Prazo de inscrição em Lista de Espera do SiSU 2020 vai até o dia 4 de fevereiro, lembra UERN

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, por meio da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PROEG/UERN), lembra aos candidatos inscritos no Sistema de Seleção Unificada (SiSU 2020), que o prazo de inscrição na Lista de Espera vai até 4 de fevereiro, pelo site do SiSU: sisu.mec.gov.br.

Na UERN, as vagas não preenchidas na Chamada Regular do SiSU 2020 serão ofertadas em edital de Segunda Chamada, previsto para ser publicado no dia 20 de março de 2020. Os candidatos devem fazer o acompanhamento das chamadas ao longo do ano, pelo site: uern.br/sisu.

CADASTRO – O prazo do Cadastro Institucional dos convocados na Chamada Regular do SiSU está aberto e segue nesta sexta-feira (31) e nos dias 5, 6 e 7 de fevereiro. Os horários e endereços para realização do Cadastro Institucional podem ser consultados no ANEXO III do Edital de Convocação, já a relação de documentos está no Anexo II.

O candidato aprovado na cota de Pessoa com Deficiência deverá submeter-se a uma perícia realizada por Junta Multiprofissional constituída por profissionais nomeados pela UERN. A perícia será realizada no período de 5 a 18 de fevereiro, às 18h, na Faculdade de Ciências da Saúde (FACS/UERN).

ProUni abre nesta quinta inscrições para lista de espera

O Programa Universidade para Todos (ProUni) abre nesta quinta-feira (7) as inscrições para a lista de espera. Aqueles que se inscreveram no programa, mas ainda não garantiram uma bolsa de estudos nas instituições particulares de ensino, devem manifestar seu interesse, na página do programa,até sexta-feira (8).

A lista de espera vale apenas para os cursos escolhidos na hora da inscrição. Cada participante pôde escolher até duas opções.

Podem participar da lista de espera apenas para a primeira opção de curso os estudantes que não foram selecionados na primeira, nem na segunda chamada regular do programa. Aqueles que foram selecionados na segunda opção de curso, mas cuja turma não foi formada, podem também se inscrever apenas para a primeira opção de curso.

Para a segunda opção de curso podem se inscrever na lista de espera apenas aqueles cuja turma da primeira opção não foi formada, independente de terem sido selecionados nas chamadas regulares.

A relação dos candidatos participantes da lista de espera estará disponível para consulta pelas instituições na próxima segunda-feira (11).

Todos os candidatos participantes da lista de espera terão que comparecer, nos dias 12 e 13 deste mês, às respectivas instituições de ensino nas quais estão pleiteando vaga, para apresentar a documentação para comprovação das informações prestadas na inscrição.

ProUni

De acordo com o Ministério da Educação, ao todo, 946.979 candidatos inscreveram-se na primeira edição do ProUni deste ano. Como cada candidato podia escolher até duas opções de curso, o número de inscrições chegou a 1.820.446.

Nesta edição estão sendo ofertadas 243.888 bolsas de estudo em 1.239 instituições particulares de ensino. Do total de bolsas, 116.813 são integrais e 127.075, parciais (50% do valor das mensalidades).

O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica em instituições privadas de educação superior. Em contrapartida, as instituições que aderem ao programa têm isenção de tributos.

Os estudantes selecionados podem pleitear ainda a bolsa permanência, para ajudar a custear os estudos, e também usar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para garantir parte da mensalidade não coberta pela bolsa do programa.

Agência Brasil

Candidatos têm até esta terça para participar da lista de espera do Sisu

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Este terça-feira (5) é o último dia para participar da lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O prazo vale para os estudantes que não foram aprovados em nenhuma das opções de curso.

A adesão deve ser feita na página do Sisu. Os candidatos podem escolher entrar na lista de espera para a primeira ou para a segunda opção de curso feita na hora da inscrição. Os alunos na lista serão convocados pelas próprias instituições de ensino a partir do dia 7 de fevereiro. Os candidatos deverão acompanhar as convocações.

Para integrar a lista, os candidatos devem acessar o sistema e, em seu boletim, clicar no botão que corresponde à confirmação de interesse em participar da lista de espera do Sisu. Ao finalizar a manifestação o sistema emitirá uma mensagem de confirmação.

A partir desta edição do Sisu, os estudantes selecionados em qualquer uma das duas opções não poderão participar da lista de espera. Até o ano passado, os selecionados na segunda podiam ainda participar da lista e ter a chance de ser escolhido na primeira opção.

Ao todo, o Sisu oferece, nesta edição, 235.461 vagas em 129 instituições públicas de todo o país. Puderam se inscrever no programa os estudantes que fizeram o Enem 2018 e obtiveram nota acima de zero na prova de redação. Segundo o MEC, mais de 1,8 milhão de candidatos se inscreveram.

Agência Brasil

 

Começa o prazo para participar da lista de espera do Sisu

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Os estudantes que não foram aprovados em nenhuma das opções de curso pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) podem, a partir desta terça-feira(29), integrar a lista de espera do programa. O prazo para que isso seja feito vai até o dia 5 de fevereiro.

A adesão pode ser feita na página do Sisu. Os candidatos podem escolher entrar na lista de espera para a primeira ou para a segunda opção de curso feita na hora da inscrição.
Os alunos na lista serão convocados pelas próprias instituições de ensino a partir do dia 7 de fevereiro.

A partir desta edição do Sisu, os estudantes que foram selecionados em qualquer uma das duas opções não poderão participar da lista de espera. Até o ano passado, aqueles que eram selecionados na segunda podiam ainda participar da lista e ter a chance de ser escolhido na primeira opção.

O resultado do Sisu está disponível desde ontem (28). Aqueles que foram selecionados devem fazer a matrícula nas instituições de ensino, no período de 30 de janeiro a 4 de fevereiro.

Os estudantes devem ficar atentos aos dias, horários e locais de atendimento definidos por cada instituição em seu edital próprio.

Ao todo, o Sisu oferece, nesta edição, 235.461 vagas em 129 instituições públicas de todo o país. Puderam se inscrever no programa os estudantes que fizeram o Enem 2018 e obtiveram nota acima de zero na prova de redação. Segundo o MEC, mais de 1,8 milhão de candidatos se inscreveram.

Agência Brasil

 

PSV 2015: Comperve divulga relação de classificados para inscrição em lista de espera da 2ª e última chamada

Post_PSV_2015A Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PROEG/UERN), através da Comissão Permanente de Vestibular (COMPERVE), divulga o edital com a relação de candidatos aptos à inscrição em lista de espera da segunda e última chamada do Processo Seletivo Vocacionado – PSV 2015 (1º semestre de 2015).

As inscrições na lista de espera devem ser realizadas, única e exclusivamente, no dia (NESTA SEGUNDA 09 de fevereiro de 2015), das 09h às 23h59min, através de formulário online (DECLARAÇÃO DE INTERESSE POR VAGA) acessando o site da COMPERVE (www.uern.br/comperve), não ocorrendo realização de novas convocações nem a ocupação de vagas remanescentes surgidas após esta data.

No dia 11 de fevereiro será divulgada a convocação da segunda e última chamada do PSV 2015.

JUNTA – O convocado pelo PSV 2015 em segunda e última chamada, na cota destinada à pessoa com deficiência, para ingresso no primeiro semestre, deverá ser submetido à avaliação da junta multiprofissional da UERN, no dia 19 de fevereiro de 2015, no horário das 8h às 11h, na Faculdade de Ciências da Saúde – FACS da UERN.

MATRÍCULA – A matrícula institucional dos convocados em segunda e última chamada será realizada nos dias 20 e 23 de fevereiro de 2015, na secretaria da Unidade Universitária/Faculdade do curso para o qual o candidato está sendo convocado, nos endereços e horários previstos no anexo II deste edital.

Clique e veja:

Classificados para inscrição em Lista de Espera da segunda e última chamada (Edital 3/2015)

Lista com os classificados aptos para compor a lista de espera (Anexo I)

Locais e horários para realização das matrículas (Anexo II)

Relação de documentos para realização da matrícula Institucional (Anexo III)

Aditivo nº 1 aos editais 1/2015 e 2/2015 – Comperve

Seleções da Copa terão 'lista de espera' com 7 jogadores

valcke-seminario-selecoes-size-598A ansiedade dos jogadores que esperam conseguir uma vaga na seleção brasileira para a Copa do Mundo não deve terminar no dia 7 de maio, quando o técnico Luiz Felipe Scolari promete anunciar os 23 escolhidos para disputar o torneio. Por causa de uma regra anunciada na manhã desta quarta-feira em Florianópolis, onde acontece o seminário técnico com representantes das 32 seleções classificadas, a CBF divulgará uma segunda lista, com sete atletas suplentes, que ficarão na fila de espera para possíveis trocas no grupo original. Algo semelhante já ocorreu na Copa passada, na África do Sul-2010, quando a convocação também teve trinta nomes pré-selecionados antes do corte final para 23. A Fifa receberá a lista ampliada de cada seleção até 13 de maio, e a inscrição final, restrita aos 23 que vão de fato disputar o torneio, precisa chegar até dia 2 de maio.

No caso da seleção brasileira, o suspense vai durar mais quase uma semana a partir da convocação de 7 de maio. De acordo com o diretor de comunicação da CBF, Rodrigo Paiva, Felipão divulgará a lista dos sete suplentes no dia 13, no fim do prazo da Fifa. Eles ficarão de sobreaviso como possíveis substitutos dos 23 escolhidos para o Mundial. Até o início de junho, eles estarão aptos a entrar no grupo da Copa – e não somente em caso de lesão, como já aconteceu no passado. Felipão poderá fazer uma troca inclusive por motivos técnicos, caso ache necessário. No último Mundial, os sete suplentes escolhidos pelo técnico Dunga foram Alex, Marcelo, Sandro, Paulo Henrique Ganso, Ronaldinho Gaúcho, Diego Tardelli e Carlos Eduardo. Na ocasião, a ausência de Neymar até da lista de suplentes rendeu críticas ao treinador. Sem problemas na concentração para o torneio, Dunga não precisou trocar nenhum atleta em sua lista de 23.

Rodrigo Paiva também confirmou que o período de concentração do Brasil para a Copa começará em 26 de maio, quando o grupo se apresenta a Felipão na Granja Comary, em Teresópolis, região serrana do Rio de Janeiro. Em seguida, em dia 3 de junho – depois, portanto, da inscrição dos 23 escolhidos na Fifa -, o time fará um amistoso contra o Panamá, em Goiânia. O último amistoso antes da estreia acontece no dia 6, no Morumbi, contra a Sérvia. Apesar de a seleção estrear na Copa na própria capital paulista (em 12 de junho, contra a Croácia, no Itaquerão), a tendência é de que os jogadores voltem para Teresópolis para os últimos treinos antes do jogo de abertura do Mundial. A CBF ainda não definiu a data do treinamento aberto para a torcida, uma exigência da Fifa para todas as seleções antes da estreia da Copa. Felipão não participou da primeira reunião do seminário de Florianópolis – ele só chegaria ao evento à tarde.

Veja

ProUni abre a partir desta sexta adesão à lista de espera

Os candidatos que ficaram de fora das duas convocações do Programa Universidade para Todos (ProUni) podem aderir a partir de hoje (26) à lista de espera. A adesão online está aberta até a próxima segunda-feira (29) no site do ProUni.

A lista estará disponível para consulta pelas instituições de educação superior integrantes do programa em 1º de agosto. No dia seguinte, será feita a primeira convocação dos estudantes pelas instituições. O candidato selecionado terá até o dia 7 do mesmo mês para a comprovação dos documentos e matrícula. Em 12 de agosto, será feita a segunda convocação. O prazo para aferição dos documentos e matrícula vai até o dia 15.

Criado em 2005, o ProUni oferece bolsas de estudos no ensino superior em instituições particulares a estudantes do ensino médio da rede pública. Também são atendidos bolsistas integrais da rede particular. As bolsas integrais são para os estudantes com renda bruta familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais, no valor de 50% da mensalidade, são destinadas aos candidatos com renda bruta familiar de até três salários mínimos por pessoa.

Agência Brasil