Operação da Polícia Federal combate desvio de recursos no Fome Zero

A Polícia Federal realiza, nesta terça-feira, uma operação para combater o desvio de recursos de uma dos programas do Fome Zero, do governo federal. Serão cumpridos 11 mandados de prisão preventiva, 37 de busca e apreensão e 37 mandados de condução coercitiva em 15 municípios do Paraná, e também em Bauru, em São Paulo, e em Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul.

A operação, chamada de “Agro-Fantasma”, revela um esquema de desvio de recursos públicos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que fazia parte do Fome Zero, da ação de compra direta da agricultura familiar com doação simultânea. Os valores desviados eram repassados pela Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) a associações e cooperativas rurais.

Entre as irregularidades constatadas pela PF estão participantes entregando menos produtos do que os que constam nos relatórios de entrega, notas fiscais de produtores rurais com dados falsos e sem conhecimento dos produtores rurais.

Foram investigados 22 programas, dos anos de 2009 a 2013, nos municípios paranaenses de Guarapuava, Foz do Jordão, Honório Serpa, Candói, Ponta Grossa, Irati, Rebouças, Teixeira Soares, Inácio Martins, Fernandes Pinheiro, Itapejara D’Oeste, Goioxim, Pinhão e Querência do Norte.

Segundo a Polícia Federal, em todos os programas investigados foram encontradas evidências de desvio de recursos.

O Globo