TRT-RN recebe lista sêxtupla de candidatos a desembargador

A lista sêxtupla dos candidatos à vaga de desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) foi entregue nesta segunda-feira (22) ao desembargador Bento Herculano Duarte Neto, pelo presidente da OAB-RN, advogado Aldo Medeiros.

Todos os integrantes da lista participaram da audiência, acompanhados de conselheiros da Ordem e dirigentes de entidades dos advogados.

“Vamos fazer um processo célere, mas sem atropelos”, garantiu o presidente do TRT-RN.

Para ele, a iniciativa da OAB-RN de escolher os candidatos a desembargador pelo quinto constitucional destinado à advocacia, “é muito positiva”.

Atualmente, o TRT-RN tem dez desembargadores. A vaga de desembargador indicado pelo quinto constitucional dos advogados está aberta desde a morte prematura do desembargador José Rêgo Júnior, ocorrida em janeiro deste ano.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. LULADRÃO disse:

    Bando de advogados meia boca, querendo passar bem. TRT deveria ser extinto.

Candidatos têm até esta terça para participar da lista de espera do Sisu

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Este terça-feira (5) é o último dia para participar da lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O prazo vale para os estudantes que não foram aprovados em nenhuma das opções de curso.

A adesão deve ser feita na página do Sisu. Os candidatos podem escolher entrar na lista de espera para a primeira ou para a segunda opção de curso feita na hora da inscrição. Os alunos na lista serão convocados pelas próprias instituições de ensino a partir do dia 7 de fevereiro. Os candidatos deverão acompanhar as convocações.

Para integrar a lista, os candidatos devem acessar o sistema e, em seu boletim, clicar no botão que corresponde à confirmação de interesse em participar da lista de espera do Sisu. Ao finalizar a manifestação o sistema emitirá uma mensagem de confirmação.

A partir desta edição do Sisu, os estudantes selecionados em qualquer uma das duas opções não poderão participar da lista de espera. Até o ano passado, os selecionados na segunda podiam ainda participar da lista e ter a chance de ser escolhido na primeira opção.

Ao todo, o Sisu oferece, nesta edição, 235.461 vagas em 129 instituições públicas de todo o país. Puderam se inscrever no programa os estudantes que fizeram o Enem 2018 e obtiveram nota acima de zero na prova de redação. Segundo o MEC, mais de 1,8 milhão de candidatos se inscreveram.

Agência Brasil

 

MPRN divulga nota preliminar e classificação de candidatos em processos seletivos para estágios; lista tem 227 estudantes

Processos seletivos são para estágios do curso de Direito e para a área administrativa. Ao todo, 227 estudantes estão nas listas divulgadas no Diário Oficial

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) divulgou as notas preliminares e a classificação dos candidatos habilitados que fizeram a prova dos processos seletivos de credenciamento de estagiários do curso de Direito e da área administrativa. Ao todo, 227 estudantes estão nas listas divulgadas na edição de sábado (26) do Diário Oficial do Estado (DOE).

Os eventuais recursos contra o resultado das notas preliminares deverão ser feitos através de formulário disponibilizado no site do MPRN, no link concursos, opção estagiários, e enviado para o e-mail: [email protected], em até dois dias úteis, a contar da publicação no Diário Oficial.

Para ver as listas e notas, clique abaixo:

Marinha com 504 vagas abertas para prestação do Serviço Militar Voluntário, níveis fundamental e médio; oportunidades no RN

A Marinha do Brasil está com 504 vagas para a prestação do Serviço Militar Voluntário (SMV), para ambos os sexos, como praças da Reserva de 2ª Classe da Marinha (RM2). Podem concorrer candidatos com nível fundamental e médio para as áreas industrial, saúde e apoio.

As inscrições estarão abertas de 27 de novembro a 11 de dezembro, nos respectivos sites de cada distrito naval. O valor da taxa de inscrição é de R$ 75 e o candidato terá até 21 de dezembro, para efetuar o pagamento.

O processo seletivo será constituído por prova objetiva de língua portuguesa e conhecimentos militar-naval, prova de títulos, verificação de dados biográficos, verificação documental, inspeção de saúde e teste de aptidão física. As provas estão marcadas para 17 de março, com duração de até três horas.

As remunerações variam de acordo com os cargos, mas em média, para os cargos de nível fundamental os aprovados recebem R$ 1.758 e para aprovados de nível médio, o valor chega a R$ 2.449.

Os militares temporários são os integrantes da reserva de 2ª classe da Marinha incorporados para prestar Serviço Militar (SM), em caráter transitório e regional. A natureza do vínculo com a força é, portanto, precária e transitória, com duração máxima de até oito anos, não gerando qualquer expectativa quanto à permanência e à estabilidade. Podem concorrer candidatos com mais de 18 anos.

1º Distrito: RJ e MG

Inscrições aqui 

193 vagas 

Cabo área industrial: edificações, estruturas navais, eletrônica, eletrotécnica, mecânica, metalurgia, motores, química.
Marinheiro: marcenaria e motorista.
Cabo área de saúde: enfermagem, higiene dental, patologia clínica, prótese dentária, radiologia médica, técnico em farmácia.
Cabo apoio: administração, processamento de dados, processamento de dados (sistemas).

Lotação: Belo Horizonte/MG, Rio de Janeiro/RJ, São Pedro da Aldeia/RJ e Mangaratiba/RJ.

2º Distrito: BA, SE e MG

Inscrições aqui 

60 vagas

Cabo área industrial: edificações, eletrônica, gráfica, mecânica, manutenção automotiva, máquinas navais, telecomunicações e eletrotécnica.
Cabo área de saúde: enfermagem, nutrição e dietética, patologia clínica, farmácia.
Marinheiro especializado: marceneiro e soldador.

Lotação: Salvador/BA, Pirapora/MG e Aracaju/SE.

3º Distrito: RN, CE, AL, PB e PE

Inscrições aqui 

118 vagas

Cabo área industrial: 
estruturas navais, eletrotécnica, mecânica e metalurgia.
Marinheiro especializado: marcenaria e motores
Cabo área de saúde: enfermagem, nutrição e dietética, higiene dental, patologia clínica, prótese dentária e radiologia médica.

Lotação: Natal/RN, Fortaleza/CE, Maceió/AL, João Pessoa/PB e Recife/PE

4º Distrito: PA

Inscrições aqui 

24 vagas

Cabo área industrial:
 técnico em eletrônica
Cabo área da saúde: enfermagem, higiene bucal, patologia clínica e prótese dentária
Cabo apoio: processamento de dados e contabilidade
Cabo administrativo: motorista de viatura administrativa

Lotação: Belém/PA

5º Distrito: RS, SC

Inscrições aqui 

33 vagas

Cabo área industrial: metalurgia, motores (com ênfase em refrigeração) e marcenaria
Cabo área de saúde: administração hospitalar, enfermagem, higiene dental, patologia clínica, radiologia médica, enfermagem, administração hospitalar, nutrição de dietética e radiologia médica.

Lotação: Rio Grande/RS, Porto Alegre/RS, Florianópolis/SC, Itajaí/SC, Laguna/SC e São Francisco do Sul/SC

6º Distrito: MS e MT

Inscrições aqui 

8 vagas

Cabo área de saúde:
 cirurgião dentista
Cabo apoio: fisioterapia
Cabo técnico: administração, informática, psicologia e serviço social
Cabo técnico magistério: pedagogia
Cabo área de engenharia: engenharia mecânica

Lotação: Ladário/MS e Cuiabá/MT

7º Distrito: DF

Inscrições aqui 

24 vagas

Cabo área industrial: mecânica, motores, telecomunicações e eletrotécnica
Cabo área de saúde: enfermagem, higiene dental, nutrição e dietética, patologia clínica e radiologia médica

Lotação: Brasília/DF

8º Distrito: SP e PR

Inscrições aqui 

19 vagas

Cabo técnico: administração, comunicação social e direito
Cabo técnico magistério: pedagogia
Cabo área de engenharia: engenharia civil, elétrica, eletrônica, mecânica, naval e química
Cabo área de saúde: odontologia com especialização em bucomaxilofacil, odontologia com especialização em endodontia, farmacêutico e veterinário
Cabo apoio: enfermagem e fisioterapia

Lotação: São Paulo/SP, Foz do Iguaçu/PR, Iperó/SP, Barra Bonita/SP e São Sebastião/SP

9º Distrito: AM

Inscrições aqui 

25 vagas

Cabo área de saúde: enfermagem, higiene dental, radiologia médica e técnico em farmácia
Cabo área industrial: eletrônica e mecânica
Marinheiro especializado: metalurgia, motores e marcenaria
Cabo apoio: ciências contábeis e processamento de dados

Lotação: Manaus/AM

Correio Web

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Juca disse:

    Kkkk o cara se submeter a ganhar 2 mil e ir morar no Hell de Janeiro(favela)e ainda por cima depois de algum tempo levar um chute no traseiro. Vai ser idiota assim no inferno.

Candidatos à Presidência da OAB-RN debatem na TV nesta quinta. BLOGDOBG vai transmitir

O único debate na televisão entre os candidatos que postulam à Presidência da OAB-RN na eleição 2018 acontecerá nesta quinta-feira (22), às 21h, na TV Câmara Natal.

No programa “Tela de Justiça Debate”, com mediação do jornalista João Ferreira, diretor do portal JURINEWS, os candidatos Paulo Coutinho, Magna Letícia e Aldo Medeiros vão apresentar suas propostas e debater ideias para o futuro da advocacia potiguar nos próximos três anos.

O debate terá duração de uma hora, dividido em quatro blocos, e poderá ser assistido pelos canais 10 ou 110 da Cabo e 51.4 digital ou através da trasmissão pelo instagram do JURINEWS (@jurinews), além de cobertura do Blog do BG. A eleição será realizada no dia 28 de novembro.

Candidatos têm até esta quinta-feira para reuniões públicas e comícios

Os candidatos à Presidência da República e ao governo nos 13 estados e no Distrito Federal têm até esta quinta-feira (25) para participação em reuniões públicas, comícios e uso de sonorização fixa entre as 8h e as 24h, com exceção do comício de encerramento da campanha, que poderá ser prorrogado por mais duas horas.

Nesta sexta-feira (26) acaba o prazo para veiculação de propaganda eleitoral gratuita em emissoras de rádio e televisão. No sábado (27), véspera das eleições, a legislação permite propaganda “mediante alto-falantes ou amplificadores de som”, distribuição de material gráfico e a promoção de caminhada, carreata, passeata e carro de som.

No dia 28, é o dia da votação. Os eleitores devem se dirigir aos postos das 8h às 17h. No caso do Distrito Federal e dos estados nos quais haverá segundo turno, os eleitores escolherão o presidente da República e o governador.

Agência Brasil

Repasses de partidos a candidatos superam R$ 1,4 bi; MDB lidera

Os partidos já destinaram R$ 1,4 bilhão para candidaturas nas eleições deste ano, segundo a primeira parcial da prestação de contas, divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). As candidaturas a deputado receberam a maior parcela: R$ 930 milhões do total – o equivalente a 68,7% do montante. Os números finais devem ser apresentados pelos candidatos à Justiça Eleitoral em até 30 dias após o fim das eleições.

Esta é a primeira eleição com o Fundo Eleitoral, que totaliza R$ 1,7 bilhão, destinado a financiar candidaturas após a proibição das doações de empresas, em 2015. Os diretórios também podem repassar dinheiro recebido pelo Fundo Partidário (previsto em R$ 513 milhões neste ano) e por outras fontes (doações e contribuições, por exemplo).

Apenas três partidos (MDB, PR e PP) respondem por mais de 1/3 (36,9%) desses repasses a candidatos. O MDB foi a sigla que mais destinou dinheiro a candidaturas – no total, R$ 202 milhões. PR e PP transferiram R$ 162,2 milhões e R$ 142,5 milhões, respectivamente.

Repasses dos partidos a candidaturas: resultado da primeira parcial da prestação de contas dos partidos nas eleições de 2018 — Foto: Betta Jaworski / G1

O PCO foi o único partido a declarar que não repassou dinheiro a candidatos. Já os partidos PPL, PMB e Novo foram os que transferiram menos dinheiro para candidatos. O PPL, por exemplo, destinou R$ 320 mil a candidaturas, sendo que 62,4% desse valor foram destinados à campanha do presidenciável João Goulart Filho.

PMB e Novo transferiram R$ 428 mil e R$ 471 mil a candidaturas, respectivamente.

Na prestação de contas parcial, 20 partidos informam que destinaram a maior parte do montante para nomes que concorrem a deputado federal. Já partidos menores, como DC, PPL, PSTU, Rede e Novo, registraram mais gastos com as candidaturas ao Poder Executivo.

Percentualmente, o PSTU foi o partido que mais destinou dinheiro para a disputa a presidente. Em números absolutos, porém, o PSDB é a sigla que mais transferiu recursos à candidatura presidencial (R$ 45,9 milhões), seguida pelo PT (R$ 20 milhões).

Geraldo Alckmin (PSDB): R$ 44,3 milhões
Fernando Haddad (PT): R$ 20 milhões
Ciro Gomes (PDT): R$ 12,5 milhões
Marina Silva (Rede): R$ 5,6 milhões
Guilherme Boulos (PSOL): R$ 4,2 milhões
Alvaro Dias (PODE): R$ 3,2 milhões
Eymael (DC): R$ 828 mil
Vera Lúcia (PSTU): R$ 400 mil
Jair Bolsonaro (PSL): R$ 268,9 mil
João Goulart Filho (PPL): R$ 200 mil

Apenas os presidenciáveis Cabo Daciolo (Patriota) e João Amoêdo (Novo) não receberam repasses dos partidos. Cinco dos 13 candidatos a vice-presidente também ganham dinheiro dos diretórios.

Kátia Abreu (PDT): R$ 3,5 milhões
Germano Rigotto (MDB): R$ 2 milhões
Sonia Guajajara (PSOL): R$ 1,8 milhão
Ana Amélia (PP): R$ 1,5 milhão
Eduardo Jorge (PV): R$ 100 mil

Distribuição por região

Mais da metade do dinheiro repassado pelos partidos teve como destino nomes que concorrem no Sudeste ou no Nordeste. O PSL, sigla que abriga o presidenciável Jair Bolsonaro, foi o partido que destinou a maior parcela para candidaturas do Nordeste – o equivalente 67,4% do total.

Esse percentual se deve, principalmente, ao ex-presidente do partido Luciano Bivar, que é candidato a deputado federal pela Paraíba e recebeu 1,8 milhão do PSL, segundo a parcial do TSE.

Por outro lado, quase todos os repasses do Novo (95,9%) foram para o Sudeste. A fatia maior foi para a candidatura de Rogerio Chequer a governador de São Paulo. O Novo diz que não usa os fundos eleitoral e partidário e que o dinheiro do diretório vem de filiados e apoiadores.

Já o PSB aposta na chapa para o governo de Pernambuco, para a qual repassou mais de R$ 6 milhões. A chapa é formada por Paulo Câmara, candidato a governador, e Luciana Santos, candidata a vice-governadora. Eles receberam R$ 4,5 milhões e 1,7 milhão, respectivamente.

O PRB, por exemplo, se destaca por ter destinado 17% dos repasses para São Paulo e 10,2% para candidaturas do Rio de Janeiro. Em SP, o deputado federal Celso Russomanno recebeu R$ 1,5 milhão. Esse valor é quase o dobro do candidato do PRB que teve o segundo maior repasse: Maria Rosas (R$ 840 mil).

No RJ, o principal destinatário do dinheiro foi Eduardo Lopes, que tenta a reeleição ao Senado. Antes de Marcelo Crivella assumir a Prefeitura da capital, Lopes era 1º suplente na Casa.

No DEM, 19,2% do montante transferido para candidaturas também foram para o Rio de Janeiro. O ex-prefeito Eduardo Paes tenta se eleger governador e recebeu R$ 3,9 milhões da sigla. Os deputados federais Sóstenes Cavalcante e Laura Carneiro tentam se reeleger no estado e também conseguiram abocanhar parte do montante. Cada um ficou com cerca de R$ 1 milhão do DEM.

Repasses dos partidos a candidaturas nas eleições de 2018: regiões onde estão as candidaturas que receberam o dinheiro — Foto: Alexandre Mauro / G1

Recursos de partidos

O Fundo Eleitoral foi criado em outubro de 2017 pelo Congresso Nacional com o objetivo de financiar as campanhas com recursos públicos. O montante do fundo foi fixado em R$ 1,7 bilhão. Desde setembro de 2015, as doações de empresas a campanhas eleitorais estão proibidas.

A maior parte do Fundo Eleitoral (R$ 1,3 bilhão) é formada por dinheiro que ia ser destinado para emendas parlamentares de bancada, formada por deputados e senadores.

Montante repartido entre os partidos: somatório do dinheiro disponibilizado a partidos em 2018 — Foto: Betta Jaworski / G1

Em maio deste ano, o TSE ainda determinou que os partidos devem repassar 30% do Fundo Eleitoral para as candidaturas de mulheres. Na mesma decisão, o TSE determinou que o patamar de 30% também vale para o tempo de TV e para a propaganda eleitoral no rádio e na televisão.

O TSE também confirmou em maio deste ano a permissão do uso do Fundo Partidário para campanhas eleitorais. O dinheiro também é usado para a manutenção das legendas. A previsão é que os partidos recebam R$ 513 milhões via Fundo Partidário neste ano.

O principal critério para a distribuição do Fundo Eleitoral e do Fundo Partidário é o tamanho da bancada do partido na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

Representação dos partidos no Congresso: levantamento de 18 de setembro de 2018 — Foto: Alexandre Mauro / G1

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ceará-Mundão disse:

    A esquerdalha pira. Bolsonaro com pouquíssimo dinheiro prá gastar, sem partido forte, sendo caluniado e atacado dia e noite pela grande mídia (esquerdista) e pelos demais candidatos, sem tempo de TV e, agora, SEM FAZER CAMPANHA (depois do atentado covarde à sua vida), está liderando a campanha de forma disparada e com chances fortíssimas de ganhar logo no 1º turno. Realmente, o cara está fazendo jus ao apelido de "mito". 17 neles!!!!

  2. Jorge disse:

    Olha ai a farra com nosso dinheiro. É bom demais atirar com pólvora alheia.

Para confirmar inscrição, candidatos devem pagar taxa do Enem até esta quarta

Agência Brasil

Os candidatos que fizeram a inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até amanhã (10) para pagar a taxa de R$ 63. A inscrição é confimada apenas após o pagamento, que deve ser feito até as 21h59, no horário de Brasília. As provas serão nos dias 24 e 25 de outubro.

O prazo de inscrição terminou na última sexta-feira (5). Quem não imprimiu a Guia de Recolhimento da União (GRU) no fim do processo de inscrição ainda pode fazê-lo. Para isso, basta acessar a página do Enem e informar o CPF e a senha.

Os estudantes que vão concluir o ensino médio este ano em escolas públicas são isentos automaticamente.

Também não pagam a taxa os participantes que solicitarem a isenção por carência, ou seja, aqueles que têm renda renda familiar por pessoa igual ou inferior a um salário mínimo e meio e que cursaram o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede privada.  Participantes que declararam ser integrantes de família de baixa renda ou estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica também são isentos.

Quem declarou carência deve verificar na página do participante se o pedido de isenção da taxa foi autorizado. Caso isso não ocorra, deve fazer o pagamento no mesmo prazo.

Neste ano, a taxa de inscrição foi reajustada, pela primeira vez desde 2004. Passou de R$ 35 para R$ 63, para repor as perdas com a inflação.

O Enem foi criado para avaliar os alunos que estão encerrando o ensino médio ou que já o concluíram em anos anteriores. Estudantes que não terminaram o ensino médio este ano podem participar como treineiros, ou seja, o resultado não poderá ser usado para participar de programas de acesso ao ensino superior.

O Ministério da Educação vai divulgar hoje (8) o balanço final dos inscritos. No no passado, foram 8,7 milhões. Até as 16h do último dia de inscrição, a edição de 2015 havia registrado mais de 7,3 milhões de estudantes.

Para ajudar os candidatos a se preparar para o Enem, a Empresa Brasil de Comunicação(EBC) preparou o aplicativo Questões Enem que reúne todas as questões desde a edição de 2009. No sistema é possível escolher as áreas do conhecimento que se quer estudar. O acesso é gratuito.

info_enem

Eleições 2014: Confira a agenda dos candidatos para esta quarta-feira

Compromissos políticos e institucionais fazem parte da agenda dos candidatos ao Governo do Estado, nesta quarta-feira (6). Confira:

O candidato do PMDB, Henrique Alves, cumpre agenda institucional como presidente da Câmara dos Deputados, em Brasília.

O candidato do PSD, Robinson Faria dá sequência a Caravana da Liberdade. A terceira etapa deverá passar por Governador Dix Sept Rosado, Caraúbas, Olho D’água dos Borges, Umarizal, Martins, Serrinha dos Pintos, Francisco Dantas, Porta Alegre, Viçosa, Riacho da Cruz e Apodi.

Os demais candidatos não encaminharam as agendas desta quarta-feira, até o momento.

Eleições 2014: Candidatos ao Governo divulgam compromissos para esta sexta-feira

Os candidatos ao Governo do Rio Grande do Norte estão com agendas intensas nesta sexta-feira (1º). Entre os compromissos há reuniões, entrevistas, eventos , caminhas e panfletagem. Confira:

O candidato do PSD, Robinson Faria, às 10h participa de evento evangélico em Parnamirim, às 11h, concederá de entrevista a emissora de rádio de Jucuturu. Pela tarde, as 15h participa de caminhada no bairro das Rocas. Pela noite, as 20h, irá a posse da nova diretoria da Fecomércio e as 22h, marcará presença na comemoração dos 22 anos do Arraiá do Sabugo, no bairro das Quintas.

A candidata do PSTU, Simone Dutra realiza panfletagem nas proximidades do Hospital Walfredo Gurgel. Ainda pela manhã, acompanha assembleia dos servidores da saúde de Natal, no auditório do Sindsaúde, em solidariedade a esses trabalhadores, que tiveram seus salários descontados após a última greve.

O candidato do PSOL,  Robério Paulino realiza panfletagem em frente ao CCD Natal (correios), no inicio da manhã. Em seguida, participa de ato do MST pela reabertura da Central de comercialização da agricultura familiar, Natal/RN. As 11h, participa da produção de programas de Rádio e TV. Pela tarde, tem gravação para chamada do debate da Band ​​.

Os demais candidatos não encaminharam as agendas para hoje (1º).

Agenda dos candidatos ao Governo do RN, Robério Paulino, Araken e Robinson Faria

Caminhadas, reuniões, visitas e panfletagem estão na programação dos candidatos para este sábado (26).

O candidato do PSOL, Robério Paulino, realiza caminhada e panfletagem pelo comércio no Alecrim em Natal, às 9h. Pela tarde, as 15h, participa de reunião com a coordenação da campanha sobre o programa eleitoral.

O candidato do PSL, Araken Farias, visitou hoje cedo o Açougue Publico Augusto Frade em Caicó para cumprimentar amigos, correligionários e conhecer a estrutura do local. As 9h, faz caminhada pela  Feira Livre de Caicó. A partir das 15h, realiza uma série de comícios relâmpagos pelos bairros de Caicó. Pela noite, a partir das 19h, participa da Novena de Sant’Ana na Catedral em Caicó e em seguida, visita a tradicional Praça de Alimentação de Caicó.

O candidato do PSD, Robinson Faria, a partir das 8h, visita a feira do município de Bom Jesus. As 11h atende lideranças políticas da região Potengi.  Ao meio dia, visita o município de São Paulo do Potengi e concede entrevista a Rádio Potengi AM. Pela tarde, as 16h, participa da procissão de Santana do Matos. À noite, às 19h, visita o municipio de Campo Grande.

Os candidatos Henrique Alves e Simone Dutra não encaminharam as agendas para este sábado (26).

Candidatos ao Governo divulgam compromissos para esta terça-feira

Os candidatos ao Governo, Henrique Eduardo Alves (PMDB) e Araken Faria (PSL) encaminharam no inicio da noite de hoje (21), os compromissos políticos para esta terça-feira, dia 22 de julho.

O peemedebista Henrique Alves irá a Brasília cumprir agenda constitucional como Presidente da Câmara.

Já Araken Faria, pela manhã, as 8h, irá gravar os programas eleitorais de TV e rádio; pela tarde, as 15h, participa de caminhada no Centro de Natal e pela noite se reúne com lideranças do bairro de Igapó, as 19h.

Os demais candidatos ao Governo do Estado não encaminharam as agendas.

Em 2010, André Vargas doou quase R$ 1 milhão para candidatos; só do PT, R$ 876 mil, inclusive Dilma, com R$ 45,8 mil

2013061835919Embora previsse receber até R$ 6 milhões em doações para sua campanha para deputado federal em 2010, o vice-presidente licenciado da Câmara dos Deputados, André Vargas (PT-PR), desempenhou um papel oposto nas eleições: doou R$ 893,9 mil para 32 candidaturas, por meio de seu comitê de campanha.

Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que os maiores beneficiários da distribuição de recursos por parte do comitê eleitoral de Vargas foram candidatos do PT: 12 deles receberam R$ 876 mil, entre eles a presidente Dilma Rousseff (R$ 45,8 mil).

O petista arrecadou R$ 1,3 milhão em sua campanha, dos quais R$ 806 mil vieram do diretório nacional da legenda, segundo o TSE.

Como doou a maior parte do que recebeu, na prática a campanha de Vargas teria custado, oficialmente, apenas R$ 468 mil, o que corresponde a apenas 7,8% do que havia previsto para sua campanha. Esse valor inclui doações que ele fez como pessoa física para a própria campanha.

Por terem sido registradas no TSE, as contribuições são consideradas legais pela Justiça. Porém, evidenciam o papel desempenhado por Vargas nas eleições de 2010, como intermediário da distribuição de recursos no estado.

Perguntado sobre o motivo da diferença entre o que estava previsto para ser gasto e o efetivamente realizado pela sua equipe de campanha, a assessoria do deputado argumentou que “a estimativa de gastos normalmente é superestimada, para evitar alterações posteriores”.

De acordo com o petista, a maior parte dos valores de sua campanha teria sido doada para outros políticos porque ele teria optado por uma gestão descentralizada dos recursos.

“A elevada quantidade de doações deve-se ao fato de que a campanha foi organizada em parcerias com candidatos a deputado estadual, que se responsabilizavam pela campanha em cada base eleitoral”, afirmou a assessoria de Vargas, em nota.

Oficialmente, quem recebeu mais recursos do petista foi Nedson Luiz Micheleti, ex-prefeito de Londrina e candidato a deputado estadual pelo PT em 2010, com R$ 279,7 mil.

O segundo que mais recebeu foi o também candidato a deputado estadual Elton Carlos Welter, com R$ 94,4 mil.

Por meio de sua assessoria, Welter informou ter pedido votos para ele e também para Vargas na região de Toledo, no interior do Paraná. Por isso, teria recebido a doação do colega. Ontem, Micheleti não foi localizado pelo GLOBO.

Embora petistas tenham recebido a maior parte dos recursos, candidatos a deputado estadual do PMDB e do PDT, partidos que faziam parte da aliança com o PT no Paraná, também receberam recursos do deputado.

Segundo o TSE, Vargas doou para sua própria campanha, como pessoa física, R$ 89 mil. O valor corresponde a 16% do patrimônio declarado pelo político em 2010 (R$ 572 mil). Conforme mostrou O GLOBO na última semana, em dez anos o patrimônio do deputado cresceu 50 vezes.

Quando entrou na política, em 2000, tudo o que o Vargas tinha era um Monza 1993, avaliado em R$ 9 mil, e sociedade em três pequenas empresas, cujas cotas somavam R$ 2,1 mil.

Na última campanha eleitoral, dez anos depois, Vargas declarou ter dois terrenos, uma casa e três carros de luxo, além de ter adquirido sociedade em duas empresas, alcançando um patrimônio de R$ 572 mil.

Por meio de sua assessoria, o deputado informou que sua evolução patrimonial teria sido “compatível com sua renda ao longo dos dez anos”.

O Globo

Eleições outubro: candidatos devem deixar cargos públicos até 4 de abril

Restam menos de 30 dias. O dia 4 de abril, seis meses antes do pleito em outubro, marca o limite para quem ocupa cargo público e deve pedir exoneração para, a partir de então, estar apto a disputa eleitoral.

Neste caso se enquadram ocupantes de cargos como ministro de Estado, secretário estadual, diretor ou superintendente de órgão público ou autarquia.

Agora é torcer pelo sorteio: Copa do Mundo recebe mais 3,5 milhões de pedidos por ingressos

A Fifa revelou nesta quinta-feira que 3.505.656 ingressos foram requisitados por torcedores na segunda fase de vendas dos ingressos da Copa do Mundo. Os pedidos foram realizados por meio milhão de torcedores de 199 países, sendo que aproximadamente 80% dos interessados são brasileiros, que solicitaram 2,6 milhões de entradas para os 62 jogos – os ingressos para a abertura e a final não estavam à disposição.

Os torcedores dos países das 32 seleções classificadas para a Copa do Mundo têm até o dia 7 de fevereiro para pedir ingressos das equipes participantes através do site da Fifa. A entidade destacou que somente os nativos ou residentes dos respectivos países em campo podem requisitar as entradas.

Para cada jogo, 16% dos ingressos são reservados para esses torcedores, sendo 8% de cada país. E a Fifa explicou que recebeu pedidos de 95.848 torcedores, que requisitaram 585.350 ingressos de seleções participantes.

O sorteio eletrônico dos ingressos que tiveram mais pedidos do que a demanda comporta será realizado em fevereiro com a participação de representantes da Caixa Econômica Federal e do Ministério do Esporte, além de um tabelião público.

Todos os solicitantes serão informados por e-mail ou mensagem de texto quanto ao êxito ou não do pedido até 11 de março. Assim, o novo período de vendas de ingressos, dessa vez por ordem de pedido, começará apenas no dia seguinte.

“Com um total de pouco mais de 3 milhões de ingressos disponíveis para os 12 estádios, os pedidos são em quantidade pelo menos 10 vezes superior ao estoque que temos. Naturalmente, esse nível de demanda pode causar decepção, insatisfação e incompreensão entre os fãs de futebol. Este é o maior problema com ingressos para a Copa do Mundo, já que não podemos agradar a todos, mas que não deixa de ser um grande sinal da enorme expectativa para o evento”, explicou Thierry Weil, diretor de marketing da Fifa.

Na primeira fase de vendas, realizada ainda antes do sorteio dos grupos ocorrido no dia 6 de dezembro – quando foi definido o calendário de jogos da Copa -, foram comercializados quase 1,1 milhão de ingressos.

Estadão

ProUni tem 159 mil candidatos pré-selecionados para bolsas de estudo

Agência Brasil

Um total de 159.177 candidatos foi pré-selecionado na primeira convocação do Programa Universidade para Todos (ProUni), divulgada nessa quinta-feira (24) pelo Ministério da Educação (MEC). Foram 107.575 selecionados para bolsas integrais e 51.602 para as parciais. O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica em instituições privadas de educação superior.

Nesta primeira edição de 2013, o programa ofereceu 162.329 bolsas de estudos e registrou pouco mais de 1 milhão de inscritos. Após essa primeira chamada, 3.152 bolsas não foram preenchidas. Segundo o MEC, a diferença (entre bolsas ofertadas e preenchidas) é normal e pode ocorrer por diversos motivos, como baixa procura por um determinado curso de graduação ou candidatos que não alcançaram pontuação suficiente.

A unidade da Federação com maior oferta de bolsa é São Paulo. As instituições de ensino paulistas convocaram 54.315 estudantes, sendo 33.108 para bolsas integrais e 21.207 para parciais. Em seguida estão Minas Gerais, com 11.331 integrais e 6.371 parciais, e o Paraná, com 6.866 integrais e 5.512 parciais.

Os estudantes têm até 31 de janeiro para comprovação das informações e matrícula na instituição de ensino. Os candidatos não selecionados na primeira chamada devem aguardar a próxima, no dia 8 de fevereiro. O estudante que não for selecionado na segunda convocação, poderá aderir à lista de espera nos dias 24 e 25 de fevereiro.

O candidato selecionado para a bolsa integral deve comprovar renda familiar por pessoa até um salário mínimo e meio (R$ 1.017). Para as bolsas parciais, a renda familiar deve ser até três salários mínimos (R$ 2.034) por pessoa.

O estudante que conseguiu apenas a bolsa parcial (50% da mensalidade) pode custear a outra parte da mensalidade por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), sem a necessidade de apresentar fiador. Para isso, é preciso que a instituição onde o aluno pretende se matricular tenha firmado termo de adesão ao Fies e ao Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (Fgeduc).