VIDEO: Após mais medidas restritivas no DF até fim de maio, professora reclama com Bolsonaro: “Não tem condições de a gente viver desse jeito”

Jair Bolsonaro postou na manhã desta quinta-feira(02), em seu Twitter, o vídeo de uma mulher que pede para o presidente colocar os militares na rua e abrir o comércio, em meio à pandemia do novo coronavírus.

O vídeo, que o presidente chama de “comovente depoimento” e pede para ser compartilhado, foi gravado em frente ao Palácio da Alvorada na manhã de hoje.

A mulher diz que é professora e, ao lado dos filhos, com a voz embargada, afirma que quer “voltar à vida normal”.

“Estou aqui pedindo para o senhor: põe esses militares na rua. Põe, que esse governador [do Distrito Federal] já decretou mais um mês sem aula, sem nada. Não tem condições de a gente viver desse jeito. Venho aqui pedir por milhões e milhares de pessoas, que estão na necessidade. Eu não quero dinheiro do governo, eu quero trabalho, quero voltar à minha vida normal. Sou uma mãe de família.”

A mulher continuou, criticando a imprensa:

“A imprensa não ajuda a gente. A imprensa faz é acabar com a nossa vida, eles não passam necessidade, eles estão aí para acabar com a vida do povo. Abre esse comércio. Eu sou professora e não posso dar aula. E aí vai faltar tudo na minha vida? Vou depender de 600 reais do governo? Eu não quero dinheiro do governo, eu quero a minha vida normal. E esses governadores querem o quê? Eles têm o dinheiro deles. A gente tem o senhor, é isso que a gente tem. Por que querem derrubar o senhor? Porque sabem que o senhor quer o bem da gente. A gente está junto. Não fala nada para essa imprensa, presidente.”

Bolsonaro ouviu tudo e, no fim, sendo aplaudido pelos apoiadores, disse:

“Pode ter certeza de que a senhora fala por milhares de pessoas.”

Com O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cesar Bomone disse:

    LAMENTÁVEL os comentários de muitos daqui, devem ser servidores públicos que receberão o salário em casa, muitos sem fazer nada. Ou são esquerdopatas que acham que dinheiro dá em árvore. Infelizmente muitos no Brasil precisam de cada dia de trabalho para sobreviver, essa professora dá aula particular e sofre sem sua renda, e como ela muitos brasileiros estão sofrendo.

  2. Cleber disse:

    Kkkk.
    Ela não tá é aguentando os filhos em casa, aperriando o pouco juízo q tem.

  3. Carlos Alberto disse:

    Eu não acredito que essa senhora tenha saído da sua casa para reclamar que está em quarentena, eu tenho quase certeza que essa senhora foi instruída e provavelmente paga para falar tudo isso, não duvidem da turma de Bolsonaro, eles são capazes de qualquer coisa!!

  4. Antonio Turci disse:

    Incrível o ódio desse povo do PT contra o Presidente JAIR BOLSONARO.

  5. Fátima disse:

    Faltou ela perguntar aos pais desses alunos se eles querem arriscar, não acho que seja a postura de uma professora, a menos que tenha sido a professora de Bolsonaro

    • Marcos disse:

      Me contemplou a sua fala!!! A ciência diz para se isolar e tem pessoas que ainda fazem esse teatro. Meus filhos não saem de casa para nada.

  6. Eduardo Neto disse:

    Como professora ela se saiu uma ótima atriz de novela mexicana. Todos que conheço de classe baixa estão preocupados com a questão financeira e de como vão fazer e se ajustar, mas também tem ciência que isso não é gripezinha e dizem que querem fazer a quarentena (com exceção do adoradores do Mito) e também a partir da classe média alta e alta que acham sim que o "povo" (do qual eles não fazem parte) deve voltar ao trabalho. Tantou se falou do pessoal que ganha pão com mortandela e esse pessoal ai toda hora dia e noite esperando o patético Mito messias chegar. Será que pelo menos uma paozin com mortadela eles ganham?! Só mudou a figura da idolatria, antes o 9dedos e agora o 2neurônios. Brasileiro gosta e têm sim político de estimação!

  7. Marcelo disse:

    Meu presidente tô decepcionado com o senhor, onde esta sua coragem? O senhor não governa mais…..muito triste. Todos mandão menos o senhor!

  8. Neco disse:

    E depois vêm esses comunas acusarem os outro de falta de empatia.
    Ninguém sabe aqui a situação dessa senhora, se ganha por hora-aula, se dá aulas em algum regime diferente do comum. É assim, mesmo. É a máxima do acuse-os do que vc é/faz.

  9. Klaus Laranjeiras disse:

    Hahahahaha e ela no meio do mundo, né ?

  10. Emerson disse:

    Bom dia BG, o que essa mãe de família disse é a realidade do povo Brasileiro, sabemos que o vírus é mortal e está aqui, mas infelizmente não tem outro jeito se não tentar a todo custo, lógico que com estratégia, tentar aos poucos reabrir o que é fundamental para que o povo Brasileiro tenha o mínimo de sustento, um abraço e hj como sempre estarei ligado no meio dia RN

  11. Nono Correia disse:

    E ninguém quer morrer desse jeito filha. Se você quiser fique à vontade. Saia na rua, organize baladas com bolsominions e capriche nos contatos. A seleção natural agradece.

  12. Paulo disse:

    Vergonha dessa professora mentirosa. As escolas privadas estão sem aula, mas continuam pagando os professores porque as mensalidades continuam sendo pagas. No mínimo um Teatro armado para poder postar sem ser censurado.

    • Saulo disse:

      Quem entende e vive de teatro, mentiras, situações armadas, pagando mortadela com pão e refresco de maracujá a militância não é Bolsonaro. Você se olhou no espelho e não teve o discernimento de se reconhecer Paulo.
      Foi um desabafo de uma mãe desesperada que está sem trabalhar, como muitos outros que precisam produzir. Esqueci, vocês não sabem o valor do trabalho, querem ser sustentados pelo estado. "Quem disso usa disso acusa" e a esquerdalha faz isso com maestria e propriedade.

    • Cidadão disse:

      Só comenta asneiras 🐴

  13. Sérgio disse:

    Aposto como ela tem menos de 60 anos. E saúde perfeita.

    • Araújo disse:

      E sem juízo.

    • realista disse:

      é claro cara , vc viu alguém pedir pra os idosos ou grupo de risco ir pra rua ? qual foi a parte em que se fala que tem gente que não pode parar de trabalhar ? , agora sou eu que digo , aposto que vc tem um bom salário e tem reserva pra esperar 3 ou 4 meses.

COMENTE AQUI