Segurança

Brasil dobra o número de armas nas mãos de civis em apenas 3 anos, aponta Anuário

Foto: Elcio Horiuchi/G1

O Brasil dobrou o número de armas nas mãos de civis em apenas três anos, de acordo com dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública divulgado nesta quinta-feira (15).

Em 2017, segundo a Polícia Federal, o Sistema Nacional de Armas (Sinarm) contabilizava 637.972 registros de armas ativos. Ao final de 2020, o número subiu para 1.279.491 – um aumento de mais de 100%.

Além disso, o número de pessoas físicas que pediram registros para atuarem como caçadores, atiradores desportivos e colecionados (os chamados CACs) ao Exército Brasileiro aumentou 43,3% em um ano: de 200,1 mil pessoas, em 2019, para 286,9 mil, em 2020.

O crescimento no número de registros ocorreu no Brasil como um todo, mas em algumas unidades da federação o aumento foi muito maior que a média nacional. Onze unidades tiveram aumento superior aos 100% desde 2017, como o Distrito Federal, que saltou de 35.693 registros para 236.296 em 2020, um aumento de 562%.

Além de novas pessoas se cadastrando para ter armas, houve também um aumento do arsenal. Decretos editados pelo presidente Jair Bolsonaro e a formalização da PF, em agosto de 2020, para a compra de quatro armas de fogo por pessoa, fizeram com que mais armas entrassem em circulação. Foram registradas 186.071 armas novas por civis, um aumento de 97,1%.

Para Isabel Figueiredo, advogada, mestre em direito constitucional pela PUC e integrante do Conselho de Administração do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o aumento da circulação de armas está relacionado com os decretos, mas não só com os que facilitaram o porte como também os que fragilizaram mecanismos de controle. Com os decretos emitidos neste ano, um aumento ainda maior deverá ser observado nos próximos anos, estima.

Com mais armas em circulação, aumenta a violência, segundo Isabel, para quem uma arma comprada precisa ser analisada por dois ângulos.

“Tem que olhar essa arma que está na mão do sujeito que comprou a arma. É uma arma que pode agravar situações de violência doméstica, pode agravar a situação interpessoal. As armas escalam uma situação de violência. Um bate-boca ou uma briga com uma arma tem uma tendência de ter um resultado piorado. Um estudo do Ipea mostra que, com 1% a mais de circulação de armas, aumenta em 2% o número de homicídios. Também há um aumento de acidentes, envolvendo crianças, e um aumento de suicídios”, diz.

“E o segundo impacto é que essa arma não fica na mão de quem comprou, essa arma é perdida, roubada, furtada, extraviada e até vendida, e ela está aumentando a criminalidade em geral. No mínimo 40% das armas apreendidas pela polícia são dos chamados ‘cidadãos de bem’, promotores, comerciantes, etc, que de alguma forma tiveram a arma extraviada e, com isso, vão alimentar a criminalidade urbana em geral”, afirma.

Caça

O aumento expressivo no número de registros de CACs (43%) é preocupante porque, além do acesso ilimitado a tipos de armas e calibres com alto poder ofensivo, o Exército Brasileiro tem dificuldade em fiscalizar os “caçadores” que tendem a ter muitas armas em suas casas, explicam Isabel e Ivan Marques, advogado, presidente da Organização Internacional Control Arms e integrante do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Os especialistas chamam a atenção para o fato de que a caça é considerada ilegal desde 1967, salvo em raras exceções destinadas ao controle de animais exóticos. Ainda assim, o país ganhou 7.634 novas armas desde 2019 destinadas à atividade, contando com 56.323 registros em 2020.

Com a liberação do “porte de arma em trânsito”, por meio de decreto, foram observados casos em que atiradores passaram a portar armas sem necessariamente estar a caminho de treinos ou competições.

Isabel e Ivan Marques também relatam que há traficantes de armas com registro de colecionadores e atiradores desportivos.

Apreensões e destruição das armas

Apesar de não haver uma queda expressiva entre 2019 e 2020 no número de apreensões em todo o território nacional, é importante observar que houve uma redução contínua ao longo dos últimos anos. Ao analisar as unidades da federação, o estado do Rio de Janeiro diminuiu em 24% o número de apreensões em 2020, o Pará, em 25,7%, e o Acre em 38,6%. Já o Amapá aumentou as apreensões em 58,7%.

Dados do Anuário coletados nas secretarias da Segurança estaduais mostram que houve 109,1 mil armas apreendidas em 2020. Foram 111,8 mil no ano anterior.

Para além das apreensões, os especialistas chamam a atenção para a diminuição na destruição das armas. O Exército diz ter reduzido em 50,4% o número de armas destruídas em 2020 em comparação com o ano anterior.

G1

Opinião dos leitores

  1. Quem estiver achando que não resolveu em nada as medidas do nosso PR Bolsonaro Mito show, é só ir traquinar numa fazenda ou em uma granja pelas altas horas da madrugada que a família do meliante toda fica sabendo se vale a pena ou não portar uma arma pra defender a família e o patrimônio.
    Simples assim!!!

  2. Matéria tendenciosa. Só opinião e dados de desarmamentistas. Cadê as opiniões dos pró-armas, dados a favor do cidadão de bem que quer se proteger contra os “coitadinhos vítimas da sociedade”.

  3. Deve ser por isso que tem amigo atirando em amigo no bar ou em confraternização, adolescente atirando em amiga dentro de casa e etc…

    1. Isso das pessoas se matarem, até mesmo sendo amigas, nunca na história deixou de acontecer, com arma liberada ou não, afinal, vivemos numa sociedade hipócrita, recheada de indivíduos como vc, que só vai fechar a porta depois de ser roubado, por outra, seu partido se encarregou de armar a marginalidade, enfim, não possuo arma, porém, gostaria de ter o direito de poder possuir. Vc não possuiria e não compraria, tudo dentro da legalidade e do seu desejo pessoal.

  4. E não houve a tão propalada redução da criminalidade ou da violência causada pelas ditas armas de fogo. Muito pelo contrário.

    1. Aqui no RN diminui o muito assalto a ônibus, os comparças do lula ladrão estão comedo que exista alguém portando arma dentro dos ônibus.
      Sem falar nas granjas e fazendas.
      Se botar a cara, é chumbo do grosso pra cima não tem boquinha não.
      Ok??

    2. As invasões de terras diminuíram.
      Bota pra torar Bolsonaro

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Governo Jair Bolsonaro completa mil dias e presidente vai viajar por todas as regiões do país; veja agenda

Em meio às dificuldades para enfrentamento da pandemia de Covid-19, crise hídrica e energética, além da busca pela recuperação econômica, o governo Jair Bolsonaro completa mil dias nesta segunda-feira (27).

A marca deve ser tema de uma série de viagens do presidente e eventos organizados pelo Palácio do Planalto nesta semana.

Segundo o analista de política Caio Junqueira, os eventos estão organizados há três meses. Pelo planejamento elaborado pelos ministros da Casa Civil, Ciro Nogueira, e das Comunicações, Fabio Faria, a ideia é regionalizar as entregas e fazer com que o governo esteja em um período de uma semana em todos os estados do país.

Bolsonaro testou negativo para a Covid-19 neste domingo (26), e por isso poderá cumprir a agenda normalmente.

A primeira agenda será realizada ainda nesta segunda-feira (27), o lançamento da linha de crédito Caixa Tem. Nos dias seguintes, a ideia é que o presidente vá a todas as regiões do país.

Ele ficará presencialmente em um estado da região e os outros ministros nos outros estados da região também entregando obras e, à certa altura, o presidente entra na solenidade em todos os estados simultaneamente.

O calendário prevê que isso ocorra na terça-feira (28) no Nordeste, com o presidente na Bahia; na quarta-feira (29) no Norte, com local do presidente ainda indefinido; na quinta-feira (30) no Sudeste, com o presidente provavelmente em Belo Horizonte; e na sexta-feira (1º) no Centro-Oeste e Sul, com Bolsonaro em Brasília e em Maringá, no Paraná.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

VÍDEO: Macron é alvo de ovada em evento na França

O presidente da França, Emmanuel Macron, foi atingido por um ovo enquanto estava rodeado pela imprensa e pelo público na cidade de Lyon, hoje, durante uma visita ao centro de convenções Eurexpo, onde ocorre uma feira de restaurantes e hotéis.

O ovo atingiu Macron no ombro, mas ricocheteou sem quebrar. Nas imagens, é possível ver que os seguranças do presidente tentam imediatamente protegê-lo.

De acordo com veículos internacionais, o jovem que atirou o ovo fez um gesto de protesto e gritou “vive la révolution” (viva a revolução, em tradução literal).

O rapaz, de cerca de 20 anos, foi algemado pelos seguranças. Macron pediu a sua equipe para entrevistar o homem.”Se ele tem algo a me dizer, deixe-o vir”, disse Macron, de acordo com a agência AFP. “Eu vou vê-lo depois.”

É a segunda vez em quatro meses que Macron é atacado durante uma visita oficial. No início de junho, o presidente francês levou um tapa durante uma reunião com funcionários do setor de hospitalidade na região de Drôme, no sudeste da França.

UOL

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Natal amplia data de segunda dose de Oxford e inicia dose de reforço a acamados de 70 anos

© Reuters/Sergio Perez

A Prefeitura do Natal comunica que quem se vacinou com o imunizante da Oxford até 18 de Julho deve procurar um dos pontos de vacinação levando cartão de vacina e comprovante de residência de Natal para receber a D2 e completar seu esquema vacinal.
Outra mudança em relação à vacinação em Natal é sobre a dose de reforço dos idosos acamados com 70 anos e mais que completaram seis meses da segunda dose. Cada Distrito Sanitário tem o cadastro dessas pessoas que já foram vacinadas anteriormente pelas equipes da SMS Natal e cada Distrito é o responsável pelas rotas.
“Essa vacinação foi iniciada na semana passada e em Natal são mais de três mil acamados. Portanto, a logística é bem complexa devido à temperatura necessária do imunizante da Pfizer, sem contar que cada ampola tem seis doses. Vamos cumprir o cronograma e pedimos que a população tenha um pouco de paciência para que todos sejam imunizados”, explica o secretário municipal de Saúde, George Antunes.
A SMS Natal também iniciou a vacinação dos idosos que residem em Instituições de Longa Permanência.

PRIMEIRA DOSE

Pessoas a partir de 12 anos que ainda não tomaram a primeira dose, se dirijam a um dos drives de vacinação para serem atendidas. A lista com as Unidades Básicas e os pontos de drives e grupos em vacinação, podem ser acessados através do https://vacina.natal.rn.gov.br/ para agilizar a vacinação é importante o cadastro prévio na RN Mais Vacinas.

SEGUNDA DOSE

CORONAVAC
As pessoas que completaram os 28 dias da primeira dose do imunizante Coronavac podem procurar as UBS do município ou qualquer drive-thru.
OXFORD
UBS do município e todos os drives estão com aplicação da D2 da Oxford para quem se vacinou até o dia 18 de julho.
Grávidas que tomaram a D1 de Oxford
As gestantes que tomaram a primeira dose com o imunizante Oxford e que, por recomendação do Ministério da Saúde, não tomaram a segunda dose poderão completar seu esquema vacinal com o imunizante da Pfizer e em todas as UBS do município ou qualquer ponto de aplicação.
PFIZER
A segunda dose da Pfizer está disponível nas UBS do município ou nos drives Nélio Dias, Palácio dos Esportes, Via Direta e SESI para quem tomou a primeira dose até 06 de agosto.

TERCEIRA DOSE

Pessoas com 90 anos e mais e que não estejam acamadas e nem residem em instituições de longa permanência, que tenham completado o esquema vacinal, com duas doses, de qualquer imunizante (Coronavac, Oxford ou Pfizer) há pelo menos seis meses, estão aptas a receber a D3. Para isso, as pessoas devem levar o cartão de vacinação, documento com foto e comprovante de residência de Natal em qualquer ponto de aplicação da cidade.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

SECANDO: Lagoa do Bonfim tem menos da metade da sua capacidade

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta segunda-feira (27), indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN somam 1.917.294.535 m³, percentualmente, 43,80% da capacidade total do RN, que é de 4.376.444.842 m³. No mesmo período de setembro de 2020, as reservas hídricas superficiais totais do Estado eram de 2.254.100.757 m³, correspondentes a 51,50% do volume total, que o Estado consegue acumular. No cenário atual, chama a atenção a Lagoa do Bonfim, responsável pelo abastecimento da adutora Monsenhor Expedito, que acumula 40.720.427 m³, percentualmente, 48,32% do seu volume total, que é de 84.268.200 m³.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.235.565.027 m³, correspondentes a 52,07% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. No mesmo período de setembro de 2020, o manancial estava com 1.429.694.895 m³, equivalentes a 60,25% do seu volume total.

Segunda maior barragem do RN, Santa Cruz do Apodi acumula 232.125.370 m³, equivalentes a 38,71% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. No mesmo período de 2020, o reservatório estava com 194.569.450 m³, percentualmente, 32,44% do seu volume total.

A barragem Umari, localizada em Upanema, acumula 189.320.006 m³, correspondentes a 64,66% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³. No mesmo período de setembro de 2020, o reservatório estava com 246.053.646 m³, equivalentes a 84,03% do seu volume total.

Os reservatórios monitorados pelo Igarn que ainda estão com mais de 80% da sua capacidade, são: o açude público de Encanto, com 84,13%; o açude Flechas, localizado em José da Penha, com 87,34%, o açude Santana, localizado em Rafael Fernandes, com 87,33%, e Riacho da Cruz II, localizado em Riacho da Cruz, com 84,77%.

Os reservatórios monitorados pelo Igarn que ainda estão com mais de 70% da sua capacidade, são: o açude público de Marcelino Vieira, com 79,49%; o açude Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes, com 79,72%; Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, com 78,5%; e Rodeador, localizado em Umarizal, com 79,69%.

A barragem de Pau dos Ferros acumula 24.048.806 m³, correspondentes a 43,85% da sua capacidade total, que é de 54.846.000 m³. No mesmo período de 2020, o reservatório estava com 16.535.048 m³, equivalentes a 30,15% do seu volume máximo.

Já a barragem Poço Branco, localizada em município homônimo, acumula 17.070.117 m³, correspondentes a 12,55% da sua capacidade total, que é de 136.000.000 m³. No final de setembro de 2020, o reservatório acumulava 29.856.693 m³, equivalentes a 21,95% do seu volume total.

O açude Boqueirão de Parelhas acumula 10.998.112 m³, correspondentes a 12,97% da sua capacidade total, que é de 84.792.119 m³. No mesmo período do ano passado, o reservatório estava com 21.368.598 m³, equivalentes a 25,20% do seu volume total.

O reservatório Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, acumula 6.362.752 m³, percentualmente, 14,32% da sua capacidade total, que é de 44.421.480 m³. No mesmo período de setembro de 2020, o manancial estava com 11.746.759 m³, equivalentes a 26,44% do seu volume total.

Os mananciais monitorados pelo Igarn que estão em nível de alerta, com volumes inferiores a 10% da sua capacidade, atualmente são 5: o Caldeirão de Parelhas, localizado em Parelhas, com 9%; o açude público de Cruzeta, com 5,05%; o açude Itans, localizado em Caicó, com 2,28%; o Zangarelhas, localizado em Jardim do Seridó, com 1,2% e o Esguicho, localizado em Ouro Branco, com 0,25% da sua capacidade.

Os açudes monitorados pelo Igarn que estão secos são: Inharé, localizado em Santa Cruz e o Trairi, localizado em Tangará.

Mais Lagoas

A lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte da capital, acumula 10.145.848 m³, correspondentes a 92,07% da sua capacidade total, que é de 11.019.525 m³.

A lagoa do Boqueirão, que atende a usos diversos, acumula 9.375.524 m³, correspondentes a 84,66% da sua capacidade total, que é de 11.074.800 m³.

 

Opinião dos leitores

  1. O nível real da Lagoa do Bonfim é INFERIOR a 38% !!!

    É só ver a marcação das cotas na estação de bombeamento

    A Caern em breve não conseguirá manter o bombeamento clandestino – desde 2014 venceu a licença – e nesse dia teremos 33 municípios e 133 comunidades sem água.

    Então não teremos mais lagoa nem água nas comunidades. Falta muito pouco.

    O governo Fátima passará à história como o governo que destruiu aquele ecossistema que abrange 3 municípios.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN registra 01 morte por Covid nas últimas 24 horas; novos casos são 03

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta segunda-feira (27). São 368.308 sendo destes, 03 confirmados nas últimas 24h horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.334 no total, sendo 01 ocorrido nas últimas 24 horas, no município de Natal. No domingo eram 7.333 mortes. Óbitos em investigação são 1.328.

Recuperados são 259.490. Casos suspeitos somam 175.472 e descartados são 733.101. Em acompanhamento, são 101.484.

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 24,6%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 24,6%, registrada no fim da manhã desta segunda-feira (27). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 96.

Até o momento desta publicação são 159 leitos críticos (UTI) disponíveis e 52 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 110 disponíveis e 44 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 30% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 13% e a Região Seridó tem 17,6%.

Opinião dos leitores

  1. Só pode ser muita ivermectina, cloroquina e outros placebos que estão causando essa redução no número de casos e mortes de covid né?! Afinal, segundo a narrativa de alguns bovinos adestrados que postam aqui no Blog, as vacinas contra covid não inibem nem o contágio nem as mortes por essa doença… Muuuuuu

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: RN possui 159 leitos críticos e 112 leitos clínicos disponíveis

Foto: Regulação/Sesap

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta de 11h desta segunda-feira(27).

Neste período, havia 01 paciente com perfil para leitos críticos na lista de regulação. Apenas 01 aguardava avaliação. Foram registrados disponíveis 159 leitos críticos e outros 112, sendo clínicos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

FOTOS: Forte terremoto atinge a maior ilha de Creta, na Grécia

Fotos: Stefanos Rapanis/Reuters/Harry Nikos/AP

Um forte terremoto de magnitude 5,8 sacudiu a maior ilha grega de Creta nesta segunda-feira (27) e ao menos uma pessoa morreu com o desabamento da cúpula de uma igreja que estava em reforma.

O tremor também deixou ao menos nove pessoas feridas e causou danos consideráveis em edifícios. A morte foi registrada na cidade de Arkalochori.

Muitas pessoas correram para a rua em Heraklion, a principal cidade de Creta, e alunos foram instruídos a deixar as salas de aula e se reunir nos pátios das escolas e em praças.

“Foi muito forte e durou muitos segundos”, disse um prefeito local à televisão Skai.

O epicentro foi a 10 km de profundidade, segundo o Instituto Geodinâmico de Atenas, e a 346 km ao sul da capital Atenas e a 23 km a noroeste de Arvi, no sudeste de Creta.

O terremoto ocorreu às 9h17 (horário local, 3h17 em Brasília), e ao menos nove tremores secundários aumentaram os danos nos vilarejos próximos ao epicentro.

A mídia local relata o desabamento de paredes de edifícios antigos de pedra em aldeias próximas ao epicentro do tremor, na parte oriental da ilha.

Os voos não foram afetados no aeroporto de Heraklion, e a associação de hoteleiros disse que não houve danos graves a nenhum empreendimento da região, que tem muitos resorts.

G1

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clima

Marinha emite aviso de ventos fortes e ondas de até 2,5 metros no litoral do RN

 Foto: Eros Sena

Um alerta de ressaca com ondas de até 2,5 e ventos de até 61km/h no litoral do Rio Grande do Norte foi emitido pela Marinha do Brasil. Com validade até a próxima quarta-feira (29), o comunicado é valido para a área entre Natal e Maceió (AL).

Já o alerta de ventos fortes, a área costeira entre Natal e São Luís (MA) e para área oceânica entre Natal e Maceió, são os locais que devem ter cautela. Devido o mau tempo, também é recomendado pela Capitania dos Portos do RN que embarcações de pequeno porte evitem navegar nesse período.

Com relação às outras embarcações, a Capitania remenda as seguintes precauções: atenção de salvatagem, estado geral dos motores, casco, bomba de esgoto do porão, equipamentos de rádio e demais itens de segurança.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Partido Socialista vence eleições municipais em Portugal, mas perde em Lisboa, e primeiro-ministro diz que é ‘lamentável’

Foto: REUTERS/Johanna Geron

O governista Partido Socialista (PS) sofreu uma surpreendente derrota nas eleições municipais de Portugal realizadas no último domingo (26), ao perder em Lisboa após 14 anos, após uma votação que abrangeu mais de 300 municípios. O partido, no entanto, continua a ser o maior do país.

Carlos Moedas, ex-comissário europeu de Pesquisa, Ciência e Inovação, do Partido Social-Democrata (PSD), principal partido da oposição, venceu em Lisboa por apenas um ponto percentual, garantindo 34,25% para a aliança de centro-direita com o conservador CDS-PP.

“Começamos hoje um novo ciclo que acredito que começa em Lisboa, mas não terminará em Lisboa”, disse Moedas, que pretende fazer da cidade uma “fábrica de unicórnios” para startups de tecnologia, no seu discurso de vitória na madrugada desta segunda-feira (27).

O primeiro-ministro português, António Costa, ex-presidente da Câmara de Lisboa, equivalente ao cargo de prefeito, disse ter ficado decepcionado com a derrota de seu partido na capital.

“É lamentável, mas é assim que funciona a democracia. Como todos sabem, a derrota foi inesperada. Sinto-me frustrado, obviamente”, disse ele.

Mas globalmente, com 99% dos votos contados, os socialistas obtiveram 34,4% dos votos e 147 municípios em Portugal, bem à frente do PSD, que obteve 24% por si só ou em aliança com o CDS-PP.

O resultado é ligeiramente inferior ao alcançado pelos socialistas nas últimas eleições parlamentares em 2019 e nas eleições municipais anteriores em 2017.

O Partido Comunista ficou em terceiro lugar com 8,2% e o Bloco de Esquerda obteve apenas 2,8%.

O partido de extrema-direita Chega (CH), cuja ascensão desde a eleição do seu primeiro deputado em 2019 abalou o panorama político, ganhou apenas 4,2% dos votos e nenhum município, ficando muito aquém do seu objetivo de se tornar a terceira maior força política de Portugal.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *