Auditoria aponta ilegalidade em nomeações de cargos da Reitoria do IFRN

Uma auditoria interna realizada por órgãos do Ministério da Educação (MEC) revelou ilegalidades em nomeações para cargos da Reitoria do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN).

De acordo com o auditoria, a Reitoria vem realizando nomeações para ocupações de cargos sem a devida verificação de que os ocupantes dos cargos atingem os requisitos legais, ou seja, nomeando pessoas com impedimentos legais de assumir cargos e omitindo informações das consultas dessas pessoas.

“Com fulcro nos dados extraídos a partir de análises executadas no decorrer deste trabalho extraordinário de auditagem concluímos que o processo de nomeação para os cargos de gestão, no âmbito da Reitoria do IFRN, não está observando os requisitos legais contidos na legislação brasileira. É preciso, urgentemente, um ajuste na atual tramitação dos processos dessa natureza, a fim de viabilizar a mensuração do preenchimento dos requisitos legais, por parte dos candidatos à cargos de gestão. Só assim, as peculiaridades de cada situação serão observadas”, concluiu.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos Oliveira disse:

    Que vergonha! 🙈 Interventor temporário do IFRN diz em entrevistas à imprensa que o reitor eleito não pode ser nomeado por responder à sindicância de natureza puramente política, mas contraditoriamente nomeia para cargos de confiança vários servidores condenados em processos administrativos disciplinares por diversas condutas ilegais como assédio e racismo contra servidores técnico-administrativos em educação. Uma lástima o que está acontecendo com o IFRN, uma instituição tão importante para o RN e com uma história tão bonita. Que pena! 😔

    • Deco disse:

      Que vergonha é essa conversa mole!!
      Quer convencer a quem?
      Faça sua parte porque ninguém aqui é jumento!

  2. Manoel C disse:

    Auditoria é do MEC, que é da mesma ideologia do atual Reitor pro tempore e mesmo assim faz valer a lei. Ainda sim tem gente que de nada sabe, falando que ela é esquerdista.

  3. thiago barbosa disse:

    olha, a reitoria do IFRN fez o que quis durante muitos anos, nomeou quem quis, trouxe quem quis do interior por ser amigo, aposentou quem queria para livrar de investigações do MP, perseguiu quem não era do seu espectro político e ideológico…
    acho que agora estão todos pagando pelo que os gestores antigos fizeram!
    é só procurar no site do MPRN pelos nomes dos antigos reitores pra ver a quantidade de processos que tem de abuso de poder….

    • Carlos Oliveira disse:

      Procurei. Não encontrei nenhum. Ajuda aí e envia o link ou as informações pra a gente saber também.

  4. Abreu Neto disse:

    Segundo à Auditoria Interna, é preciso ter alguns requisitos, entre os quais:
    1- Ser esquerdista
    2- Ser filiado ao PT ou PSOL
    3- Ter foto com o boné do MST
    4- adesivo no carro com Lula livre

    • Fernando disse:

      Doente!!

    • Gado com orgulho disse:

      5 – Usar camisa do Chê Guevara
      6 – Adorar a família Castro de Cuba; e
      7 – Gritar eu sou Maduro.

    • Sergio disse:

      Olha, Abreu, atualmente, ter essa características já garante que a pessoa não seja terraplanista.

    • Geraldo Neto disse:

      Não não amigo, basta não ter sido suspenso por cortar cabo de câmera de vigilância ou por falar com os colegas de trabalho como se fossem pariceiros.

    • Manoel disse:

      Olha, Abreu, atualmente, ter essa características já garante que a pessoa não é genocida.

    • Deco disse:

      kkkkkkkkk
      E quem participou daquele singelo "retiro" Igreja e Democracia" não tem prioridade, não ?
      kkkkkk

COMENTE AQUI