“MÃO NA BOLA”: Operação da PF e MPF apura pagamentos de propina durante a construção da Arena das Dunas

(Foto: Reprodução)

A Polícia Federal e o MPF deflagraram nesta terça-feira (10/12), a Operação “Mão na Bola” destinada a apurar a possível prática dos crimes de desvio de finalidade de financiamento, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro, atribuídos a integrantes de grupo empresarial do ramo de construção civil, membro de Sindicato de Trabalhadores e agentes públicos do estado do Rio Grande do Norte.

Estão sendo cumpridos quatro mandados judiciais de busca e apreensão expedidos pela 2ª. Vara da Justiça Federal/RN nas cidades de Natal/RN e Mossoró/RN. Na ação, a PF utiliza 18 policiais federais.

A investigação teve início no ano de 2014 a partir da notícia do pagamento de propinas a membro de um Sindicato de Trabalhadores e agentes públicos do RN, por pessoas vinculadas a grupo empresarial responsável pela obra de construção do estádio Arena das Dunas.

Diligências iniciais evidenciaram a utilização de empresas, algumas de fachada, para emissão de notas fiscais superfaturadas ou fictícias, de modo a gerar “caixa dois”, utilizado para o pagamento de propinas.

A colheita de depoimentos de colaboradores, associada à análise dos registros bancários e fiscais de investigados, trouxe novos elementos que corroboraram a notícia da ocorrência de pagamentos de vantagem indevida a agentes públicos e membro de Sindicato.

Constatou-se que os investigados receberam expressivos valores em suas contas bancárias, mediante depósitos fracionados, o que indica a tentativa de driblar os mecanismos de controle do Conselho de Controle de Atividade Financeira – COAF (atualmente Unidade de Inteligência Financeira – UIF).

As medidas cumpridas nesta manhã visam a apreensão de documentos, bens e valores relacionados aos fatos criminosos.

Sobre o nome da operação, é um trocadilho com uma expressão utilizada no futebol, pois pode remeter ao recebimento de propina, já que “bola”, no popular, também possui esse outro significado.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. vilanir gurgel disse:

    O aeroporto e arena das dunas, duas obras apenas para interesse político, para benefício próprio.
    Estado e município falidos.

  2. Adriano Castro disse:

    …e tem mais: como pode no aeroporto cobrarem pedágio para ter acesso ao terminal? Sim, aquilo é pedágio e dizem que a tarifa é de estacionamento ( guarda e seguranca veicular). Sera que o MP/RN nao vê isso?

  3. Luciana Morais Gama disse:

    O AEROPORTO e a ARENA DAS DUNAS, duas obras que o RN não precisava e não podia pagar…. Hoje colhemos os frutos desse desmando administrativo.

  4. mario disse:

    Agora o jogo começou.kkkkk

  5. pereira disse:

    O ministério público deveria se debruçar com uma LUPA mais potente, também sobre a construção do Aeroporto. Quem sabe não encontram alguma coisa debaixo do tapete.

Justiça suspende nomeação de Lula por “risco de dano ao livre exercício” do Poder Judiciário, PF e MPF

O juiz federal Itagiba Cata Preta Neto concedeu liminar anulando o termo de posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O ex-presidente chegou pouco depois das 8h desta quinta-feira a Brasília, em voo fretado, para a cerimônia de posse. O petista chega em meio a grande tensão após a divulgação de gravações da Operação Lava-Jato pelo juiz Sérgio Moro de conversas entre Lula e a presidente Dilma Rousseff que mostram indícios de acerto entre os dois para obstruir a Justiça e prejudicar as investigações, como por exemplo, o envio de um termo preventivo de posse em ‘caso de necessidade’. Há registros de protestos em São Paulo e Brasília contra e a favor a sua nomeação.

A cerimônia que oficializaria o retorno de Lula ao governo estava marcada para a próxima terça-feira, dia 22, mas depois da divulgação da conversa, o governo antecipou a posse para hoje, às 10h. Integrantes da Lava-Jato viram sinais de tentativa de obstrução à Justiça nos diálogos, assim como juristas ouvidos pelo GLOBO.

Junto ao ex-presidente, tomaram posse ainda Mauro Lopes (PMDB-MG) como ministro da Aviação Civil, Jaques Wagner como chefe de gabinete e Eugênio Aragão no posto de ministro da Justiça.

Texto – O Globo

IMG-20160317-WA0019

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ernesto gomes filho disse:

    Isso é um absurdo chega de roubalheira fora pt fora dilma fora lula fora bando de corruptos o povo já está cansado disso basta

  2. Laura disse:

    O pt pensa que nós somos imbecis. Nosso país não pertence ao pt !!!!

  3. Rosália Nery disse:

    Isso é uma vergonha, a presidenta Dilma Rousseff está brincando de comandar o Brasil como se nós povo brasileiro fôssemos bonecos de guerra, é um desmando generalizado. Enquanto ela se diverte nós sofremos, como se estivéssemos numa guerra. Isso realmente é uma vergonha em nosso país… Que pais é esse…

  4. Curioso disse:

    Mais omi, só pq o barbudo é pobre, num querem ele no mei dusrico não é???

    • Ricardo Nunes disse:

      O curioso.. pobre sou eu, vc, um cabra desse xeim de bens não pode ser chamado de pobre né