuais possuem marcha e Natal não possui tantas ladeiras como você acha.
      Vou lhe dar um exemplo: Curitiba tem ciclovias há mais de quarenta anos. Uma das primeiras foi construida na faixa de domínio de uma das ferrovias que cortam a cidade. Não prejudicou nenhum tráfego e cortou Curitiba, passando ao lado da Rodoferroviária ,(distante mais ou menos 1.5 Km do centro da cidade e indo até a Cidade Industrial de Curitiba (uns 30 km).
      Hoje em dia há inúmeras ciclovias interligadas na capital do Paraná e é possível alugar bicicletas através de aplicativos de celular. Se lá foi possível, com topografia muito mais acidentada que Natal, aqui também será possível. Basta planejamento, técnica e vontade.

    • Cristian disse:

      "Você pode pedalar com uma roupa adequada e, quando chegar no trabalho, tomar um banho, trocar de roupa e pronto"
      Queria que isso fosse a norma, muitas empresas não dispõem de um mero chuveiro. Fora que o trânsito louco e a falta de um acostamento para pedalar, atrapalha o ciclista de rua.
      Só vemos essa turma do pedal, que anda paramentada e só faz passear, o ciclista como alternativa a outros transportes, só nas periferias mesmo.

ABIH-RN solicita medidas a COSERN para reduzir custos das empresas hoteleiras

Foto: Reprodução/site ABIH-RN)

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN), em nome de seus associados, tomou a iniciativa de solicitar à Companhia de Energética do RN – COSERN medidas preventivas que permitam reduzir os cursos das empresas hoteleiras com vista à manutenção dos empregos e redução de dívidas no momento de crise em face da pandemia mundial do coronavírus.

Uma preocupação recorrente do setor é a grande despesa com o consumo de energia nos estabelecimentos hoteleiros para a execução e manutenção dos serviços. Entretanto, com a crise que se alastra no país, a hotelaria praticamente fechou suas portas por tempo indeterminado, mas ainda necessita manter partes cruciais das estruturas funcionando como forma de se preparar para a retomada dos negócios.

Pensando nesse grande desafio, a ABIH-RN enviou a COSERN um ofício solicitando medidas para amenizar esse quadro e garantir os empregos do turismo. São elas:

• A suspensão da cobrança da demanda do contrato de fornecimento de energia ou, em última análise, cobrança da demanda efetivamente consumida em oposição à demanda contratada;

• Prorrogação do prazo de vencimento das contas de energia elétrica referentes ao mês de março até junho de 2020, iniciando-se o pagamento em outubro de 2020;

• Dilatação do prazo de interrupção do fornecimento de energia em decorrência de inadimplência, até a normalização da situação.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. François Cevert disse:

    É justo justíssimo na real a prefeitura e governo era pra garantir uns leitos pra isolamento de idosos ou de pessoal que trabalham com com saúde e que muitas vezes não possam voltar pra casa sob pena de infectar seus filhos pais ou avós.

  2. Netto disse:

    Imagem bem sugestiva. A Costeira tá com muita lâmpada queimada.

  3. Luciana Morais Gama disse:

    E a redução do ICMS sobre a energia não vão solicitar ao Governo do Estado???

Inframerica solicita à União devolução amigável do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal

(Foto: Jobson Galdino/Divulgação)

A Inframerica, concessionária do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, solicitou à União a devolução do terminal potiguar. Se a solicitação for aprovada, haverá um processo de licitação e a operação do Aeroporto de Natal será transferida para um novo operador. Com isto, a Inframerica deverá receber uma indenização, baseada principalmente no valor dos investimentos não amortizados, a ser determinada pelos órgãos competentes.

Durante o trâmite administrativo de análise do pedido, e até que haja a relicitação e a entrada de um novo operador, a administradora manterá todas as operações do aeroporto, com a mesma qualidade e segurança, bem como a execução de todos os contratos em vigor com seus colaboradores, cessionários fornecedores e companhias áreas. A concessionária informa que o pedido de devolução está circunscrito exclusivamente à concessão do Aeroporto da Grande Natal.

O Aeroporto da Grande Natal foi o primeiro aeroporto do Brasil transferido para a iniciativa privada, em 2011, e o primeiro aeroporto federal a ser construído do zero pelo setor privado. A concessionária iniciou suas operações em maio de 2014, oito meses antes do prazo previsto em contrato de concessão, e deu à população local um aeroporto novo, moderno e confortável, inclusive com obras não obrigatórias realizadas pela Concessionária. Nos anos de 2016 e 2017, o terminal aéreo recebeu o prêmio de “Melhor aeroporto da região nordeste do Brasil” e “Melhor do país” em sua categoria. A administradora já investiu no Aeroporto da Grande Natal aproximadamente R$ 700 milhões em valores nominais até dezembro de 2019.

Alguns fatores determinaram a decisão da Companhia em buscar a relicitação da concessão. Uma das justificativas é em relação ao tráfego de passageiros que foi negativamente impactado principalmente pela severa e longa crise econômica enfrentada pelo país, ocorrida justamente no período inicial da concessão e que impactou diretamente o turismo na região. Nos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) feitos pelo Governo Federal no início da concessão, a expectativa era que o terminal potiguar movimentasse 4,3 milhões de passageiros em 2019. Contudo, o fluxo registrado foi de 2,3 milhões, cerca da metade do que era previsto nos estudos. Além disso, as tarifas de embarque de Natal são 35% inferiores se comparado aos demais aeroportos privatizados do país sob o mesmo regime tarifário (dados de dezembro de 2019). As tarifas de navegação aérea do Aeroporto da Grande Natal também estão defasadas. Os valores cobrados pelas outras torres de controle chegam a ser 301% mais altas que a do Aeroporto da Grande Natal.

Apesar do déficit recorrente da operação aeroportuária, que tem requerido que os acionistas realizem aportes anuais para a manutenção do empreendimento, a administradora está adimplente com todas as suas obrigações estabelecidas no contrato de concessão e pactuadas junto às instituições financeiras, a exemplo do pagamento das outorgas e financiamentos com o BNDES.

“A devolução amigável e relicitação, na forma prevista pela legislação, é a melhor saída para a concessão do Aeroporto de Natal. Diversos fatores nos levaram à decisão. A operação do terminal acabou se mostrando financeiramente desafiador, e esta é a maneira de se encerrar o Contrato de forma amigável, sem traumas, e sem impacto para a operação aeroportuária, lojistas, turismo, passageiros, e operações aéreas. Queremos assegurar também o compromisso com todos os nossos funcionários, que não serão prejudicados durante o processo de análise até a relicitação, quando uma nova empresa assumirá a administração. Reiteramos nosso compromisso com o desenvolvimento da infraestrutura no Brasil, e continuamos atentos a novas oportunidades de investimentos no país”, esclarece o presidente da Inframerica, Jorge Arruda. O executivo ainda pontua que todo o processo está sendo feito observando as regras de governança corporativa e compliance, com estrito cumprimento à legislação.

O pedido de relicitação ora proposto é medida prevista na legislação brasileira. Em 2019 abriu-se a possibilidade de relicitação pelo Governo Federal. Em agosto do ano passado foi feito o decreto e em novembro saiu a Resolução da ANAC, disciplinando como funcionaria a devolução amigável. O pedido da concessionária passa, agora, a tramitar nas instâncias competentes.

A Inframerica reforça que o Aeroporto da Grande Natal seguirá operando com as mesmas condições de segurança e excelência na prestação do serviço, e honrará com todos os seus compromissos. Nenhum passageiro, funcionário, fornecedor ou companhia aérea será prejudicado no transcurso do pedido de devolução. Toda operação acontecerá normalmente e em observância às normas de segurança da aviação civil, e com a parceria que sempre teve com o Governo do Estado do Rio Grande do Norte.

Com este pedido de relicitação, a concessionária acredita que um novo operador, com novas condições contratuais terá mais chance de ter uma operação sustentável a longo prazo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. MAURICIO disse:

    AGORA VEMOS GRANDES ENTENDIDOS COMENTARISTAS, E ESQUECEM QUE O RN PERDEU ESPAÇO PARA O AEROPORTO DE JOÃO PESSOA PORQUE LÁ O GOVERNO TEVE VISÃO DE FUTURO, BAIXOU O VALOR DO ICMS DO QUEROSENE DE AVIAÇAO, AI PERDEMOS MUITOS VOOS, É SÓ ISSO, A EMPRESA TAMBEM É FRACA NÃO TEM UM PROJETO PARA CAPTAR MAIS VOOS CHEGANDO E SAINDO DE NATAL

  2. Almir Dionisio disse:

    Este foi um presente de grego que D Rosalba junto com os ALVES deixaram para terminar de afundar o RN – a construção desse aeroporto em terreno dos alves e a arena das dunas que contribuíram para as dividas do RN.
    Tínhamos um aeroporto central e que atendia com mais alguma reforma as necessidades do estado, fizeram um elefante branco e agora entregam o pacote .
    Vergonhoso e agora o antigo foi transformado em museu e o RN?

  3. Lourdes Siqueira disse:

    Essa foto já diz tudo. Quem precisa ficar a espera de um vôo, sofre nesse aeroporto. Até a farmácia que tinha lá dentro fechou. A pessoa morre com uma dor de ouvido( o que é comum) e não tem uma "píula" pra tomar. Tem que andar com kit do deserto.

  4. Maciel disse:

    Acho que houve falta de planejamento, venderam uma utopia deste aeroporto, sem fazer um estudo sério de mercado e estrutura do estado, infelizmente quem pagou caro foi a população, porém não tem desculpa, pois nesse mesmo período houve um crescimento de movimento exponencial nos aeroportos de Fortaleza e Recife, Fortaleza sendo hoje referência em voos internacionais. A verdade que infelizmente RN não tem condições estruturais de concorrer com CE e PE. Sou a favor do livre mercado, mas infelizmente o liberalismo que se prática neste país não condiz com a realidade, quem investe alto, assume um risco de ganhar e perder, mas aqui a visão do empreendedor é apenas de falar o seguinte jargão " Difícil empreender no país" só querem o bônus sem assumir o ônus, colocando culpa nos governos de esquerda e direita, isto é, independente do perfil ideológico. Diante disso, hoje estou com receio sobre os ganhos reais das privatizações para sociedade como todo.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Excelente o seu comentário, especialmente no que tange aos "liberais de ocasião", que é o que mais se vê no nosso Brasil.

Parnamirim solicita ao MEC adesão ao programa das escolas militares

Foto: Reprodução

A Prefeitura de Parnamirim enviou ofício ao Ministério da Educação solicitando que o município concorra às vagas das escolas cívico-militares. O Governo do RN não aderiu ao programa e, dos nove estados nordestinos, apenas o Ceará fez a adesão.

Mesmo com a negativa do Governo, o Prefeito Taveira decidiu buscar esta parceria para a cidade: “Sou gestor, não tenho bandeira ‘A’ nem ‘B’; estou buscando melhorias para os estudantes de nossa cidade. Se o Governo Federal está oferecendo, Parnamirim entrará na disputa”, afirmou o Prefeito.

O MEC deve liberar R$ 54 milhões para o programa em 2020, sendo R$ 1 milhão por escola. Segundo o ministro da educação Abraham Weintraub, o orçamento já está garantido. Foto Marcos Corrêa/PR.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco Lima disse:

    Político que quer melhorar de verdade a educação não importa de que partido seja e sim o que vem fazendo pelo seus eleitores e suas crianças. Parabéns. O senhor tem meu voto.

  2. Arilene disse:

    Meu parabéns prefeito continue sempre lutando pelos direito das crianças

  3. Arileneandrade disse:

    Meu parabéns prefeito continue sempre lutando pelos direito das crianças

  4. Flávio Farias disse:

    Parabéns prefeito, essa governadora não pode privar a população de Natal nem do RN de escolher a escola que nossos filhos querem estudar , educação é preceito constitucional, no mínimo ela deveria ter feito uma audiência pública, afinal ela trabalha para o povo e o povo é quem tem que decidir.

  5. Guilerme disse:

    Aí sim, merece respeito, parabéns Prefeito, futuro Governador

  6. João Francisco Dantas disse:

    Parabéns ao Prefeito Taveira, exemplo de ser seguido, não tomar partido político e sim a população de Parnamirim em primeiro lugar.
    Meus parabéns!

  7. Rogeriojp disse:

    Fico feliz em saber que ainda há alguém interessado em nossas crianças. Parabéns pela atitude nobre do executivo municipal. João Câmara, prefeito Manoel, fica a dica. Ensina a criança no caminho em que deve andar, quando velho não se desviará dele.

  8. toni disse:

    escuta aqui mais que bola fora em dona fatima lula da silva tomara que os prefeitos façam o mes mo que esse de parnamirim acorda brasillll!!!!

  9. Marcel disse:

    Parabéns, prefeito! Isso sim é uma atitude pensada em prol da população.

  10. Cláudio disse:

    Parabéns, prefeito, aproveite para instalar uma dessa na Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes, em Cidade Verde, Nova Parnamirim.

  11. Iara disse:

    Parabéns ao prefeito, isso sim é pensa no melhor pra nossos filhos!!

  12. Márcio Macêdo disse:

    Parabéns prefeito, isso chama se gestão.

  13. Daniel disse:

    Parabéns ao prefeito de Parnamirim pela coerência e sabedoria nessa escolha, governo do estado perdido no espaço e no tempo!!

  14. Ems disse:

    Parabéns prefeito !!! A população agradece. Com certeza, será a melhor escola do estado.

  15. Patricia disse:

    Parabéns prefeito precisamos de gente que também acredite na educação , não com conversa fiada , e sim com ações positivas. Estou muito feliz com a iniciativa. Muda Brasil

  16. Rodrigo disse:

    Parabéns prefeito fico feliz , isso nos dar força pra seguir acreditando que o nosso estado ainda pode dar certo, mesmo a governANTA não acreditando na educação tudo conversa fiada.

  17. SINCERO disse:

    Parabéns para o prefeito de Parnamirim a prefeitura de Mossoró deveria seguir o exemplo .

  18. Renata Bastos disse:

    Parabéns, Prefeito!
    A governadora tem que pensar no povo e não em questões ideológicas partidárias.

  19. Rodrigo disse:

    A burrice do PT não têm limites, perder uma oportunidade de ter uma escola de Excelência, do melhor estudo do País, somente por birra. Parabéns Parnamirim.

  20. Só comento disse:

    Estou chocado 😱😱😱😱😱😱 com o que acontece neste país, não bastasse a alma mais honesta
    😇😇😇 ser culpada de crimes , agora o PT nos presenteia com uma governadora que é professora, mas anti-escola 😢😢😢😢😢😢😢😢.

  21. Edivaneide disse:

    Concordo plenamente com a adesão do prefeito de Parnamirim. Pois esse sim, pensa no bem estar da população de Parnamirim.

  22. Manoel disse:

    Outras prefeituras deveriam seguir o exemplo já que a governadora não quer melhorar a educação do estado.

  23. MUDA BRASIL disse:

    ESTA MAIS DO QUE CERTO, JUNTE-SE AOS BONS, E SERÁS IGUAL A ELES, JUNTE-SE AOS MAUS E SERÁS PIOR QUE ELES.

  24. joaozinho disse:

    Futuro Governador!

Prefeito Paulinho solicita ao DER reestruturação de paradas de ônibus em São Gonçalo do Amarante

Foto: Isaías Carlos

O prefeito de São Gonçalo do Amarante/RN, Paulo Emídio (Paulinho) protocolou, na manhã desta quarta-feira (12), ofício solicitando ao Departamento de Estradas e Rodagens do Rio Grande do Norte (DER) providências para que os pontos de ônibus da RN-160, que corta o município, sejam reestruturados e atendam às necessidades dos usuários.

De acordo com o prefeito, os pontos que estão sendo instalados não são adequados para abrigar os passageiros. “O diretor Manoel Marques informou que o modelo da parada que está sendo construída é padrão do Banco Mundial, mas que vai reunir técnicos e representantes para discutir e tentar atender nosso pedido”, disse Paulinho.

Sesap solicita junto ao MS credenciamento de hospital potiguar para realização de transplante cardíaco

Com o propósito de promover o acesso integral e humanizado em todos os níveis de atenção, conforme os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS), a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) solicitou junto ao Sistema Nacional de Transplante o credenciamento e habilitação do Hospital Rio Grande para realização de transplante cardíaco.

A documentação foi encaminhada ao Ministério da Saúde na última terça-feira (21) após a aprovação do credenciamento por parte da Secretaria Municipal de Saúde de Natal, Central Estadual de Transplante e Comissão Intergestores Bipartite do RN.

A Sesap aguarda agora que a Central Nacional de Transplante analise o processo e faça o agendamento de visita técnica na unidade hospitalar para que, por fim, seja publicada a portaria de habilitação ao Hospital Rio Grande para procedimentos de transplante cardíaco.

Prefeito Álvaro Dias solicita a ministro Onyx Lorenzoni apoio preventivo por conta das chuvas em Natal

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, teve uma audiência nessa quinta-feira (25) com o ministro-chefe da Casa Civil do Palácio do Planalto, Onyx Lorenzoni, em Brasília. Ele levou ao ministro o pleito de apoio à cidade em razão das fortes chuvas que caem na capital potiguar desde a madrugada.

Acompanhado do secretário municipal de Obras Públicas, Tomaz Neto, e do presidente da Agência Reguladora de Serviços de Saneamento Básico de Natal (Arsban), Rossini Fernandes, o prefeito Álvaro Dias relatou ao ministro os problemas provocados pelas precipitações que atingem a cidade nesta quinta-feira. Álvaro solicitou um suporte preventivo da Secretaria Nacional de Defesa Civil para, caso a situação se prolongue, exista um plano de atendimento às comunidades afetadas.

“Além dessa situação de emergência comunicada, aproveitamos a oportunidade para encaminhar alguns pleitos de interesse do Município de Natal ao ministro, inclusive na área de prevenção às chuvas”, afirma o prefeito. “O ministro Onyx Lorenzoni nos recebeu muito bem e se comprometeu em dar total atenção às nossas solicitações”.

Juntamente com os auxiliares, o prefeito Álvaro Dias participou em seguida de reunião na própria Secretaria Nacional de Defesa Civil, já por encaminhamento do ministro-chefe da Casa Civil. No órgão, apresentou os projetos estruturais para Natal e reforçou o pedido de apoio preventivo à cidade.