CORONAVÍRUS: Bolsonaro garante FPE E FPM ao mesmos níveis de 2019, com estimativa de R$ 16 bilhões em quatro meses

Fotos: Reprodução/Twitter

Segundo o post de Bolsonaro, o montante será dividido em seis ações:

1- Transferência para a saúde / R$ 8 bilhões, o dobro do previsto;

2- Recomposição FPE e FPM: R$ 16 bilhões (seguro para queda de arrecadação);

3- Orçamento Assistencial Social: R$ 2 bilhões;

4- Suspensão das dívidas dos Estados com a União: R$ 12,6 bilhões;

5- Renegociação com bancos: R$ 9,6 bilhões (dívidas de estados e municípios com bancos);

6- Operações com facilitação de créditos: R$ 40 bilhões

Bolsonaro adiantou ainda a publicação de duas Medidas Provisórias, que vão transferir recursos para fundos estaduais e municipais. Além disso, o presidente afirmou que a União destinará mais R$ 8 bilhões aos entes federativos ao longo de quatro meses, para serem usados em ações emergenciais para saúde.

“União entrará com mais recursos que o solicitado. Governadores solicitaram R$ 4 bilhões para ações emergenciais em saúde”, escreveu.

Com CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Arruda disse:

    É gopi é gopi é gopi é gopi é gopi.
    Desde o primeiro dia do governo do Mito, que o governo do RN recebe verbas extras, pra saude e segurança, no entanto nas solenidades, a governadora sequer menciona o nome do nosso Presidente.
    Passou o primeiro ano, gritando Lula livre.
    Agora, vai receber ajudas de novo.
    Com certeza, vai criticar e achar pouco.
    É uma desgraça esse PT.

  2. François Cevert disse:

    Ufa finalmente alguém acordou no Planalto.
    Que a liberação seja rápida.

  3. Roberto disse:

    Agora vão reclamar do quê? Já sei, por não ter aumentado o valor do repasse, mesmo a arrecadação em todos os níveis tendo caído, caído, caído, caído e caído. Pelo menos é isso que alegam por aqui quando são cobrados os pagamentos. Qual será a desculpa que vem por aí? Qual o novo ataque a ser feito ao governo?
    Não seria melhor para o povo apresentar soluções viáveis? Não é hora de unir força, ideias, soluções para lutar contra um inimigo comum que pode destruir a todos, dentro e fora do Brasil? Onde estão os artistas que tanto reclamam? Cadê as ONGS que falam 24 horas contra o governo? Onde estão todos que passam 24 horas reclamando do governo e não vieram a mídia dar sugestões, contribuir, apresentar alternativas possíveis para o bem de todos?

  4. Menezes disse:

    Silêncio! Kd os lacradores.

  5. Bolso disse:

    Tem que haver uma grande fiscalização com esse dinheiro que vai chegar, lembrando que é ano de eleição e o coronas em abril/maio não tem mais, vai ser uma roubalheira grande, haja compra de votos.

    • Deco disse:

      Já tenho os nomes dos fiscais: Lula, Paloci, Sergio Gabriele, Cerveró, e Joeslei Batista…. Pense num timaço de fiscais kkkkk
      asneiras….

COMENTE AQUI