Governo vai ao CNJ contra juiz que atacou Bolsonaro e ministros

Foto: Agência Brasil

O advogado-geral da União, André Mendonça, vai pedir ao CNJ a abertura de um processo administrativo disciplinar contra o juiz trabalhista Jeronimo Azambuja Neto, de São Paulo, informa Helena Mader na Crusoé.

Na decisão de um processo, ele usou termos pejorativos para se referir ao governo, a ministros e a Jair Bolsonaro.

Para André Mendonça, “o linguajar utilizado na sentença, característico de um militante partidário, não de um juiz, foge da técnica jurídica e claramente viola o Código de Ética da Magistratura”.

O Antagonista, com Crusoé

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. olho vivo disse:

    Muito pior é um juiz exercer sua profissão em conluio com uma das partes do processo. E mais, controlar as ações de promotores de justiça.

  2. Victor disse:

    So falou a verdade e uma merdocracia mesmo.

    • Bento disse:

      Muito deselegante para uma autoridade travestido de juiz.
      Sobra deselegância e falta autoridade.
      É partidário parcial e deve adorar corruptos como p mor cachaça

  3. Paulo cesar disse:

    protesto mesquinho contra o governo que acabou com os privilégios dos agentes públicos que recebem salários acima do teto constitucional, enquanto a maioria dos servidores publicos estao com salários atrasados…

  4. Joanilson disse:

    O juiz só falou verdades

  5. Zanoni disse:

    Sem domínio próprio, não deve continuar com julgador!

  6. Bolsominion disse:

    Merdocracia neoliberal neofacista. Descreveu muito bem o Brasil atual. 🎯

    • Seven disse:

      O ministério do trabalho pelo qual ele tem o privilégio de fazer parte é uma merdocracia de quê?

    • Marcelo disse:

      Não existe mais Ministério do Trabalho….. E o antigo MTE é do executivo, e o magistrado é do judiciário, são totalmente independentes……
      É bom comentar com propriedade.

COMENTE AQUI