Assembleia Legislativa do RN retoma atividades parlamentares na próxima terça-feira

No dia 2 de fevereiro, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte retoma as atividades parlamentares com sessão de abertura do ano legislativo iniciando às 10 horas, no Plenário da Casa. Após o rito formal de abertura, feito pelo presidente da ALRN, Ezequiel Ferreira (PSDB), a palavra é facultada à chefe do Executivo, Fátima Bezerra ou representante que irá ler a mensagem anual. A sessão será transmitida vivo pela Tv Assembleia, canal 10.3, pelo portal al.rn.leg.br e pelas redes sociais no @assembleiarn.

Em razão da pandemia do novo coronavírus, a sessão continuará em formato hídrido com participação dos 24 deputados estaduais que podem estar em ambiente virtual – através do Sistema de Deliberação Remota (SDR) ou presencialmente no Plenário da Casa.

O presidente Ezequiel suspendeu os atos formais como a revista às tropas, a foto oficial e demais atos, tradicionais na abertura das atividades legislativas. A primeira sessão ordinária do ano está prevista para o dia seguinte, quarta-feira, 3 de fevereiro.

No início dos trabalhos, a Assembleia Legislativa dará continuidade ao SDR obedecendo as normas de tramitação processual-legislativa, uma medida de caráter excepcional em razão do combate a proliferação do vírus e aumento dos número de pacientes com COVID-19 em tratamento no Rio Grande do Norte.

O presidente da ALRN, deputado Ezequiel Ferreira, garantiu que apesar de um ano atípico, em meio à pandemia da Covid-19, a Casa manterá seu ritmo de atividades, assim como em 2020, sem prejuízo dos trabalhos em plenário e das Comissões.

“A exemplo do que fizemos no ano passado, a nossa perspectiva é de uma atuação legislativa sem alteração dos trabalhos em plenário, das votações e debates. Em 2021 queremos também intensificar nossas ações de combate à covid-19 e somar esforços para conter o avanço da pandemia”, afirmou Ezequiel Ferreira.

O ano legislativo também inicia com mudança no colegiado de parlamentares com a posse do novo deputado estadual, Subtenente Eliabe (Solidariedade) que assumiu a cadeira após a vitória do deputado que tornou-se prefeito de Mossoró, Alysson Bezerra (Solidariedade). Com a mudança, as comissões também devem mudar os nomes dos membros para o ano de 2021.

A sessão de abertura dos trabalhos legislativos poderá ser acompanhada pela imprensa e sociedade civil ao vivo pela Tv Assembleia, canal 10.3, pelo portal al.rn.leg.br e pelas redes sociais no @assembleiarn.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Japiense disse:

    Não fazem nada e têm férias longas assim ?

Professores ameaçam entrar em greve em caso de retorno obrigatório das aulas presenciais no RN

Foto: Ilustrativa

Marcado para o próximo dia primeiro de fevereiro, o retorno às aulas na rede estadual de ensino, programadas para acontecer em um formato híbrido, com aulas presenciais e remotas, através da internet, não agrada a direção do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (Sinte/RN), que adianta que se as aulas presenciais forem obrigatórias, não está descartada a possibilidade de uma greve. As informações são do Saiba Mais – Agência de reportagem.

“Não é o momento para retornar presencialmente porque a pandemia, inclusive, vem apresentando números crescentes no país e no estado. Sabemos que muitas escolas não estão preparadas porque não receberam os recursos necessários para fazer as adequações. As escolas não estão devidamente equipadas e é preciso ter segurança nesse retorno, por isso defendemos que o retorno presencial seja feito com a vacinação”, explica Bruno Vital, que faz parte da diretoria do Sinte.

A reportagem ainda destaca que segundo o sindicato dos professores, a categoria não se opõe ao retorno às aulas remotas, o problema é a obrigatoriedade das aulas presenciais que, com um calendário de vacinação incerto em todo o país, colocaria a vida de professores, funcionários e estudantes em risco:

“Não há clareza sobre a vacinação no país e não sabemos por quanto tempo isso vai se prolongar. A única certeza é que a vida das pessoas devem estar em primeiro lugar. Mas, se o Governo estabelecer que o retorno presencial é obrigatório, vamos deflagrar uma greve em defesa da vida, para que as aulas retornem após a vacinação”, reforça.

Matéria na íntegra AQUI.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Israel disse:

    Sou professor a mais de 10 anos. Aceito o retorno do ensino regular presencial seguindo todos os protocolos sanitários no que for possível. Tenho saudades dos educandos e da experiência social de comunicação e interação com a psiquê deles. Trabalhei desde abril de 2020 no ensino remoto e foi uma exclusão só. Os discentes que podiam acompanhar, mau o fizeram. Um ensino completamente frágil. Tiro por mim, com computador fraco e internet oscilando. O governo não disponibilizou equipamentos nem Net. Grande parte dos estudantes têm na escola seu exclusivo espaço de socialização educacional e cultural. #chaodaescola
    Não sou esquerda nem direita, sou anarcopank, ciberpank…

  2. Manoel disse:

    Ou seja, os professores a 10 meses sem trabalhar vão entrar em greve para continuarem sem trabalhar, piada pronta.

  3. Thiago Lopes disse:

    Verdadeira cruzada desse blog contra a saúde e bem-estar dos profissionais da Educação Pública. Até dia desses, 2019 para ser mais exato, alunos e professores estavam levando ventiladores pessoais para as salas de aula devido o calor insuportável. O que mudou? Que adaptações foram feitas? Dispenser com álcool em gel e pia para lavar a mão será o suficiente? Só quem conhece a realidade dessas estruturas pode opinar com propriedade e sabe o risco que corre.

    • Tf disse:

      A mais pura vdd. Quem quiser pode visitar as escolas e ver com os próprios olhos… Enquanto as rede privada cumpre os protocolos o prefeito nem Dispenser de álcool gel colocou…

  4. Andréia disse:

    Agora arrumaram mais uma desculpa para não dar aula!!!!!!
    Esses professores, que coitados, não podem dar aula são os mesmos que vão no supermercado, estão em barzinhos, shopping, praia, parque aquático, viagens etc, interessante né? pode ter aglomeração no passeio, mas não pode reunir os alunos par dar aula??.
    Sra. Fátima retome as aulas e quem não cumprir corta o salário, num instante eles voltam correndo!!!!!!!
    As aulas tem que ser retomadas já ou os professores vão querer esperar a conclusão da vacinação nas crianças (última fase)????
    Palhaçada!!!

  5. Marcilio Nóbrega disse:

    Sou formado em Letras e estudo engenharia na UFRN, o que vejo são professores super compromissados com o ensino e com o aprendizado dos alunos. Há algum tempo que estamos tendo aulas em formato remoto e a perda intelectual é mínima, o que particularmente para mim tem sido ganho intelectual, visto eu trabalhar o dia todo e chego em casa tomo banho e no repouso de minha casa assisto aula em tempo real com os professores e demais alunos da turma. O aproveitamento é bom demais, agora tem muitos que opinam sem ter noção e nem respeito a profissionais ja tanto maltratados e pouco reconhecida quanto a classe de professores!

  6. Wagner Camargo disse:

    Melhor coisa a se fazer, os educadores que entrarem em greve automaticamente corta-se o salário dele, só irá receber saleiro quem voltar a trabalhar, bando de safados, voltar as aulas não querem, agora beber cachaça e viver aglomerando em farras, isso não pega Covid, basta!

  7. Marco polo disse:

    Corta o salário desses hipócritas que, muitos deles estão até em escolas privadas e festas de aglomerações, como conheço uns de barba, sacolão tiracolo, brincos, tatuagens e unhas sujas….PETRALHAS. MAS, as salas de aulas não querem voltar, isso no público. Bando de JACARÉS

  8. Oswaldo disse:

    E a turma da educação pública fazendo compras e passeando no Midway!!! Kkkk
    Viva a 63ª no PISA!

  9. Francisco Alves disse:

    Nunca tive dúvida de ameaça de greve com a aproximação do retorno ao trabalho! Aliás, mesmo estando há mais de um ano recebendo sem trabalhar, para muitos, foi o melhor ano de suas vidas. Conheço alguns que vivem em bares, farras, curtindo a vida sem preocupação alguma, aglomerando, sem "risco", mas, fale em retorno as salas de aula que ficam bravos! Para muitos só existe risco na escola. Contudo, fazer greve todos os anos é praxe dos"educadores", o ano de 2020 é que foi exceção nas últimas décadas… Agora, esperar que essa governadora tome alguma atitude contra quem se recusar a voltar a cumprir com as suas funções na educação é risível.

  10. Santos disse:

    Para voltarem a sala de aula eles ñ pode, mais para se agromerarem fora Bolsonaro pode, fazer carretas com seus salário sendo depositado todos os mês e fácil, enquanto seus companheiros de escola particulares estão trabalhando é ser muito hiprocrata.

  11. Brasil disse:

    Corta salário de quem quer ficar em casa, precisa nem cortar tudo, basta 50% pra todos estarem lá na hora. Brasil é o pais do mundo onde teve menos aula .

  12. PABLO disse:

    CORTA OS SALÁRIOS

  13. Ivanildo disse:

    Isso é o legado que a esquerda cebosa deixou de herança pra os brasileiros o resultado da doutrinação

  14. Bolsovirus disse:

    Uma pergunta que não quer calar que o gado deve responder: quem da sua família você está disposto a deixar morrer para parar a economia?

  15. O RN tá LASCADO!!! disse:

    E agora "professora" Fátima?

  16. Chega de CANALHAS disse:

    Pense num povo pra gostar de trabalhar!!! Quero ver eles botarem banca com a rede privada🤔

  17. Marcos Vinícios disse:

    Muitas escolas públicas não dispõem de condições sanitárias para reduzir/minimizar os riscos de contaminação. Só quem conhece sabe!
    Meus filhos vão continuar optando por aulas remotas. Todos os estudantes devem ter o direito de escolha entre estudar em casa ou ir para a sala de aula. A exposição máxima ao vírus da COVID-19 não pode ser uma imposição.

    • Sincero disse:

      Vê se que seu filho não estuda em escola pública, pois aqui não tem aula a um ano.

      A questão que os colegas colocam atestado no público e vão dar aula no privado .

  18. Irany Gomes disse:

    Passaram o ano de 2020 na farra, não vão querer trabalhar tão cedo, tomara gosto em receber o salário integral sem trabalharem…

  19. Joel disse:

    Ninguém quer mais trabalhar. A maioria desses professores são de viés esquerdista. Está do jeitinho que eles querem kkk

  20. Chicó disse:

    Educação nunca foi prioridade !!!

    • Ana disse:

      Nunca! Não é à toa que fazem greve para melhorar os salários. Só quem é professor sabe o que é trabalhar em escolas caindo os pedaços, que muitas vezes nem água tem para lavar as mãos; lidam com todo tipo de pessoas e sujeito à situações das mais diversas; não têm recursos básicos para auxiliá-los no processo de ensino/aprendizagem (papel, quadro descente, computador, internet, etc.); são o tempo todo massacrados pela sociedade (por causa de uns poucos que não gostam de trabalhar, como tem em toda profissão, todos levam a culpa), entre outras coisas. E agora, uma prova mais atual de que os professores não são valorizados é o fato de pertencerem a última etapa da vacinação. Esse é o nosso Brasil!

  21. Jacó disse:

    Greve!!!’ Pqp 1 ano em casa e agora anunciam a greve anual kkkk essa é a greve de 2021, mas ainda tem uma greve dentro, pois a greve de 2020 não foi feita por causa da pandemia. Kkkkkk Brasil país dos trouxas.

  22. Raul disse:

    As escolas estão imundas e abandonadas e os professores coçando o saco em casa. Tenham piedade dos estudantes pobres.

  23. Antenado disse:

    Não tem problema. A preocupação é justa. Mas também é justo que seja cortado 50% do salário, afinal ninguém pode receber sem trabalhar.

  24. Alex disse:

    Rapaz esses professores estão de sacanagem, todas as categorias trabalham, menos esse povo? só quem corre risco de contaminação são eles?

  25. Augusto disse:

    Todo mundo trabalhando, comércio, construção civil, saúde, segurança…..menos a educação. Mas reduzir os salários não querem nem um centavo a menos.

  26. Calígula disse:

    É só cortar os salários desses professores, simples assim.
    Muitos tem compromisso com o ensino, mas a maioria não estão nem aí, querem praia, bares, badalação e trabalhar que é bom nada.

Biden anuncia retorno dos EUA à OMS e ao Acordo de Paris e medidas de Trump que serão anuladas

Foto: Kevin Lamarque/Reuters

O gabinete de transição do presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou na manhã desta quarta-feira (20), horas antes da posse, uma série de medidas que serão tomadas no primeiro dia no cargo.

Entre as principais estão medidas sanitárias e econômicas de combate à pandemia, o retorno dos EUA à OMS (Organização Mundial da Saúde) e ao Acordo de Paris para o Clima. Também foi anunciada a reversão de várias outras decisões do atual presidente americano, Donald Trump, como a construção do muro na fronteira com o México e o veto à entrada de cidadãos de países muçulmanos nos EUA.

Veja as principais medidas anunciadas:

Meio ambiente

Retorno ao Acordo de Paris para o Clima;

Reverter as ações ambientais de Trump “para proteger a saúde pública e o meio ambiente e restaurar a ciência”;

Saúde

Acabar com o processo de saída dos EUA da OMS (Organização Mundial da Saúde);

Obrigar o distanciamento social e o uso de máscaras em prédios e áreas federais e por funcionários públicos do governo e terceirizados;

Política externa

Parar a construção do muro na fronteira com o México;

Reverter o veto de Trump à entrada de cidadãos de países muçulmanos nos EUA;

Economia

Estender a moratória para despejos até 31 de março;

Estender a pausa no pagamento de financiamentos estudantis até 30 de setembro;

Outras medidas

Lançamento de uma série de iniciativas governamentais para promover a igualdade racial;

Prevenir e combater a discriminação com base no gênero ou na orientação sexual;

O gabinete de transição afirmou que as ações executivas visam adotar “ações para lidar com a pandemia da Covid-19, fornecer alívio econômico, combater as mudanças climáticas e promover a igualdade racial”.

Segundo o comunicado, Biden “assinará uma combinação de ordens executivas, memorandos, diretivas e cartas para dar os passos iniciais” horas após a posse, que está marcada para o meio-dia em Washington (14h em Brasília).

“O presidente eleito Biden agirá não apenas para reverter os danos mais graves do governo Trump, mas também para começar a fazer nosso país avançar”, aponta o comunicado.

Biden promete para os 100 primeiros dias de governo vacinar 100 milhões e mudar completamente a abordagem de combate à pandemia, para reduzir seu impacto econômico e social.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Neto disse:

    Muito bom, Paulo. Concordo com você em tudo!

  2. Tico de Adauto disse:

    “A democracia prevaleceu”
    Joe Biden

  3. ReneGado disse:

    Show. A luta contra a ditadura de Trump começou. Graças a Deus nos EUA tudo se desfaz. Espero que no Brasil a coisa seja igual.

  4. Natalense disse:

    Já consigo ver uma luz no fim do horizonte brasileiro. Em breve, mudanças na política daqui. O extremismo bolsonarista não pode vingar. É muito amadorismo. Desgoverno Federal. Humilhação Federal. Todo santo dia. Chega!

    • Paulo disse:

      A esquerda não cansa de passar vergonha.
      Os derrotados em 2018, a turma do mensalão e do petrolao, a turma de Maduro, posando de sabichao…
      Xô, comunismo.
      Quem quer a saída de Bolsonaro?
      Traficantes de drogas, maconheiros, bicheiros, políticos corruptos, imprensa que deixou de receber dinheiro, radicais de esquerda, a turma do Maduro e parte da população que se deixa influenciar pelos primeiros.
      Urubus usam a pandemia que afeta o mundo todo para tomar o poder.
      Na Inglaterra, 80 mil óbitos.
      França 70 mil óbitos.
      Índia 150 mil óbitos.
      Ninguém está falando mal do presidente.
      No Brasil, o Foro de São Paulo quer surfar na onda do coronavirus para implantar o comunismo.
      Na Venezuela e Argentina não foi diferente.
      No Chile, os militantes de esquerda fizeram suruba nas praças e colocaram fogo em igrejas e universidades.
      Esquerda é ódio e violência.
      Querem dar um golpe na democracia.
      A população brasileira não se deve deixar enganar pelo discurso enganoso de comunistas.
      Comunismo é mentira e atraso.

Atacante Thiaguinho acerta retorno ao ABC para a temporada 2021

Foto: Rennê Carvalho/ABC F.C.

Com o início da pré-temporada marcado para a próxima segunda-feira (18), a diretoria abecedista vai trabalhando na montagem do elenco para 2021. Nessa terça-feira (12), o vice-presidente de Futebol, Gustavo Cartaxo, confirmou o retorno do atacante Thiaguinho.

Thiaguinho chegou ao ABC para a disputa da reta final do Campeonato Brasileiro da Série D 2020, emprestado do Jacuipense/BA, e em dois jogos fez dois gols. Ao término da competição, o atleta foi devolvido ao seu clube de origem, mas com o desejo da direção alvinegra de continuidade do jogador no Alvinegro.

Gustavo Cartaxo conversou com o empresário do atacante, com o atleta, que tinha o desejo de voltar ao Alvinegro, e o acerto foi concretizado nessa terça-feira (12). Thiaguinho fechou contrato até o mês de abril.

Com site do ABC

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Henrique disse:

    Talvez vc não conheça a história do ABC América e até mesmo o alecrim , não generalize pelo momento vivido , o Fortaleza dia desses estava na seria c por 5 anos. Nossos clubes sao centenários e merecem respeito.

  2. Calígula disse:

    Só time gala no RN.

RN retoma aulas presenciais na rede estadual, em formato híbrido, a partir de 1º de fevereiro

As aulas presenciais da rede estadual de ensino no Rio Grande do Norte estão marcadas para o seu retorno em 1º de fevereiro, no formato híbrido, com parte dos alunos em aulas presenciais e outra parte em ensino remoto. Dessa forma, as escolas vão definir, diariamente, quantos alunos poderão ficar em sala de aula. As carteiras não poderão ter distanciamento menor do que um metro e meio.

Para adaptar as 600 escolas da rede pública do estado às regras sanitárias de prevenção à covid-19 foram investidos R$ 12 milhões, sendo R$ 4 milhões do governo federal e outros R$ 8 milhões de recursos próprios do Governo do Estado. A rede estadual de ensino tem um total de 217 mil estudantes.

As aulas estavam suspensas na rede pública de ensino do estado desde março de 2020. Vale ainda destacar que as aulas na rede privada de ensino foram liberadas em outubro de 2020.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Paulo disse:

    Amazonas voltou as aulas e abriu tudo sem ordem. E agora está nessa situação. Muitas pessoas aqui do estado quer que vivemos um caos igual aos outros estados que liberaram tudo na bagunça. Para essas pessoas eu pergunto pq não vão embora para lá?

  2. Lúcia disse:

    #Desgoverno do FATAO

  3. Junior disse:

    É bom observar se esse híbrido não será o formato presencial em poucas e escolhidas escolas. Mais uma vergonha desse (Des)governo que se diz da educação. É o mesmo (Des)governo da segurança midiática pirotécnica.

Após avalanche de críticas nas redes sociais com viagem, Doria anuncia que voltará de Miami depois de vice testar positivo para covid

Foto: Reprodução/TV Globo

Horas depois de ter chegado a Miami, na Flórida, nos Estados Unidos, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) , anunciou que vai voltar ao Brasil após seu vice ser diagnosticado com Covid-19.

“Acabo de receber a notícia de que o vice-governador, Rodrigo Garcia, testou positivo para Covid-19. Por conta disso, estou cancelando minha licença e retorno ainda hoje para SP para seguir o trabalho à frente do Governo de SP. Desejo pronta recuperação ao Rodrigo Garcia”, disse Doria em sua conta no Twitter.

Em nota, o governo de São Paulo afirmou que ele desistiu das férias com a família na Flórida, onde chegou nesta quarta.

“O governador João Doria decidiu retornar a São Paulo nesta quarta-feira (23), assim que tomou conhecimento de que o vice-governador Rodrigo Garcia testou positivo para coronavírus. Ele desistiu das férias com a família na Flórida, onde chegou hoje”, diz a nota.

Doria foi criticado nas redes sociais por viajar durante o endurecimento das regras da quarentena no período de festas. O governador foi fotografado em aeroporto, na madrugada desta quarta, em uma fila para voo com destino a Miami.

Em coletiva de imprensa na terça-feira (22), o governo de São Paulo determinou medidas de endurecimento da quarentena, com o aumento nas restrições de funcionamento de bens e serviços em todo estado durante o Natal e o réveillon. De acordo com o anúncio, apenas serviços essenciais poderão funcionar nos dias 25, 26 e 27 de dezembro e 1, 2 e 3 de janeiro.

Podem funcionar nos dias 25, 26 e 27 de dezembro e 1, 2 e 3 de janeiro:

farmácias;
mercados;
padarias;
postos de combustíveis;
lavanderias;
meios de transporte coletivo, como ônibus, trens e metrô;
e hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria.

Não abrem nos dias 25, 26 e 27 de dezembro e 1, 2 e 3 de janeiro:

shoppings;
lojas;
concessionárias;
escritórios;
bares, restaurantes e lanchonetes (exceto para delivery);
academias;
salões de beleza;
e cinemas, teatros e outros estabelecimentos culturais.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cláudio disse:

    Calcinha arrochada foi em Miame só tomar a vacina americana… os bestas é que vão toma a chinesa… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • C. Bozo disse:

      E tu vais ficar esperando aqui no RN sem vacina, sem p. nenhuma e ainda estás rindo. És uma hiena. kkkkkkkkkkk

  2. Acorda Brasil disse:

    Ah, essa galera que gosta de chamar os conservadores de gado… são chatos, mas a incoerência desses iluminados nos diverte. Ora, o que o povo não entende é que Doria ia ficar em casa, e daí que a casa é em Miami? E outra, para esse mesmo povo que era contra uma medicação com 80 anos de uso, até que estão aceitando bem a vaChina desse hipócrita feita em 6 meses, né não? Ah, esses iluminados que não são manipulados como nós, o gado. O que seria de nós sem eles? #FiqueEmCasa

    • Samuel Uel disse:

      Chora não vaquinha.
      Muuuuúuuuuuuu

    • Aluísio Valença disse:

      Gadôôôô!!!
      🐮🐮🐮🐮🐮
      Vaquinha de presépio!!!
      🐮🐮🐮🐮🐮🐮

    • Francisco de Assis disse:

      Eu também discordo que vocês sejam chamados de gado . Os bovinos não merecem. Vocês não passam de puxa saco sem vergonha mesmo. Sabe que tá falando merda, mas o orgulho dos ignorantes fala mais alto.

    • Neco disse:

      Argumentos X xingamentos de quinta série.

    • Queiroz disse:

      Ô Neco, aprenda uma coisa na vida: A melhor resposta para argumentos desqualificados é um bom xingamento bem qualificado. Seu sonso.

    • Acorda Brasil disse:

      Pois é nobre Neco, mas os bovinos manipulados são os conservadores. Esse nível de pensamento "elevadíssimo" é o subproduto da "Pátria Educadora" do PT, a massa média é assim.

    • Neco disse:

      Arguementos são desqualificados mediante a refutação dos fatos.
      O resto é argumento ad hominem. Ataca-se o argumento, não o argumentador.

    • Neco disse:

      …. e em que hipóteses um argumento contrário ao seu pode ser discutitido?
      Pode se partir discordando de todas as premissas?

  3. Luciano Brito disse:

    Os defensores do fica em casa não aparece pra da apoio a gazela de são Paulo, a cambada desapareceu.

  4. Kassio Rosado disse:

    Dória navega na política de acordo com a conveniência para que ele esteja em evidência.
    Já foi de direita, hoje é sócio majoritário da associação feita com os governadores de esquerda do Nordeste. Eles passaram a formar um só bloco, mantém o mesmo discurso, tomam as mesmas decisões.
    Em passado recente Dória criticava Lula, agora está de braços dados com seus apoiadores em todo Brasil

  5. Luciana Morais Gama disse:

    Pq os esquerdistas adoram viajar para os Estados Unidos?? Não seria mais fácil ir pra Venezuela?

    • Calígula menininha do Pr. disse:

      Dória: playboy, liberal, coxinha e antipetista ferrenho é esquerdista? WTF?! Direita no Brasil é integralista?

    • Rafael disse:

      Social democrata, qual o espectro? Esquerda.

    • Everton disse:

      Se Dória é a guinada liberal do PSDB e tu vem com essa conversa mole de esquerda, êta que Olavão lavou a cabeça da geral.

    • C. Bozo disse:

      E quem disse que quem acha o Bozo um completo idiota tem que ser de esquerda? Vocês bolsonaristas precisariam entender se houvesse honestidade que não é só a esquerda que rouba e atrasa o país.

  6. JAG disse:

    Fechou São Paulo e foi "aglomerar" nos states, tão dizendo por ai que vai aproveitar para tomar a vacina da Pfizer e deixar a coronavac chinesa para os bestas.

Prefeitura de Parnamirim prorroga a data de retorno das aulas presenciais na rede pública

Foto: Ana Karina Amaral

A Prefeitura de Parnamirim prorrogou a suspensão das aulas presenciais em toda a rede pública do município até o dia 08 de janeiro de 2021. A medida foi assinada pelo Prefeito Rosano Taveira e publicada no Diário Oficial (DOM) da última quinta-feira (3).

As aulas estão suspensas desde março, em razão da situação de emergência decorrente da pandemia do coronavírus. Vários estados adotaram medidas extremas para lidar com o novo cenário, dentre elas a suspensão de aulas presenciais. A Secretaria de Cultura e Educação (SEMEC) enxerga a medida como essencial para frear o contágio da COVID-19.

Vale ressaltar que Parnamirim dispõe de um Comitê de Gestão Municipal, composto por 21 membros de diversas categorias, responsável por avaliar a situação do município e as condições das escolas. Além disso, o grupo desenvolve protocolos de segurança baseados em artigos científicos, regulamentações nacionais e informações das autoridades da área de saúde, educação e gestão, para um possível retorno das aulas.

Após recusa de universidades, MEC desiste de retorno das aulas em janeiro

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministério da Educação vai revogar a portaria em que determina o retorno das aulas das universidades a partir de janeiro. O ministro, Milton Ribeiro, afirmou à CNN que irá abrir uma consulta pública para ouvir o mundo acadêmico antes de tomar nova decisão.

O ministério foi criticado por universidades que se recusaram a voltar às aulas por não avaliar ser o melhor momento.

“Quero abrir uma consulta pública para ouvir o mundo acadêmico. As escolas não estavam preparadas, faltava planejamento”, afirmou o ministro à coluna.

O ministro afirmou que consultou mantenedores de universidades antes de publicar a portaria desta quarta-feira. E que não esperava tanta resistência. “A sociedade está preocupada, quero ser sensível ao sentimento da população”, disse.

De acordo com Milton Ribeiro, o ministério vai liberar o retorno às aulas somente quando as instituições também estiverem confiantes de que as aulas possam ocorrer em segurança.

CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cesar Bomone disse:

    VERGONHA, formar profissionais para o mercado de trabalho apenas com aulas remotas, como ficam as aulas práticas? Isso é uma ENGANAÇÃO.
    Como esses profissionais vão ter condições de realizar qualquer procedimento no mundo real, se não praticaram em sala de aula.
    As universidades privadas há muito retornaram, com as medidas de segurança as universidades públicas também já poderiam retornar.
    Muitos outros profissionais estão trabalhando em condições muito mais arriscada para o Covid do que os professores, tais quais bancários, motoristas de ônibus, policiais, etc.
    Parece que os professores gostaram de passar a maior parte do ano recebendo em dia e em casa. A sociedade é quem paga a conta.
    Parece também que a educação de qualidade não é prioridade para as universidades, que parecem não se esforçar para melhorar a situação.

  2. Lucis disse:

    Todo mundo voltou a trabalhar.So esse segmento tem privilégio de ficar em casa.As suas vidas tem mais valor que as demais?

  3. Morais disse:

    André, Severino e Osvaldo, grandes…,
    Seus comentários equiparam-se aos seus conhecimentos. Lamentável! Não generalizem! A maioria desses que provocam aglomerações vocês sabem quem são e o que pensam. Desconhecem o trabalho dos professores. Gostaríamos muito de trabalharmos presencialmente. De moso remoto temos que replanejar, pesquisar, trabalhar por videoconferência, preencher dezenas de formulários, participar de formações e reuniões administrativas e pedagógicas on-line sem turno definido, acompanhar os e-mails para recebimento de atividades, acompanhar os grupos de mídias sociais para atender alunos, ir à escola pegar atividades impressas devolvidas pelos alunos que não têm acesso a internet, acessar o sistema para lançar conteúdos, atividades e acompanhar os que acessam. E ainda elaborar relatório de desenvolvimento parcial das atividades remotas em andamento, pois o MP também acompanha as ações realizadas pela escola. Falem apenas do que sabem com propriedade! Professor está acostumado a trabalhar. Afinal jornada de dois turnos de trabalho com cinco aulas cada um, com quarenta alunos em cada sala, mais um em casa planejando e corrigindo atividades não assusta ninguém!

  4. Ivan disse:

    Vagabundos!!!! Instituições fomentadoras de vagabundagem!!!!

    • Kelly disse:

      Que revolta é essa, vamos estudar numa federal e publicar alguns artigos internacionais. Prometo que a raivinha passa.

  5. flavio disse:

    quando vejo um posicionamento destes acho que deveríamos renomear as Universidades, para creches superiores. É um absurdo ! estamos lidando com o ensino superior deste país, se os professores e alunos não tem a capacidade de se adequar as exigências sanitárias imaginem a qualificação profissional dos que irão sair destas autarquias.
    Infelizmente estão utilizando as UF´s como campo de batalha ideológico, pena que os alunos não enxergam o tamanho do dano que estão causando na sua formação profissional, os servidores estão com seus proventos garantidos e não estão preocupados com a perdas do aprendizado, acorda moçada o tempo perdido vai ser cobrado depois e na vida real não vale mimimi, nem choro e vela o fumo é grande.

  6. thiago barbosa disse:

    sem condições de escolas e universidades voltarem na modalidade presencial.
    nunca deram valor aos professores, agora tudo pedindo arrego… não aguentam seus filhos dentro de casa?
    aprendam a respeitar os professores! são 40 adolescentes dentro de uma sala, você não aguenta 1 na sua!

    • André disse:

      Todo mundo pode voltar ao trabalho, enquanto isso vcs não podem voltar ? Os bares estão lotados de universitários de segunda a segunda

    • Severino disse:

      -Quem não aguenta aborrecente não vai ensinar.
      -Professor é pago para aturar (pelo visto não são os riscos de contágio, né? arrumaram um pretexto).
      -Quem já é professor e não os atura pede demissão.
      -As particulares já voltaram.
      -Quem não dá valor a professor?
      -EU até acho que professores públicos no Brasil são até sobrevalorizados para o que entregam.

    • Osvaldo disse:

      Se os pais vão ter a função de educador, tranquilo, que vocês SEJAM DEMITIDOS.
      Se professor não é para assumir sala de aula, que a função SEJA EXTINTA.
      Simples assim.
      Por sinal, desde quando alguns professores não são dispensáveis?
      Professor deveria dar exemplo e não ficar querendo receber SEM TRABALHAR

  7. Gaudêncio Honorato disse:

    O MEC é inocente ou se faz de desentendido?
    Nunca os professores tiveram tanta chance de não trabalhar e receber, que conversa é essa de voltar as aulas presenciais?
    Nem com a vacina isso vai acontecer, afinal o discurso já está todo preparado, depois de torrar bilhões com as vacinas, vem os "cientistas" dizem que o vírus mudou e o isolamento com lockdawn deve continuar, pois a vacina não tem efeito sobre o vírus novo.
    Será uma situação cíclica, para todo o sempre, vacina, mutação, isolamento.
    Ainda não entenderam? Já foi até desenhado e vocês não conseguem entender?

Após 22 dias de apagão no Amapá, distribuidora e governo dizem que rodízio terminou e que energia foi retomada em 100%

Apagão no Amapá entra no 22º dia com ativação de novo transformador em subestação que pegou fogo e fim do rodízio — Foto: Emiliano Capozoli/LMTE/Divulgação

Após 22 dias de apagão, o rodízio de energia terminou no Amapá e o fornecimento foi normalizado, segundo a distribuidora de energia e o governo federal. A retomada de 100% do fornecimento foi possível após a energização, na madrugada desta terça-feira (24), de um segundo transformador na subestação Macapá, a principal do estado e que pegou fogo no dia 3 de novembro.

O anúncio do término do rodízio foi feito pela Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) às 8h12 desta terça.

“O rodízio do fornecimento de energia foi oficialmente encerrado. […] Com este transformador operando, o fornecimento foi garantido em 100% para atender os 13 municípios que foram afetados com o acidente na Subestação Macapá no dia 3 de Novembro”, declarou a CEA, em nota.

Pelo Twitter, o Ministério de Minas e Energia também assegurou que foi restabelecido o fornecimento de energia elétrica em todo o estado.

Foram três semanas de crise energética. A população enfrentou um blecaute de 4 dias em 3 de novembro, e um novo apagão total no dia 17 de novembro, que foi solucionado em cerca de 4 horas.

O apagão causou uma série de problemas no estado: afetou o fornecimento de água e as telecomunicações, gerou uma corrida aos postos de combustíveis que tinham geradores de energia, provocou prejuízos a comerciantes que não conseguiam manter alimentos refrigerados, mudou toda a rotina dos amapaenses.

Foram registrados pela Polícia Militar (PM) mais de 120 protestos contra o apagão desde o dia 6 de novembro.

Com G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. PEDRO VERDADEIRO. disse:

    Arqueiro -) uma fechada no horizonte azul é legal…….kkkk deve ser, Nove Dedos e a Anta viviam acertando, desemprego, esmolas, falências, empreiteiras em cartel, ricaços, dolares em cuecas, orgias (francenildo e Palocci sabem) triplex, sítio, cachaça, charutos cubanos, adegas,, filhos Ronaldinhos, culpa da defunta Marisa, que era excelente empresária e empreendedora, Ascenção do catador de estrume de rinonceronte, Telemar, videogame (futuro), ditaduras amigas, segredo do Porto de Mariel…nkkk só que envolvia muita gente, e todos sabem que isso é um risco, aí bateram com a língua nos dentes, triste, eu confiei nele duas vezes, deixei a cegueira e burrice de lado, vá para Cuba, Venezuela ou Coreia do Norte, Angola, lá temos exemplos vivos de excelentes mandatários e governo, onde a democracia são punjantes.

  2. Jeam disse:

    Ouuu governo arretado…resolve os problemas do povo igual a velocidade da Luz…até agora eu vejo o povo morrendo nas filas da caixa ora receber o auxilio…e tome no caixa tem!!esse resolve tudo!! Só demora mesmo quando o assunto é proteger flavinho…

  3. Josa disse:

    Ôôô governo bom!!

  4. Hélio Costa disse:

    Depois de 22 dias sem energia o povo do Amapá parece que enfim vai ter um pouco de paz, quem diz que o governo "não poupou esforços" será que toparia passar essa quantidade absurda de dias sem energia elétrica , nem que fosse apenas por 22 horas? falar daqui dessa distância é fácil, quero ver é perder comida armazenada em geladeiras, donos de frigoríficos sem saber o que fazer com o prejuízo estrondoso, doentes que precisavam de respiração artificial em casa, lavanderias paradas e por ai vai, poderia citar bem mais exemplos da tristeza que foi isso. os governos estadual e federal foram omissos e descuidados isso sim!

    • PABLO disse:

      Se você acha que trocar um gerador de um estado for igual a trocar a bateria do carro. Podemos falar em omissão.

    • Helio Costa disse:

      Acho que "Pablo" não entendeu bem o que aconteceu no Amapá, mas seguimos avante e logo ali na frente o povo amapaense terá como responder e dizer se houve mesmo tantos "esforços" para resolver o problema.

  5. Calígula disse:

    Uma boa notícia para a população do Macapá.
    O Governo federal não poupou esforços, para solucionar o problema.

    • Sergio disse:

      Deve ser ironia. Kkkkk.

    • arqueiro -) disse:

      kkkkk… esse gado é uma comédia.

    • Erick disse:

      Ó véi macho! Só demorou 20 dias pra consertar a luz que o irmão do Senador queimou. Assim fica fácil de se reeleger no Primeiro Turno em 2022! É muita entrega! É muito trabalho!

Governo do Estado assina TAC, define retorno das aulas presencias na rede pública para 1º de fevereiro de 2021 e disciplina medidas relativas à Covid-19

Foto: ASSECOM/RN – Sandro Menezes

A governadora Fátima Bezerra assinou, nesta segunda-feira (23), ao lado do vice-governador Antenor Roberto, o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público e Defensoria Pública do Estado que prevê o retorno das aulas para dia 1º de fevereiro de 2021 e disciplina as medidas relativas à Covid-19, que serão tomadas pela rede estadual de ensino.

“Ressalto nossa satisfação com este momento, em anunciar a data de retorno das aulas presenciais da rede pública de ensino no Rio Grande do Norte e a parceria exitosa com os poderes e instituições para que o TAC ocorresse. Essa assinatura só acontece porque os poderes reconhecem os desafios e esforços que o Governo do Estado está realizando para que a retomada ocorra”, informou a chefe do Executivo estadual.

Ela destacou ainda as adaptações necessárias durante a pandemia para que seja garantido um dos direitos mais fundamentais da população, a educação. “É difícil ver nossos alunos sem as aulas presenciais. Contudo, enfrentamos uma pandemia que assola o mundo. A educação não parou, tivemos que nos reinventar com plataformas digitais e aulas pela TV aberta. Estamos trabalhando para que nossos alunos, professores e servidores da educação possam ter um retorno seguro, tranquilo e responsável. É nosso dever e obrigação garantir os cuidados de higiene e pedagógicos para o retorno das aulas. Estamos assumindo um compromisso com a sociedade. Somos imbuídos do espírito público e prezamos pela vida de todos”, disse a governadora.

O texto e termos do TAC são frutos de uma série de reuniões entre o Ministério Público Estadual (MPRN) e o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC). O retorno das aulas está condicionado ao cenário epidemiológico.

O secretário de Educação, Getúlio Marques, disse que o governo trabalha para garantir o direito à educação. “Estamos seguindo os protocolos e recomendações para assegurar o retorno das escolas com atividades presenciais”, pontuou.

Procurador-geral do MPRN, Eudo Leite, ressaltou a importância do documento. “Estamos satisfeitos em saber que os nossos alunos têm uma data marcada para o retorno das aulas. Vamos acompanhar todo o processo de retomada. A educação é essencial e um direito de todos”.

Em consonância, o defensor público-geral do Estado, Marcus Vinícius Alves, lembrou que “houve uma união de esforços para elaborar o TAC. Parabenizamos a equipe do Governo pelo empenho. O mais importante desse processo é a previsibilidade do retorno das atividades presenciais da educação pública. Cada etapa do processo de retomada será acompanhada”.

O vice-presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), Pedro Moreira lembrou que esse é um compromisso do Estado com os estudantes. “É muito importante termos essa data definida. Os alunos aguardavam ansiosos por essa definição”.

Representando a Assembleia Legislativa, o presidente da comissão de educação, deputado estadual Francisco Medeiros, parabenizou as entidades envolvidas e afirmou que o poder legislativo sempre esteve atento e acompanhando a situação da rede pública de educação.

Assinaram o documento a governadora; o secretário de Estado da Educação e Cultura, Getúlio Marques; o procurador Geral do Estado, Luís Antônio Marinho; procurador Geral de Justiça, Eudo Leite; promotoras de Justiça de Natal, Isabelita Garcia Rosas e Rebecca Bezerra; coordenadora do CAOP Cidadania/MPRN, Tathiana Kaline Fernandes; defensor Público-Geral do Estado, Marcus Vinícius Alves; defensora Pública do Estado e coordenadora do Núcleo de Tutelas Coletivas, Cláudia Carvalho Queiroz.

Também estiveram presentes ao evento o presidente da Undime-RN, Alexandre Soares, e os secretários de Estado: Carlos Eduardo Xavier (Tributação); Aninha Costa (Turismo); Maura Sobreira (adjunta da Saúde); Márcia Gurgel (adjunta da Educação); e o Pedro Lima (adjunto do Planejamento e Finanças).

SOBRE O TAC

Principais considerações do Termo:

O Estado se compromete a aumentar até o final do ano a oferta de atividades não presenciais e a oferta de aulas televisionadas com intérprete de libras.

Busca ativa – Estado se compromete a entrar em contato com alunos que não tenham participado de nenhuma atividade não-presencial.

Reforma – Estado se compromete a fazer as adaptações necessárias para adequar as escolas aos protocolos sanitários e garantir que o retorno às aulas seja seguro do ponto de vista.

Estado se compromete a encerrar até o dia 30 de novembro os processos licitatórios que vão possibilitar a aquisição de recursos e insumos para a segurança sanitária, como álcool a 70º, face shields, termômetro etc.

Contratação de pessoal para substituir servidores que não possam retornar ao trabalho presencial.

Protocolo de retomada – Estado deverá apresentar protocolo de segurança até o dia 20 de janeiro.

Testes – Estado deverá oferecer testes em professores, servidores e colabores das escolas que tenham apresentados sintomas ou coabitem com pessoas que tiveram a doença nos últimos 14 dias que antecedem ao retorno das aulas.

Merenda – Estado deverá manter entrega de kits de alimentos durante o período de suspensão das aulas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fabiana silva disse:

    Uma pergunta. Meu filho está no 6 ano esse ano.
    Ele foi reprovado por culpa do governo , perdeu totalmente o anos 2020 e vai fazer 6 ano ou vai direto para a 7 série?

  2. Roberto disse:

    Se não fizerem reparos urgentes na estrutura das escolas,é difícil recomeçar !!!!

  3. Jussara disse:

    Fátima do PT ta acabando com o RN.
    A bola da vez agora é o ensino.
    Cadê a grana dos respiradores?
    Vai ficar por isso mesmo?

  4. Venancio disse:

    O Estado não teve condições de entregar o material didático (livro), imagine se compromete a fazer as adaptações necessárias para adequar as escolas aos protocolos sanitários e garantir que o retorno às aulas seja seguro do ponto de vista.

  5. Zé ruela disse:

    A assinatura do TAC deveria para que o governo fizesse as reformas nas escolas estaduais que estão aí sucateadas. Pense num MP subserviente.

  6. Ricardo disse:

    Governo de INCOMPETENTES!!! As escolas privadas voltaram faz tempo, mas e as públicas? Ah, a "professora" Fátima tá dando show (de incompetência)!

    • Val do Açai disse:

      Quem parece que esta dando um SHOW é o coronavirus nas escolas particulares.

    • Lucis disse:

      Realmente faz tempo e muitas com suspensão de aulas por causa de contaminação de covid entre alunos e professores.

Justiça determina retorno de 100% da frota de ônibus de Natal a partir desta terça-feira

Uma decisão liminar da justiça determinou que a Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU) deve colocar 100% da frota de ônibus e opcionais do transporte coletivo para circular nas ruas da cidade a partir desta terça-feira (10). A medida entra em vigor após não ter acontecido acordo nas audiências de conciliação em razão de uma ação civil pública da Defensoria Pública do Estado do RN (DPE/RN).

Também devem ser reestabelecidas 20 linhas de ônibus que foram suspensas sem prévia deliberação do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito Urbano no início da pandemia. São elas: 01A, 01B, 12-14, 13, 18, 20, 23-69, 30A, 31A, 34, 41B, 44, 48, 57, 65, 66, 81, 587, 588 e 592.

A justiça determinou ainda que STTU e Setor de Vigilância Sanitária devem garantir e fiscalizar as medidas sanitárias de combate à disseminação da Covid-19, inclusive, com aplicação das sanções administrativas às empresas permissionárias do setor em situação irregular. Mais detalhes aqui em reportagem completa.

Com informações do G1-RN

Governo do RJ autoriza retorno de público a estádios e eventos

Foto: Alexandre Vidal / Marcelo Cortes / Flamengo

O Governo do Rio de Janeiro publicou na última terça-feira (6), em edição extra do Diário Oficial do RJ, um decreto em que autoriza o retorno de público aos estádios para partidas de futebol e eventos previamente autorizados pelo Estado.

A determinação se contrapõe com a decisão do Estado que no mesmo decreto prorrogou as medidas de isolamento social para a prevenção do novo coronvírus até o dia 20, como a proibição a população em permanecer em praias, lagoas ou rios.

Segundo o Governo do Estado, o “retorno dos torcedores aos estádios de futebol seguirá legislação específica”. Outros eventos esportivos, comícios, passeatas ou qualquer evento que tenha aglomeração de público continua suspenso.

O Governo também reforçou que continua proibida a visita a pacientes com o novo coronavírus na rede pública e privada de saúde do Rio de Janeiro.

Segundo o painel do Governo do Estado, o RJ já registrou 275.415 casos do novo coronvaírus, que resultaram em 18.883 mortes. A letalidade da doença é de 6,86% no território fluminense.

R7

Prefeitura de São Gonçalo autoriza retorno de aulas presenciais na rede privada de ensino

A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN, em decreto publicado na quarta-feira (30), autorizou o retorno gradual das aulas presenciais na rede privada de ensino no município, a partir desta segunda-feira (5). As instituições deverão seguir o protocolo elaborado pela Secretaria Municipal de Educação (SME) e aprovado pelo Comitê Municipal de Saúde.

O protocolo, que está disponível no site oficial do município (www.saogoncalo.rn.gov.br), exige medidas como uso obrigatório de máscara, distanciamento social, higienização, aferição de temperatura, disponibilidade de álcool 70% nas dependências da escola, bem como a proibição de aglomeração em áreas comuns da unidade escolar.

“Nosso decreto veio após autorização do Governo do Estado, e levou em conta os fatores da atual situação da pandemia no município, como diminuição no índice de transmissibilidade da doença e a disponibilidade de leitos na rede de saúde”, destaca o secretário da SME, Othon Militão.

Já as aulas presenciais na rede pública, o retorno só deve acontecer em 2021, conforme decreto do Governo do Estado, com exceção das turmas do 9º ano do ensino fundamental e da última etapa da Educação de Jovens e Adultos (EJA) que poderão, dentro dos protocolos de segurança exigidos, promover o ensino híbrido.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Neto disse:

    O corona é um vírus extremamente inteligente. Ele só contamina alunos da rede pública; em geral, os mais carentes. Já os alunos da rede privada ele não contamina de jeito nenhum. É muito seletivo. Iguais aos políticos. Os estudantes pobres que se ferrem e percam o ano. Afinal, para que educação? Quantos menos conhecimento, mais massa de manobra futura, embora a maioria dos alunos, hoje em dia, recebam doutrinação esquerdista.

VÍDEO: Protesto dos perueiros do transporte escolar na manhã desta quarta-feira em Natal reivindica volta às aulas e clama pelo sustento dos trabalhadores

Protesto dos perueiros do transporte escolar na manhã desta quarta-feira(30), em Natal, reivindica volta às aulas de forma integral. Profissionais clamam pelo trabalho e sustento. Vídeo: cedido.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Chicó disse:

    Não vejo o governo estadual tomar alguma atitude para ajudar o povo que está sem emprego. A única coisa que sabe fazer e terceirizar a culpa e dizer "fique em casa". A governadora não está a altura do cargo que ocupa é incompetente ao extremo.

Decreto do Governo do RN admite retorno de aulas presenciais da rede estadual ainda em 2020, a depender de dados da covid

A Tribuna do Norte noticia nesta segunda-feira(21) que o decreto estadual publicado pelo Governo do Estado no fim de semana admite retorno de aulas presenciais na rede estadual antes de 2021.

Segundo o decreto, está prevista a possibilidade de retorno da rede estadual, de maneira regionalizada e gradativa, a depender dos dados sobre a infecção em cada região do RN. Para rede privada e ensino superior a liberação ocorre a partir de 05 de outubro. Veja íntegra de reportagem aqui.

O decreto vai contrário a fala do secretário de educação, Getúlio Marques, que na última semana(quarta-feira, dia 16), em entrevista ao Meio-Dia RN, na 96 FM, com o BG, garantiu que as aulas presenciais no Estado não retornariam neste ano.

VÍDEO MEIO-DIA RN: programa desta quarta entrevistou Getúlio Marques, secretário estadual de educação

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Prof. Araújo disse:

    Essas diferenças de posicionamentos são um incoveniente para todos, e acabam por nos confundir. Mas importa-nos racionalizar que governo algum estava preparado para essa situação. A gestão estadual carece de uma organização melhor? Sim. Mas acredito que, de alguma forma, o despreparo do poder executivo federal acaba refletindo nos gestores estaduais.

  2. Chega de CANALHAS disse:

    Esse DESgoverno está PERDIDO, o RN perde mais 4 anos com essa INCOMPETENTE no poder!!?!!

  3. Lucis disse:

    Esse povo veio p confundir e não para explicar.

  4. Souza disse:

    Eita governo que não tem a menor noção de que rumo tomar!
    Dêem uma bússola pra essa criatura!

  5. Tom França disse:

    Típico de pessoas desse partido nanico, ou seja, sem palavra, irresponsável e "desgovernada"!

  6. Jacintinho disse:

    Estão e sempre estiveram mais perdidos que cego em tiroteio.

Governo autoriza retorno do funcionamento pleno das instituições financeiras e bancárias no RN a partir do dia 28

Foto: Robson Araújo/ASSECOM/RN

O Governo do Estado autoriza o retorno do funcionamento pleno das instituições financeiras e bancárias no Rio Grande do Norte a partir do próximo dia 28. A portaria conjunta será publicada nesta sexta-feira (18) no Diário Oficial do Estado, regulamentando as medidas necessárias para a retomada dos serviços.

O prazo dado pelo Governo é voltado para que as instituições apliquem os protocolos e façam as adaptações necessárias ao retorno do funcionamento e atendimento ao público.

Esta nova etapa de reabertura dos serviços segue a condição de manutenção da queda dos indicadores da pandemia no RN, como a taxa de transmissão do vírus e ocupação de leitos.

Para garantir a saúde de quem frequenta os locais, as instituições terão que seguir uma série de regras. A portaria conjunta nº 24/2020, que teve em sua construção a participação de representantes dos trabalhadores bancários, lista uma série de 20 medidas de biossegurança necessárias para garantir a saúde dos clientes e dos servidores das instituições bancárias e financeiras.

O documento orienta que as instituições devem dar prioridade ao atendimento por meio de agendamento, reservando as duas horas finais de funcionamento somente para quem agendar e, preferencialmente, que seja do grupo de risco. A lotação máxima dos locais deve ser de uma pessoa a cada 5 m², com marcações no piso para distanciamento de 1,5 m entre os clientes, assim como um distanciamento de cadeiras e estações de trabalho.

Será permitida a entrada apenas para quem estiver usando máscara e após medição de temperatura. Os trabalhadores deverão ter sempre à disposição todos os EPIs, assim como a garantia de que os lavatórios estarão equipados com material de limpeza e com oferta de álcool em gel para todos que estiverem no local, seja a trabalho ou em busca de atendimento.

Os locais que não seguirem as normas da portaria, assim como as demais determinações do Plano de Retomada Gradual da Atividade Econômica no RN, estão sujeitos à interdição até a adequação, bem como eventual responsabilização penal, civil, administrativa e trabalhista em casos de descumprimento das regras.

Os horários de funcionamento deverão seguir as orientações do Banco Central, instituição responsável por regulamentar as instituições bancárias e financeiras do país.

A portaria conjunta é assinada pelo secretário-chefe do Gabinete Civil do Estado, Raimundo Alves, os secretários de Estado da Saúde Pública (Sesap), Cipriano Maia, e do Desenvolvimento Econômico (Sedec), Jaime Calado.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pixuleco disse:

    Tchau querida Fátima Bezerra, seu único mandato.
    Mito 2022