Guarda Municipal prende homem suspeito de atos obsceno em Policlínica da Zona Sul

Foto: Divulgação SEMDES

Uma guarnição da Ronda Saúde da Guarda Municipal do Natal (RondaS/GMN) prendeu na manhã desta terça-feira (12), um homem suspeito de praticar atos obscenos e ameaçar servidores da Policlínica Sul, situada no bairro Neópolis na capital. O homem foi detido pelos guardas municipais quando ainda estava na área onde foi apontado o delito.

De acordo com o subcomandante de Segurança da GMN, Carlos Cruz, o homem detido estava se masturbando, ameaçando funcionários e atrapalhando o andamento dos atendimentos médicos realizados na unidade de saúde. “Assim que recebemos a denúncia acionamos uma viatura do RondaS responsável pelo patrulhamento da Zona Sul. Em cinco minutos os guardas chegaram, agiram rápido abordando e prendendo o suspeito”, contou o subcomandante.

O homem foi reconhecido por alguns guardas como tendo participado de uma outra ocorrência de prisão na zona Norte da cidade. Naquela situação, a acusação era de agressão contra o próprio pai.

O preso foi conduzido à Central de Flagrante da Polícia Civil onde foi registrada a prisão em flagrante delito devendo responder pelos crimes apontados pelas vítimas, sendo atos obscenos e ameaça. As denúncias desse tipo de delito podem ser informadas pelo número 190 do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), que as viaturas de patrulhamento da GMN serão acionadas.

https://www.natal.rn.gov.br/noticia/ntc-33768.html

Homem expulso da casa da namorada só de calcinha terá de pagar R$ 300 por ato obsceno

Um homem de 28 anos, flagrado pela Polícia Militar usando apenas duas calcinhas pelas ruas de Maracaju, a 160 quilômetros de Campo Grande, terá de doar R$ 300 ao Conselho da Comunidade pela prática do ato obsceno, ocorrida em julho.

Segundo o acordo judicial assinado em 12 de dezembro, o pagamento será feito em três parcelas, a serem depositadas todo dia 30 a partir de janeiro de 2012. O acusado terá ainda de comprovar o depósito perante o cartório do fórum local. A medida foi solicitada pelo Ministério Público e aceita pela Defensoria Pública.

Na madrugada de 31 de julho, o homem foi abordado pela polícia após denúncias de moradores. Agentes da PM constataram que o homem estava seminu e perambulando próximo a uma pizzaria. Questionado pelos agentes sobre o motivo, ele alegou que foi expulso da casa da namorada e que ela teria ficado com todas as suas roupas.

O homem apresentava escoriações no joelho e no cotovelo e foi conduzido à delegacia da Polícia Civil para prestar esclarecimentos. Ele foi interrogado pelos responsáveis do plantão e, em seguida, foi liberado depois de assinar um termo circunstanciado de ocorrência. Ele só deixou a delegacia de Maracaju após conseguir uma bermuda emprestada.

Portal G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rodolfo disse:

    É americano, não tenha duvidas!