Saúde

Vacinação contra a Covid em família de elite provoca polêmica em Manaus

Foto: Reprodução

A vacinação contra a Covid-19 começou em Manaus na terça-feira, 19, com polêmica. Profissionais de saúde que estão na linha de frente desde o início da pandemia do novo coronavírus ficaram revoltados porque duas herdeiras de uma tradicional família do estado estão entre as primeiras imunizadas. Recém-formadas em medicina, as gêmeas Gabrielle Kirk Lins e Isabelle Kirk Lins são da família de Nilton da Costa Lins Júnior, presidente da mantenedora da Universidade Nilton Lins, uma das maiores de Manaus. Além de força no âmbito econômico, o clã Lins também tem membros com carreira política.

Os profissionais do sistema de saúde local, que enfrenta seríssimas dificuldades pela escassez de leitos de oxigênio em meio à escalada de casos da doença, dizem-se revoltados porque as gêmeas, que atuam há pouco tempo como servidoras da prefeitura de Manaus, tomaram a CoronaVac antes de médicos e enfermeiros de hospitais estaduais que estão em situação mais caótica, como Delphina Aziz e o 28 de Agosto. Dentro do terreno da Universidade Nilton Lins, há uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

A polêmica começou quando as duas médicas postaram no Instagram que estavam sendo imunizadas contra o novo coronavírus. Imediatamente, essas imagens começaram a circular nos grupos de WhatsApp de profissionais de saúde junto com uma imagem do Diário Oficial de Manaus com a nomeação de Gabrielle, no dia 18 de janeiro, um dia antes do início da vacinação, como gerente de projetos da Secretaria Municipal de Saúde. A irmã dela foi nomeada no dia 19 de janeiro.

Matéria completa da Veja AQUI.

Opinião dos leitores

  1. Segundo o STF (a pedido dos partidos de esquerda), corroborado pela Globo, a culpa pelo caos em Manaus é do MINIISTÉRIO DA SAÚDE…Os políticos e gestores de lá são todos isentos!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Estudo em Israel mostra eficácia de 97% da Pfizer em evitar casos sintomáticos

Foto: TSAFRIR ABAYOV / AP

Um estudo conduzido em Israel junto a profissionais da área de saúde e publicado no Journal of the American Medical Association (Jama) mostrou que a vacina contra a covid-19 produzida pela Pfizer reduziu as infecções sintomáticas pela doença em 97%, ao passo em que diminuiu as assintomáticas em 86%.

O estudo foi conduzido junto a 6.710 profissionais da área de saúde, dos quais 5.953 receberam ao menos uma dose da vacina, 5.517 receberam as duas doses e 757 não foram vacinados. Eles foram acompanhados por um período de 63 dias, entre de 20 de dezembro de 2020 e 25 de fevereiro de 2021.

Entre aqueles que foram totalmente imunizados, com duas does, a infecção sintomática por SARS-CoV-2 ocorreu em 8 profissionais, enquanto esteve presente em 38 que não foram vacinados (taxa de incidência de 4,7 e 149,8 por 100 mil pessoas, respectivamente). Isso representa uma razão de 0,03 (com 95% de confiança) ou 97% de eficácia.

Já a infecção assintomática por SARS-CoV-2 ocorreu em 19 profissionais de saúde totalmente vacinados e 17 profissionais de saúde não vacinados – taxa de incidência de 11,3 a 67,0 por 100 mil pessoas, respectivamente, numa razão de 0,14, o que resulta nos 86% de eficiência.

Assim, o estudo conclui que, entre os profissionais de saúde de um centro de saúde em Tel Aviv, Israel, a vacina da Pfizer em comparação com nenhuma vacina foi associada a uma incidência significativamente menor de infecção por covid-2 sintomática e assintomática mais de 7 dias após a segunda dose.

Estado de Minas

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Bolsonaro anuncia distribuição de novo lote de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford na próxima segunda; RN receberá 64,5 mil doses

Imagem: reprodução/Twitter

O presidente Jair Bolsonaro anunciou hoje (8) que o Ministério da Saúde enviará 3,9 milhões de vacinas AstraZeneca/Fiocruz para todos os estados e o Distrito Federal.

O estado do Rio Grande do Norte receberá 64.500 doses do imunizante.

A Região Norte receberá 281,4 mil doses, a Região Nordeste terá 984,1 mil doses e a Região Centro-Oeste receberá 294,1 mil doses.

Já as regiões Sudeste e Sul receberão 1,79 milhão e 624,3 mil doses, respectivamente. O comunicado foi feito em redes sociais.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Pessoal. Já que ninguém está indo Se vacinar pois os pontos estão sempre vazios, deveria pegar essas vacinas e baixar a idade de quem realmente quer se vacinar.

  2. Quero saber da 2 dose da corona. Já vai fazer 45 dias que tomei a 1 dose. É mesmo que não ter tomado pois não vai ter eficácia de nada.

    1. Vcs não cansam de serem desmoralizados e de passar vergonha. Quem puxou cadeia e foi implicado em falcatruas por 169 comparsas, tem nove dedos 😁😁😁😁😁😁😁😰😰😰😰😰😰😰

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Brasil registra 2.202 óbitos e 63 mil novos casos nas últimas 24h

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste sábado (8):

– O país registrou 2.202 óbitos nas últimas 24h, totalizando 421.316 mortes;

– Foram 63.430 novos casos de coronavírus registrados, no total 15.145.879 milhões pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 13.677.668, com o registro de mais 37.190 pacientes curados. Outros 1.046.895 pacientes estão em acompanhamento.

Opinião dos leitores

  1. Ainda bem que a natureza, contra a vontade da humanidade criou esse monstro do Coronavírus”. Luiz Inácio Lula da Silva

  2. A matança continua a todo vapor…
    O genocida não comprou vacinas.
    Só empurrou cloroquina no toba da boiada.

    1. Use máscara, fique em casa e só procure um médico se sentir falta de ar, não tome nenhum remédio e morra gritando lulalivre

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia identifica mortos em Jacarezinho e diz que todos têm ligação com o crime

Foto: reprodução/TV Globo

A polícia afirmou na tarde deste sábado (8) que todos os mortos na operação em Jacarezinho, no Rio de Janeiro, já foram identificados e, com exceção de um policial civil, todos têm ligação com o crime.

O número de vítimas subiu para 29, depois que uma pessoa levada viva para hospital não resistiu.

Os corpos foram identificados via digital no Instituto Médico Legal (IML), mas nem todas as famílias foram fazer o reconhecimento. Segundo apuração da CNN, 20 corpos já foram liberados.

O delegado titular da Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente do Rio, Pedro Brasil, informou que, dos 21 alvos da operação, 15 estão foragidos até o momento. Três teriam sido mortos e três presos pela polícia durante a operação, na última quinta-feira (6). A lista com o nome dos mortos deve ser divulgada nas próximas horas, segundo o delegado.

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, falou sobre a operação realizada pela Polícia Civil na favela do Jacarezinho, e afirmou que a ação foi o “fiel cumprimento de dezenas de mandados expedidos pela Justiça”.

Opinião dos leitores

  1. Isso não nunca aconteceria aqui no RN de Fátima, ela não permitiria que sua polícia impedisse os cumpanheiros de bandidagem de continuarem a trabalhar para o tráfico.

    1. Tem medo não. Ela esconde a verdade pra acobertar bandido. A Globo tem ódio de polícia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro: “CPI tá um vexame, só se fala em cloroquina”

Foto: Marcos Correa/Reuters

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid na manhã deste sábado, 8 e se referiu ao colegiado do Congresso como um “vexame”. A apoiadores, o presidente também defendeu o uso da cloroquina no tratamento contra o coronavírus e afirmou que irá fazer um vídeo nesta semana com seus ministros falando se tomaram ou não o medicamento, que não tem eficácia comprovada contra a doença.

“Continuo dizendo, só Deus me tira daquela cadeira. Não vai ser… essa CPI tá um vexame, só se fala em cloroquina. Mas, o cara que é contra, não dá alternativa. Tenho certeza que alguém tomou hidroxicloroquina aqui. Alguém tomou?”, perguntou a um grupo de apoiadores que estavam no Palácio da Alvorada nessa manhã. “A gente vai fazer um vídeo nesta semana, dos 22 ministros, todas aqueles que tomaram hidroxicloroquina vão falar eu tomei. É a alternativa no momento. Ah, não tem comprovação científica, mas não tem cientificamente falando o contrário também”, afirmou.

Em sua primeira semana de trabalho, os depoimentos prestados à CPI tiveram como foco o “tratamento precoce”, defendido por Jair Bolsonaro. Aos senadores, os ex-ministros Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich relataram a pressão do chefe do Executivo para que o Ministério da Saúde defendesse o tratamento. Já o atual titular da pasta, Marcelo Queiroga, evitou se comprometer com a defesa pública que o presidente faz da cloroquina.

Nessa sexta-feira, 07, o presidente já havia se manifestado com críticas ao colegiado. Em publicação nas redes sociais dirigida a senadores da CPI, Bolsonaro afirmou que os “inquisidores” que criticam o uso de medicamentos “não encham o saco de quem optou por uma linha diferente”.

Na quinta-feira, 6, em transmissão semanal, Bolsonaro também reclamou que o colegiado “bateu muito” no ministro da Saúde. “Cloroquina, cloroquina, cloroquina, o tempo todo cloroquina. Ah o presidente falou…”, analisou Bolsonaro. O chefe do Executivo ainda ameaçou usar a máquina do governo federal para investigar o governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), filho do senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid, que tem se mostrado forte crítico ao Planalto.

Além das críticas, o presidente afirmou que, apesar de o governo ter minoria de representantes na CPI do Senado, pretende apurar de casos na cidade de Manaus onde, segundo ele, pessoas receberam doses quádruplas de cloroquina e vieram a óbito.

“Já temos os nomes das pessoas que participaram dessa experiência e queremos explicações, qualquer remédio que derem em excesso faz mal”. Ele também voltou a repetir que irá tomar a vacina após todos os brasileiros estarem imunizados e afirmou se tratar de um gesto de “altruísmo”.

Em postagem no Twitter, após a conversa com apoiadores nesta manhã, Bolsonaro afirmou que o Ministério da Saúde enviou nova remessa com 3,9 milhões de doses da vacina AstraZeneca/Oxford para todos os Estados e Distrito Federal. Segundo ele, a partir da próxima segunda-feira, 10, mais de 1,1 milhão de doses do imunizante da Pfizer também começarão a ser enviadas para as capitais brasileiras.

Exame

Opinião dos leitores

  1. O bolsonaro sabe que o que ele faz com relação a cloroquina é crime. Ninguém, nem mesmo médico, pode prescrever algo que não é reconhecido pela comunidade científica, não pode prescrever algo que não tem indicação nos seus estudos. Não a toa o CFM já pulou fora, embora não seja possível apagar das mídias sociais, o seu posicionamento, outros estão apagando postagens com relação a defesa da cloroquina. Pra não ficar sozinho, ele mandar seus ministros declararem terem usados a cloroquina. Isso parece palhaçada e é. O pior é que tudo isso, com mais de 400 mil mortes e a maior pandemia da nossa história. Sem falar que ele também pode ser enquadrado por ser servidor público e fazer comercial de um produto privado. A única saída para ele não ser responsabilizado é o pazuello matar no peito e assumir tudo sozinho, mesmo depois de dizer que cumpria ordens. Por isso, o pazuello está sendo chamado de borra botas fujão, ele não vai ter coragem de responder sozinho por algo que ele seguia ordens. Ou vai?

    1. Pela lógica desse jegue,Eu posso tomar um Melhoral infantil para tratamento da Covid, já que o termo “Comprovado cientificamente sua ineficácia “não existe para Ele. Vcs imaginam em Que situação o Nosso País está, na mão desse Sarrabuio de presidente?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Estado de São Paulo ultrapassa 100 mil mortes por Covid-19

Foto: Amanda Perobelli – 13.mai.2020 / Reuters

O estado de São Paulo atingiu neste sábado o registro de 100 mil mortes causadas pela Covid-19, tornando-se o primeiro do Brasil a alcançar um número tão alto de vidas perdidas pelo coronavírus. Segundo o painel on-line de monitoramento do Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), são 100.649 óbitos pela doença e 2.997.282 casos desde o início da pandemia.

Os dados ainda devem ser atualizados até o final da tarde pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Até esta sexta-feira, a pasta contabilizava 99.989 mortes e 2.984.182 casos.

Essa quantidade de pessoas mortas é comparável, por exemplo, à população completa de algumas cidades do estado de São Paulo, como Mairiporã (município da Região Metropolitana de São Paulo com população estimada pelo IBGE em 101.937 habitantes), Caieiras (também na Grande São Paulo, com 102.775 moradores) e Itanhaém (na Baixada Santista, com 103.102). É como se uma dessas localidades tivesse perdido, ao longo de pouco mais de um ano e por uma única causa, todos os seus munícipes.

A marca de 100 mil óbitos por Covid-19 também está próxima à registrada na França toda. O país europeu já teve 106.270 mortes, segundo dados compilados pela Universidade Johns Hopkins, que monitora a situação global da pandemia. A França ultrapassou os 100 mil casos fatais em 15 de abril.

Se o estado de São Paulo fosse um país, estaria em nono no ranking em número absoluto de mortes por Covid-19, segundo a universidade americana Johns Hopkings. A lista é liderada pelos Estados Unidos (581.120 mortes), seguida de Brasil (419.114 mortes até a sexta-feira, e incluindo os dados de São Paulo), Índia (238.270), México (218.657), Reino Unido (127.694), Itália (122.694), Rússia (111.097) e França (106.649). Após o estado de São Paulo, a Alemanha completa o “top ten” do ranking, com 84.668 mortes por Covid-19.

Atrás de São Paulo, o estado com mais mortes pelo vírus Sars-CoV-2 é o Rio de Janeiro, que contava 46.171 óbitos até sexta-feira. No Brasil todo, já foram 419,3 mil perdas, segundo dados do consórcio de imprensa até a noite de sexta.

São Paulo, até o final da tarde de sexta, tinha 21.320 pacientes internados com Covid, sendo 10.060 em unidades de terapia intensiva e 11.260 em enfermaria. A taxa de ocupação dos leitos de UTI estava em 78,2% para o estado como um todo e em 76,2% na Grande São Paulo. Desde o começo da pandemia, o estado contabiliza ainda 306.789 altas hospitalares de pessoas que precisaram de atendimento por causa da doença.

Neste sábado, o estado passa a ter regras menos rígidas dentro da chamada fase de transição, período estabelecido para retomar atividades não essenciais após uma nova onda de Covid. O horário de funcionamento de comércio e serviços foi ampliado até 21h e a ocupação máxima dos locais subiu para 30%.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Calcinha apertada tá mais fraco que caldo de arroz, todas as medidas que foram tomadas fracassaram.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

Piloto e três passageiros saem ilesos de queda de helicóptero em Belo Horizonte

Foto: CBMMG/Divulgação

Os três passageiros e a piloto do helicóptero que caiu na manhã deste sábado (8), em Belo Horizonte, saíram ilesos do acidente. O empresário Fernando Castro estava na aeronave com o irmão e a cunhada. Eles ia para a cidade de Vargem Alegre, a 255 km de Belo Horizonte, para visitar a avó. A família pretendia retornar a capital mineira ainda neste sábado.

Castro, que só teve um arranhão no braço, conta que ficou assustado, mas não viu o início da queda. “Eu estava mexendo no celular. O helicóptero só foi abaixando e eu fechei os olhos”, disse.

A aeronave decolou de um heliponto no bairro Olhos d’Água, na região Oeste de Belo Horizonte, no início da manhã. Segundo os passageiros, a aeronave perdeu altitude logo após decolar e caiu em uma mata que fica em frente a pista. A área é de difícil acesso. A tripulação saiu do helicóptero antes que os bombeiros chegassem ao local e caminharam em direção ao uma área mais segura. “Nós saímos e começamos a subir o morro”.

A suspeita é que a aeronave tenha apresentado problemas mecânicos. O Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) vai investigar o que causou o acidente. A documentação do helicóptero estava em dia, assim como a autorização para transportar passageiros.

Domingos de Castro, pai dos irmãos que estavam na aeronave, foi para o local após ser informado sobre o acidente. “Meus filhos nasceram de novo. Foi um presente que Deus nos deu para o Dia das Mães”.

Correio do Povo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

Enquanto a população abraça o setor de Turismo, restaurantes, bares e músicos, Fátima e Álvaro abandonam estas categorias

Não deu outro assunto em grupos de WhatsApp e no Instagram neste sábado (8). Uma campanha denominada #SalveoTurismo, envolvendo empresários de hotéis, músicos, donos de restaurantes e bares, bugueiros, guias e outros profissionais da área, pede socorro aos gestores do Estado e da Prefeitura de Natal.

 

Muitos perfis de artistas, formadores de opinião, replicando a campanha que pautou as redes sociais no Rio Grande do Norte no dia de hoje.

Porém, não existe nenhuma sinalização por parte dos gestores, nem da governadora Fátima Bezerra, nem do prefeito de Natal Álvaro Dias para os setores que gritam por socorro.

Fátima e Álvaro estão de costas para estas categorias que se sentem abandonadas.

Opinião dos leitores

  1. Prefeito Álvaro Dias, saia de perto da governadora. Se não o senhor vai se sugar. Mostre a Natal que o senhor não é lacrador.

  2. Interessante esse pessoal do turismo a urbanização da orla de Natal faz muito tempo que é um lixo e o pessoal fazia vista grossa

  3. Tenho certeza que Bolsonaro, Rogério Marinho e Fábio Faria vão resolver o problema de todos.

  4. NÃO é que governo e prefeito abandonam esse setor. Infelizmente, para proteger a vida, faz-se necessário medidas de restrição ao funcionamento dos mesmos.
    Não é à toa que bar é considerado o ambiente com maior potencial de se contrair a covid-19

    1. Quando tiver algum dado científico, de verdade, me mande por favor, estou curioso de conhecer.

  5. Ainda bem que a natureza, contra a vontade da humanidade criou esse monstro do Coronavírus”. Luiz Inácio Lula da Silva

  6. Quem votou nessa facção chamada PT, não tem do que reclamar, já sabe como eles administram.

    1. Vc está equivocado e espalhando mentiras feito MULALIVRE. Aqui quem está falindo tudo é o desgoverno da pior gestora que o RN já teve. Fátima GD é o nome do CAOS em forma de gente. Vai ser ruim assim do inferno pra dentro.

  7. Turismo nunca foi levado a sério aqui. Nem governos, nem empresários dão a mínima. Só querem sugar. Investimento zero. Serviços ruins e preços exorbitantes. Aeroporto longe e perigoso de chegar e sair. Violência. Sujeira. Escuridão. O retrato não mudou. Apenas se deteriorou mais com a pandemia.

    1. Essa é a verdade que muita gente esconde.

    1. Ja reparasse como esta a vida nos paises com população vacinada????

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

VÍDEO: Jornalista da CNN Brasil diz que bandidos mataram “só um” policial na operação no Jacarezinho

A jornalista Daniela Lima, jornalista da CNN Brasil, afirmou que bandidos mataram “só um do outro lado” ao comentar sobre a operação policial realizada na última quinta-feira (6), no Jacarezinho, no Rio de Janeiro.

“Vinte e cinco mortos, um policial e o discurso da polícia é que estava todo mundo fortemente armado, aparentemente estavam muito armados mas não sabiam atirar porque eram 24 armados e mataram só um [policial] do outro lado, mas morreram todos esses”, disse Daniela antes de passar a palavra para uma colega de emissora.

Opinião dos leitores

  1. I – na- cre – di – tá – vel! Está aí um legado que ninguém consegue tirar do petismo: INVERSÃO ABSURDA DE VALORES. Esses heróis estavam ali arriscando as vidas em prol da sociedade, nenhum policial acorda pensando: “estou entediado, vou ali arriscar minha vida trocando tiros com bandido”. São guerreiros convocados para batalha e é assim que esse jornalismo porco os trata? São uns parasitas cretinos.

  2. Morreram 28 que já cumpriram suas penas e 01 APC que nada fez para morrer. Realmente houve uma inversão de valores: os bandidos só mataram 01, mas depois da morte desse 01, quem era Polícia virou bandido. No Rio, de todo jeito os bandidos reinam, ora os próprios bandidos, ora os bandidos “fardados”.

  3. Causa INDIGNAÇÃO ao ler algumas matérias querendo criminalizar os policiais que enfrentaram os bandidos no Rio de Janeiro.
    Houve exagero? Pode ter havido, por que numa troca de tiros vale o salve-se quem puder.
    Se bandido respeitasse o policial, nada disso teria acontecido.
    Gosto muito da democracia, mas usar democracia num ambiente hostil como este é pedir para ser morto.
    Se existe alguém culpado nesse episódio são os legisladores que não aprovam leis severas para inibir a criminalidade absurda que toma conta deste País.

  4. Essa militantesinha disfarcada de jornalista, da boca de c…., não consegue disfarçar o apego que tem a criminosos como os políticos esquerdistas e traficantes.

  5. Um absurdo matar pais de famílias, honestos, trabalhadores, que nunca pegaram em uma arma! E ainda morreu um bandido armado e fardado? Inversão de valores total. Penso que na próxima invasão ao reduto dos trabalhadores, tem que ter uma autorização do STF para levar um representante dos direitos humanos para negociar com os bandidos a rendição deles e entrega das armas brancas.

  6. *Tinha migrado da rede esgoto de televisão a emissora do COVID-19🦠🦠 e tinha ido para CNN, mas, por causa do mesmo padrão da outra já não vejo mais – nojo destas duas emissoras de TV*

  7. Não há relatos de civis mortos, só agentes envolvidos no conflito (polícia x traficantes). Nessa perspectiva, 24 traficantes mortos e 1 policial só não foi uma ação coroada de sucesso pela perda desse agente do Estado, que merece ser lamentada. 24×0 seria o ideal, no cenário de guerra que há décadas (de governos de centro esquerda) abandona os moradores das favelas cariocas ao poder do narcotráfico.

    1. Como saber se 24 era traficantes se só três puderam ser identificados?

  8. A boiada imunda já tratou de massacrar a Jornalista, eu não vi maldade em absolutamente NADA.

    1. Direita esclerosada está também doido das bolas. Fala nada com coisa nenhuma.

    2. Vc é um doente imundo, pena que não estava lá entre os 24 .

    3. Coloca teu nome covarde. A polícia matou foi pouco, temos que lamentar a morte do Bravo guerreiro que saiu de sua casa pra proteger a população até mesmo com a própria vida, o resto (bandidos), tomara que da próxima vez morram 1000.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

VÍDEO: Bandido foge atirando em direção a prédio após tentativa fracassada de roubar carro

Bandidos tentaram roubar no bairro Lagoa Nova em uma rua próxima a Av. Miguel Castro na noite de sexta-feira (7). Eles descem de um veículo após trancar o carro alvo da ação criminosa e abordaram o motorista que tentou escapar dando ré.

Nesse momento os bandidos parecem desistir de levar o carro, mas logo depois percebem o motorista abandonar o automóvel e sair correndo. É aí que um dos criminosos vai em direção ao carro abandonado e quando entraria no veículo, olha para cima e efetua um disparo em direção a um prédio e deixa o local sem levar o carro. Não se sabe por qual motivo ele atirou em direção ao prédio.

Opinião dos leitores

  1. Nesse caso os PM’s de Fátima nem foram proibir os assaltantes de trabalhar, inclusive estavam sem máscara.

  2. Não chamem os “inocentes” de bandidos, já já aparece um defensor dos demônios pra dizer que o grande culpado é o cidadão de bem que critou: pega ladrão, quanta injustiça com os demônios.

  3. Natal tá entregue a bandidagem, o governo e a prefeitura precisam ativar rondas nos bairros. A população tá acuada sem poder sair, sem ter direito a nada, apenas a pagar os impostos.
    Nunca se teve tantos assaltos como agora em nossa cidade.
    Próximo ano tem eleição e aí nós vamos ver como será.

  4. Estavam perseguindo o rapaz do carro branco, ele tentou se esconder, mas encontraram ele. Os moradores gritaram pega ladrão, ele atirou em direção a um prédio.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *