Estudo avalia que Neymar perdeu R$ 277 milhões de valor de mercado após acusação

(FOTO: CHRISTIAN HARTMANN/REUTERS)

Quase um ano após virar piada durante a disputa da Copa do Mundo da Rússia, Neymar vive calvário ainda pior com a sua imagem perante ao público mundial. O atacante está vivendo a fase mais complicada da carreira profissional ao lidar com o maior problema que teve até então, desta vez fora de campo: a acusação de estupro feita pela modelo Najila Trindade, que o teria feito perder quase R$ 300 milhões de valor de mercado.

Durante a disputa do Mundial de seleções, entre junho e julho de 2018, o brasileiro entrou em descrédito pelas frequentes quedas dentro de campo após divididas, que seriam “valorizadas” pelo atleta e gerando a ira dos rivais e a ironia dos torcedores de futebol – ele virou até jogo de internet onde o objetivo era mantê-lo em pé durante uma queda automática para os lados.

Na ocasião, a medida da vez que seu estafe escolheu para recuperar sua imagem foi ainda mais questionada: ele participou de uma campanha de uma marca de barbeador onde admitia exageros durante a Copa e prometia se redimir. À época, o atacante foi muito criticado e a propaganda chegou a ser chamada de “surreal” pela imprensa francesa.

Desta vez, com o escândalo em que se envolveu com Najila Trindade, a situação ficou ainda pior. Com a imagem arranhada após ter vivido um bom começo de ano em 2019, ele perdeu R$ 277 milhões de valor de mercado, de acordo com um estudo feito pelo Centro Internacional de Estudo do Esporte (CIES).A entidade afirma que em janeiro deste ano, o valor de Neymar estava em torno de 213 milhões de euros (R$ 913 milhões).

Apesar disso, a nova lesão sofrida no Paris Saint-Germain em fevereiro, a acusação de estupro e o corte da seleção brasileira após se machucar em amistoso contra o Catar fizeram com que houvesse um decréscimo de 63 milhões de euros, atualizando os valores para 150 milhões na moeda europeia (R$ 660 milhões).

Novamente lesionado – a exemplo do que aconteceu também antes da Copa do Mundo -, o atacante sofreu ruptura de ligamento do tornozelo direito e ficará afastado dos gramados por quatro semanas. O Paris Saint-Germain escolheu não operar o atleta, que fará tratamento conservador e, portanto, menos invasivo.

Época Negócios

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eduardo Peixoto disse:

    É no que dá o jogador deixar de seguir os conselhos de Miro, segundo nos conta o grande Zé Lezin. Rsss!!!

  2. Waldemir disse:

    E se essa modelo estiver mentindo
    O que acontece com ela em relação a justiça

    • Nica disse:

      Se eu fosse o/a delegada, art 138( calúnia) e art 340(comunicação falsa de crime)

  3. Manoel disse:

    Pense num negocim que saiu caro!

Após reajuste, Petrobras ganha R$ 8,8 bi em valor de mercado

O reajuste no preço da gasolina e do diesel fez com que as ações da Petrobras disparassem nesta quarta-feira, aumentando assim o seu tamanho na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). O preço dos títulos negociados no mercado externo também apresentou uma recuperação. Em apenas um pregão, o valor de mercado da companhia cresceu 9,2%, o equivalente a R$ 8,8 bilhões, chegando a R$ 104,11 bilhões. Neste pregão, os papéis preferenciais (PNs, sem direito a voto) da empresa subiram 9,68%, chegando a R$ 7,24, e os ordinários avançaram 9,78%, a R$ 8,54%, as duas maiores altas dentro do Ibovespa.

— O aumento no preço dos combustíveis dá um certo alívio para a estatal. E como ela está muito barata, teve essa alta. Mas ainda assim acumula uma queda de 27,6% no ano, já que a empresa enfrenta uma situação complicada — avaliou Lauro Vilela, analista técnico da Guide Investimentos. No final de 2014, o valor de mercado da Petrobras era de R$ 127,5 bilhões.

O reajuste de 6% para a gasolina e de 4% diesel anunciado pela Petrobras também teve efeito positivo no mercado de títulos de dívida da estatal negociados no exterior. Os papéis com vencimento em março de 2024 subiram 3%. Já os papéis que vencem em maio de 2023 avançaram 3,1%.

Mas, apesar do desempenho positivo dessa quarta-feira, em especial no mercado de ações, a Petrobras ainda está bem longe do seu maior valor de mercado, alcançado em março de 2011, quando chegou a R$ 413,34 bilhões. Nessa época, lava jato era apenas o local para lavar automóveis e o barril de petróleo era negociado acima dos US$ 110 – atualmente está em torno de US$ 48.

E se a Petrobras ganhou R$ 8,8 bilhões em um único dia, também já registrou nesta semana o seu valor menor valor de mercado em onze anos, quando, na terça-feira, era avaliada em R$ 93,2 bilhões.

Fonte: O Globo

Bradesco empata com Petrobras em valor de mercado, mostra estudo

No centro de escândalos de corrupção, a Petrobras viu na última sexta-feira (5) seu valor de mercado ser alcançado pelo Bradesco, de acordo com dados levantados pela empresa de informações financeiras Economatica.

Valor de mercado é o resultado da multiplicação do preço de cada ação pela quantidade de papéis da companhia na Bolsa. Nesse caso, tanto a Petrobras quanto o Bradesco valiam R$ 153,9 bilhões no último pregão da semana passada.

Depois de atingirem seu maior valor no ano em 2 de setembro, em meio a uma disputa eleitoral acirrada, as ações da Petrobras viram seu preço cair 50% nos últimos três meses.

Entre 2 de setembro e a última sexta-feira (5), o papel preferencial da estatal -sem direito a voto- teve 50,1% de desvalorização, passando de R$ 24,56 para R$ 12,26. As ações ordinárias, com direito a voto, desabaram de R$ 23,29 para R$ 11,45 -queda de 50,8%.

No ano, as ações preferenciais da companhia caíam 28,22% até sexta-feira, enquanto as ordinárias tinham baixa de 28,39%. Já as ações preferenciais do Bradesco registravam alta de 28,77% em 2014, enquanto as ordinárias avançavam 12,36%.

As oscilações de valor dos papéis da Petrobras no ano foram motivadas pela disputa eleitoral: quando pesquisa de intenção de voto mostrava a presidente Dilma Rousseff (PT) à frente, o mercado reagia vendendo ações, principalmente de estatais.

Além da insatisfação com o controle dos preços dos combustíveis pelo governo para não prejudicar a inflação no país, a Petrobras se vê envolvida em uma série de escândalos com a divulgação de esquemas que envolvem empreiteiros e políticos alimenta a percepção da sociedade sobre a responsabilidade da petista no episódio de corrupção, investigado pela Polícia Federal no rastro da Operação Lava Jato.

Folha Press

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Thomas Pinto disse:

    A lama começa a sair mais que petróleo.
    Conseguir deixar que a corrupção acabe com uma petrolífera, tem realmente ser muito capaz. Parabéns aos senhores que jogaram a empresa nessa desgraça, que estão ricos, milionários, dizem que tem até bilionário nessa mamata desenfreada.
    Seria bom abrir a caixa preta do BNDES e chegar a um certo frigorífico que surgiu do nada e vem dominando o mercado brasileiro em menos de 10 anos.

  2. charles disse:

    A que ponto chegou a Petrobras. Empatar com um banco privado na bolsa. Um dos maiores patrimônios do Brasil tá sendo saqueada por uma quadrilha.

Valor de mercado da Copa do NE cresce; confira também ranking de estaduais

Os últimos anos parecem mostrar uma pequena alteração no quadro de forças do futebol Brasileira(que ainda não constitui tendência), quando consideramos o valor de mercado dos elencos. Com exceção de Minas, há perda de espaço dos 4 principais centros, e ganho de participação de PR-SC-BA e PE, além da Copa do Nordeste. Veja abaixo outras observações:

Os Elencos dos 21 principais campeonatos Estaduais + Copa do Nordeste tem valor 32 de mercado somado de € 1,6 bilhão (R$ 5,4 bi), queda de 9% em relação à 2013.

A queda no valor de mercado reflete o nítido enfraquecimento financeiro das principais equipes do País;

São Paulo continua a ter o Estadual mais valioso, com os elencos da 20 equipes participantes somando € 350 milhões (R$ 1,16 bi, -26% sobre 2013), seguido pelo Rio de Janeiro com € 214 milhões (R$ 710MM, -26%) e Minas Gerais, que superou o Rio Grande do Sul,
com € 181 milhões (R$ 601 MM, -23%);

Os 10 Estaduais mais valiosos (SP, RJ, MG, RS, PR, SC, BA, PE, GO, e CE) e a Copa do Nordeste representam 90% do total da soma de todos os Campeonatos Regionais do Brasil;

Dos 22 campeonatos analisados, 13 apresentaram crescimento em seu valor em relação a 2012, com destaque absoluto para Santa Catarina (+78%), segui do pelo Maranhão (+31%) e Goiás (+17%);

Por outro lado, as maiores quedas estão concentradas nos principais campeonatos: SP e Rio (ambos com queda de 26%) e Rio Grande do Sul, com – 23%;

Quando analisamos em bloco, fica mais perceptível a alteração.

No RN o América é o clube que tem mais valor de mercado em 2014. Vejam o quadro:

CampDa PLURI Consultoria

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. paulo kasinsk disse:

    Entre os miseráveis, somos um pouquinho menos pobre. Não se engane: tem gente que ainda vai comemorar. Ganhamos do Piaui, Brasília, Mato Grosso e assemelhados. O pior é que eu ainda vou ter que ouvir loas e broas.

  2. paulo kasinsk disse:

    Que adianta ter as pitangas e não saber fazer o suco? Agora só discuto com torcedores de times do mesmo valor em diante. Salve, salve o Barcelona do Nordeste.

  3. henrique disse:

    Mais valioso o America? como o time que nem estádio tem, sua torcida na primeira derrota desaparece essa pesquisa foi feita e paga por Padang.

  4. paulo kasinsk disse:

    Para quem gosta de brigar com os números, está aí o Barcelona do Nordeste no seu devido lugar. À vontade.