Leandro Campos fatura título do Campeonato Cearense

O ex-técnico do ABC, Leandro Campos, faturou mais um título estadual. Neste domingo, sua atual equipe, o Ceará, conquistou o Campeonato Cearense após empatar em 1 a 1 com o Guarany, na Arena Castelão. Foi o mesmo resultado da partida de ida, mas o alvinegro cearense ficou com a taça por ter feito melhor campanha.

Foi o terceiro título estadual de LC nos últimos quatro anos. Em 2010 e 2011, ele foi bicampeão potiguar com o ABC. No ano passado, ele perdeu  o Estadual, de novo com o ABC, para o América.

Estratégia de Roberto Fernandes irritou Leandro Campos novamente

Antes da vitória do Joinville sobre o América, nesta terça-feira, em Santa Catarina, o técnico Robertou Fernandes tentou usar a mesma tática que irritou o técnico Leandro Campos (ex-ABC) no Campeonato Potiguar.

Uma escalação diferente foi passada antes do início da partida. Vale lembrar que Roberto Fernandes quebrou uma invencibilidade do ex-treinador do ABC em Clássicos-Reis de mais de dois anos. Na disputa do Estaudal o treinador rubro venceu quatro clássicos seguidos e, de quebra, irritava o técnico alvinegro com as mudanças na lista da escalação divulgada.

Na noite de ontem, Leandro Campos novamente ficou irratado com a tática do adversário. Infelizmente, para o torcedor do América, a tática dessa vez não funcionou muito bem.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Paulo disse:

     Esse Roberto Fernandes é treinador de time de várzea mesmo, não é de se estranhar que tenha dado tão certo no américa

Leandro Campos, você não é Vicente Farache…

O técnico Leandro Campos é um vitorioso no ABC, já falei sobre isso aqui. Em outros clubes ele já teve passagens complicadas.

Leandro Campos teve no ABC o que nenhum outro técnico teve. A diretoria trabalhou para ele, deu condições de trabalho que nunca um outro profissional teve. O trabalho dele deu resultados.

O cara ganhou quase tudo e essas vitórias levaram o professor a se achar maior do que o clube. Não estou dizendo por achar ou por achismo. Estou dizendo isso por conhecimento de causa.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Humberto disse:

    Há, ao meu ver um conflito entre direitos fundamentais: o de Leandro de não querer mais ser entrevistado pelo jornalista, e de outro lado, a liberdade de imprensa de Gabriel Negreiros. Ora, atitudes como essa do respeitável treinador nos levam a retroceder a época da ditadura!!!!! No entanto, acho que não se deve querer puni-lo e sim, buscar resolver essa situação de maneira amigável, tendo em vista que o ABC é muito maior que isso, consoante afirmaram os colegas!

  2. Expedito disse:

    Gostaria de emitir minha opinião a respeito desse assunto, diante mão quero frisar que não estou defendendo A ou B, independente de quem seja, mas uma coisa me indigna, me respondam uma coisa, o fato do cidadão ser repórter o torna intocável? ele pode tudo em nome da realização de um trabalho? estou perguntando porque não entendo bem essa relação. Porque o cidadão, por ser repórter, pode, não estou dizendo que é o caso, entrar num ambiente restrito a algumas pessoas, ou seja, pessoas com relevantes interesses ao assunto, e insatisfeito com esse privilégio, sabedor do clima tenso existente ali, se acha no direito de provocar alguém? e pior, fica magoado quando é contrariado, e os seus pares, por corporativismo, também se magoam e vociferam cobras e lagartos contra quem foi provocado, contra quem estava no seu trabalho tentando encontrar uma forma de sanar vários problemas diagnosticados e elencados por essas mesmas pessoas, porque só uma categoria tem direito a produzir seu trabalho sem ser incomodado, aos repórteres tudo, as demais categorias, por mais pressionados que estejam tem que ser compreensíveis e mesmo diante de um fato que pode ser interpretado como provocativo tem que manter a postura e sorrir ao algoz, ou seja, oferecer a outra face. Queria ver essas pessoas na situação inversa.

  3. César Silva disse:

    Certo o Prof Leandro Campos. Ele está desenvolvendo o seu trabalho com seriedade, o jornalista vem com perguntinhas futriqueiras… Sem gracinhas senhores "jornalistas". Todos sabemos dos "jabas" , afirmadas por um conhecido dirigente. O prof LC tem mais de 80% de aprovação da torcida. Pra ter audiência é necessário trabalho e seriedade. Palhaçada é no Tihany!

    • bruno disse:

      Amigo César. Ninguem falou que o Professor não é serio. A crítica nesse caso foi a atitude dele. Não responder é um direito que ele tem. Agora exigir a retirada de um profissional é totalmente diferente, independente se tem razão ou não!!! Sobre "jabas" companheiro, não coloque todos na mesma vala não que esse Blog por exemplo tem horror a essa palavra!!
      Abraços

  4. Eduardo disse:

    Não estou por dentro do assunto, mas a imprensa local precisa se adequar e até se profissionalizar no âmbito de separar as paixões por seus clubes, como também por seus desafetos pessoais. E por fim deixar de ser bairrista. Deixem isso para os pernambucanos e para os cearences. Vamos deixar de futricas e levar o ABC para a série A. Estamos caminhando bem.

  5. vagner cavalcanti disse:

    Isso é pergunta que se faça num intervalo de um jogo daquele,pegou o cara de cabeça quente e olhe o que deu,esse Gabriel Negreiros não e flôr que se cheire não,lembram da derrota do ABC em santa cruz?sabe o que ele fez após o termino do jogo?ficou debochando a derrota do ABC,não foi ninguém que me disse não,eu vi com meus proprios olhos no alambrado do estádio,ele deu sorte pq tinha uma grande torcida querendo ver ele após aquele jogo,acho que todo mundo têm sua preferência de clube mas sabe separar o trabalho e emoção.será que só leandro está errado agora BG publique essa noticia.

  6. PEDRO disse:

    Um Dia desses você estava trocando farpas com o Gabriel… já mudou??

    • bruno disse:

      Caro Pedro, a questão não é essa. Posso não concordar com quem quer que seja independente de opinião A ou B. A questão é outra, a questão é a liberdade de imprensa, é vc ter o seu direito proibido, é vc não pode exercer a função para que vc é pago porque alguem não gostou do que vc disse. Isso é muito pequeno. Espero que vc compreenda!!

    • Compreendido Bruno..
      Abraços

  7. Carlos Carpeggiany disse:

    Eu particulamente concordo com vc! meu maior medo é que gere uma crise enterna, pois a emily e outros do departamento do ABC também reprovaram a aitudo do treinador, dai como ele é temperamental isso pode dar em uma coisa pior, e na minha modesta opinião, uma saida de LC hoje do abc quém perderia mais é o clube, pois como vc mesmo falou, o cara tem o grupo na mão e todos os jogadores veia com aval dele, só isso me da medo, mas vamos que vamos, acima de tudo sou ABC e meu amor é pelo clube e não por gestoes passageiras..abraço

  8. Borges Neto disse:

    Lamentável sob todos os aspectos a reprovável atitude de Leandro Campos contra Gabriel Negreiros, que é um jornalista/radialista educado, tranquilo e o que é melhor para que o acompanha: fala e escreve bem. E o pior é que foi por causa de um jogador que a torcida não tolera: Malaquias. Que até agora não justificou em um jogo sequer sua contratação, mas que foi indicação do treinador. O jornalista fez uma pergunta simples, LC não respondeu e ao final do jogo pediu a retirada de GN da sala de imprensa. Não teve humildade para dizer que tinha errado ao escalar um jogador que não atende as expectativas do time, da torcida, da imprensa e ainda por cima ontem estava com enjoo, náuseas, diarreias e vômitos. Saiu sob vaias aos 20 minutos do 1º tempo. Espero que o "professor" LC, hoje de cabeça fria, saiba reconhecer o erro e peça desculpas públicas a GN. Parabéns aos jornalistas, radialistas, blogueiros e órgãos da imprensa que ficaram solidários a Gabriel Negreiros.

  9. O Leandro Campos, nesse caso específico, pode até ter sido arrogante, mas a imprensa do RN é uma piada. Nunca apoiou Leandro Campos, apesar de ser o melhor treinador que passou por esse estado, mas não fala asneira nem amenidades como os jornalistas daqui falam ou fica dando "trela" pra perguntas infantis, aí por isso muitos o acha arrogante. Quem precisa fazer uma reciclagem, ou melhor, estudar e aprender é a imprensa daqui, pra poder saber falar e se posicionar com mais qualidade. Terminando, quero dizer que o ABC com um plantel reduzido e barato desde a primeira rodado está sempre entre os seis primeiros colocados e os "jornalistas" daqui ainda acham pouco quando empata em casa, como se o Barcelona nunca tivesse perdido ou empatado em casa.

O caminho de Leandro Campos

Leandro Campos no período de 14 meses a frente do ABC se tornou o técnico mais vitorioso do clube. Não pela quantidade, mas pela importância dos títulos e dos resultados. Leandro foi bicampeão potiguar, vice da Copa do Nordeste, conseguiu o acesso para a Serie B e de quebra deu a uma equipe do Rio Grande do Norte o primeiro titulo Brasileiro. Os números, as estatísticas do técnico a frente do ABC são impressionantes, seu aproveitamento é de  tirar o chapéu.

Mas não são por esses numeros que não podemos fazer uma critica mais apurada. Vejam que  em todas as competições que o professor dirigiu o ABC, tirando o estadual 2010, o time  tinha um elenco mais forte do que os adversários. No estadual deste ano nem se fala, a superioridade alvinegra frente aos adversários, seja financeira ou tecnicamente era colossal. Nenhum técnico na história do ABC teve, e tem  as condições de trabalho dele, nenhum técnico no ABC teve a liberdade e a estrutura de uma departamento de futebol trabalhando para ele como atualmente. O planejamento do futebol alvinegro é tão grande que até viagens no estadual para cidades como Pau dos Ferros e Mossoró são feitas com antecedências de um dia para não cansar o elenco. A base do elenco de 2010 foi praticamente toda renovada por indicação do treinador, quase todos os reforços do primeiro semestre foram indicações do treinador, e o ABC conta hoje com um sistema de premiação que são poucos clubes no Nordeste que tem. Só na serie C do ano passado o clube pagou mais de meio milhão de reais  de premiação.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José A Fernandes disse:

    Leandro Campos é o menos culpado pelo jogo contra o Salgueiro. O ABC quando perdeu R Oliveira, levou uma cacetada do Santa Cruz (4×0). Restabeleceu-se com atuações de Basílio, colocando ordem no meio de campo. Contra o Salgueiro, com a saída de Basílio, o time perdeu o controle do meio de campo e não conseguia trocar 3 passes. Todo segundo tempo, foram chutões dos zagueiros e o Salgueiro cresceu. O meio de campo do ABC sem R Oliveira ou Basílio é uma lástima; se não cuidar será rebaixado e Leandro Campos, crucificado pelos Pilatos ABCdistas!!

  2. PERFEITA SUA ANÁLISE, SEM REPAROS. O TIME NÃO CRIA OPORTUNIDADES DE GOLS E O TÉCNICO SÓ FALA EM "ENCAIXE DA MARCAÇÃO".

  3. @borgesneto12 disse:

    BG, concordo com vc em gênero, número e grau. É triste jogar com times tecnicamente inferiores, caso do Bragantino e do Salgueiro, e só empatar. Deixamos escapar a liderança e por conseguinte uma alegria contagiante na torcida que poderia render bons frutos em termos de marketing e arrecadação. Agora é ganhar ou ganhar. Ou então, o professor vai ter que ser "remanejado" para outro clube.

  4. halisom de carvalho duarte disse:

    com toda certeza ele nao vai mudar o seu esquema de jogo ,o que acarretara a sua demissão logo logo.Esse e meu pensamento,e tem mais a diretoria do nosso clube tem que parar com isso de deixar o treina dor decidir tudo afinal ele também e um funcionário da empresa e deve aceitar as imposições da mesma.