Coronavírus: Câmara Municipal de Natal prorroga suspensão de atividades até 30 de junho

A Câmara Municipal de Natal, através da sua Mesa Diretora, prorrogou a suspensão de todas as atividades presenciais legislativas e administrativas até o dia 30 de junho. O ato foi publicado no Diário Oficial do Município desta quinta-feira (28) e entra em vigor a partir do dia 30 de maio de 2020. A medida foi tomada em decorrência do aumento de casos do novo coronavírus (Covid-19) no Rio Grande do Norte e está em consonância com as orientações das autoridades de Saúde e as ações de combate à propagação da doença.

O ato da Mesa Diretora tem como objetivo resguardar a saúde de servidores, parlamentares, prestadores de serviço e cidadãos que frequentam o Legislativo natalense, quando em funcionamento. Outro objetivo da medida é dar continuidade à produção legislativa durante a pandemia, com a apreciação, inclusive, de matérias que possam auxiliar no combate ao vírus.

O novo decreto transfere o horário das Sessões Ordinárias, que passam a ser nas terças e quintas-feiras, das 14h às 18h, e serão compostas unicamente de Ordem do Dia e terão a pauta pré-definida pela Presidência, com disponibilização no site institucional com antecedência mínima de 24 horas, sendo dispensada a leitura da matéria no expediente da sessão anterior.

“Essa medida é importante para mantermos o bem-estar e a proteção dos nossos servidores e parlamentares, diante do quadro de avanço da Covid-19 na cidade. Precisamos manter a responsabilidade, tendo em vista que nesse momento, o importante é a manutenção da vida. Ao final desse decreto iremos avaliar o atual cenário do novo coronavírus na cidade e caso for necessário, prorrogaremos novamente. Vamos manter a vigilância e as orientações dos órgãos de saúde”, ressaltou o presidente da casa, vereador Paulinho Freire (PDT).

Turismo do RN debate desafios para a retomada das atividades

Foto: Emprotur

A equipe da Secretaria de Estadual de Turismo (Setur/RN) e Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur) estão construindo o Plano de Retomada do Turismo do Rio Grande do Norte, com apoio do trade turístico potiguar, prefeituras e associações. Reuniões periódicas estão acontecendo por videoconferência para tratar sobre as ações que estão sendo tomadas com o objetivo de mitigar os impactos da crise provocada pela pandemia, como também debater o plano de retomada do setor.

Durante os meses de abril e maio, pesquisas foram desenvolvidas em âmbito nacional e regional para que o trabalho da Setur/Emprotur fosse norteado pelos resultados. “Vivemos um momento único no mundo, o turismo precisa refletir essa realidade, por isso inicialmente investimos em pesquisas. Elas nos ajudam a entender o comportamento dos profissionais do setor e quais suas expectativas, e também nos mostra como os municípios estão sendo afetados nesse momento”, explica o presidente da Emprotur, Bruno Reis.

Encontros virtuais foram realizados com os representantes dos principais destinos turísticos do RN, assim como Natal, Pipa e SMG; Sistema Fecomércio/RN, através do Senac/RN; Sebrae/RN, Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH/RN); Sindicato das Empresas de Turismo (Sindetur/RN), Natal Convention Bureau; Associação Brasileira de Agências de Viagens do RN (ABAV/RN) e também com os representantes dos cinco polos turísticos, além das companhias aéreas que operam voos para o nosso destino, para apresentar as diretrizes iniciais do Plano de Retomada do Turismo no Rio Grande do Norte e a possibilidade de criação de protocolos sanitários para os espaços turísticos.

O Plano de Retomada do Turismo do Rio Grande do Norte, que inclui ações regionais, nacionais e internacionais e define estratégias online e offline para ativar cada público, deve começar a ser implementado no início do segundo semestre de 2020. A Secretária de Turismo, Aninha Costa, ressalta a importância da união das entidades representativas de setor, do Governo do Estado e também a iniciativa privada para o sucesso nos resultados: “Fundamental a participação de todos, estamos trabalhando de forma colaborativa desde o início desta crise. E buscando as melhores alternativas para atravessarmos esse momento tão difícil”.

Comitê Covid-19 IFRN destaca que não é possível prever um momento para o retorno às atividades

O Colégio de Dirigentes do IFRN (Codir) se reuniu de forma online na manhã dessa quarta-feira (20). Com a presidência do reitor pro-tempore, Josué Moreira, a reunião teve a participação dos diretores-gerais pro-tempores dos campi e da equipe gestora pro-tempore da Reitoria nomeada até o momento.

Foram discutidos dois pontos de pauta: retorno das aulas e emendas parlamentares. O reitor pro-tempore iniciou a reunião falando da necessidade de construírem juntos as estratégias para o retorno das atividades acadêmicas. “Se esse distanciamento for se prolongando, os nossos alunos que têm mais condições podem ir para a rede privada. O MEC está trabalhando para investir na conectividade para os mais humildes”, declarou.

O diretor-geral pro-tempore do Campus Currais Novos, Andreilson Oliveira, pediu vistas do processo. O professor argumentou sobre a complexidade do tema, que exige análise socioeconômica da realidade dos estudantes e estudo sobre Tecnologias da Comunicação e Informação (TICs). O diretor geral pro-tempore do Campus Natal-Zona Leste, José Roberto, comentou sobre a necessidade de estudar as metodologias de ensino a distância e remoto, além do tempo para a qualificação necessária aos professores. Andreilson Oliveira terá 10 dias para estudar a situação e apresentar um relatório ao colegiado.

As discussões sobre a pauta foram encerradas. Um dos integrantes do Codir solicitou espaço para o pronunciamento dos integrantes do Comitê Covid-19 IFRN. O objetivo foi que apresentassem dados e informações sobre o trabalho que vêm desenvolvendo para auxiliar os gestores na tomada de decisões.

A fala foi proferida pelo presidente do Comitê, o odontólogo Thiago Raulino, do Campus Natal-Cidade Alta. O servidor enfatizou que não é possível prever um momento para o retorno às atividades presenciais. “Trabalhamos alinhados às demandas das unidades sanitárias. Destacamos as ações do Ministério Público e do governo estadual, em razão do quadro epidemiológico”. Thiago explicou como vêm sendo realizado o trabalho do Comitê, através da colaboração de profissionais do IFRN de áreas diversas. “O reconhecimento a eles é o que deve ser feito”, completou.

EMENDAS PARLAMENTARES

O pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Nilton Ribeiro, iniciou o encontro falando sobre a preocupação com o prazo para efetivar o uso dos recursos direcionados ao IFRN por parlamentares. De acordo com ele, o prazo para as emendas individuais é 24 de junho.

O diretor-geral pro-tempore do Campus Natal-Central, Jonas Lemos, lembrou que na última reunião, o professor José Ribeiro havia solicitado vistas ao ponto de pauta sobre os recursos de emendas. Josué Moreira argumentou que houve uma mudança de pasta. Na ocasião, Ribeiro era Pró-Reitor de Planejamento e hoje de Ensino, não respondendo mais pela área. O pró-reitor explicou que não havia processo para fazer as vistas. Os integrantes do Codir pontuaram que regimentalmente, ao se pedir vistas, é necessário cumprir os ditames e apresentar o relatório. José Ribeiro informou que irá responder em momento oportuno, com o prazo dos 10 dias.

A diretora-geral pro-tempore do Campus São Gonçalo do Amarante, Marilac de Castro, lembrou que na reunião anterior do Codir solicitou que não houvesse o pedido de vistas em razão do prazo para execução dos recursos. Falou sobre a necessidade de se ouvir o Diretor de Engenharia, que até o momento não foi nomeado, e de que os recursos voltados à assistência estudantil sejam descentralizados para os campi. “Acredito que o senhor não queira carregar nos ombros a responsabilidade por termos que devolver esse recurso”, pontuou ao reitor pro-tempore.

INFORMES

O diretor-geral pro-tempore do Campus Parnamirim, Paulo Vitor Silva, parabenizou a participação do Comitê Covid-19 IFRN e voltou a indagar o reitor pro-tempore sobre a formação da equipe gestora da Reitoria. “O problema não é comigo, estou como representante do MEC. […] Estamos recebendo indicações todos os dias. Estamos avaliando. De repente podemos mudar”, comentou o reitor pro-tempore. O diretor-geral pro-tempore do Campus Ipanguaçu, Geraldo Junior, declarou: “o senhor está aqui como representante do IFRN e deve falar mais pelo IFRN”.

O reitor pro-tempore respondeu que busca um caminho de amizade, respeito e consideração, buscando preservar a imagem institucional. “Em relação ao MEC, eu não gosto muito de falar sobre isso, mas as demandas estão vindo de lá e a gente precisa responder”. Pontuou que as demandas dos diretores-gerais pro-tempores encaminhadas à Reitoria são colocadas em uma lista para atendimento e que deseja conhecer todos os campi. O diretor-geral pro-tempore do Campus Natal-Zona Norte, Edmilson Campos, respondeu que é necessário que a gestão da Reitoria abra um caminho de comunicação com todos os campi, além de estratégias para levantar, analisar e responder as suas necessidades.

O diretor-geral pro-tempore do Campus Currais Novos fez a leitura do Ofício 6/2020 do Conselho Superior (Consup), que se trata de uma notificação para que o presidente do Conselho, o reitor pro-tempore, cumpra as deliberações das últimas reuniões do Consup. Josué não se pronunciou sobre este informe.

Para finalizar, o diretor geral pro-tempore do Campus Parnamirim questionou sobre quais providências foram tomadas pela gestão para investigar a situação dos servidores que assumiram cargo de gestão na Reitoria, tendo recebido suspensão de atividades em razão de Processo Administrativo Disciplinar (PAD). O reitor pro-tempore declarou: “a gente pode responder isso depois”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Leonardo disse:

    Depois de dois meses ainda estão discutindo a questão de aula on-line? Vão fazer um estudo? Com toda a estrutura que o IF dispõe, inclusive tecnológica, ainda estão debatendo? Fizeram o que ao longo desses dois meses? O salário está garantido na conta no final do mês. Daí ficam só empurrando com a barriga com esse blá, blá, blá. Os caras tem até estúdio de TV. Pediram vistas do processo. Mais dois meses debatendo….

  2. Silva disse:

    Qual PT?
    Qual esquerda?
    Ao que me consta, acabou se.
    Acabou!!

  3. Soraya disse:

    Aulas só o próximo ano, fiquem em casa.

  4. BRASILACIMADETUDO disse:

    Pra quê trabalhar, se no final do mês terão o salário integral na conta? Pra essa turma o fiquem em casa é a melhor coisa, pois só assim lucram mais… Agora quem depende do trabalho para tirar o sustento e pagar as contas, precisa sair, precisa trabalhar, pois o DESgoverno do estado nem isentar os impostos, isenta. Continuo sendo cobrado pelo IPVA, água, luz, entre outros. Como é que ficamos?

  5. Messias disse:

    Sabe quando vão voltar? nunca. Detestam trabalhar e no final do mês o salário está na conta.

    • Cabo Silva disse:

      Na UFRN o drama é o mesmo… sem aulas há 2 meses, semestre perdido e nenhuma providência para aulas on-line. Pra ver filme pornô no celular, aluno tem internet. Mas para assistir aula, NÃO TEM.

Hotel Ocean Palace prorroga suspensão de atividades até 31 de agosto

O Hotel Ocean Palace sempre teve como um dos seus pilares a segurança dos hóspedes e dos colaboradores. Sempre adotamos rigorosas práticas de limpeza, de desinfecção e de manuseio de alimentos e demais equipamentos do hotel. Desde o início da crise do Corona Virus (COVID-19), tomamos todas as medidas de segurança possíveis, redobrando os cuidados com a limpeza e incrementamos medidas com base nas orientações médicas e das autoridades sanitárias, tudo com o propósito para reduzir o risco de propagação e de contaminação.

Entretanto, sabemos que a situação sanitária nacional, com a propagação do COVID-19, está mudando rapidamente, e temos a consciência de que as atitudes tomadas pela empresa já não são suficientes para garantir a segurança dos nossos hóspedes e funcionários.

E foi pensando na segurança dos consumidores e de nossos funcionários que decidimos prorrogar a suspensão das atividades do hotel até o dia 31 de agosto de 2020,período em que todas as reservas serão canceladas.

Esse período ainda poderá ser estendido, a depender das questões de saúde pública.

Em razão da suspensão das nossas atividades, afiançamos aos hóspedes que tenham reserva no período a opção contatar a agência, a operadora ou o portal onde o pacote foi adquirido para alterar as datas da hospedagem, para um período que melhor lhes convenha, respeitando, em qualquer hipótese, o regramento contida na Medida Provisória n. 948, de 08 de abril de 2020.

O Hotel Ocean Palace deseja uma rápida e plena recuperação para as pessoas já afetadas por esse evento sem precedentes, ao tempo em que vai continuar envidando todos os esforços para evitar a proliferação do vírus.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Juliano bugueiro disse:

    Descisão mais que inteligente, até setembro nada pode reabrir, risco muito grande.

    • Flauberto Wagner disse:

      Realmente, um risco muito grande de não reabrir, diante de tantas idas e vindas de um governo que começou um isolamento social e não sabe como vai saí e se realmente quer sair!
      Espero não ver no futuro breve a nossa Via Costeira ser apenas um capítulo na história do turismo aqui no RN e toda sua estrutura hotelaria ser apenas ruínas.
      Inclusive, estendo a minha opinião sobre toda malha turística do RN.
      Digo que é momento para cuidamos da saúde como um todo, mas também é para já temos a plena certeza da existência de um amplo plano de retormada da nossa combalida economia.

Bolsonaro amplia lista de atividades consideradas essenciais na pandemia do coronavírus

O presidente da República, Jair Bolsonaro, decretou a ampliação da lista de serviços e atividades considerados essenciais em meio à pandemia do coronavírus. A mudança foi publicada no “Diário Oficial da União” (DOU) desta quarta-feira (29) e já está em vigor.

Ao serem classificados como essenciais, as atividades e serviços podem continuar em operação mesmo durante restrição ou quarentena em razão do vírus.

Passam a ser considerados essenciais, segundo o decreto:

serviços de comercialização, reparo e manutenção de partes e peças novas e usadas e de pneumáticos novos e remoldados;

serviços de radiodifusão de sons e imagens;

atividades de desenvolvimento de produtos e serviços, incluídas aquelas realizadas por meio de start-ups;

atividades de comércio de bens e serviços, incluídas aquelas de alimentação, repouso, limpeza, higiene, comercialização, manutenção e assistência técnica automotivas, de conveniência e congêneres, destinadas a assegurar o transporte e as atividades logísticas de todos os tipos de carga e de pessoas em rodovias e estradas;

atividades de processamento do benefício do seguro-desemprego e de outros benefícios relacionados, por meio de atendimento presencial ou eletrônico, obedecidas as determinações do Ministério da Saúde e dos órgãos responsáveis pela segurança e pela saúde do trabalho;

atividade de locação de veículos;

atividades de produção, distribuição, comercialização, manutenção, reposição, assistência técnica, monitoramento e inspeção de equipamentos de infraestrutura, instalações, máquinas e equipamentos em geral, incluídos elevadores, escadas rolantes e equipamentos de refrigeração e climatização;

atividades de produção, exportação, importação e transporte de insumos e produtos químicos, petroquímicos e plásticos em geral;

atividades cujo processo produtivo não possa ser interrompido sob pena de dano irreparável das instalações e dos equipamentos, tais como o processo siderúrgico e as cadeias de produção do alumínio, da cerâmica e do vidro;

atividades de lavra, beneficiamento, produção, comercialização, escoamento e suprimento de bens minerais;

atividades de atendimento ao público em agências bancárias, cooperativas de crédito ou estabelecimentos congêneres, referentes aos programas governamentais ou privados destinados a mitigar as consequências econômicas da emergência de saúde pública;

produção, transporte e distribuição de gás natural;

indústrias químicas e petroquímicas de matérias-primas ou produtos de saúde, higiene, alimentos e bebidas.

Segundo o decreto, o rol de atividades essenciais acrescido pelo texto “foi objeto de discussão e avaliação multidisciplinar por colegiado composto por representantes das áreas da vigilância sanitária, da saúde, do abastecimento de produtos alimentícios e de logística”.

Estados e municípios

No decreto, Bolsonaro fixa que o texto “não afasta a competência ou a tomada de providências normativas e administrativas pelos Estados, pelo Distrito Federal ou pelos Municípios, no âmbito de suas competências e de seus respectivos territórios”.

O decreto já leva em consideração decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), do dia 15 de abril, segundo a qual estados e municípios têm o poder de estabelecer políticas de saúde, inclusive questões de quarentena e a classificação dos serviços essenciais.

O texto publicado nesta quarta-feira altera o decreto editado por Bolsonaro em 20 de março e que trouxe a primeira definição dos serviços e atividades considerados essenciais. Desde então, essa lista vem aumentando e, pela norma em vigor, já conta com mais de 50 itens.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eduardo disse:

    Se tu pode ficar em casa fica.
    Mais se não pode meu amigo, vamos trabalhar, afinal quem fica em casa é doente, rico ou precioso.
    Porque quem precisa pagar as contas e tem seu emprego ainda quer mais é voltar a trabalhar mesmo bando de hipócritas, Maria vai com as outras.

  2. Cidadão Indignado disse:

    Esse cara sofre, com força, das faculdades mentais! O Brasil está perdido! De um lado um bando de ladrões, do outro um bando de loucos!

  3. Arthur Fonseca disse:

    Ora, se o doido disse que não ta nem ai pra quem ta morrendo, apenas lamenta, ele vai ligar para abrir o comércio, diz ainda, que é MESSIAS, mas, não faz milagre, realmente não faz, pois já tentou de todas as formas fazer para salvar os filhos e não conseguiu. #FIQUEEMCASA

    • Cidadão Indignado disse:

      Esse cara é um desequilibrado total! Sem a menor condição de administrar nada! De um lado um bando de ladrões, do outro, um bando de loucos! Estamos perdidos!

Hotel Ocean Palace prorroga suspensão de atividades até 30 de junho

O Hotel Ocean Palace firme no propósito de primar pela segurança dos consumidores e de nossos funcionários e atendendo às determinações da organização mundial de saúde e do governo do Estado do Rio Grande do Norte, vem por meio deste comunicar que decidimos prorrogar o período de suspensão das atividades do hotel até 30.06.2020, período em que todas as reservas serão canceladas.

Em razão da suspensão das nossas atividades, reafirmamos aos hóspedes que tenham reserva no período a opção contactar a agência, a operadora ou o portal onde o pacote foi adquirido para alterar as datas da hospedagem, para um período que melhor lhes convenha.

O Hotel Ocean Palace aproveita a oportunidade para renovar os votos de uma rápida e plena recuperação para as pessoas já afetadas por esse evento sem precedentes, ao tempo em que vai continuar envidando todos os esforços para evitar a proliferação do vírus.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Laura disse:

    Parabéns ao gestores do Ocean decisão sensata, temos que seguir isso tbm.

  2. Paulo disse:

    Se o Estado do RN que tem a OBRIGAÇÃO de fazer pelo seu povo,e quando faz é com dinheiro do próprio povo, via impostos, nao está fazendo,esperar pela iniciativa privada,é demais……..

  3. Genaro disse:

    Muitos desses hotéis que estão com atividade suspensas poderiam através de atos humanitários, cederem suas instalações para hospitais de campanhas. Seria um ato de solidariedade, bem como também, gratidão ao povo do estado que concedeu enormes benefícios para instalação dos mesmos, sejam por doações de terrenos em áreas privilégiadas, como financiamento subsidiados para construçoes e instalações dos mesmos. Eles apenas cederiam suas instalações pelos períodos críticos da doença, já que não existem condições de faturamento, e após esses períodos críticos o estado os entregariam em perfeitas condições de uso e totalmente higienizados. Isso seria um ato de extrema grandeza da parte dos grupos hoteleiros.

    • Júnior disse:

      Quem sugere que os hotéis sejam utilizados pelo estado para hospital, devia começar essa boa ação pela sua casa. Ainda vivemos em uma democracia e em um estado liberal.

    • Luiz Antônio disse:

      Poderiam se houver necessidade. Tem necessidade disso? no RN são 266 infectados e a maioria em isolamento nas suas residências.
      Até aqui, estamos longe, distante, de chegar aos números alarmantes produzidos em março.
      No Brasil tem 700 mortes e a previsão para essa data seriam até 6 MIL mortos. É uma diferença gigantesca. Não existe superlotação hospitalar, não tem a pandemia que anunciaram, não existem os números projetados.
      Mas um hotel que pode se dar ao luxo de ficar 04 meses sem faturar, sem gerar receita, comprova que tem um cofre cheio de recursos. Pois qualquer pousada com 10 apartamentos, por mais organizada que seja, não tem como se manter ficando fechada por 02 meses.
      A primeira providência é a demissão de todos os funcionários.
      Sejamos realistas, não adianta fazer apologia ao axômetro que não vai acontecer.

    • Biu disse:

      Calma júnho, isso é apenas uma sugestão pra pessoas com espírito humanitário, e de posses de estrutura que estão em condições perfeitas pra instalações de hospitais. E mais, se DEUS quiser não iremos colapsar o sistema hospitalar. Abraço.

Coronavírus: Câmara Municipal de Natal prorroga suspensão de atividades até 30 de abril

A Câmara Municipal de Natal, através da sua Mesa Diretora, prorrogou a suspensão de todas as atividades legislativas e administrativas até o dia 30 de abril em decorrência do aumento de casos do novo coronavírus (Covid-19) no Rio Grande do Norte, e em consonância com as ações de combate à propagação da doença. O Ato foi publicado no Diário Oficial do Município desta quarta-feira (1) e entra em vigor a partir da data de publicação.

A medida é uma extensão do Ato 04/2020 – MD , publicado no último dia 19 de março, e visa atender às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e demais autoridades de saúde e sanitárias, no combate à pandemia do Covid-19, assim como resguardar a saúde de servidores, parlamentares, prestadores de serviço e cidadãos que frequentam o Legislativo Municipal, quando em pleno funcionamento.

“O momento pede esse cuidado com o cidadão. Prorrogamos o Decreto de suspensão de atividades até o dia 30 de abril. Governo do RN, Assembleia Legislativa e Prefeitura do Natal também estão prorrogando seus Decretos. Vamos ganhar essa guerra tomando os cuidados necessários e recomendados pela OMS. Temos que ficar em casa e nos cuidar para que no menor espaço de tempo possamos sair desta situação”, frisou o presidente da Câmara, vereador Paulinho Freire (PSDB).

DELIBERAÇÃO REMOTA

De acordo com o Ato publicado, posteriormente será regulamentado o Sistema de Deliberação Remota da Câmara de Natal para a votação de matérias em sessões e reuniões extraordinárias, quando por motivo de força maior, o Legislativo Municipal esteja impossibilitado de se reunir presencialmente. “Com a regulamentação das sessões virtuais, a Casa não acumulará tantos projetos, que são de imensa importância para cidade do Natal e para o cidadão natalense”, concluiu Paulinho Freire.

VIDEO: Após mais medidas restritivas no DF até fim de maio, professora reclama com Bolsonaro: “Não tem condições de a gente viver desse jeito”

Jair Bolsonaro postou na manhã desta quinta-feira(02), em seu Twitter, o vídeo de uma mulher que pede para o presidente colocar os militares na rua e abrir o comércio, em meio à pandemia do novo coronavírus.

O vídeo, que o presidente chama de “comovente depoimento” e pede para ser compartilhado, foi gravado em frente ao Palácio da Alvorada na manhã de hoje.

A mulher diz que é professora e, ao lado dos filhos, com a voz embargada, afirma que quer “voltar à vida normal”.

“Estou aqui pedindo para o senhor: põe esses militares na rua. Põe, que esse governador [do Distrito Federal] já decretou mais um mês sem aula, sem nada. Não tem condições de a gente viver desse jeito. Venho aqui pedir por milhões e milhares de pessoas, que estão na necessidade. Eu não quero dinheiro do governo, eu quero trabalho, quero voltar à minha vida normal. Sou uma mãe de família.”

A mulher continuou, criticando a imprensa:

“A imprensa não ajuda a gente. A imprensa faz é acabar com a nossa vida, eles não passam necessidade, eles estão aí para acabar com a vida do povo. Abre esse comércio. Eu sou professora e não posso dar aula. E aí vai faltar tudo na minha vida? Vou depender de 600 reais do governo? Eu não quero dinheiro do governo, eu quero a minha vida normal. E esses governadores querem o quê? Eles têm o dinheiro deles. A gente tem o senhor, é isso que a gente tem. Por que querem derrubar o senhor? Porque sabem que o senhor quer o bem da gente. A gente está junto. Não fala nada para essa imprensa, presidente.”

Bolsonaro ouviu tudo e, no fim, sendo aplaudido pelos apoiadores, disse:

“Pode ter certeza de que a senhora fala por milhares de pessoas.”

Com O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cesar Bomone disse:

    LAMENTÁVEL os comentários de muitos daqui, devem ser servidores públicos que receberão o salário em casa, muitos sem fazer nada. Ou são esquerdopatas que acham que dinheiro dá em árvore. Infelizmente muitos no Brasil precisam de cada dia de trabalho para sobreviver, essa professora dá aula particular e sofre sem sua renda, e como ela muitos brasileiros estão sofrendo.

  2. Cleber disse:

    Kkkk.
    Ela não tá é aguentando os filhos em casa, aperriando o pouco juízo q tem.

  3. Carlos Alberto disse:

    Eu não acredito que essa senhora tenha saído da sua casa para reclamar que está em quarentena, eu tenho quase certeza que essa senhora foi instruída e provavelmente paga para falar tudo isso, não duvidem da turma de Bolsonaro, eles são capazes de qualquer coisa!!

  4. Antonio Turci disse:

    Incrível o ódio desse povo do PT contra o Presidente JAIR BOLSONARO.

  5. Fátima disse:

    Faltou ela perguntar aos pais desses alunos se eles querem arriscar, não acho que seja a postura de uma professora, a menos que tenha sido a professora de Bolsonaro

    • Marcos disse:

      Me contemplou a sua fala!!! A ciência diz para se isolar e tem pessoas que ainda fazem esse teatro. Meus filhos não saem de casa para nada.

  6. Eduardo Neto disse:

    Como professora ela se saiu uma ótima atriz de novela mexicana. Todos que conheço de classe baixa estão preocupados com a questão financeira e de como vão fazer e se ajustar, mas também tem ciência que isso não é gripezinha e dizem que querem fazer a quarentena (com exceção do adoradores do Mito) e também a partir da classe média alta e alta que acham sim que o "povo" (do qual eles não fazem parte) deve voltar ao trabalho. Tantou se falou do pessoal que ganha pão com mortandela e esse pessoal ai toda hora dia e noite esperando o patético Mito messias chegar. Será que pelo menos uma paozin com mortadela eles ganham?! Só mudou a figura da idolatria, antes o 9dedos e agora o 2neurônios. Brasileiro gosta e têm sim político de estimação!

  7. Marcelo disse:

    Meu presidente tô decepcionado com o senhor, onde esta sua coragem? O senhor não governa mais…..muito triste. Todos mandão menos o senhor!

  8. Neco disse:

    E depois vêm esses comunas acusarem os outro de falta de empatia.
    Ninguém sabe aqui a situação dessa senhora, se ganha por hora-aula, se dá aulas em algum regime diferente do comum. É assim, mesmo. É a máxima do acuse-os do que vc é/faz.

  9. Klaus Laranjeiras disse:

    Hahahahaha e ela no meio do mundo, né ?

  10. Emerson disse:

    Bom dia BG, o que essa mãe de família disse é a realidade do povo Brasileiro, sabemos que o vírus é mortal e está aqui, mas infelizmente não tem outro jeito se não tentar a todo custo, lógico que com estratégia, tentar aos poucos reabrir o que é fundamental para que o povo Brasileiro tenha o mínimo de sustento, um abraço e hj como sempre estarei ligado no meio dia RN

  11. Nono Correia disse:

    E ninguém quer morrer desse jeito filha. Se você quiser fique à vontade. Saia na rua, organize baladas com bolsominions e capriche nos contatos. A seleção natural agradece.

  12. Paulo disse:

    Vergonha dessa professora mentirosa. As escolas privadas estão sem aula, mas continuam pagando os professores porque as mensalidades continuam sendo pagas. No mínimo um Teatro armado para poder postar sem ser censurado.

    • Saulo disse:

      Quem entende e vive de teatro, mentiras, situações armadas, pagando mortadela com pão e refresco de maracujá a militância não é Bolsonaro. Você se olhou no espelho e não teve o discernimento de se reconhecer Paulo.
      Foi um desabafo de uma mãe desesperada que está sem trabalhar, como muitos outros que precisam produzir. Esqueci, vocês não sabem o valor do trabalho, querem ser sustentados pelo estado. "Quem disso usa disso acusa" e a esquerdalha faz isso com maestria e propriedade.

    • Cidadão disse:

      Só comenta asneiras 🐴

  13. Sérgio disse:

    Aposto como ela tem menos de 60 anos. E saúde perfeita.

    • Araújo disse:

      E sem juízo.

    • realista disse:

      é claro cara , vc viu alguém pedir pra os idosos ou grupo de risco ir pra rua ? qual foi a parte em que se fala que tem gente que não pode parar de trabalhar ? , agora sou eu que digo , aposto que vc tem um bom salário e tem reserva pra esperar 3 ou 4 meses.

Makro encerra atividades em Natal

Foto: Reprodução

Makro encerra suas atividades em Natal. Faixa em destaque nesta quinta-feira(02) informa o encerramento das suas atividades. Segundo informações  apuradas pelo Blog do BG, estabelecimento na capital potiguar teria sido comprado pela empresa Mineirão, especialista em Atacarejo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciano disse:

    O Mineirão Atacarejo comprou as lojas de Natal , São Luís, Petrolina , Caruaru, João Pessoa, Porto Velho e Rio Branco.

  2. Luciano disse:

    O Makro está fechado uma a uma as 14 lojas que o Carrefour/Atacadão não comprou.

  3. Anselmo albano disse:

    Trabalhei como promotor de vendas nesse atacado, e posso dizer que à onze anos atrás ja sabia que ele poderia fechar. mal iluminado, não tinha preço e pouca variedade. Se fosse dar uma nota com os atuais atacado, seria 4,0.

  4. kadumarcelo disse:

    Acordem isso e a porra do apocalipse

  5. kadumarcelo disse:

    Puta que pariu isso e Brasil com tantas desgraça acontecendo vcs ainda acredita em esse negócio de fé😴😒😒😒😒

  6. Carlos Alberto Moraes disse:

    Jorge Silva, tenho pena de vc. Petista idiota.

  7. Sileide . disse:

    Gente, eu fico perplexa cm certas coisas, mas em fim, tomara q os funcionários do Macro ñ fiquem desempregado. Vou torcer p q eles tdos sejam reaproveitados p à nova loja. A pesar da realidade nua e crua da qual estamos vivendo, eu peço a papai do céu q cuide de tdos nós. Nos abençoando, nos protegendo e nos guardando. Vamos povo brasileiro, vamos perseverar na fé em Jesus Cristo. Pq à fé nós ñ podemos perder jamais. Nós ja estamos tão sofridos, discutir mais pra q? Vamos lutar pq nós ñ estamos sóis. Jesus Cristo esta conosco o tempo tdo. E às nações do mundo, cobre da China o mal q ela ou eles, tem causado à humanidade. Afinal, esta ñ é à primeira vez q à China faz mal ao mundo. Com suas doenças respiratórias ao povo no mundo. Q os culpados sejam responsabilizados por tdo o mal q causaram. A China tem q pedir perdão ao mundo, por tdos os prejuízos causados às pessoas na saúde, na economia e perdas pelos entes queridos. Q nosso senhor Jesus Cristo abençoe a tdos… AMÉM!!!

  8. Zulma disse:

    Como ficará o cartão Makro bradescard?

  9. Marta Maria Barbosa disse:

    Muito bom

  10. Araújo disse:

    Vai virar atacadão, todas as lojas Makro do nordeste foram compradas pelo Carrefour. Infelizmente mais uma porcaria de atacadão.

    • Lip disse:

      A loja de Natal não foi vendida pro Carrefour, eles tem um Atacadão já muito próximo

    • Luciano disse:

      Natal, São Luís, Petrolina, Caruaru, João Pessoa ,Rio Branco e Porto Velho o Carrefour não comprou.

  11. Eduardo Peixoto disse:

    Loja fechada, mas ficaram as amizades, o respeito e os sinceros agradecimentos às funcionárias Elineide, Jacilda e Rejane, dentre tantos outros que ali trabalharam na loja da Avenida das Alagoas.

  12. Nilda A L disse:

    Amém que não gere desemprego e os seus funcionários sejam aproveitados pelo novo proprietário. Temos que torcer para que o Brasil melhore. As eleições já terminaram há mais de um ano. Temos agora que ter pensamento positivo. Se não der certo para o governo, também não dará certo para o povo, independente de quem tenha votado ou não em Bolsonaro.

    • Jorge Silva disse:

      Tudo bem que o pleito já passou, o grande problema tá em termos a frente do nosso comando um moleque que pode ser tudo, menos presidente, se quer postura de homem tem, estamos num barco a deriva, nessa crise da pandemia, mais uma, se os governadores e prefeitos e mais algumas poucas lideranças sensatas não tomarem a frente estamos perdidos porque ação efetiva desse "PRESIDENTEZINHO" jamais teremos…

  13. Everton disse:

    Na decadência que vinha, já foi tarde.

  14. Milton disse:

    Que triste notícia, mas vem atrelada a uma solução a venda, se for a empresa Mineirão dos supermercados mineiros vai ficar tudo bem melhor em se tratando de emprego.

  15. RICARDO LÚCIDO disse:

    Já estava previsto a algum tempo . Vai entrar uma empresa muito mais organizada

  16. MANÉ disse:

    Mais desemprego e menos icms na conta dessa irresponsável que governa o RN. Com essas medidas radicais vai quebrar todo mundo sua louca.

    • Alexandre Magnus disse:

      O amigo não leu a matéria. Essa empresa mineira adquiriu 24 lojas do Makro em todo o Brasil inclusive a de Natal. Entao sua critica não tem nada a ver com a matéria.

    • Luís F. Lisboa disse:

      Caramba! O cara mete o pau em Fátima gratuitamente.

  17. Clovis Moura disse:

    Vamos manter o isolamento total. Todos os trabalhadores presos e os bandidos sendo soltos.
    Empresas fechando, pais de família sem emprego, vai faltar pão em muitas mesas.
    Para tudo, quebra o país, depois vão culpar quem não tem culpa e sugeriu o isolamento vertical.
    Tem muita gente fora do grupo de risco precisando trabalhar, o absolutismo que vem sendo usado só serve a quem não quer ver o país seguindo em frente.

  18. Dilermando disse:

    Pensei que ia fechar antes do Hiper… Parecia que tava fazendo um favor em vender… Pra ver a diferença, bastava comparar com o estacionamento do Assai e do Atacadão… Se não se cuidarem e melhorarem o atendimento e condições de pagamento, o próximo será o Sam´s Club…

  19. valmir melo da disse:

    Alias já devia ter fechado ha muito tempo. Uma empresa de venda que cria dificuldades para quem quer comprar não deveria nem existir. Já vai tarde. Para se ter ideia da hostilidade dessa empresa com o cliente, basta relatar, que no periodo em que esteve tentando comercializar por aqui, fui uma unica vez aquele estabelecimento. Suficiente para decretar que ela não daria certo.

    • José disse:

      Fui informado que o Carrefour/Atacadão comprou 30 lojas do Makro no Brasil

Coronavírus: Assembleia Legislativa do RN prorroga suspensão de atividades até 30 de abril

Foto: ALRN

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte prorroga a suspensão de todas as atividades legislativas até o dia 30 de abril por conta da pandemia do novo Coronavírus. A decisão foi publicada no Diário Oficial Eletrônico através de ato da Mesa Diretora da Casa nesta terça-feira (31). A renovação do ato atende às novas recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e demais autoridades sanitárias e de saúde para a prevenção da pandemia.

“Estamos em situação de emergência sanitária. As Casas Legislativas do país, a começar pelo Senado Federal e Câmara dos Deputados, seguem as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, e o nosso Legislativo Estadual segue a mesma orientação”, explicou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB).

Ezequiel Ferreira disse ainda que apesar das medidas restritivas adotadas pela Assembleia Legislativa, os deputados continuam em suas atividades parlamentares. “Estamos ultimando a implantação do sistema de votações à distância, os deputados têm usado as redes sociais para fazer alertas e recomendações sobre a pandemia, foi instituída a comissão para fiscalizar uso de recursos durante a crise do COVID-19, votamos o decreto de calamidade pública e estamos adotando o teletrabalho como alternativa em tempos de Coronavírus. Vamos seguir firmes, respeitando o isolamento social e acreditando que tudo vai passar”, salientou o presidente da Assembleia Legislativa.

Durante a suspensão regulamentada no ato, o plenário poderá reunir-se excepcionalmente, por convocação do presidente, para a deliberação de matérias que exijam o pronunciamento urgente do Poder Legislativo ou que possuam elevada importância para o Estado e seus cidadãos.

ALRN

MEDIDAS RESTRITIVAS X NECESSIDADE (VÍDEO): Feirantes tentam iniciar atividades na Zona Norte de Natal e reclamam de ação da guarda municipal

Desesperados pela falta de trabalho desde as medidas restritivas em decorrência da prevenção ao coronavírus, feirantes tentaram iniciar atividades nas imediações da estrada da Redinha nesta quinta-feira(26) e foram impedidos pela guarda municipal. No registro em vídeo que circula nas redes sociais, trabalhadores reclamam de excesso e da ação dos guardas.

A Guarda Municipal do Natal (GMN) deslocou viaturas durante a manhã desta quinta-feira (26) para atuar na suspensão de cinco feiras livres na capital. A ação apoiou a equipe de fiscalização da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) e atuou nas feiras do Planalto, Panorama, Cidade Praia, Nova Natal e a feirinha da Avenida das Alagoas.

“Durante o trabalho registramos apenas uma alteração na feira do Panorama(em destaque), sendo necessários a intervenção dos guardas municipais devido uma ameaça de feirantes aos fiscais da Semsur, porém tudo foi resolvido no local”, comentou o subcomandante de Segurança da GMN, Carlos Cruz.

As viaturas de patrulhamento ostensivo da GMN vão continuar o trabalho de fiscalização que ocorre durante as rondas preventivas sistemáticas em todas as regiões da cidade.

Veja abaixo:

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco Alves disse:

    Pessoal quanto mais terror e caos na sociedade melhor! Isso é tudo o que a esquerda e os oportunistas querem. O povo no desespero por não poder trabalhar e ter alimento em casa e, a coisa vai se agravando até o desastre coletivo, com saques em supermercados, arrombamento de lojas, histeria etc. Desespero e caos social. Quem leu a carta de recomendações de Mariguela sabe bem do que estou falando.

  2. Carlos Roberto disse:

    Tem que ter um bom senso, organizem as feiras, um distanciamento de 5metros de cada banca. Agora sempre foram desorganizados e sem higiene. É o momento de melhorarem o seu serviço.

  3. Bel disse:

    Para a Oposição,qto pior,melhor,mais fácil de manipular o povo!!!!

  4. Europeu disse:

    O governo brasileiro é muito bom pro cidadão, vc´s não tem do q reclamar…Um amigo servidor público me disse que estão pagando o salário integral pra vc´s ficarem de quarentena e vc´s ainda insistem em ir pra rua…Aqui tem só a ajuda de custo…Quem entende esses brazucas???? Péra, num é todo mundo que recebe isso não??? Nem todo mundo aí é considerado cidadão??? Como? Tem uns que são mais cidadãos que outros???? Público é de um jeito e privado é de outro??? Ôxe, varêi…

  5. N.A. disse:

    Que HUMILHAÇÃO, o trabalhador sendo AGREDIDO por querer trabalhar. Essas pessoas não estão aí por que querem, estão por NECESSIDADE MAIOR.

  6. Tota disse:

    Vejam o que a CLT diz:

    "CLT. Art. 486 – No caso de paralisação temporária ou definitiva do trabalho, motivada por ato de autoridade municipal, estadual ou federal… que impossibilite a continuação da atividade, prevalecerá o pagamento da indenização, que ficará a cargo do governo responsável.""

    Fátima e Álvaro estão com os cofres bem cheinhos para pagar os milhões e milhões de indenizações devidas aos empresários e trabalhadores? Se não, é bom acabarem com a pantomima, porque o direito à indenização pelos atos deles é claro e será dado na justiça, mesmo que demore alguns anos.

  7. Jr Laranjeiras disse:

    Se eu fosse o prefeito deixava fazer a quantidade de feiras e festas q quisessem, mas jogava nos peitos de cada um aquele documento me isentando de qualquer responsabilidade por contágios e mortes, fácil assim.

  8. Nrr disse:

    Ridículo.

    Essas são pessoas humildes que precisam ganhar o seu pão. Os ditadores travestidos de prefeitos e governadores estão abusando de um poder que sequer possuem.

    Basta de histeria: o vírus é sério, mas não podemos condenar mães e pais de família que querem trabalhar à fome! Basta!

Estado de Rondônia vai editar novo decreto com retorno gradual das atividades

Foto: Reprodução

O Governo do Estado de Rondônia publicará um decreto nas próximas horas flexibilizando o retorno de algumas atividades do comércio, paradas até o momento, seguindo movimento nacional, em decorrência da prevenção ao coronavírus.

A decisão se deu após uma reunião on-line entre associações do comércio e industrial do estado, federações e sindicatos.

Com a decisão, o Governo de Rondônia editará novo decreto com a flexibilização do comercial, com retorno gradual entre esta quinta(26) e sexta(27), com novas medidas de reabertura de outras atividades até a próxima terça-feira(31).

Entre os segmentos, de forma ainda moderada, deverão retornar o comércio e indústrias prestadoras de serviços.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. LEO disse:

    Parabéns,Presidente,tem que voltar e rápido,preciso trabalhar pra sustentar minha família,cansei de encaixotar vento nessa quarentena………..

  2. Eduardo Peixoto disse:

    Caso haja um prolongamento excessivo na quarentena, os governos dos estados não podem impedir os empresários de promoverem demissões, pois serão por justa causa, com base em caso fortuito e força maior. O trabalho informal não tera como suprir a falta de arrecadação que deixará de ser gerada pelos empregos formais. O caminhoneiro precisa do produtor, o dono do supermercado precisa dos dois, mas precisa também do trabalhador. O trabalhador precisa de todos eles, pois está na parte final da cadeia de produção, mas os anteriores também dependem dele para a cadeia funcionar. Resta saber se a queda na arrecadação vai manter o pagamento dos atuais salários dos servidores públicos nos estados e municípios.

  3. Ricardo Cruz disse:

    Rondônia, onde fica ? Como vivem? Por mim voltaria a funcionar tudo, e depois arranjaríamos lugar suficiente para enterrar o que sobrar, cansado disso, mas será q a economia vai mesmo crescer com um monte de gente morta, até onde eu sei, morto não trabalha e nem tão pouco compra e vende nada.

    • Fran disse:

      Fique em casa. Como você mesmo disse, não se incomode com os outros. Você tem renda extra? Tem uma boa reserva financeira? Ou vive as custas do pai e da mãe? Sua realidade talvez não seja a do resto das pessoas. Se ligue nisso.

Shopping Cidade Jardim declara fechamento de atividades por tempo indeterminado a partir deste sábado

O Shopping Cidade Jardim compreende o momento de fragilidade que a humanidade, a nível mundial, vive hoje. A pandemia do COVID-19 é uma realidade, e, apesar do mall ser um espaço aberto, onde o vírus se propaga com mais dificuldade, o Cidade Jardim entende que esse é um momento de somar forças junto aos órgãos responsáveis para erradicar o novo coronavírus e poupar a vida do nosso povo.

Frente a isso, o shopping informa que, a partir deste sábado (21 de março), fecha as portas de todas as suas operações por tempo indeterminado, com exceção apenas da Casa Lotérica, e das clínicas de atendimento médico e vacinação, que funcionarão normalmente.

O Cidade Jardim reforça seu compromisso com o bem estar da população potiguar e pede que os clientes e frequentadores do mall trabalhem suas consciências e estejam atentos às orientações de saúde, higiene e responsabilidade civil, para que, juntos, possamos pôr um fim nessa situação o mais rápido possível.

O mall deseja que todos fiquem bem e que possamos em breve voltar a nos encontrar. Qualquer nova informação será transmitida através da assessoria de imprensa e redes sociais.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cabo Silva disse:

    Não vai fazer falta alguma. Kkkk

    • Souza disse:

      Não se você sabe, mas shopping centers geram empregos e sustentam inúmeras famílias. Portanto vai fazer falta sim, principalmente para os trabalhadores que correm risco de desemprego.

ABC e América comunicam paralisação geral de atividades por prevenção ao coronavírus

Foto: Ilustrativa

ABC

A diretoria abecedista se reuniu na manhã desta quinta-feira (19), inicialmente, com comissão técnica e jogadores, na sala de preleção da Concentração Jorge Tavares de Morais, e depois com todos os funcionários, no Auditório Dr. Ernani Alves da Silveira, na Sede Social, e comunicou a paralisação geral das atividades, a partir das 14h, por um período de 15 dias.

O procedimento foi adotado seguindo as recomendações das autoridades de saúde e como medida preventiva ao caso do novo coronavírus, o COVID-19, que já ocasionou a suspensão de todas as competições nacionais e estaduais, e de vários serviços da sociedade.

A direção comunica que o clube estará fechado e apenas o setor de portaria, manutenção dos gramados, este em sistema de escala, e um funcionário do administrativo-financeiro, em horários especiais, além do Departamento Médico para jogadores que estão em tratamento, terão acesso às dependências do Alvinegro. Todos os outros funcionários e setores que precisam manter as atividades trabalharão em sistema de home office.

O quadro envolvendo o COVID-19 estará sendo monitorado pela diretoria e o período de paralisação pode ser prorrogado por mais 15 dias ou até por um tempo maior. Logo que a situação venha a se normalizar, as atividades serão retomadas imediatamente no Complexo Sócio-Esportivo Vicente Farache.

América

O América Futebol Clube informa a suspensão provisória das suas atividades em respeito à vida e às medidas de prevenção e proteção diante da pandemia do Covid-19.

Acompanharemos, atentamente, o quadro viral do nosso Estado, bem como a situação do Futebol em todo o país e informaremos sobre qualquer novidade.

Pedimos a todos que sigam à risca todas as recomendações da Organização Mundial de Saúde visando reduzir, ao máximo, o contágio em prol de um bem comum.

Com informações das assessorias do ABC e América

Assembleia de Deus no RN suspende atividades em prevenção ao coronavírus

 

Ver essa foto no Instagram

 

[ COMUNICADO ] A direção da Igreja Evangélica Assembléia de Deus no Estado do Rio Grande do Norte (IEADERN), diante dos recentes desdobramentos administrativos e sociais provocados pela pandemia do novo coronavírus, como a decretação, pelo governo estadual, do estado de calamidade pública, bem como o fechamento de várias empresas e instituições nas últimas 24 horas, decide suspender, até ulterior deliberação, todas as atividades nas dependências dos seus templos no Estado do Rio Grande do Norte, a fim de prevenir maior expansão da pandemia mencionada. Informamos, ademais, que a @nordesteevangelica (92.5 FM) terá nova programação durante esse período de quarentena, voltada, com absoluta prioridade, para a celebração de cultos ao Senhor. 📲 Reforçamos aos irmãos a importância dos cuidados pessoais que devemos empreender para ajudar no enfrentamento ao #coronavírus e pedimos a você que siga acompanhando nossos canais oficiais de comunicação

Uma publicação compartilhada por IEADERN (@assembleiadedeusnorn) em

A direção da Igreja Evangélica Assembléia de Deus no Estado do Rio Grande do Norte (IEADERN), diante dos recentes desdobramentos administrativos e sociais provocados pela pandemia do novo coronavírus, como a decretação, pelo governo estadual, do estado de calamidade pública, bem como o fechamento de várias empresas e instituições nas últimas 24 horas, decide suspender, até ulterior deliberação, todas as atividades nas dependências dos seus templos no Estado do Rio Grande do Norte, a fim de prevenir maior expansão da pandemia mencionada.

“Informamos, ademais, que a @nordesteevangelica (92.5 FM) terá nova programação durante esse período de quarentena, voltada, com absoluta prioridade, para a celebração de cultos ao Senhor. 📲 Reforçamos aos irmãos a importância dos cuidados pessoais que devemos empreender para ajudar no enfrentamento ao #coronavírus e pedimos a você que siga acompanhando nossos canais oficiais de comunicação”, diz nota nas redes sociais.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Soraya disse:

    Parabéns!! Medida necessária!

  2. Bader disse:

    Graças a Deus ouviram o nosso clamor.
    Que possamos agora unir-se em oração em vossas casas pelo fim dessa crise.

  3. Jefferson Silva disse:

    Decisão muito prudente e sabia! Existem muitos templos , e uma das igrejas mais populosas do Estado.

Natal Shopping suspende atividades em prevenção ao coronavírus a partir deste sábado

O Natal Shopping informa que, devido aos acontecimentos recentes do avanço do Covid-19 e em respeito às recomendações dos órgãos de saúde e autoridades locais, suspende suas atividades entre os dias 21 de março e 15 de abril.

O shopping esclarece ainda que ficam mantidos os acessos à população apenas às farmácias e clínicas de atendimento à saúde e reitera que as operações de delivery funcionarão normalmente.

“Reforçamos que estamos atentos aos desdobramentos do avanço da doença no país e empenhados em fazer todo o possível para garantir a segurança e bem-estar de todos que frequentam nossos shoppings”, encerra a nota.