Salão Rota 101 Nordeste reúne oito mil visitantes

O Salão de Turismo Rota 101 Nordeste, realizado de quinta-feira a sábado da semana passada, em Natal, recebeu cerca de oito mil visitantes. Quase cinco mil crachás foram distribuídos entre expositores (128 estandes) e profissionais de Turismo (operadores, agentes de viagem, hoteleiros e jornalistas, em geral) e em torno de três mil para o público final.

Estiveram no Salão cerca de 500 agentes de viagem e operadores de Turismo. Foram 308 agentes visitantes (Paraíba, Pernambuco e Alagoas), que vieram em caravanas (sete ônibus) das operadoras CVC, Trend, Tambaú e Maxtour, além de 21 agentes de viagem do interior do Rio Grande do Norte, convidados da Foco Operadora, e 54 agentes de viagem de Natal.

Em nível nacional, o Salão credenciou 72 operadores e agentes de viagem. As oito capacitações de destinos e produtos turísticos, realizadas em dois dias do Salão (no primeiro dia não houve treinamento), motivaram a presença de cerca de quase 300 agentes de viagem. Da imprensa regional, dos três estados do Nordeste visitantes, vieram 29 jornalistas convidados. Da imprensa nacional, sete profissionais. Do Rio Grande do Norte (capital e interior) foram credenciados 66 jornalistas.

Ainda de acordo com os organizadores do evento, foram comercializadas quase 1.400 refeições típicas nos espaços do RN, PB, PE e AL no Salão Gastronômico, durante os três dias. O Salão do Artesanato também gerou bom movimento de vendas, porém os números finais não foram repassados pelos Estados. No palco principal do evento houve 12 apresentações culturais (quatro atrações por dia). Já o Encontro de Prefeitos e Gestores de Turismo da Rota 101 Nordeste, realizado na sexta-feira (5), contou com a participação de cerca de cem pessoas no auditório.

O Salão de Turismo Rota 101 Nordeste é uma promoção dos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco, além da prefeitura de Maceió. Conta com o patrocínio da CVC, Sebrae e Banco do Nordeste. A organização é das empresas Espacial Eventos e Argus Eventos de Turismo, sediadas em Natal.

X Exame de Ordem Unificado: confira o resultado preliminar

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou a relação com os nomes dos aprovados na prova prático-profissional (segunda fase) do X Exame de Ordem Unificado. No Rio Grando do Norte foram aprovados 472 candidatos.

A partir das 12h do dia 10 de julho inicia-se o prazo para o candidato que desejar interpor recurso do resultado preliminar. Tal prazo encerra-se às 12h do dia 13 de julho deste ano, conforme o edital de abertura.

A divulgação do resultado final da 2ª fase está prevista para o dia 26 de julho de 2013.

Clique aqui e confira a lista dos aprovados da Seccional Potiguar 

 

Sesap monitora implantação do Provab em municípios do RN

No Rio Grande do Norte a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) coordena a implantação do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab) em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN). O Provab foi lançado pelo Ministério da Saúde com o objetivo de levar profissionais de saúde para localidades com maior carência deste serviço.

No RN o déficit de médicos para compor a totalidade das equipes de saúde da família é de 422 profissionais. “O Estado tem direito a compor 1.333 equipes de saúde da família e atualmente possui 911 equipes implantadas. Antes do Provab  havia apenas 658 equipes implantadas, por isso o Programa vem preencher os vazios assistenciais nos municípios que um dia já tiveram equipe de saúde da família e que por algum motivo estas equipes estão atualmente com carência de profissionais”, explica Uiacy Alencar, coordenadora do Programa no RN.

Atualmente o Rio Grande do Norte possui 143 médicos que aderiram ao Provab e atuam em 45 municípios. “Se lembrarmos que em 2012 o nosso Estado teve apenas dois municípios e seis médicos que aderiram ao Programa podemos perceber o grande avanço obtido”, reforça a Coordenadora. O município de Natal foi beneficiado com a adesão de 62 profissionais. (mais…)

Secretaria da Educação anuncia mudanças na jornada de trabalho dos professores

A Secretaria de Estado da Educação está se adequando à nova legislação federal que trata da jornada de trabalho dos professores da Educação Básica. Apesar da Lei Nº 11.738 ter sido criada em 2008, as novas regras só foram consideradas válidas no início de 2013, quando o Supremo Tribunal Federal encerrou o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade Nº 4.167, sobre o terço da hora atividade.

Até a definição da lei federal, vigorava o que estabelece o Plano de Cargos e Carreiras do Magistério Estadual, segundo o qual, da jornada de 30 horas semanais do professor, 24 seriam para atividades em sala de aula e 6 horas seriam destinadas para atividades de planejamento. Com a nova lei, um terço da jornada de trabalho deve ser destinada ao planejamento, logo, os professores da rede estadual teriam 20 horas em sala de aula e 10 horas para planejamento. (mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ismael disse:

    É isso que justifica as cotas. Pouca aula. Paguem melhor e exijam mais.E

  2. eduardo disse:

    Isso é uma absurdo!
    Uma carga horária de 1/3 para planejamento, ferias de 3 meses por ano e ainda vivem fazendo greve.
    O funcionalismo público é um câncer tão grande ou maior do que os políticos

    • Renato Martins disse:

      Nos IFs a carga horária do professor é bem menor, a remuneração é maior, além de o professor ter mais tempo para planejar suas atividades e desenvolver uma prática educacional de qualidade. Não é à toa queos IFs mesmo sendo públicos detêm os melhores resultados no ENEM e em vários outros exames. ABSURDO é ler comentários sem nexo de pessoas alienadas, que talvez sejam assim, por terem passado por uma educação tão precária que acabam colocando a culpa nos professores. ABSURDO é um salário de apenas R$1.500 reais para aqueles que se desdobram para lecionar em escolas sem o mínimo de estrutura. Que tipo de aluno sai do ensino médio??? Estamos formando uma geração de ANALFABETOS FUNCIONAIS. Mas de quem é a culpa? MUITAS pessoas desinformadas alegam que a culpa é dos professores. A esses faço-lhes um desafio: trabalhe por um ano recebendo o que um professor recebe e nas condições em que as escolas públicas se encontram que eu tenho certeza que rapidinho decidirão fazer greve. Nunca ouvi dizer que escola pública têm direito a 3 meses de férias; não sei em que planeta isso acontece. Mesmo assim, defendo quem luta pelos seus direitos, por mais que seja fazendo greve, até assim fica difícil conseguir melhorias em vários setores com esse GOVERNO PODRE!!!

    • Paulo disse:

      Vc tá fazendo comentário sem ter um minimo de conhecimento sobre o caso. O PROFESSOR, não tem 3 férias durante o ano. Ganha mal, tem uma carga horária estressante, lida com jovens muitas das vezes desajustados que nem os pais dão jeito, entre tantos outros fatores. Esse 1/3 é para o professor tentar melhorar ainda mais o seu planejamento de aula, acredito que são poucos os profissionais que trabalham além dos dias normais, fora de sua carga horária. O professor não tem dia, e nem horário, pois temos sempre atividades da escola para colocar em dia ( correção, provas, cardenetas, preparar aulas etc). Prá completar ganhamos um dos piores salário de nível superior do pais, e de pessoas como vc com essa visão que a educação não anda. Asssista mais Tv e pesquise mais a fundo sobre a EDUCAÇÂO NO BRASIL, que o problema é outro e não o PROFESSOR que tá fazendo a sua parte EDUCANDO SEU FILHO ok EDUADO.

Servidores da saúde param nesta quinta-feira e fazem protesto no Walfredo Gurgel

Nesta quinta, 11 de julho, os hospitais e unidades do estado estarão paralisados. Em cada setor, apenas 30% dos servidores permanecerão para garantir o funcionamento mínimo, exigido por lei. O sindicato colocará ônibus para trazer os trabalhadores até o Walfredo Gurgel, onde será feito um grande ato contra o caos na saúde pública, a partir das 9h.

A paralisação dos hospitais do estado foi decidida em assembleia geral, em 20 de junho, como uma advertência ao governo estadual. A pauta do governo foi entregue em 22 de maio, mas a primeira negociação só ocorreu 45 dias depois, apenas com o secretário de Saúde, sem a participação da Secretaria de Administração. “Recebemos o pior salário do SUS, trabalhamos sem condições e o governo trata os servidores com descaso. Na próxima assembleia vamos avaliar o indicativo de greve”, afirma Simone Dutra, coordenadora-geral do Sindsaúde.

Com a escolha do dia 11 como dia de greve e paralisações pela CSP-Conlutas e demais centrais sindicais, a paralisação têm ganhado mais força e se ampliado. Além dos hospitais estaduais, o Sindsaúde também está convocando a paralisação no município de Natal, inclusive para que todos participem do ato público. Os servidores estão há dois anos sem aumento e em campanha salarial desde abril.

Após o ato no Walfredo, os servidores sairão em uma coluna, usando coletes, para se unir à passeata das centrais, no cruzamento da Bernardo Vieira com a Salgado Filho. Além da pauta salarial e reivindicações das centrais, os servidores também protestam contra o ato médico, exigindo que Dilma vete o projeto.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. kelson arruda disse:

    Taí uma greve justa.Os servidores(enfermeiros,bioquímicos,assistentes sociais,nutricionistas,farmacêuticos, dentistas e outros) estão com os salários totalmente corroídos pela inflação e o governo,que vem gastando quase um bilhão de reais no arena das dunas(futuro elefante branco), vem sempre com a mentira da falta de dinheiro.

Jader Barbalho terá que devolver R$ 2,23 milhões à União

A Justiça Federal no Tocantins condenou o senador Jader Barbalho (PMDB-PA) a ressarcir a União em R$ 2,23 milhões, por apropriação de verbas públicas federais.

De acordo com a sentença proferida pelo juiz titular da 2ª Vara da Seção Judiciária do Tocantins, Waldemar Cláudio de Carvalho, o senador foi condenado por desviar verbas do Fundo de Investimentos da Amazônia (FINAM) da antiga Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (SUDAM) destinadas à empresa Imperador Agroindustrial de Cereais S/A, que fica em Cristalândia, no Tocantins.

A sentença também condena outras dez pessoas a reaverem R$ 11 milhões aos cofres públicos. O magistrado manteve, também, a indisponibilidade dos bens dos condenados.

A ação civil pública é a nº 2007.43.00.003001-9.

Líderes partidários afirmam que plebiscito não vai valer para eleições de 2014

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, afirmou hoje (9) que a maioria dos líderes partidários descartou a possibilidade de aprovação de uma reforma política válida para as eleições de 2014. Segundo ele, não há tempo suficiente para a votação das novas regras, já que qualquer mudança no sistema eleitoral deve ser aprovada até um ano antes do pleito – ou seja, até outubro deste ano.

O anúncio foi feito no início da tarde desta terça-feira, após reunião de lideranças na Câmara. Após o encontro, Henrique Alves também afirmou que a maioria dos partidos defende a realização de um referendo sobre um projeto de reforma política aprovado pelo Congresso, em vez do plebiscito proposto pelo governo. Para tanto, ele deverá criar ainda hoje um grupo de trabalho com o objetivo de elaborar a proposta, que deverá ser votada pelo Plenário em até 90 dias.

Os integrantes do grupo serão anunciados pelo presidente da Câmara até o final do dia. O prazo de 90 dias para realização de audiências públicas e votação da proposta, segundo Alves, é improrrogável. “O povo brasileiro quer a modernização das relações políticas e eleitorais. Esta Casa já deveria ter votado essas mudanças, e agora terá de cumprir essa sua responsabilidade”, disse.

Com informações da Agência Câmara

MP do Rio de Janeiro impetra ação contra transferência de gastos da Jornada Mundial da Juventude

jornadaA promotora Madalena Junqueira Ayres vai anunciar uma ação contra a transferência de gastos da Jornada Mundial da Juventude para a prefeitura do Rio de Janeiro.

O caso começou quando os organizadores da Jornada entraram com um pedido junto à prefeitura carioca para arcar toda estrutura de atendimento médico do evento, com postos de atendimento, médicos e ambulâncias. No dia 1º de julho, o Diário Oficial do Rio de janeiro trouxe a publicação de um aviso de licitação de 7,8 milhões de reais para o atendimento de saúde do evento, que é privado.

De acordo com o texto do Diário, os recursos seriam para implantação de unidades de atendimento pré-hospitalar nos atos centrais da jornada (a via-sacra, em Copacabana, e a missa de encerramento no Campus Fidei, em Guaratiba) e no Ângelus, na Glória. Ainda de acordo com o texto, a data do pregão presencial acontece no próximo dia 12, dez dias antes da chegada do papa Francisco ao Rio.

diario

Fontes ligadas à organização da JMJ afirmaram ao site de Veja que a Igreja e a DreamFactory, empresa contratada para organizar o encontro, não conseguiram encaixar os custos de saúde no orçamento estabelecido para a visita do papa Francisco. De acordo com matéria da Veja, o município informou oficialmente que “assumiu a parte médica por ter mais experiência em eventos complexos e de grande porte”.

Ministério Público do Estado do Rio de janeiro instaurou em maio um inquérito civil público para apurar problemas na organização do atendimento médico aos fiéis – uma das falhas apontadas pelos promotores foi a contratação da empresa sem a documentação exigida pela Vigilância Sanitária Municipal. O MP também exigia a disponibilização de um helicóptero no Campus Fidei, em Guaratiba, para emergências.

Com informações da Veja

Comissão de Assuntos Econômicos aprova regras para participação popular na elaboração do Orçamento

A Comissão de Assuntos Econômicos aprovou, nesta terça-feira (9), a proposta do senador Pedro Simon (PMDB-RS), que obriga os poderes Executivo e Legislativo a promoverem e incentivarem a participação dos cidadãos na elaboração, aprovação e controle da execução do plano plurianual, da lei de diretrizes orçamentárias e do orçamento anual.

O projeto (PLS 171/2005) prevê a realização de audiências públicas, precedidas de ampla divulgação, e a recepção, para análise, de propostas de iniciativa popular. A lei de Responsabilidade Fiscal (Lei 101/2000), que deverá ser alterada de acordo com a proposição aprovada, contempla a realização de audiências públicas, mas não a análise de propostas de iniciativa popular.

Na justificação do projeto, Pedro Simon destacou que “a Constituição Federal, em vários dispositivos, faz o chamamento à participação direta da cidadania no processo decisório”. Segundo o senador, “na trilha aberta pela Constituição Federal, compete aos administradores públicos e, muito especialmente, ao segmento político ampliar o envolvimento da sociedade na condução dos negócios públicos e criar novos instrumentos de participação”.

De acordo com informações da Agência Senado, a matéria seguirá para análise do Plenário.

Ex-prefeito de Baía Formosa/RN é condenado a cinco anos por desvio de verbas

Uma denúncia do Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) resultou na condenação do ex-prefeito de Baía Formosa, Samuel Monteiro da Cruz, a uma pena de cinco anos em regime inicialmente semiaberto, por desvio de verbas públicas. Samuel poderá ainda tornar-se inelegível pelo prazo de até oito anos após o cumprimento da pena, caso a sentença seja confirmada por tribunal, e também inabilitado para o exercício de cargo ou função pública pelo período de cinco anos, após o trânsito em julgado.

De acordo com o MPF/RN, R$ 598.565,36 em recursos federais foram repassados pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa) para a Prefeitura de Baía Formosa, dentro do Convênio 3.004/2001, entre julho de 2002 e novembro de 2004. O objetivo era a instalação de melhorias sanitárias domiciliares na zona rural e urbana do município, orçadas em R$ 630.068,80, incluindo a construção de 236 banheiros com reservatórios elevados, 113 com reservatórios apoiados, 257 melhorias parciais (conjunto de pia, tanque de lavar roupa e reservatório) e uma oficina de saneamento.

Uma vistoria realizada pela Funasa em outubro de 2005 constatou que das 607 unidades previstas, somente 210 foram executadas, ainda assim de má qualidade e incapazes de garantir o adequado uso pela população, não atendendo às especificações técnicas previstas no plano de trabalho. O MPF concluiu, através das evidências colhidas, que pelo menos 69% da totalidade dos recursos liberados foram desviados pelo denunciado.

“Com efeito, coube ao acusado, enquanto prefeito do Município de Baía Formosa/RN, à época da celebração e execução do convênio e, portanto, ordenador de despesas, determinar o pagamento integral dos serviços prestados pela empresa contratada, que ultrapassaram o montante de R$ 600.000, o que foi feito mesmo com a ciência de que a obra não estava sendo devidamente executada”, destacou o juiz federal Francisco Eduardo Guimarães Farias, autor da sentença.

Uma ação civil pública também impetrada pelo MPF (0010906-78.2009.4.05.8400), e tratando do mesmo fato, apurou a responsabilidade civil do ex-prefeito e resultou na condenação de Samuel Monteiro ao ressarcimento de R$ 1.319.965,91 aos cofres da Funasa, valor já corrigido. O ex-prefeito recorreu da decisão.

Com informações do MPF/RN

Governo brasileiro recupera US$ 4,7 milhões desviados por Nicolau dos Santos Neto

O governo brasileiro recuperou parte dos recursos públicos desviados pelo juiz aposentado Nicolau dos Santos Neto, depositados em bancos suíços.

De acordo com o Ministério da Justiça, foram repatriados 4,7 milhões de dólares, o que corresponde a R$ 10,7 milhões. Os recursos são oriundos de corrupção e do desvio de R$ 169 milhões da construção do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região de São Paulo, na década de 1990.

O valor será transferido para a conta única do Tesouro Nacional. Segundo o Ministério da Justiça, esse é o maior valor já repatriado pelo Brail. Foram 13 anos de negociações entre o ministério e a Advocacia-Geral da União (AGU) com o governo suíço.

Segundo informações da Agência Brasil, o ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, concederá coletiva para detalhar o assunto e, para ele, a ação é “um marco na atuação conjunta de órgãos do governo brasileiro no combate à corrupção e ao crime transnacional e representou um avanço na cooperação jurídica dos dois países”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Armando Carneiro disse:

    Parabéns ao MPF, que deu início há mais de dez anos a esta importante ação.

Dominguinhos volta para UTI do Hospital Sírio-Libanês em estado grave

dominguinhosCom quadro de arritmia cardíaca, oscilação de pressão arterial e infecção respiratória, o músico Dominguinhos, de 72 anos, voltou para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês. Ele está internado desde janeiro, quando foi transferido do Hospital Santa Joana, no Recife. O cantor e sanfoneiro está respirando com auxílio de aparelhos e o quadro geral é considerado grave.

De acordo com o boletim médico divulgado no último domingo (7), a transferência ocorreu no dia 1º deste mês. Segundo informações da Agência Brasil, a internação ocorre por complicações decorrentes de um câncer de pulmão. Em dezembro do ano passado, o artista teve várias paradas cardíacas e foi hospitalizado com quadro de arritmia e infecção respiratória na capital pernambucana. A transferência para São Paulo foi feita no dia 13 de janeiro.

O compositor, sanfoneiro e cantor José Domingos de Moraes nasceu em Garanhuns, em Pernambuco, e passou mal poucos dias após um show em homenagem a Luiz Gonzaga, na cidade de Exu, no dia 13 de dezembro. Foi do Rei do Baião que Dominguinhos ganhou, ainda criança, uma sanfona e o nome artístico.

Comissão de Educação vai debater sistema de escolha de diretores escolares

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) aprovou, nesta terça-feira (9), a realização de audiência pública para que os senadores debatam o atual processo de escolha de diretores das escolas públicas no país.

De acordo com a Agência senado, o pedido foi feito senadora Kátia Abreu (PSD-TO), que destacou o fato de a maioria dos diretores ocuparem seus cargos a partir de indicações políticas. Na opinião da parlamentar, critérios técnicos precisam ser estudados, assim como instrumentos de valorização do mérito profissional.

A audiência deve ser realizada após o recesso parlamentar de julho, com a participação de especialistas e autoridades da área da educação.

Rosalba defende que médico recém-formado atue no SUS

Faltou apenas o governo aumentar o repasse per capita da área de saúde para o programa ‘Mais Médicos para o Brasil’ ficar completo”, disse a governadora Rosalba Ciarlini logo após participar, no Palácio do Planalto, da solenidade de lançamento do programa que pretende aumentar a presença de médicos no interior do País. A governadora defendeu a liberação de recursos para reformar, ampliar e equipar os hospitais públicos.

A Assessoria de Imprensa de Rosalba informa que a governadora também concorda com a decisão do governo federal de aumentar a duração do curso de Medicina. “Acho muito justo aumentar em dois anos o período curso de medicina e tornar obrigatório o recém-formado trabalhar em unidades de saúde do SUS”. Ao fixar os recém-formados no interior, disse a governadora, “você terá mais médicos para saúde da família.”

O programa “Mais Médicos para o Brasil” pretende ampliar, a partir de 2015, de 6 para 8 anos a duração do curso de Medicina e, com isso, atrair profissionais para municípios que se ressentem de atendimento.

Cerca de 628 servidores do executivo poderão ter seus salários reduzidos

“Não existe direito adquirido acima do Direito. Para ter direito é preciso ter uma situação licita. No caso do poder executivo estadual o que houve foi uma omissão do poder público em relação ao abate teto, lei em vigor desde 1998”.

A explicação é do procurador geral do Ministério Público junto ao TCE, Luciano Ramos, justificando o pedido cautelar pleiteado pelo MPjTCE ao Pleno do Tribunal de Contas, determinando o parâmetro a ser utilizado como limite máximo da remuneração dos servidores públicos estaduais, assim como a redução dos vencimentos a quem estiver com salario a maior do que o estabelecido pela Legislação.

O pedido foi acatado, definindo-se o subsídio de Desembargador do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, o equivalente a R$ 25.323,50, ou seja, 90,25% da remuneração do Ministro do STF, como valor máximo a ser pago na esfera do poder executivo estadual. O voto foi relatado pelo conselheiro Francisco Potiguar Cavalcanti Junior, que fez oito recomendações ao Secretário da Administração e dos Recursos Humanos (SEARH), entre elas, a que procede a revisão na remuneração dos servidores que estão percebendo acima do teto estabelecido. Para isso, foi concedido o prazo de 90 dias para a conclusão dos processos individualizados.

Segundo Luciano Ramos, em março último, data em que o pedido cautelar foi efetivado, fora identificado 628 servidores percebendo acima do teto, determinando-se a Secretaria de administração que procedesse a instauração e conclusão dos processos administrativos, efetuando-se o levantamento de cada situação, dando oportunidade de ampla defesa e do contraditório, averiguando-se os casos de excepcionalidade, além da aplicação do abate teto. O procurador geral enfatizou a necessária atuação do TCE “para que se evite a perpetuação da prática de ato lesivo ao erário. De acordo com levantamento do MPjTCE, somente com a regularização dos casos levantados, haverá uma economia mensal de R$ 3 milhões, o que representa algo em torno de R$ 39 milhões ao longo do ano.

Por fim, o procurador Luciano Ramos lembra que, após o prazo de noventa dias, caso a Secretaria de administração não tiver executado as ações determinadas pelo TCE, o ordenador da despesa poderá ser responsabilizado por dano ao erário.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciana Morais Gama disse:

    Parabens Dr. Luciano Ramos, porem ainda falta muita gente .Eh esse pessoal que classifico de MARAJA DO SERVIÇO PUBLICO.

CBTU se reúne com secretarias do município de Natal para tratar do projeto VLT para a RMN

Devido a aproximação da data de entrega dos Veículos Leves Sobre Trilhos em Natal, a CBTU vem se reunindo com órgãos ligados a mobilidade da RMN, para que a modernização do transporte de passageiros sobre trilhos possa ser discutida democraticamente e implementada com a maior eficácia possível.

Desta vez, a Equipe Técnica da CBTU se reuniu, nesta segunda, 08, com representantes das secretarias municipais de Natal para discutir o andamento do Projeto VLT que a CBTU vai apresentar nos próximos dias á população. A Secretária Elequicina Maria dos Santos e seu adjunto, Clodoaldo Trindade, responderam pela Secretaria de Mobilidade Urbana – SEMOB. A Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico – SETURDE, foi representada por Marcelo Faria e a Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo – SEMURB, pela arquiteta Marie Floresie.

Na ocasião, a coordenadora do Projeto, Dulce Albuquerque apresentou a proposta da CBTU aos gestores e técnicos municipais, demonstrado ainda as intenções da Companhia no processo de modernização do sistema férreo da cidade, apresentado as ações a serem executadas pela Superintendência de Trens Urbanos, em conjunto com os órgãos parceiros, a fim de que se obtenha êxito no projeto que traz parte da solução para a mobilidade da RMN.

O superintendente da CBTU, o engenheiro João Maria Cavalcanti, ponderou que a reunião com as demais secretarias tem um elevado grau de importância, pois dará mais celeridade ao processo, permitindo que as decisões sejam tomadas em conjunto. “Os resultados que estão sendo gerados superam as nossas expectativas. Iniciamos o diálogo com a SEMOB, mas a temática é tão relevante, que neste encontro, tivemos a presença da SEMURB e SETURDE. Esperamos que mais órgãos se juntem a CBTU nessa discussão importante para a população”, afirmou.

Ao final da reunião, a Secretária Elequicina Santos propôs um trecho a ser atendido pelo VLT, que foi consenso entre todos. Entretanto, outras alternativas  poderão ser estudadas no futuro para evitar qualquer tipo de indenização de imóveis que venham atrasar a implantação da ampliação do Sistema.