Elevado número de inscritos adia resultado de processo seletivo da Secretaria Municipal de Saúde em Natal

Foto: Arquivo

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal informa que a data da publicação do resultado preliminar da Processo Seletivo Simplificado para Contratação Temporária de Excepcional Interesse Público para fins de enfrentamento à Covid-19 que aconteceria nesta terça(19), será prorrogada conforme previsto no subitem 12.1 do Edital 001/2020, em virtude do grande número de inscritos.

“Considerando que as análises curriculares estão sendo feitas de forma criteriosa, objetivando a segurança e transparência do Processo Seletivo, o cronograma com as novas datas será publicado posteriormente na página da Secretaria Municipal de Saúde”, encerra a nota.

FOTOS: Cresce o número de pacientes que venceram a COVID-19 em Parnamirim

Fotos: Ney Douglas

A Prefeitura de Parnamirim, informou na manhã desta segunda-feira (18), por meio da Secretaria de Saúde (SESAD), a cura de mais oito pacientes infectados pelo novo coronavírus. Até este domingo, dos 289 casos confirmados, 112 já estão fora de risco.

Em meio ao crescente número de casos positivos, há um aumento também do índice de pessoas recuperadas, informou a diretora do Departamento de Vigilância e Saúde do município, Ana Paula Pontes. Segundo ela, os números são atualizados diariamente e a cada dia, cresce a quantidade de pessoas que restabeleceram a saúde.

A coordenadora frisou que muitos desses pacientes não precisaram ser internados e seguiram o regime de isolamento domiciliar. Ainda de acordo com ela, o sucesso no resultado do tratamento tem como razão o acompanhamento que o setor epidemiológico tem realizado.

Ana paula relatou que, tão logo o paciente procure a Unidade de Ponto Atendimento (UPA) ou outra unidade de saúde, o setor de vigilância é imediatamente acionado. A partir daí, o grupo responsável pelo monitoramento fica encarregado de acompanhar a evolução dos sintomas e alertar como devem proceder o paciente, sua família e amigos.

Luciano José de Araújo, de 45 anos, contraiu a doença após ter tido contato com amigos que viajaram para fora do Estado. Segundo ele, os sintomas de febre alta, diarreia, dor de cabeça e no corpo iniciaram no dia 22 de março. Ao procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) de Boa Esperança, para a realização do exame, Luciano foi orientado a iniciar o isolamento, mesmo antes de receber o resultado, devido às características dos sintomas.

Para Luciano, as orientações repassadas pela equipe epidemiológica com relação aos cuidados que deveria tomar, para sua segurança e dos demais, foi o diferencial para a cura. “Recebi ligação todo santo dia. Eles perguntavam como eu me sentia, chamavam minha atenção para solicitar uma ambulância em caso de evolução, conversaram com o condomínio, sem me expor, a fim de redobrar os cuidados com a limpeza e higienização das áreas, principalmente do elevador, mesmo eu estando impossibilitado de sair de casa. Me ensinaram a cuidar da desinfecção do meu ambiente e do manuseio com a alimentação”, disse.

Além disso, Luciano acredita que o trabalho da secretaria foi determinante para impedir que seu filho, um adolescente de 15 anos, fosse infectado. “Eu me senti assistido e cuidado. A doença em si já nos deixa afastado do mundo. As ligações eram um conforto pra mim. Sem contar que seguir as orientações fez com que meu filho, que mora comigo, saísse disso ileso”, completou.

O grupo epidemiológico é formado por 12 profissionais. Médicos, enfermeiros, biólogos e funcionários da SESAD estão de domingo a domingo acompanhando a vida desses pacientes. “É um trabalho incansável. Mas aí estão os resultados”, finalizou Ana Paula.

Vale ressaltar que somente o diagnóstico médico e o serviço de saúde poderão definir o modelo do tratamento indicado ao paciente, se por meio de isolamento domiciliar ou internação hospitalar.

ORIENTAÇÕES, ACOLHIMENTO PSICOLÓGICO E REDE DE DOAÇÕES VOLUNTÁRIAS: Disque Prevenção ao Coronavírus ganha número 0800 para atendimentos à população no RN

A Central de Atendimento “Disque Prevenção ao Coronavírus” passou a receber chamadas por meio de um número 0800 a partir dessa quinta-feira (6). O serviço presta esclarecimentos sobre o novo coronavírus para quem tiver dúvidas sobre a doença, além de oferecer serviço de acolhimento psicológico e de orientações relacionadas aos programas de doações no âmbito estadual. O teleatendimento ocorre todos os dias da semana, inclusive feriados e finais de semana, das 7h às 23h.

A população poderá entrar em contato pelo 0800 281 4012, gratuitamente. Ainda assim, o número 3190-0700, pelo qual vinha realizando os atendimentos, também continua recebendo ligações, além de estar disponível para solicitações via Whatsapp. Nesse caso, o usuário deve adicionar o número à sua lista de contatos e iniciar uma conversa ou enviar uma mensagem diretamente por meio do link https://wa.me/558431900700.

Para Larissa Araújo, subcoordenadora de capacitação da Sesap e uma das coordenadoras do projeto, o novo número 0800 representa mais uma oportunidade para a população poder recorrer à Central de Atendimento, uma vez que a ligação passa a ser gratuita. “O objetivo é ajudar ainda mais pessoas, principalmente àquelas em maior vulnerabilidade social. Esse serviço é fundamental para tirar as dúvidas da população e fazer as pessoas compreenderem a importância do distanciamento social e de evitar sair de casa, que são medidas preventivas de contaminação pelo novo coronavírus comprovadamente eficazes”, destaca.

SERVIÇO:

Telefones: 0800 281 4012 ou 3190-0700

Whatsapp: 3190-0700

Ramal #1 Orientações e esclarecimentos sobre o coronavírus

(Cerca de 400 voluntários, entre servidores públicos, professores e estudantes integrantes do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde/UFRN), atuam prestando informações e tirando dúvidas da população sobre a doença)

Horário de atendimento: 7h às 23h

Ramal #2 Acolhimento psicológico

(Dezenas de psicólogos e psicanalistas voluntários do estado se revezam em sistema de plantões para dar um apoio, escutar o outro, ajudar numa situação de ansiedade, pânico, entre outros problemas que possam vir a acontecer devido ao isolamento e o medo do vírus)

Horário de atendimento: 8h às 23h

Ramal #3 Rede de doações voluntárias

(Presta informações acerca dos programas de doações criados pelo Governo do Estado a fim de ajudar as pessoas em situação de vulnerabilidade social)

Horário de atendimento: 8h às 23h

 

Número de pessoas curadas da Covid-19 cresce em Parnamirim

Foto: Ascom

Dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesad), no último boletim epidemiológico sobre a situação da Covid-19 em Parnamirim, apontam crescimento no número de curados após contaminação pelo novo Coronavírus.

De acordo com o boletim, divulgado nesta quarta-feira (6), a taxa de pacientes que tiveram a saúde restabelecida chegou aos 38%, ou seja, das 161 pessoas infectadas, no município, 62 se recuperaram, até o momento.

Ainda de acordo com a última atualização, somente nas últimas 24 horas 46 casos foram descartados, totalizando 481. Outros 229 casos estão em investigação e há pelo menos 72 horas não há nenhum registro de novo óbito no município. Quatro foram registrados até o momento.

Sobre os curados, a Sesad explica ainda que o aumento da taxa de cura depende da evolução do quadro de saúde de quem foi infectado. No geral, o tempo de recuperação de um paciente acometido pela Cobid-19 é de 14 dias.

No entanto, de acordo com Ana Paula Pontes, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, esse período pode ser maior, quando levado em consideração aqueles pacientes com comorbidades, ou seja, portadores de outras doenças. “Essas pessoas acabam tendo agravamento dessas enfermidades, prolongando o tratamento”, acrescentou.

Outro levantamento realizado pela Sesad evidencia o perfil dos infectados no município. De acordo com os dados, 53% do total de infectados é de adultos entre 30 e 49 anos, enquanto 17% é de idosos acima de 60 anos.

A Prefeitura segue adotando medidas de enfrentamento ao novo Coronavírus. A mais recente foi a determinação para o uso obrigatório de máscaras pela população. A medida começou a valer na última quinta-feira (30) após decreto publicado no Diário Oficial do Município (DOM).

“Todas as ações realizadas pela Prefeitura, como decretos, medidas de isolamento social, investigações de casos e principalmente a estruturação da rede básica de saúde, têm sido fatores fundamentais para a eficácia do atendimento, manejo clínico e a conseqüente cura dos pacientes”, destacou a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Allan Carlos disse:

    Parabéns ao gestor do município de Parnamirim, pelo excelente combate ao Covid-19!!!
    Vejo pessoas falando muito bem de como a cidade se desenvolveu durante essa gestão..

Secretário adjunto da SAÚDE diz que são extremamente preocupantes os números do Covid no RN

Foto: Sandro Menezes / Governo-RN

O secretário adjunto da Saúde Pública do Governo do RN, médico Petrônio Spinelli, considerou na manhã desta quinta-feira (23), “extremamente preocupantes” os números da disseminação do novo coronavírus no Estado. Na entrevista coletiva para atualização das ações do Governo no combate à Covid-19, Spinelli disse que “o que vai determinar o número de infectados e de óbitos é o confinamento social. Precisamos considerar os estudos científicos, isso é fundamental”, afirmou.

De ontem (22), para hoje, o RN apresentou pequena redução no número de leitos ocupados. Ontem era 33%, hoje 28,5%. “Isso é bom, mas não tranquiliza. Precisamos manter margem de 70% dos leitos desocupados para período mais crítico da pandemia”, explicou para anunciar que hoje há 107 pessoas internadas, destes 42 são suspeitos e 65 confirmados ocupando leitos em UTIs ou semi-intensivas.

O acompanhamento do Governo do Estado mostra que há 708 casos confirmados, 289 recuperados, 3.086 suspeitos, 34 óbitos, 8 óbitos em investigação e ocorrências em 152 municípios.

As medidas que flexibilizam algumas atividades aconteceram justamente para permitir manter o isolamento da maioria. É o caso das oficinas mecânicas, por exemplo, que podem trabalhar para atender pessoas que transportam mercadorias e suprimentos que abastecem a população. E de podólogos que tratam de pessoas com diabetes, incluídas no grupo de risco.

A inclusão de serviços não significa relaxamento das medidas, mas atender necessidades e reforçar condições para permitir o isolamento, o abastecimento e a saúde das pessoas”, registrou Petrônio, para voltar a pedir o apoio e a conscientização da população: “Precisamos manter pelo menos 60% das pessoas em isolamento. É preciso que cada um oriente pessoas do seu relacionamento a ficar em casa. E denunciar aglomerações através do número 190. Cada cidadão deve fazer isso. Apelo a quem está indo às ruas para sempre usar máscara e manter distanciamento social para reduzirmos o risco de transmissão”.

Segundo o Controlador Geral do Estado, Pedro Lopes, o novo decreto Nº 29.634, com as normas para enfrentamento à Covid-19, isolamento social e funcionamento de empresas esclarece situações que não estavam evidentes para as atividades empresariais. “O decreto alcança atividades indústrias e recomenda, sempre que possível, um horário exclusivo para o atendimento de clientes do grupo de risco da pandemia. Também recomenda a utilização de máscaras, sejam industriais ou caseiras, ao acesso dos estabelecimentos que estão em funcionamento”, ponderou.

Pedro Lopes reiterou que as ações de fiscalização do cumprimento das normas continuam através de uma força tarefa formada pelo Procon, Polícia Militar, Polícia Civil e Control.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Wilson Salviano disse:

    O pobrema é que o norteriograndense é teimoso, tinhoso, desobediente, renitente, duro na queda! DONDE já se viu desobedecer a ordem da GUNVERNADORA e de seus seqüestrarios? Inda mais numa pandemia dessas? Tem que morrer mesmo!!! Senão dona Fátima ODORICA PARAGUASSU, não terá como inaugurar o "CEMITÉRIO "

  2. Almir Dionisio disse:

    Esse governo e a gestão da saúde no RN estão perdidos, não falam nada com nada, desconversam alguns assuntos e o sec adjunto as vezes utiliza termos extremamente técnicos e desapropriados para o momento q o telespectador, nem muito menos os jornalistas amadores conseguem entender.
    até o momento o governo tá na discussão de como agir sem apresentar ações concretas. Se percebe um descontrole nas ações e sem uma definição de algo mais consistente p a população.
    A situação segundo ele é alarmante e o governo flexibiliza o Decreto.
    Existe algo em descompasso.

  3. Pedro disse:

    Se a Governadora Fatao GD e seus secretarios(todos) são medíocres, imagina o que dizer de um sub…..kkkkk
    Perguntem a alguém da área onde foi que esse rapaz já fez alguma coisa util? Já foi inclusive descansado vergonhosamente pelo partido que tanto defende (isso quando foi candidato a prefeito de Santa Cruz) e o sei partido apoiou o adversário. Ele não tem competência para fazer um Nescafé. E o outro palhaço nem aparece, deve estar fazendo as escalas de quem vai ficar no Barreira roxa.

  4. Direita-Honesta disse:

    (Des) governo petista acabando de destruir o RN. Previsões catastróficas que NUNCA irão se concretizar (ainda bem), decretos absurdos que parecem revogar a própria Constituição Federal (como podem proibir até CARREATAS?) e que terão reflexo negativo no próprio governo (com o desmonte da economia do estado e a consequente queda da arrecadação). Enquanto isso, o que o governo estadual está EFETIVAMENTE fazendo para melhorar as condições do sistema de saúde estatal e atender à população quando ela precisar? Prá onde se olha, vemos o enorme rastro de incompetência e más intenções desse governo. E ainda falta muito tempo de "reinado" dessa senhora, com direito a pleitear reeleição. O RN aguenta?

  5. Carlos disse:

    O ruim é que pessoas boas não tem interesse de comentar com medo dos extremistas de plantão. aí tem q aguentar isso aí. já imaginou se tiverse aqui igual ao Ceará?

  6. Ojuara disse:

    É preocupante e vcs liberam tudo, só não escolas pq já estão em greve mesmo. Jogando o povo para os leões. Salão e construção civil vão dá um impulso grande, na economia não, no número de infectados. Quem puder, fiquem em casa e se protejam.

  7. Sérgio disse:

    Esse sub-secretário é o informante da desgraça. Não diz nada por nada. Reflexo de um governo perdido.

  8. LEO disse:

    Os secretários desse Desgoverno Petralha são Hilários!!!!! Qdo vejo esses Secretários e Dilma falando na imprensa,me obro de rir…..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  9. Henrique disse:

    Aposto que no próximo final de semana as pousadas estaram tudo cheias.

  10. Jv disse:

    Esse secretário tá adorando o coronavirus, pois só assim ele aparece, tá achando ótimo todo dia aparecer na TV. Sem isso, seria apenas um cargosinho de segundo escalão.

  11. Ivan disse:

    Os números estão "infinitamente menores" do que os que eles projetaram…publicaram um decreto flexibilizando abertura…e ainda está "extremamente preocupado"????? Incoerência, incompetência, ou, insistência no pânico??????????????????????? E quanto à disponibilização de novos leitos, como estão SESAD??????????????????????

  12. Edmundo disse:

    Caro Nildo, eu concordo com você que as noticias são alarmantes, sendo que a fala do secretario é na contra mão, ele afirma que reduziu a ocupação de leitos de 33% p/ 28,5%, casos esperados até inicio de maio seria de 157.000 e hoje temos 708, espera-se até dia 15/05 mais de 10.000 mil óbitos e hoje temos 34. Sinceramente fico sem entender de onde estão tirando esses números alarmantes.

  13. Antonynatal disse:

    Esse governo é seus secretários são uma comédia mesmo, se com poucos casos a situação é extremamente preocupante, imagine se as previsões(otimistas) da SESAP, estivessem se concretizado. O governo Fatima não fez nada de concreto até o momento, não destinou um só centavo, canta com verba federal. Há ela fez uma coisa de concreto, quebrou o RN.
    Há esqueci, vão aparecer babões falando que é melhor ficar em casa que morrer, que eu abra mão de respirador e tal, e tal…
    Quero ver quando os salários forem reduzidos em 30% como estão planejando.

    • NILDO disse:

      Vou te responder realmente vc deve abrir mão de respirador, vc é um tipo de pessoa que tá indo pelo lado da politica . coloque uma coisa na sua cabeça a situação e grave ou vc não tá lendo os jornais? Na sua casa já morreu alguém de fome? Será que não dar pra esperar até final de maio pra se fazer uma avaliação melhor? tenho certeza que vc e um tipo de pessoa que visa mais o dinheiro do que a SAÚDE, acho que vc tem coragem de entra dentro de um buraco cheio de cobra cascavel pra pega uma nota de 100 REAIS.

    • Anderson disse:

      Vou deixar uma sugestão aqui
      Para quem e a favor do confinamento tentem viver apenas com os 600,00 que o governo oferece.
      Para quem tem grana e fácil falar em confinamento .

  14. Manoel disse:

    Estranha essa preocupação toda e o decreto recente liberar o funcionamento de hotéis e pousadas!!! Ou não há essa preocupação toda e os turistas podem voltar pro estado ou eles liberaram o setor só por liberar já que sabem que ninguém está viajando mesmo nesta pandemia… Ou seja, ou há incoerência ou há hipocrisia. Ou ambas!

Número de casos graves de Covid-19 no país é pelo menos o dobro do registrado, diz projeção

Agentes de saúde ajudam paciente com Covid-19 em UTI do hospital de campanha municipal Gilberto Novaes. O Amazonas é um dos estados mais atingidos pelo novo coronavírus no país. — Foto: Bruno Kelly/Reuters

O número de casos graves de Covid-19 que exigiram internação no Brasil é pelo menos o dobro do registrado, segundo estimativa feita pelo Núcleo de Dados do Jornalismo da Globo com base em informações do Infogripe da Fiocruz. O total de pacientes hospitalizados pode chegar a 13 mil.

De acordo com o Ministério da Saúde, 6.043 pessoas foram internadas com Covid-19 até esta terça-feira (14). Esses pacientes foram testados e o coronavírus foi confirmado.

Mas havia ao menos 15 mil testes aguardando resultado no país, segundo dados do Infogripe. Desses, entre 7 mil e 11 mil devem testar positivo para a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), segundo estimativa do Núcleo.

O cálculo leva em conta o percentual de testes positivos para Covid-19 em cada semana e a parcela de testes positivos em relação aos resultados totais (leia mais sobre a metodologia no fim da reportagem).

“Apesar dos modelos matemáticos utilizados para avaliar a evolução da Covid-19 no país, o ideal seria que tivéssemos os números exatos”, afirma Leonardo Weissmann, médico infectologista e consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia.

“Não há testes para toda a população, o que já é um fator para a subnotificação dos casos. A demora no resultado dos exames é outro ponto importante, fazendo com que tenhamos um ‘retrato atrasado’ na evolução, o que pode influenciar diretamente no planejamento e tomada de medidas”, avalia Weissman.

O epidemiologista Paulo Lotufo, da Faculdade de Medicina da USP, reitera a análise de Weissman.

“Se o teste da Covid estivesse disponível num estalar de dedos, ótimo. Mas não está. Está demorando 10, 15 dias para ser feito – então tem gente que acaba internando, vai embora e vai ver o resultado depois. E o diagnóstico de alta sai como alguma outra coisa. Não dá para confiar”, afirma.

“O que dá para confiar é nas médias históricas. Para mim, é [uma projeção] perfeitamente aceitável – eu poderia até dizer que [a estimativa] está conservadora, acho que está bastante fidedigna”, avalia o epidemiologista.

“[É um dado] muito sólido – está pegando um dado, mostrando isso no meio da pandemia, só pode ser a Covid. Você não vai achar que é outra coisa. É uma desgraça”, diz Lotufo.

Testes afetam tratamento e planejamento, dizem especialistas

Tânia Vergara, presidente da Sociedade de Infectologia do Rio de Janeiro, lembra que os testes são importantes para determinar que intervenções serão feitas em um paciente na UTI, por exemplo.

“[Mas] existem outras coisas que estão sendo propostas – como plasma convalescente, anticoagulação maciça. Isso vai variar com a gravidade, com os protocolos dos hospitais, com a disponibilidade do que eles têm. Você não vai fazer um plasma convalescente em uma pessoa que não tem diagnóstico de Covid”, afirma a infectologista.

Além disso, ter um diagnóstico é determinante para o tratamento, também, de outras doenças, reforça a pneumologista Patrícia Canto Ribeiro, da Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz.

“Nós estamos diante de uma pandemia, então a primeira desconfiança é sempre relacionada a Covid-19, mas outras doenças também podem causar Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e têm tratamentos específicos. Saber se é gripe comum ou Covid-19 já faz uma grande diferença. Para gripe, você tem tratamento. Tem medicamento com algum grau de eficácia dependendo do momento em que se inicia a medicação”, explica Ribeiro.

Identificar rapidamente a doença é importante não só para o tratamento, mas também para direcionar os recursos de saúde, acrescenta a pneumologista.

“Se tem um paciente que você não tem certeza que tem Covid-19, vai para o isolamento”, explica. “O profissional de saúde que vai entrar naquele leito está consumindo recursos, tem que se paramentar todo, com todo o equipamento, touca, luva, máscara N95. Então também é recurso que economiza quando se sabe o que aquele paciente tem.”

Por outro lado, Paulo Lotufo, da USP, avalia que a prioridade brasileira não deve ser investir mais em testes, e sim em recursos para o atendimento aos pacientes.

“Não faz sentido testar as pessoas. Eu acho que não. O dinheiro é finito: eu colocaria no atendimento às pessoas, contratar mais enfermeiros. O que salva a vida em UTI é enfermeiro, o fundamental é a qualidade do atendimento. Estão faltando EPIs [equipamentos de proteção individual]. Eu gastaria dinheiro comprando máscara, avental”, opina.

Entenda a metodologia

O Infogripe, comandado pela Fiocruz, registra o número de internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em hospitais públicos e privados do país a cada semana epidemiológica. O sistema também registra o número de testes e os resultados para cada semana. Além do Sars-CoV-2, que causa a Covid-19, entram na lista também: Influenza A e B, VSR, Adenovírus, Parainfluenza 1, 2 e 3.

No Infogripe, estão registrados os testes em cada semana que ainda não tiveram resultado. Para chegar ao número de prováveis casos de Covid-19 nos testes sem resultado, o Núcleo de Dados calculou o percentual de resultados positivos para Covid-19 na semana em que cada teste foi feito e multiplicou pelo número de testes sem resultado naquela semana. Com isso, chegou ao número máximo de 11 mil potenciais positivos para coronavírus.

Para calcular o número mínimo, foi considerado também o percentual de testes positivos para todos os vírus em relação ao total de resultados. A estimativa, então, foi de 7 mil casos positivos para Covid-19 entre os testes ainda sem resultado.

O cálculo é uma aproximação a partir dos dados disponíveis e considera que todos os que estão aguardando seguem a mesma distribuição de vírus detectados entre os positivos. Também não leva em conta outros fatores como faixa etária, tempo desde os primeiros sintomas até a coleta, qualidade da coleta, qualidade do material usado, armazenamento adequado, transporte adequado e sensibilidade do teste.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. mauricio disse:

    ESSE MINISTRO DA SAUDE É UMA PEADA, TODO DIA TEM PROJEÇÃO, OU SEJA: ASUSTAR A POPULAÇÃO, JA DEVERIA TER IDO EMBORA, COMO ELE É CONTRA O BOLSONARO, VIROU QUERIDINHO DA IMPRENSA COMPRADA

  2. Brasil disse:

    Manual do jornalismo da Globo/folha
    Se o número de mortes no Brasil estiver baixo, dê destaque diário ao número de 𝗰𝗮𝘀𝗼𝘀 𝗰𝗼𝗻𝗳𝗶𝗿𝗺𝗮𝗱𝗼𝘀, pois eles são maiores (mesmo que depois as pessoas se curem).

    2 – Se ainda estiverem baixos, informe também os 𝗰𝗮𝘀𝗼𝘀 𝘀𝘂𝘀𝗽𝗲𝗶𝘁𝗼𝘀 (mesmo que depois eles não se confirmem). É 𝘃𝗶𝘁𝗮𝗹 𝗮𝘀𝘀𝘂𝘀𝘁𝗮𝗿 𝗮 𝗽𝗼𝗽𝘂𝗹𝗮çã𝗼.

    3 – Para reforçar, informe os internados em 𝗲𝘀𝘁𝗮𝗱𝗼 𝗴𝗿𝗮𝘃𝗲 (mesmo que não se transformem em óbitos). 𝗜𝘀𝘀𝗼 𝗮𝘂𝗺𝗲𝗻𝘁𝗮 𝗼𝘀 𝗻ú𝗺𝗲𝗿𝗼𝘀 𝗱𝗮 𝘁𝗿𝗮𝗴é𝗱𝗶𝗮.

    4- Informe cada morte como se fosse uma 𝘁𝗿𝗮𝗴é𝗱𝗶𝗮 𝗶𝗻𝗰𝗼𝗺𝘂𝗺 (mas nunca compare com as mortes diárias bem maiores, por dengue, gripe comum, acidentes de trânsito, homicídios, etc.)

  3. quarentena gourmet disse:

    so na chamada… “Diz projeções “ já mostra que não nenhuma prova do q se ta falando; e continua: … segundo especialistas(?) ta dificil acreditar em qualquer um dos lados

  4. Antenado disse:

    Ótimo. Quanto maior o número mais rápido a endemia passará. O mais importante é o número de mortes. Será que até o dia 02/05 chegaremos a 10.500??

  5. Cidadão disse:

    "Cezário", vc está correto.
    O resto só comenta asneiras.

  6. Manoel disse:

    Acredito que esteja errado se for ver realmente aí tem todo tipo de óbito que o covid19 tá pagando o pato por todas.

  7. Fernando disse:

    Seria bom também deixar claro que a subnotificação dos infectados também é muito baixa, na realidade, o número de infectados é 15 vezes maior que o já constatados nos exames divulgados, o que leva reduz bastante o índice de letalidade. Bom deixar isso bem claro, pra a notícia não ter somente o lado alarmista.

  8. Afonso Camargo disse:

    As projeções estão errando, errando muito, a começar pelos parâmetros adotados, alinhando o Brasil com o resto do mundo. Sequer tiveram a responsabilidade de ver que na Europa e EUA a população de idosos chega a média de 20%, enquanto aqui, são apenas 8%.
    Outro erro que agora aparece, é o período de pico, nos demais países isso aconteceu entre 20 a 40 dias de isolamento. Aí no Brasil estão querendo impor um confinamento com 60, 90 ou mais dias. O erro em número de mortes passa dos 15 mil, entre o projetado e a realidade.
    Na verdade o uso político dessa situação, vem provar que o povo não é respeitado, mas usado como uso fruto para fins de eleição e realizações pessoais daqueles que foram eleitos pelo povo.

  9. Cezario disse:

    Essa fonte, o G1, não tem a menor credibilidade!

MPRN recomenda que Município de Natal aumente frota de ônibus e limite número de passageiros por veículo

Foto: Ilustrativa

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio das Promotorias de Justiça da Saúde e do Consumidor com atuação em Natal, expediram recomendação conjunta para que o prefeito da Capital revise o decreto que estabeleceu circulação de 30% da frota de ônibus coletivos na cidade durante quarentena para conter pandemia do coronavírus (Covid-19).

A orientação ministerial é que o Município mantenha, pelo prazo necessário, a circulação de veículos de transporte coletivo urbano municipal, a partir de 28 de março de 2020, por meio de ônibus acessíveis com alteração do percentual da frota e redução da capacidade máxima de passageiros por veículo.

O objetivo é evitar aglomeração no interior dos ônibus e permitir a manutenção de certa distância regulada entre os passageiros, além de garantir o transporte para os trabalhadores dos serviços essenciais públicos e privados.

O MPRN também recomendou que o Município exija das empresas de transporte o cumprimento do decreto municipal no que diz respeito à higienização total dos veículos da frota, em especial nos pontos de contato com as mãos dos usuários.

Para tanto, o Município deve tomar providências para dar ampla divulgação das novas medidas, bem como exigir que os operadores dos veículos exerçam efetivo controle quanto à quantidade de passageiros. Também deve ser feito um controle para que o público destinatário do serviço seja apenas aqueles que exercem atividades junto aos serviços essenciais.

Para emitir a recomendação as unidades ministeriais com atuação na defesa dos direitos do consumidor e da saúde observaram os protocolos sanitários repassados pelo Ministério da Saúde à população em geral. Tais cuidados incluem a higienização de mãos, utensílios e superfícies com produtos adequados (como o álcool em gel e equipamentos de proteção como máscaras e luvas), sendo impossível a viabilização de tais práticas dentro de ônibus lotados.

Por isso, foi considerada a imposição urgente de restringir a circulação nos ônibus apenas às pessoas que prestam serviços públicos e atividades essenciais, tais como: saúde, assistência social, segurança pública e privada, limpeza urbana e serviços funerários (definidos em decreto municipal).

O MPRN ainda levou em consideração que estudos recentes demonstram a eficácia das medidas de afastamento social precoce para restringir a disseminação do coronavírus, além da necessidade de o Município de Natal alinhar a atuação administrativa para reduzir a circulação de pessoas e evitar aglomerações em toda cidade.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos disse:

    É para sorrir ou chorar? Estão chamando os Natalenses de otá……
    Empresários de transporte público limitar o número de passageiros e colocar mais ônibus ? Só podem estar de sacana……..

TÃO PENSANDO QUE É BRINCADEIRA: confinamento por coronavírus teria causado número recorde de divórcios em cidade da China

Foto: Getty Images

Enquanto o Ocidente começa a viver a experiência claustrofóbica do confinamento — medida necessária para conter a disseminação da covid-19 —, os relatos vindos da China pintam um quadro de que a vida está, aos poucos, voltando ao normal.

Mas a quarentena forçada deixou algumas consequências inesperadas. Muitos casais parecem não ter resistido à proximidade em tempo integral. A mídia chinesa identificou uma corrida aos cartórios por aqueles que não pretendem seguir juntos.

Xi’am, de 12 milhões de habitantes, capital da província de Shaanxi, região central da China, registrou um recorde no número de pedidos de divórcio nas últimas semanas, segundo o jornal chinês em língua inglesa The Global Times.

Em alguns distritos, todos os horários disponíveis para tratar do tema nos escritórios locais do governo estão tomados por semanas.

Outros sites também indicaram haver relatos de uma procura acima da média em cartórios de municípios de outras províncias, como a de Sichuan, por formulários de divórcio.

Nas redes sociais, a notícia não chegou a causar surpresa entre os chineses. “É muito tempo junto. Eu tenho visto cada vez mais histórias sobre separações. Muitas piadas também. Mas o problema parece sério”, disse à BBC News Brasil, Ge, uma professora de 29 anos. Ela própria não é casada. E diz imaginar o estresse de estar sob o mesmo teto neste momento de muito estresse econômico e perguntas sobre o futuro.

“Grandes episódios como este fazem as pessoas pensar mais nas suas vidas e o que realmente interessa”, afirmou à BBC News Brasil a escritora Lijia Zhang, autora de A garota da Fábrica de Mísseis: memórias de uma operária na nova China. “É verdade também que os casamentos que sobreviveram à quarentena devem seguir mais fortes!”, complementa.

É cedo para entender o que está acontecendo — e se o fenômeno se observará nacionalmente e mesmo em outros países que adotaram medidas de confinamento. Além disso, os cartórios estiveram fechados durante cerca de um mês, o que cria uma demanda reprimida. E os chineses já vinham se divorciando em um ritmo mais acelerado nos últimos anos.

Em 2016, o número de casais que se separou na China chegou a 4,2 milhões, um aumento expressivo em relação a 1985, quando a taxa não passava de 485 mil.

As leis mudaram no país nos últimos anos. Têm se adaptado aos novos tempos. Hoje, 70% dos divórcios já seriam pedidos por mulheres no país, segundo Zhou Qiang, presidente da Suprema Corte do Povo durante discurso proferido em novembro passado. Foi garantido esse direito às mulheres ainda em 1950, quando o partido comunista chinês criou a Nova Lei do Casamento.

“Fiz um brinde com a minha filha quando soube da notícia. Considero isso uma conquista de liberação das chinesas, porque elas estão mais assertivas ao buscar o que querem. Já não estão mais dispostas a aceitar um casamento infeliz, como as nossas mães fizeram”, disse Lijia Zhang.

Mas o fato é que os chineses também estão se casando menos. Apenas 7,2 pessoas em 1 mil resolveram juntar as escovas de dente oficialmente em 2018. Trata-se do índice mais baixo desde 2013, segundo o Escritório Nacional de Estatísticas do governo. Pesquisa realizada pelo Diário do Povo mostra que 29,5% dos entrevistados não tinha se casado porque não haviam encontrado a pessoa certa. Outros 23,4% afirmaram não estar preparados para assumir a responsabilidade de começar uma família.

Neste contexto, as separações provocadas pelo coronavírus certamente não ajudam o governo, que acabou, em 2016, com a longeva política do filho único, adotada na década de 1970. Pequim agora quer mais é que os chineses tenham mais filhos. O problema é que os jovens, e sobretudo mulheres, acham caro aumentar a família e estão mais preocupados em investir em suas carreiras profissionais.

Dados da Comissão Nacional de Saúde da China indicam que o país terá 487 milhões de idosos em 2050, cerca de 35% da população total. Em 2018, a taxa estava em 17,3%, ou 242 milhões de pessoas.

G1, com BBC

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Abel disse:

    Daqui a 9 meses vai ter uma safra de meninos grande ao redor do mundo.

  2. Zuza disse:

    Já são três divórcios aqui em casa, em uma semana, e com a mesma mulher. A gente está decidindo no "zerinho ou um" quem vai sair de casa nesse momento, mas não chegamos a um resultado. Naturalmente, eu sairia, mas…

  3. Sampaio Ribeiro Dias disse:

    Ficar isolado dentro de casa não é a situação normal de uma família, por mais que tenham afinidade. O confinamento é estado de exceção e não rotina social. Ninguém está preparado para ficar confinado e isolado por muito tempo.
    Qual escola, universidade, igreja, conselho comunitário, grupo de pessoas, encontro religioso, encontro social, retiro ou qualquer forma que aglutina, une, reuni pessoas fala, mostra, prepara ou educa as pessoas para viverem isoladas, confinadas? NENHUMA!
    Quem vai a psicólogo, psiquiatra ou faz terapia para aprender a viver isolado? NENHUMA!
    As pessoas não sabem lidar com essa situação, ela é fora do padrão.
    As pessoas não sabem ao certo quais os cuidado devem ter, como evitar os desgastes, como não deixar que o convívio 24 horas por dia se torne desgastante.
    Até 05 dias confinados, teoricamente, deve ficar tudo bem, depois começam os atritos, vem a irritação, surge o descontrole e a coisa pode chegar a destruição familiar.
    Como evitar isso? Como lidar com essa situação completamente desconhecida? Quais as medidas a serem tomadas? O que deve ser evitado para não entrar no estresse?
    Sim a situação é muito complexa e fora do patrão social, fora da conduta de relação pessoal.

Coronavírus no RN: sobe para 14 número de casos confirmados

O último boletim da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) divulgado na manhã desta terça-feira (24), informa que o número de casos confirmados do coronavírus no Rio Grande do Norte subiu para 14. A paciente confirmada reside no município de Parnamirim é do sexo feminino, tem 29 anos e possui histórico de viagem a Fortaleza, no Ceará, onde esteve em contato com estrangeiros.

Entre os  casos confirmados, nove estão em Natal, quatro em Parnamirim e uma em Mossoró. No domingo (22) eram 13 casos no Rio Grande do Norte.

Curiosamente, o perfil dos casos suspeitos apresentado no estado até o momento é predominantemente do sexo feminino, e na faixa etária entre 20 e 39 anos.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mário Sergio disse:

    Bruno, esse número no nosso estado significa que hoje temos 4 infectados para cada 1 milhão de habitantes. No Brasil todo esse número é de 9 infectados para cada milhão de habitantes. O pior índice é do DF, 48 infectados por milhão. Vamos permanecer em quarentena para esses indices não aumentarem e que o DF baixe. Se Deus quiser.

  2. LEO disse:

    Deve ser informação da DataFAlha ou GloboLixo………kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. Eu disse:

    O grande problema é que as pessoas dão muita atenção o que a midia fala, infelizmente, e o pânico que ela dissemina é o que lhe traz audiência. Vamos nos informar com pessoas que estão na linha de frente nesse combate!

  4. Gildemberg disse:

    Seria interessante sempre tbm informar quantos foram descartados…

    • Henrique disse:

      E também quantos estão curados, seria importante para a população que está apavorada.

    • Manoel disse:

      Verdade a empresa na verdade está apavorando mais a população só colocando os pontos negativos nada de prontos positivos.

Número de pessoas curadas do coronavírus já passa de 100 mil

Foto: (Stringer/Getty Images)

O número de pessoas que se recuperaram do novo coronavírus passou de 100 mil nesta segunda-feira, 23. A informação é do monitoramento em tempo real conduzido pela Universidade Johns Hopkins.

No momento, o levantamento contabiliza exatos 100.443 casos de pacientes diagnosticados com a covid-19 que conseguiram se recuperar, sendo a província de Hubei (China), onde a doença surgiu, o local que reúne o maior número de curados, 59.882. A região é seguida do Irã, com 8.376, e a Itália, com 7.024.

O número de casos confirmados já passou de 350 mil e o total de mortes, no momento, é de 15.430, sendo a Itália o país mais afetado pela epidemia, com 5.476 mortes. Mais até do que o registrado na China.

Exame

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ricardo disse:

    Isso a Globo lixo , a Band e a CNN não estão divulgando . O trabalho deles é só divulgar coisas negativas . Péssimo jornalismo.

Número de mortos na Itália por novo coronavírus passa de 4 mil; 627 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

Itália registrou nesta sexta-feira (20) mais 627 mortes pelo novo coronavírus — a maior alta diária desde o início da pandemia. Com isso, o número de vítimas de Covid-19 no país chegou a 4.032.

Na quinta-feira, as mortes pela doença na Itália ultrapassaram o total de vítimas na China pela primeira vez. O país asiático, primeiro epicentro da pandemia de Covid-19, passou a registrar números mais baixos de contágio nos últimos dias.

O número de casos do novo coronavírus na Itália aumentou de 41.035 para 47.021 em apenas um dia, o que representa aumento de 14,6%. A situação é mais crítica na Lombardia, no norte italiano, onde foram registradas 2.549 mortes e 22.264 casos.

G1

Desemprego na Alemanha pode subir de 90 mil para 3 milhões de pessoas por crise causada pela pandemia de coronavírus

Foto: © Reuters/Yves Herman/Direitos Reservados

O desemprego na Alemanha pode subir de 90 mil para 2,356 milhões de pessoas em 2020 se a crise causada pela pandemia de coronavírus for moderada. No entanto, o número de pessoas desempregadas poderá superar os 3 milhões se a crise for mais grave, Informou o instituto de pesquisa sobre o mercado de trabalho IAB (a sigla em alemão), em levantamento divulgado hoje (20).

De acordo com a pesquisa, o instituto acredita que a produção econômica do país recue 2% em 2020 como resultado da pandemia. As previsões são baseadas no pressuposto de que partes da economia serão efetivamente fechadas por seis semanas e que o retorno ao normal levará o mesmo tempo.

Agência Brasil, com Agência de notícias britânica

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fulgêncio disse:

    Culpa do Bolsonaro que não deu exemplo.
    AGORA JÁ PENSOU SE EU FOSSE NA ONDA DE DAR EXEMPLO DE PRESIDENTE??HOJE COM CERTEZA EU SERIA UM LADRÃO E UM CACHACEIRO.
    KKKKKKK

  2. Matematica disse:

    Aqui no Brasil, Paulo Guedes, afirmou q Brasil não crescera 2.5 por e sim perto de 2 por cento. Acredite quem quiser. Faz pelo menos 20 anos q ministro da economia/fazenda no Brasil so mentem em relacao a economia.

Com coronavírus, produtora pornô Brasileiras registra alta no número de assinantes

Foto: Ilustrativa

O Globo chama a atenção para um efeito menos comentado do isolamento provocado pela pandemia do novo coronavírus.

Segundo o jornal carioca, a produtora de vídeos pornô Brasileirinhas já registrou a segunda alta consecutiva no número de novas assinaturas.

“O boom foi na terça-feira, quando a alta foi de 70% em relação à semana passada. Normalmente, a gente recebe cerca de 300 novas assinaturas por dia. Na terça, foram mais de 600 e, na quarta, cerca de 500”, diz o CEO da empresa, Clayton Nunes.

Outros empreendedores do gênero tomaram decisões para colaborar com a quarentena. Na última quinta, por exemplo, o Pornhub anunciou a liberação de assinaturas premium para as pessoas que vivem na Itália.

Com isso, escreve O Globo, “os moradores que estão de quarentena terão acesso gratuito ao serviço durante este mês, para que tenham uma distração a mais enquanto estão presos em casa”.

Com O Globo e O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bruna disse:

    É a bronha institucionalizada…

  2. Zuza disse:

    Eita nós… Os caras vão alisar a madeira.

Itália passa a China em número de mortos por coronavírus

Foto: Filippo Venezia / EFE-EPA – 2.3.2020

As mortes por coronavírus na Itália chegaram a 3.405 hoje, 427 a mais que na quarta-feira (18), tornando este país o primeiro no mundo em número de mortes, à frente da China (3.245).

Atualmente, a Itália te 33.190 casos positivos. Outras 4.440 pessoas já foram curadas e dispensadas de tratamento, de acordo com o último balanço oferecido em uma conferência de imprensa do chefe da Proteção Civil, Angelo Borrelli.

A região da Lombardia registra 2.168 das vítimas e quase 20.000 de todos os casos positivos. A epidemia também está subindo rapidamente em Emília-Romanha, com 5.214 casos positivos e 531 mortes.

R7, com EFE

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro disse:

    Rirri, chora que dói menos asno da esquerda psicopata, ladra, o cavalo é de linhagem nobre, ao passo que o asno,, bem, o asno fedorento empurra fumo em vcs sempre.

  2. Rivanaldo disse:

    Último RELINCHO ouvido por aqui:

    Não pode falar vírus chinês mas pode falar gripe espanhola.

    A gripe ESPANHOLA começou nos ESTADOS UNIDOS, jumentada.

    • Chicão disse:

      Ainda bem que muitos que defendem essas teorias não estarão por aqui dentro de umas semanas, inclusive eu que não tenho interesse nessas tolices

Ministério da Saúde: número de suspeitos de coronavírus sobe para 72 no RN; aumento é de 118% em um dia

Foto: Getty Images

A Plataforma Integrada de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, com base em dados levantados até às 18h10 dessa terça-feira (17), informa que o número de casos suspeitos para o novo coronavírus no Rio Grande do Norte subiu para 72.

Segundo o levantamento divulgado nesta quarta-feira (18), o estado contabilizava 33 casos suspeitos há um dia – o que representa um aumento de 118% em relação ao último boletim.

Outros 21 casos que estavam sob investigação foram descartados. Até o momento, um caso da Covid-19 foi diagnosticado no RN, no dia 12 deste mês. A paciente é uma mulher de 24 anos com histórico de viagem à Europa e que já não apresenta mais os sintomas da doença.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ricardo disse:

    O que impressiona mesmo, e em demasia, é a quantidade de pessoas postando ou repostando vídeos e textos sobre o que intitulam de "alarde", "exagero", "agitação", em relação ao CORONAVIRUS, mesmo ocorrendo inúmeras mortes e com muita rapidez. Talvez estejam desconectadas da realidade ou alienadas de alguma forma. Sugiro que pesquisem e não tratem a questão com desdém, pois muitas famílias, nessa hora, não estão podendo sequer enterrar os seus entes queridos, devido ao alto poder de contágio da doença.

  2. Everton disse:

    E ainda tem gente que diz que as medidas dos governadores são "histéricas"

    • José claudio disse:

      Nosso país não tem estrutura de enfrentamento à uma pandemia nem de gripe, mas a culpa está em nível nacional deixava de atender as necessidades de nosso povo pra investir em outros países, copa mundo outro investimento desnecessário sem falar nos roubos aos cofres públicos, a atitude da governadora está certíssima

IBGE: Desemprego é de 11,2% e atinge 11,9 milhões de pessoas; informalidade cai e cresce emprego com carteira assinada

Foto: Getty Images

A taxa de desemprego no Brasil fechou em 11,2% no trimestre encerrado em janeiro. A população desocupada foi de 11,9 milhões de pessoas. Ainda no mesmo período, houve queda na informalidade cai e aumento do emprego com carteira assinada.

Os dados fazem parte da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua, divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A pesquisa não usa só os trimestres tradicionais, mas períodos móveis (como fevereiro, março e abril; março, abril e maio etc.).

A taxa de desocupação caiu para 11,2% no trimestre encerrado em janeiro, uma queda de 0,4 ponto percentual em relação ao trimestre anterior (de agosto a outubro de 2019), quando ficou em 11,6%. Em relação ao trimestre encerrado em janeiro de 2019, quando a taxa foi de 12,0%, houve queda de 0,8 ponto percentual.

O contingente de pessoas ocupadas (94,2 milhões) apresentou estabilidade em relação ao trimestre anterior. Porém, comparado ao mesmo período de um ano atrás, houve crescimento da ocupação, um adicional de 1.860 mil pessoas.

“O nível da ocupação, que mede o percentual de pessoas ocupadas em idade de trabalhar, manteve-se estável (54,8%) em relação ao trimestre antecedente, mas subiu em relação ao mesmo período do ano anterior, quando era estimado em 54,2%”, comenta a analista da PNAD Contínua, Adriana Beringuy.

Informalidade cai e cresce emprego com carteira assinada

A taxa de informalidade recuou de 41,2% no trimestre de agosto a outubro de 2019 para 40,7% no trimestre encerrado em janeiro de 2020.

Por outro lado, o número de empregados com carteira assinada subiu 1,5% em relação ao trimestre anterior, um acréscimo de 540 mil pessoas, e 2,6% frente ao mesmo período do ano anterior, um acréscimo de 845 mil pessoas.

Com UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ceará-Mundão disse:

    Quando até mesmo a Folha/UOL reconhece, é porque a coisa tem melhorado E MUITO. Imaginem se esse Congresso chantagista deixasse o homem trabalhar, fazer aquilo para que foi eleito. Estaríamos no paraíso. Com coronavírus e tudo.

  2. Gui Gui disse:

    Da lhe MITO!!

  3. Santos disse:

    Claro que aumenta! E num foi feito pra isso mesmo.
    Vc assina a carteira do camarada pra trabalhar 2 dias ou qdo precisar. Aí o trabalhador não vai ficar esperando neh, e assina outro contrato intermitente e assim um mesmo trabalhador tem 2 ou 3 assinaturas pra ao final do mês fechar 1 salário mínimo ou mais um pouco. Assim é óbvio que aumenta o número de carteiras assinadas, já a quantidade de empregos fica camuflada.
    Ná prárica nada mudou, quiçá melhorar!

  4. Ninguém disse:

    Acorda Noia,
    peitinho secou

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Secou o peitinho da turma que saiu, mas ele continua bem "cheinho" para a turma que entrou. E quem sustenta essa patifaria somos nós…

  5. Getro disse:

    A esquerda acabou com o país, para colocar nos trilhos outra vez é difícil…o homem de nove dedos tá praticando um terrorismo danado junto com sua quadrilha!!!!!

  6. José Bento Soares disse:

    Impeachment já!
    Como esse capitão sem condições para o cargo está tendo a irresponsabilidade de acabar com tudo que o governo na esquerda fez, diminuindo a taxa de desemprego de 13 milhões em 2016 para 11 milhões em 2020? Onde esse país vai? Que rumo estamos tomando? Não seremos mais a imagem da Venezuela? Não seremos uma nova Cuba? Quem esse capitãozinho do mato pensa que é?